~Jelly_Nii

Jelly_Nii
Jello
Nome: ...
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Londrina, Paraná, Brasil
Aniversário: 13 de Setembro
Idade: 17
Cadastro:

× Ficha ×


Postado

"Abrace a morte por mim, imbecil! Xeque Mate!"
Aya


Nome: Chikashi Asuya

Apelido : Aya

Idade: 16 anos

Personalidade:
Aya é um garoto... Digamos excêntrico. É dotado de manias e tiques, carrega um humor sarcástico e refinado, e definitivamente não é alguém que uma pessoa em sã consciência iria querer como inimigo. A língua ferina, o modo como anda, seus gestos exalam a personalidade de alguém que será muito mais que uma pedra no sapato. Audaz, petulante e sem pudor algum, Aya tem fogo nos olhos, não mede esforços para conseguir o que quer, não há comentários ou problemas que intervenham no seu objetivo. É alguém de estratégia e inteligência inigualável, seus passos são pensados e repensados, de precisão. As pessoas podem pensar sempre que ele é um adversário fraco, e que estão muito a frente dele, e esse ponto em questão é o que o diverte mais. Quando se vê, ele conquistou seus objetivos e deixou muita gente de queixo caído. Tem senso de estilo, carisma sem igual e um galante, modestia a parte, muito bom. Não esconde as características femininas, nem o jeito mulíebre de ser, isso é demasiado enraizado nele e não faz questão de esconder. Aya tem um dom em especial, ele não é como muitos dos sociopatas, tende a manter seus alvos em terror psicológico, o físico é apenas um brinde da insanidade que gosta de causar. Para ele, a morte é algo bonito, algo que deve ser feito como arte. Enfeites e detalhes, é uma pintura, uma escultura perfeita cada cadáver. E, seu maior deleite, são as fotos polaroid tiradas após isso. Ele é sádico, belo e tira o pior e melhor de qualquer um.

Aparência:
Aya tem cabelos longos e azuis, que ganham novas nuances contra a luz. Seus olhos tem um tom vibrante de dourado, contrastam com a pele clara e os traços delicados do rosto, que tem um formato oval. Ele tem uma estatura comum, mas um tanto baixa para garotos da sua idade e porte, o que o incomoda um pouco. Estranhamente, Aya é envolto de curvas, quadris largos, e volume nas coxas. Suas unhas estão sempre grandes e coloridas, e suas orelhas são um tanto pontudas.

Gif's:






Imagens:






Aoba - Dramatical Murders


Diagnósticos(Alguma Desordem Mental além de Sociopatia):
Hiperatividade, déficit de atenção. Comum.

História:
Aya convivia num ambiente nada passivo, num bairro pobre da cidade. Sua mãe Chikashi Aika era sua sanidade, sua âncora. Aika sabia do diagnóstico do filho, contudo, seu instinto protetor falou mais alto, e nunca, nunca lhe faltou amor da parte materna. Aika era a única coisa na qual considerava boa ao seu redor.
Contudo, seu pai, Chikashi Daichi, era seu pesadelo. O homem grande, agressivo e quase sempre bêbado era o maior castigo que ele e sua mãe, pessoas outrora genuinamente boas, puderam ter. A violência doméstica contra os dois era diária, e o rastro de medo os fazia manterem-se calados por muito tempo.
Entretanto, Aika não queria destino tão cruel para o filho, que dava sinais de sociopatismo, sua defesa contra as agressões do pai. Ambos fugiram, se refugiaram numa casa pequena, onde puderam passar alguns bons meses de paz. Aya tinha 10 anos.
Aos onze, quando as coisas pareciam ter melhorado um pouco, o emprego de Aika como garçonete e os estudos de Aya indo bem, não havia paraíso melhor.
Até Daichi achá-los.
O homem estava enlouquecido. Completamente insano. E foi assim, num piscar de olhos, que Aya viu a vida de sua mãe se esvair pelos olhos, pelas mãos do seu próprio pai. Ele seria o próximo. Não queria que fosse daquele jeito.
Aquela foi a primeira morte que Asuya cometera, os flashes de adrenalina, a polícia chegando ao local, o barulho, horas e horas passadas. O sistema de segurança, terrível, não descobriu o assassino, tomou apenas por verdades o depoimento de Aya, que dissimulou o fato de ambos terem praticado o ato um no outro. A morte da mãe fora um baque para ele, mas em momento algum teve arrependimento sobre o assassinato dos pais em suas costas. Aya ficou por alguns outras meses sob custódia do juizado de menores, consequentemente passou os outros 6 anos em um reformatório, voltando ao inferno no qual vivia em sua casa. Contudo, os trimestres foram marcados por terror e pânico. Os assassinatos brutais eram descobertos dias depois, esses mesmos de jeitos mais horríveis possíveis. Degolados, desmenbrados, sem as orbes, enforcados e etc. Decorados como uma obra do Louvre.
Aos dezessete, só então, foi mandado para o CIJED ao ter seu diagnóstico completo. Não havia prova alguma que de fato, ele era o assassino, contudo para a segurança de todos, ele seguiu sua trajetória até o colégio. Aya tinha somado exatas 66 fotos polaroid de corpos.
E se necessário, teria mais.

Familia:
Chikashi Aika - Mãe
Status - Morta.

Chikashi Daichi -
Pai
Status - Morto

O que gosta:
Aya adora dias chuvosos. Tem habilidades culinárias belíssimas, nas quais adora. De roupas chamativas. De seus cabelos longos. Multidões. Antiquários, seja quais forem. De conversas longas e calmas, e de livros de mistério/horror. Pessoas inteligentes e detalhistas. De desenhar, tem certa aptidão para isso.

O que não gosta:
Que o contrariem. Que se julguem superior a ele apenas por sua aparência. Que falem o nome de Aika para atingi-lo. De seu pai e qualquer lembrança dele. De gente ignorante, ou pessoas completamente acéfalas.

Comida Favorita:
Comida japonesa, sushi basicamente.

Bebida Favorita:
Chá de Hortelã. Ou àgua

Uke ou Seme(No caso dos Meninos):
Uke ×-×

Par?
Yoongi Akabane

Classificação na Escala do Assassino: A

Informações sobre seu Assassinato

Preferência de Armas(Brancas/Fogo/Venenos/Outros):
Armas brancas ou veneno

Já matou alguma vez? Sim

Já sentiu vontade de matar alguma vez? Sim

Apreseta Sinais quando sente o Impulso de Matar? Se sim,quais? Não

Algum animal representa seu estilo de Assassinato? Se sim,qual? A águia. É um animal extremamente sábio, que carrega beleza consigo, até mesmo em um momento fatal

Alguma cor o representa?Se sim,qual? Azul. Muitos dizem que "acalma os loucos".

Alguma Frase?
"Xeque Mate!"


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...