~Evelise

Evelise
Master Peanut Candy
Nome: ¢ลя๏ℓýииэ ♥✿♫
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Uberaba, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 11 de Setembro
Idade: 14
Cadastro:

Ficha Para "Wonderland- Making off"


Postado

.:。*゚・.•°∴ .㆒✿ Ficha ✿ ㆒.:。*゚・.•°∴ .

『 ❤ 』 εvεℓιşε ηαяα gяıƒƒıтнs『 ❤ 』


❀ฺ ησмε ❀ฺ
█▄ Evelise Nara Griffiths ▄█

{ ● } Evelise: Significa “avelã” ou “a vivente que tem Deus como juramento”.

Nome com dois possíveis étimos. Pode ser uma variação de Eveline, que tem origem no nome de família alemão Avelina, originado a partir do nome da cidade italiana de Abella onde havia o cultivo de um fruto anteriormente conhecido como de noz de Abella, hoje chamado de avelã, portanto Avelina significa “avelã”.

É provável ainda ter surgido como uma variação da união dos nomes Eva e Elise. Eva vem do hebraico Hawwá, Havah, a partir de hawá “ele viveu”, significa “a vivente”. Já Elise é uma variante de Elisa, um apelido de Elisabete, que tem origem no nome hebraico Elishebba, que quer dizer "o meu Deus é um juramento" ou "Deus é abundância". { ● }



❀ฺ ąթɛℓɪɗѳ ❀ฺ
Eve ─ Lis ─ Nara ─ Moon ─ Amethist ─ Insanity

Moon é um apelido usado preferencialmente por pessoas próximas a ela. Apenas pessoas realmente próximas podem a chamar assim, tais como amigos de infância e familiares que ela goste. Eve, Lis e Nara são comuns, também são adicionados sufixos a esses apelidos. Qualquer pessoa pode lhe chamar assim. Caso uma pessoa se sinta especial apenas por chamá-la por esses três apelidos, ela logo diz para não se sentir, pois não sabe nada de sua vida. Insanity é como a alcunha da garota, todos em Reino a conhecem por este apelido. Portanto, ela se sente respeitada quando chamada assim. E, por fim Amethist. Adora esse apelido. Lhe trás um sentimento bom.



❀ฺ ɪɗąɗɛ/ąɴɪvɛʀʂáʀɪѳ/ʂɪɢɴѳ ❀ฺ
19 Anos ─ 11 de Setembro ─ Virgem

Evelise nascera numa madrugada friorenta, possui 19 anos atualmente e é nascida no dia onze de setembro, pertencendo ao signo de Virgem, sendo assim uma virginiana.



❀ฺ яลçล ❀ฺ
Híbrida de Gato

Evelise é filha de Cheshire (Gato Risonho) e da Rainha Branca.



❀ฺ รэҗ๏ ❀ฺ
Feminino

Não tem a menor dúvida disso.



❀ฺ ∂эи๏мเиลçã๏ รэҗµลℓ ❀ฺ
Heterossexual

Nunca se preocupou muito com isso, mas tem certeza de que não sente atração por mulheres.



❀ฺ เ∂эи†เ∂ล∂э ∂э φêиэя๏ ❀ฺ
Mulher

Sempre se enxergou como uma bela, bipolar e louca donzela.



❀ฺ ƒเℓђ๏ ∂э...? ❀ฺ
Cheshire e Rainha Branca.

Por ser filha do Gato Risonho, herdou sua calda e orelhas, além da capacidade de desaparecer e deixar apenas o sorriso e os olhos a mostra. Da mãe herdou apenas o sangue e a falsa delicadeza. Pela personalidade, não parece ser filha da rainha certa.



