~sunhwa

sunhwa
Nome: ...
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 17 de Setembro
Idade: 15
Cadastro:

✾ Ficha - The Letter Of a Killer ✾


Postado



Posso não demostrar o que sinto com gestos, mas basta apenas olhar em meus olhos que tudo se esclarecerá.

» The Letter Of a Killer «

❣ Nome ❣

Aimee Suzuki Nagai

❣ Idade ❣

17 anos - 27/12 - Capricórnio

❣ Par ❣

ಌ Shin Tsukinami ಌ

❣ Aparência ❣





Aimee possuí uma aparência um tanto como infantil. Seus cabelos são longos e loiros, que chegam abaixo de sua cintura, sendo eles ondulados. Sua franja é dividia em três; uma parte no meio e as outras duas nos cantos, sempre caindo sobre sua testa. Aimee deixa algumas madeixas sobre seus ombros, além de que ela usa um laço para separar o resto do cabelo. Seu rosto é delicado; seu nariz é um pouco pontiagudo, ao mesmo tempo em que é redondo, assim como seu queixo. Seus olhos são avermelhados, puxados para uma tonalidade rosa e nunca deixam de refletir o que ela sente e vê. Seu corpo é muito pouco desenvolvido para uma garota de sua idade. Na verdade, podemos dizer que ela é uma completa ''tábua - graveto - vara de pescar''. Muitas pessoas chegam a achar que ela tem entre 13 e 14 anos, o que colabora para que ela se sinta inferior perto das outras meninas. A única coisa que talvez possa a salvar de realmente ser lisa, são suas coxas muito bem torneadas, que chamam a atenção dos homens. Aimee é baixinha, possuindo apenas 1,64 de altura, o que faz com que consiga mais apelidos como: ''anã de jardim - tampinha - gnoma - nanica'' e muitos outros também. Ela é magra e sua pele é clara, trazendo mais um apelido para a listinha: ''Snow White'' ou, em português: Branca de Neve.

❣ Personalidade ❣

Apesar de seu signo ser capricórnio, Aimee é alguém extrovertida e faladeira, que sempre está com um sorriso no rosto. Supersimpática e preocupada com as pessoas, ela não suporta a ideia de ser injusta ou de magoar alguém. Por isso, leva a fama de indecisa, já que pensa muito antes de tomar um decisão. Aimee odeia ficar sozinha e, por isso, todas ás vezes que pensa em sair para algum lugar ela leva alguém consigo. Não gosta de injustiças, ela é aquela pessoa que se ver alguém ou algum animal sendo maltratado, irá sair na rua para fazer protesto. Aimee é extremamente curiosa e persistente; quando fica interessada em algo, ela não para até que consiga o que quer. Também é muito teimosa, não gosta de admitir que está errada, então não espere um pedido de desculpas fácil vindo da parte dela.

Aimee é bem humorada, brincalhona e divertida, ela não consegue ficar sem fazer nada por muito tempo. Ela é muito criativa; não duvide que ela possa ter alguma ideia maluca de vez em quando. É alguém muito independente, Aimee não suporta a ideia de ter que dividir seus problemas com alguém, ela prefere resolver tudo sozinha, o que no final pode a deixar em uma gigante enrascada. Aimee é muito desmemoriada, ou seja, ela consegue esquecer das coisas facilmente. Se ela estiver muito pensativa ou distraída, pode apostar que ela saíra esbarrando em todas as coisas que estiverem em sua frente sem nem mesmo perceber. É observadora e, por mais que não aparente ser de fato, nada passa em branco por ela. Ela pode ser considerada uma verdadeira ''detetive'' por muitos.

Aimee é alguém que acredita no sobrenatural, por isso não fica muito surpresa quando algo de estranho acontece frente aos seus olhos. Ela raramente é lavada a sério por quem tem intimidade consigo, ao menos que estejam em uma situação realmente tensa e que não é motivo para brincadeirinhas. Ela não sabe muito bem ser discreta, vive falando o que pensa sem se importar se isso pode ou não machucar os outros. Sua força de vontade para as coisas é surpreendente, ela não se cansa de nada e isso porque nem toma café para se manter em pé. Se estiver fascinada em algo, ela pode ficar muitas horas acordada por causa disso. Aimee não é alguém que leva desaforo para casa, porém sabe quando é inferior a alguém e mesmo contra a gosto, ela fica calada. É educada? Claro, mas depende da pessoa com quem tem que ser educada e do momento também.

