My Ficha <3


Postado

Dois homens e meio (Sem muita paciência pra ver algo sem ser comédia)

*Nome e sobrenome:
Sarah Young

*Idade e data de nascimento:
16 anos , nascida em 23/03 , Signo Áries

*Aparência:
Possui um cabelo relativamente grande, batendo até um pouco abaixo do meio de suas costas e totalmente cacheado. Tendo um bom volume e um brilho bastante invejável, sua cor é preta dos fios as pontas. Possui olhos castanhos claros, se assemelhando a verde que sempre ficam com um aspecto selvagem , pele bronzeada e seios medianos, tendo um bumbum levemente grande, porém é resultado dos exercícios físicos que prática. Mede cerca de 1,67 pesando 56 kg bem distribuídos pelo corpo. Tem uma tatuagem na orelha de notas musicais, bastante visível, e uma nas costas, grandes asas de anjo. Na bandana esquerda da bunda possui pequenos pássaros voando. Tem um piercing transversal na orelha e um na língua.

*Personalidade:
Sarah é uma garota problemática, sempre no meio de confusões e brigas. Muita das vezes provocada por ela mesma. Tendo um ar rebelde, sempre xingando, ou provocando alguém.
Do tipo que nunca recua, e nem recusa uma briga. Não importa com quem seja, afinal aprontar é tudo oque ela sabe fazer.
Tem um orgulho muito maior que a maioria das pessoas, o que faz com que quase nunca peça desculpas, ou demonstre fraquezas em público. Como chorar, sim. Ela evita a todo custo chorar. Mais todo esse Orgulho, com uma mistura do seu ego potencialmente grande, agem como uma camada de proteção, a impedindo que se machuque, assim ela vê pelo menos.
Sempre com uma resposta pra dar na ponta da língua, ela se recusa a perder uma discussão se quer, por ser extremamente competitiva talvez.
Esta sempre com lesões pelo corpo, devido as contantes brigas em que se mete, a qual ela mesmo faz questão de ser a primeira a levantar a mão pra partir para a violência.
Joga a verdade na cara, não se importando se irá magoar, tenta nunca demonstrar oque sente, coisa que quase sempre falha. Gosta de defender alguém quando a mesma vai apanhar, não por caridade, nem dó, é só pra tomar a briga pra ela.
Por todos esses fatos tem poucos, se não amigos nenhum. E algo que ela sempre repete para sí mesma é “Não preciso de amigos, Nunca precisei, E Nunca vou precisar” Que age como um mantra, já que a única pessoa que ela respeita, ama e ouve é seu Irmão.
Tenta não se envolver com ninguém, não emocionalmente. E duvida que algum dia alguém conseguirá ficar com ela. Porque afinal de contas ela é a “Garota má” Com que você nunca deve andar, desafiar ou dirigir a palavra.
Seu pouco respeito é evidente, sarcasmo estampado na voz e um sorriso debochado toda vez que alguém consegue revidar suas palavras.
Ela é, sem dúvidas diferente de todos.


*Historia:
Sempre foi uma garota problemática, em todos os colégios que passava ficava pouco tempo, recebia diversas reclamações ou a ameaçavam de expulsão. Nunca deu importância aos estudos, passava empurrada ou de raspão no reforço. Mais sua mãe sempre tentava a manter na escola ou longe de confusões, pedindo sempre que não envergonha-se seu pai, ou o incomodasse com besteiras, sempre com a desculpa de que ele era um homem importante, motivo pelo qual vivia ocupado, sempre ocupado, ocupado demais para a esposa, ocupado demais para os filhos, ocupado demais para dizer um simples “Amo vocês” Ou até um bilhete de desculpas, mais ele nunca fez.
No inicio tudo era pra chamar atenção, brigas todos os dias, tudo que fizesse o mesmo prestar um pingo de atenção a ela, mais nunca funcionava.
Depois de um tempo se aprofundou em MMA, ela gostava da sensação de estar em um ringue, de poder socar e chutar alguém, e do barulho quando vencia uma luta, até ficou um tempo sem fazer nada, vivendo como uma garota comum, sem brigas ou algo do tipo, pois qualquer confusão resultaria na expulsão.
Até que a pior coisa aconteceu, sua mãe morreu em um acidente de carro, seu mundo caiu, ela precisou de apoio, mais o único que estava lá pra ela era seu irmão, sempre rebelde mais disposto a aceita-la, e tomar o lugar de pai que ela não teve. Seu irmão Mudou o sobre nome assim que atingiu a maioridade para Bradley, dando um cordão para sua irmã, com a metade de um coração como pingente, e ele mostrou o dele a ela, com a outra metade. Afirmando que sempre estariam juntos.
Foi então que as coisas ficaram cada vez piores pra ela, foi expulsa da Academia, as brigas ficaram mais frequentes, estava começando a entrar no mundo das drogas, foi quando seu pai finalmente a notou, mais a atenção dele ela já não queria faz tempo. Já passou por reformatórios , porém nada adiantou.


