~Kathy-Sama

Kathy-Sama
~{Tsuyoidesu}~
Nome: 🍁 Ganghan {강한} 🐼
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Joao Pessoa, Paraíba, Brasil
Aniversário: 17 de Setembro
Idade: 16
Cadastro:

•✞D∈m⊙ns ◯f D⁑∀m☉nd ∃y∉s✞•


Postado





“ – Desistir não está em meu vocabulário... E nunca estará... – ”
Katherine Maskovika Jekyll.







🔶 Nome completo 🔶

Katherine: Variante inglesa de Catarina, que surgiu através do nome grego ‘Aikaterhíne’, a partir da palavra ‘Kathará’, que quer dizer "pura" ou "casta". De origem grega.
Makovika: Seu nome do meio, mas, Katherine e sua família o fazem de sobrenome. Não possui um significado concreto, sendo assim, sua importância é somente ‘ser existido’, pois, mesmo não possuindo um significado, sua nobreza é grande. De origem russa.
Jekyll: Seu verdadeiro sobrenome escondido por entre as cobertas escuras. Katherine não entende muito bem do porquê sua família ter vergonha de ser parentescos do famoso 'Henry Jekyll’. Origem Inglesa.



🔶 Melhor amigo antes de ser levada 🔶

Chamava-se James Rousseau, um francês rico e de charme grandioso. Conhecidos desde a infância.




🔶 Nome da escola/faculdade 🔶

Katherine terminou a escola com dezessete anos, sendo até nova para a maioria. Começou a estudar na faculdade de Medicina em London School of Economics and Political Science, sendo até irônico por uma parte de sua história.



🔶 Gosto musical 🔶

A morena é apaixonada por, praticamente, quase todos os estilos de música, do eletrônico até clássica, das coreanas até árabes. Não possui aquele gosto verdadeiro, pois para ela, música deve ser escutada de diferentes maneiras e diferentes lugares. Como em um barzinho, o melhor é escutar pagode brasileiro, enquanto em baladas, uma eletrônica para agitar.
Mas, obviamente, existe aquele que ela não suporta. O rock metálico. Não há quem faz ela gostar.




🔶 Parentesco com qual monstro 🔶

O famoso 'Henry Jekyll, de conto “O médico e o mostro”.



🔶 Qual par 🔶


Subaru Sakamaki.



🔶 Sua história 🔶

Katherine nasceu na capital da Rússia, Moscou. Sendo uma verdadeira russa, a morena sempre possui um sotaque forte e atraente.

Sua família, nobre, é conhecida principalmente por ser parentescos do famoso 'Henry Jekyll. Por falarem que o mesmo é mesmo um mostro e entre outros assuntos, seus pais não aguentaram mais ignorarem tais argumentos e falas idiotas, enfim, mudaram-se para Londres, onde seu pai possuía uma, dos milhares, empresa na capital. Possuía doze anos na época.

Katherine, a pedido de seus pais, cortaram o sobrenome Jekyl como se nunca estivesse existido. Agora, já como uma “nova” pessoa, a morena decidiu, com quinze anos, renovar sua vida. Passou a estudar deste então, e assim, descobriu sua facilidade em aprender as coisas com precisão e for mais que óbvio que começou a interessar-se em medicina. Mas psicologia sempre fora algo que lhe interessou mais do que nunca, sempre amando estes lados ocultos das pessoas que tendam esconder a partir de tudo.

Com dezesseis anos, em um dia ensolarado em Londres, reconheceu seu amigo de infância, James Rousseau, o francês charmoso. Abraçou-lhe e beijou seu rosto por inteiro, esquecendo do mundo ao redor e sorrindo como nunca. Assim ficaram, melhores amigos. Acontecia, que, com dezessete, em uma festa de uma amiga da sala, ela e James beijaram-se, transmitindo todo o amor que um possuía pelo o outro, mas não fora nada mais que esta noite inesquecível para os dois.

