~kwron

kwron
BULTAORUNE
Nome: Queria ser um peixe, o resto tu que sabe
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

O pecado da preguiça do urso, Lílian.


Postado

O pecado da preguiça do urso, Lílian.







lian

"A verdadeira força é uma mentira, uma eterna falacia."

Mostrar Spoiler: Lílian QUEEN
Fichas

Nome

Lílian — é um nome que surgiu da origem inglesa, latina, que significa “pureza”, “inocência”, “Deus é juramento” ou “promessa de Deus”. Assim, este bonito nome carrega consigo os reflexos da pureza, da honestidade, da genuinidade e do imenso amor de Deus.

Apelido

Lily — nunca lhe atribuíram outro fora este. Quem deu-lhe o mesmo, foi Kuroha, este deu para uma maneira mais felina e manhosa de se falar com a loira.

Signos

Lílian é de serpentários, porém não acredita de forma alguma em signos.

Idade

Possui mais de trezentos anos. Literalmente, ela possui trezentos e noventa e dois anos.

Aparência


Lílian aparentemente era uma criança fofa, tinha os olhos roxos e bem clarinhos. Eram quase brancos. A pele era praticamente pálida, ela parecia está doente. E na maioria das vezes, vestia vestidos grandes e com tons vivos. Segurava o tempo todo um ursinho de pelúcia, “Plue!” que era o seu melhor amigo.


Aos quinze anos, em sua adolescência os seus olhos estavam em uma coloração legitima roxa. Cortava os cabelos em franjinha em frente a sua testa, os mesmos eram um loiro caído. Sua pele era levemente corava — visto que vivia caminhando com o rei de Camelot. Suas roupas estavam em tons escuros, algumas partes coloridas e etc.





Na época a qual entrou para os pecados, Lílian mascarava sua atual aparência com sua aparência de criança. É até fofo de ver, porém ela apenas quer preservar sua imagem. Não permitir que lhe vejam. Porém sua verdadeira aparência, é uma loira de olhos roxos mais ou menos claros, de corpo curvo. Esta, usa roupas curtas na maioria das vezes.

Personalidade

Anteriormente, Lílian tinha um caráter amável e ao mesmo tempo carinhosa. Porém com o passar dos anos, tornou-se fria e adorava esconder-se com mascaras fofas que apenas pareciam mostrar que ela era tímida.

Lily tem um caráter, agora, duvidoso. Não é possível saber o que se passa em sua mente, ou que ela deseja fazer. Ela não fala. Não produz nenhum som, apenas o nome das pessoas. E justamente por isso, o pecado da luxuria é obrigado a dizer tudo que se passa na mente da loira.

Não há muito o que se dizer sobre a loira... apenas que ela mantem uma postura misteriosa, que somente poucas pessoas tiveram o conhecimento de conhecer-la realmente.

História

Lílian teve uma infância comum, marcada apenas por pessoas que eram de afeição dela. No caso, em especial ela teve para sua vida toda até a fase adulta, Arthur Pendragon. O rei de Camelot, era literalmente a paixonite de criança e adolescente dela.

Várias vezes, ela soltava algumas piadinhas como “Eu deveria ser sua namorada!” ou “Quando poderei me apresentar como Lílian Pendragon?!”. Ela sempre mostrou amor por ele, e mesmo que ele reagisse como se aquilo fosse uma brincadeira, era curioso de se ver.

Afinal, ao mesmo tempo no qual ela amava Pendragon, o “primo” também gostava dela. O pecado da luxuria tentava inutilmente aproximar-se de si. O seu pecado é literalmente conjunto pecado da luxuria, os dois tem ligação direta. E nunca querem comentar sobre isso.

Gostos e desgostos

Gostos — Doces. Livros. O reino de Camelot. Qualquer pessoa que pertença aos clãs do gigante ou das fadas. São poucas coisas que ela gosta... talvez ela odeia mais.
Desgostos — Comidas azedas. Pessoas que não valorizam a literatura. Que lhe perguntem qualquer coisa relacionada ao seu pecado, ou ao pecado a luxuria. Pessoas. Humanos.

Pecado

O pecado da preguiça do urso. — sua origem e seu feito ainda é desconhecido.