Aimee não é de falar palavrões e sempre reprende todos aqueles que falam, o que pode deixar quem não a conhece por muito tempo surpreso, já que aparenta falar muitos. Mas isso não quer dizer que não deixa de exclamar um ''merda!'' quando vê que realmente está em uma enrascada. Ela não gosta de brigas, mas como não leva nenhum desaforo para casa, sempre está metida em alguma, mesmo que não tenha nada a ver com ela. Aimee não é uma garota ingênua, ela sabe muito bem o que o mundo tem de bom e mal, além de que sabe quando alguma pessoa a olha com outro olhar, mas gosta de se fazer de desentendida para provocar. Porém, ela mesmo acha que sua personalidade não passa de uma mascará para se sentir melhor.

Ela é muito sensível e, apesar de não demonstrar o que está sentindo com gestos, seus olhos são como espelhos que podem a entregar. Se algo ou alguém a machucar profundamente, ela pode sim se tornar outra pessoa.

❣ Gosta ❣

» Frio - Aimee ama o frio, é sua estação favorita. Se sente melhor com ele, como se o vento gelado que bate em seu rosto fosse seu amigo.

» Observar Pássaros - muitos preferem observar as estrelas por elas serem brilhantes e chamativas, mas Aimee gosta mais dos pássaros, já que queria ser livre como eles.

» Desenhar - seus desenhos são abstratos, Aimee expressa o que sente neles, mas somente ela consegue entende-los.

» Jogos - se tem algo que a mesma gosta são jogos; qualquer um, até mesmo dos jogos mais ''quentes'' (vulgo pervertidos).

» Piadas & Apelidos - Aimee gosta de fazer piadas para animar qualquer um, do mesmo jeito que gosta de dar apelidos para os outros também.

» Cães & Gatos - apesar de ter uma preferência maior por cães e ter uma enorme vontade de ter um, ela gosta de gatos. Principalmente aqueles que são grandes, com o Maine Coon.

» Filmes Trágicos - por mais que seja sensível e tente não chorar quando vê algum, Aimee simplesmente se sente melhor quando assiste algum filme trágico, porque ela pode refletir que não é apenas a sua vida que passa por complicações.

» Comidas Exóticas - quer alguém que tenha coragem de provar suas gororobas? Chame Aimee, ela não recusará de jeito nenhum.

❣ Não Gosta ❣

» Doces - Aimee não gosta de nenhum doce, então não insista em dar um chocolate ou coisa parecida para ela.

» Calor - o calor para ela é como o inferno, simplesmente odeia a estação e se ela pudesse controlar o tempo, o frio reinaria eternamente.

» Roupas Apertadas - Aimee não gosta de roupas apertadas, ela se sente desconfortável com elas. Se deixarem, ela ficará com apenas um blusão o dia todo.

» Regras - não gosta de regras, como muitas pessoas. Mas apesar de não gostar, ela as segue, reclamando apenas em seus pensamentos.

» Música - não são todas as músicas que ela não gosta, mas sim as clássicas sem uma voz para acompanhar.

❣ Manias ❣

» Colocar o polegar sobre os lábios quando está muito pensativa.

» Roer as unhas quando está entediada.

» Andar descalça, pois de acordo com ela, sapatos machucam seus pés.

❣ Hobbies ❣

» Birdwatching - é seu hobbie principal. Na verdade, ''birdwatching'' não é nada mais e nada menos do que observar pássaros.

» Assistir ao pôr ou nascer do sol.

» Desenhar.

❣ Medos/Traumas/Fobias ❣

» Chicotes; mas isso será explicado em sua história.

