~annubis

annubis
['cacto]
Nome: .¸¸.*larry to ariel♡*.¸
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Acrelandia, Acre, Brasil
Aniversário: 11 de Fevereiro
Idade: 22
Cadastro:

.Fichas.


Postado

Bu-tt,er>fly<, lik_e .a. ~bu*tter!fly%

{ V★ír.us, }


T-he v.iru.s hav_e #no me:.rc\+y@





Ficha 1

✩ Nome completo :: Oliver Heins Young

★ Idade :: 17 anos. Nascido em 19 de Janeiro de 1998, sendo Capricórnio seu Signo.

✩ Personalidade :: Oliver apresenta uma personalidade onde seu ponto forte é a tranquilidade, humildade, amigável e timidez. Ele é o tipo de pessoa que exita muito ao falar com alguém. Sente vergonha, principalmente, em chegar perto de alguém e puxar algum assunto. Ele tende a achar que todos ao seu redor não ligariam para o que dissesse e o ignorariam, como sempre. Ele já está acostumado a ficar sozinho, já que não possui muitos amigos. Oliver é um pequeno lobo solitário, que apenas queria deixar sua timidez e ir fazer amizades por ai. Mas ele nunca consegue, por mais que tente. O jovem já tivera experiencias ruins quanto a isto, e por isso tende a sentir tanto medo. Apesar disso ele é alguém na qual a pessoa possuiria uma amizade duradoura, junto de uma grande lealdade e companheirismo. Apenas falta que percebam isto. Ele sempre demonstra atos de bondade e sinceridade genuína. Ajuda aqueles com problemas com frequência e se senta excepcionalmente feliz ao fazer coisas assim. Oliver é um garoto oficialmente covarde. Sempre foge de confusões e as evita a todo tempo. Não gosta de entrar em meio de briga, e mesmo que o provoquem ou o machuquem ele não tem coragem o suficiente para revidar. Ele nunca na vida ouviu alguém lhe dizer para ser mais forte que suas fraquezas e o ajudar a enfrentar seus medos. Não é como se ele esperasse isso dos outros. Ele nunca esperou, até por que sabe que isso nunca iria acontecer. Ele é uma pessoa um tanto quanto observadora, notando coisas que os outros não percebem casualmente. Ele perde bastante tempo apenas observando aqueles ao seu redor e consegue saber algo sobre elas apenas com isto, sem precisar sequer ter uma conversar. Oliver é um ser inteligente, apresentando um QI elevado e obtendo conhecimento sobre diversos tipos de assuntos, temas, entre outros. Ele consegue criar estratégias rapidamente, mesmo nos momentos mais difíceis e eficazes, e sempre tem uma resposta na ponta da língua, apenas basta coragem para as dizer. Em questões ao raciocínio, o Heins é como um Expert nisso, sendo capaz de fazer movimentos intensos e extensos e dar respostas capazes de deixar alguém sem palavras ou se quer saber responder. Em jogos, ele costuma vencer na grande parte das vezes, mas não costuma se importar muito com isso, pois a vitória para si não é lá grande coisa. Oliver é extremamente suave e mostra-se ser alguém otimista a maior parte do tempo. Ele não se deixar enganar-se facilmente. Presta sempre atenção no como a pessoa está a se comportar e se sua face é real, assim descobrindo se ela realmente é o que diz ser. O maior desejo deste é que um dia ele possa deixar todas as coisas ‘’ ruins ‘’ de lado e ser alguém que ele realmente queira ser. Deixar de ser um covarde medroso e tímido para ser alguém confiante a quem as pessoas possam gostar. Mas, isto apenas acontecera quanto ele tomar adiante, e não esperar para que os outros ao seu redor o ajudem, e assim poder construir um ‘’ novo ‘’ Oliver por si só.

★ História ::

