~ElectraMustaine

ElectraMustaine
Klausando
Nome: Mrs Morgan ♦ Mrs Ackles ♦ Mrs Pettyfer ♦ Dake's lover ♦ Cebolinha
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 25 de Fevereiro
Idade: 41
Cadastro:

♦ All the chips here ♦


Postado

First


• Seu user no Spirit
ElectraMustaine

• Nome do personagem e seu significado
Alec Müller Cresswell

Alec é um nome masculino, uma versão gráfica de Alex, originado a partir do grego Aléxandros, e formado pela junção dos termos aléxo, que significa “repelir” ou “proteger”, e andrós, que pode ser traduzido como “homem” ou “humano”.

O sobrenome alemão Müller tem sua origem como um nome ocupacional, que denota um empregado ou um proprietário de um moinho, onde os grãos eram moídos até se converterem em farinha.

Russell significa “vermelho”, e tem origem russa.

• Apelido
Alec é um nome fácil de lembrar e pronunciar, por isso ele não adquire apelidos.

• Idade
A aparência é de 18 anos, mas tem 1016 anos.

• Nacionalidade
Jacksonville — Flórida, Estados Unidos da América.

• Data de nascimento e signo
23 de Novembro de 1998
Sagitariano


• Orientação sexual
Heterossexual


• História

Alec, apesar de ser estadunidense, vem de linhagem alemã por parte mãe.
Evelin Müller, sua mãe, conheceu seu pai, Derek Russell, a partir de um programa de intercâmbio na adolescência. Eles tiveram um pequeno namorico por pouco tempo, logo acabaram porque não queriam namorar a distância, eles ainda tiveram contato depois de Eve voltar para Alemanha, mas depois pararam de ter, e suas vidas seguiram.

Um dia, Eve voltou aos EUA só para visitar, e acabou se encontrando novamente com Derek. Passados muitos meses e algumas complicações, eles se casaram. Com isso, Eve mudou de país facilmente. E com mais ou menos um ano depois do casamento, eles tiveram Alec.
Alec viveu em um lar familiar normal até os nove anos, após isso, seus pais se divorciaram por algum motivo que se recusavam a contar. Sua infância foi um pouco conturbada, e ele pode ser difícil de conviver às vezes por causa do que ouve. Na adolescência foi quando ele começou a ficar mais “rebelde”, mas isso não durou muito.

Nunca foi de gostar muito do pai, nem sabe explicar bem porque, mas era isso. E mesmo assim, Alec se parece muito com ele.
Depois do divórcio, Alec passou a morar com o pai. Mas, por ser policial, era normal sua vida correr riscos, e um desses riscos acabaram o levando de vez. Derek morreu em um tiroteio contra uma gangue. O que fez com que Alec ficasse órfão do pai.
A partir disso, ele passou a morar com a mãe, e isso não era ruim. Seu relacionamento com a mãe sempre foi bom. Porém, Evelin não sobreviveu à guerra.


• Personalidade

Assim como um sagitariano normalmente seria, Alec é um ser que se adapta muito bem a mudanças. Tem vários interesses deferentes, em áreas diversas, mas também, quando as coisas ao seu redor não o interessam, ele caba ficando entediado e inquieto.
Ele, apesar de preferir uma vida agitada, e gostar de aprender vivendo com as próprias experiências, também sabe parar, ouvir conselhos, e aprender coisas novas quando necessário.

Alec é aventureiro, está sempre à procura de novas experiências, busca a verdade e o conhecimento com todas as suas forças. Dotado de um humor fantástico, consegue brincar com as situações mais sinistras que se possam imaginar. Gosta de fazer amigos e de conhecê-los como a palma da mão.
O termo “justo” pode ser classificado como algo que também está incluso em sua personalidade. Ele não gosta que se metam na vida dele ao extremo, por isso, não faz o mesmo com as outras pessoas. Sempre tem esse pensamento de “Não vou fazer nada com ninguém, que eu não gostaria que fizessem comigo”.

