~rinnyie

rinnyie
.queen/[cuteness
Nome: .+𝓁𝒾𝒸𝑒●𝔯𝔦𝔫𝔫𝑦❣* ;/えれくとりっくえんじぇぅ]
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 20 de Maio
Idade: 5
Cadastro:

.+fallen angels


Postado












『.+la tua bellezza è un [❝c r i m ✨ i n e❞]
[/compensa] per il ▸ ❝
c r i m i n e❞ ▸
In》. f {
o} r m a;;
chiamo/] }}la

//+ M O R T E {{ 】







ℳ𝓪𝓭𝒆 𝒆𝓼𝓹𝒆𝓬𝓲𝓪𝓵𝓵𝔂 𝒇𝓸𝓻: @BlueOceans & @BlueLollipop
〉 •❀•.¸♛¸.•❀• ۩ ℱ𝓲𝓬𝓱𝓪 ۩ •❀•.¸♛¸.•❀• 〈





𝓝𝓸𝓶𝒆 𝓒𝓸𝓶𝓹𝓵𝒆𝓽𝓸 𝓢hiroi 𝓗oshi 𝓨uki; Estrela da Branca de Neve. 𝓢hiroi significa ❝branco❞ ou ❝branca❞. Vem do japonês, apesar de Shiroi ser de vez em quando abreviado para ❝Shiro❞, na realidade é apenas Shiroi. A ideia do nome veio a primeira vista quando a mãe viu a pele incrivelmente branca da garota. 𝓗oshi significa ❝estrela❞. Vem igualmente do japonês, não há um motivo fixo para o segundo nome, ficaria algo muito vazio algo como Shiroi Yuki, então a mãe acrescentou o Hoshi. 𝓨uki significa ❝neve❞, ❝sorte❞, ❝felicidade❞. Vem do japonês e é o sobrenome de Shiroi, embora realmente esteja mais para significar ❝neve❞ do que sorte ou felicidade. 】






𝓐𝓹𝒆𝓵𝓲𝓭𝓸𝓼 𝓐pple of 𝓓iscord ● 𝓢hiroi 𝓨uki ● 𝓟atética ● 𝓢hi ● 𝓟ecadora ● 𝓢hiro ● 𝓢now 𝓦hite 𝓐pple of Discord foi um apelido ironicamente dado por Ayato (qual de acompanhamento Laito também passou a usar), qual significa maçã da discórdia, isso foi por causa do nome de Shiroi que possui Branca de Neve, e ele obviamente sabe que nesse conto considerado estúpido para o ruivo a principal come uma maçã envenenada, e Shiroi nem envenenada pode ser considerada ser. Então, ao invés de colocar maçã envenenada, achou melhor colocar maçã da discórdia. Considerado a outros apelidos terríveis[ que o ruivo deu para outras garotas, Shiroi não pode sequer falar mal, no fundo era verdade no entanto. 𝓢hiroi Yuki talvez não possa ser considerado um apelido, afinal faz parte de seu nome, mas quase todos a chamam assim. O olhar de frieza de Shiroi mal os deixa sequer a chamar de Shiroi, e Shiroi Hoshi Yuki era muito extenso, então colocaram como Shiroi Yuki mesmo, e para não variar, também irônico pelo apelido de Ayato. 𝓟atética não é um apelido e provavelmente nunca será, mas Shiroi antigamente era chamada assim, no entanto, acho que alguns meses atrás. Era chamada assim por tanta gente que se notar, nem parecia que ela se chamava realmente Shiroi. E esse apelido era realmente uma verdade. 𝓢hi faz um trocadilho tanto com Shiroi, tanto com Hoshi. E quem a chama assim realmente quer desafiar o poder de querer matar com o olhar, realmente. Não há ninguém que se atreva a chamar assim em sua presença, mas quando ela está fora e estão falando dela, facilmente a citam como Shi. 𝓟ecadora é o mesmo assunto que o apelido Patética, dado pelas pessoas do local que ela vivia e no entanto por causa do ódio proporcionado a garota, esse com o ❝patética❞ eram os apelidos mais usados. 𝓢hiro é apenas uma abreviação de Shiroi, no entanto, a única que ela não se importa que a chamem assim. Se a chamarem assim, ela apenas fica tipo ❝tanto faz❞ e responde normalmente para a surpresa daqueles que a chamam de Shiroi Yuki. 𝓢now White foi um apelido dado por Kanato. Não era mais fácil chamar de Shiroi Yuki? Sim, era. Mas ele queria diferenciar, assim como Shiroi era diferenciada dos outros. Esse apelido faz ela realmente tremer de tanta raiva. Porque sempre Snow White? Shiroi Yuki? Branca de Neve? O que diabos ela tinha tanto haver com ela? Shiroi nunca entendeu o fato disso. Ela era loira, a Branca de Neve era morena. Só se fosse as suas roupas, seus olhos azuis e o seu laço que a faziam semelhante à ela, mas mesmo assim não era motivo para esse tipo de coisa a perseguir. 】






𝓘𝓭𝓪𝓭𝒆 ● 𝓓𝓪𝓽𝓪 𝓭𝒆 𝓝𝓪𝓼𝓬𝓲𝓶𝒆𝓷𝓽𝓸 ● 𝓢𝓲𝓰𝓷𝓸 𝓠uinze anos — 𝓢hiroi nasceu no dia vinte e sete de Dezembro, numa noite de pura nevasca, no entanto pertence ao signo de Capricórnio. 𝓔la não acredita na possibilidade dessa coisa de horóscopo dar certo, no final não acontecerá nada de como diz, as coisas podem dar ruins, podem dar bem, esse tipo de acontecimento não é prevido assim do nada. Totalmente inútil para Shiroi, então ela sequer se importaria com isso. 】






𝓐𝓹𝓪𝓻𝒆̂𝓷𝓬𝓲𝓪 𝓚agamine 𝓡in — 鏡音リン. 】





𝓗oshi parece realmente que fora abençoada pelos deuses no quesito de sua beleza, isso ninguém pode negar. Dona de cabelos loiros dourados, que eventualmente são curtos, outras vezes estão rapidamente longos; com as pontas naturalmente enroladas embora o resto seja completamente liso. Shiroi toma um cuidado especial com seus cabelos loiros dourados, nunca pense que os verá bagunçado ou num ninho, mesmo de manhã, parece que seus cabelos possuem um ar natural de estarem arrumados, apesar de alguns fios rebeldes por vezes escaparem de seu penteado, apenas aumenta a fofura ou o charme dela. Ao dia-à-dia, Hoshi mantém o seu cabelo enrolado em perfeita sincronia, em estilo daquelas menininhas do filme. Shiroi na realidade nunca gostou de usar chapinhas ou secadores, embora sua mãe apenas fazia isso quando tinha que ir para um evento importante e levar a garota junto para a representar ou algo do tipo, no entanto, o seu cabelo sem utilizar nada já deixa num tom de algo arrumado, talvez por ser incrivelmente saudável por causa dos cuidados de Shiroi. Raramente você a verá sem seus grampos variantes de branco, vermelho e principalmente preto, e nunca a verá sem seu laço, mesmo que esteja sendo carregado em sua mão, o seu laço é como um amuleto da sorte especial dela. Se não está em seu cabelo, está em um de seus bolsos escondidos ou algo do tipo, não é difícil de ver o quanto ela ama seus grampos e seu laço. Os shampoos mais adorados da mesma são aqueles com o cheiro geralmente de frutas vermelhas, principalmente os de morango, desde infância os usava e até hoje usa até cremes, deixando o cabelo com um aroma viciante de frutas vermelhas impregnado em seus fios, por isso muitos que ficam próximos a Shiroi gostam de cheirar seu cabelo discretamente. Hoshi não gosta que fiquem passando muito a mão em seu cabelo, afinal, muitas vezes as pessoas exageram e começam a bagunçar o seu penteado, e acredite, Hoshi demora séculos para o fazer apenas por ela ser muito perfeccionista. No entanto, maioria dos penteados de Hoshi parecem que são feitos para ocasiões especiais, embora não esteja em nenhuma. O tamanho para as madeixas douradas de Shiroi quando curtas chegam até aos ombros, de vez em quando até os ultrapassando, e quando longas, não há um tipo de tamanho definido, afinal ela tem costume de cortar de diferentes formas o seu cabelo. 】