Oliver tivera uma vida de altos e baixos. Desdo dia de seu nascimento nada fora realmente gratificante para a sua felicidade. Sua mãe era uma traficante de drogas que já fora presa diversas vezes. Já seu pai era um empresário famoso e renovado que não dava a mínima sequer para si. O garoto sempre se perguntara como seus pais se conheceram, namoraram e tiveram o mesmo e, apesar de sempre ter perguntado isto a sua mãe ela nunca respondia, apenar ignorando o que o filho falava, como sempre fazia. Ambos não ligavam para Oliver. Pareciam querer distancia do mesmo. E ele percebia isso. Ah, como percebia. Ele já tentara ter coragem para perguntar a sua mãe o por que dela sempre estar o ignorando e não cuidando de si como as mães sempre fazem, mas este sempre falhava ao falar e isto acontecera apenas anos mais tarde, quando estava a completar 9 anos. Neste dia ele pensara seriamente em fugir de casa, até que tomara coragem e assim fizera. Ele não tinha para onde ir, pois não possuía amigos e seus familiares eram outros que queiram que ele se fodesse. Só lhe restava então dormir na rua. E neste mesmo dia ele se perguntara se a atitude que tomara era realmente a certa. Mesmo que o fato de sua mãe o odiar lhe incomodava muito esses pensamentos ainda lhe rodavam a cabeça, até que ele voltara para sua moradia, onde a mãe não se encontravam. Ele ficara preocupado, mas não adiantaria de nada sentir coisas assim e apenas fora em direção ao seu quarto. Oliver apenar comemorara seu aniversário sozinho e sem ninguém. Na verdade, ele já deixara de considerar o dia em que nascera algo importante a um tempo. Dois anos mais tarde ele fora levado de casa para ir em direção ao laboratório. Ele lutara, mas de nada adiantara. E nisto ele pensara se com a sua deixa sua mãe ficaria feliz e finalmente se livraria deste. Ele também pensou nisto quando deixara sua casa mas por conta de sua covardia voltara. Isto é apenas o que ele pensava, mas não quer dizer que é realmente a verdade.

✩ Aparência ::

Logan Lerman


★ Gostos ::

Cozinhar
Chá Verde
Livros - HQ’s - Mangas - Ler ~ Suspense
Natureza
Jardinagem
Flores ~ Margaridas e Tulipas
Química
Pintar
Jogos de Raciocínio e Tabuleiro
Animais ~ Coalas e Ursos
Teatros e Musicais
Poesias
Tocar Flauta e Piano
Comida Árabe
Computadores & Tecnologia
Filmes de Animação e Suspense
Cor Rosa, Amarelo Claro e Laranja Fluorescente
Fotografar
Games - Vídeo Game, PC, PSP, Wii, etc
Nadar - Água
Mitologia Grega
Animes
Música ~ Blues e Eletrônica

✩ Desgostos ::

Maus tratos aos animais
Comidas azedas e apimentadas
Preconceito
Brigas desnecessárias
Palhaços
Mentir e Mentiras
Praticar esportes
Lugares altos
Filmes de Terror

★ Medos ::

Assedio Sexual
Torturas
Palhaços
Altura

✩ Com quantos anos foi tirado de casa ? - 11 anos

★ Opção sexual :: Homossexual dlç

✩ Deseja ter par ? Yep

★ Um trecho de música que fala sobre seu personagem ::

‘’ É cedo demais para falhas, você ainda é jovem demais
Um tiro, uma chance
Não há uma segunda chance, não perca, prepare-se agora
Sim vamos nessa ! Desafie a si mesmo, espalhe sua personalidade, faça isso ! ‘’

- One Shot, B.A.P

✩ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Sim senhora

★ Observações ::

O Logan é lindo
E eu também
Mentira
Não sou não
Olha como é a vida né
Plim plim

✩ Comece a rezar por sua vida. ★ Pode deixar que vou sim :’)





I g.o by th,>e name /#of mon?ster. (Wel):come~ to* !the! mon;ster pla|za@

{ V★ír.us, }


T-he v.iru.s hav_e #no me:.rc\+y@





Ficha 2

✩ Nome completo :: Namjoon Kim [ Kim Namjoon ]

★ Idade :: 18 anos. Nascido em 12 de Setembro de 1997, sendo do Signo de Virgem.

