FICHA - Corôa de flores


Postado

Palavra-chave: GUIRLANDA

I. Ficha da Fanfic “A coroa de flores”

- Nome
Rowe

- Nome completo
Rowena Bergonzi

- Significado do nome
Lança da justiça, Germanico

- Idade
18

- Província
(Onde se passa a história)

- Casta
6

- Olhos
Castanho

- Cabelo
Castanho

- Altura:
1,57


- Aparência:




- Nome da pessoa referente a personagem:
Hailee Steinfeld


- Descrição física:
Dona de belas curvas, seu corpo miúdo tem forma de violão. Tem um sorriso doce e encantador, seus olhos castanhos e brilhantes expressam todo tempo muita curiosidade. Cabelos compridos caem com leves ondas até o meio das suas costas. Quando não está com o cabelo totalmente solto, está com uma trança lateral que a mãe dela sempre faz nos horários vagos.




- Personalidade detalhada
Completamente ativa não gosta de ficar muito temo parada em um só lugar por muito tempo, gosta de passear, andar, correr. Sam nunca deixa de demonstrar afeto a ninguém, muito carismática, respeita e ve o lado bom de cada pessoa. Difícil vê-la alterando voz para as pessoas, prefere ignorar a gastar tempo com besteiras. É uma garota divertida e nunca perde a oportunidade de fazer alguma graça, mas sempre delicada. Sabe de todas as passagens secretas, canos de ventilação e quartos que não se pode imaginar do castelo. Muito simples, nunca ligou pra luxo e sempre viveu muito bem com sua mãe e com todos da cozinha. Adora visitar, conversar e escovar os cavalos da realeza quando não estão presentes, por mais que sua mãe não goste de tal ato, acha perigoso. Travessa, adora correr, trepar em arvores pra pegar seus frutos mais altos que de acordo com ela são os mais saborosos. Adora visitar a feira fora do castelo, mas só vai quando sua mãe vai comprar coisas pra o castelo. Birrenta, bate o pé no chão quando discorda com algo errado junto com braços cruzados e um lindo bico. Não cai nos cantos de qualquer pessoa, muito curiosa sempre quer saber mais sobre tudo, as coisas os lugares. E é louca pra conhecer o mundo além da cidade. Muito cuidadosa com sua mãe, que por mais que esbanje saúde e felicidade ela não perde oportunidade de mima-la e dizer que ama. uma garota completamente simples de coração enorme, é doce, adorável e sempre muito amorosa com sua mãe. Mas tudo isso não a impede de ser um pouco pentelha. Adora vasculhar coisas, se meter em lugares novos e procurar novas "aventuras".Adora ajudar os outros, e tem um espírito livre, sem rancor sem maldade.


- Aspectos positivos
É muito fiel a quem tem do seu lado, querendo assim sempre o bem dessa pessoa.


- Aspectos negativos
Sua curiosidade em relação a tudo é ingênua, mas incomoda algumas pessoas.


- Defeito mortal
Curio
"O defeito da curiosidade, algo que se torna muito perigoso se não o controlar, até mesmo em relação a sua reputação que é dita por falar e querer saber dos outros e das coisas que não lhe pertencem. O caso típico de Pandora, cuja curiosidade a fez perder a vida que tinha ao abrir a caixa."


- Talentos
Dançar
Hábil
Inteligente
Cavalgar


- Manias
Estalar os dedos quando esta perto de ter uma grande idéia.
Abaixar a cabeça fitando seus pés quando esta envergonhada.


- Hobbies
Dar uma de indiana Jones pelo castelo nas áreas que ninguém frequenta. Cantar, nada sério.


- Roupas

I. Dia-a-dia (3)





II. Jornal Oficial (3)





III. Momentos especiais (2)





- História pessoal

Igualmente a sua mãe nasceu na despensa da cozinha do castelo e lá foi criada, educada e nunca notada. Aos anos que se passavam ela foi aprendendo a ler sozinha, apenas com a vontade de conhecer os livros e de um amigo que vende frutas na feira, que sempre lia uma história pra ela quando a mãe deixava ela a acompanhar. Ela virou adolescente, e sempre teve curiosidade sobre os príncipes, reis e rainhas que lá frequentavam. Com ênfase a um certo Ethan, mas que nunca tivera passado de curiosidade. O via cavalgar, muita vezes passar pelos corredores e nunca achava que era notada. E viveu sua vida normalmente entre as áreas secretas -pra ela- do castelo. Principalmente o jardim do labirinto que era abandonado, tinha muitas arvores crescidas, o labirinto quase não dava pra se passar por dentro, mas era o lugar preferido dela principalmente as tardes, onde tinha viveiro de muitos passarinhos. E o riacho que era um pouco afastado dali, ela adorava nadar lá sempre de manha cedinho com e sem roupa.
Quando anunciou no castelo sobre a seleção, que a idade mínima pra entrar ela ficou euforica e quis logo de primeira se inscrever.