𝓣raços finos e delicados, como se fossem desenhados para ter uma fofura e charme sem igual. Seu rosto oval é um bom começo. Seu nariz é bastante fino, poderíamos considerar ele de finíssimo e levemente arrebitado na ponta, demonstrando ficar levemente rosado ao entrar em contato com a neve, locais frios ou empoeirados, a fazendo ficar fofa, facilmente começando a espirrar por conta disso; e alguns dizem que o espirro da mesma é semelhante a de um gatinho. Suas bochechas são naturalmente rosadas, em situações de frio o rosa fica semelhante ao vermelho, ou somente um rosa bastante forte. Lábios suavemente carnudos e naturalmente vermelhos como se estivessem sendo banhados com sangue, naturalmente sem algum sorriso, e quando sorri é sem mostrar os dentes, como se fosse um sorriso maldoso; escondendo uma fileira de encantadores dentes brancos. 】







𝓞lhos azuis celestes e ao mesmo tempo como o mar azul. Belos, porém frios e escondendo a dor, e toda a vez que a mesma sorri eles parecem vingativos, dando um certo ar tenso ao local que a mesma está. Seus olhos mudam de acordo com o mar e de acordo com suas emoções. Do azul celeste para o azul mar, que irá para o azul noite, que vai para o azul marinho, para o azul lápis-lazuli... e por aí vai. Ao entardecer, seus olhos parecem ser avermelhados ao invés do belo azul celeste misturado com o azul mar, o que faz parecer que é alucinação maioria das vezes. Indecifráveis seria o que definiria seus olhos em qualquer estado, apesar que dizem que os olhos são o espelho da alma, se alguém fosse tentar ler o que Shiroi sente, ia falhar completamente. Quando alguém comenta que não consegue ler o que ela sente, Shiroi apenas sorri maldosamente de canto discretamente, afinal, esse é o plano dela. 】





𝓢hiroi não possui um corpo daqueles que qualquer um morre de inveja só de ver, mas, ainda é bonito. Uma pele tão branca quanto a própria neve, tanto que gerou o próprio nome: pálida, porém, saudável. Alguns pensam que ela está doente só de ver a pele branquíssima, mas poucos segundos depois notam que é natural. Maioria pensa que a sua pele branca foi abençoada pelos deuses, outros pensam que é feio ter uma pele tão branca assim. Embora ainda sim possua pequenas colorações avermelhadas ou rosadas pelo corpo, nos braços, nas pontas dos dedos, bochechas, joelhos, entre outros. Sua pele é sensível, um simples ato pode a fazer ficar com um vermelho ou roxo terrível, proporcionando mais dor para ela caso seja algo grave, então ela mantém distância de coisas que ela sabe que pode se machucar a qualquer momento. Começando do seu ombro até a cintura, há uma cicatriz aparentemente causada por uma lâmina, bem visível para qualquer um se não fosse pelo seu longo vestido que está sempre acompanhado dela, junto com outra pequena cicatriz que se localiza em sua barriga, sem contar uma recém-ferida que ela causou em sua orelha esquerda, e fora isso, não há nenhum defeito em sua pele, sequer um arranhão. Seus seios são medianos, porém fartos, sua bunda também é mediana. Sua barriga é lisa e ❝chapada❞, enquanto seus braços e pernas são finos e consideravelmente pequenos, porém seu corpo não é esquelético, algo que a garota agradece. As curvas mais chamativas e bem formadas da garota são em sua cintura e em suas pernas, invejáveis aos olhos de algumas. Shiroi é uma garota de uma baixa estrutura notável de uma longa distância, possuindo apenas um metro e quarenta e quatro centímetros (1,44) e pesando trinta e cinco quilos (35kg) bem distribuídos por todo o seu delicado corpo. Calça exatamente entre trinta e trinta e um (30/31). Shiroi possui um aroma natural de flores, embora eventualmente use perfumes com cheiro de frutas vermelhas também, que são sua paixão. 】






ℋ𝓲𝓼𝓽𝓸́𝓻𝓲𝓪 ❝Espelho, espelho, senhor espelho. {{Diga-me já! Quem é a garota mais bonita desse 𝓵𝓾𝓰𝓪𝓻?❞ em, vamos iniciar com alguns fatos de sua mãe; Lily, antes de iniciar com a história principal. Lily era obviamente um anjo, na realidade, considerada um dos anjos mais bonitos do Céu, mas o motivo que ela foi expulsa? Não foi basicamente por um crime e nem por ter se apaixonado. Mas da mesma maneira, ela havia achado um homem atraente para si, se apaixonando no mesmo instante perdidamente. Preferindo abdicar sua imortalidade para ficar com alguém que não possuía sequer valor, ela foi terminantemente proibida de voltar para o Céu. No entanto, após de várias noites de prazer, Lily teve uma notícia desagradável para o homem: estava grávida. Após um mês com aquele peso nas costas, o homem qual se denominava Allen sumiu do país. Era isso que aparentava. Mas mesmo assim, isso não atingiu psicologicamente Lily, que por um momento havia ficado aliviada. Ela havia arranjado uma casa luxuriosa num local desconhecido, próximo para uma floresta. Allen havia dado metade de sua fortuna para Lily, então, dinheiro não era problema, e se fosse, conquistaria qualquer um com sua beleza. Não estava adaptada as coisas da Terra com dinheiro ou algo do tipo, era mais simples usar sua beleza e ponto final, fim da história. Numa noite de nevasca, a garota que foi um dia considerada milagrosa nasceu, após de meses de extremo cuidado, coisas desse tipo. Mas a criança não nasceu como ela esperava. ❝Se eu tivesse uma criança branca como a neve, vermelha como o sangue, e tão negra quanto a madeira de ébano...❞ (caso não tenham entendido, Lily queria uma criança de pele tão branca como a neve, lábios como o sangue e cabelos negros como o ébano). Ao invés disso, era uma garota bonita, com apenas dois desejos cumpridos. Pele branca como a neve, lábios vermelhos como o sangue e cabelos loiros como o ouro. Devido a sua pele, como já explicado, seu nome veio a ser Shiroi Hoshi Yuki. A relação de ambas quando Shiroi era recém-nascida era ótima, Lily amava a bebê com todas as suas forças. Mas infelizmente não continuou assim. 𝓠uando a garota completou seis anos de idade, a mãe finalmente começou a notar: havia alguém naquele mundo que estava superando a sua beleza que ela conhecia. E esse alguém era Shiroi Hoshi Yuki, sua própria filha. Isso foi o troco por ela ter abandonado o Céu por alguém que ela sabia que não tinha valor; todos sabiam muito bem que sua beleza era o bem mais precioso dela, mas uma criança roubar o posto dela já foi demais. E ela só notou isso naquele dia, quando Shiroi estava cantando inocentemente para um passarinho que pousou em seu dedo. As engrenagens começaram a ficar completamente enlouquecidas; Lily parecia querer se esconder através da janela de vidro. O que havia surgido ali? Imoralidade. Quando havia acabado de alimentar o passarinho após brincar com o mesmo, foi diretamente contar como é que havia sido o seu dia para a sua mãe, completamente alegre e inocente como de costume. A loira maior apenas assentiu em silêncio enquanto a garota falava alegremente, até quando a menor pegou a sua mão em um gesto de carinho, qual foi a gota d’água para a mãe. ❝Não encoste em mim, garota estúpida!❞, gritou, enojada. Distanciou sua mão da filha, com uma expressão completamente fria. Inclusive a irritava aquela figura confundida e psicologicamente ferida. Ah, quando mais a maçã ia se amadurecendo; mais o veneno se impregna. A infelicidade, o ciúmes e o ódio cada segundo se faziam mais fortes. A menor caiu de joelhos com lágrimas aos olhos quando a mãe se afastou da mesma, aquele xingamento não fora normal. Era demais para a sua pequena mente processar, era apenas uma criança de recém seis anos. O amor estava se transformando em algo insano. A relação tomava um mal caminho desde que Hoshi teve a aparência mais bela do que sua mãe. A maior tentava de todas as maneiras prejudicar a menor, das mais impossíveis atitudes até as mais possíveis. Ria sem compaixão enquanto cortava o fio vermelho que havia juntado ambas num destino indesejado. 》 𝓢𝓾𝓪 𝓫𝒆𝓵𝒆𝔃𝓪 𝓹𝒆𝓬𝓪𝓭𝓸 𝓼𝒆𝓻𝓪́ 《. Ser belo... aquilo era um pecado no fim das contas, não era? Julguem aquela detestável e patética menina! Carregando um pecado sem graça, ardia no fogo do ódio. A cor das gotas que caiam de seu coração era o 「 vermelho 」 que a sua mãe lhe ❝abençoou❞. Anos com uma infância traumática carregada nas costas, Shiroi Yuki decidiu tomar a decisão que provavelmente era uma das mais erradas de sua vida (isso se não a mais errada pelas circunstâncias); Shiroi já farta de tudo aquilo, decidiu fugir de sua casa. 𝓘ndo para o mesmo bosque que já fora em sua infância, em silêncio ficou parada no meio de todas aquelas árvores, apenas respirando profundamente. Tanto que mal havia notado alguém atrás de si, escondido em uma das árvores próximas a loira. Mantinha a mesma expressão séria da garota, e logo, num movimento rápido puxou o que parecia ser uma lâmina. Logo correu em direção para a jovem, na intenção de a atacar com o objeto afiado, soltando um riso malicioso. Tal riso que era impossível de não reconhecer fez Shiroi Yuki abrir os olhos que se transformaram opacos no mesmo instante que virou o rosto para o encarar. A lâmina estava próxima de acertar suas costas. Mas ela também era rápida. Desviou no último instante, e por causa do desespero quase iria cair; murmurando um ❝ugh❞ por causa disso, porém se encostou na árvore antes. Piscou lentamente, limpando o rosto com sua mão direita. Sua respiração estava pesada. Não iria se acostumar tão rápido a fazer movimentos bruscos assim. A figura que era claramente um homem se mantinha inexpressivo, não conseguiu não evitar uma risada novamente. E agora, era uma crise de gargalhadas, fazendo a loira ficar confusa. Ele não estava tentando a atacar e agora está rindo?! Que ele fosse para o inferno! ❝Ora, parece que me encontrou! Bem, eu me rendo❞: guardou sua lâmina que parecia mais era uma espada, mas, enfim. ❝Shiroi Yuki, seu grito de susto foi mais agudo que o primeiro...❞. A loira revirou os olhos, logo respondendo: ❝Você devia ter se inclinado antes de mim, pouparia meus olhos de verem sua horrenda cara❞: Shiroi respondeu seriamente, ao contrário do rapaz, que mantinha sua expressão risonha. 】