E é um pouco cético. Para ele, “dizer não é fazer”, quando conhece alguém, e passa a conhecer alguns gostos da pessoa, ou habilidades, no fundo, ele só acreditará no que ela diz se a vir fazendo. Também pode ser difícil de acreditar em histórias mirabolantes, comentários e boatos. Também não gosta de admitir coisas sobre ele que o mesmo não goste.
É um esportista nato e têm muita sorte em jogos.


• Características físicas

1,80 de altura. Olhos escuros, mas não um castanho muito escuro, eles são pretos, pretos mesmo — olhos pretos são raros pelo mundo, mas existem —. Seu cabelo é liso, e muito bem cuidado, comprido até um nível entre o ombro e o pescoço. Tem um belo sorriso. Lábios bem desenhados. Seu queixo é levemente dividido. Seu corpo é alto, magro, mas musculoso. Tem uma pele de uma coloração normal, nem morena, mas também nem pálida demais.









• Estilo de vestimenta

Ele tem um grande apego pelo preto, e raramente é visto sem estar usando essa cor. Também gosta de usar cores leves, mas às vezes só como combinação para o preto. Suas roupas não têm um estilo único, às vezes podem ser tipo “badboy”, “rockeiro”, e às vezes formais.






• Desenvolvimento

→ Seu personagem pertence a qual clã? *
Clã Godheim

→ Qual seu paquera?
Priya. Mas se achar que é outra que combina mais, sinta-se a vontade para escolher.

→ Como seu personagem lida com os membros de seu clã?
Ele procura sempre manter amizade. E não gosta de ser essas pessoas do tipo de pessoa que está de mau humor toda hora. Ele ama fazer novos amigos, e se enturma facilmente. Também não tem muitos problemas quando é novo em algum lugar.


→ Como seu personagem lida com seu poder?
Ele mantém um equilíbrio. Normal. Acha ótimo possuí-los, e no começo houve vários descontroles, mas com o tempo ele passou a dominá-lo melhor.

→ Como seu personagem lida com o paquera?

Digamos que ele consegue “descobrir” tudo o quer saber. Para Alec, parceira é igual a melhor amiga. Não imaginam um relacionamento onde a amizade não prevaleça. Uma relação com ele, é um autêntico jogo mental. Sempre a aprender, sempre a tentar descobrir novas formas de amar, o par ideal para ele é alguém que, tal como ele, está na busca de novos conhecimentos.

Ele tem um lado romântico e segue sempre o que seu coração lhe diz. É fiel, não no sentido físico da palavra, mas será fiel ao seu ideal. Ele não gosta de demonstrações emocionais melosas.
De início seria isso. Ele gostaria de ir descobrindo ela aos poucos, e daí saberia se era alguém que o agradasse. Essa seria a base para que iniciasse o que quer que fosse acontecer; a amizade.
Garotas que sejam chatas e possessivas estão excluídas da lista de preferências.

→ Como é a relação dele com os amigos?
Ele é extrovertido e gosta de fazer brincadeiras de vez em quando, não que isso seja só com os amigos, é algo natural. E como dito, ele gosta de conhecer bem a pessoa com que tem aproximação, e pode ser seletivo às vezes.

→ Como é a relação dele com a família?
Ultimamente ele não tem, mas quando tinha... Como dito acima, seu relacionamento com a mãe foi bom, equilibrado. Já com o pai, foi mais complicado na época da adolescência, por causa do seu lado rebelde ter aparecido. Isso acabou por não mudar mais, não porque não quiseram, mas sim porque não houve mais oportunidades desde que Derek se foi. Esse fato pode ser algo que o cause arrependimento pelos atos, mas ele prefere esquecer por ser passado.

→ Como seu personagem entrou no clã?
Aos dezoito anos foi mordido por uma garota, que agora é sua ex namorada. Depois disso, ele passou a perceber a diferença em si. Não demorou muito a descobrir o que realmente tinha virado.

→ Como é a relação dele com membros de outros clãs? Ele tem afinidade com algum outro clã?
Não costuma ter inimizades exageradas, mas também não é como se fosse o amigo de todos. Prefere não ter muito contato com pessoas de fora. Porém, admira o Clã Vanllir.

