~KpopperZoera

KpopperZoera
BLOOD SWEAT & TEARS
Nome: 백치
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Não Acredite em Fadas


Postado

“Você sabe, uma das cores que eu mais odeio é o branco, sabe o porquê? Porque é uma cor pura, incolor, uma cor sem vida. E acredite, não queira ser um “branco” pra mim, por que se for, terei grande prazer em pintar-lhe de vermelho.”
-Holly Dixon Griffths



Nome completo:
Holly Dixon Griffiths
Holly significa “azevinho”, “árvore sagrada”.
O nome Holly tem origem inglesa e deriva da palavra holen, do inglês antigo.
Holly significa “azevinho”, em inglês, planta que é considerada uma “árvore sagrada” na Europa.
O azevinho é tradicionalmente usado para enfeites de Natal em todo o mundo. Com folhas verdes brilhantes, ou lustrosas, e pontas que picam, traz bagas vermelhas, a partir do qual, assim, se compõe um bonito ornamento natalino.
Acredita-se que tenha sido utilizado como nome próprio a partir do final do século XIX, na Inglaterra e, tal como o nome Natália, era frequentemente utilizado para nomear as meninas que nascessem na época de Natal.
Trata-se de um bonito nome usado especialmente pelo gênero feminino, mas não de forma predominante, uma vez que há registros também no gênero masculino, o que faz dele um nome unissex.
O nome Holly carrega, assim, a simbologia de um dos eventos cristãos mais importantes - o Natal. Na simbologia, o azevinho representa esperança e alegria, justamente em virtude de ser o nascimento de Jesus, aquele que salvaria o mundo. Já seus últimos nomes, não possuem significado, são seus sobrenomes naturais.


Apelidos:
Hollyday ⤑ Esse foi um trocadilho feito com o seu nome por sua mãe adotiva. Ele simplesmente brincou com o significado aparentemente “natalino” de seu nome.

Angel ⤑ Seu namorado a chama assim, ele diz que ela é seu “anjo”.

Cinderella ⤑ Sua “mãe” e “irmãs” a chamam assim, elas lhe deram esse apelido por que ela normalmente com o rosto e as roupas sujas, tanto de poeira, quanto de cinzas
Idade:
Ela possui dezessete (17) anos, nascendo em dois (02) de Julho de 1998 (02/07/1997) sendo do signo de Câncer.
Nacionalidade:
Ravenscar
Parentes vivos:
Joanne Dixon Griffths ││49 anos ││Dona de Casa││Madastra││Humana
Joanne é realmente uma “madastra”. Digna de estar nos contos de fadas. Ela odeia Holly com todas as forças existentes, principalmente por sua beleza jovial e poder. Elas nunca tiveram uma boa relação e não vai ser hoje que vão começar a ter. Como Joanne pensa que ela é um estorvo, um nada. Ela utiliza Holly como empregada e a maltrata muito.


Momo Dixon Griffths ││16 anos ││Estudante││Meia-Irmã││Nephilim
Momo simplesmente adora perturbar e ofender Holly junto de sua irmã, é seu passatempo favorito. Holly nunca se deu bem com Momo, ela sempre pensa e acha que Holly é horrorosa. Holly quer nada mais que distância dela e de sua irmã.


Sana Dixon Griffths ││16 anos ││Estudante││Meia-Irmã││Nephilim
Sana simplesmente adora perturbar e ofender Holly junto de sua irmã, era seu passatempo favorito. Holly nunca se deu bem com Sana, e não vai ser hoje que elas serão amigas. Ela sempre pensou e achou que Holly é horrorosa, principalmente seus olhos. Holly quer nada mais que distância dela e de sua irmã.


Tzuyu Bennockburn ││45 anos ││Dona de Casa││Mãe Adotiva││Fae
Tzuyu é a figura materna de Holly. A mulher acolheu e adotou Holly quando ela estava perdida. Ela lhe deu carinho e amor materno, e ela está feliz, de ter alguém como Holly a seu lado.