『 — 𝓢ua aparência de louca enojada apenas te faz mais bonita — riu-se o rapaz, de olhos fechados.

— ℳaldi... — Shiroi rosnou, mas se interrompeu, virando-se para o lado. Não deveria dar atenção para pessoas como
aquela.

— 𝓒omo assim? Não irá nem me insultar?! Eh? Olhe! Eu não vou voltar para você depois!! — indignado, o rapaz qual se denominava Ren apontou para a loira. No entanto, ambos eram loiros. Shiroi apenas o ignorou, andando para frente sem nem o olhar — Todavia, você não gosta da ideia de perder a vida por mim? — colocou as mãos atrás da cabeça, seguindo a loira.

— 𝓒ale-se, pervertido anormal — furiosamente a garota murmurou, como se não estivesse muito afim de conversa por estar perto de perder completamente sua paciência que já era pouca naquele estado.

— 𝓠ue lamentável... o que eu gosto somente se limita ao corpo sem vida da pessoa que eu amo. A parte disso não tenho nenhum pingo de interesse — Ren fingiu não escutar o pedido da jovem — Oh, sim, se você vê pelo ponto da sociedade em geral meu comportamento deve ser considerado anormal. Mas não posso evitar, já que essa é minha forma de amar, e de máxima expressão de amor.

Shiroi parou, se virando lentamente, fazendo Ren se surpreender.

— 𝓞h...

— 𝓐s pessoas inocentes também se sentem bem quando não as seguem dessa maneira, sabia? — Shiroi disse, calmamente, mas por dentro estava indignada. Não bastava ter que suportar tudo, agora um seguidor?! Na floresta? Sério?

— 𝓘nclusive agora você é suficientemente bonita para mim — Shiroi se calou, olhando para baixo. Ren apenas sorriu com o ato da menor — Te comparam com a neve, querida, mas nem a neve mais bonita é comparada a você. Se você se converter em um cadáver... você não poderia falar de tão bonita que você seria, inclusive não poderia sequer se expressar com palavras... — se aproximou lentamente da loira, pegando o seu queixo — Você não acredita que o mais bonito da vida é a morte?

— 𝓥ocê realmente é indignante — suspirou pesadamente, logo ficando séria novamente e com nojo do rapaz deu um forte tapa na mão do mesmo, o que o fez no segundo instante se distanciar da loira, murmurando que ela era um pouco forte, massageando a sua mão.

— 𝓗ahah... acredito que devo mudar de tema, né? — ❝Sério isso?❞, Shiroi pensou, mais indignada ainda — Você não acha que está frio aqui? — Shiroi se virou novamente, fechando os olhos, sabendo que ele novamente ia mudar de assunto — De resto você também me encanta... — fez novamente a sua cara macabra, tão concentrado na loira que nem notou a presença de outra pessoa no local — SHIROI YUKI!! — berrou inesperadamente, vendo outra lâmina no local, que fez Ren se distanciar bruscamente de Yuki, e logo se viu um rapaz quase da mesma altura de Ren, apenas alguns centímetros menor.

— 𝓐h, que droga. Deveria ter te partido em pedaços dessa vez — o homem desconhecido para Ren bufou, revirando os olhos — Seu nome é... — olhou para Shiroi — Shiroi Yuki, não é? — sorriu de canto.

— 𝓢enhor Akira?! — disse, com uma pontada de esperança em seus olhos. O rapaz se colocou na frente da menor, em forma protetora.

— 𝓟arece que você está em uma situação inversa, milady — Ren suspirou com um sorriso arrependido, dando de ombros — E você... você parece um homem raro, eu sinto. Heh~

— 𝓔u devia cortar a sua língua!! — Akira disse, furioso, sabendo o que Ren quis dizer com aquilo... ou talvez não.

— 𝓦ow, que grande ameaça~~ — Ren cantarolou, sarcástico. O loiro ficou parado no mesmo lugar, e seus olhos escureceram, deixando o local tenso, e seu sorriso estava mais maléfico do que o normal — Eu te quero, milady — olhava diretamente para Shiroi, que ficou intacta de olhos arregalados. Acenou brevemente, logo trocando sua expressão maléfica por uma divertida — Vou esperar com entusiasmo nosso próximo encontro, querida! Bye~ ESPERO QUE SE DIVIRTAM! — gritou quando estava se afastando.

Shiroi sorriu tristemente por aquilo, após ter se recuperado do susto. Ok, nem tanto assim...

— 𝓞brigada, mas acredito que foi suficiente depois disso... — olhou para baixo.

[ ... ]

— 𝓥ocê é demasiado ocupado, porque está perdendo tempo para me ajudar? — Hoshi indagou após que entraram na pequena e aconchegante casa na floresta. Basicamente, ele havia literalmente obrigado Shiroi a ir com ele para sua casa com seus companheiros.

— 𝓞ra! Você estava frente-à-frente com um formidável inimigo, precisava se cuidar mais. Aliás que você não é confiável nem para se cuidar... — Akira suspirou, dando de ombros, recebendo um beliscão da garota ao seu lado. Ao total, eram sete pessoas naquela casa.