❀ฺ ลקลяêи¢เล ❀ฺ




Primeiramente, possui uma calda e orelhas de gato, além das presas e habilidades felinas. Com curtos cabelos arroxeados acima dos ombros, Eve tem seu charme todo especial, totalmente o contrário de sua personalidade. Os cabelos sempre muito bem penteados, no caso sempre soltos com tranças enfeitando. Olhos verdes esmeralda, penetrantes como apenas os dela. Pele pálida, em um lindo contraste com os cabelos. Cílios grandes, sempre com rímel e delineador, porém nenhum outro tipo de maquiagem. Lábios carnudos e naturalmente rosados. Um corpo delicado e suave, parecendo ter sido esculpido detalhadamente: Cintura fina, coxas torneadas (não tanto), seios medianos, assim como as coxas e o bumbum. Deve pesar por volta de 49 quilos e mede 1,57.



❀ฺ קэяร๏иลℓเ∂ล∂э ❀ฺ
Seja irritadinha, tímida, gentil ou que se sacrificaria por qualquer um aparente. Não pense que ela será assim. Uma única definição certa para ela seria: egoísta, como será bem explicado, isso apenas se aumentou ao longo do tempo vendo sua obcecação por pessoas felizes, já que na mente da esverdeada se ela está feliz, todos devem estar. Sem exceção. Cada ser vivo desse mundo, ser morto, cada um que esteja no mesmo local que ela, até mesmo alguém que esteja na beira da morte deve estar feliz se ela quer e também está. Mesmo se fosse para decidir entre ela ou um amigo, Eve preferia umas duas mil vezes ela, embora não seja medrosa de sair entregando todo mundo numa situação de vida ou morte: não pense que ela fará isso, mas também não seria a burra tola de se sacrificar, o máximo onde poderia ir é até matar o inimigo, e se fosse mais experiente, ela não desistiria tão fácil, mas não por causa de seus amigos, e sim por causa de seu orgulho. Eve simplesmente não admite uma derrota, ela implora uma revanche, vai ter uma revanche, se duvidar ela até coloca algo muito importante para ela em risco, mas ela não vai admitir que ela foi derrotada tão cedo, ah, não mesmo: seu orgulho vai muito além do que muitos imaginam. Não se importando com a opinião dos outros, Moon coloca em primeiro a sua opinião e não se dá nem ao trabalho de querer saber a dos outros, sendo muitas vezes colocada como ignorante: mas não fale isso por suas costas e principalmente na frente dela. O sarcasmo está sempre bem visível em suas palavras e em seu olhar, principalmente quando entram em um assunto que ela não se interessa e praticamente é obrigada a ficar no olhar, ficando bem visível até para uma pessoa que pensa em chocolate vinte e quatro horas por dia sem ofensas, mas ela não se importa se ofender uma pessoa assim... Fazer o que, foi criada por mim qq, além de seu tédio. Algo que assusta as pessoas na garota é sua capacidade de aparecer simplesmente do nada quando comentam ou falam algo dela, como se fosse automático, já que ela se diverte com pessoas zombando dela e até mesmo xingamentos: como monstro, puta, vadia entre outras coisas. Se está pensando que ela irá revidar, não, ela não irá fazer isso, apenas continuará a rir até não poder mais, muitas vezes ficando com dor em alguma parte do corpo por causa do seu riso exagerado, e em outros casos, precisando se apoiar em alguma coisa apenas para não cair no chão de tanto rir. Ela acha simplesmente engraçado as pessoas tentando a atingir através de palavras, sendo que isso apenas a faz ficar mais feliz. Infantil é algo que não poderia faltar aqui, não é? Apesar de ter quinze anos, seu egoísmo foi muito além da imaginação de sua família e de qualquer pessoa, ainda sendo muito nova, e as únicas coisas amargas que provou foi as coisas que ela fez apenas, então não tente dar um sermão nela: Nara não entenderá e nem fará questão de entender, provavelmente apenas dando de ombros e saindo do local completamente calma. Agora vamos falar sobre um assunto que definitivamente ninguém gosta (nenhuma pessoa