~kawaii_Loka - Clan Fantasy

kawaii_Loka
Nome: Juh-san/ Yandare/ Julie-chan/ Hime-sama/ Dark Girl.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 6 de Julho
Idade: 17
Cadastro:

ღI Leave You (Ficha)ღ


Postado

ღI Leave You (Ficha)ღ

Se faltar algo, por favor me avise. Espero que goste:)

- ☜♥☞ -FICHA- ☜♥☞ -
➣Nome:
Julie
➣Sobrenome:
Seeling

➣Idade:
•17 anos
•6\7
Câncer ♋

➣Aparência:




~









➣De que anime pegou a aparência:
Cinia Pacífica (Sword Girls)

➣Personalidade:
Ela tende a ter um temperamento curto, o que ela herdou de sua mãe. Apesar de não ter habilidades em liderança, Julie não tem medo de falar o que pensa.
Ela é muito teimosa e persistente, às vezes, e pode tirar conclusões muito precipitadas . Ela também pode ser hipócrita, mas sempre pede desculpas se ela está provado errado. No geral, a Julie é uma pessoa muito corajosa que, no final do dia, irá sempre tentar perceber os erros que possa ter causado e fará de tudo para fazer as coisas direito no dia seguinte. Ela está sempre com medo de perder alguém que ela ama. Ela geralmente defende as pessoas que são maltratadas, isso quando sua teimosia não cegá-la longe da verdade. Ela muitas vezes não tem auto-estima e tende a comparar-se com as outras meninas. Não tem medo de falar a verdade, mesmo que isto machuque outra pessoa. Não é muito otimista, mas detesta ver as pessoas a sua volta para baixo. Julie tem um grande senso de humor, consegue fazer aqueles a sua volta rirem mesmo nas situações mais cabisbaixas. Ela é uma garota bastante explosiva, tende a se irritar mesmo com os mais ''simples'' dos comentários, detesta que falem daqueles que ama ou que já desenvolvera certo afeto. America também pode ser bastante desconfiada em certas ocasiões. Tem um péssimo habito de não conseguir guardar um segredo por muito tempo, tende a colocá-lo para fora a qualquer momento.
Ela é egoísta, não uma completa egoísta, mas ainda sim egoísta. Se for dela, é apenas dela. Mas isso entre em questionamento, uma vez que seu coração é grande o suficiente para sentir pena das pessoas, prestar ajuda a quem merece ser ajudado é algo que ela demonstra e muito. Ser inimigo dela é um completo erro, uma vez que a garota é vingativa o suficiente para mover céus e terra para destruir quem estiver em seu caminho.
Quando está seria, chega ser muito assustadora, seu olhar muda e seu sorriso também, fazendo questão de mostrar seu sorrisinho cínico e dizendo "Entendo que você prefira me ver morrer de triste do que me ver sorrir", é uma garota observadora no começo, por ser muito fechada, ela pode falar abertamente seus defeitos só de te observar, além disso ser uma das maneiras dela de provocar os outros. Julie também é curiosa, e um tanto intrometida. Quando algo entra em sua cabeça, nada a faz mudar de ideia. Tem uma memória bastante seletiva, o que a torna um pouco distraída com detalhes que não lhe interessa.No desenrolar da história, Julie ao achar alguém especial para ela desenvolve um lado mais suave, mas mesmo sendo assim não deixa seu lado obscuro e vingativo sim ela é bem astuta e vingativa podendo usar suas palavras contra você mesmo. Também é atrevida e as vezes arrogante, ao mesmo tempo que pode ser justa e amável. Julie não é o centro das atenções e se incomoda quando ela percebe que todos focam nela. Julie cora um pouco fácil principalmente se for perto do seu "crush".Graças a sua fofura Julie consegue muitas coisas e ela adora isso, o jeito meigo como tratam ela, como ganha as coisas facilmente. Por ser orgulhosa, quando briga com alguém.


➣História:,
Julied desde criança viveu com seus três irmãos mais novos e seu pai , já que sua mãe morreu quando ele tinha seis anos. Eles nunca foram muito bem de vida, por isso, Julie ao 12 anos já saía para trabalhar, já que ela e seu pai teriam que sustentar cinco bocas famintas. Julie sempre se deu bem com seus irmãos mais novos, vivia brincado e correndo pra lá e pra cá com eles. Apesar do pouco dinheiro, eles eram muito felizes. A felicidade de Julie durou até seus 15 anos de idade, já que seu pai havia ficado doente de tanto esforço, já que o mesmo nunca dera muita atenção a sua saúde, sem perceber as contas estavam se acumulando e seus irmãos iriam passar fome já que Julie tinha que cuidar de tudo. Estava desesperada por um milagre, logo seus irmãos e seu pai estariam magros por falta de comida e pra piorar também seriam despejados.
Agora, Julie havia largado seus estudos, e estava trabalhando em dois empregos, um como entregadora de pizza e outro como garçonete de um restaurante refinado.