— 𝓝ão se preocupe... — uma delas tentou a reconfortar, sorrindo.

— 𝓢hiroi Yuki, só posso te dizer que você não pode sair sozinha caminhando pela floresta — outro rapaz disse, suspirando.

— 𝓟or que não posso ir a floresta? É... por causa de Ren? — a loira segurou a xícara de chá, encarando a si mesma, como se estivesse... triste. Depressiva, talvez?

— 𝓝ão entendo suas perguntas, Shiroi. Você poderia fazer uma a mais...? — uma das garotas indagou, sugestiva, mas um dos garotos interrompeu.

— 𝓒om todo o devido respeito, mas, que razão que você tem para a deixar vir com você? — Shiroi ficou com os olhos opacos, como se ainda estivesse triste.

— 𝓟orque ela quase morreu na floresta uma vez, como um bebê que ninguém quer, abandonada por um dos mais profundos dos amores, o amor maternal — Akira respondeu calmamente, e era por isso o fato que ela o reconheceu. Shiroi deu um sorriso sincero pela primeira vez, levantando a cabeça.

— 𝓔le não só salvou minha vida, — fechou os olhos — como me trouxe de volta ao mundo. Vocês... salvaram minha alma. São meus heróis — todos sorriram com aquilo — O que eu estava pensando era em esquecer o passado e viver como uma garota normal junto com vocês, mas...

❝Você deveria ser mais bonita❞. ❝Seu rosto é demasiado grosso, você deveria ser mais fina❞. ❝Essas mãos, você deveria as tapar❞.

— 𝓔u deveria tentar recuperar minha vida... — deixou o sorriso sumir de seu rosto, fechando os olhos.

— 𝓢e você continuar pensando assim, você não irá seguir com sua vida como quer — sorriu gentilmente a mesma garota que deu um beliscão em Akira.

— 𝓓esculpe...

— 𝓞h, eu acho que estamos esquecendo de algo, né? — murmurou a garota para Akira.

— 𝓐hh, verdade... — logo ambos foram para algum lugar desconhecido, logo depois de alguns minutos trazendo um objeto precioso.

— 𝓐h? — arregalou os olhos, surpresa.

— 𝓘sso daqui, Shiroi Yuki, é a sua lâmina especial... ou sei lá como que você vai chamar ela. Faça o favor de a usar para o bem — Akira murmurou.

— 𝓞-obrigada...

— 𝓥ocê nunca estará sozinha em uma batalha, nós prometemos — a garota qual se denominava Sayaka a assegurou, sorrindo como sempre. Shiroi segurou as lágrimas após ouvir isso, intacta no mesmo lugar. Tocou lentamente no objeto qual era o mais importante de sua vida agora em diante, com certa felicidade especial.

— ℳ-minha lâmina... — murmurou, sorrindo — De verdade, não acredito que exista presente melhor do que esse — ficou observando a lâmina, sorrindo de canto. Não era qualquer uma, no entanto. Mas logo abaixou o olhar, séria. ❝Mãe...❞ pensou, fechando os olhos. Sabia que em algum lugar ela estava se contorcendo de ódio olhando para si mesma no espelho. Algum dia ela iria usar aquela mesma lâmina para cortar o laço que havia entre elas. Aquilo era uma promessa.

Aquilo era a maçã, isso é o mal.


𝓔stava tudo bem até aí. Até um dia que Akira e Shiroi estavam treinando em uma luta de corpo-à-corpo, e aquilo a deixou profundamente cansada e sem forças para fazer qualquer coisa que não fosse descansar ou andar. Mas pense em alguém teimosa, e esse alguém é? Shiroi Yuki! Você pode avisar, implorar, pedir, ordenar que ela não faça aquilo, mas sabe? Ela vai lá e faz. E adivinha? Ela foi direto para a floresta andar sozinha em busca de respirar um pouco. Lutar com Akira era realmente cansativo, principalmente quando dá empate. E foi no que deu, após várias aulas. Um empate. No ato da garota, novamente a mesma sombra apareceu. A diferença é que não veio com lâminas, ataques completamente falhos, ele veio simplesmente por trás dela e silenciosamente a agarrou por trás, sorrindo malicioso. ❝Te peguei❞, sussurrou, sorrindo. 「Te roubarei, pobre e patética garota」. Shiroi Yuki infelizmente nada podia fazer, estava com a boca tampada e sem forças ao menos para lutar. Quando lutava com Akira, estava sem sua lâmina, afinal, era uma luta corpo-à-corpo. E gastou toda sua energia naquilo. Mas mesmo assim, ela conseguiu murmurar um entendível ❝Eu te odeio...❞, e com um sorriso Ren respondeu ❝Não me importa se você me odeia ou não❞. Como fora tão estúpida? Era óbvio. Ele apenas estava esperando o momento certo para atacar. Ele queria tanto uma boneca sem alma? 𝓟assava lentamente seus frios dedos sobre o branco pescoço da menor. 》 𝓢𝓾𝓪 𝓫𝒆𝓵𝒆𝔃𝓪 𝓹𝒆𝓬𝓪𝓭𝓸 𝓼𝒆𝓻𝓪́ 《. Tragam aquela patética garota! Sem nenhum crime, pecadora ela será, e presa naquele desejo estará e agora aquilo ela sofrerá; e por isso, naquele dia ela fora ❝abençoada❞ com o 「 branco 」. O amor que ela tanto ansiava... ninguém naquele mundo a dará. A sua mão salvadora... era na realidade a mão do diabo. O que desejava era...? A expiação do ❝pecado❞. Sua vida? Já não era necessária. Não havia ninguém tirando sete pessoas que a desejava. Tão irônico. Era a única borboleta que havia caído na teia da aranha. A sua pureza já não estava com ela. Abandonada naquela floresta, ferida tanto fisicamente quanto psicologicamente, trêmula, simplesmente abraçou o desatado fio vermelho que as unia e com uma falsa calma, simplesmente sem nada saber, derrubou lágrimas de ódio e agora... ❝só o despedaçarei❞ e rasgou o tal fio ao meio com suas próprias mãos. Sobre as experiências desagradáveis, o coração de Shiroi Yuki havia sido deixado desfiado em pedaços. Toda a esperança, toda a sua simples felicidade e o seu amor haviam se afastado gravemente dela. Sempre sendo acusada, culpada, responsabilizada por sua beleza, Shiroi Yuki havia sido influenciada a ir para o caminho da destruição e do pecado, sua inocência não existia mais. Fragmentos de um amor quebrado se transformaram em uma lâmina para a vingança. De todos ela iria se vingar e sem dúvidas lentamente os ia desmembrar, até que suas respirações não estejam mais nesse mundo. ❝Sem crimes, 「 pecados 」
carregarei. Por isso no fogo do ódio, todo a emoção eu queimarei, porque esse dia eu fui abençoada com o 「 preto 」❞. Assim foi feito. Com seu pequeno grupo de amigos que concordaram em ajudar a loira, foi exatamente assim feito. Ela os incendiou, apenas os assistiu queimar no fogo de ódio, gritando por piedade, por dor. Seus olhos antes inocentes amadureceram, agora apenas carregavam a malícia e a frieza, assim como eles fizeram com ela, a torturaram fisicamente e psicologicamente, tentaram a matar inúmeras vezes. A diferença entre ela e eles é que ela conseguiu cumprir seu objetivo. E em meio de tudo aquilo, o seu sorriso malicioso teve o seu devido foco em meio ao fogo. Não lhe importava se ia ser presa ou não, a sua vingança fora completa. Ela não se importou, apenas deixou um papel que ficava distanciado do fogo que estava escrito ❝Beauty is a Sin A beleza é um pecado -S❞, ainda sorrindo. Como a história está bastante extensa, vou resumir o que aconteceu antes de se encontrar com alguém desagradável: Shiroi se distanciou do grupo de amigos, dizendo que de agora em diante poderia continuar sozinha. Se sentia mais aliviada, mais determinada, ela se sentia mais forte. Não aquela garota inocente, patética e estúpida de antes. O preto que eu citava havia finalmente corrompido o coração de Shiroi Yuki, por isso ela se sentia despreocupada com tudo. Se não a conhecessem bem, iriam jurar que a garota estava insana e precisava de acompanhamento psicológico imediato. Carregava apenas um tal fio que na realidade era um cachecol que fora dado de presente quando a loira nasceu, mas a diferença é que carregava apenas uma parte. A outra havia ardido no fogo igual a própria mãe. E, novamente, ela estava sozinha. Mas diferentemente, com felicidade. E pela milésima vez alguém tentou a atacar, mas dessa vez a menor desviou com facilidade, sorrindo de canto. O mesmo ataque que Ren havia tentado usar nela. ❝Não caio no mesmo truque duas vezes❞ murmurou, sorrindo, dando de cara com um homem de cabelos platinados e olhos que aparentavam ser amarelados. Algo incomum ao seu ver. Ajeitou-se, e retirou com pressa seu sorriso do rosto, com uma expressão séria dessa vez ❝O que você deseja? Atacar pessoas pelas costas é indelicado❞. O homem soltou um riso, se apoiando na árvore, de costas. ❝Oh, só queria testar o quanto você era perceptiva. E ainda de costas. Sobre o que eu quero...? Nada, só lhe fazer uma proposta, bela pecadora❞. Shiroi arregalou os olhos por meros instantes. Como é que diabos ele sabia disso? Nem a conhecia! Pelo que ela sabia, não tinha nenhum seguidor, é claro, tirando Ren. Impaciente, virou o rosto para o lado, fechando os olhos de maneira raivosa. ❝Então fale logo!❞. ❝Você poderia ter todo o amor que você quis, Shiroi Hoshi Yuki. Ou eu deveria te chamar de... Branca de Neve?❞ Shiroi arregalou os olhos no mesmo instante, mantendo a expressão surpresa, mas logo abaixou o olhar apertando o punho, realmente estava furiosa ❝I-isso é uma mentira...❞, murmurou, sem deixar sua tristeza à vista. Depois de uma longa conversa e bons argumentos de ambos lados, Shiroi Yuki finalmente cedeu. Diferentemente das outras, o homem de bela aparência havia dito que sua mãe havia a vendido para um homem como aquele, e, aquilo a fez se sentir indignada e completamente ofendida. Mesmo que sua adorada e odiada mãe estivesse morta, iria provar que mesmo sendo vendida ela jamais iria se render novamente a ser humilhada. Dizer que não e fugir simplesmente seria covardia, e mesmo sendo loucura, ela aceitou. No final, a atual Branca de Neve conhecida como Shiroi Yuki era realmente louca, não é? 】






