Vampire Blood


Postado

Vampire Blood

Nome: Visenya Hawke

-Idade: 19

-Gênero: Feminino

-Características físicas: Visenya é loira e geralmente deixa o cabelo com várias tranças porque ele é muito grande, beirando no seu coccix. Os olhos são de um azul intenso, que dependendo da luz parecem ser violeta. O rosto é delicado, nariz aquilino e lábios nem muito grossos e nem finos. O corpo é esbelto, seios médios, cintura fina, coxas grossas e bunda proporcional. Tem 1,60 e pesa 50kg, sua pele é branca como leite.

-Personalidade: Visenya é daquelas pessoas que falam pouco e fazem mais. Ela geralmente gosta de fazer comentários sobre as pessoas a sua volta, mas você nunca vai vê-la dando bom dia ou boa noite, seus assuntos sempre começam com uma observação sobre alguma coisa. Prefere gestos singelos de demonstração de afeto do que chegar na pessoa e falar 'eu gosto de você', assim como se ela não gostar da pessoa, ela vai tentar ignorá-la. Visenya é assim para se proteger. Sempre foi uma mulher de poucas amizades, e as que tem ela tenta sempre manter. Não é comum que ela sorria para alguém e se sorrir, ela gosta da pessoa. Prefere esconder o seu passado a falar dele, não é que ela sinta vergonha, mas são lembranças dolorosas demais.

- País: Nasceu no País de Gales, mas foi para os Estados Unidos refazer sua vida.

História: Visenya nasceu em uma família tradicionalmente galesa. Quando ela era pequena, seus irmãos mais velhos sempre chamavam-na de bastarda por causa do cabelo loiro, sendo que toda a sua família tinha o cabelo ruivo. Isso sempre fez com que ela tivesse raiva dos irmãos, nunca aceitou ser chamada disso. Quando ela tinha dez anos, começou a se interessar em instrumentos musicais, em especial a guitarra. Depois de muita insistência, sua mãe comprou um violão e uma guitarra para ela, e suas aulas começaram. Nada mais importava além das aulas de música, sua professora fazia parte da orquestra sinfônica de Londres e viraram melhores amigas. Aos quinze anos, Visenya entrou em uma banda e tocou em seu primeiro show no festival da escola, seus irmãos e pais estavam lá e aquele foi o melhor dia de sua vida. Apesar de sempre brigarem, Daemon e Daeron, seus irmãos gêmeos, amavam a garota do seu jeito. Mas ela odiava a forma que eles irritavam-na. Quando ela tinha dezessete anos, seu pai foi embora de casa após ele descobrir que a mãe dela havia traído ele e que ela não era filha dele. Seus irmãos começaram a culpar ela e ela parou de falar com sua mãe. A professora de música foi fazer uma apresentação nos EUA e morreu, deixando a herança para Vis. Os conflitos dentro de sua casa aumentavam cada vez mais.
Aos dezenove anos os irmãos dela fizeram uma festa em sua casa quando ela e a mãe estavam fora. Vis tinha um show com sua banda e voltou para casa afim de pegar seus instrumentos, até ver que seu quarto estava em chamas. Daemon estava tão bêbado que não sabia o que estava acontecendo e Daeron ria, chamando-a de bastarda e dizendo que ela merecia. Havia perdido os instrumentos, equipamento... tudo. Ficou com ódio dos irmãos. Foi para onde ela iria fazer o show e assistiu as outras bandas enquanto enchia a cara. Ficou muito bêbada e um homem chegou nela, ela não sabia quem era mas aceitou os flertes dele e eles foram para um hotel ali perto. Visenya nunca teve um namorado antes, tampouco beijado na boca. Ela estava bêbada demais para que transassem e Vis só falava dos irmãos para o homem, que chegou nela e perguntou o que ela queria que acontecesse com eles.
Visenya disse que queria que eles morressem.
O homem sumiu e ela dormiu no quarto de hotel.
No dia seguinte, quando acordou e foi para casa, viu que os bombeiros estavam apagando o fogo, que havia se alastrado por ela toda. Correu e perguntou pelos irmãos, quando viu sua mãe em prantos. Estranhamente apenas os dois haviam morrido sendo que a casa estava lotada de gente. E não havia ninguém ali. Sua mãe disse que os viu queimar e gritar por ajuda. Com uma puta ressaca, ela correu até a casa de um amigo dos irmãos que estava na festa, mas ele dizia que não esteve lá e que ela estava ficando louca. Duas semanas depois sua mãe se matou e ela não parava de pensar no homem da noite do show. Angustiada, ela decidiu ir embora de Gales no dia do seu aniversário de 20 anos para os EUA, onde sua professora de música havia deixado a herança. Como temia que ela fizesse alguma merda morando sozinha, ela arranjou uma casa cheia de gente. Nunca mais ela viu o homem.

Gostos-
Tocar guitarra
Dançar
Frio
Observar as pessoas, principalmente Yan
Bdsm

Desgostos-
Gente escandalosa
Fofoca
Chamar atenção
Acordar cedo

Medos-
Perder alguém importante novamente
Escuro
Fogo

Fobias-
Aracnofobia e claustrofobia

Sonhos-
Ser feliz novamente ao lado de alguem que a ame.

Orientação sexual- Heterossexual

Vampiro ou humano- Humana

Observações- Possui uma guitarra da marca Gibson e é virgem.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...