Van Der Wolfing's Birthday!


Postado

Van Der Wolfing's Birthday!

Sentimentos ruins


Ódio é como o preto.
Sem cor, sem luz e sem calor.
É frio, obscuro e tão monstruoso.
Perdido em pensamentos, posso ouvir você...
Gritar meu nome, implorando a minha morte


Hey. Wolfing, sou eu... Roger. Sei que não quer me ver nem pintado de ouro, tenho consciência disso. Vai ficar ai se lamentando, seu verme idiota? O que está esperando? Não foi você que disse que iria vingar ela? Estou te esperando Wolfing. Posso ser seu pior inimigo e desejar sua morte... Mas também sou seu melhor amigo, te desejando um feliz aniversário. - Roger.

Raiva é simbolizado pelo laranja.
Por que laranja? Talvez porque é a mistura do amor com a vergonha?
Sente raiva de si mesmo, não é?
É algo ruim, não é?
Livre-se disso então. Raiva corrói...
Em ecesso, destrói


Você sente raiva? Você me odeia? Não me importo, não pode fazer nada quanto a isso. Fiz muito por você e isso envolveu sua morte. Pode me odiar pra sempre se quiser, mas te libertei de um tormento sem fim. - Klauser

Vergonha do que sente
Vergonha do que fez
Vergonha do que pensa
Ou vergonha do que vê?
Olhe pro espelho, vejo um assassino
Reze na igreja, vejo um demônio
Implore perdão, vejo a vergonha


Van, primeiramente... Feliz aniversário. Mas, sabe o que te digo? Tenho pena, digo, vergonha de você.Wolfing

A escuridão se demonstra pelo roxo
É uma sensação boa, uma sensação de poder
Mas isso é o certo a fazer?
Que se dane. Ignore a razão, se entregue a escuridão
Por que é isso que você quer...
Esquecer o que já esqueceu.


Eu já fui livre de você. Eu já me libertei. Só que... Você atravessou o céu, o inferno e a Terra pra me prender outra vez. Você sentiu poder, não sentiu? Esqueça o que esqueceu e então... - Darkening, Damon

Sentimentos bons


Rosa. Viadagem. Boiolice.
Talvez até seja, mas somos um pouco "rosa" querendo ou não
Porque o rosa representa o carinho.
Sentir carinho não é algo feminino, é humano.
O carinho abre caminho pra duas novas cores...
O celeste e o vermelho.


Ei, Van, vamos brincar! Vamos logo, mamãe está esperando! Não quero deixar ela entediada. Sorria Van, hoje é seu aniversário! É dia de brincar e ganhar presentes! - Wendy

O celeste representa a confiança.
Confiar é o mesmo de depositar sua vida nas mãos de alguém
Não é fácil e nem rápido de se conseguir.
Van, você confia na gente?
Sim? Tem certeza? Estou brincando.
Confiamos em ti!


Porra Wolfing! Você matou nosso informante outra vez... Tsc. Que seja, a gente vai conseguir. Se não conseguirmos que tipo de parceiros somos? - Smile

O amor é algo quente e vivo como o vermelho
Para ganhar amor, precisa de confiança.
Precisa de carinho.
Precisa de, talvez, um pouco de vergonha na cara.
Amor varia de cada pessoa. Pode ser...
Entre amantes, entre amigos ou entre pai e filhos.


... Pai, você ainda se culpa? A mãe já te perdeu, não precisa continuar com isso. Até eu perdoei. Mas eu te peço pra parar com isso, ficar remexendo lembranças não faz bem. Me escute, pai. - Betsie

Amizade...
A palavra mais importante, até que o amor
Você tem tantos amigos Wolfing, que tal passar esse aniversário com eles?


(Insira aqui qualquer frase que alguém queira dizer ao Van, claro, no comentário) - Todo mundo.

Você agora pode sentir essa... Paz agora, querido? Você está livre agora. Viva sua vida de novo, recomece. Esqueça-me e me deixe ir. Estarei sempre com você, não importa onde esteja, torcendo por fazer.
- Jael Wolfing

|~~//~~\\~~|


O tempo estava ruim. Chovia sobre o enorme cemitério ao estilo gótico, com várias tumbas e criptas e até estátuas com gárgulas. O chão de terra batida ia lamaceando com o passar da chuva, ficando cada vez mais magenta e com uma horrível textura sonsa como se todo seu corpo afundasse num único passe.
O céu refletia, talvez, os sentimentos do único cidadão que estava no cemitério. No meio do local, uma cripta simplória e breve que dizia as seguintes palavras:
Jael Wolfing.
1968-2000
"Até que a morte nos separe"

O loiro estava cabisbaixo, olhando para as palavras do túmulo. Nem o próprio holandês sabia se estava a chorar ou era somente a água vinda do céu a escorrer pela face que também já o molhava seu terno negro, colando ao corpo e o deixando ainda mais pesado. Alguns fios loiros estavam grudados no rosto e, abrindo um melancólico e soturno sorriso, dissera:
- Ik hield van je, Jael. Gewoon... Nu heb ik iemand die mij liefheeft en ik kan haar niet teleurstellen. - Falou com seu velho netherlandês, provavelmente enferrujado, dando as costas ao túmulo e caminhando com os sapatos de couro preto sobre a terra barrosa.

Feliz Aniversário, Van Der Wolfing


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...