Família

Harlequin — pai — idade e estado desconhecidos



Ela realmente gosta do pai, aparentemente, eles nunca tiveram nenhuma conversa verdadeira. Considerando que a garota foi criada pelo rei de Camelot. Isto causou uma certa desconsideração para com o pai. Todas as vezes que eles se veem, brigam ou saem a briga. Nenhum considera o outro. Afinal, King diz que a filha é irresponsável e jamais leva as coisas a sério.

Diane — mãe — idade e estado também desconhecidos



Não sabe muitas coisas sobre ela... apenas que seu irmão herdou tudo dela. E que ela, herdou tudo do irmão após sua morte. Ela acredita que a mãe está morta, e por isso, jamais a conheceu ou falou com a mesma.

Joules King — irmão gêmeo — chegou apenas aos 387 anos — morto



Ela se dava muito bem com o mesmo, chegavam a ser grandes amigos e companheiros. Mesmo que após os cento e cinquenta anos, ela tenha se fechado um pouco. Ele tentava inutilmente trazer a irmã comunicativa de volta.

Arthur Pendragon — paixonite e quase tio — não sabe-se dados concretos sobre ele


Ela amava-o até o seu sumiço, depois do desaparecimento, ela não tinha mais como comunicar-se com o mesmo, o que lhe gerou raiva e ciúmes. Lílian desde criança tem brincadeirinhas como “Você deveria ser meu namorado!”, e até mesmo em um jantar, tentou apresenta-lo como seu namorado para a quase família. No caso, apenas o pai.

Magias

Controle sobre a vida e a morte.Controle sobre a terra.Controle sobre a luz. — Ela divide facilmente da mais fraca a mais forte, e até mesmo a que usa e não usa. A primeira, é o seu controle sobre a luz. Após isso, o controle sobre a terra, este veio de seu irmão. E por último, o controle sobre a vida e a morte. Nunca chega ao nível de usa-lo. Usou somente uma vez, quando estava com ódio do pecado da luxuria e usou para mata-lo pela primeira vez.

Ataques e defesa — Seus ataques de 1° nível são baseados em chaves que vão girando e indo em direção ao adversário, elas chegam lá e explodem tudo, ao seu redor e etc. Algumas delas são especiais, e invocam “entidades”. Algumas delas, ainda não foram capturadas. Conta apenas com Juuzou (uma criança psicopata que anda com uma foice e um sorriso doentio), e Gemini (dois irmãos idênticos que andam sempre juntos, lhe servem para encontrar a localidade de algo). Por meio das chaves, ela também pode invocar tais espíritos. Porém dificilmente o faz.
Segundo, vem os ataques de sua mãe. São simples e dependendo da situação ela usa o Gideon. Terceiro, ela usa o Chastiefol, do pai. Porém, ela só usaria em último caso, seu ódio e desprezo seria até mesmo no ultimo segundo.

Sonhos, medos e fobias

Sonhos — Que de alguma forma, encontrasse Arthur Pendragon. Porém ela e todos sabem que isso é impossível. O segundo, é que lhe parassem de perguntar o seu pecado.
Medos — Ter que contar de verdade, o que fez para ser o pecado da preguiça.
Fobias — Hemofobia.

Par?
Kuroha. O pecado da luxuria, para ser mais exata =3

Relações

Pecados — os trata como trata a todos. Indiferente, e parece ser bem tímida, porém é somente uma máscara para
não precisar socializar. Porém seria capaz de tudo para salva-los, a pouca convivência já lhe vez acostumada a eles.

Mandamentos — não tem qualquer tipo de tratamento com ele. Ela somente respeita o antigo rei das fadas, porém, o mataria se preciso. Tal como o Dolor.

Par — anteriormente, tratava ele de modo indiferente e evitava sua cantadas e sua presença. Porém, aos poucos, o coração de Lílian foi amolecendo e ela deixou-se apaixonar por ele. Mesmo que ainda não tenha certeza se o ama de verdade.

Melhor amigo — o trata divergente de toda e qualquer pessoa. Socializa com ele, mesmo que com poucas palavras e respostas em sim e não.

Algum objeto precioso?

Nenhum. Lílian não possui nada que valha a pena guardar.

Tesouro sagrado

Gideon



Ganhou do irmão, e diminuiu em dez por cento de seu tamanho com a ajuda de Kuroha.

Chastiefol



O pai lhe deu quando pequena. Porém Lílian se nega a usa-la.

Algo a mais ou que eu esqueci?
Aparentemente, não!




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...