~taequila

taequila
11:11
Nome: {nana;mi • 19;93 • xiao;deer • 0;7 • bae;ka}
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Petropolis, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 21 de Outubro
Cadastro:

~taequila - 11:11

.。.:* ☆:**:.𝐼'𝓁𝓁 𝒷𝑒 𝑜𝓋𝑒𝓇 𝓎𝑜𝓊.:**:.☆*:.。.



●▬▬▬▬๑۩ @sebaekdreams ιт'ѕ тιмε тσ dяεαм ۩๑▬▬▬▬▬●




•*¨*•.¸¸ @FANFUCK → Ƙαι σf му Ƙαιѕσσ ; му ѕσƖαя єcƖιρѕє ¸¸.•*¨*•

@iFrost ¯´☆✭.¸_ ʏᴏᴜ·ʀᴇ ᴍʏ ɴᴇᴍᴏ .:**:.☆*.:。.❄

I нανє му вαвιєѕ
@Prologue ❧ @Hoch ↬ @Baekinho
❅ αѕ тrêѕ prιмoɢêɴιтαѕ de Zαιrα ❅


Primeira entrevista da @taequila

Postado

Olá pessoas.

Bem, alguns dias atrás, eu respondi algumas perguntas sobre minha vida como autora de fanfic para uma pessoa que além de uma grande amiga, e como minha mãe diz; a fã nº1 das minhas histórias, é também a tradutora de uma das minhas fics para o Wattpad.
E por incentivo tanto dela, quanto da minha mãe eu decidi postar aqui esta entrevista para que vocês, se caso queiram, possam ler.
Como hoje é domingo e eu estou no hotel – além de estar com uma carência emocional sem fim nesses dias – eu estou num tédio terrível, e um vazio tristonho após terminar de reler O Inverso Do Perfeito mais uma vez. Eu amo essa fic, amo cada uma das fanfic da @bloodmary, e queria que ela pudesse escrever mais uma chanbaek, mas...
Eu fico mesmo chorosa aos domingos, não sei explicar por quê. Mas eu sinto essa coisa meio triste, sabe, e me sinto, por demais, sozinha e sem amigos.
De qualquer forma, aqui vão as perguntas, e eu gostaria de primeiro agradecer a Fabi por ter me dado a oportunidade de falar sobre esse lado meu de um jeito que eu nunca fui capaz antes. Foi muito legal responder cada uma delas, e com isso eu pude apreciar com um olhar diferente tudo o que venho fazendo desde que voltei a escrever. Eu pude voltar a histórias que há muito tempo eu não dava mais atenção, - como Galáxias Que Não Colidem - que eu havia acabado me esquecendo do quanto eram importantes e bonitas, acho que pude me apaixonar um pouco mais pelo o que faço, e ter ainda mais certeza de que eu quero passar o resto da minha vida fazendo apenas isso; escrevendo. Eu estou feliz.

Entrevista completa no spoiler.


Q: Como surgiu o título de Winter Heart?
A: Na verdade, para mim, Winter Heart tem dois nomes: O título da fanfic, e o subtítulo Snow Light. E tudo começou com Snow Light, uma adaptação de Moonlight – música do EXO – que foi minha inspiração para escrever essa fanfic. Entretanto, a história fala sobre um menino que tem o inverno contido em seu coração, já que ele é a personificação do próprio. O que faz mais sentido como título da fanfic. Snow Light, seguindo a tradução literária de Moonlight (luar, a luz da lua que derrama sobre algo ou alguém) seria a neve derramada sobre algo ou alguém, no caso, Sehun, que ao final, encontrou nesse ato a única forma de ficar próximo de Luhan.

Q: Alguma de suas histórias é baseada em alguma experiência pessoal?
A: Hm… Experiência pessoal? Nenhuma específica. Bem, há uma diferença em história sobre experiências pessoais, e histórias sobre mim, certo? Se a pergunta fosse sobre alguma fanfic baseada em mim, a resposta seria Quasar. Na verdade, a personagem de Quasar sou eu.

Q: Qual personagem você mais se identifica?
A: Tem muito de mim em muitos personagens meus. Como o Hoseok de A Arte da Plenitude. Mas num caráter de personagem apaixonado, o que melhor me identifico é o Kyungsoo de Um Dia A Gente Se Vê. Mas o Kyungsoo de Paradoxal também se parece muito comigo, pois quando eu gosto de alguém em sempre dou todas as chances para essa pessoa, e dificilmente consigo raciocinar para tomar uma decisão definitiva que me afaste da pessoa que eu gosto, mesmo que ela não me mereça. Acho que sou meio trouxa, (risos).