*Familia
Ian Bradley -26 anos - Trabalha como médico. - Ama seu irmão, embora ele tenha feito várias coisas erradas como apresenta-la ao mundo das drogas, porém ao entrar pra faculdade de medicina ele largou tudo, mais ela ficou. E apesar disso seu irmão é a única pessoa com quem ela desabafa, quem ela ouve e confia. E principalmente obedece, mesmo que raramente.

George Young - 46 anos - Empresário - Quase não tem contato com seu pai, e quando tem há sempre discussões. Ela nutre um remorso grande por ele, o culpando de tudo de ruim na sua família e na vida dela.


*Amigos
Seus amigos são os garotos encrenqueiros com quem anda, e não se pode realmente chama-los de amigos, afinal tudo não passa de bebidas juntos. (Sinta-se a vontade pra por um amigo, de verdade a ela)

*Inimigos:
É seu inimigo qualquer um que insulte seu irmão, ele é seu único ponto fraco (E o amigo, se decidir botar) Os tratando de maneira rude e sínica, fazendo questão de insulta-los ou se provocar, partir pra briga de imediato

*Você é:

( ) Popular
( ) Nerd
( ) A patricinha
( ) O excluido
(x) O bad boy (Bad Girl )
( ) O mauricinho


*Gosta:
Gosta de chupar pirulitos, forma que encontrou de controlar a abstinência das drogas, mantendo algo sempre na boca. Praticar esportes também é um hobbie seu, observar a lua, seu irmão, ganhar, festas, drogas, desafios, lealdade, coragem, pessoas decididas e de personalidade forte, da cor azul, da cor preta, Do seu cachorro, ouvir música e irritar os outros.

*Não gosta:
Pessoas fúteis, que desistam rápido demais, seu pai, que a insultem, perder, admitir fraqueza, pedir desculpas, lição de moral, mimados, gatos, lugares fechados e palhaços,

*Estilo
Seu estilo é variável, as vezes usando botinas, calças de couro e jaquetas jeans, com blusas pretas básicas. Outras usando um boné, moletom, calças jeans e tênis escuro. Raramente usa shorts, e quando usa sua blusa é sempre maior o tampando facilmente. Seu cabelo normalmente anda sempre solto.

*Preferidos-

-Livro:

Ela não é muito de leitura

-Filme
Escritores da Liberdade

-Serie:
Gosta de sereados de comédia, como Dois Homens e Meio, Big Bang Teory , Eu a Patroa e a criança etc.

-Banda/cantor(a):
Fã de Skillet , The Script, Sia , Meg e Dia, Skrillex, David Guetta, siebenburgen e de vez enquando pop, como Beyoncé, Madona , Lady Gaga

-Musica:
Meg e Dia -Monster
Alive -Sia


*Faz de tudo para conseguir o que quer?
Sim, quando quer algo vai atrás sem medo. Passando por cima de tudo e todos com quem não se importa

*Algum animal de estimação?
Sim, possui um American Staffordshire Terrier, costuma o chamar de Luky, nome gravado na coleira. Tem dois anos e , bastante amoroso e brincalhão porém é treinado como cão de guarda.


*Relação com-

-Amigos:

Aos poucos que tiver é carinhosa do seu jeito, do seu jeito bruto mais carinhoso. Sempre fazendo piadinhas ou os chamando pra se divertir, evita contar seus problemas mais sempre os ajuda com os deles, prefere passar barras pesadas sozinha. Faz de tudo pra defende-los , ate mesmo assumir culpa de algo que não fez por eles.

-Inimigos:
Sempre demonstrando superioridade , os caçoando e normalmente ridicularizando. Não exita em partir para agressão física ao menor insulto ou ofensa.

-Professores:
Por ser uma garota encrenqueira e desrespeitosa esta sempre fazendo piadinhas ou fazendo pouca coisa da autoridade deles, rebatendo palavras e os insultando.

*Favoritou?
Claro !

*Par:
No começo age como se nada a abalasse , se abrindo pouco e evitando laços maiores de intimidade. Quando ja sente confiança muda da aguá para o vinho, sendo carinhosa do seu modo, mostrando preocupação com palavras que podem parecer rudes, o ignorando ou tratando mal quando se sente insegura e com ciúmes. Ela passa a confiar e defender.

( ) Eu escolho
(x) A autora escolhe


-Algo mais?
Me diz oque achou !


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...