~sol1ta

sol1ta
+ji.kook.jpg
Nome: — Bored}ゝ ト ナ ニ ㇴ. の は ㇷ
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Julho
Idade: 16
Cadastro:

{little.u+


Postado


+be yourself, baby...+


B Á S I C O


Nome:
Margot Lilyanne Étienne

Nacionalidade:
Francesa.

Idade:
21 anos.

Altura&Peso:
1,63&43kg.

O U T R O S


Nome da Empresa:
DIY Entertainment.

Estilo que cantava:
Marg não tem estilo certo, ela canta aquilo que lhe for mandado. Contudo, prefere músicas pop.

Posição no grupo:
Dançarina Principal& Vocalista Líder.

Stagename:
Marly

Fã de que grupos/bandas:
Red Velvet, EXO, BTS, NCT U, GOT7, EXID, HyunA, Monsta X, I.O.I, Oh My Girl, 24K.

Gênero:
(x) Bissexual

V I S U A L

Aparência:







I N F O R M A Ç Õ E S


Gosta/Não gosta:
Gosta: One Piece, Bolo de Morango, noites enluaradas, praia, cerejas, sutiãs com bojo, shorts jeans, netflix.
Desgosta: Peras, siri, dias excessivamente quentes, trovões, superioridade por status econômico, amendoim, a cor oliva, que mecham em suas coisas sem permissão.

Medos:
Aracnofobia; medo de altura; pavor de decepcionar ou perder sua mãe; teme ser abandonada; teme ser inútil e insuficiente para aqueles que precisam dela.

Manias/Hoobies:
manias: Batucar as unhas contra superfícies sólidas quando pensativa; arrancar fios de cabelo quando nervosa; ficar encarando friamente o objeto de sua ira; morder os lábios para evitar risos em momentos inoportunos; gritar contra o travesseiro para abafar a vontade de chorar; ser excessivamente sarcástica quando estiver com ciúmes; morder as pontas das canetas quando posta sob pressão para criar suas letras; afundar-se em bolo de morango quando depressiva.

hobbies: Nadar, ioga, compor músicas, karaokê, assistir animes, ler, jogar videogames, criar coreografias.

Cor favorita:
Lilás.

Tipo ideal:
G-Dragon, Jay Park ou Heechul.
HyunA, IU ou Taeyeon.

Personalidade:
Margot possui uma empatia em relação ao que as pessoas sentem em seu íntimo, mesmo que as mesmas não digam nada. Sensível, inteligente, forte e determinada, essas são as palavras de seus pequeno grupo de amigos e trainees com quem se relacionara em ambas a épocas, da DIY e SM. Entretanto, ela “esconde o jogo”, por temer perder o controle ou de ser decifrada, já que o mistério é o que lhe dá charme. Vaidosa e com uma postura forte e sedutora, tendo o dom da manipulação para arrancar os segredos alheios. Sua persistência e teimosia podem ultrapassar muitas barreiras, mas a faz acreditar, ingenuamente, que pode controlar as pessoas. Infidelidade não reside em uma molécula de seu DNA, pois a odeia, acima de tudo; ela é profundamente honesta, sabendo guardar segredos. É extremamente consciente e valoriza as amizades, possuindo uma coragem de viver perigosamente, nos limites. Margot pode ser assustadora se for magoada, é dona de uma personalidade espontânea, forte, maligna e misteriosa. Ela costuma passar por períodos de grandes felicidades e por períodos de dúvidas. Sua moral tem altos e baixos... por causa das pessoas que cruzam seu caminho e que ela tenta conquistar. A jovem pode explodir a qualquer momento com sua personalidade totalmente inconstante. Com o par e amigos, Margot exige uma forte fidelidade do coração. É uma ninfa da paixão que coloca tudo em seu caminho: ela sabe fazer com que o ódio conviva com o amor, a tristeza com a felicidade, a disputa com a harmonia.

Comida preferida:
Croissant, Lasanha, Kimchi, Bimbibap.

Nome dos pais:
Bridgit Francesca Étienne.
Não conhece o pai.

História/Infância:

Ser mãe solteira não pode ser descrito como algo dentro dos bons costumes e da moral no continente asiático. Quando Bridgit Étienne descobrira-se grávida após uma noite de paixão intensa com um executivo estrangeiro, vindo de alguma região da Europa, a qual não conseguia se lembrar; apavorara-se como toda boa jovem solteira faria em sua situação. Entretanto, a decisão de manter o bebê e esconder o fato de um filho bastardo crescer em seu ventre não fora uma das ideias mais inteligentes da universitária em jornalismo. Com a descoberta da gravidez em seu quarto mês, Bridgit vira-se na rua da amargura; deserdada de ambos os pais, empreendedores de um famoso hotel em Paris, a jovem Étienne não acreditava que algum dia pudesse retornar a ser quem um dia fora. A mulher refizera sua vida em um dos bairros mais humildes da cidade francesa, perto do conhecido “distrito da luz vermelha”; abandonara os estudos de jornalismo, tanto pela gravidez como pela falta de orçamento para mantê-la, para contentar-se com um misero emprego de garçonete em um café-bar em tempo integral.
Para a jovem mãe, a vida era vazia, cheia de dor e tristeza, nem o bebê que a cada dia crescia parecia lhe dar alegria ou uma centelha de esperança. Porém, isso estava prestes a mudar com o nascimento daquela que viria a chamar-se Margot Lilyanne. Apesar de não ter expressado grande carinho e amor ao feto inicialmente, quando ouvira os gritos histéricos provenientes da garganta do pequeno ser, pareciam como voz de anjos que cantavam a ela uma bela melodia.
Logo após isso, ela e sua mãe mudaram-se para Busan, na Coreia do Sul. A infância de Margot não fora trágica, tampouco um mar de rosas; estudar em escolas publicas, apesar do bom ensino, não era tão estimulante quando seus colegas a humilhavam como um pequeno verme insignificante por conta de não “ter um pai” e por ser estrangeira. Um pária se une a outros de sua espécie, apesar de ter sido desprezada por grande parte de seus colegas, Margot encontrara lugares com os “excluídos da sociedade”, que incluíam mestiços e afro-asiaticos. Neste pequeno grupo, a jovem encontrara a amizade verdadeira bem como sua paixão pela música e, principalmente, o hip-hop americano.
Com a idade de 14 anos, através de audição, Margot entrara primeiramente na DIY, treinando sob a empresa por 2 anos, antes de abandoná-la com o pretexto de que a mesma não transparecia a liberdade para seus artistas de expressarem seu verdadeiro potencial. Através de seu período de trainee sob uma das empresas mais famosas do kpop, Ela gerara boatos extravagantes a seu respeito, principalmente sobre sua habilidade no rap e na dança, dignas khip-hop ou o hip-hop americano.


Extra:

{tatuagem}


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...