→ Pelo que seu personagem é conhecido no clã em que pertence? Ele tem boa ou má reputação?
Boa reputação por ser alguém considerado “legal”, sua simpatia e seu humor o caracterizam.


• Pontos fortes, fracos e habilidades do seu personagem

→ Pontos Fortes;

Rápida dedução; ele não é lerdo. Se liga facilmente quando recebe algum sinal (como uma piscada de olho ou algo do tipo), ou em alguma coisa que esteja acontecendo.
É do tipo que faz o que é preciso. E sempre se esforça para fazer seus deveres corretamente.
Não se deixa levar por qualquer coisinha facilmente.

→ Pontos fracos;

Seu humor também atrapalha bastante quando feito em momentos sérios, e muitas vezes ela faz. Dando-se mal por isso.

Quando faz amigos, e percebe que eles realmente são, os considera mais do que importantes. Por isso, eles são um dos seus pontos fracos.

Pode se adaptar bem as mudanças, até mesmo de pessoas. Porém, isso pode deixá-lo vulnerável a enganadores profissionais.

→ Habilidades;

É bom em esportes, principalmente luta, ou futebol. Isso não té tão importante, mas conta.
Boa comunicação e habilidade de discursar.
Raciocínio lógico e organização.
Conhecimento mecânico, e tecnologia avançada.



• Medos/fobias/traumas

Ataxofobia — fobia de desordem; não é tão exagerado, é uma fobia de nível baixo. Isso tem haver com o que falei antes, ele gosta da organização.
Medo de ser totalmente dependente de outras pessoas.

• Vícios/manias
Arquear uma das sobrancelhas; sorrir de canto; tocar levemente os lábios quando está pensando em algo ou tendo uma ideia.

• Defeitos

→ Físicos;
O lábio superior mais fino que o inferior; Ter o nariz levemente pontudo; a divisão em seu queixo.

→ Personalidade;

Ambicioso; ele pensa grande, mas pode ser vítima do mau humor se demorar a conseguir o que quer.
O ceticismo, que também acontece de ser executado exageradamente.
Perfeccionista; não que não seja bom estar sempre à procura de organização, mas ele gosta do que é próximo da perfeição, e isso pode ser ruim quando praticado exageradamente.

• Armamentos preferidos para batalhas

Estacas


Adaga


• Sonhos ou objetivos

• Frase ou trecho de música que defina seu personagem
“Não me julgue pelo meu passado. Eu não vivo mais lá.” — Slash.

• Alguma curiosidade ou observação sobre o personagem?
Não

• Chave: Girls can do everything.



Second


• Seu user no Spirit

ElectraMustaine

• Nome do personagem e seu significado

Olivia Kober Paxton

- O nome Olivia é derivado do latim oliva que nada mais é que azeitona.
- Kober é um sobrenome poligenético que significa cesta de palha.
- Paxton significa crista.

• Apelido

Liv


• Idade

1014 anos, 16 em aparência.


• Nacionalidade

Berlim, Alemanha.

• Data de nascimento e signo

20 de Outubro de 2000
Escorpiana

• Orientação sexual

Heterossexual





• História

Liv veio de uma gravidez indesejada, e foi deixada muito nova em um orfanato. Não demorou a ser adotada, e foi criada por uma família adotiva americana, os Paxton, até seus 14 anos. Ela nunca aceitava o fato de ser tão diferente de seus pais ou de sua irmã pouco mais velha, Bradley.

Então, ela queria descobrir porque, e com seu espírito teimoso que não desiste facilmente do que quer, ela decidiu pesquisar mais sobre si, já que as pessoas a sua volta não falavam a verdade, e ela sentia isso. Não teve sucesso em suas procuras, mas sua mãe adotiva acabou lhe contando toda a verdade uma vez, foi aí que ela soube sobre ter sido rejeitada pelos pais verdadeiros.

