~Kittilitti

Kittilitti
Call me Kitti <3
Nome: Lívia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Moji das Cruzes, São Paulo, Brasil
Aniversário: 15 de Março
Idade: 14
Cadastro:

Ficha


Postado

Ficha

PALAVRA-CHAVE:

Lotto (como eu amo essa música <3)


Nome completo:

Lee Min Ye Cool – 리 너희 최소
(Ela não costuma usar o sobrenome de sua mãe)



Data de nascimento:


Nascimento - 15/03/1997




Signo:

Ocidental - Peixes / Oriental - Boi (Búfalo)



Aparência:

~ Park Hye Min ~











Ye tem seus cabelos naturais em uma cor mais acobreada, é ruiva na verdade, mas ela adora pintar as madeixas de cores variadas, atualmente seus cabelos estão em tons entre rosa pink e roxo escuro. Seus olhos são azuis bem claros, e sim, são naturais. Seu corpo é proporcional à uma moça de 1,78 m de altura, apresenta algumas curvas aqui e ali e sua pele é total e completamente branca, ela não gosta muito do sol.



Nacionalidade:

Coreana



Cidade & País onde nasceu:

Seul - Coreia do Sul



Personalidade:

Ye é alegre, de bem com a vida. Gosta das coisas simples que acontecem, como quando o céu está estrelado ou quando o pôr do sol está divino. É uma menina diferente das outras e seu maior segredo é não se importar com nada do que falam sobre ela. Nada a ofende e só chora quando ouve a música “Peter Pan” do EXO, nem ela sabe o porquê. Pra ela, chorar na frente dos outros não é como se demonstrasse fraqueza, mas sim mostra o quanto a pessoa é realmente forte, pois o "chorar na frente de outras pessoas" é um grande tabu, não é mesmo? Uma outra coisa que a faz chorar é lembrar de seu primeiro amor, mas ele evita ter esses pensamentos, pois nem lembrando dele deveria estar...

No geral é uma menina feliz, principalmente quando faz seus vídeos - e isso a faz muito feliz. Em apenas um momento está emburrada: quando acabou de acordar, ela não fala com ninguém nesse estado e fica com uma cara estilo D.O da vida, ela realmente não gosta que a acordem, principalmente gritando. Ela se irrita profundamente quando a assustam e quando ficam discutindo com ela, aí sim ela levanta a voz.

Quando está triste ela fica muito carente, sai pedindo abraços a todos as pessoas e gosta de ter contato físico nesses momentos de tristeza. Costuma estar sempre sorrindo e gosta de ajudar os outros. Tudo o que aconteceu em sua vida também a fez mais forte, sabe que não deve ficar remoendo as coisas do passado, sabe que o tempo não volta e que o show deve continuar. Pensa na vida como um desafio a ser cumprido, sim, a vida é um desafio. Não tende a ficar se lamentando, não! Na verdade, o que menos faz é ficar pensando nas coisas ruins.

É também, uma moça de palavra, nunca prometeu algo que não pudesse cumprir, e isso continua até hoje. Também é bem perfeccionista, que muito de si e faz de tudo para conseguir fazer as coisas de um modo perfeito. É organizada e quer tudo em seu devido lugar, não gosta de quem desorganiza as coisas e pega no pé de quem é assim.



História:

Ye - como prefere ser chamada - nasceu em Seul, a garotinha mais nova entre dois irmãos que já apresentavam sete anos de idade, sim, são gêmeos. Sempre mimada, Ye viveu em meio a grandes coisas, enquanto sua mãe não parava por causa das constantes seções de fotos e seu pai não saía de seu escritório, cuidando da empresa da família. Os únicos que permaneciam com a pequena Min Ye em suas longas manhãs eram Minhyuk e Mingyu – frutos de um antigo amor de Hoo, seu pai. Quando a menina finalmente completou quatro anos de idade, foi para a escolinha.
Por ser alta desde pequena, já chamava a atenção e, por permanecer com os cabelos ruivos, chamava cada vez mais. Todos gostavam da alta fofinha que era Lee Min Ye. Foi crescendo e, sempre ao seu lado, Woo Any Mi, sua melhor amiga para tudo. A vida da grandinha era perfeita, afinal, nada acontecia mesmo, seus maiores desafios eram os desenhos difíceis das aulas de artes, que ela até que gostava de fazer.
Aos sete anos, com os irmãos com quatorze, foi mudada de escola, para uma maior, melhor e mais difícil, essa no Brasil - a família havia se mudado por questões empresariais. Any foi deixada com muitas lágrimas, mas a grandinha nada podia fazer além de banhar o rostinho coberto de sardas pelas gotas salgadas que transbordavam por seus olhinhos claros. Naquela escola, era chamada de estranha e anormal, seus cabelos continuavam alaranjados, os olhos permaneciam claros, ela continuava alta, o que havia mudado então? Ah... As pessoas! Na escolinha ela era amada por realmente ser diferente, já nessa, suas diferenças ameaçavam as menininhas coreanas, que começavam a maltratar a "Anaconda", como a chamavam. E piorava quando lembravam que a menina era coreana e seu português ainda saía um pouco estranho.
Assim se passaram os anos, com ela sendo alvo de bullying pelas meninas, sendo camada de todos os nomes ofensivos possíveis. No túnel, não havia uma luzinha no fundo, nada poderia ser visto. Nunca haviam encostado um dedo em Ye, por isso ela nunca reclamou. Mas, em um frio dia de inverno, no auge de seus onze anos de idade, Letícia Vasconcelos, a "líder" de todas as colegas más, resolveu que o rosto de Min Ye era muito bonito, assim, desferindo alguns socos pelo rosto da menina, que nada fazia para se defender, afinal, força era algo que ela não tinha. Abaixando a cabeça, deixou com que o estrago fosse feito. Seus irmãos não mais estavam ali por ela, sua mãe trabalhava cada vez mais, o pai havia viajado aos States, também a trabalho. Se via sozinha.
As gotas de sangue começaram a escorrer assim que a lamina deslizou horizontalmente pelo pulso de Ye. Estava sozinha em casa e aquela parecia a melhor opção. Deixou com que o sangue secasse e logo se deitou, pensando em como a vida poderia ser tão boa para alguns e tão ruim para outros. Seus irmãos, um atleta no basquete e outro no vôlei, ambos praticavam boxe e artes marciais. Sua mãe, modelo famosa, sempre alvo de vários flashes, esses, sendo profissionais ou não; ela estava evoluindo, ela fugia um pouco das câmeras que apenas tiram fotos para seguir carreira com aquelas filmam. Seu pai, empresário de renome, sempre viajando a trabalho, não sabia muito sobre o mesmo, sempre ocupado, raras foram as vezes que trocaram palavras, essas de carinho ou não. E ela? Era apenas mais uma bailarina daquela sala de ensaios, treinando para que algum dia estivesse em um palco, vendo sorrisos de pessoas serem formados enquanto seu corpo seguiria as notas de uma música qualquer escolhida por sua professora. Sim, só isso... Mas era isso!
Ela sabia que alguém, em algum lugar da Terra se importava com ela, e cada vez que se lembrava dos rostos parecidos de seus irmãos, sorria lindamente. O tempo foi passando e ela cada vez crescendo mais, aos quatorze anos já possuía 1,75 m de altura, e isso a assustava. Sim, sua mãe era alta, 1,80 m para ser mais exata. Seu pai também era um poste, 1,89 m. Seus irmãos? Ha! Minhyuk 1,90 m e Mingyu 1,90,5 m. Como dizem: "Filho de peixe, peixinho é!", então, "Filho de gigante, gigantezinho é!". Para ela, isso era horrível, ser a mais alta da escola, só perdendo para os alunos do ensino médio e para um dos funcionários de lá, que tinha 1,91 m, diga-se de passagem. Seu único sonho era poder olhar para cima ao encarar alguém que não fosse muito mais velho que ela.
Continuou sozinha por algum tempo e começou a exercitar a voz em casa mesmo, pegando alguns exercícios de respiração na internet e começou, assim, a cantar. Sua voz chamou a atenção de alguém na rua, pois a menina costumava cantar em uma praça próxima de sua casa - depois da escola, claro -, assim, alguns pedestres começaram a parar e prestar atenção na menina que cantava e alguns dias até dançava por ali. O objetivo de Ye não era levantar dinheiro com isso, mas alguns transeuntes começaram a deixar pequenas notas de wons ali, dentro da capa de seu violão, ao qual usava para compor as melodias para as músicas que cantava. Ela não precisava daquilo, a família era rica, no entanto, ao pedir para uma senhora conscientizar os outros sobre esse fato, ela lhe respondeu que aquele dinheiro estava sendo mérito dela e eles só estavam lhe dando pois ela cantava - e as vezes dançava - muito bem. Ela sorriu agradecendo à mulher com um reverenciar.
E não parou por aí. Seus irmãos, por serem atletas renomados, foram classificados para as olimpíadas que ocorreriam em um país longe do Brasil, onde estava morando. Minhyuk e Mingyu resolveram levar a pequena Min Ye com eles, assim, a menina teve que viajar. No país era considerada linda, os cabelos acobreados chamavam a atenção, uma coreana ruiva?! Como assim?! Pois é... Ela era descendente de uma Estadunidense! Lá, conheceu um garoto, seu nome? Lukas! Sim, seu nome era Lukas... Com "k" mesmo, porque ele é chique! Ficaram amigos e começaram a sempre se ver. Os gêmeos ficariam no país até o final das Olimpíadas, assim, dando bastante tempo para os amigos ficarem juntos.
Sim, eles aproveitaram esse tempo. Zeraram vários jogos lado a lado, foram a parques, assistiram a vídeos e filmes na casa temporária de Ye e na casa de Lukas. Foram felizes. Até os irmãos da menina de 16 anos, na época, adoravam ao garoto, apoiavam a amizade dos dois e gostavam dele perto dela. Bem, isso até o incidente acontecer... Lukas pediu Min Ye em namoro, e, assim... Com os hormônios à flor da pele pela idade, ela acabou aceitando e eles começaram um namoro, estranho, por assim dizer... Eles ficavam grudados demais, ficavam juntos demais, eram muitos "eu te amo!" jogados no ar e, o vento levou... Ye acabou desconfiando de algo e bem, ela não estava errada... Um mês, seis dias e quatro horas - sim, ela contou - foi o tempo que eram namorados, até aquele fatídico dia em que Ye resolveu visitar ao "Lulu" e encontrou o homem de dezenove anos em cima de uma put*.
Ele tentou se explicar mas, seguindo o conselho de uma amiga, ela resolveu não perdoá-lo.
Voltou ao Brasil já nem lembrando dele - mentira - mas fingia não lembrar. Continuou sua vida e, aos 16 anos, teve a ideia de criar um canal. Era apenas brincadeira, mas começou a tornar-se sua vida. E agora está aí, Min Ye sendo uma das mais famosas youtubers do Brasil e do mundo - até porque ela fala português, coreano e inglês.