ℱ𝓪𝓶𝓲́𝓵𝓲𝓪 ℒily ℳarlon di 𝓨uki ● 𝓐llen ℬonché ● ℒis ℬonché ily Marlon di Yuki, conhecida como a mãe de Shiroi Yuki já fora uma mulher dócil e amável que fora corrompida pela vaidade e egoísmo, tornando-se assim numa mulher desprezível que foi tomada pelo ciúmes e principalmente a inveja. Algo realmente lamentável, não? Um anjo que se tornou num anjo caído apenas por sua luxúria, mesmo que ela soubesse no fundo que Allen era um homem corrupto, ela quis continuar assim. Possuía olhos como o mar e cabelos loiros num tom ouro mais claro; meio suave, e eram longos, bastante longos, mas ela preferia os manter presos quando abandonou o Céu e foi para a Terra, era mais prático, apesar que ela os deixava solto em dias frios ou que estavam nevando principalmente. Possuía trinta e um (31) anos quando foi morta. 𝓐llen Bonché, o pai que Shiroi nunca vira e provavelmente nunca virá uma vez é um homem aparentemente galanteador e mulherengo, tomado pela luxúria. Não é surpresa que ele abandonou Lily quando ela estava grávida de Shiroi, ele não gostava e não tinha nenhuma responsabilidade naquela época, não era naqueles dias que iria ter. Atualmente não se sabe para onde que ele se mudou, provavelmente para os Estados Unidos ou algo do tipo. É um homem de bela aparência, cabelos negros como uma noite sem estrelas e curtos, charmosamente bagunçados e olhos celestes brilhantes. Atualmente está com trinta e três (33) anos. is Bonché, irmã de Allen e tia de Shiroi, que apesar de nunca ter conhecido Yuki, sempre a quis conhecer. Seu irmão havia comentado que Lily queria uma criança de cabelos negros como ébano, lábios vermelhos como o sangue e pele branca como a neve, e isso a fez acreditar que ela era magnífica na realidade, no entanto pretende ver a sobrinha uma vez na vida pelo menos, poder a abraçar e dizer um olá. É uma mulher gentil que mesmo que não quisesse fugir com o irmão, já que ele comprou uma passagem para Lis também, foi junto porque não queria abandonar o mais velho. É de bela aparência, assim como o irmão possui cabelos negros igualmente, a diferença é que são longos e com as pontas cacheadas, sempre com uma fita vermelha amarrada nos mesmos que sempre estão soltos, possuindo olhos avermelhados, que se não fosse por eles, todos jurariam que era irmã gêmea de Allen. Atualmente possui vinte e oito (28) anos. 】






