~KimikoAkemi

KimikoAkemi
Dreams come true
Nome: Mariana
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Aracaju, Sergipe, Brasil
Aniversário: 2 de Junho
Idade: 18
Cadastro:

Michael Strange - Fic: A Queda dos Novos Vingadores


Postado

Sherlock


Nome Completo:
Michael Dominic Strange

Idade:
19 anos


Apelido:
Não é muito fã de apelidos, mas ainda assim acabou ganhando quatro deles.
Mike : É comumente usado por colegas e por pessoas não muito próximas a ele, não pode-se dizer que ele goste do apelido, mas ele considera-o tolerável.

Milk: Talvez por sua pele ser um pouco pálida, ou porque quando pequeno ele era aficionado por leito com chocolate, mas tanto seus pais (principalmente mãe), quanto seus amigos o chamam a sim de brincadeira ás vezes. Ele acha o apelido irritante, mas mesmo sem admitir fica um pouco animado em saber que pessoas que se importam com ele o fizeram.

Defeituoso: Tanto pelo estranho atraso de sua magia, quanto por seu controle sobre ela ainda não ser o melhor, muitos o chamavam assim, nem é preciso dizer que ele odiava o apelido.

Freak: Basicamente mais um bulling feito com o garoto, dessa vez pela sua péssima conduta social na infância.


Codinome:
Necromance


Aparência:
Michael tem cabelos castanhos escuros, lisos e que constantemente transmitem uma impressão de “acabei de acordar”. No entanto, basta olhar em seus olhos, hora azuis hora verdes, para deixar de lado essa impressão, afinal seu olhar é sempre bastante penetrante e cheio de uma energia incomum. O garoto possui pele branca, que já foi muito pálida na infância, mas que melhorou consideravelmente com o surgimento dos seus poderes, além disso é magro e relativamente alto pesando 60kg e medindo 1,80m de altura.







Gostos:
Ouvir música, para ele não importa tanto a vertente ou o gênero musical desde que a música consiga fazê-lo refletir e relaxar;

Ler, tendo uma predileção por livros de suspense e terror, além de romances policias;

Discussões produtivas considera que quanto realmente há intensão de se chegar a um consenso (o que ele não vê por parte de Margô), não há nada melhor que uma discussão para se analisar bem os erros e acertos;

Estudar, pode ser estranho, mas Michael sabe que ainda há muito em que ele deve melhorar e mais ainda no que ele deve aprender e está disposto a isso;

Café forte e sem açúcar, apesar de gostar de por marshmallows nele de vez em quando;

Leite é um gosto que começou na infância e por algum motivo permaneceu até hoje;

Boas companhias, que ele considera pessoas equilibradas e de personalidade forte;

Equilíbrio, isso é algo que Michael busca em todas as formas de sua vida desde em amizade a causas;

Momentos de silêncio, ele não é fã de silêncio o tempo todo, embora muitos pensem assim, mas Michael admite que gosta de ter um tempo em silêncio para refletir;

Marshmallows, principalmente os mais coloridos e fofinhos;

Jogar xadrez e jogos de estratégia (sendo que RPGs estão incluídos), algumas vezes ele pode ficar super competitivo
quando jogando;

Dias nublados;

Crianças;

Praticar magia e aperfeiçoar seus poderes.


Desgosta:
Que invadam seu espeço pessoal;

Ideias sem qualquer fundamento;

Não arcar com as responsabilidades de seus erros;

Estar errado e não perceber, o que acontece consideravelmente;

Preconceito e discriminação;

Erros de gramática ou pronuncia, corrigindo a pessoa automáticamente ;

Pessoas insistentes


Poderes:
Controle das artes místicas: Tendo dentro de si um potencial mágico maior até que de seu pai, Michael poderia fazer praticamente qualquer coisa. Poderia, se já tivesse aprendido a controlar tal poder, no entanto apesar de poderoso e esforçado ele não chegou a nem 10% de seu real potencial.

Necromancia: Diferente do controle das artes místicas, ele tem uma grande habilidade na necromancia, executando esse poder com perfeição.

Habilidades:
Estratégia: Michael é um mestre em estratégia, analisando bem todas as situações antes de formar sua estratégia, o que geralmente a torna impecável.

Improviso: Apesar de ser algo que as pessoas raramente esperam dele, Michael é um mestre do improviso sabendo se sair bem em quase todas as situações.

Fluente em diversas línguas: Fala alemão, inglês, francês, linguagem de sinais, mandarim, coreano, espanhol, húngaro, nórdico, esloveno e alguns línguas interdimensionais.

Bastante inteligente: Sempre focado nos estudos e no aprendizado não é surpresa que apesar de não ter nascido com nenhum QI sobre humano o tenha desenvolvido com o seu esforço.

Tocar instrumentos: fã de música de diversos estilos, ele toca piano, violino e bateria.