Sexualidade:
Heterossexual
Tem alguma espécie que você tenha inimizade?
Nephilins
Na realidade, é a experiência que ela passa todos os dias nas mãos de sua “família”, então por causa disso, passou a ter certo desprezo por essa raça.
O que você é?
Ela uma híbrida entre Bruxa Branca e Bruxa Má.
Photoplayer:
Holly pode ser considerada uma "Doll Face", lhe coloque um blush rosa nas bochechas, um batom vermelho e cílios postiços que verá uma boneca em forma humana.
Sempre tem o rosto limpo (sem maquiagem) por ela achar desnecessário e não gostar de usar.
Sua pele é de um tom pálido, e límpida, livre de qualquer mancha ou pinta pela sua extensão corporal e facial, a textura de sua pele é bem sedosa e macia, com um leve aroma de doces misturado com frutas silvestres. Tem em torno de 1,65cm de altura e pesa em torno de 36kg, apesar de ser bem leve, visualmente, parece ter o peso correto para sua altura.
Holly possui uma baixa estatura, medindo 1,65cm, mas possui um corpo magro com suas curvas em seus lugares certos. Possui um corpo escultural, com seios fartos e redondos, contendo bicos pequenos e rosados, uma cintura fina que chega a ser invejável, barriga lisa e não possui qualquer pelos corporais ou faciais, não possui um quadril muito largo, mas o suficiente para chamar a atenção, bumbum empinado e arredondado de um tamanho satisfatório, possui pernas longas com coxas grossas e torneadas, mas sem exagero. Também possui pés pequenos, calçando por volta de 35/36, mãos com dedos finos, longos e delicados, com unhas grandes e bem cuidadas.
Suas características faciais são bem delicadas, com bochechas de tamanho mediano, nariz pequeno e um pouco arrebitado. Ela possui olhos felinos, que são únicos. Eles apresentam um “mutismo”, onde a cor de seus olhos muda de acordo com suas emoções. Como por exemplo, quando está com sono, seus olhos adquirem uma coloração cinzenta, quando está triste, eles ficam em uma cor azul-escura, e por aí vai, podendo aparecer cores fantasia, como vermelho, laranja e rosa. Seus olhos exalam perigo, e ao mesmo tempo inocência e desinteresse. Possui cabelos longos, que batem no fim das costelas, cabelos de uma coloração achocolatada. Seus cabelos normalmente tem um aspecto ondulado ou cacheado nas pontas, eles são sedosos e brilhantes, um cabelo bem cuidado com um aroma forte de chocolate misto de morango, claro que, sem ser enjoativo.

Photoplayer: Seohyun – SNSD (Girls’Generation)