gosta, convenhamos): a mentira. Mentir é uma definitiva capacidade de Evelise, preferindo a mentira do que a verdade, visto em sua primeira impressão, já que ela praticamente finge ser algo que ela não é: uma garota completamente inocente e fofa, o típico de garota que é completamente gentil e desajeitada, sendo que até mesmo as pessoas mais perceptivas podem cair no seu truque, sendo uma mentirosa em geral. Uma farsa, simplesmente isso. Ah, um ponto interessante em Nara: antes de Insanity ser a sua alcunha, ela mesma já se citava assim, como por exemplo quando ela está na sua original personalidade, além que ela costuma falar consigo mesma já se citando como Insanity, frases como: “Isso não é excitante, Insanity?” ou simplesmente se citar assim. Focando novamente no assunto inicial, você já viu alguém que é obcecado pela felicidade? Não? Ah, Eve é o exemplo perfeito disso! O caso da obcecação dela é que simplesmente todos devem estar felizes, não importa quem, que hora e em que momento. Aparentemente delicada, somente pelo seu gosto por vestidos com traços detalhados e, consequentemente, também delicados e seus passos e atos físicos também: mas não pense que ela se consista apenas nisso. Nem tão delicada, mas também não tão tipo: uma pessoa completamente desajeitada que cai a cada passo que dá no universo (ok, ela nunca foi assim, se não nem viva ela estaria precisamente). Apesar de tudo isso, é inteligente e também conhecida como uma das mestres em jogos, tendo um raciocínio eficiente que não é tão bem usado quanto deveria ser, e por isso tem uma criatividade imensa, tendo uma das mais loucas ideias nos momentos mais estranhos. Não guarda os seus pensamentos para si, não possui medo de simplesmente dizer o ponto fraco de alguém no meio do mundo inteiro somente para prejudicar fortemente a pessoa, ou seja, não queira ser o inimigo de Nara, principalmente se já foi um dos amigos dela. Para ela, uma amizade consiste em ambos saberem de um dos segredos mais profundos um do outro, suas fraquezas gerais, medos e sabe se lá mais o que. Mas isso também tem sua vantagem caso o amigo vire o seu pior inimigo, pois praticamente você saberá tudo dele e o que aconteceu com ele e mesmo assim poderá contar para todo o universo sem preocupação nenhuma, e o pior de tudo é que ela diz isso na maior felicidade e sarcasmo o possível. Para resumir em geral: ela sabe até mesmo usar uma pessoa inocente com a maior frieza, apesar dela mesma admitir que isso doa, não importa. Dependendo do objetivo, tudo vale nesse jogo. Fraudes, traição, manipulação, sedução, assassinatos, suicídios, tudo mesmo: apenas para ver quem será o vencedor. Falando novamente no assunto das mentiras, Nara não entende quem quer a verdade e a sinceridade. É tudo tão divertido quando você se vê num jogo onde tudo é possível e nisso o que vale é a vida ou a morte, e mesmo assim você pode se divertir enganando pessoas inocentes em troca de sua própria diversão e prazer, então qual a diversão em dizer a verdade? Qual a diversão em saber que a pessoa poderá ficar com uma raiva imensa de si mesmo mas depois isso saber que tem de aceitar aquilo e não sentirá nenhum remorso (talvez)? A diversão para ela está em saber que após a pessoa descobrir a verdade, ficará com uma enorme vontade em querer se vingar dela, juntando todos os meios possíveis apenas para ter uma vingança fria e em casos mais sérios, com sede de sangue. Já dissemos que ela se diverte com o caos? Não? Vamos citar aqui. Principalmente quando ela não está nele: ela prefere somente assistir tudo tomando uma delicada xícara de chá, enquanto preferencialmente a fica girando com um sorriso e uma face calma; de olhos fechados. Apesar disso, ela ainda tem suas fraquezas como todo ser humano e sabe ser gentil, mas apenas ao seu desejo e quando ela quer ser gentil, apesar que isso não é tão difícil de