✩ Personalidade :: Namjoon demonstra ser o tipo de pessoa que gosta de divertir a todos e é muito bem humorado. Gosta de fazer aqueles a sua volta rirem com qualquer bobagem ou piada que fazes. O garoto é um bom piadista e por conta disso que gosta de fazer todos ficarem felizes e mostrarem pelo menos um pequeno sorriso. Também possui um ótimo senso de humor, mas isso não faz com que ele sempre leve tudo na brincadeira. Ele consegue ser alguém sério quando quer, e quando demonstra expressões ou modos assim, algumas pessoas tendem a achar estranha suas atitudes, já que na maioria das vezes ele se encontra com um sorriso alegre ou travesso em seu rosto, ainda mais quando comete alguma traquinagem ou ganha algo que goste. Namjoon consegue ser alguém sincero até demais. Não costuma esconder o que pensa e na maioria dos caso fala o que achas na cara da determinada pessoa ou grupo. Ainda sim, ele consegue se conter algumas vezes e apenas em silêncio fica, pois não quer arranjar uma futura briga ou discussão apenas por conta de algo que disse. Ele é alguém que não tende a fugir de seus problemas e nada mais relacionado a isso. Em sua visão, pessoas que fogem de coisas assim são fracas e que não merecem algum respeito. Namjoon não é alguém muito paciente, conseguindo se irritar facilmente, acabando por fazer com que as pessoas ao seu redor também fiquem irritadas. O jovem é alguém competitivo e simplesmente odeia perder. Se gaba quando vence e quando quer provocar alguém esfrega a vitória na sua cara. Já quando perde ele não sabe aceitar muito bem a derrota e quer competir mais e mais vezes para assim conseguir sua tão amada vitória. Ele não tende a perder tanto, mas isso não quer dizer que o mesmo sempre está a ganhar. Namjoon é um ser inteligente e possui um QI bem elevado e um raciocínio rápido. Ele se orgulha por ser considerado um gênio, mas não tende a se importar tanto com isto, pois é apenas com o seu enorme esforço que ele consegue ir longe. Namjoon jamais deixa que alguém ‘’ pise ou passe por cima ‘’ de seus amigos e de si próprio. Apesar de aceitar xingamentos direcionados a si, isso não quer dizer que ele deixará isto passar em branco. Muito pelo contrário, ele poderá fazer desde comentários irônicos ou sarcásticos até aqueles na qual não precisa de rebaixar ao nível da pessoa, a respondendo de modo superior, sem necessidade de xingamentos ou algo relacionado a isto. Já que odeia arranjar brigas desnecessárias ele apenas as ignora na grande parte das vezes, a não ser, é claro, que for apenas uma brincadeira. O Kim pode ser desde alguém sério e responsável até um jovem infantil e brincalhão. Ele gosta de mostrar ‘’ duas personalidades ‘’ para as pessoas, mas isto é quando já apresenta uma certa intimidade com as mesmas. Há casos onde o jovem não consegue ficar quieto ou sossegado um minuto sequer, e com isso tende a aprontar com as pessoas ou as irritar. Isto acontece mais quando se sente animado ou eufórico com algo. Ele pode ser também alguém muito ciumento, mas não um do tipo obsessivo. Apesar disto, ele consegue se segurar e ignorar quando tentam causar ciúmes em si e apenas em silêncio ficas. Namjoon pode ser alguém pervertido quando quer, levando muitas coisas nos sentidos maliciosos que a vida proporciona. Ele não possuí vergonha alguma ao falar publicamente sobre este tipo de assunto, fazendo com que alguns fiquem incrédulos. Ou não, isto ira depender do tipo de pessoa que está a conversar. Ele tem a mania de ficar mordendo e beijando as pessoas e tende a fazer isto apenas para provoca-las ou se divertir com suas reações. Gosta de beija-las na região do pescoço e rosto e morde-las na região do ombro e os lóbulos de suas orelhas. Assim como gosta de fazer este tipo de coisa tende a dar tapas na bunda, sentar no colo, dançar agarrado, passar seus dedos sob o corpo da determinada pessoa, entre muitas outras coisas que costuma bolar em sua cabeça e assim colocar em pratica. Ele realmente não tem vergonha quando faz ações assim. Até por que, para o mesmo não á razões para sentir vergonha com coisas relacionada a isto. Bem, isto é o que o Kim pensa.

