~LirielG - Clan Akatsuki

LirielG
Innocent Malice
Nome: LiLi
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: 20 de Abril
Cadastro:

Noturnos - Ficha


Postado

Não estamos sozinhos

💠FICHA💠


Nome e apelido.
T Noah Glenstid

Idade e data de nascimento
T 30 anos, nasceu dia 30/7/1987

Nacionalidade
T Vaticano

Sexualidade
T Hétero

Aparência








T Ele é branco com a pele levemente rosada, seus lábios são finos e com a mesma cor que a pele, cabelo castanho e olhos verde escuro, 1,80 de altura e 80 kg, ele tem uma voz baixa e rouca que usava para discursar como padre no Vaticano e em diferentes lugares do mundo, não importa o quanto ele esteja com raiva ele nunca levanta a voz, não que seja fácil o ver com raiva, mas se ele estiver explodindo você não vai nem perceber. Só fala alto em motivos de extrema necessidade.
Tem o olhar marcado por ser um homem que já viu muito sofrimento, e por mais que ele rape, depois de uma semana sua barba continua a crescer.
Gosta bastante de usar ternos.

Photoplayer
T Luke Wilson

Extra
T Apenas uma marca de nascença com o formato de uma cruz preta que há no seu calcanhar, que sua mãe dizia que é uma marca abençoada, porque seu pai era paraplégico e ela diz que se não fosse por essa marca, ele também seria.
Ele nunca se importou. Mesmo seu pai sendo paraplégico, ele sabia que não era inferior por causa disso, ele amava muito o pai, muito mais do que qualquer outra pessoa.

Personalidade
T Sabe diversas línguas diferentes por ter andado no mundo todo fazendo fiéis para o Vaticano, mas não entende gírias por nunca ter precisado delas, fala fluentemente o inglês, japonês, chinês, coreano, francês, latim ( sua língua natal), espanhol, escocês, português e irlandês, mas de um jeito formal.
Quando alguem começa a querer brigar com ele verbalmente, Noah não sabe o que fazer, começa a olhar pros lados e coloca a mão na cabeça procurando um modo de se defender, mas simplesmente não consegue, brigar com os punhos então... piorou.
Ele é muito calado e na dele, só de olhar já dá pra perceber que ele é uma pessoa que já viu de tudo na vida. Por isso não se importa muito com coisas mundanas, podendo ate passar uma semana sem comida e economizando água com mais quatro pessoas andando no meio de um deserto, sempre mantendo a calma e deixando todos unidos, (ele já fez isso).
Mesmo não sendo mais um devoto de Deus, ainda gosta de ajudar as pessoas no que pode e só assim se sente realmente feliz, ajudar pessoas só mostra que sua vida vale a pena. Por isso no mínimo que ele conseguir ajudar, com palavras sábias ou fazendo alguma coisa, ele sempre está a disposição, pode ser chamado de Conselheiro por causa disso. Detesta que o dêem apelidos, mas se for com boa vontade, independente se gostar ou não, aceita de bom coração.
Por desde pequeno querer ser Padre e sempre o doutrinarem para ser isso, ele nunca se envolveu com alguém e nunca sentiu vontade de nada (homens, mulheres, travesti, criança... sei lá... nada mesmo), e olha que ele é uma pessoa que já viajou bastante e é muito atraente.
Perdoa a todos que querem se redimir, acredita que julgar o proximo não somos nós que fazemos e já foi enganado várias vezes por pessoas que diziam querer a sua ajuda. Noah acha que cada pessoa tem um motivo para agir, mesmo que aos olhos dos outros pareça errado, ele acha que quem deve julgar nossas ações somos nós mesmos e acredita no potencial de cada um. fala palavras sábias para a pessoa e se ela ainda achar que o que fez não foi errado... não faz mais nada e deixa a pessoa seguir seu caminho.
Seja mais velho, mais novo ou de sua idade, ainda tem o costume de chamar as pessoas de *filha/o*, destruindo qualquer ilusão que uma pessoa tenha de conquistá-lo.
Não faz a mínima ideia de quando alguém está lhe paquerando, e na real... saber não faria diferença nenhuma.
Ele tem sempre essa expressão triste das fotos, sorri só por educação.
Não gosta nem desgosta de ninguem, somente crianças, adora crianças.
Em grupos ele só fala quando acha necessário ou quando alguem vem falar com ele, tem serios problemas em se enturmar.
Ele tem um lado... explosivo (primeiro gif) só esperando para sair