Armas:
O livro de Versanthi que ganhou do pai, nesse livro consta diversos feitiços e é importantíssimo para que Michael aperfeiçoe seus poderes e aprenda novos encantamos, sendo que o livro foi muito usado pelo próprio Strange.


Pais:
Stephen Strange (Doctor Strange):
Michael admira muito o pai, e gosta do fato do mesmo nunca “pegar leve com ele”, sendo que para o bem do garoto, Strange sempre cobra bastante do mesmo. Ainda assim existem sim aqueles momentos descontraídos em que os dois só relaxam e agem como uma família “normal”.

Clea Strange:
Imaginar a Sorceres Supreme da dimensão das trevas, com todo o seu “amor bruto”, sendo uma mãe super protetora, pode parecer um tanto fora do personagem, mas isso não impediu Clea de ser assim para com Michael. Assim, apesar de amar muito a mãe e ter uma ótima relação com ela, ás vezes Michael acredita que ela está invadindo seu espaço.


Personalidade:
Quieto e reservado, poucos realmente conhecem o garoto que vive envolto de uma área de mistério e serenidade, chegando muitas vezes a nem ter sua presença notada, caso assim o deseje, graças aos seus hábitos silenciosos. Talvez por essas características, seja difícil, para aqueles que pouco o conhecem, perceber isso, mas ele é um idealista, capaz de fazer o impossível pelos seus ideais e no intuito de proteger aqueles que ama.
Outra de suas características marcantes é sua determinação, força e confiança, raramente mudando de opinião sobre algo. Por ser bastante observador, tendo uma percepção avançada em comparação a maioria, criativo e muito inteligente, principalmente pelo esforço para se tornar assim, Michael é o tipo de pessoa que está sempre buscando novas formas de resolver uma situação e analisando-as bem em busca de melhores soluções.
Justo e paciente, o garoto mede suas ações sempre em busca de um equilíbrio que seja proveitoso para todos, algo que por outra via o torna rígido e um pouco cabeça dura. Raramente percebe seus erros, mesmo que esteja sempre disposto a aprender com eles e a se redimir, e quando o faz pode ficar se punindo mentalmente por dias por não ter pensado em uma solução melhor.
Quando com seus amigos, uma outra faceta de sua personalidade se revela, mostrando um lado do garoto mais humano e real, um adolescente brincalhão, sarcástico e bastante protetor, que está sempre tirando brincadeiras e buscando irritar (não muito) seus amigos nos momentos bons, e alegrá-los nos ruins. Além disso, nessa faceta ele também se mostra um tanto inseguro, e ingênuo por acreditar que deve segurar todo o peso do mundo em suas mãos.


História:
Dizem que um verdadeiro herói se cria somente após conhecer a dor, Michael acredita nisso. Nascido em uma noite nublada de sexta-feira, foi profetizado em seus nascimentos que ele seria o mais poderoso feiticeiro a viver em nosso mundo, e em diversos outros, sendo até mesmo mais poderoso que seus pais unidos.
Assim, temeroso de que o garoto seria uma ameaça aos seus planos, o Barão Mordor, o sequestra e decidi treiná-lo para se tornar o nêmesis de seus pais. No entanto, para o espanto de Mordor, não importava quantos castigos o garoto sofresse seus poderes não se manifestavam e ao contrário ele só parecia mais perturbado falando com as paredes e por vezes ignorando completamente a presença do Barão. Isso durou cinco anos, antes que Strange e Clea finalmente o reencontrassem, foi nesse dia que seus poderes de necromante foram revelados, mas nada, além disso.
Depois disso o garoto, que não falara uma palavra nos primeiros dias, começou a se tornar um pouco mais solto e a treinar com os pais, ainda assim a vida dele não se tornou um mar de rosas, já que seu comportamento anti-social, sua maturidade maior que o normal e claro o faro de falar com espíritos o fez sofrer bulling durante a infância. Quando fez oito anos, uma nova guerra contra Dormandu se instaurou na dimensão das trevas, antigo mundo de sua mãe, e seus pais tiveram que ir até lá, nesse tempo Michael ficou no Instituto Xavier, onde fez amizade com Olívia e aos poucos com algumas outras crianças.
Cerca de um ano e meio depois, na véspera do retorno de seus pais a Mansão foi atacada inimigos de seu pai, que buscavam mata-lo para atingir Strange. Percebendo ser a causa do ataque Michael se entregou para proteger seus amigos, e mesmo aqueles que o desprezavam, foi aí que seus poderes se manifestaram, a energia mágica que o mesmo liberou foi capaz de destruí-los facilmente, mas gerou um problema: seu poder estava descontrolado.
A partir daí usando braceletes construídos por Strange com a ajuda de Stark e de Reed (ciência e magia) para absorver seu poder e liberá-lo em uma zona fora de perigo, Michael treinou para controla-lo tendo em seu coração o desejo de manter o equilíbrio no mundo, e proteger as pessoas. Aos quinze anos, graças á indicações de Olívia, Charles e do próprio Reed o garoto entrou para os Novos Vingadores, onde permanece até então.