★ História :: Namjoon nascera e crescera na cidade de Ilsan, Coreia do Sul. Viera de uma família de classe alta e sempre tivera uma vida considerada normal, um tanto quanto monótona e corriqueira. Seu pai era um grande médico de um hospital famoso na cidade, enquanto que sua mãe era diretora do colégio em que estudava. Ambos sempre estavam muito ocupados e por conta disso não tinham tanto tempo para o filho. É a triste história de um filho que desde pequeno era cuidado pelas babás enquanto que os pais apenas trabalhavam mais e mais. Após um tempo ele já não dava mais a mínima para isso, e apenas seguira sua vida, como sempre fizera. Mesmo que um vazio preenchia seu coração ao ver que não ganhava atenção e carinho de seus pais, seus amigos e uma de suas empregadas era quem o preenchia, fazendo com o que o garoto sempre tenha um sorriso em seu belo rosto. Com seus 9 anos ele vira a primeira briga de seus pais. Seu pai estava a chegar muito tarde em casa, atraindo a desconfiança da mulher. Ele sempre dava a mesma desculpa de sempre : Trabalho. Era sempre assim, pelo menos nas vezes em que ele começara com isto. E, após um tempo, ele vira que o amor entre seus pais já não existia mais, fazendo com que os mesmo se separassem. A guarda ficara com a mãe, pois o homem não tentara lutar pela mesma. Namjoon ficara um pouco triste. Mas só um pouco mesmo. Já percebia isto a tempos. Ele não via desde os seus 4 anos seus pais trocando algum tipo de carinho ou beijos e já estava mais do que na hora disto acabar. Com isto, a mulher decidira se mudar para Seul - Coreia do Sul, onde uma outra escola lhe aguardava. Fora difícil para o garoto ter de deixar seus amigos, inclusive sua ‘’ empregada ‘’, já que não a considerava sendo isto, para trás. Mas não possuía escolha, ele tinha de ir de um jeito ou de outro. Demorara um certo tempo para ele se adaptar ao local, escola e pessoas, mas tendo uma personalidade como a sua não demorara para fazeres amigos. Sua mãe não arranjara ninguém naquele tempo e nada na relação entre eles mudara, por mais que o jovem tentara de vez em quando. Até que, com seus 14 anos, Namjoon fora levado embora a forças de casa. Tentara, e não fora pouco, se livrar daqueles homens que o prendiam, o forçando a sair de casa, mas eles eram mais fortes, e de nada adiantava. Sua mãe, apenas chorava, já que cedo ou mais tarde aquilo aconteceria. E assim, o Kim fora levado para o laboratório, onde começaram a fazer experiencias em si.

✩ Aparência ::

Rap Monster - Kim Namjoon [ BTS - Bangtan Boys ]



★ Gostos ::

Rap
Dançar
Cantar
Compor Musicas
Praticar Esportes
Beat Boxing
Desenhar
Comer ~ Carne e Macarrão Coreano
Doces
Assistir Desenhos e Animes
Vídeo Game
Chapéus
Óculos de Sol
Colorir o Cabelo
Animais Aquáticos e Aranhas
Computadores
Dinossauros
Cor Preta
Moda - Roupas
Livros e Mangas - Ler
Piadas
Navegar na Web
Música
Número 1
Tempo Limpo
Treinar
Muay Thai e Boxe
Astronomia
Disney
Converses

✩ Desgostos ::

Mal Odor
Pessoas Arrogantes
Insetos
Calor Excessivo
Que o julguem sem o conhecer antes
Lugares Apertados
Chorar
Preconceito
Agulhas e Injeções
Patos
Cemitérios

★ Medos ::

Lugares Apertados
Agulhas e Injeções
Patos - Ser observado por eles

✩ Com quantos anos foi tirado de casa ? 14 anos

★ Opção sexual :: Bissexual - Preferencia por Garotos

✩ Deseja ter par ? Yep. Um cara bem gatão, pq sim

★ Um trecho de música que fala sobre seu personagem ::

‘’ Diversão, diversão, o enigma foi lançado
Diversão, diversão, a velocidade é rápida
Olha para mim, estou ficando louco hoje, não me pare
Vá, vá, se você não quer, apenas vá para casa

No momento em que a música fluir
Eu acho que vou ficar louco ( hey )
Você será sacudido pelo meu corpo agora
Neste momento
Não me pergunte, eu sempre fui assim
Nem eu sei, porque eu sou assim do começo ao fim ‘’

- Fun Boys, Bangtan Boys [ BTS ]

✩ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Sim, pode tirar a roupa dele e fazer ele andar nu por um dia, sei lá, ele é todo seu amore. Só não mata ele, por favor, ele é meu amorzinho. Obrigada

★ Observações ::

O Namjoon é lindo
tchau

✩ Comece a rezar por sua vida. ★ Já comecei, pq né





You ❝m»ov;to. t_his 【Phenomenon❥-】

{ V★írus }


T-he v.iru.s hav_e #no me:.rc\+y@





Ficha 3

✩ Nome completo :: Jimin Park [ Park Jimin ]

★ Idade :: 17 anos. Nascido em 13 de Outubro de 1998, sendo Libra seu Signo.