Sua mãe verdadeira lhe procurou após alguns anos. E partir dos quinze, Liv deixou os EUA e foi morar na Alemanha — sua terra natal —, com sua mãe, Mariane Kober. Lá ela aprendeu a melhorar seu alemão, conheceu novas pessoas, e, teve experiência de modelo, pelo fato de sua mãe ser uma estilista bastante conhecida na Europa.

Nos primeiros anos tudo eram flores, mas depois sua mãe começou a tratá-la como um “nada”, ela não dava mais atenção à filha. E não demonstrava nem um pouco de amor maternal. Mas assim, para a imprensa, ela fingia ser a melhor mãe do mundo, e Liv tinha de concordar para não estragar a tão importante reputação da mãe.

Com isso, Liv foi ficando cada vez mais sozinha. Foi nessa época que ela começou a esconder mais o que sentia. Ela não tinha muitos amigos. E ainda fora obrigada a iniciar uma carreira de modelo adolescente, fazer cursos de moda, e coisas derivadas.

Não manteve mais contato com os pais ou a irmã adotiva, e os contatos que tinha de seus colegas da escola, também foram todos perdidos. Não por excluir ou algo do tipo. As antigas relações dela apenas esfriaram. Ela se arrepende amargamente de ter ido morar com sua mãe. E não a considera sua mãe sentimentalmente, ela é apenas um ser que a deu vida.
Ela não conhecia o seu pai, e Mariane se recusa a contar dele. Ela se recusava até mesmo a dizer “oi” para a filha, ou dar um simples sorriso. Fazendo isso em público, claro.

Mas com tanta insistência, Liv acabou sabendo que ele era um cara do tipo empresário bonitão, e que era americano. Ela acabou tentando contatá-lo, mas isso não acabou bem.
Sem mãe, sem pai, sem amigos; esses são os elementos que a fizeram ser uma garota sozinha.

E o motivo dela esconder seus sentimentos, é inspirado na fama: sempre achamos que os famosos são perfeitos, mas, nem tudo o que assistimos, lemos, e vemos sobre eles são a total verdade. Porém, nós nem sempre sabemos seus verdadeiros sentimentos. Na maioria das vezes, eles os escondem. Assim como ela.

Liv pode aguentar certas coisas, mas tudo tem seu ponto.


• Personalidade

Uma garota sociável e reservada ao mesmo tempo. Liv não é tímida, mas prefere ficar no seu canto, e observar antes de agir. E às vezes, pode estar calada, mas está sempre analisando as coisas com seu olhar crítico, seja bom ou ruim.

É imaginativa, e criativa, e tem uma grande capacidade para analisar situações e pessoas. Tenta sempre evitar a arrogância, a agressividade e o ciúme, porque algumas vezes pode os sentir tão intensamente que, se acontecer de se render a esses sentimentos, pode acabar perdendo o controle.

É meio emotiva, e pode se doer com algumas coisas simples que para ela façam sentido, mas ela prefere não demonstrar que foi atingida, e não gosta de retribuir da mesma forma. Prefere dar uma resposta que faça lógica ou algum corte, a ficar criando briguinhas.

Pode parecer ser alguma coisa, mas tem seus sentimentos escondidos internamente, sendo difícil para compartilhá-los, principalmente os ruins.
Liv tem uma grande força de vontade, e quando quer algo não desiste facilmente.

Ela era um pouco mais reservada antes, mas com o tempo começou a ficar mais “solta”. Adora fazer brincadeiras para passar o tempo.

Tem um ótimo humor, adora sarcasmo, e ambos são por dois motivos: ela gosta; e por já ser natural dela, pode esconder o que sente facilmente realizando-os, e quase ninguém perceberá que ela está triste ou algo assim.

É compreensiva. E também tem o costume de ajudar as pessoas, e, as vezes acaba por colocar as prioridades de outras pessoa acima das suas — isso só acontece se ela realmente gostar da pessoa ou achar que ela merece uma segunda chance para mudar.





• Características físicas

Liv possui cabelos ruivos naturais, e são naturalmente ondulados.
Sua pele é branquinha.

Seu corpo é mediano; ela tem uma aparência de "magrinha" logo de início, mas se observar bem, você vê que há belas coxas, seios, e uma cintura bem desenhada.

