~arseface

arseface
Lollix
Nome: @codex @loollix @funnyMoriarty @dunhillcarton @nuttshell
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Macae, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 23 de Novembro
Idade: 15
Cadastro:

Casca de Noz


Postado

Casca de Noz

Hoje é meu aniversário.
Não posso dizer que é um dia especial; é apenas um dia como outro qualquer. Contudo, andam se passando tantas coisas em minha cabeça de forma efêmera e são tantas ideias que não estou sendo apta a segurar todas elas. Então tentarei de poucos aos poucos criar algo coerente.

Há dias que eu acordo com os piores pensamentos, ignorando-os o suficiente para dizer "eu estou bem", de fato, estou. Contudo, há uma parcela interior que me corrói de pouco a pouco. Eu estou bem, todavia, estou num ponto que não consigo dizer se é verídico ou utópico.

Não sou feita de incertezas, prefiro ser certa de algo antes que a curiosidade me corroa e acabo sobrecarregada com mais coisas que posso aguentar. Não posso expor. "Eu consigo lidar, não preciso fazer drama". Tudo assimila-se a um drama de vítima. A vítima que eu não quero ser. A vitimização que meu caráter dispensa. Ser forte é pior que qualquer ácido, pois além de corroer te destrói; e de certa forma, posso estar destruída, mas preciso continuar. Porque o mundo não gira em torno dos meus dramas e o tempo não para; porque eu sempre estou bem e sei disso; porque consigo ser a pessoa mais pessimista de todas sendo a mais otimista.

Passo isso através de escritas que não podem ser consideradas obras, mas sim uma descarga emocional digitada. Preciso deste âmbito para transferir tudo que sinto antes que gritos internos me coroam. Pois, eu sinto medo, sinto que preciso desabafar e sinto estou no meu lugar . Acredito que palavras transmitem o quê não temos habilidade de dizer em voz alta.

Não falei alarde de problemas primários e fazendo os que normalmente se preocupam ficarem preocupadas, fim. Não forçarei um problema que não tenho; não vou expor mentirosamente um falso sentimento em troca de um favorito. Não nasci assim tampouco fui feita para ser comparada a pessoas como esta.

Então serei a poeta mais verdadeira ou a escritora mais amável do meu jeito. Não farei questão de mentiras ou de dramas especializados. Não serei a quê segue mentiras mal contadas; não serei a falsa escritora amargurada.

De fato, cheguei logo neste "monopólio". E se não for para ser real sendo eu mesma, eu me sentiria melhor morta.

Escutando: Nutshell - Alice in Chains

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...