➣Gostos:
Uma verdadeira amante de Donuts. Ama observar a chuva caindo. Celular\internet. Doces. Estrelas\lua. Astronomia. Pessoas que tem olhos azuis. Época vitoriana. Cachorros. Dormir. Preto\branco. Dias frios. De ler livros,principalmente dos livros de Shakespeare,ama muito todos os livros de literatura da idade conteporania. comer chá e biscoitos. Filmes de comédia romantica. Jogar xadrez. Musica clássica. Organizar. Cozinhar

➣Desgostos:
Desorganização. De barulhos,de ficar em lugares com muita gente. Do escuro. Bonecas de porcelana. pessoas falsas. Mulheres que não se dão o devido respeito. Mentiras. Guardar segredos. Gatos. Coisas amargas. Cheiros muito fortes. Animas muito grandes.

➣Manias:
Quando pensativa, faz pequenas trancinhas no próprio cabelo e fica o enrolando
Quando nervosa, bate a ponta dos dedos apressadamente em sua coxa (como se tocasse um piano imaginário), ou, fala muito rapido sem parar para respirar.
Quando envergonhada, olha para baixo e começa a falar em um som muito baixo.

➣Hobbies:
Sabe tocar piano. Observar a chuva cair.

➣Vícios:
Cigarro;
Vinho;

➣Par:
Ayato Sakamaki.

➣Relação com Par:
Quando ela colocou os pés dela dentro da casa,eles trocaram olhares mas não foi olhares romanticos, foram olhares desafiadores como se fossem se matar a qual quer hora,primeiro ela achou que ele era um cavalheiro pelo modo que ele a recebeu,logo depois ele mostrou a o lado sádico dele,quando ele a pegou nos braços,ele sentiu a pele dela e a primeira coisa que ele disse " ate que não eres uma perda de tempo" e cravou as presas nela,ele apreciou o sangue dela como um bom vinho ou melhor uma droga,ele viciou no sangue dela queria ele de um em um minuto,ele queria mais e mais. Mas, quando Julie se recusou a alimenta-lo, ela a trancou em um quarto escuro e frio durante dias. E, todo dia no mesmo horário ela ia até o quarto, e sempre dizia a mesma coisa "Ainda nega seu sentimento por mim ?", e sua resposta sempre era a mesma "Eu nunca terei algo a ver com vc". -era o que Julie pensava-, o quarto era lotado de instromentos de tortura e de sadomasoquismo, e, em poucas semanas Julie já havia sido transformada em uma cobaia, ou pior, como Ayato dizia "Minha bonequinha inflável". Mas, mesmo sendo tão mal trada pelo mesmo, para Julie, Ayato é como se fosse um imã, do qual a garota não conseguia se desgrudar. Foi então que uma palavra passou pela sua cabeça "Será amor", mas a mesma se negava a acreditar, ou, antes gostaria de ter o minimo de certeza. E assim foi, a mesma passou dias observando o garoto, e em pouco tempo já havia descoberto suas fraquesas, seu lado fofo, as coisas que o irritava e as coisas que o agradavam. Ainda confusa, Julie recorreu-se a Miku, que após uma tonelada de sermões e frases formadas a fez enxergar a verdade, e foi assim que a mesma chegou a conclusão " É ele que eu amo", um sentimento intenso e sufocante estava crescendo cada vez mais no peito da garota. toda vez que passava pelo mesmo, corava, gaguejava ou simplesmente o ignorava. Ayato estava de saco cheio disso, achou que a garota precisava de algum tipo de tratamento, então a encurralou e a perguntou o que estava errado com ela, mas a resposta era sempre a mesma "eu não tenho nenhum problema", " estou bem" ou " apenas me deixe em paz". Até que chegou ao ponto do mesmo se estourar de raiva, a trancou novamente no mesmo quarto, mas, dessa vez ele não a torturava ou a abusava, ele a tratava como um ser humano de verdade, como uma verdadeira dama. Lhe dava caricias, e sussurrava palavras quentes em seu ouvido, o que estava fazendo a mesma enlouquecer, não aguentava mais, seu peito estava prestes a explodir de tanto amor, um amor tão grande que seria capaz de mata-la, mas, a única coisa que o ruivo dizia era " Vou fazer com que se apaixones por mim, a ponto e querer se matar". E foi assim durante algumas semanas, até chegar a hora de a mesma dizer a palavra que tanto temia dizer "Eu te amo!".