Q: Existe alguma música ou playlist que se associe a Galáxias Que Não Colidem?
A: Quase 99,9% das minhas histórias estão associadas a alguma música, ou têm sua própria playlist. Mas algo que talvez ninguém nunca tenha reparado é que Galáxias Que Não Colidem foi inteiramente inspirada em The Heart Wants What It Wants da Selena Gomes.

Q: Se você escrevesse uma sequência para Winter Heart, sobre o que seria?
A: Sobre Winter Heart eu tenho mesmo vontade de escrever algo a mais. E seria sobre como o inverno se tornou o Luhan; o conto original que está no livro que Sehun encontra na biblioteca, e também falaria sobre, numa encarnação futura, como eles conseguiram viver juntos, onde eles têm um final feliz.

Q: Se importa em compartilhar sua fanfic favorita para se confortar da dor?
A: Hm… Cê Vai Ficar @yoongato

Q: Se importa em compartilhar sua fanfic de comédia favorita?
A:
No momento é Meu Corretor Faz Casa Missa – @taozing e @damochiest (A única Sekai que li até hoje). Ah, e claro, Deu Onda – @Fanfuck (ainda não postada).

Q: Pode descrever seu estilo de escrita?
A:
Meu estilo de escrita é bastante poético, em minha opinião. Eu gosto de usar metáforas, e fazer alusões a tudo o que cabe na fic. Eu quero sempre atingir o leitor, e isso pode ser feito de várias formas diferentes; Detalhista e caloroso, direto e frio. Depende do que se quer passar e como você quer que as pessoas se sintam tocadas pelo o que leem. Mas numa visão ampla, eu tenho muitos estilos de escrita, e vai de acordo com o gênero da fic, entretanto, o estilo que mais me identifico foi o usado em Winter Heart, que é um dos mais lapidados. Eu gosto de detalhes e acabamento. E eu gosto de poesia e arte. Isso pode ser encontrado em A Arte da Plenitude, Galáxias Que Não Colidem, Quasar.

Q: Você tem algum tipo de leitura que você acha vergonhoso, mas que você gosta de ler?
A:
Hm… Eu gosto de ler shotacom. E não é pouco, hahaha.

Q: Escreva ou descreva um final alternativo para Galáxias Que Não Colidem.
A:
Na verdade, não tem nenhuma fic ou história minha que eu gostaria de dar um final alternativo. Mas muita gente me pergunta sobre o final subentendido de GQNC. Na verdade, Jeongguk morreu. Ele era apenas uma pessoa desgraciada pela vida. Que teve seu coração partido por alguém que tinha muitas migalhas em seu peito para ser capaz de consertar outra pessoa. Jimin era tão quebrado quando Jeongguk. Talvez, se eu a tivesse escrito com a minha cabeça de hoje, ele não teria morrido. Jeon teria continuado numa vida miserável, mesmo que não fosse de tudo feliz, porque, de uma forma que não dá pra explicar por palavras humanas, eu acredito que há pessoas que simplesmente não estão destinadas a terem a vida bonita. Eu acredito no carma, no que se traz de vidas passadas, e talvez Jeongguk tivesse apenas de passar por tudo o que ele passou. Pensando em GQNC de uma forma mais ampla, provavelmente, numa outra encarnação, Jimin chegaria até Jeon como tal; quebrado, ferido e precisando alguém que pudesse, ao menos, segurar todos os seus pedaços nas mãos para que não escapasse com o vento. E Jeongguk seria essa pessoa. Ele o amaria de forma plena e sábia e ajudaria Jimin a passar pelos próprios carmas.

Q: Qual é a ideia mais triste - angst - que você já teve?
A:
Eu sempre quis escrever uma fanfic que aborde algum tipo de câncer. Algo realista que não seja romantizado como Um Amor Para Recordar ou Koizora. E depois de ter acompanhado meu pai na luta dele contra um câncer generalizado que começou no pulmão, eu pude conhecer e conviver o bastante com a doença para saber como ela é de verdade. Um tempo depois eu tive um plot para uma fanfic (sem couple ainda definido) abordando esse tema. Histórias onde personagens sofrem de câncer é clichê, na minha concepção, mas quando bem escritas, elas se tornam devastadoras como 10080. Mas acho que não respondi a pergunta, certo? Enfim, eu tenho um plot de angst, fala sobre dois jovens que após a faculdade decidem se casar, e começar uma vida feliz e eterna juntos. Mas na verdade, o que eles dão início é a uma luta curta e injusta contra o câncer de pulmão. Nessa fic, eu desejo mostrar em seus detalhes mais tristes e fétidos o que meu pai passou antes de morrer.
Mas sobre uma fic que eu já tenha escrito, com certeza é Winter Heart.