✩ Personalidade ::

Jimin é um jovem que apresenta algo que podemos chamar de ‘’ personalidade forte ‘’. Tende a manter seus pés no chão e não é o tipo de pessoa que vive a todo tempo em negação. Ele assume suas responsabilidades e suas dificuldades, assim como reconhece seus problemas enfrentados. Jimin é o tipo de pessoa que, quando erra, mesmo que seja diversas vezes, aprende com os mesmos e aceita que com estes é necessário mudar, por exemplo, suas atitudes ou modos. Ele também não se deixa manipular facilmente, até por que o cargo de manipulador está em suas mãos, e por conta disso nunca cai em algo relacionado a isto. Apesar de possuir uma aparência infantil o garoto consegue seduzir qualquer um ao seu redor, apenas com troca de olhares ou algo do tipo. Já encantara diversas pessoas por conta de sua beleza e conduzira a todas essas a fazer o que queria. Ele se diverte ao ver o como pode haver pessoas que o cobiçam. Ele também pode ser alguém cavalheiro quando quer e na maioria das vezes apenas usa isso como uma tática para manipular os outros. Ele tende a não se importar muito para as coisas que acontecem ao seu redor, sendo totalmente indiferente a praticamente tudo. O Park sempre tem suas próprias opiniões e odeia aqueles que não a aceitam e que fiquem discordando do que dizes. Ele costuma pensar que, se é a porcaria da sua opinião, os outros apenas devem aceita-las sem mais. Tudo bem opinar sobre isto, mas é algo totalmente diferente, já que quando é assim ele tende a aceitar normalmente, e até mesmo concordar. Jimin É claro que ele sempre tende a se esforçar para tudo isso, pois odeia aqueles que não se esforçam por si só e, ao invés de fazerem isso, como o garoto costuma fazer, apenas conseguem reconhecimento e fama por conta, por exemplo, de status social ou família. É um jovem bem divertido e gosta de divertir as pessoas ao seu redor. Sempre tem uma piadinha na ponta de sua língua e adora usar todas elas, em qualquer momento, apenas para descontrair, apesar de conseguir se segurar algumas vezes. Gosta de mandar nas pessoas, mas odeia receber ordens de outras, a menos que estás sejam necessárias e de pessoas importantes. Ele pode ser também alguém muito ciumento, mas não um do tipo obsessivo. Apesar disto, ele consegue se segurar e ignorar quando tentam causar ciúmes em si e apenas em silêncio ficas. Jimin pode ser alguém pervertido quando quer, levando muitas coisas nos sentidos maliciosos que a vida proporciona. Ele não possui em falar publicamente sobre este tipo de assunto, fazendo com que alguns fiquem incrédulos. Ou não, isto ira depender do tipo de pessoa que está a conversar. Ele tem a mania de ficar mordendo e beijando as pessoas e tende a fazer isto apenas para provoca-las ou se divertir com suas reações. Gosta de beija-las na região do pescoço e rosto e morde-las na região do ombro e os lóbulos de suas orelhas. Assim como gosta de fazer este tipo de coisa tende a dar tapas na bunda, sentar no colo, dançar agarrado, passar seus dedos sob o corpo da determinada pessoa, entre muitas outras coisas que costuma bolar em sua cabeça e assim colocar em pratica. Ele realmente não tem vergonha quando faz ações assim. Até por que, para o mesmo não á razões para sentir vergonha com coisas relacionada a isto. Bem, isto é o que o Park pensa.

★ História ::