│Gif’s│






















│Fotos│



































Sua História:
Holly cresceu em Ravenscar, ela foi abandonada por seus “pais” em uma lata de lixo em um beco escuro de uma das áreas mais perigosas do lugar.
Uma alma bondosa, escutou seu choro. Era Azazel Dixon Griffths, o patriarca da família Dixon-Griffths e, um anjo.
Ao ver aquela criança frágil, chorando e abandonada no relento, ele a adotou.
Sua esposa não gostou nem um pouco, principalmente por que ele dava mais atenção a aquela criança do que a si.
Azazel sempre quis filhos, herdeiros. Mas Joanne não queria, ela dizia que ela se tornaria feia após a gravidez.
Ela engravidou contra sua vontade em ordem de atrair a atenção de Azazel para si, o que funcionou parcialmente.
Não demorou para Momo e Sana nascerem, o que trouxe grande alegria para Azazel.
Com o passar dos anos, Azazel mostrava favoritismo em relação à Holly, ao perceber que Momo e Sana foram “apodrecendo” como Joanne.
No aniversário de sete anos de Holly, Azazel fora morto.
A causa de sua morte fora desconhecida.
Não demorou e Joanne começou a culpar Holly pela morte de Azazel, e disse que a única forma dela se redimir é se tornando sua escrava.
E fora aí que começou os maus tratos e espancamentos diários, a grande carga de trabalho doméstico e as más condições de vida.
Holly nunca reclamou ou fez alguma coisa para elas, por mais que ela tenha esse poder.
Um dia, sua madrasta e irmãs saíram para prestar presença em um importante evento da cidade. Logicamente, ela não foi.
Ela viu isso como uma oportunidade, e fugiu. Ela correu até suas pernas não aguentarem mais.
Ela finalmente estava livre.
Mas havia um problema, ela estava perdida no meio de uma floresta escura à noite e sozinha.
Mas, ela não estava sozinha, aparentemente, alguém estava ali à noite, e felizmente, era Tzuyu.
A mulher acolheu a garota, e se tornou a mãe de Holly. Ela a educou, e a treinou, ensinando-a como utilizar magia.
Personalidade:
Holly não é uma pessoa digamos que... Comum. Ela não é uma pessoa muito imperativa, ela é um pouco rabugenta, muito teimosa e tem um pobre senso de direção, no qual acaba sempre a levando para enrascadas.
Mas ainda sim, ela é extrovertida e gentil. Ela é bem curiosa, mas também é calma e sabe acalmar as pessoas – Desde nocautes a comas – é bem estabanada, o que é uma grande fonte de problemas. É um pouco infantil e inocente, o que leva a seus amigos terem nove (9) pares de olhos em cima da mesma, mas sabe ser séria e assustadora nos momentos certos, mas ela sabe impor limites.
Ela é uma ótima pessoa para se manter uma conversa, mesmo se for com um sujeito estranho ou com alguém que acabara de conhecer. Sendo capaz de fazer, mesmo a pessoa mais introvertida e “emo”, lhe abrir um sorriso.
Ela é uma ótima conselheira e boa ouvinte, onde muitas vezes, gosta de dar conselhos e ajudar as pessoas com seus problemas, desde os mais complicados aos mais simples e insignificantes.
Em certos momentos pode ser uma pessoa bem fofa, mesmo sem perceber. Ela é o purgatório entre o perfeccionalíssimo e do imperfeccionalismo. Sendo que, ela tem o comportamento de uma dama, uma boa personalidade e é bonita. Mas toda rosa tem seus espinhos, Holly é extremamente sincera, mentir esta contra a sua politica, sendo que sua honestidade muitas vezes cria confusões, o que a faz perder amizades ou dar uma má impressão. Como por exemplo, sua melhor amiga pintou o cabelo em uma cor grotesca, as pessoas falarão que ela está maravilhosa para não lhe magoar, já Holly, virará para ela e falará em sua cara, sem um pingo de pena da garota, que ela está horrível. Quando se trata de sua sinceridade, a garota não tem sentimentos, principalmente a piedade. Onde varias vezes, fora taxada de insensível por causa de sua sinceridade.
Apesar de ser extremamente sincera, ela detesta ferir os sentimentos de alguém. Principalmente se for alguém que lhe é importante ou possui algum tipo de relacionamento significativo com ela. Sendo possível de fazer uma ponte até a Lua para se reconciliarem.
Mas ela se importa com as amigas, cuida delas como se fosse a sua irmã mais velha.
Sua voz e algo incomum para as garotas, uma voz fina, calma e melodiosa, mas ainda sim um pouco rouca e baixa. Resumindo, uma voz aveludada, suave e calma.
Holly não é manipulada facilmente, tanto que ela consegue virar o jogo a seu favor, ela vê as discussões e os "jogos" como um jogo de xadrez, aprenda, ela sempre será a rainha, e você, o peão. Também tem um QI e uma dedução fora do normal, principalmente por ter uma habilidade analítica e, observadora – Ela também adora ler os contos de Sherlock Holmes, o que de certa forma, contribuiu com a sua dedução.