❣ Relação com a Gwen ❣

Aimee é eternamente grata por tudo o que ela fez. Gwen é a única pessoa que Aimee obedeceria sem reclamar, pois á vê claramente como uma musa. As duas possuíam uma relação ótima, forte e ''leal'' por assim dizer. A mais velha contava coisas para Aimee que jamais havia contado para outra pessoas, e esta sempre as manteve em segredo. Fazia tudo por ela, por mais que ás vezes queria ser mais recompensada do que com apenas um ''obrigado''. Tinha ciumes? Sim, Aimee tinha muito ciumes dela; não gostava de vê-la com as outras garotas ou com quem quer que seja, mas sabia esconder isso muito bem. Quando a mesma foi encontrada morta, sua primeira reação foi negar que aquilo havia acontecido. Isso a machucou demais, já que até aquele momento ela não possuía amizade alguma com as outras garotas. Se ela pudesse voltar no tempo para conseguir evitar que aquilo acontecesse, ela agiria de modo impulsivo e voltaria.

❣ Relação com o par ❣

Aimee conheceu Shin por meio de Gwen, que a apresentou quando não fazia nem duas semanas que estava em seu castelo. Seus olhos se encontraram subitamente, e desde daquele momento a mais nova soube que ele ainda lhe causaria muitos problemas. Era como se Shin conseguisse ver além de sua alma, como se ele houvesse descoberto sua vida inteira apenas com aquele encontro de olhares. Isso havia a deixado extremamente desconfortável, mas aquele sentimento ''ruim'' havia desaparecido quando ambos (Shin e Gwen) começaram a conversar, o que era uma ótima deixa para que Aimee saísse de fininho sem ser percebida. Shin sempre a tratava como se ela fosse inferior á ele, como se ela fosse alguém invisível que não tinha o mínimo de importância para si, e realmente não tinha. Ele apenas a procurava quando queria seu sangue.

A garota não o suportava, o odiava com todas as suas forças. Para ela, ele era apenas um mimadinho sádico e nazista, que não merecia um pingo de sua preocupação ou coisa parecida. Do mesmo jeito que ele ignorava sua existência, ela fazia o mesmo. Se trocavam uma ou duas palavras era algo que deveria ser registrado como ''um momento importante'', apesar de serem sempre palavras duras por parte do maior. Ele conseguia tocar em suas feridas sem nem mesmo saber nada sobre si, o que a deixava ''fula'' da vida. Com o tempo, Aimee começou a desafia-lo quando ele a chamava de algo ofensivo, o que fazia com que ela levasse muitas punições. Porém, foi por causa dessas punições que eles se aproximaram um pouco mais.

Shin havia acabado de á punir, porém por causa disso ele pode perceber marcas horríveis nas costas da garota que se encontrava quase desacordada. Por mais que não fosse curioso, ele queria saber o que havia acontecido com a menor e, deixando o seu enorme orgulho de lado, ele fez uma simples pergunta:

''O que são essas marcas?''

Oh, naquele momento ela queria desaparecer para sempre. Queria dizer que não era nada que ele deveria se importar, para que cuidasse da sua vida e deixasse a dela em paz pelo menos naquele instante, mas não. Ela respondeu a pergunta com um baixo: ''meu pai''; o que o deixou extasiado. Queria perguntar mais e mais, porém apenas saiu sem dizer mais nada. Shin ficava horas pensando naquilo quando estava sozinho, mas quando seu irmão perguntava se havia acontecido algo, ele sempre negava. Aimee tentava o máximo não se encontrar com Shin, sempre junta de alguma das meninas, porém isso não passou despercebido pelo Tsukinami. Ele conseguiu a pegar em um momento em que estava desprevenida e começou com mais perguntas sobre seu passado.

Aimee queria fugir, mas ela simplesmente respondeu todas as suas perguntas, de cabeça baixa o tempo todo. Shin não sabia exatamente o que havia sentido quando descobriu toda a sua história, talvez fosse nojo ou até mesmo... preocupação? ''Não, qualquer coisa menos preocupação.'' - foi o que ele tinha pensado. Ambos foram criando uma amizade de pouquinho em pouquinho, sem pressa ou qualquer outra coisa. Porém, Carla percebeu aquela aproximação dos dois e, então, foi tirar satisfações com Aimee. Não permitiria que ele criasse outros tipos de relações com uma simples humana; não mesmo. O único problema é que ter ido até a menor para tirar satisfações não havia sido uma das suas melhores escolhas e, no fim, aquilo rendeu que os dois irmãos discutissem feiamente. Shin disse algo que surpreendeu a garota:

''Qual o problema de se importar com uma humana?''