fazer. Apenas fique feliz quando ela quiser e conseguirá uma amizade fácil da garota egoísta, ela é fascinada por isso: como se fosse um ser humano completamente caidinho por coisas fofas e vitorianas e lolis, até. Falando nisso, ela até gosta de pelúcias, mas não tão exageradamente fofas, mas sim meio a meio (imagine ela com o Monokuma agora e a Monomi). Além disso que ela idolatra vestidos, sendo muitas vezes dada como patricinha apenas de ver seus visuais completos: sempre repletos de detalhes, enfeites para cabelo ou para a roupa, vestidos que combinem em geral com seu humor ou somente a sua vontade: jamais escolhendo qualquer tipo de roupa que ela vê por aí, muito pelo contrário. Ela pode acordar cinco da manhã, ir fazer as coisas matinais, estar super cansada, mas ela iria acalmar um pouquinho sua mente para aí sim escolher sua roupa geral, costumando atrair a atenção por causa do seu gosto em geral. Possui uma opinião neutra sobre lutas, não gostando nem desgostando, depende se tais vão bagunçar completamente a sua roupa (não que ela fique tipo chorando quando a estragam, simplesmente fica completamente irritada mas depois disso ela vai na maior paciência do mundo arrumar corretamente sua roupa) ou não a deixar tomar sua xícara de chá em paz (sério, imagine ela agora sentada tomando uma xícara de chá enquanto todo mundo está tentando se matar... Que cena maravilhosa). Sua face em frente as batalhas não é nem raivosa e nem tão séria, somente com um dos seus típicos sorrisos inocentes com seus olhos fechados, como se ela estivesse contente com a luta que está prestes a começar, e quando estiver com uma bela de uma raiva com o adversário e estiver ganhando, não duvide que ela possa torturar mentalmente o oponente por um bom tempo até ela se entediar. Ela costuma ficar sempre irritada com quem a trata como uma criança, ficando com uma veia saltando na testa nesses casos, mas não reclama, apenas mantém sua postura calma: respirando fundo inúmeras vezes, mas se passar dos limites também passou de sua paciência. Mas só para não estragar sua reputação de santinha ela também não iria explodir, só ia falar ‘gentilmente’ para parar com aquele comportamento. Apesar de tudo, possui um lado despertado por quando alguém que gosta está em apuros — que mesmo se ela seja uma falsa, cínica e egocêntrica e não goste de algumas pessoas, ser uma guilda praticamente não seria isso? Ou talvez não? Praticamente tudo é uma confusão para ela, então ela vai para o lado menos lógico ao seu ver, mas, tanto faz, né, mente é mente: sempre complicada — pior ainda do que ela normalmente, aos olhos de pessoas que já presenciaram esse lado, ela chega a ser muitas vezes uma psicopata. Sem contar o seu raciocínio com sua magia, além de sua inteligência avançada: embora assim evite causar destruição demais, o que é praticamente impossível e detesta saber disso. Ela não vê motivo algum para ter respeito aos mais velhos, a não ser que ela queira manter sua reputação de uma criancinha fofa e gentil ela pode até pensar no caso, mas, não garanto nada. Moon é uma das poucas garotas nessa idade que sabe andar perfeitamente em um salto alto, além de em certos casos poder correr com ele (isso não é para qualquer um), mas não pense que ela aprendeu de um dia para o outro, mesmo que quisesse e pudesse, não: ela não quis. Sempre achou que é divertido ver as pessoas se esforçarem para conseguir o que querem, então, ela também seguiu o exemplo, sendo considerada uma garota estranha, mimada, infantil e puramente egoísta, sendo que alguns dizem que ela chega até a ser cínica visto pelo fato que quando ela quer executar isso, chega ao ponto de ser uma cínica, sendo que isso não é nem o início para quem conhece detalhadamente a garota. Ou seja, ela simplesmente não possui medo de passar por cima de alguém somente para concluir os seus desejos.