Ela normalmente solta algumas respostas improváveis de se ouvir, mas sinceras. Como por exemplo, se uma amiga chegar para ela e disser que ela matou cinco pessoas e cometeu canibalismo, é capaz de Holly responder: “Foi bom? Que gosto teve?”.
Holly passa uma primeira impressão de que ela é aquela garota do estilo "The cold girl from the city", mas na realidade, é só ela abrir a boca para lhe fazer ter um ataque cardíaco de tanto rir – claro que, nas horas certas. Algo a lembrar, é que a garota possui um apetite que parece ser um monstro de tão grande. É realmente um segredo do por que ela não engordar.
Ela tem certo talento de “ver nas entrelinhas”, sendo que, mesmo nas mais severas regras, ela acha um “jeito” de contorna-las e irritar até a pessoa mais calma do mundo.
Como citado anteriormente, para ela os seus amigos são parte da família, tratando-os de forma igual, sendo bem íntimos. Eles vivem rindo com as bobeiras da garota, e fazem a maioria das coisas juntos, ela é uma ótima pessoa para pedir opinião ou até conselho graças a sua sinceridade e paciência. É aquela amiga que te dá um “coice” quando você fica depressiva pelos cantos da casa, ri da sua desgraça, mas no final te ajuda a levantar, participa das suas bobeiras, vulgo idiotices, arruma uma solução de outro mundo, mas efetiva pra todo problema que te envolva, cai no prejuízo junto de você, e nem em caso de ameaçar a acabar com todos os doces do mundo, revela seus mais obscuros segredos confidenciais.
Ela sempre está pronta para fazer qualquer besteira ou qualquer coisa sem pé nem cabeça para ajudar quem é importante para ela, está sempre demonstrando gestos carinhosos ou brincalhões com a família e seus amigos, tendo certa paixão por crianças, tendo certo jeito com elas, e as mesmas a adoram.
Ao contrário da maioria das garotas, ela não se importa de pagar um “micão” por causa de seus pais, muito pelo contrário, ela ri disso, e em certos casos, se junta eles.
Quando a irritam, ela raramente demonstra que está irritada, e quando demonstra, é capaz de alguém sair com uma marca vermelha em forma de mão no rosto e o ego estraçalhado.
Sua mãe lhe diz que ela é uma mulher independente. Ela é uma mulher forte e independente, sendo capaz de encontrar felicidade por conta própria. Tendo autoconfiança sem ter de depender da aprovação de outras pessoas ou da sociedade. Ela simplesmente odeia ser obrigada a entrar em certo padrão ou modelo apenas para agradar alguém ou certo grupo. Então nem tente convence-la a mudar para agradar alguém.
Apesar de ter uma personalidade forte, muitas vezes, esconde seus problemas, frustações, decepções e tristezas por trás de seus sorrisos. Ela esconde o seu “eu” frágil, por medo de ser “quebrada” ou subjugada por isso.
Ela odeia que pessoas tomem decisões para ela, e se tomar, ela virará para a pessoa, independente se for um sujeito importante, e dirá na cara dela: “Por acaso você sou eu para tomar decisões no meu lugar?”, ou solta uma de suas “adoráveis pérolas” como uma boa resposta.
Um de seus defeitos é que ela é extremamente sensível e leiga quando se trata de falar sobre o amor, mas quando ela se apaixona, é tão intenso, profundo e verdadeiro, que você pode achar que acabou de descobrir a sua alma gêmea.
Ela costuma estar um pouco abobada e distraída quando está amando alguém, lembra muito aquelas garotas pré-adolescentes da escola que estão apaixonadas por algum sênior profundamente.
Adora mimar o seu parceiro, principalmente com comida – que ela mesma cozinha, principalmente a comida favorita de seu par – e, elogios e palavras amorosas, sussurradas especialmente em seu ouvido, sendo confidenciais apenas a ela e a ele. Ela também gosta de ser mimada, mas claro, tudo dentro de quatro paredes, todo casal necessita de sua privacidade.
(Claro que, ninguém precisa saber o que eles fazem sozinhos).
Ela possui certo receio de dizer o que sente para o homem que ama seus sentimentos, ela tem medo do garoto rejeitá-la, por mais que seus sentimentos estejam muito óbvios e transparentes, e apenas ela não percebe isso. Mas com o encorajamento certo, ela suará a camisa e irá se declarar.
É possível ela lhe magoar, ou ofender comumente graças a sua sinceridade e politica “não mentiras”. Mas por outro lado, ela tornará seu porto seguro, seu pequeno raio de sol brilhante, sua alegria. Onde, com toda a certeza será difícil de esquecer.
Ela não é uma namorada grudenta, ela sabe que não podem ficar quarenta e oito horas grudados, todos têm suas próprias responsabilidades e problemas.
Enfim, você terá uma namorada doce, fofa, respeitosa, ás vezes submissa, ás vezes dominante, engraçada, carinhosa e, confidente.
inclua-se sexy também[/color]