Olhos castanhos meio esverdeados. Seu rosto tem um meio arredondado, mas sendo delicado. Sua boca tem certo jeito para ser um "biquinho". Um belo sorriso, e quando realizado, covinhas se formam em suas bochechas. Seus cílios fartos, não necessitam tanto de alguma maquiagem para deixarem seus olhos destacantes e bonitos.
1,77 de altura.











• Estilo de vestimenta











Desenvolvimento

• Seu personagem pertence a qual clã?

Clã Helheim

• Qual seu paquera?

Dake

• Como seu personagem lida com os membros de seu clã?

Liv gosta de um equilíbrio. Não pretende ser muito amiga de alguém, e nem fazer inimigos.
É do tipo que está sempre disposta a ajudar, e mesmo que goste de brincadeiras, sabe ser séria quando preciso.
Não vai querer dar motivos para que as pessoas desgostem dela, mas, se acontecer, ela procurará ignorar a pessoa. Ela estará evitando a arrogância e agressão, mas pode ceder a isso, caso alguém passe dos limites.

• Como seu personagem lida com seu poder?

Seu descontrole não é bem em manuseá-lo, e sim onde o usar. Não usa somente quando preciso. Ama fazer brincadeiras, e às vezes às faz tanto que perde o controle de quando parar de fazer. Como se fosse um vício.

• Como seu personagem lida com o paquera?

Dake consegue ser irritante com seu jeito mulherengo. E suas inúmeras cantadas, as quais muitas se incomodam, fazem não gostaram dele, mas Liv pode achar um pouco engraçado, e, de certa forma, não se incomoda tanto. Ela meio que gosta da forma que ele a faz se sentir meio especial.
Ele tem seu jeitinho “pervertido”, e isso também pode não incomodá-la tanto. Mas ela não curte muito quando realizado com outras garotas.

Liv costuma ser chata com quem gosta. Vive dando “patadas” e tirando onda da cara dessa pessoa com seu sarcasmo. Talvez porque ela não admita facilmente o fato de gostar de alguém. Não quer admitir a real forma de como vê aquela pessoa.

Demonstra em seus gestos o sentimento, sendo a maioria das vezes de forma inconsciente, o que faz a outra pessoa as vezes perceber.

Não importa o que o garoto faça, ela nunca vai corar, se sentir envergonhada, ou tímida. Os sinais de que ela sente algo são como, falar daquela pessoa frequentemente — mas ela não fica tipo “Ah, o Dake é tão lindo, já viu os olhos dele? Ai, ai...” Não, não assim —. Ela não fala das qualidades da pessoa para outras, o que ela fala sobre a pessoa são coisas simples, faz isso somente pelo fato de estar citando o nome da pessoa ou algo assim.

Ela adora ouvi-lo falar, sorrir, e vê-lo empolgado com algo. Também gosta de fazer diversos elogios, arranjando algum motivo para tocar seus cabelos, e pode adquirir uma grande vontade de vê-lo solto, pois sempre teve uma queda por garotos do cabelo comprido. Também, por vezes, acaba forjando algum tipo de pequeno acidente que ninguém perceba, mas que foi apenas para esbarrar nele, tocá-lo, chegar perto, e coisas simples assim.

• Como é a relação dele com os amigos?

Mesmo que ela queria um equilibro, fazer amigos é inevitável. Ela é simpática, e é aquela garota que sempre vai estar puxando o assunto. Vai tentar fazer sempre com que ele nunca morra.

Será legal, e pronta a dar conselhos. Mas quando tentarem falar sobre ela, a mesma fará o possível para desviar o assunto, e procurará não falar de si mesma. Não porque não confie, mas apenas por não querer/gostar.

• Como é a relação dele com a família?

Nunca conheceu seu pai, mas acredita que ele seja tão como sua mãe. Pois ambos a rejeitaram, e mesmo que ele estivesse arrependido, ela sempre o considerou um idiota por não procurá-la.

Sua mãe foi meio diferente, Mariane a procurou. E Liv até gostava dela no começo, mas passou a não se dar bem depois quando tudo aquilo que passou começou a acontecer. Às vezes pensa que ela tinha algum motivo, mas não sabe qual.