Conseguiu ingressar-se em sua faculdade dos sonhos e, no momento seguinte, decidiu sair de sua mansão, morando em um apartamento de luxo. Após o momento, descobriu com profundidade seu sadismo, nas noites em que assistia o noticiário e ria das desgraças dos outros como se fosse um filme de comedia. Assustou-se e escondeu isto do mundo e dela mesma, até que, juntando todas as pessoas, não demorou mais que minutos para perceber que o fardo do sobrenome Jekyl nunca foi algo de se passar em branco.

Tentou esquecer isto, até tentou falar para James sobre este “problema” que, a cada dia, aumentava. Mas viu que teria que o aguentar sozinha. Sofreu nos primeiros meses, até que, com dezoito, aceitou por fim. Passeando nas ruas escuras, decidiu ler seu livro de psicologia em sua cafeteria predileta. Tomando seu café e lendo o livro, sua vista cansou e sua ‘franja’ já a irritava, inclinou a cabeça para tirar os ósculos e colocar para trás sua franja, até que avistou um par de olhos vermelhos, como o sangue, olhando-a. Apaixonou-se, mas em um piscar de olhos, ele sumiu de sua vista. Pensou ser a dor de cabeça, já que passara o dia lendo, e colocou em sua mente louca que fora somente uma alucinação linda e boba.

Neste mesmo dia, Katherine enquanto voltava para casa, avistou um gatinho branco, de olhos âmbar e sujo. Não pensou duas vezes em leva-lo para sua casa, pois lembrou-se do rapaz misterioso de olhos escarlate. Pode não ser a cor exata dos olhos, mas eram parecidas. Cuidou e alimentou o gatinho, e não demorou muito para o mesmo já ter criado um laço fraternal com a morena de olhos verdes.

Um tempo depois, James foi para sua casa, com o intuito de assistir um filme de terror. Conheceu o gato e escutou atentamente a “alucinação” que Katherine teve. Riu e achou estranho, mas continuaram, até que, no meio do filme, em uma parte sangrenta, Katherine começará a chorar, tampando sua mão fortemente contra a boca. Escondia um sorriso. Mas graças ao escuro, James não percebeu, e pensou que a mesma estava com medo. Ia tirar o filme, mas não, a garota impediu e o puxou com força contra ela. Ele caiu em cima dela, deitado. Outros beijos, e carícias aconteceram. Ia acontecer, se o gato não tivesse miado fortemente e Katherine acordara para a realidade.

No dia após o acontecimento, sabia que estava sentindo algo a mais com o seu melhor amigo, ia dizer para ele o que sentia, pois, seus toques na noite passada já deixou explicito que ele também gostava dela. Pensava enquanto estudava, jurou a si mesma que iria dize-lo que amava. Mas... E se tudo mudasse de uma hora para outra? Se... Esse amor não durasse muito como imaginava? Se... Ela fosse raptada?




🔶 Personalidade 🔶

Descrevendo a mesma com somente um adjetivo, forte seria perfeito para a mesma.

Não por ser agressiva ou corajosa, e sim, por não se deixar abalar por nada neste mundo. Orgulhosa como é, abaixar a cabeça ou curvar perante algum nunca será uma opção para Katherine, sabe que pode tronar-se uma ignorante, e odeia este termo, mas toda vez que se abaixar para alguém, uma parte de sua alma quebra-se e sua consciência a mata, durante uma semana.

Inteligente e bastante respeitável, ou temível. Toda vez que diz a algum que cursa medicina, seu ego já eleva por tantos elogios e comentários positivos, além de que, por praticar jiu-jitsu e boxer, não se tornar forte somente na mente, e sim, fisicamente também.

Apaixonada por livros e músicas, uma das coisas que Katherine pode fazer por livre espontânea vontade é trancar-se em um quarto e ler infinitos livros, até não aguentar mais. Dar foras em pessoas atrevidas e cheias de si é um ótimo meio de sentir sua vida completa, pois ver a cara delas é a melhor sensação de superioridade, segundo a morena. Já que é amante de psicologia e medicina, facilmente encontra a ponto positivo e negativo na pessoa, pois sabe, que mesmo a pessoa mais ‘perfeita’ do mundo, possui seu lado cruel, assim como a pessoa que se diz o verdadeiro ‘demônio’, também possui sua bondade.

