~Kittilitti

Kittilitti
Call me Kitti <3
Nome: Lívia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Moji das Cruzes, São Paulo, Brasil
Aniversário: 15 de Março
Idade: 14
Cadastro:

Ficha para - Fanfic Cool Hot Sweet Love


Postado

Ficha para - Fanfic Cool Hot Sweet Love

Nome completo:

Choi Yuna


Apelidos:

Yu – todos a chamam assim pelo simples fato de ser o início de seu nome, ela já se acostumou a ser chamada assim.
Coelho – foi chamada assim primeiramente por seu irmão, gostou do apelido e não liga quando a chamam assim.
Sweetness – apelido carinhoso dado por Rap Monster, ela adora ser chamada assim por ele, mas apenas por ele.
Angel – não sabe porque mas odeia ser chamada assim, e seus amigos normalmente a chamam assim para vê-la irritada.


Idade:

16 anos


Data de nascimento:

31/12/1999 às 23:40 h


Nacionalidade:

Coreana


Cidade e país natal:

Busan – Coreia do Sul


Aparência:

Yuna é bonita. Seu rosto é angelical, suas feições são, na maioria das vezes alegres e infantis. O nariz é fino e arrebitado, o que fica bem com a boca fina e delicada. Seus olhos puxados são castanhos escuros, chegando próximos ao negro, mas ela costuma usar lentes de contato mais claras. Seus cabelos, em seu natural, são castanhos claros, mas atualmente se encontram loiros e suas pontas estão rosas, se prendê-los em Maria Chiquinhas, fica parecendo a Arlequina. Sua pele é um pouco mais bronzeada que a das coreanas, mas não chega ao padrão brasileiro. Seu corpo escultural dá de dez a zero em muitos por aí, sua barriga é sequinha o que acompanha os seios fartos, o bumbum durinho e as cochas grossas. Suas mãos são delicadas e seus dedos compridos, ótimos para o prática do piano que tanto ama. Seus pés são um pouco desproporcionais para sua estatura média, calça apenas 36.




Altura:

1,67 m


Peso:

50 kg


Personalidade:

Yu é alegre, animada, criativa, de bem com a vida, feliz e sorridente, quando acha necessário. Ela não e bipolar, longe disso, ela apenas acha que ser legal com todo mundo é, além de ser cansativo, desnecessário. Quando alguém a trata mal, é meio impossível ela ainda ser legal com a pessoa, uma coisa que não sabe ser é falsa, fala tudo para a pessoa mesmo, nunca fala pelas costas. É muito verdadeira e, se for realmente amiga daquela pessoa, vai fazer de tudo para que a faça feliz, mesmo que possa chateá-la com seus comentários extremamente sinceros, se lhe perguntarem “Estou bonita(o)?” e a pessoa não estiver ela responderá um grande e claro “Não!”, mas logo vai ajudar a pessoa a se arrumar melhor. Sempre está lá pelos amigos, nunca os deixará na mão nem falará mal deles nunca, enquanto estiver viva, com eles é sempre a menina alegre e cheia de si, amiga até nos piores momentos, será sempre verdadeira, a amiga que todos querem ter.
O momento em que é mais feliz é quando está dançando, seu corpo se meche conforme a música, sensual ou mais animada, ela sempre saberá os movimentos. Se precisa fazer acrobacias é quando fica mais elétrica, ela adora esse tipo de coisa. Quando canta também parece a menina mais feliz do mundo, e seu canto é doce e bonito. Seu rap é bom, mas ela não gosta de fazê-lo.
Pode ser a pessoa mais sexy do universo, ela consegue seduzir qualquer homem que quiser com apenas um olhar. Sempre se esconde novas pessoas, mesmo sendo sociável, é muito tímida, e num primeiro momento sempre se esconderá atrás de quem conhece, nunca vai falar com outra pessoa sem alguém ao seu lado. Pode ser fofa, mesmo que seu aegyo esteja escondido em algum lugar na escuridão de seu ser, alguém sempre consegue encontra-lo e fazê-la esboçar carinhas fofas.


História:

Yu nasceu em Busan, na Coreia do Sul em uma família feliz. Cresceu aprendendo artes marciais com seu pai e saltos acrobáticos com sua mãe, seu irmão mais novo sempre com ela como seu melhor amigo. Quando completou cinco anos começou a cantar e a dançar. Aos sete já fazia pequenos shows em seu bairro, era prestigiada por todos os vizinhos que diziam sempre “Essa menina é um prodígio!”.
Aos oito anos, porém, aconteceu um acidente. Sua família viajava a passeio com destino à praia Haeundae, quando o pai da pequena Yuna perdeu o controle do carro colidindo a outro que vinha na direção contrária. O ocorrido foi feio, a família foi levada às pressas ao hospital mais próximo, todos saíram dali depois de alguns dias, mas apenas Yuna e Yuri vivos, seus pais haviam falecido.
A vida de Yu complicou daí para frente. Foi obrigada a morar com a avó, a quem odiava com todas as forças, a mulher controlava muito sua vida, desde quando havia nascido, não seria diferente depois. Com Yuri era muito diferente, a velhinha dava de tudo para fazer os gostos do menino, que por muitas vezes pediu as coisas à avó para dar à irmã mais velha por dois anos. A menina foi proibida de dançar e cantar, o que foi o cúmulo, fugiu de casa aos 10 anos.
Chegou em um estúdio abandonado, fazendo dali seu lar. Com a ajuda que recebia do irmão, que continuava a morar com a avó, conseguiu sobreviver no lugar precário, ele lhe levava comida, bebida, roupas, coisas para sua higiene e tudo o mais que precisava. Lá conseguiu continuar dançando, mesmo que sozinha. Fazia pequenas apresentações embaixo de um viaduto, algumas pessoas iam para lá apenas para verem a jovem de 14 anos dançar.
Aos 15 anos, em uma dessas apresentações, um olheiro percebeu a menina e chamou-a para uma audição para a escola de artes. Meio receosa, mas confiante até o último fio de cabelo, foi fazer a audição. Passou lindamente e entrou para a escola, recebendo ajuda da mesma. Foi feliz a partir daí.


