~not_a_princess

not_a_princess
Panterona
Nome: ✖Caju✖⭐Cajuina⭐
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 12 de Novembro
Idade: 17
Cadastro:

☆Infected☆


Postado






Estou infectado










🔱Nome:
Beatrix Belbonie Black (ninguém realmente sabe seu nome e ela prefere assim. Para todos os casos, a chamem apenas de B.B, a forma que é conhecida desde que se lembra)

🔱⧝Idade:
16 anos. Nasceu em 02 de novembro, sendo assim escoporniana ♏

🔱Nacionalidade:
Americana.

🔱Aparência:
É simplesmente impossível olhar para B.B e não pensar em felinos. A jovem garota possui misteriosos e fugazes olhos verdes, circundados por uma grossa camada de cílios bem curvados e longos, sobrancelhas que casam perfeitamente com o formato de seu rosto. As maçãs do rosto são proeminentes e com coloração de pêssego, o nariz é reto e bem desenhado. A boca carnuda, rosada e muitas vezes torcida em um sorrisinho desdenhado possui dentes alinhados e brancos.
Cabelos curtos, de um loiro puxado para o mel, cacheados. Corpo ainda em formação, mas atlético, forte e incrivelmente flexível.






〰Camren Bicondova

🔱⧝História:
B.B é órfã, desde que se lembra, seu lar era o orfanato Saint Marie para damas, mas se espera que a história dela seja algo sofrido e que por isso sua personalidade será de um pobre anjinho, sinto desaponta-los. B.B costuma dizer que seus pais foram estúpidos em abandonar alguém tão incrível como ela, e não diz isso em tom de brincadeira. Diferente da maioria dos órfãos que conheceu, B.B nunca se preocupou em descobir de onde veio ou quem são seus pais biológicos, para ela não importa de onde você veio, e sim para onde vai.
Desde muito pequena ela já demonstrava ter uma personalidade forte, talvez seja por isso que passou boa parte da infância mudando de lares adotivos, mas sem nunca encontrar uma família que gostasse dela. Ela nunca fez drama ou se importou com isso, B.B falava que se fosse adotada, a família deveria gostar dela como ela realmente é, não iria ficar agindo como um cachorrinho com o rabo entre as pernas para isso. No orfanato não tinha muitos amigos, as garotas a detestavam, as freiras consideravam-a uma mal influência. Havia apenas uma pessoa que gostava de B.B: a madre superiora do orfanato, Judith Black. B.B também gostava da madre e não foi nenhuma surpresa para ninguém que ao se aposentar, tendo 73 anos, Judith decidiu adotar B.B, que na época tinha 10 anos.
Ainda hoje B.B se lembra da cara de raiva de todos quando Judith anunciou que ia adota-la. No seu último dia, B.B sorria falsa e descaradamente para todos e, ao entrar no carro da madre, mostrou o dedo do meio para as freiras e outras órfãs que assistiam aquela cena, com muita indignação, do portão do orfanato.
Durante três anos, morar com Judith fora o paraíso para B.B, a garota tinha frequência e notas perfeitas onde estudava, também fazia curso de ballet clássico e ginástica artística ( por isso sua tamanha flexibilidade) e, mesmo odiando profundamente, todos os domingos acompanhava Judith para a celebração da missa na igreja matriz. Mas como nem tudo pode ser perfeito para sempre, chegou o fatídico dia.
B.B tinha apenas 13 anos quando aconteceu.
Ela não havia ido para a escola naquele dia, estava com um resfriado e a madre preferiu mantê-la em casa descansando. A madre havia feito sopa de abóbora e chamara a jovem para comer. As vezes, B.B ainda é capaz de sentir o cheiro e a textura da sopa quando fecha os olhos. Estava na cozinha, comendo a sopa e conversando com Judith quando tudo aconteceu. De repente tudo ficou escuro, quando B.B acordou, procurou Judith, mas não encontrou nada além de cinzas, escombros e destruição. Não sabia como havia sobrevivido àquilo, mas estava lá, a única coisa com vida naquele meio.
Ela não teve tempo de chorar, por mais que o quisesse fazer. Tinha que encontrar um meio de continuar viva. E foi isso que fez. É isso que tem feito nos últimos 3 anos. Se ela saiu não apenas respirando, mas com certos "poderes" quando poucos o fizeram, B.B lutaria pela nova chance que lhe foi dada.
E é como dizem:
Gatos têm sete vidas, e B.B usou apenas uma delas.