Q: Qual a ideia mais estranha (para crackfic) que você já teve?
A:
Eu sou uma adepta feliz a um bom angst, é meu gênero favorito para escrita, então acho que eu não me considero boa para cracks. Mas... desde que saiu o MV de Power eu estou com uma ideia realmente boa, onde Sehun é um garoto nerd quase lunático que acredita em vida extraterrestre e no conto de El Dorado, que vive com seu melhor amigo Jongin, e que certo dia encontra um garoto perdido pela rua dizendo que caiu do ExoPlanet e precisa de ajuda voltar para seu planeta que atualmente está em guerra.

Q: Uma ideia que você está cozinhando em banho-maria e que queira compartilhar?
A:
Sim! Há uma ideia de uma shortfic em que o Baek foi criado em um laboratório na Coreia Do Norte como uma bomba atômica, mas acaba fugindo para a Coreia do Sul. O fato dos norte-coreanos perderem a principal arma nuclear que eles têm deixa as duas Coreias em uma guerra iminente. Enquanto uma equipe de cientistas investigativos pretende encontrar o protótipo 207 para destruí-lo, Chanyeol encontra Baekhyun em frente ao restaurante onde trabalha, e oferece ajuda e cuidados ao menino.
Ao descobrir a verdadeira origem do garoto, o qual acaba se apaixonando, ele decide se infiltrar em uma das equipes de cientistas num laboratório subterrâneo na Coreia do Norte para encontrar a única pessoa que pode desativar a bomba que dorme no coração de Byun; Lu Han.

Q: Existe alguma fanfic que você deseja que alguém escreva ou termine para você?
A:
Acho que não, mas se eu pudesse desejar algo seria que a @Bloodmary escrevesse só mais uma fanfic do EXO. Ela é minha fanficwriter favorita. Ah, eu queria que a @Fanfuck terminasse Blue Lacoste, mas… acho que essa ideia vai ficar só na cabeça dela, mesmo.

Q: Como você começa uma história - Com o plot ou pelos personagens?
A:
Geralmente eu começo com o plot e depois penso qual couple se encaixaria melhor nas descrições dos personagens. Mas, às vezes, eu apenas tenho vontade de escrever uma fanfic chanbaek ou hunhan, por exemplo, e daí eu faço.

Q: Você planeja muito de uma história ou deixa que ela siga um rumo enquanto você escreve?
A:
Que pergunta injusta, haha, eu sempre tive o costume de deixar a história tomar seu próprio rumo. Eu acreditava que de certa forma os meus personagens tinham vida própria que seria construída de capítulo em capítulo. Entretanto, seguindo dessa forma, muitas histórias minhas ficaram pela metade, por eu simplesmente não saber mais o que fazer. Então passei a planejar o máximo possível de uma fanfic antes de começar a escrevê-la. Mas sempre deixando a oportunidade de ela ser mudada e adaptada enquanto ela está sendo escrita.

Q: Você tem alguma cena, história aside ou projeto descartado?
A:
É o que eu mais tenho! Em A Arte da Plenitude há várias cenas que não entraram na fanfic original postada, mas que estarão no livro quando for lançado. Em Paradoxal, por exemplo, existe uma aside xiuchen, mas que foi descartada nas primeiras tentativa de inclusão na fic, por motivos diversos – embora eu ainda queira contar a história dos dois, de alguma forma.
Isso, e as várias fanfics excluídas, como Memória de Vidro que era um 3some Sekailu, mas que não deu certo.

Q: Algum escritor que você considera uma influência?
A:
Minha maior inspiração como fanficwriter é, sem dúvidas, a @Bloodmary, além de ser minha autora favorita. Ela me influencia de um modo geral, porque eu aprendi muito lendo as histórias dela. Eu nunca saberia explicar o carinho que tenho por ela e minha gratidão por cada história que ela escreveu. Eu poderia passar horas aqui falando de como ela é uma pessoa agradável – mesmo que tenhamos nos falado poucas vezes – e quanto apaixonada eu sou por tudo o que ele fez. Eu, também, não posso deixar de citar a @Fanfuck, que é minha melhor amiga, e sempre me ajuda com as minhas fanfics, com isso, muitas histórias minhas acabam ganhando um toque especial por causa dela, principalmente na montagem do plot.
Mas minha maior influência é, sem dúvidas, Tuomas Holopainen. Poeta e compositor da banda Nightwish. Mais do que influência, ele me deu a paixão pela escrita, pela poesia, pela arte. Foi através dele que me apaixonei diversas vezes pela criação, aquela criação que nasce das minhas mãos. Ele é inspiração e quebra de limite.