Podemos dizer que a palavra calma não é muito bem aplicada nesta pessoa. Em momentos conturbam-te, como ter que entregar um trabalho do tamanho da Rússia com apenas um dia para a entrega, Katherine senta na mesa e começa a fazê-lo calmamente, ou quando roubam sua carteira, é a primeira a manter a calma e achar o ladrão tranquilamente, para assim, dar-lhe ‘aquela’ lição que levará para a vida toda. Agora, quando seu sorvete cai no chão ou quando não acha o outro par de seu sapato, começa a ter seu ‘pânico’ e ‘choramingar’ pelo a comida esfarrapada ou jogar tudo que é suspeito no chão, até revirar a casa por completo. Mas, quando é alguém com ela, sabe como agir para nada sair do controle, a não ser que, ela mesma saia do controle. Se contar até dez e nada funcionar, irá partir para a agressão, mesmo que tenha noção de que a pessoa seja mais forte do que ela, fazer um corte ou deixar uma marca vermelha na pessoa já irá faze-la contente.

“A primeira impressão é tudo”, Katherine é a primeira a dar um tiro na pessoa que afirma com todas as suas forças, esta frase. Argumentos e mais argumentos a morena retira até do inferno para falar e deixar a pessoa calada como nunca. Katherine é uma pessoa de palavra, então, se a mesma falar que irá fazer algo, irá, mesmo que isto a mate, é melhor morrer assim, com palavra, do que ser ninguém.

Mesmo mantendo-se séria, Katherine é divertida, engraçada e podemos dizer que possui uma boca suja, mas nunca mostrou este lado a ninguém, somente mostrou-se desse jeito a sua família e seu melhor amigo, James. Foda-se, porra e caralho sempre fala quando acontece algum problema ou quando machuca-se – como chutar a ponta da cadeira sem querer ou bater contra algo fortemente – Gosta de contar ‘o que é, o que é?’ fofos.

Mas, como todos possuem seu lado maquiavélico, Katherine o esconde extremamente bem. É sádica, e sabe muito bem disso quando presencia alguém machucado e implorando por ajuda, sua vontade de rir é imensurável e querer machuca-lo mais ainda é até cômico, mas sempre ignora tal sensação estúpida e o ajuda, tornando-se solidária aos olhos de fora.




🔶 Aparência 🔶



Katherine é uma mulher de aparência física bastante peculiar. É aquela pessoa ótima de “Não julgue o livro pela capa”.

Cabelos curtos, na altura de seus ombros, negros como a noite. Naturais, e, quando no sol, possui uma tonalidade azul escuro. Lisos e extremamente sedosos, e, estranhamente, cheiram a rosas. Apesar de curtos, Katherine gosta de criar um coque desajeitado ou prender somente a parte da frente, deixando um rabo de cavalo pela metade.

Seus olhos, claros. Uma coloração verde caramelizada, ou algo do tipo. Muitas pessoas pensam que o mesmo é castanho claro, por culpa dos óculos, que distorce a realidade da cor. Cílios longos e bem curvados, também, negros, assim como suas sobrancelhas, finas e feitas. Lábios um tanto carnudos e claramente rosados. Dentes perfeitamente alinhados, brancos. Estranhamente, seus caninos são levemente afiados, mas nada que fazem piadinha dela ser uma ‘vampira’. Possui uma covinha do lado direito, mas quase ninguém sabe, já que sorrir é algo raro de se ver, principalmente se for algo aberto.

Rosto fino e bem moldurado, pálido, por culpa de sempre ficar presa ao seu quarto, estudando como uma condenada. Seu corpo, igualmente branco, possui curvas definidas e naturais, mas, o que mais impressiona é a sua barriga, por possuir um tanto do famoso “tanquinho”, não e nada exagerado ou algo do tipo, para dizer que ela parece um homem, não, é aquele que é somente uma moldura, por conta dos esportes que faz. Tudo em seu lugar, sendo levemente duro, nada ‘mole’.