🔱Personalidade:
Não é só na aparência que B.B é igual a um felino, sua personalidade também faz jus. Como um gato, B.B exala mistério. Você não consegue dizer o que se passar cabeça dela, a não ser que ela quer que você saiba. Não precisa falar para demonstrar seus sentimentos, a garota possui toda uma linguagem corporal e expressões faciais que falam mais que 1000 palavras. É uma garota sorrateira, ardilosa, maliciosa ou quaisquer outros sinônimos que possa dar a essa palavra. Ela sabe como agir às escuras, movimentando seus pauzinhos sem que ninguém perceba. Aliás, embora seja a garota que não apenas chama atenção, mas que gosta de fazê-lo, B.B também sabe fazer coisas escondidas como ninguém, como entrar e sair despercebida, como uma verdadeira gatuna. Também é muito esperta, sempre foi uma causadora de problemas, mas raras as vezes que precisou de alguém para sair de um problema, os neurônios da garota funcionam bem e ela faz bom proveito dos mesmos. Tem um raciocínio rápido e uma mente que ou é brilhante ou completamente insana. B.B prefere pensar que é brilhante, embora as vezes tenha suas dúvidas.
Sempre tem um plano A, B, C e a maioria deles, embora não sejam ortodoxos, funcionam bem. É uma ótima atriz, quando assume um personagem, ela vai fundo e consegue te enganar mesmo que você tenha conhecimento da personalidade ardilosa dela. Uma coisa que chama muito atenção em B.B são seus movimentos, ágeis, graciosos, quase como se fossem uma dança, como um gato anda antes de pegar o rato.
Alguns pensam que por causa da pouca idade, B.B é apenas uma pobre garota indefesa. Ela ri da cara desses. Desde muito cedo, a vida a ensinou (de uma forma nada doce) que o mundo é um lugar cruel, e quem consegue sobreviver tem que sujar as mãos as vezes. Essa "pobre garota indefesa" tem mais colhões que muitas pessoas com o dobro de sua idade.
Muitos conhecem B.B, mas poucos (aliás, apenas Judith) conhecem Beatrix, a garota por trás de tudo. Quando perguntavam a Judith como ela suportava B.B, a madre sorria e dizia:
Ela se mostra para o mundo como uma leoa selvagem, mas com carinho, amor e muita, muita paciência, vocês vão ver que ela é apenas um filhotinho de gato que foi abandonado e que tem que lidar com tudo isso sozinha. Eu só mostrei que ela não está sozinha.


🔱Medos/ Fobias:
Não é exatamente medo, mas B.B sente-se mal, de certa forma ameaçada, quando acontecem tempestades.


🔱Gostos :
-Felinos, B.B adora felinos e vice versa;
-Adora leite e café bem quente;
-Peixe, de todas as formas, sendo assado ou até mesmo cru;
-Da noite, B.B é sem dúvidas um ser noturno. Quando é noite, ela parece ganhar mais vida, até seus olhos enxergam melhor (e ela tem uma ótima visão);
-Dormir, se pudesse passaria o dia todo dormindo;
-Desafios, B.B simplesmente ama desafios;
-Bolo de chocolate com recheio de chocolate e cobertura de chocolate. O que pode ser melhor que isso?
-Caldos, sopas e mingau, especialmente sopa de abóbora;
-Gostos apimentados e ácidos;


🔱Desgostos:
-Cães, odeia esses pulguentos;
-Ratos, acha que são animais horríveis;
-Pessoas frescas;
-Que digam que ela não pode fazer algo por ser apenas uma garotinha;
-Sons muito altos e estridentes;
-Dias muito quentes;
-Tempestades.


🔱Par?
Yep. Pode escolhe.


🔱Como será a relação com o par:
B.B é arisca, por isso o par deve ser alguém que tenha paciência com ela, seja gentil, amigável e que aos poucos vá conquistando-a. Deve ser alguém que a faça sentir desafiada, alguém doce e bom, de certa forma um oposto.

