ßAnaTheKiller

AnaTheKiller
A Magnífica Feiticeira
Nome: Senhora dos Anéis
Status: Beta Reader
Sexo: Feminino
Localização: Boa Vista, Roraima, Brasil
Aniversário: 23 de Março
Idade: 15
Cadastro:

Tédio de sexta & Pequena historinha


Postado

Tédio de sexta & Pequena historinha

Olá! Tudo bem com vocês? Comigo tudo... Er... Vamos pular esta parte e.e
HOJE É SEXTA! Estou com um bloqueio horrível, não consigo escrever nenhuma fic, nenhum especial nem porra nenhuma... E o fato de estar sem celular (malditas notas baixas em história) não ajuda em muita coisa </3 não mesmo!
Eu realmente estou sem nada para fazer... Então... É... Pera... Deixa eu pensar em alguma coisa para escrever aqui ~sintam o level do bloqueio~

(exatas 19h29min)...
XXXXXXXXXX
(exatas 19h36min)

Ainda não sei o que escrever, nem o que dizer aqui, acabei de descascar uma tangerina para minha mãe, agora estou assistindo Chiquititas e refletindo seriamente em comer um cachorro-quente... A vida está realmente foda mesmo!
Ahhhh!!! Acabei de lembrar uma coisa! Não que seja exatamente importante, mas eu estou pensando em ir a um psicólogo :’) porque minha fobia de doença tá ficando mais foda e não da mais, na moral mesmo... Tirando o fato de que daqui para o final do ano eu faça uma cirurgia na cabeça, e com essa fobia do cão me enchendo eu tenho mais que certeza de que não vou conseguir nem mesmo ir às consultas. É... Acho que era isso... Vou fazer cachorro quente e pensar em mais coisas para por aqui...

(exatas 19h41min)
XXXXXXXXXX
(exatas 19h52min)

O pão tava com cheiro de limão estragado, mas o gosto tava... É, vamos esquecer esta parte também... Acho que vou escrever alguma coisa, vamos ver se sai...


First Time


Não que eu estivesse extremamente atrasado, afinal, faltavam três dias para que as aulas começassem de fato. Acho que queria apenas me ver livre da dependência dos meus pais, ou me ver livre desses livros pesados nos meus braços... Acho que agora queria apenas chegar logo em meu quarto.
Da pior parte eu já havia me livrado, subir as escadas. O bom era que não havia ninguém correndo para um lado e para o outro dos corredores, já que, para falar a verdade, eu estava de fato atrasado, não para a aula, mas a faculdade determinou que os alunos chegassem pelo menos uma semana antes de as aulas começarem, visto que faltavam três, eu estava sim atrasado.
Caminhei depressa em direção ao quarto, qual eu não fazia ideia de onde era, ou de quem esperar por lá. Olhava para os lados, procurando, o tal número 347... Essa droga de faculdade é enorme! Os dormitórios são em corredores vastos de portas e eu já estou basicamente perdido!
Como se não faltasse mais frustrações, antes que eu pudesse me esquivar ou proteger, me vi caindo no chão. E que puta queda! Olhei a minha volta e vi todos os meus livros espatifados no chão, e uma dor aguda invadiu minhas costas como se tivesse levado um chute (chute do chão, nesse caso...), grunhi baixinho de dor... Droga! Droga droga!
– Mais que droga! Que droga! – bati os punhos no chão
– M-me... Me desculpe... – ouvi baixinho a minha frente – Tudo bem?
Ao abaixar-se a minha frente me vi mergulhando naqueles olhos azuis da cor do mar. Ele tinha cabelos castanho-claros, quais encontravam-se levemente bagunçados, a pele tão branca quanto as nuvens e uma expressão preocupada tomando seu rosto
– Eu te machuquei? Me desculpe mesmo... Eu... Estava distraído... Me desculpe! – soltava nervoso, ajudando-me a juntar todos os livros espalhados pelo chão
Ele usava uma regata branca e uma calça jeans escura, e realmente foi inevitável não olhar para os músculos contraindo e descontraindo a cada movimento... Ele daria um belo desenho mais tarde.
Ao fim ele me ajudou a levantar, mostrou um leve sorriso de dentes alinhados e me fitou. Ele era alto...
– Tudo bem mesmo? – perguntou novamente
– S-sim... Eu... Meio que não conseguia ver nada por causa dessa pilha de livros cobrindo meu rosto... – sorri sem graça
– Ah! Se quiser eu posso te ajudar! – e sorriu novamente – Qual o número do seu quarto?
– Não precisa não! Eu já estou perto do quarto mesmo... – respondi desviando olhar – É o 347, ali na frente!
– 347... – ele murmurou – Pelo visto seremos colegas de quarto!
É... Pelo visto os anos serão longos nesta faculdade..
.

End!


AEEEEEEEEO <333 Saiu alguma coisa! Se bem que isso na verdade era um projeto para um outra fic (sendo que isso é basicamente o inicio de tuuuuudo, tudo mesmo!). Acho que esta noite não será mais totalmente em vão... E acho que quase ninguém vai ler isso mesmo XD mas ok :’) Boa noite para vocês meus aboreeeees *----* Kissus de tudo

(exatas 21:05)
Estou saindo para uma cachaçaria... Nossa tava rezando para sair de casa ;-; graças ;-;
Foi bom falar com vocês hoje u.u meus caros amores <3


Ja nee ^^


Ps.: O garoto da capa é o qual o menino esbarrou... Foi mais ou menos daquele jeito que eu imaginei ele... Então... É só ^^


Escutando: Abertura de Chiquititas
Lendo: Lendo (campo não obrigatório)
Assistindo: Chiquititas
Comendo: Pão com cheiro de limão

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...