Mede 1.68 de altura, não sendo muito alta e nem muito baixa e pesa 53 quilos.




🔶 Porque ele sequestraria seu char? 🔶

Talvez pelo seu jeito de ser? Ou porque percebeu que a morena escondia algo? Seu olhar sempre indiferente e distante, pensando em mil e uma possibilidades de tudo. Será pelo o seu jeito de agir diante as pessoas, com aquele sorriso mais falso que nota de um real ou por nunca vê-la abaixar seu queixo a ninguém? Nunca virá uma pessoa tão forte como ela. Sua inteligência e a fama de ser ‘temível’ aclamou sua curiosidade.

Seus primeiros olhares trocados foram quando Subaru estava passeando na cidade, em uma noite fria, até que, parando no meio de uma calçada deserta, olhou para o lado sem saber muito bem do porquê, mas, pousando seus olhares na cafeteria pariense aberta, uma morena de curtos cabelos e óculos grande lia um livro enquanto tomava um café quente, e, sem cansada, ergueu os olhos para retirar um pouco do cabelo de olhos. Assim foram sua troca de olhares.

Mas o sequestro fora depois de algum tempo depois do acontecido estranho. Em uma noite, em plena uma hora da manhã, Subaru resolveu, finalmente, sequestrar a garota, pois seus olhos verdes nunca mais saíram de sua mente. Já sabendo onde a mesma morava, em um apartamento de luxo, Katherine estudava enquanto escutava música, cantando junto com a música de Ariana Grande, Dangerous Woman. Pensava que a mesma estaria dormindo como todos, mas, enganado foi. Gostou de sua voz e não tardou para que ela somente visse escuridão.




🔶 Músicas favoritas ou que descrevem seu par? 🔶

Dangerous Woman de Ariana Grande.
Black Coast – Trndsttr (Lucian Remix) ft. M. Maggie Esta música descreve de carne e alma Subaru e Katherine.



🔶 Manias 🔶

Já que a mesma utiliza óculos, por ter miopia, a morena, quando constrangida, sempre pega os mesmos e limpa sua lente, mesmo se já estiver limpa.
Morder o lábio inferior constantemente, não precisa haver um momento ou sentimento, somente o morde em diferentes situações.
Cantar quando escuta música em seus fones de ouvido, pode ser alto ou baixo, depende do que fazes.



🔶 Maiores medos 🔶

Entregar-se a seu sadismo com facilidade e acabar machucando as pessoas que ama.
Errar em procedimentos médicos verdadeiros, assim, matando a pessoa. Sabe que, no fundinho de seu coração, irá fica feliz.





🔶 Acredita em vampiros e todo mundo das sombras? 🔶

Não, acha tudo uma baboseira, apesar de que sempre amou ler livros de terror, horror e sobrenatural.



🔶 Habilidade herdada do monstro qual é descendente 🔶

Sua incrível inteligência é o maior ponto, tanto nas matérias quanto nos movimentos.
A outra habilidade, a qual ninguém sabe, é a sua insanidade, com a base principal, seu sadismo
.



🔶 Arte favorita 🔶

Praticar lutas, como jiu-jitsu e boxer e entre outros. Sabe utilizar armas brancas, por culpa de seu pai.
Duas áreas, medicina e psicologia, é um verdadeiro gênio elas.




🔶 Idade 🔶

Nasceu em uma madrugada de inverno, no mês de fevereiro no dia dezessete, em mil novecentos e noventa e sete. Possuindo assim, dezenove.



🔶 Citação pessoal 🔶

“ – O homem é lobo do homem. – ”
Thomas Hobbes.



~~**~~
Obrigada por ler, beijinhos e até o dia do resultado – espero eu –

~~**~~




Escutando: ◤Ariana Grande ♡ Dangerous Woman◢

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...