Ele se importava com ela? Se importava mesmo? - Aimee não sabia dizer, mas seu coração havia palpitado fortemente naquele momento. E foi aí que ela percebeu que estava começando a gostar do Tsukinami mais do que devia. Mas isso não era algo errado, certo...? Bom, depende do ponto de vista. A garota negou sim seus sentimentos, mas não se pode esconder algo para sempre, ainda mais de um vampiro. No final, ela acabou se confessando, mas o que acontece depois vai depender de você (vulgo autora~ u.u).

❣ Relação com outros personagens ❣

» Garotas «

No começo, quando Gwen ainda estava viva, não era próxima delas nem um pouquinho. Falava com as meninas raramente, mas não era algo que se importasse e que elas dessem importância também. Porém, quando a mais velha se foi, ela ficou abalada (como a maioria) e foi isso que as uniu. Podemos dizer que Aimee é a ''palhaça'' dentre todas, pois sempre as alegras em vários momentos. Sabe que pode contar com cada uma, mas não deixa de ficar de olho, já que uma delas podem ser a assassina daquela que a ajudou. Elas possuem uma relação boa, mesmo que Aimee sempre esconda seus problemas delas e coisa parecida. Ás vezes se sente mal quando alguma delas se ferram lindamente por sua culpa, então trata sempre de tentar as recompensar. Se elas precisarem de um ombro amigo, podem contar com ela, apesar de que Aimee não seja a melhor para dar conselhos.

» Sakamakis «

Com alguns dos Sakamakis ela se dá bem, mas com outros... nem tanto. Shuu, Laito e Subaru são os que mais ela consegue ter uma conversa ''civilizada'', por assim dizer. Shuu raramente presta atenção em si, mas Aimee o considera alguém ótimo para conversar, já que por causa de seu jeito preguiçoso ele raramente vá falar alguma coisa e até mesmo opinar. Laito pode ser um pervertido de plantão, mas como ela não é ingênua sabe muito bem quando ele poderá fazer algo consigo, apenas o procura quando precisa de uma ''dica''. Subaru, por mais que seja como uma ''TPM ambulante'', conseguiu despertar uma curiosidade em Aimee surpreendente, então ela vive procurando saber mais sobre si. Já no caso de Reiji, Ayato e Kanato... bem, ela prefere manter distância. Reiji a irrita com seu jeito certinho e mandão, pois ela só aceitava receber ordens de Gwen. Ayato é um verdadeiro metido a besta, ele é o único com que ela realmente troca farpas. E Kanato, depois que ela percebeu como o mesmo era bipolar, sempre toma muito cuidado com o que irá dizer á ele, por isso prefere não puxar assunto com o arroxeado.

» Mukamis «

Aimee consegue ter uma ótima relação com cada um, apesar de que com Kou ás coisas sejam um pouco mais complicadas. Ruki seria como uma segunda versão de Reiji, só que menos chata e mais interessante. Aimee gosta de Kou, mas por ele ser um pouco falso de vez em quando, ela sempre o repreende, mesmo sabendo que o mesmo é muito mais forte do que si. Com Azusa, ela o acha mais agradável que Kanato, e seu lado masoquista a deixa fascinada. Porém, de todos eles, o que mais lhe chamou a atenção foi Yuma, pois ele lembrava muito Shuu e Subaru. No começo ambos não se davam tão bem, ainda mais porque o Mukami também lhe lembrava Ayato quando lhe ofendia, mas conforme Aimee foi descobrindo mais coisas sobre ele, passaram a conversar melhor.