Apesar de desgostar dos dois, ela acabou os perdoando depois de um tempo. Mesmo que não tenha recebido o pedido. Ela decidiu deixar tudo pra lá, esquecer. E se um dia eles a tentassem, ela os ouviria e faria o que estivesse de acordo. Mas nenhum deles fez isso.
Até que ela “fugiu”, e não teve mais contato com eles.

• Como seu personagem entrou no clã?

Liv achou que se livraria facilmente de tudo o que não gostava, se acabasse com sua vida.
Ela tinha uma curiosidade de descobrir o que havia do outro lado, e juntando com a falta de vontade de continuar com sua vida, ela simplesmente, suicidou-se.
Foi assim que virou um fantasma. Andou um tempo sozinha, mas não demorou tanto a encontrar o clã.


• Como é a relação dele com membros de outros clãs? Ele tem afinidade com algum outro clã?

Admira a todos, mas por mais que ache todos interessantes, e poderosos de sua forma, ela prefere manter seu equilíbrio, e tem cuidado quando vai se aproximar de outros clãs. Por não ter uma certeza se deve confiar.
Antes de qualquer coisa, ela prefere descobrir o verdadeiro motivo da aproximação dos de fora.
E, por vezes, ela gosta de invadir algum clã próximo, à noite, para que possa realizar suas brincadeiras com os membros dele.


• Pelo que seu personagem é conhecido no clã em que pertence? Ele tem boa ou má reputação?

Sua mania de brincar e fazer comentários engraçados não passa despercebida. Mas ninguém sabe muito sobre ela em si, e pode ser considerada uma garota um tanto misteriosa.
Porém, em meio a algumas coisas, tem uma boa reputação.





Pontos fortes, fracos e habilidades do seu personagem

Fracos

- Seu passado; principalmente quando se refere ao pai verdadeiro que ela nunca conheceu.
- Sinceridade fingida; por ser uma pessoa compreensiva ela tende a perdoar e acreditar com mais facilidade. Isso complica quando a pessoa está apenas fingindo.
- Seu cabelo; nem ouse ameaçar fazer algo de ruim a ele. Isso a deixa fora da sanidade.

Fortes

- Boa memória
- Quase sempre consegue ter uma ideias e palpites interessantes
- Organização e planejamento

Habilidades

- Atuação; consegue fazer pequenos “teatrinhos” se preciso.
- Tem tipo um dom para planejar bem as coisas
- Conhecimento sobre diversas armas
- Desenho
- Escultora no nível médio


• Medos/fobias/traumas

Tem medo de ficar cega. É meio estranho, mas ela realmente tem medo.

• Vícios/manias

Soprar a franja | Batucar os dedos, sempre que puder, em algum lugar sólido
Tem um vício controlável pelo cheiro de livros antigos. E não pode passar um dia sem dizer sequer uma ironia.





Defeitos

Físicos

Seus ombros são levemente mais largos que o quadril. E sua sobrancelha direita tem uma leve falhada na parte de cima.

Personalidade

Sua mania de ser persistente, a faz ser meio problemática quando quer algo. Já que ela não desiste facilmente.
Tem dificuldade em compartilhar algo sobre si mesma.


• Armamentos preferidos para batalhas

Gosta de usar sua forma imaterial de transpassar e invisibilidade para descobrir segredos, e observar diversas coisas.
O voo.


• Sonhos ou objetivos

Sempre teve o sonho de desaparecer quando em vida, deixar de ser famosa, ou algo parecido. Pode ser considerada louca pelo que fez, mas não se arrepende.


• Frase ou trecho de música que defina seu personagem

“Procuro me manter isolada contra a agonia de viver dos outros” — Clarice Lispector


• Alguma curiosidade ou observação sobre o personagem?

Não curte ser o centro das atenções. E comemora internamente quando alguma decisão depende dela.

• Chave: Girls can do everything

Escutando: Wind of change - Scorpions (♥)
Assistindo: A edição desse jornal

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...