🔱Manias/ Trivias:
-Morder o lábio inferior e fazer biquinho;
-Dar de ombros;
-Rolar os olhos. ⧝


🔱Poderes:
Capacidade de transformação em felinos (apenas felinos). Ainda na forma humana, possui audição, visão, velocidade e reflexos bem apurados -exatamente como um felino-.


🔱Está ciente de que seu personagem me pertence?
Yeah. Seja legal com minha gatinha.


🔱Algo a mais?
Nops.





















Estou contaminado


🔱Nome:
Benjamin Bringham Colins


🔱Idade:
22 anos. Nasceu em 03 de Setembro, sendo do signo de virgem ♍


🔱Nacionalidade:
Irlandês (nasceu na Irlanda do Norte)


🔱Aparência




〰Rupert Grint

Assim como sua mãe e irmãs, Benjamin tem cabelos ruivos que por vezes assumem cor tão clara como cobre, lisos e geralmente bagunçados. Possui olhos azuis tão claros que dependendo da luminosidade parecem ser verdes translúcidos. O formato de seu rosto é redondo, mas alongado.
As vezes fica com fios curtos da barba por fazer. Sua pele é branca, levemente bronzeada, e com algumas sardas. Seus lábios são rosados e carnudos. Possui dentes alinhados e brancos, por consequência de ter usado aparelho odontológico na adolescência. Seu sorriso é gentil, alegre e acolhedor, daquele tipo que faz você se sentir em casa.
É alto, mas não exageradamente. Seu corpo é forte e magro, por resultado das corridas matinais e boa alimentação.



🔱História
Benjamin é o único filho homem e o mais velho de Jules Bringham, uma confeiteira, é Reynaldo Collins, um professor universitário de Física. Morava em uma casa grande com seus pais em Belfast, capital da Irlanda do Norte. Logo, quando tinha dois anos, Ben ganhou uma irmã: Brigitte, ou apenas Brie. Os dois eram muito próximos e demasiadamente parecidos, alguns diziam que poderiam ser gêmeos. Desde cedo, era perceptível o quanto Ben era inteligente. Enquanto crianças de sua idade brincavam de carrinho e pique esconde, Benjamin montava quebra cabeças e fazia palavras cruzadas. Esses jogos, juntamente a livros e Brie eram suas únicas companhias.
Quando tinha oito anos e Brigitte seis, os pais tiveram uma nova criança: Beatrice, uma bebê de cabelos ruivos cacheados. Por mais que Bea tivesse levado mais alegria a aquela casa, com dois filhos estudando em um colégio caro e um recém nascido, o orçamento ficou apertado, portanto os pais não viram outra alternativa a não ser colocar Benjamin e Brigitte em um colégio público. O tempo passou e quando Ben tinha 11 anos, conseguiu uma bolsa escolar em um colégio interno, um dos melhores e que formavam excelentes alunos. O único problema era que esse colégio, a Academia Cheshire, se localizava em Connecticut, nos EUA. Ben queria estudar na Academia Cheshire, mas não queria se separar de sua família, mas no fim das contas escolheu ir pra Academia.
Benjamin sentia falta dos pais, da pequena Bea e, principalmente, de Brie, mas logo se acostumou a rotina da Academia e acabou fazendo alguns amigos. Era reconhecido lá, não apenas por ser inteligentíssimo, mas também por ser gentil, alegre e agradável. Algum tempo depois, quando tinha 15 anos, recebeu a notícia que sua mãe tivera sua terceira linda filha ruiva, Brenda.
Um ano depois do nascimento de Brenda, Benjamin se formou no Ensino Médio e escolheu como curso Medicina. Consegui passar com louvor pra a universidade de Washington DC, mudou-se pra lá e, depois de dois anos de curso, Brie conseguiu ingressar em Veterinária e passou a morar com ele.
Ele lembra-se daquele dia nitidamente. Aliás, de toda aquela semana.
Teria suas provas bimestrais e mal dormia ou comia para estudar. Brie estava preocupada e, depois de uma longa discussão, conseguiu convenser Benjamin a sair de casa e tomar um pouco de ar fresco. Ele o fez. Mas não voltara para casa. Nunca mais vira Brigitte ou algum rosto conhecido, nem naquele dia e nem nos três anos que se seguiram. Ele ainda tinha esperança, acreditava que se havia conseguido sair não apenas com vida, mas tão "diferente" sua família também teria conseguido. E por mais que digam que ele é tolo por acreditar nisso, continua a ter esperanças, porque esse é Benjamin, o garoto gentil e esperançoso, e nem a quase aniquilação pôde mudar isso.