𝓟𝒆𝓻𝓼𝓸𝓷𝓪𝓵𝓲𝓭𝓪𝓭𝒆 ℳaioria diz que Shiroi Yuki é realmente a Branca de Neve dos tempos atuais, mas, sabe? Ela está bem distinta de ser uma Branca de Neve dos contos de fadas. 𝓢hiroi Yuki é totalmente uma pessoa introvertida, isso todos notam quando fixam seus olhos no dela, que são sem vida, sem nenhum brilho especial, mas quando começa o diálogo é que notam que a primeira impressão sobre ela que é de uma pessoa introvertida (ou fria) não estava errada. Suas conversas normalmente não duram mais de dois minutos, respondendo tudo de forma direta e educada, como se quisesse parar de falar. Yuki, apesar de ser raro, elogia as pessoas de vez em quando, principalmente quando fazem atos corajosos, ela não é de elogiar pela beleza ou algo do tipo: acha desnecessário. Mas se alguém perguntar se a pessoa em si está boa, eu acho melhor saberem que ela é bem sincera sobre isso, mas sua resposta normalmente sempre será sim. Se acham que há alguém melhor que ela em combates de curta distância, é porque com certeza nunca viram Shiroi Yuki em um combate sério, posso garantir que ela é melhor que um profissional se estiver com objetos cortantes, objetos afiados e principalmente lâminas, sorrindo cada vez que consegue acabar com o seu rival. Nesse tipo de caso, garanto que Shiroi é a mais experiente, qualquer tipo de objeto que corta é usado como uma arma facilmente por ela, tanto que ela não é experiente só com objetos cortantes, seus reflexos são ótimos e está perto de ser profissional em uma luta corporal. As possibilidades de alguém vencer ela em um combate (sem ser os vampiros, claro, eles apelam pela força absurda deles) são mínimas, quase impossíveis quando ela está com uma espada ao seu lado. Apesar que dizerem que se uma espada atacar um osso, ela se parte ao meio e não serve mais para nada ou depois de três ataques é inútil, é completamente o oposto para quem sabe usar lâminas perfeitamente ou de uma forma correta, mesmo após a espada ter sido usada mais de três vezes, ela não se partirá, por isso ela evita conflitos inúteis], qualquer erro pode ser fatal e ela perde sua defesa tanto como o ataque, pensando logicamente antes de começar qualquer combate . Shiroi prefere ter conversas curtas, uma frase que a definiria seria: ❝menos conversa, mais ação❞, porque é claro que ela gosta de um pouco de diversão, assim como todos. Yuki prefere sinceramente distância de contato físico (ou seja, não é acostumada com contatos físicos, então nem invente de ficar pulando nela ou algo assim que poderá ver a bela de uma flecha que irá levar na perna), tanto que mesmo se alguém fazer uma manobra com uma moto que ela não está dirigindo mas mesmo assim está nela, nem adianta, ela não vai gritar ou segurar em você, mas não é como se ela fosse dormir ali mesmo (claro, ela não é louca nesses casos), apenas ia ficar calma como sempre. Ou talvez não. 𝓨uki, apesar de não parecer, tem a paciência completamente limitada. E esse limite vai até o típico cem. E olhe, apesar do cem parecer um número distante, quando se fala da paciência dela é outra coisa. Um ato que a chegue a lhe irritar, chegou já aos vinte. Uma gracinha sequer já chega aos cinquenta. Um olhar raivoso já está no setenta. Algo além] disso ou do mesmo tipo repetidas vezes, desista de tentar a convencer a ficar calma, sendo uma caixinha de surpresas a qualquer momento desse. O primeiro que poderíamos notar num momento como esse é ela fechando os seus olhos lentamente e logo os abrindo, como se quisesse se acalmar (algo que nunca dá certo), respirando profundamente, mas quando a paciência se esgota, se prepare para ouvir um belo de um tapa na cara estrondoso vindo da parte dela (nunca queira receber um tapa dela, eu não sei se o pior é ter um salto alto na cara ou um tapa da Shiroi). Aparentando ser sempre indiferente e insensível, como se não ligasse nem para a vida de alguém, deixa todos de queixo caído quando é a primeira a defender alguém ou quando ouve um grito de desespero é capaz de virar a luz para chegar até lá, ficando constrangida quando comentam sobre isso, mas logo toma a sua pose indiferente, alguns até murmuram a sua mudança rápida de personalidade algo como se achassem que ela é bipolar. Esses fatos de personalidade com certeza não foram puxados do signo, mas ainda há traços existentes tanto do signo como o ascendente que serão provavelmente citados brevemente. Shiroi é alguém consideravelmente bastante persistente, e que não desistirá da sua teoria a não ser que alguém tenha uma melhor ou algo com mais lógica.
𝓐 loira possui um tipo de proteção natural (e tipicamente automática) que não a permite ter intimidade com alguém, e isso envolve não contar seus segredos ou algo que envolva ela, mas isso pode se tornar exagerado em certos casos. Isso envolve o fato dela ser desconfiada sobre tudo e todos, o que a faz enxergar inimigos onde não há nada, ou procurar uma resposta inexistente onde já há uma óbvia, não lhe dando a enxergar que está tudo a sua frente. Shiroi normalmente é vista sozinha, ou treinando suas habilidades ou com um livro na cara, sendo aquela ❝sabe-tudo❞ das garotas e se esforçando para ter mais conhecimentos todo o dia, afinal, algo que Shiroi preza é ter muito mais conhecimento do que os demais, não seria surpresa ela saber mais do que alguém que é mais velho do que ela. A mesma é alguém completamente silenciosa, observando as pessoas de longe quando está com tédio, e o impressionante é que ninguém a nota ou a consegue ver, e se conseguem, logo desviam o olhar da loira, o que a faz sorrir secretamente. Yuki tem um hábito estranho (e assustador para quem não está acostumado com seus atos, ou simplesmente um desconhecido) de fingir que irá dar um golpe quando alguém está distraído, geralmente apenas para testar a percepção da pessoa, mas todos sabem que isso é apenas um mini-teste da parte dela, afinal, ela quer saber com que tipo de pessoa que ela está convivendo (um método estranho, não? É mais prático ao ver dela).
𝓔́ possível notar desde o início de um diálogo com a loira a sua voz infantil, muito infantil e adorável. Praticamente a de uma loli (principalmente quando canta, parece que sua voz fica mais aguda do que em si já é), mas sua personalidade é completamente oposta, o que faz as pessoas ficarem confusas, principalmente ao ver o seu olhos. Eu acredito que já citei que alguns dizem que os olhos são o espelho da alma, mas isso não funciona com Shiroi Yuki. Os olhos sem vida, mesmo quando ela está chorando são os mais marcantes nisso. É como se ela tivesse perdido a emoção através dos olhos, é praticamente impossível alguém ver o que ela realmente está sentindo se ela não fazer por intenção. Shiroi também seu lado completo de defeitos, por exemplo o fato de maioria de suas falas pingarem sarcasmo sem nem ela notar, é completamente automático, a ironia também acompanha. Não tendo paciência para pessoas lerdas por seu hábito de dizer tudo apenas uma vez, repetir mais de uma vez irá a irritar, isso eu garanto. É do dia-à-dia a garota ser uma pessoa corajosa, daquele tipo que não suporta coisas de vai você! e não, vai você para ver algo que provavelmente nem perigoso é (bem, ao menos é o que ela acha, mas em situações como essa, jamais viu algo que realmente fosse do seu interesse ou perigoso. Cuidadosa com cada sentimento que demonstra, mesmo estando com saudade e não quisesse que a pessoa vá, apenas diria um ❝te vejo depois, sim?❞, mesmo que fosse um adeus e ela soubesse disso. Como visto até agora, ela não é do tipo que seria carregada no estilo princesa e nem gostaria disso, o mais provável é que o 'príncipe' da situação fosse carregado por ela. Algo constrangedor, porque ela sempre é a mais baixa da situação, é vergonhoso saber que é ela que normalmente ❝manda❞ naquilo se estiver com paciência. Atrevida, não tem medo de tacar duas flechas em alguém que ela sequer conhece, mas logo se dá conta do que fez e pede desculpas. Mas é claro que ela não trata do ferimento, caso contrário não iria ser a verdadeira Shiroi Yuki. Um de seus maiores passatempos que não envolvam quaisquer coisa que poda afetar fisicamente, é dar patadas. Daquelas que realmente doem no coração, uma das maiores especialidades dela, que tem uma reposta igualada caso alguém a provocou primeiro, o que pode virar um ringue se a pessoa não desistir rapidamente. Tem o costume estranho de tirar coisas impossíveis de suas roupas, algo que serve de defesa ou apenas para mais uma de suas ideias malucas. Ela realmente não é uma donzela em perigo, é mais prático ela salvar alguém do que ser salva. Do que vale ser salva por alguém agora quando ninguém havia a salvado quando ela precisou? É realmente surpreendente saber que um dia uma pessoa dessas, um dia, foi desprezada e humilhada. É surpreendente saber que Shiroi Hoshi Yuki um dia foi chamada de patética. 】






𝓠𝓾𝓪𝓵𝓲𝓭𝓪𝓭𝒆𝓼 ℱorte emocionalmente quando não envolvem seu passado. 𝓒orajosa; educada; inteligente; praticamente é protetora; organizada; perfeccionista; independente; observadora até demais; perceptiva; esforçada em seus estudos (e é por isso que ela serve como aquela sabe-tudo). 】






𝓓𝒆𝒇𝒆𝓲𝓽𝓸𝓼 𝓒aprichosa. alsa (por vezes); mentirosa (de vez em quando); séria demais; fechada; introvertida; calada; fria; sádica; rancorosa; sem humor; infantil em alguns casos; vingativa; sem emoções; irônica; sarcástica; insensível. 】






𝓖𝓸𝓼𝓽𝓪 𝓞s gostos de Shiroi não são tão peculiares ou algo do tipo, mas, alguns são difíceis de se encontrar por aí. rutas vermelhas – em especial, morangos. Bonecos – todos os bonecos possíveis, até os mais assustadores são os mais fofos para ela, é até meio bizarro a ver brincando com bonecos de madrugada (porque é claro que ela escolhe o melhor pior horário pra brincar de bonecos, de madrugada!). Provas & Charadas – as provas porque ela passa com facilidade, claro, ela está sempre com um livro na cara, e charadas pelo mesmo motivo, ou talvez porque seja divertido. Organizar as coisas – só porque ela sabe que no fim tudo vai estar no seu lugar, ela sente um desconforto impressionante quando está tudo largado de qualquer maneira. Chá – normalmente servem para ela se acalmar ou apenas para ela tirar um tempo de seus estudos. Passarinhos – desde sua infância os amou, normalmente quando está sozinha costuma brincar com eles como fazia antigamente. Cantar & Dançar – são uma das coisas que ela não tem vergonha de expor, ela pode fazer isso em qualquer lugar que não está nem ligando, afinal, dançar é uma das suas especialidades junto com o canto. Jogos – normalmente prefere os de Cassinos ou os clássicos, porque nisso, nem os especialistas conseguem vir e ganhar dela assim do nada, tipicamente é apenas um empate. Gatos – são seus animais favoritos depois dos passarinhos. 】