Gosta:

Cantar
Dançar
Acrobacias
Artes marciais
Sonhar
Escrever
Compor
Olhar as estrelas
Carinho na cabeça
Quem beija a ponta de seu nariz
Milk Shake de leite ninho
Sorvete de pistache
Coelhos
Qualquer tipo de doce
Músicas animadas
Falar em inglês
Seu notebook
Seu diário
Jogos de tabuleiro
Games arcade
Jogos em consoles
Maquiagem
Número 7
Converse high’s (tem alguns, seu preferido é o roxo)
Borboletas


Não gosta:

Pessoas arrogantes
Pessoas orgulhosas demais
Que mecham em suas coisas (principalmente no diário e os converses)
Que a chamem de Angel
Chá matte
Que tirem fotos de si sem sua concepção
Comida apimentada


Qualidades:

Sincera
Amiga
Confidente
Não sabe mentir
Gosta de ajudar


Defeitos:

Pode ser fria
Orgulhosa (mesmo que negue isso)
Deselegante (quando fala coisas sinceras demais)
Ciumenta (muito)
Vingativa (quando necessário)


Talentos:

Canto
Dança
Acrobacias
Artes marciais


Matérias que mais gosta:

História da música
Música
Dança
História da dança
Inglês


Matérias que menos gosta:

Matemática
Atuação
Coreano
Pintura


Foco em:

Canto e dança

~ representam ~

Canto – Tiffany (SNSD)


Dança – MiU (WAVEYA)


Rap – Every



Estilo:

Seu estilo não pode ser descrito com palavras, ela usa o que lhe vem à cabeça no momento em que se veste, não tem uma moda que siga ou coisa parecida, ela apenas usa o que lhe faz sentir bem.

~ Inverno ~




~ Verão ~




~ Casual ~




~ Festas ~




~ Aulas ~




~ Roupas de Banho ~




~ Formais ~




~ Pijamas ~




~ Baile ~




Família:

Mãe – Lee Mi-Cha (faleceu quando a filha tinha 8 anos)

Sempre foram bem próximas, e com sua morte Yu quase entrou em depressão, apenas ficou bem pelo irmão. A ligação delas era forte, eram mais que mãe e filha, eram melhores amigas.



Pai – Choi Ji-min (faleceu quando a filha tinha 8 anos)

Eram próximos, mas nem tanto quanto ela com a mãe e ele com o filho. Eles se amavam, mas raramente demonstravam isso com ações e palavras, o que fez com que Yuna se sentisse culpada por não ter dito “Eu te amo!” o suficiente.



Irmão – Choi Hyun

São mais que irmãos, são uma família inteira apenas os dois. São o mais próximos o possível e sempre que podem estão juntos. Se amam profundamente e demonstram isso muito com vários e rápidos selares, são irmãos, afinal, nunca ficariam juntos.



Avó – Lee SunHee

Ela a odeia com todas as forças, e o sentimento é recíproco. Ambas não se falam mais dês da fuga da menina, e nem fazem questão disso. Se algum dia, por intervenção do destino, se reencontrarem, não sabemos o que acontecerá, mas coisa boa não será.




Couple:

Rap Monster <3








Primeira impressão:

Foi um tanto quanto engraçado, por assim dizer.
Andando distraída pela escola, Yuna estava apenas “moscando” por aí, tinha chego bem antes do sinal tocar. Com seu Milk Shake de ninho em mãos, observava algumas borboletas voarem próximas a si, ela adorava as cores que as aladas tinham, eram tão completamente bonitas. A garota, porém, não sabia que estava sendo observada por um pequeno grupo de garotos, onde apenas um deles parecia extremamente nervoso, suas mãos suavam frio. Ao sentir estar sendo encarada descaradamente pelas costas, virou-se, de deparando logo com aqueles cabelos tingidos com um vermelho fosco que logo lhe chamaram a atenção. Ele mascava um chiclete. A garota, mesmo tímida, fez sinal para que o outro se aproximasse mais. Os amigos dele sorriram e empurraram o mesmo para a garota que apenas sorriu e colocou uma mecha do cabelo castanho para atrás de sua orelha esquerda. Já juntos, começaram uma conversa desajeitada, não sabiam o que falar, muito menos esboçar reações maiores que sorrisos tímidos e trocas de olhares. Depois de pelo menos três minutos sem falarem uma palavra, quando Rap Monster se preparou para falar, uma amiga de Yu chegou e a puxou para junto de si, “Assunto urgente!” afirmou a que atrapalhava. O problema foi quando foram separados, não se sabe como, nem porquê, mas um bracelete do garoto se enroscou ao casaco de renda da menina, assim rasgando-o com a força do puxão da amiga de Yuna. Constrangido, Namjoon ofereceu seu casaco de couro preto à menina. Ela ainda guarda-o com todo o amor e carinho.


Algo a mais?

Ela não dorme sem estar agarrada a algo ou alguém, pode ser desde um travesseiro até pessoas, se não tiver algo ao seu lado ao qual possa agarrar, não dorme.


Alguma dica para a fic?

Faça o seu melhor, já será o suficiente <3


Irá comentar e acompanhar a fic?

Com toda a certeza ^-^




Tachuzinho ^-^

Escutando: AOA - T.M.Revolution
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...