História
T Ele nasceu no Vaticano, então desde pequeno sempre foi muito religioso. Seu pai nasceu paraplégico, então quando Noah ainda nem tinha nascido, seus pais o levaram ate a Igreja Principal para ser abençoado pelo Papa para nascer forte e saudável, Noah tem uma marca de nascença em forma de cruz no calcanhar direito, seus pais dizem que se não fosse por isso, teria nascido paraplégico, mas ele não acha que isso seria uma coisa ruim, sua vida não depende unicamente de andar e acha isso vendo seu pai, que é um modelo de inspiração pra ele e mesmo assim é paraplégico.

Desde pequeno sempre quis ser padre, os admirava muito pelo fato de eles confortarem a todos com suas palavras, desde pequeno, foi doutrinado pelo padre da Igreja que ia, a ser um deles: não cair em tentação, amar a todos da mesma maneira, etc...
Ainda assim ele foi estudar em uma faculdade de teologia e ele se sobressaiu tanto na faculdade que quando saiu, foi convidado para dar palestras ao redor do mundo, indo para o Japão (onde não conseguiu muita coisa), China (onde quase morreu sufocado), Coréia do Sul (acreditava que a Coréia do Norte precisava muito mais de ajuda, mas não conseguiu ir, somente conseguiria se assinasse um contrato dizendo que endeusaria o Ditador, o qual recusou com nojo e desprezo). Também foi para Portugal (foi muito bem vindo lá, mas ainda se pergunta porque mandaram ele para um local já tão católico), o mandaram para a França (por causa do atentado, foi consolar as vítimas do atentado), foi para a Espanha (dar palestras para os presos, ficou surpreso com as coisas que aconteciam lá, mesmo assim... permaneceu mostrando par os presos um caminho para a luz, e lá aprendeu que não se deve julgar as ações do proximo como erradas, porque ninguem sabe suas razões, só a própria pessoa que fez).

Ele foi ate a África do Sul e viu todo o horror que as pessoas de lá sofriam, se perguntou como Deus permitiria tudo isso e uma jovem o disse que Deus o tinha enviado porque era bom, e porque não permitia o que acontecia lá. Noah ficou comovido com as palavras dela mas sabia que não podia fazer nada para melhorar o lugar, apenas incentivar as pessoas para um mundo melhor.
Ficou seis meses rodando a África e esse meio tempo foi como visitar o Inferno, cada lugar que passava, um era pior que o outro, e por mais que incentivasse as pessoa a ter fé para que o mundo seja um lugar melhor, ele percebeu que ela não adiantaria em nada, o que aquele povo precisava era de alguém muito poderoso e que se opusesse a tudo e todos para dar a eles uma vida melhor, só que o único ser que acreditava conseguir fazer isso, os havia abandonado.
Ao voltar para o Vaticano, era uma nova pessoa, tinha visto de tudo e percebeu que não podia ficar o tempo todo no conforto de seu lar sendo que havia tanta coisa errada no mundo e ninguem para ajudar. Os padres, ouvindo sua confissão, o mandaram para os Estados Unidos, passar um tempo longe de tudo para pensar melhor no que iria fazer.

Ele percebeu enfim que mesmo que Deus não estivesse mais ouvindo as preces das pessoas, que os tivesse abandonado por inteiro, não podia ser Deus e rodar o mundo ajudando tudo e todos, era impossível. Assim, Noah decidiu parar com a carreira de padre e estudar medicina nos E.U.A,, queria voltar a ajudar todas as pessoas que pudesse, mas não iria rodar o mundo, se concentraria em um lugar apenas e ajudaria muito mais assim. Agora sabia mais do que dar palavras de conforto, ele sabia curar doenças e com seu emprego em um hospital de Sunset conseguia um bom dinheiro para comprar alimentos e outras coisas, iria voltar à África do Sul, mas muita gente precisava de sua ajuda no hospital, e não podia abandonar essas pessoas porque as outras eram mais importante, porque ninguem é mais importante que ninguem, por isso ficou por lá mesmo

Gostos & Desgostos.
T Gostos: Coisas azedas, ler e escrever sobre seu dia antes de dormir, animais, meditar no meio do dia, ver quais são as estrelas visíveis no céu hoje... ele gosta das coisas imutáveis em sua vida, elas o acalmam.
Desgostos: filmes, altura, barulho intenso, palavrões (fica vermelho de vergonha, por algum motivo, quando ouve palavrões)