" - Mas mamãe, eu preciso conhecer... - Calei-me. Não podia falar que simplesmente achava que gostava de um príncipe, era ridículo demais e minha mãe me condenaria a nunca mais andar fora dessa cozinha.
- Sophia, querida - Tocou no meu rosto com as duas mãos, e o levantou até fixar seus olhos no meu. - Você é tudo que tenho na vida, não posso te perder ou te ver sofrer.
- Mas mamãe, é uma coisa boba e eu ja teho dezoito anos! - Falo me soltando dela, com um grande sorriso apontando pras escadarias que daria pra parte principal do castelo. - Eu não vou me machucar, eu só queria ter uma experiência nova. Por favor mamãe, eu amaria conhecer os costumese a vida deles! - E ele, mas não podia falar nada. Cruzei os braços e fiz o bico, o bico que ela nunca resiste. - Eu não irei me machucar - Fiz voz de bebe com raiva, e ela deu uma risada.
- Eu não posso impedir você, eu só posso cuidar de você - Ela deu uma longa pausa com um suspiro, e estava com uma cara visivelmente de muito aperrada - Mas se é isso que quer... - Ela abriu os braços, meus olhos brilharam e meu sorriso parecia que não ter fim. - Eu não vou impedir seu sonho.
- Obrigada mamãe, obrigada! - A abracei e a beijei - Você é a melhor do mundo! - Lhe dei vários beijos espalhados em seu rosto. E ficamos um bom tempo ali abraçadas."


- Familiares

Ficha para os familiares
I. Nome completo: Elizabeth Bergonzi
II. Ocupação: Cozinheira do castelo
III. Relação com a selecionada: Mãe
IV. Aparência:


Como ela costuma tratar as pessoas?
É muito gentil o tempo todo, e quando vê que a pessoa retribui atenção e generosidade ela sempre pergunta sobre o que mais a deixa curiosa sobre a pessoa, lugares que ela já foi. Mas quando vê que a pessoa não gosta muito de papo, ela simplesmente é educada mas fica na sua.


Se a personagem tivesse a oportunidade de escrever uma carta. Para quem ela escreveria?
Para o pai que nunca conheceu e não sabe quem é.


Narração de um encontro especial:

"Ethan se aproximou demais de mim o que fez meu rosto corar completamente, estávamos sentados em cima da maior pedra no riacho, ambos completamente molhados e cansados da guerra de agua que tivera acontecido a pouco. (Quando eu o joguei no lago, e ele me puxou junto com roupa e tudo). De começo era um um piquenique com aperitivos feitos pela minha mãezinha, que ambos gostávamos muito. Era fim de tarde, e eu já tivera contado de toda minha vida, em quanto ele só me observava e sorria como se imaginasse cada palavra que eu dizia. Ele concordava quando falava dos lugares que queria conhecer, e fazia uma careta de leve quando a minha imaginação ia além da conta, fazendo-o me contar como os lugares eram de verdade, mas sempre muito fofo. Ele disse que tinha me visto algumas vezes em quanto eu o observava de longe, seja no fim do corredor ou quando ele estava cavalgando, mas confessou nunca ter interesse de falar, até me ver alguns centímetros apenas de distancia dele. Ele sorria, estava tranquilo e parecia tão leve. Me fazia fazer caretas espontâneas em quanto falava alguns de seus sonhos malucos, e logo riamos juntos. Ele acariciou meu rosto com total delicadeza, enrolando uma mecha de meu cabelo em seu dedo, que pingava algumas gotas de água.
- Eu quero te beijar. - Ele se pronunciou depois de longo tempo que nos estavamos só nos olhando. Eu não consegui responder, meu rosto queimava e minha boca tinha um sorriso tímido e nervoso, o que me fez abaixar um pouco a cabeça. Então ele foi se chegando e chegando até nossos narizes se encontrarem e se acariciarem. Fazia cócegas. Meu estômago estava domado por um exército de borboletas descontroladas, e eu tinha frio na barriga a cada segundo que se passava mais forte. Então, finalmente os lábios deles se encontraram com os meus. O tempo parecia que tinha parado, uma brisa leve envolvia aquele momento. O beijo calmo foi se tornando intenso, como se precisássemos daquilo, o ar que faltava era como se não fosse necessário. Eu tinha uma mistura de sentimentos, eu estava tão feliz e empolgada. Nos separamos apenas suficiente pra resgatar o fôlego, nossos rostos estavam colados ainda e ambos tínhamos sorrisos nos rostos. Nossos olhos se encontraram, e aquele momento parecia que tivera multiplicado em mil vezes os meus sentimentos por ele."


Música tema da personagem:
https://www.youtube.com/watch?v=33mjGmfy7PA


Música instrumental para momentos especiais:
https://www.youtube.com/watch?v=QgaTQ5-XfMM


Frase marcante:
"Eu vi nele o que faltava em mim."


A sua personagem trairia o príncipe?
Não.
I. Com quem seria ? x


Você está ciente que a sua personagem pode não ser a escolhida pelo príncipe?
Sim.


Você está ciente que poder ser eliminada?
Oui.


Como se sentiria em relação a isso?
Vou chorar três dias e depois fico bem kkkk :(


Considerações finais.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...