+metaphysical - Clan Sídhe

metaphysical
(monodrama)
Nome: + ex(delavron)gurl
Status: Admin Histórias
Sexo: Masculino
Localização: Macapa, Amapá, Brasil
Aniversário: 26 de Março
Idade: 18
Cadastro:

Aline, vem cá?


Postado

Já pensou o que seria de mim sem você?


Creio que muitos dos teus amigos já tiveram um pensamento semelhante a esse em alguma parte da amizade que eles têm contigo. Claro que já pensaram, pois você é uma pessoa totalmente indescritível e que está ao lado dos teus amigos seja nas horas boas ou nas horas más. Como posso saber disso? Simples:

Porque eu estive em ambos os momentos e nos dois você sempre esteve lá.

Nos meus risos, nas minhas viadagens, enquanto eu pirava de alegria, nas loucuras que eu dizia quando a gente postava.

Nos meus choros, quando eu quis sumir, quando eu achei que não valia porcaria nenhuma e já havia quase decidido que não valia a pena estar respirando. Às 4 horas da madrugada, quando eu estava com frio psicológico, quando a dor estava comigo e eu me tranquei naquele banheiro me sentindo tão pequena que qualquer coisa poderia pisar em mim e me esmagar. Até mesmo a essa hora, você não dormiu para ficar ao meu lado e me acalantar.

E o engraçado que não foi nesse momento da minha vida que um “click” deu em minha mente e eu disse “Oh! Ela é importante para mim”. Você já era parte do meu dia, um dos motivos da minha alegria, da minha viadagem ao extremo — que estranhamente despertou depois que eu te conheci, sabia “Alicia”? rç —, dos meus risos em ambientes que as pessoas me olhavam e só faltavam perguntar se eu estava louca, tudo isso há muito tempo. Claro que eu não lembro exatamente quando comecei a te considerar tanto — e duvido muito que você também lembre — porque a minha memória é ruim, mas eu sei que não importa quando foi e se não faz anos, pois eu sei que não precisa disso. Acontece que não precisamos nos conhecer a anos para eu dizer que você é tudo isso para mim, sabe por quê? Se não sabe, eu te digo.

É porque você abriu caminho de pouquinho em pouquinho no meu coração que antes era tão recluso e que tinha praticamente medo de conversar. Por causa de um clan, da minha falta de criatividade, você me ajudou a criar minha história — olhe o duplo sentido, sem ser para lado da potaria q — e começamos a conversar a partir daí e eu aos poucos fui percebendo suas qualidades, começando a deixar a conversa fluir inconscientemente e começando a te deixar entrar na minha vida. E em nenhum momento eu quis que acontecesse o contrário.

Também em algum momento percebemos que só poderíamos ser gêmeas de pais diferentes que nasceram em anos diferentes. Em algum momento percebemos que éramos gêmeas do “aliciar” e nos demos bem com isto, porque, por favor, nós aliciamos rç

Em algum momento percebemos que sabíamos quando uma das duas não estava bem ou quando uma das duas estava feliz. Em algum momento começamos a dar conselhos uma para outra. Em algum momento você decidiu que eu não era apenas qualquer pessoa e decidiu que eu era especial para você, em algum momento isso também aconteceu comigo.

Em diversos momentos diversas coisas aconteceram. Em um ano eu ganhei uma irmã, uma amiga, uma parceira de RPG, companheira de curtição de MPREG, o par do Leon rç, uma marida, um motivo de sorrisos.

Em diversos momentos esse ano eu me preocupei contigo, eu quis ver tua alegria, quis ser um dos motivos que te ajudasse a ficar feliz e quis retribuir tudo o que você fez por mim. Em diversos momentos desse ano eu conheci uma Aline brincalhona, uma Aline sensível que nem todos conhecem, uma Aline companheira, uma Aline que é viciada em postar (Lembrando que eu gosto bastante disso u_u), uma Aline má igual a Mah q, uma Aline que é versátil rç, uma Aline que é criativa ao extremo, uma Aline RÇRÇRÇRÇ, uma Aline que se encaixa naquilo do “é perfeito com seus defeitos, pois eles é que tornam tudo perfeito”, eu conheci A Aline. Eu conheci você.

E é por ter te conhecido desta forma que hoje venho aqui, depois de planejar com um mês de antecedência e perceber que eu sou tão pateta e desorganizada que não consegui ajeitar tudo até hoje, te desejar Feliz Aniversário. Vai ser clichê e comum, mas eu preciso dizer que desejo tudo de bom para você, que desejo muitas alegrias, muitos rçrç, muita saúde porque eu sei que você é bichada igual a mim, e como sei que nem tudo são as pétalas de rosa, desejo muita força para quando vier alguma ventania, e saiba que sempre estarei aqui para ti.

Não fui a primeira a te desejar isso, não sei se fui a última, não sei se fui a do meio, mas só sei que eu fui. Fui de coração e disse o que eu sempre quis te dizer e que tentava resumir em mensagens rápidas para não encher teu hangs e te prender lendo algo enorme —Tá, sei que eu digo isso, mas que na prática faço o contrário, pois lembro bem que já te mandei um texto melancólico de três páginas pra você ler q —, depositando todas essas palavras em uma única frase que eu sempre insisto em dizer: “Amo você”. Engraçado que duas palavrinhas conseguem resumir um texto inteiro, mas você sabe, eu não sou de poucas palavras, sendo isso algo bom ou algo ruim, não sei rs

Bom, acho que antes de dizer “tchau” ou qualquer coisa do gênero tenho que pedir desculpas. Aí você me pergunta “Por quê?”, pois sim, sei que você vai dizer isso e que não precisa, mas ainda assim eu falo. Porque eu sou estranha e antes que eu terminasse de dar todo o meu presente para você eu não quis conversar ou meus dedos coçariam e eu diria um feliz aniversário simples e eu ficaria indignada comigo mesmo jahsdaghsdusdag Não me mate, porque por mais que eu esteja ausente e que não estejamos conversando tanto quanto eu gostaria e que eu tenha desperdiçado tempo com essa maluquice de não querer falar até quase terminar tudo, eu te amo demais e se você me matar não vou poder te perturbar mais, e oh, só falta 2 semanas para eu voltar a fazer isso <3

Agora sim, que eu disse tudo o que eu queria, posso me despedir e dizer mais uma vez:

Feliz aniversário e Amo você.


PS: Falta mais um presente (Sim, são três porque eu quis, xiu q), mas esse eu sei que não termino hoje, então te darei atrasado. Típico de mim q


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...