🔱Personalidade:
Quando as pessoas conhecem Benjamin, o que pensam é: "Nossa, esse sim é um cara legal". Isso porque Ben está a todo momento com um sorrisão acolhedor e alegre no rosto. É muito gentil e caridoso, ele não poupa esforços para ajudar os outros. Foi muito bem educado por seus pais, por isso ninguém nunca poderá dizer que viu Ben fezer alguma grosseria ou indelicadeza. É sempre muito receptivo com os outros, tem a incrível capacidade de fazer as pessoas se sentirem confortáveis.
Inteligência é um dos seus pontos fortes, só é preciso ler sobre algo uma ou ouvir um explicação que já entende tudo com perfeição. Procura aprender sobre aquilo que não sabe e aprofundar seus conhecimentos do que já lhe é familiar. Tem uma memória excelente e uma poderosa mente analítica. É muito bom com charadas, palavras cruzadas e caça palavras, mas detesta Sudoku. Por ser muito amigável e ter tão bom coração, algumas pessoas podem achar que ele é tolo ou facilmente aludido, porém ele é perspicaz o bastante para perceber quando alguém mente ou tenta enganar de qualquer forma.
Conhece bem seus amigos e familiares. É aquele tipo de cara que sabe muito bem quando o amigo está triste, angustiado ou com algum tipo de problema, por mais que essa pessoa saiba disfarçar seus sentimentos muito bem. Está sempre ao lado, ajudando e apoiando aqueles que gosta. Tem muitos amigos, mas poucos (e sortudos) são aqueles que podem dizer que são melhores amigos de Benjamin.
É bastante persuasivo, talvez isso se deva ao seu charme cativante. Quando se envolve em discussões, nunca eleva a voz ou faz cena, apenas tenta resolver as coisas da forma mais agradável e passiva possível. Geralmente fica tão envolvido com as coisas do trabalho que deixa a vida pessoal de lado.
Costuma levar a vida de forma positiva, sem se deixar abater por qualquer coisa, mas sempre dando a devida seriedade a assuntos importantes.



Medos/ Fobias:
O maior é pior medo que Ben tinha era perder sua família, e isso provavelmente já aconteceu. Mas, bem no fundo, tem esperanças que vá reencontra-los.


🔱Gostos:
-Ama animais;
-Gosta de chás e sucos naturais;
-Ler e estudar;
-Atividades ao ar livre, como trilhas, corridas e etc;
-Caça palavras, palavras cruzadas e quebra cabeças;
-Esportes radicais;
-Viajar, conhecer culturas e pessoas diferentes;
-Passar um tempo com a família e amigos;
-Rock clássico;
-Gostos doces e comidas exóticas.

🔱Desgostos:
-Grosserias e indelicadezas;
-Mentiras;
-De ver quem gosta sofrer;
-Mesmice, para Ben é sempre bom sair da rotina;
-Sudoku;
-Mal humor.

Par?
Pode escolher.


🔱Como será a relação com o par:
Será doce e gentil com o par. Uma companhia altamente agradável, sempre irá querer fazer o par sorrir. Se preocupa muito e não faz segredo disso. Será carinhoso e dedicado a relação. Um romântico de primeira, aquele namorado do sonhos que liga no dia seguinte só pra ouvir a voz de sua amada e perguntar como foi seu dia, manda flores, suporta as longas sessões de compras no shopping e assiste as comédias românticas com ela, por mais que não goste. É o rapaz que toda garota quer apresentar aos pais. Não será apenas namorado, mas também companheiro de todas as horas e melhor amigo de sua amada.



🔱Manias/ Trivias:
-Morder tampas de canetas;
-Coçar a barba quando está nervoso;
-Fazer movimentos circulares com os ombros quando está tenso.

🔱Poderes:
Telecinese, consegue ler pensamentos e mover coisas com a força da mente. Esses poderes podem evoluir ao longo da fanfic, mas isso fica ao seu critério.

🔱Está ciente de que seu personagem me pertence?
Sim senhora! Cuide bem do meu príncipe.

🔱Algo mais?
〰Tem arritmia, por isso que sempre anda com sua bombinha.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...