» Carla Tsukinami «

Sua relação com Carla no começo não tinha nada demais, eles raramente se falavam ou se olhavam, mas depois da discussão que o Tsukinami teve com seu irmão, tudo ficou pior. Carla realmente não gosta de Aimee, principalmente por ela ser a culpada de sua briga com Shin, mas para evitar mais problemas, ele prefere esquecer sua existência.

Ps: não colocarei a relação com Kino, pois não conheço sua personalidade, apesar de ter pesquisado muito sobre ele.

❣ História ❣

Aimee nasceu em Londres - Inglaterra. A garota não conheceu sua mãe, já que a mesma morreu em seu parto, além de que sempre que perguntava algo a respeito dela á seu pai, este a cortava instantaneamente. Sua infância não foi das melhores; seu pai era extremamente ocupado e nunca lhe dava atenção, mas também havia outro motivo oculto para ele não ligar para a garota. Aimee lembrava muito á sua falecida esposa, e ele preferia a ignorar do que ter que se lembrar a todo momento em que a olhasse das palavras felizes da mulher quando descobriu que estava grávida.

Na escola, não conseguia fazer muitos amigos, apenas um e que era menino. Não que ela se importasse com isso, mas muitos achavam que a amizade que ela possuía com o garoto tinha algo a mais, o que não era verdade... Pelo menos, não dê sua parte. Eles eram muito grudados, a garota o via como um irmão mais velho, por mais que ambos tivessem a mesma idade. Seu pai não aprovava muito aquela amizade, pois de acordo com ele, Aimee deveria se envolver mais com as meninas e não com um menino qualquer. Esse pensamento não agradava a menor de jeito nenhum; ele poderia ser seu pai, mas não tinha o direito de opinar sendo que nunca havia lhe dado a devida atenção.

Conforme Aimee fingia que não o escutava quando tocava neste assunto, mais ele pensava em arrumar uma nova mulher para ficar de olho na filha. E foi o que aconteceu. No entanto, a sua nova esposa não via nada demais em Aimee ter amizade com um garoto, então enrolava o marido quando ele perguntava se ela estava impedindo a menor de se encontrar com o menino. Porém, isso não durou por muito tempo.

O divorcio ocorreu seis meses depois de ter se casado, já que foi quando descobriu que estava sendo ''enganado''. Ele tentou proibir a filha de se encontrar com o amigo, mas ambos sempre davam um jeito de burlar as regras do mais velho. Isso continuou por muito tempo, porém certo dia, o pai de Aimee chegou em casa, bêbado. O homem se encontrava fulo, pois naquele dia tudo estava dando errado para si, além de quê as memórias de seus momentos felizes com a mãe da garota o perturbavam. Ele decidiu descontar todas as suas raivas na menor, o que a deixou traumatizada.

Seu pai havia lhe deixado semi-nua, apenas com as peças intimas, além de ter lhe amarrado os pulsos no poste de luz que ficava nos fundos da casa. Com um chicote, ele desferiu inúmeras chicotadas nas costas da garota, se divertindo com os gritos agonizantes de Aimee. Ela se perguntava mentalmente como os vizinhos não ouviam seus gritos, enquanto chorava. Não entendia do porque estar passando por aquilo, só queria que aquela dor parasse o mais rápido possível. Mas por muita sorte, ela havia marcado de se encontrar com o garoto naquele mesmo dia, o que o levou a entrar na casa quando ouviu um berro altíssimo.

Seu amigo ao ver aquela cena, ficou parado, com os olhos arregalados e pensando no que podia fazer para ajuda-la. Sua primeira ideia foi pegar um dos vasos de flores que tinha ali perto e jogar na direção da cabeça do homem, e foi o que ele fez. Porém, o pai de Aimee não desmaiou, apenas ficou desnorteado por alguns segundos; segundos estes suficientes para que o garoto a desamarrasse e tentasse correr consigo. Mas as coisas não acabaram muito bem; o homem havia conseguido alcança-los e não demorou muito para que ele enforcasse o garoto com o chicote, na frente de sua filha. Aimee sentiu um enorme frio na espinha ao presenciar aquela cena, e esse frio aumentou ainda mais quando seu pai lhe dirigiu um olhar frio.

''Talvez se você não tivesse me desobedecido, este menino ainda estaria vivo.''