𝓓𝒆𝓼𝓰𝓸𝓼𝓽𝓪 𝓒oisas desorganizadas – pense em alguém que odeia qualquer coisinha fora do lugar. 𝓢urtos sem sentido – ok, se tiver um dos melhores motivos para surtar ela até entende, mas, surtar sem sentido?! Não, isso não cai muito bem com ela. Comidas exageradamente temperadas – ela prefere tudo na medida certa, nem tanto, nem pouco. Pessoas rudes ou grossas – desnecessário ser assim quando se pode ser no mínimo educado. Pessoas tolas ou gentis demais – pessoas gentis demais podem virar ingênuas, e, pessoas tolas em si provavelmente já são ingênuas, esse tipo de pessoa é desagradável para Shiroi, principalmente se forem assim o tempo inteiro. Neve – bem, acho que o motivo está bem óbvio. Perguntas óbvias demais – ela não entende o motivo disso, se a resposta está tão óbvia e até colada na testa de alguém, porque diabos alguém tem que ir lá e perguntar aquilo?! Cadáveres – os acha bizarros por causa dos necrófilos. Aparentar estar triste – muito estilo drama para ela, é como se ela estivesse sendo humilhada com aquilo, além que seria um erro fatal manchar sua imagem estando triste ou chorando na frente das pessoas. Barulhos de relógios & Sinos – também os acha bizarros, principalmente quando o relógio toca e logo depois vem o sino. Ursinhos de pelúcia e bonecas – os acha sem sentido, sem lógica ter algo sem vida ao seu lado, por isso ela sempre preferiu aos animais que tinha ao seu redor para brincar. 】






ℋ𝓪𝓫𝓲𝓵𝓲𝓭𝓪𝓭𝒆𝓼 ℱ𝓲́𝓼𝓲𝓬𝓪𝓼 𝓔quilíbrio. 𝓥elocidade; flexibilidade & força. 】






ℳ𝓪𝓷𝓲𝓪𝓼 ℳandar um olhar divertido para alguém que ela não gostou ou que foi mal-educado (encare isso como se ela dissesse: ❝considere-se morto a partir de hoje❞. 𝓒antar do nada, mesmo sem um instrumental, ela já imagina em si o instrumental tocando em sua mente, o que facilita. 】






𝓥𝓲́𝓬𝓲𝓸𝓼 ℒâminas & objetos afiados. 】






ℋ𝓸𝓫𝓫𝓲𝒆𝓼 ℱicar treinando esgrima & cantarolar quando está ouvindo algum instrumento. 】






𝓣𝓪𝓵𝒆𝓷𝓽𝓸𝓼 𝓤m dos seus principais talentos são com as lâminas ou qualquer objeto afiado (e cortante preferencialmente), afinal, não houve ninguém atualmente que foi capaz de a vencer quando ela está com uma lâmina ao seu lado, é considerado por ela como seu talento mais precioso e útil. 𝓒antar & dançar, apesar de seu foco ser mais o canto, consegue acompanhar uma dança difícil sem dificuldades: quando canta, parece que ela se transforma em outra pessoa, mais livre do que o normal e quando está realmente feliz de fazer isso ou quando faz isso para alguém que ela considera particularmente especial, costuma dar mais de si e eventualmente até sorrir de canto. Cozinhar é algo que ela não é tão profissional, mas, no entanto, é até boa, mas sua maior especialidade mostrada até agora com culinária foram comidas mexicanas (posso assegurar, um dos melhores pratos mexicanos que você já comeu vai ser preparado por ela) e bolos recheados, que, apesar dela normalmente dizer entediada que está ruim, todos que comem dizem que está divino (apesar que ela não acredita muito nisso, mas, ok). 】






𝓢𝒆𝓰𝓻𝒆𝓭𝓸𝓼 𝓢hiroi já foi capaz de matar sua mãe, a única familiar que lhe restou no país, e seu maior inimigo, Ren, tudo isso por um desejo absurdo de vingança e por uma desilusão de vida: ela achava que tinha uma vida normal como qualquer outra criança, quando sua mãe a odiava por um motivo que até hoje ela não tem certeza. as obviamente tem algo envolvido com sua aparência. Sempre teve. A morte de pessoas desconhecidas, mas ainda assim que concordavam com sua mãe ou as pessoas que odiavam também foram mortas em conjunto. Isso é algo que ela talvez não se orgulhe. Ela tirou, ao menos, um peso de suas costas para aguentar mais um: aguentar o fato que ela é uma assassina, e ninguém poderá retirar isso ou desfazer o que ela já fez. Não chegou ao ponto dela ter pesadelos, mas sim alucinações com aquelas falas desprezantes que irão ficar marcadas em sua memória para toda a eternidade. 】






ℳ𝒆𝓭𝓸𝓼 ● ℱ𝓸𝓫𝓲𝓪𝓼 ● 𝓣𝓻𝓪𝓾𝓶𝓪𝓼 𝓒aixões brancos. 𝓤ma vez, uma das garotas da mansão haviam lhe dito que no conto da Branca de Neve ele havia ficado presa num caixão branco, e ela não sabe porque, mas isso lhe deu aflição e um medo estranho surgiu desde aí, mas nada muito grave: ela apenas sente vontade de se afastar de caixões brancos e quando imagina em um tenta com todas suas forças pensar em outra coisa, qualquer uma. Descubram sobre seu passado, descobrirem tudo sobre ela, seus segredos, seus passados, isso é com certeza um de seus maiores medos. A rejeitem pelo mesmo motivo da sua mãe, a última coisa que ela quer é ser rejeitada por causa disso, o sentimento de ser abandonada por algo que ela sequer tinha culpa iria vir à tona e isso iria afetar profundamente seu psicológico. Não poder salvar alguém, mesmo que ninguém tenha salvado ela, ela não salvar alguém a tempo seria inaceitável, ela se sentiria como se estivesse repetindo os atos das pessoas que ela mais odiava, apesar de ter feito o seu máximo. Não possui fobias; seu único trauma é de ser estuprada. 】






𝓟𝓪𝓻 𝓚anato Sakamaki. 𝓢abe? Eu acho que eles são completamente opostos, o que daria uma boa história para se desenvolver, principalmente por Kanato odiar mentiras e Shiroi ser uma mentirosa que de vez em quando se revela, o que causa mais raiva. Seria interessante, além do fato que ela tem uma ótima defesa, não seria uma bonequinha indefesa no entanto. 】






𝓒𝓸𝓶𝓸 𝓪𝓰𝒆 𝓬𝓸𝓶 𝓞lha, eu prefiro que as autoras façam a relação dela com todos, de acordo com a personalidade dela. Eu me esforcei bastante para tentar melhorar por causa que eu não e acidentalmente cortei-me porque eu sou uma cabeça de vento, e, mesmo se não estivesse assim, não me sentiria à vontade fazendo uma relação. Prefiro que as autoras façam a relação de acordo com a personalidade da minha personagem lindinha e futura waifu (?). 】