➣Relação com os garotos:
Tenta manter distancia de todos . Quando fala com um deles tenta ser o mais fria e ríspida possível , quase não fala com nenhum deles fora Subaru. Mas, existe um que disperta certa furia na mesma, um homem chamado Reiji, o qual a irrita com suas frases formadas. Comparada ao mesmo, Julie é uma rebelde sem causa.

➣Relação com as garotas:
Julie não é de falar muito,é da quelas que fica mais na sua mas não deixa de ajudar quando preciso,por ter um forte senso de justiça America sempre esta tentando protege-las,mesmo que se ferre pra isso,ela sempre sempre vai ajudar,menos em questões pessoas,como romance e etc,ela nunca se mete na vida pessoal dos outros a menos que a pessoa venha falar com ela e pedir alguns concelhos,assim como ela não intromete na vida pessoal delas,ela não vai gostar se uma delas intrometer,pôs ela acha que isso causa certa dependencia de alguém e é uma coisa que ela não quer

➣Relação com Miku (mãe dos garotos):
Miku é alguém que ela se inspira e que ela tenta enganar para que pegue as coisas para ela, só que não dá certo. É sempre Miku a brigar com ela quando ela faz algo de errado, como uma irmã mais velhas, ou melhor, como a mãe que nunca teve. Sempre que tem um problema, é Miku a primeira pessoa a quem Julie vai procurar consolo ou um bom conselho de "mãe". Julie se sente muito agradecida pelo rosário que Miku a deu. Julie a admira profundamente, acha incrivel a maneira de como a mesma consegue adivinhar o que ela guarda lá no fundo de seu coração, admira sua beleza. Miku é realmente uma verdadeira inspiração para Julie. A mesma pode ser encontrada sempre andando a seu lado, conversando sobre diversas coisas. Por mais que Julie seja horrivel em guardar seus próprios segredos, ela os confia a Miku. Para Julie, Miku é como seu porto seguro, o qual a mesma sempre pode recorrer caso precise de um abraço ou até mesmo de um sermão de mãe.


➣Relação com Karl:
Ela de certa forma é grata ao mesmo, por ter ajudado ela, mesmo sabendo que Karl só á ajudou por motivos particulares á ele, Darla também o trata com respeito mas assim como é indiferente com todos da casa, também é com Carl, jáo mais velho, á ver como mais uma bolsa de sangue para um de seus filhos, mas também gosta do jeito distraído e ao mesmo tempo manipulador da jovem britânica

➣Objeto especial (não obrigatório):


(=•_•= )Reações(=•_•= )
☛Quando teria que fazer um vampiro se apaixonar em 2 meses:
Ficou com cara de paisagem, esperando que isso fosse uma brincadeira. Enquanto por fora parecia calma com seu jeitão de "Foda-se a life", por dentro berrava "Help me!"

☛Quando Miku lhe entregou um rosário:
A encarou confusa, perguntando a utilidade de tal coisa. E, após ouvir a explicação da mesma, se sentiu grata pelo fato de Miku se setir preocupada com a mesma.

☛Quando percebeu o lado obscuro do par:
Sentiu muito medo, tentou fugir de qualquer modo. Não aceitava ser maltratada de tal maneira sem poder se defender. Se sentia sozinha e triste, assim como tentava, de alguma maneira, compreende-lo.

☛Quando viu o par com outra garota:
Ficou com sua cara tipica de "foda-se", mas, estava se derramando por dentro. Sentiu que aquilo era um tipo de traição, se sentiu um lixo, uma inútil. Sempre que se dirigia a seu par ou a garota, falava de maneira grossa e arrogante, de uma forma superior até.

☛Quando viu o lado bom do par:
Se sentiu feliz por saber que, até mesmo ele tinha um coração. A mesma tentava descobrir mais sobre esse seu lado do qual julie acgava fofo.

☛Quando se apaixonou pelo par:
Primeiro tentou ter certeza de que aquele era seu sentimento. Assim que tivesse certeza o colocaria para fora, já que não aguentaria a pressão de guardar seu segredo.

☛Quando perguntou a si mesma ‘’Será que é ele, quem eu amo?’’:
Pensou, pensou e pensou, tentou digerir a informação e buscou apoio e Miku ou em sua melhor amiga.

☪ Algo mais?☪

Escutando: Mad Hatter
Lendo: Minha ficha
Assistindo: Alice no país das maravilhas
Jogando: GTA V
Comendo: MCDonalds
Bebendo: Suco de laranja

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...