Q: Algum fandom que você não resiste?
A:
VIP, Lufan, com certeza! VIP é meu fandom de berço. O primeiro, o que me criou a leite com pera, risos, Bigbang é meu grupo ultimate, e eu realmente me sinto em casa quando estou com as VIPS dando amor aos meus pais <3. As Lufans são as melhores pessoas do mundo, haha, tiro pela fanbase brasileira onde todas são carinhosas e atenciosas e dão muito duro para divulgar o trabalho do Luhan da melhor forma aqui no Brasil, além de se preocuparem em aproximar os fãs, sempre possível. Eu tenho muito orgulho delas, assim como das fãs do Hannie que estão sempre cuidando dele, mesmo que de forma indireta.

Q: Algum fandom que você não aguenta mais?
A:
EXO-L e Army, hahaha! Okay, deixa eu me explicar. Eu faço parte dos dois fandons – Embora eu sinta que vou acabar sendo expulsa, haha – mas quando você está nesses dois fandons ao mesmo tempo é muito difícil; ou você fecha os olhos para tudo, abstrai e finge demência, ou você vai estar sempre numa guerra onde você não sabe quem defender. E em minha opinião, não deveria existir guerra nenhuma, deveríamos estar aqui para enaltecer nossos favoritos, e não perder tempo tacando hate.
De uma forma, tristemente, generalizada, Army atacam EXO / EXO-L atacam BTS. Sem necessidade, e de maneira pateticamente infantil. Nossa, é cansativo! Enquanto os dois grupos se gostam e se respeitam (gente dá até pra fazer shipp 2Park, Jongmin, Taebaek, Kai2Min – Jongin, Taemin e Jimin – haha ESCREVAM FANFICS, POR FAVOR!) os fãs estão perdendo o respeito e sendo mal vistos.
Esse povo tá chato!

Q: Um par que você gostaria de escrever, mas que nunca tentou?
A:
XiuChen – Jongdae e Minseok. Eu estou num desejo quase lascivo de escrever uma fic com esses dois, se alguém me der um plot, eu faço!

Q: Algum personagem secundário que você gostaria de ver mais em uma fic?
A:
O Hunhan em O Inverso do Perfeito. Embora a autora já tenha me contato o que aconteceu com eles, eu queria mesmo poder ler uma aside sobre o casal na fic. Mesmo sabendo que eu sofreria, kkkkk.

Q: Você gosta de histórias mais generalizadas ou mais detalhadas?
A:
Eu gosto de fanfics que se focam em detalhes, mas sem cair na redundância ou acabar se tornando chatas. Em cada gota de água há um universo para se explorar, e quando o autor sabe fazer isso, tudo se torna mágico e mais bonito. E é isso o que eu procuro nas fanfics que eu leio.

Q: Um personagem que goste de fazer sofrer.
A:
HAHAHA! De forma geral Min Yoongi, esse é meu favorito. Hm... um personagem que merece sofrer é Kim Jongin de Paradoxal.

Q: Um personagem que você queira proteger?
A:
Baekhyun também de Paradoxal. Ele é um dos personagens mais inocentes da fic. E o Baekhyun da fic em que ele é uma bomba nuclear.

Q: Quando o personagem principal morre, você lê ou escreve histórias assim? Tem algum personagem que morreu e você não consegue tolerar?
A:
Death-Fic é minha paixão masoquista! Eu amo ler e escrever fanfic assim.
Não de forma intolerante, mas a morte mais difícil de lidar foi a de Baekhyun em 10080. É algo que até hoje me faz chorar. Ele morreu de forma plena e apaixonante, o que foi realmente tocável. Na verdade, acho que o mais difícil de encarar, nesta fanfic, é a vida após da morte de Byun Baekhyun, as memórias que ele deixou foram doloridas, assim como o que foi deixado por ele para o Chanyeol que continuou vivendo.


Foi isso! Obrigada pelo carinho e eu continuo amando vocês.


Escutando: Jiye Kim - In Your Love
Lendo: O Inverso Do Perfeito
Permalink Comentários (4)

[23/09/2017] Quero_morrer.mp3

[31/08/2017] Rain

[19/08/2017] HAPPY MOZÃO DAY

[13/08/2017] Pai


Atualizações do Usuário

Usuário: ~taequila
@SadBy aaaaaah obrigada meu anjo. Eu tô muito ansiosa para ler. De verdade. Vc vai postar quando?
Usuário: ~taequila
@SadBy Se eu aceito? Claro que eu aceito aaaaaaaaaaaaah <3
Usuário: ~taequila
@BaekInHo amas nossa... claro, eu só sou tímida e falo pouco aohishsishd
Usuário: ~taequila
Favoritei a história
História: O Lobo dos Olhos Vermelhos
História: O Lobo dos Olhos Vermelhos
Baekhyun é um biólogo em plena Idade Média que adora estudar canídeos. Todas as noites, ironicamente, o rapaz sonha com um lobo completamente negro e a luz do luar refletindo em ..