Gostos:

Cantar
Olhar as estrelas
Pôr do sol
Nascer do sol
O canto dos pássaros
Coisas fofas
Borboletas
Saltos acrobáticos
Corujas
Ursos de pelúcia
Brincos, pulseiras, anéis e colares/correntes
Sonhar
Andar de patins
Chocolate meio amargo
Prender o cabelo em uma trança
Roupas confortáveis
Dormir
Perfumes (tem uma coleção de 12 diferentes)
Converse high’s (também tem uma coleção de 20 pares de cores diferentes, seu favorito é o preto)
Pudim de leite condensado
Comida japonesa (gosta de wasabi)

Favoritos:
Cor: Verde água
Número: 7
Séries: ShadowHunters e Pretty Little Liars.
Dramas: Boys Over Flowers, Good Morning Call, Never Die e Love Cells.
Esportes: Natação, ciclismo e basquete.
Artistas: JYP e T.O.P
Filmes: João e Maria – caçadores de bruxas, Pixels, A Lenda de Tarzan e Esquadrão Suicida.
Acessórios: seus brincos e converse high’s.
Livros: Harry Potter, As Crônicas de Nárnia, Peter Pan e Alice no País das Maravilhas.
Músicas: Don’t go – EXO, U R SO CUTE – 24K, Closer – OH MY GIRL, Good Boy – Taeyon & GD, Fish – GOT7 e Puss in Boots – ASTRO. (vive colocando elas em seus vídeos).