❀ฺ ђเร†óяเล ❀ฺ
Evelise, mais conhecida como The Princess Of Lucifer ou The evil's daughter, nasceu há 19 anos atrás. Viveu normalmente, com todo o luxo que sua família poderia lhe garantir, no reino de sua mãe. De uma família real, influente, e generosa, Nara cresceu cheia de mimos e tudo o que tinha direito. Possuía um irmão(ou irmã). Sua mãe sempre lhe contou uma história, sua história favorita, parecia ser feita em homenagem a ela. A garota possuia simplesmente tudo, desde mobílias caras, cavalos treinados especialmente para fazer o que ela queria, até servos cegamente fiéis. Mas chega de falar sobre a vida luxuosa da princesa tirana, afinal, aqui há apenas dor e ingratidão.

A história que sua mãe sempre lhe contava era "The Princess Of Lucifer", ou a princesa de Lúcifer. Era sobre a vida de uma princesa tirana, que era capaz até mesmo de matar.

Voltando à vida de Evelise, desde pequena era prometida à um rapaz também de família rica. Mas havia um problema. Evelise estava realmente apaixonada pelo rapaz. Isso não era verdadeiramente o problema. O que a fez enlouquecer foi a carta recebida, enviada pelo rapaz. Dizia que ele havia se apaixonado por uma linda garota de cabelos albinos e olhos verdes esmeralda e que fugiria com a mesma. Evelise, cega pela inveja, mandou aos carrascos da mãe:
"Matem todas as garotas de cabelos albinos e olhos verdes, seja esmeralda ou até negros".
Sua mãe relutou, foi contra, mas não conseguiu a segurar. Assim, muitas vidas foram perdidas. Tudo pela crueldade, inveja, ganancia da Filha do mal. O povo se revoltou. Todos se levantaram contra o pequeno exército da família. Em poucos dias, a mansão estava cercada. Quem comandava essa rebelião era uma bela cavalheira sagrada de cabelos longos e escarlates. O fogo colocado pelo povo se alastrou pela imensa casa. Os empregados não conseguiram fugir, já que eram obrigados a obedecer à ela cegamente. Seus pais não se importavam, pareciam viver para sustentar os caprichos de sua filha gananciosa. O(a) irmão(ou irmã) da mesma já não a aguentava há um tempo, estava totalmente do lado dos cidadãos. A garota andou calmamente até sua varanda, onde viu muitas pessoas revoltadas abaixo de si. Ela sorriu e disse:
"Vocês acham que podem me derrotar? Derrotar meu 'reinado' de dor e angústia? Vocês est..."
Ela não pôde terminar a frase, pois a bela guerreira de cabelos escarlates havia a atacado pelas costas.

Acabou por não morrer, apenas ficou doente por um tempo, assim parecendo ter mudado de personalidade, mas não era o que havia acontecido.



❀ฺ мµรเ¢ล-†эмล ❀ฺ
https://www.letras.mus.br/adventure-time/everything-stays/traducao.html

https://www.letras.mus.br/linkin-park/23091/traducao.html



❀ฺ мэ∂๏ร/ƒ๏вเลร ❀ฺ
Seu medo mais profundo é morrer, já que não se importa muito com a vida dos outros. Porém, não teme em arriscar sua vida para seus joguinhos; estranho, não?
Possui tripofobia e Globofobia.



❀ฺ ק๏и†๏ร ƒ๏я†эร ❀ฺ
É uma ótima estrategista, como dito antes.
Não possui medo de revelar os segredos dos outros para se salvar.
Uma ótima mentirosa.
Boa líder, quando quer.
Responsável, também quando quer.



❀ฺ ק๏и†๏ร ƒяล¢๏ร ❀ฺ
Tem medo de morrer.
Não liga para a vida dos outros.
Egocêntrica, egoísta, mentirosa e arrogante.



❀ฺ †เмэ ❀ฺ
( ) √эямэℓђ๏
(X) вяลи¢๏



❀ฺ ลℓφ๏ мลเร? ❀ฺ
Ela é vegetariana
Ela é ambidestra


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...