Qualidades & Defeitos
T Ele percebe quando uma pessoa está com problemas independente do quanto ela consiga esconder bem, e ele sempre vai lá conversar e ser a voz da razão, não falando o que a pessoa deve fazer de fato.
Ele é muito inteligente e dá conselhos maravilhosos
As vezes ele brisa do nada
Ele é muito prestativo e gosta muito de ajudar.
Ele é muito sensível apesar de tudo, não que chore por qualquer coisa mas fica bem chateado, ignorando a pessoa, só volta a falar com ela quando percebe que precisa muito dele. Mas ele faz isso porque não consegue se defender nem verbalmente, o que o deixa com uma sensação de impotência.
Demora muito pra fazer qualquer coisa, mas quando faz, capricha

Hobbie & Manias.
T Seu hobbie é meditar e deitar no chão para ver o céu/ Tem mania de passar a mão na barba, antes fazia para ver se precisava cortar, agora faz sem perceber

Medo/Trauma/Fobia.
T Tem medo de estar errado... sobre tudo/ por ser médico, já perdeu alguns pacientes, isso era um trauma, mas ele aprendeu a lidar com isso (contar ate três)/ sem fobia

Par?
T Acho que não vai dar certo mas... se quiser tenta aí

Hora do Recolhimento
T Estava voltando da cidade vizinha, tinha ido visitar uma paciente que estava dando a luz, estava no mesmo ônibus de Clary só que meio dormindo meio acordado

Primeira Noite Após o Recolhimento
T Ele voltou para a casa achando estranho tudo estar tão quieto e vazio. Mas não se importou com isso por muito tempo, pois estava cansado, quando entrou na sua casa guardou seus equipamentos médicos na cômoda da sala e se retirou para dormir, nem ligou a luz para subir as escadas, não faria diferença, estava tão cansado que seus olhos estavam quase fechando.
Quando já estava dormindo ele ouviu passos no andar de baixo e quando desceu para verificar viu algo magro e pequeno na sua cozinha, como pensou que fosse um homem comum invadindo sua casa, voltou para a sala e ligou para a polícia, só então percebeu que o telefone estava sem sinal, quando virou de novo o homem estava parado na porta entre a sala e a cozinha há um metro e alguns centímetros dele próprio. Só então Noah percebeu que ele não era um homem, era algo... estranho e medonho... não sabia explicar, mas uma coisa era certa: Noah viu em seus olhos certa semelhança com todas as criaturas de Deus.
Desde que Noah deu a volta ao mundo acreditou que Deus tinha abandonado tudo e todos, quando viu os olhos daquela coisa, percebeu que não foram só eles que Deus tinha abandonado.
Mas continuando: a coisa deu um salto que diminuiu toda a distância entre os dois e tentou agarrar Noah com suas garras, o tirando de todos os seus devaneios e fazendo o mesmo pular para o lado e sair correndo procurando algo para atacar (mesmo ele não sabendo atacar verbalmente e nem com os punhos, eles sabe quando precisa agir). Foi ate a cozinha e pegou todas as facas que haviam lá, era sua única chance de viver, a coisa estava bem atrás dele então... antes de a coisa atacá-lo com suas garras... Noah enfiou uma faca em sua cabeça, na altura dos olhos, o mais fundo que conseguiu, a criatura guinchou alto mas continuava se movendo, ele não sabe se era só reflexos de pós morte ou se ele ainda estava vivo mesmo, só sabe que aproveitou o momento para enfiar outra em seu coração, e outra na sua mão direita que se movia compulsivamente pronta para atacar. Saiu correndo de lá e se trancou em seu quarto, fechando a porta, dormindo dentro do guarda-roupa depois de passar algumas horas se indagando de onde veio aquilo e se eram mesmo criaturas abandonadas por Deus, como nós. E por que não sentiu remorso ao matar um ser se, o julgava igual a ele, chegou a conclusão de que essas coisas somos nós da pior maneira possível, e que não deveria sentir pena ao matar um ser assim.

Roupas
T Terno, gravata e sapato social

💠RESPONDA COMO SEU PERSONAGEM💠


Por que Decidiu Se Reunir a Essas Pessoas?
T Era o certo a se fazer


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...