Foi o que disse a ela, enquanto se preparava para lhe desferir mais uma chicotada. Porém naquele momento, Gwendolynn interferiu, deixando-o desacordado enquanto a ajudava. A mulher disse que ficaria tudo bem, que Aimee viria consigo e que aquele homem pagaria pelo o que havia feito. Ela concordou, murmurando um: ''obrigado'', antes de desmaiar nos braços da mais velha. Quando acordou, não estava mais em casa e Gwen a olhava cuidadosamente. Aimee se lembrou do que havia acontecido com seu melhor amigo e então desabou a chorar, sentindo-se culpada pela morte do mesmo. Mesmo assim, ela se sentia extremamente grata á mulher por tê-la ajudado, já que não sabia se estaria viva se ela não tivesse interferido, prometendo que a recompensaria para todo o sempre.

❣ Como vai reagir quando souber que está sendo acusada de ser a assassina ❣

Indignada; não aceitaria de jeito nenhum que a acusassem de uma coisa séria como essa. Por Aimee não levar desaforo para casa (e aquele havia sido um grande desaforo), discutiria com aqueles que haviam lhe acusado. Ela matar Gwen? Claro que não!

❣ Um segundo par para causar ciumes no boy ❣

Por mais que Shuu, Laito e até mesmo Subaru sejam ótimos para causar ciumes, eu prefiro que o Yuma tome esse cargo, principalmente por ele ser o meu segundo favorito. ♡

❣ Um artefato antigo que recebeu da Gwen em segredo ❣



Uma pulseira; no começo Aimee não havia entendido o por que de ter ganhado aquilo, até Gwen dizer que era como uma recordação de si mesma, para que caso acontecesse algo, a menina não esquecesse de si.

❣ Motivos para ser contra o casamento de Gwen ❣

Todos; não imaginava alguém como ela casada, além de que na visão de Aimee, nenhum dos vampiros presentes ali merecia a mão daquela que lhe salvou. Gwen merecia ser livre, como um pássaro, mas talvez tivesse uma pitada de ciumes ali.

❣ Aceita ser a assassina? ❣

Olha, serei sincera; eu não criei a personagem pensando nisso. Porém caso você queira que Aimee seja a assassina (isso se ela for aceita, claro), pode ficar a vontade para mudar o que quiser na ficha. ^^

❣ Entende que o boy não será só seu até que tenham uma relação de verdade ❣

Claro! Até porque eu adoro relações dramáticas e com brigas :P

❣ Aceita que será escrava pessoal de Gwen servindo seu castelo ❣

Claro! É como eu disse; Aimee aceita receber ordens de Gwen de bom grado, sem nem reclamar.

❣ Ecchi/Hentai ❣

*carinha aquela* mas é claro que sim! *---*

❣ Relações mais picantes com Gwen ❣

Bem... eu prefiro que você decida isso. Irei me agradar de qualquer jeito; tendo ou não. :3

❣ Perguntas? ❣

Nenhuma! ^^

❣ Algo a acrescentar? ❣

» Seu amigo se chamava Yukki, seu pai Hiroshi, sua mãe Lúcia e sua ''madrasta'' Aya.

» Ela é BV/Virgem.

» Se ela ver um chicote em sua frente, não conseguirá se mexer e muito menos fazer alguma coisa.

» Seus defeitos são: ser indecisa // ser muito teimosa // sua independência // ser desmemoriada com algumas coisas // ser indiscreta.


Heei autora! Espero que tenha gostado da ficha, e me desculpe caso ela tenha ficado ruim. Fiz ela nas pressas assim que me respondeu, pois ficarei sem computador (infelizmente). ;x; caso tenha alguma coisa errada, peço que me avise para que eu possa ajeitar, ok? É porque por mais que eu leia as regras, sempre acabo me esquecendo de algo. ^^' enfim, é só isso mesmo. ♡

Ps: se a relação com os Sakamakis/Mukamis/Carla tiver ficado ruim, já peço desculpas também. Eu havia feito apenas as das garotas e tinha me esquecido deles, então por isso coloquei todos juntos.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...