Coisas que gosta:
→Dormir
→Tocar Harpa
→Livros
→Doces
→Flores
→Crianças
→Comida
→Cães
→Cozinhar
→Treinar
Coisas que não gosta:
→Futilidade
→Pessoas Estúpidas
→Traição
→Muito Barulho
→Alimentos Amargos
→Mentiras
Medos:
→Barulhos extremamente altos
→Ficar completamente sozinha no mundo
→Sua antiga “família” volte para a sua vida
Manias:
→Quando está envergonhada, ela encara os pés e começa a brincar com os dedos.
→Quando está entediada, começa a brincar com seus cabelos enquanto faz bico.
→Ela coça a bochecha enquanto está pensando.
Diga os dons de seu personagem:
Manipulação de Diamantes



É capacidade de controlar diamantes, e gemas preciosas, podendo fazer espadas indestrutíveis, ou um escudo impenetrável.

Nível I
O seu personagem possui a habilidade de atrair diamantes em direção ao seu corpo.

Nível II
Consegue repelir diamantes em uma única direção, além de fazê-los brotar em um solo infértil.

Nível III
Tem agora um pleno controle de movimentação dos diamantes, os atraindo, repelindo, levitando, parando desde que não seja muito pesados, conseguindo até mesmo mudar a sua forma.

Nível IV
Consegue manipular o diamante no próprio corpo, conseguindo assim voar por um médio período de tempo. Além de fazer brotar diamantes do chão, consegue transformar pedras em diamantes.

Nível V
Consegue criar armas como Arco e flecha, espadas indestrutíveis, escudo quase impenetrável, além de tudo que tocar pode virar diamante.

Nível VI
Pode transformar o diamante em líquido e controlá-lo.



Necromancia



A personagem possui contato direto com o mundo dos mortos, sendo capaz de contatar almas, invocar zumbis e mexer com as sensações das pessoas, induzindo depressão, cansaço, fome, e, enfim, tudo que lembre a morte. Sobretudo, manipula razoavelmente as sombras e almas e prevê o futuro tão bem quanto sabe do passado, sendo assim a verdadeira Morte, uma Deusa da Morte.

Nível I
Holly exala um forte cheiro de podridão e decomposição por onde passa, enojando e propagando fadiga à quem fique próximo por tempo indeterminado. Com um estalar dos dedos, pode trazer animais da morte, independente se forem apenas esqueletos ou partes decompostas; os seres reanimados são contagiosos e podem adoecer quem fique muito próximo a eles. Além disso, pode atrair moscas facilmente, induzindo-as a porem ovos e exercer pequenas ações a favor da garota.