𝓤𝓶𝓪 𝒇𝓻𝓪𝓼𝒆 𝓺𝓾𝒆 𝓪 𝓭𝒆𝒇𝓲𝓷𝒆 ❝Bela como a neve, fria como o gelo❞. 】






ℳ𝓾́𝓼𝓲𝓬𝓪𝓼 𝓣he Snow White Princess Is & Mushikui Psychedelism. 𝓓𝒆𝓵𝓪: Espelho, espelho, senhor espelho. Diga-me já! Quem é a garota mais bonita desse lugar? Já não sou a garota boba daqueles momentos. Fingindo ser uma mulher linda e boa, me ofereceu um maravilhoso jantar, quando eu provei um pouco você riu e eu...! A onde você estava? Aah. E não me salvaste... cai em um sonho, em um conto de fadas que acontecerá e o tempo irá mudar. Te suplico, beije-me, quero despertar desse profundo sonho. Quero sair desse branco caixão, o dramático sonho em que me encontro. Quero que escute minha voz te suplicando, tire-me rapidamente daqui! Espelho, espelho, senhor espelho. Diga-me já! Porque não me responde ao cumprimentar?! Quando te vejo com outra garota, o ciúmes me trai. Os sete anões já se encontram aqui, pedem por sua ajuda e não te deixarão ir. Enquanto você os ignora, me torturam e fecho os olhos, não quero chorar. Minha vida é como a Branca de Neve dos dias de hoje, que dorme no bosque. Por favor, regaste-me! Estou ao ponto de morrer de amor. Não há nada o que fazer se você não está junto a mim! Nosso amor está dividido por alguém mais que destruiu esse conto de amor que não restará mais nada. A onde você estava? Hoje se desapareceu...! Minha vida é como a Branca de Neve dos dias de hoje, que dorme no bosque. Te suplico, beije-me, quero despertar desse profundo sonho. Você poderá escutar a voz em meu interior? Quero encontrar a porta da saída e escapar... e com um beijo despertar... ahh! Te suplico, beije-me, quero despertar desse profundo sonho. Quero sair desse branco caixão, o dramático sonho em que me encontro. Quero que escute minha voz te suplicando, tire-me rapidamente daqui! Aah. Você não me resgatou...! Esse será meu fim... 𝓟𝓪𝓻: Todo o tempo explorar matéria e mente por igual. Um desastre é... isso você pode ver. Coisas como paz... são algo tão superficial. Tive que mostrar... o que minha manga só servia para ocultar. Ao olhar o que virá veio fome de mais maana. Digo adeus... porque não quero o pensar. Eu te desmembrarei, te matarei, em pedaços romperei! E com uma agulha, seu olho atravessarei... ainda assim, fecho o coração. A razão não voltarei a perder. Sendo assim... na solidão eu grito. Escondidos atrás de uma escada dados há, seus fragmentos em pedaços estão. Não posso entender as coisas como o amor. Só cortarei... esse irritante pescoço sem mais. No plano de encantar, desgosto ainda sei que há. Digo adeus... o que é desusado verás. Eu vou te fazer arquejar e a violar, sua virgindade tirar. Sei que o deseja, pois seus olhos pedem mais... abra bem o seu coração! Sei também que você pode recordar. Sendo assim... na solidão soluço. Na minha cama por sua vida te vi lutar. Só... friamente te vou olhar. Compreender... atrair... junto a ti envelhecer... ao chegar sua hora, me perdoe...! Você tem que me matar, que acabar, em pedaços desmembrar! Foi alterada a jogada justo no final. Já não paro de chorar...! O amor muda em um deserto igual. Sendo assim... tão tarde já você desaparece. 】






ℛ𝓸𝓾𝓹𝓪𝓼 𝓝o comentário. 】






𝓒𝓪𝓼𝓸 𝓼𝒆𝓳𝓪 𝓪𝓬𝒆𝓲𝓽𝓪, 𝓼𝓾𝓪 𝓹𝒆𝓻𝓼𝓸𝓷𝓪𝓰𝒆𝓶 𝒆𝓼𝓽𝓪𝓻𝓪́ 𝒆𝓶 𝓷𝓸𝓼𝓼𝓪𝓼 𝓶𝓪̃𝓸𝓼, 𝓿𝓸𝓬𝒆̂ 𝓪𝓬𝒆𝓲𝓽𝓪 𝓲𝓼𝓽𝓸? 𝓨ees! 】






𝓘𝓻𝓪́ 𝓪𝓬𝓸𝓶𝓹𝓪𝓷𝓱𝓪𝓻 𝓪 𝒇𝓪𝓷𝒇𝓲𝓬? 𝓢𝓪𝓲𝓫𝓪 𝓺𝓾𝒆 𝓼𝒆 𝓷𝓪̃𝓸 𝓬𝓸𝓶𝒆𝓷𝓽𝓪𝓻 𝓹𝓸𝓻 𝓽𝓻𝒆̂𝓼 𝓬𝓪𝓹𝓲́𝓽𝓾𝓵𝓸𝓼 𝓼𝒆𝓰𝓾𝓲𝓭𝓸𝓼 (𝓼𝒆𝓶 𝓪𝓿𝓲𝓼𝓸𝓼) 𝓼𝓾𝓪 𝓹𝒆𝓻𝓼𝓸𝓷𝓪𝓰𝒆𝓶 𝓶𝓸𝓻𝓻𝒆𝓻𝓪́ 𝓸𝓾 𝓽𝓸𝓶𝓪𝓻𝓪́ 𝓾𝓶 𝓬𝓱𝓪́ 𝓭𝒆 𝓼𝓾𝓶𝓲ç𝓸, 𝓽𝒆𝓶 𝓬𝓸𝓷𝓼𝓬𝓲𝒆̂𝓷𝓬𝓲𝓪 𝓭𝓲𝓼𝓽𝓸? 𝓨es! Apenas acho sem sentido as personagens morrerem por causa disso, porque tipo, ela morre e todo mundo fica tipo 'como assim que onde como que ano que dia que mês que hora what?' e logo depois outra vem no lugar xD, não que isso não aconteça no anime, mas né... 】




Mostrar Spoiler: Informações extras


Hello! Espero que tenham gostado da ficha e que tenham tido uma boa leitura. Beeem, aqui eu vou deixar mais umas fanarts extras e informações. Ren, na história de Shiroi, era um necrófilo. Ele havia prestado mais atenção na pele branca como a neve da garota e em seus lábios vermelhos como o sangue, acreditando que ela era um cadáver com vida SIM UM CADÁVER COM VIDA desde o início, mas logo após isso, teve como seu objetivo matar a garota para poder enfim ter seu cadáver e se aproveitar dele, mantendo assim a beleza eterna da garota. Se ele a matasse naquele momento, a beleza dela iria ser eterna, entende? Para planejamentos futuros algo como se ele fosse se casar com um cadáver se qualquer coisa desse errado (????). Branco: pureza. Pureza: virgindade. Ou seja, tudo explicado na parte de Ren (mentira). A aparência dele é do Kagamine Len e ela é a da Rin, ou seja, tudo explicado 2x. ELES SÃO OS KAGAMINES REENCARNADOS, KAGAMINE SIGNIFICA MORTE, ESTUPRO, TORTURAÇÃO, RELAÇÕES LOUCAS, TRIÂNGULOS AMOROSOS PROBLEMÁTICOS E SE NÃO HÁ NADA DISSO OU MUITO MAIS NÃO SÃO OS KAGAMINES! NÃO É A SHIROI! NÃO É O REN! SÃO PLÁGIOS E NÃO OS KAGAMINES (????). okya continuando... há uma suposição que na história real da Branca de Neve, o príncipe se apaixonou pelo "cadáver" da Branca de Neve quando estava num caixão branco, de cristal, etc, etc, e queria a levar para seu castelo para a observar todos os dias. Ren, na questão, é a representação desse príncipe, e talvez por essa razão ela poderia também ser "abençoada" pelo branco. E, no entanto, eu achei umas fanarts e artes originais bem fofinhas deles porque eu shippo RinLen, e pra mim ela e o Ren são reencarnações na minha mente que foi corrompida por Evillious, então, VIVA EL SHIROIXREN (???) kanato calma eu nunca disse isso foi o teclado, ta? NAO PERA NAO ME JOGA ~ke~


Escutando: .caso use uma das imagens editadas por mim, credite pls

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...