Desgostos:

Comidas apimentadas
Pera
Sons suspeitos à noite
Desafinar, fazer movimentos na dança e saltos acrobáticos errados
Palhaços
Bonecas
Que gritem com ela
Histórias previsíveis
Que a acordem, principalmente gritando
Frio demais
Pesadelos
Chocolate branco
Que mexam em seu celular
Desordem
Que invadam seus vídeos sem mais nem menos




Nome do canal:

CrazyKorean



Número de inscritos:

2.000.000 - vai completar enquanto faz uma live esperando os 2 milhões, onde estará cantando e fazendo coisas aleatórias, subindo a hashtag #2MilhõesDeCrazy's, respondendo às perguntas feitas pelos fãs e apresentando (finalmente) seus irmãos em um vídeo.



Bordões que ele/ela usa nos vídeos:

~ Introdução ~
"Annyeonghaseyo meus queridos Crazy's! Ye online aqui!"

~ "Tchau" ~
"Annyeong Crazy's! Ye offline!" - e termina com uma continência.




Um breve resumo sobre o conteúdo:

É um canal de vlogs, onde Ye vive fazendo lives e gosta muito de fazer reactions à vídeos de K-Pop. Também faz tags e reviews de maquiagens, roupas, etc que compra pela internet (e ela compra muita coisa pela internet). As vezes joga alguns jogos também, seus preferidos foram "Ib" e "Castelo Mogeko" que tiveram ótima repercussão em seu canal. Mas é mais focado nos vlogs mesmo, onde Ye fala sobre vários assuntos.



História do canal e motivos para ter criado:

O canal tem três anos ao todo, vai completar 4 no dia 29/09/2016. Começou com pequenos vlogs e logo foi crescendo, ela começou suas aulas de canto e, assim, começou a cantar algumas músicas. A explosão do canal foi quando ela gravou um vídeo com Luba apresentando a ele o K-Pop um pouco melhor, assim, a menina conseguiu 900.000 inscritos no segundo ano do canal. Agora vem fazendo vários vídeos com grandes youtubers e vem ganhando cada vez mais inscritos. Além de fazer seus próprios vídeos, é claro.

Seus principais motivos foram: estar sem nada pra fazer - e ela detesta ficar parada, suas aulas de dança já não lhe dizerem mais nada, estar sozinha.




Tem algum youtuber rival? Se sim, qual? :

Digamos que não goste de ninguém da ADR, retirando Kibox, Mateus Monteiro e Italo.



Youtuber’s amigos:

Luba
T3DDY
Cellbit
Felps
Tazercraft (Pac e Mike)
Febatista
Você Sabia? (Lukas e Daniel)
Alan (EDGE)
Satty
Edson Woo
Iago (Iago Aleixo)
Mori Mura




Par:

Rafael Lange - Cellbit



Se conheceram durante um evento que ocorria no Brasil, quando o canal de Ye permanecia com 987.056 inscritos, lá pelo meio do terceiro ano do canal. Juntos no palco, fizeram palhaçadas juntos e fizeram a alegria do público. Trocaram celulares ali mesmo enquanto permaneciam no palco, sorrindo um para o outro. Um "awww" foi ouvido pelo local seguidos de gritos "Beija! Beija! Beija!". Riram um pouco mas logo Ye começou a negar freneticamente. Mas o que aconteceu depois foi um tanto quanto curioso: Cellbit envolveu a cintura de Min Ye com força, dando-lhe um belo de um beijo estalado... No rosto. Um gemido de insatisfação foi ouvido, mas os fãs até que gostaram do "beijo". Continuaram o show normalmente. Quando saíram de lá, foram convidados pelos amigos de Rafael para um jantar - lanche - e a fome estava grande, Ye não recusou. Durante as zoeiras e o vídeo que estava sendo feito pelo próprio Cellbit, começaram a fazer desafios. Os primeiros foram bem light, até que Alan começou a pedir para os fãs no twitter. Começaram a pedir um beijo "de verdade" de Cellbit com Ye, e que fosse mostrado em vídeo. Ye corou no mesmo momento em que Alan leu o comentário, Felps começou a rir igual um abestado da menina, Cellbit a encarou com a câmera. A menina sorriu e o outro também, Rafael passou a câmera para Luba - que também estava lá, junto à sua namorada - e envolveu a menor em seus braços. Um beijo de língua foi dado. No final, foram aplaudidos pelos amigos. Quando se separaram naquela noite, se despediram com um beijo casto, com ambos corados completamente. Começaram a conversar por whatsapp e logo viraram amigos, começaram a gravar vídeos por skype e logo estavam gravando juntos em outros eventos. Os fãs começaram a "shippa-los" fazendo o shipp Cellye, mas ambos negavam qualquer tipo de envolvimento além de uma forte amizade que foram construindo durante os anos. Mas no fundo, ambos se amam, mas não querem se declarar por medo de serem rejeitados e estragarem a sua amizade. Por isso, se tratam como Cellbit trataria Felps, são muito amigos mesmo, já se viram até nus - e não, não fizeram nada. Toda vez que alguém os lembra do beijo, dão um jeito de desconversar, pois sentem um pouco de vergonha por terem mostrado isso em vídeo, pois mesmo sendo um desafio, o beijo teve química.


Família:

Mãe
Stephanie Cool
Americana
Modelo e atriz
37 anos
Viva



Relação: quase nunca se falam, mas Ye ama muito a mãe. Quer seguir o exemplo dela e se tornar uma mulher de sucesso. Quando Stephanie volta para casa, em eventos raros em que tem pausas em sua carreira, Min Ye aproveita ao máximo sua mãe, elas saem e fazem coisas que mãe e filha fariam normalmente, mesmo Stephanie sendo alvo de vários flashes durante esses programas mãe e filha.


Pai
Lee Min Hoo
57 anos
Empresário
Coreano
Vivo



Relação: não se falam nunca, seu pai nunca está em casa e Ye quase nunca lembra dele.


Irmão
Lee Min Gyu Cool
26 anos
Atleta no vôlei
Coreano
Vivo



Relação: são bem próximos, ele é o irmão que mais fica com Ye. São confidentes e adoram irritar Minhyuk, é o passatempo preferido de ambos.


Irmão
Lee Min Hyuk Cool
26 anos
Atleta no basquete
Coreano
Vivo



Relação: são próximos, mas nem tanto quanto Ye é próxima de Mingyu. Ela ama irritá-lo e ele ama chamá-la de baixinha - pela mesma ser mais baixa que ele. Mas se amam muito.




Tem alguma doença e/ou alergia?:

Tem alergia à morango.
Tontura - por ser alta demais, o estrogênio (hormônio do crescimento) está em grande quantidade em seu corpo e ela não come. A falta de açúcar no salgue somada ao excesso de estrogênio causa uma grande tontura, e pode levá-la a desmaiar se não comer algo doce.



Ele/Ela é outra coisa além de youtuber? Se sim, o quê?:

Modelo e cantora (amadora mas canta).


Algo á mais?

Pode fazer o Cellbit ter pelo menos 1,81 de altura por favor?! Obrigada!

Tem uma gatinha siamesa chamada Mya - ela vive aparecendo nos vídeos de Ye




Qualquer coisa é só me pedir!



Escutando: Beautiful - Baekhyun / Lotto - EXO / Why - Taeyeon
Comendo: Com fome, mas isso relevamos...
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...