Nível II
Seus poderes adquirem um acesso que vão além do físico e sólido, possibilitando a Holly enxergar a alma das pessoas e definir seu grau de bondade ou maldade, juntamente a suas emoções e se o sujeito está mentindo ou não. Sua presença começa a emanar uma aura funesta e mortífera, sugando a vitalidade de seres próximos e entristecendo ao simples contato, concretizando a ideia de morte. Ao focar-se em um adversário ferido, consegue retardar a cicatrização de seu machucado, prolongando a dor e mal estar.

Nível III
A habilidade se acentua gradativamente, e agora é capaz de necrosar pequenos ferimentos. A pele se torna enegrecida, podre e morta, e o afetado pode apenas recorrer a amputação ou cura, caso contrário, o efeito se propaga pelo organismo, e em seguida, pelo corpo. Com um pouco mais de concentração, pode fazer pequenos animais entrarem em estado de putrefação e demência mental, os transformando em verdadeiros zumbis.

Nível IV
Holly pode convocar um pequeno grupo de esqueletos, sempre oriundos da terra. Pode dota-los com a capacidade de luta e uma pequena porcentagem de raciocínio, os induzindo a atacar ou proteger. Quanto as almas, pode atormentar alguém com espectros transluzentes; ela cria familiaridade com a escuridão, adquirindo um singelo controle perante as sombras. Além disso, já possui conectividade suficiente entre o mundo mortal e o mundo das almas, sendo capaz de fazer previsões que envolvam morte, sabendo ler pessoas a ponto de descobrir sua história e feitos num piscar de olhos.

Nível V
Holly ultrapassa os princípios humanos, podendo criar mortos-vivos dotados de tentáculos e outros membros anormais, como dentes pontiagudos e saliva infeciosa. Além disso, pode fazer braços brotarem da terra úmida e agarrarem o adversário, o aprisionando abaixo da superfície. Consegue, ainda, apodrecer pequenos órgãos dos indivíduos, como dedos e orelhas, sem fazê-los cair.

Nível VI

Se tornando uma legítima deusa dos mortos-vivos, pode estabelecer um controle amplo para ambos os lados físico e carnal. Quando presente, feridas e pequenos arranhões tendem a se contaminar, infecionando e exigindo um trato especial. A sua simples aura é capaz de retardar a habilidade Cura e enfraquecer a Regeneração Celular.



Cura



Cura é a capacidade do individuo curar seu alvo em questão de segundos, os mesmo podem identificar doenças, reconstruir membros arrancados etc.

Nível I
O mesmo consegue diminuir a dor, curar arranhões, inchaços e despertar de desmaios.

Nível II
Tem a capacidade de curar queimaduras de segundo grau, amenizar resfriados, alergias e doenças mais simples, podendo até se curar.

Nível III
Consegue restaurar ossos quebrados, consegue curar doenças muito mais graves, curar queimaduras de terceiro grau.

Nível IV
Consegue curar tudo, e se a pessoa tiver acabado de morrer, Holly pode revogar sua vida.

O que já te contaram sobre as fadas?
Ela não sabe muito, tem apenas ciência do que os livros de Tzuyu e a biblioteca de Ravenscar possuem. Mas tem curiosidade, em saber mais sobre as mesmas.
Liste os motivos que levaria seu personagem a dizer “eu acredito em fadas”?
No geral, seria mais para curiosidade. Ela sempre quis saber como elas são, e como elas vivem.
Frases/Bordões:
"O tempo tentará constantemente alcançá-lo e com um rugido irá engoli-lo não olhe para a frente a esperança reside apenas na corrente imprevisível que se aproxima por trás."

"Este olhar é o de alguém que está tentando me entender...De alguém que está tentando se colocar no meu lugar... para ver as coisas da minha perspectiva. Quer dizer que você quer me compreender...e ainda assim rejeita tudo o que eu sou?!"

“Tememos aquilo que não vemos. Não vemos, por isso respeitamos.”

"Mesmo que dê para ver, se não acreditar é como se não existisse "


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...