Resistência ou governo? Por quê?
Governo, pois Michael considera que já passou da hora dos heróis serem responsáveis por seus atos. Afinal, sem o Tratado que os heróis tanto repudiam, milhares de pessoas perderam seus entes queridos, suas moradias e suas formas de sustento e nenhuma delas teve qualquer reconhecimento, ajuda ou mesmo um pedido de desculpa, tudo o que ouviram foi “Ás vezes uma morte é necessária para salvar milhares de vidas” e variações do mesmo.


Par;
Sim, para Michael não importa o sexo desse que seja uma pessoa capaz de entende-lo e tirá-lo da sua “caixa”, ver o mundo de modo menos sério. Alguém com quem no final das brigas, ele possa sorrir e dizer “podemos dar um jeito”, e que aja do seu próprio modo, não como um casal normal, mas como o tipo de casal que assiste filme de terror no dia dos namorados e tem tradições estúpidas. Mas que isso, alguém que o faça feliz e a quem ele faça feliz também.



Roupa de Batalha:



O que acha do Tratado?
Apesar de concordar com o Tratado, Michael não o vê como a solução absoluta e sim como algo que com esforço e união dos heróis pode ser modificado e organizado até ser a melhor solução. Até porque qualquer projeto de lei pode ser trabalhado sobre e a “resistência” não oferece isso, ou qualquer solução duradoura para o problema.


O que seus pais acham sobre o lado que você ficou?
Seus pais, principalmente Stephen, acham que Michael deveria ter ficado neutro sobre ele e se preocupado mais com questões “menos mundanas”, apesar disso eles entendem que o garoto está lutando pelo que acredita e respeitam isso.


Relação com Margô:
Quando a conheceu pela primeira vez, Michael acreditou que ela seria uma boa amiga, apesar de não se aproximar muito da mesma por considerar que o jeito dela contrastava com seu jeito quieto, a admirando como pessoa. No entanto, com os acordos ele se afastou bastante dela, não por odiá-la ou algo assim, apenas por não entender ou ver qualquer motivo para a decisão da garota, para ele parece algo forçado uma “rebeldia sem causa”.


Relação com Alysson:
Por algum motivo, assim que a viu Michael teve certeza que não ia gostar de Alysson, algo na Stark o deixava um pouco perturbado. Mesmo assim por intermédio de Olívia acabou realmente conhecendo a garota e por incrível que pareça os dois se tornaram grandes amigos, e Alysson se tornou exemplo de alguém que ele respeita e admira verdadeiramente.
Mas apesar disso, e de estarem no mesmo lado, Michael ainda teme que como seu pai fez um dia, Alysson vá deixar seus sentimentos e as opiniões alheias falarem mais alto que sua mente e tomar atitudes que acabem injustificadas pelos acordos e ainda que não os levem a lugar nenhum (como por exemplo o “Clor”).


Relação com Olívia:
Durante um tempo, graças a o já mencionado conflito na Dimensão das Trevas, Michael acabou tendo que morar com os X-man. Nessa época por ser um garoto estranho, ele não tinha qualquer amigo e passava seus dias sozinhos, alternando entre ler, ouvir música e estudar em silencia embaixo de uma arvore.
Olívia, nesse tempo havia chegado à mansão a menos de um ano, e como ele vinha enfrentando problemas de socialização, até que um dia ela se sentou ao lado dele e os dois passaram a compartilhar o silencio. Isso durou por quase duas semanas, quando ao ser “visitado” por um espírito Michael acabou “falando sozinho”, depois disso ele olhou para ela esperando que a mesma fosse embora e sem coragem de perguntar por que a mesma não o fizera. Depois de um tempo, ela sorriu e disse “O que foi? Todos nós somos estranhos, não se sinta especial por isso”, depois disso os dois passaram a realmente conversar e viraram grandes amigos, praticamente irmãos.
Mesmo estando em lados opostos, ele continua a admirando e considerando-a uma amiga, sendo a única entre os rebeldes da qual ele entende as causa, pois ao seu ver Olívia é uma das únicas que tem motivos reais para desconfiar do governo enquanto a maioria dos outros só “não gosta de ser controlado”. Dessa forma ele nunca conseguiria mata-la ou causa-la qualquer dano sério.


Algo mais?
É alérgico a morangos, podendo enfrentar dificuldades respiratórios se consumi-lo por causa de um fechamento na garganta.

Quando nervoso, começa a misturar os idiomas que aprendeu (menos linguagens de sinais) e usá-los todos de uma vez.

É demissexual, ou seja, só consegue se sentir atraído por uma pessoa depois de estabelecer um vinculo psicológico, intelectual ou emocional (ou tudo isso junto), com o parceiro.


Favoritou?
Sim, com prazer.

Leu as regras?
Mas é claro, e devo dizer que concordei com elas.

Vai comentar?
Yep, sendo que caso não o faço justificarei primeiro.




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...