Jimin nascera em uma família de classe média. Sempre viveu junto de sua mãe e avó, já que seu pai havia os abandonados quando ele estava por volta de seus 4 anos de idade. Durante sua vida, nada de tão incrivelmente acontecera. Vivera uma vida tranquilamente e até que feliz. Por volta de seus 6 anos sua mãe acabara por passar por uma crise financeira e não tinha mais condições de comprar comida, pagar contas e impostos, e etc. Sua avó, que já não mais trabalhava não podia fazer muito, se não tentar a ajudar com uma parte de sua aposentadoria, que não era muita. Eles ficaram neste aperto por um tempo, até que a mulher conseguisse um emprego decente, já que estava desempregada quando a crise começara, e ganhasse um salário já bom o bastante. Foram tempos difíceis naquela época, já que não tinha se quer alguém que os ajudara, se não apenas sua avó. Felizmente, eles conseguiram superar aquilo. Jimin, já com seus 10 anos de idade, estava tranquilamente brincando em seu quarto com um carrinho de controle remoto, até que brutalmente a porta de seu quarto fora aberta, o assustando, e homens ali entraram. Ele conseguira ouvir vindo de longe gritos, que pareciam ser de sua avó, já que sua mãe não estava em casa. Os homens vinham em sua direção, e a única coisa que ele conseguia fazer era dar passos para trás e sussurrar alguns ‘’ nãos ‘’ como resposta. Mas isso não adiantara nem um pouco, pois os mesmo o seguraram fortemente pelos braços e o tirara a força de seu quarto. A esse tempo já pudera ver sua avó ali, tentando impedir os homens, e estes apenas a jogaram para longe, fazendo com que Jimin se irritasse e tentasse se soltar ainda mais dos braços daqueles que lhe seguravam. Ele ousara morder a mão de um deles, conseguindo se soltar e correr até sua avó para lhe ajudar. Não fora uma boa ideia ter feito isso, pois isso apenas os irritara, resultando em um dando um soco em sua face e estômago, fazendo com que ele cuspisse um pouco e se contorcesse de dor no chão. Um deles lhe pegara novamente e colocara o jovem em seus ombros, assim descendo as escadas daquela escada rapidamente, sendo seguido pelo outro homem. A última coisa que ouvira fora um grito de desespero de sua avó antes de desmaiar. E assim, ele fora levado para o laboratório, lugar onde fizeram experiências com si.

História mais merda que já criei. Isso que dá quando não se tem criatividade.

✩ Aparência ::

Park Jimin [ BTS ]




★ Gostos ::

Dançar
Cantar
Comer ~ Carne, Frutas e Ensopado
Cores Azul e Preto
Snapbacks ( Bonés de Aba Reta )
Bandanas
Número 3 e 4
Ouvir Música, a qualquer momento e a qualquer hora
Sorrir & Rir
Moda
Animes
Colorir o Cabelo
Animais Fofos
Se divertir, assim como divertir as pessoas ao seu redor
Provocar as pessoas
Arrumar Encrencas
Ficar sem camisa
Café & Chá Verde, Mate
Cozinhar
Bolo de Baunilha
Óculos
Morangos ~principalmente os cobertos por chocolate

✩ Desgostos ::

Arrumar Brigas
Receber Ordens
Pessoas Rudes, Mimadas e Mandonas
Preconceito
Animais Selvagens
Galinhas
Trovões
Escuro, Escuridão [ Apenas quando estiver muito escuro mesmo, como um breu ]
Lendas, Contos, Histórias e Filmes de Terror
Apaixonar-se
Casamentos
Falar em Público
Leite
Cogumelos

★ Medos ::

Micofobia - Aversão ou Medo de Cogumelos
Aletrorofobia - Medo de Galinhas
Trovões
Escuro, Escuridão
Apaixonar-se

✩ Com quantos anos foi tirado de casa ? 10 anos

★ Opção sexual :: Bissexual, com tendências para garotos

✩ Deseja ter par ? Simmm, Jungkook mi amore

★ Um trecho de música que fala sobre seu personagem :: X

✩ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Sim, use a abuse deste menino, só não o mate, obrigada, de nada

★ Observações ::

Jimin é míope, mas não é sempre que tende a usar seus óculos ‘’ verdadeiros ‘’.
Ele tende a comer demais quando se sente nervoso ~que
Já teve aulas de dança contemporânea por mais ou menos 3 anos
O Jimin é lindão. Hehe
Ele é amiguinho do Namjoon, pq sim
Releve os erros. Obrigada

✩ Comece a rezar por sua vida. ★ ‘To rezando desda 1º Ficha



To ~all~ th>,e youth# wi-.thout :dre\ams\

{ As Crôn★icas das Dimensões }





Ficha 1

Nome completo :: Asuramaru Atsuki

Idade :: 20 anos. Nascida em 11 de Fevereiro de 1995, sendo seu signo Aquário

Sexualidade :: Bissexual

Qual dimensão pertence ? Nativa de Clawn, mas atualmente mora em Wood

Poderes :: Asuramaru herdara diversos poderes, e soube os aproveitar muito bem, além de ter treinado durante anos e ainda continuar a treinar para obtê-los e melhora-los. Como todo morador de Wood, ela tem a Hipnose como um de seus principais dons. Seu olho esquerdo pode se transformar em um relógio inorgânico, sendo que seus ponteiros se movem na direção oposta, representando a sua e a vida do oponente. Com este olho basta a mesma olhar para o seu inimigo e o deixara em uma grande hipnose, sendo difícil de ser quebrada. Infelizmente, a mesma só funciona durante um determinado tempo. Ainda em relação a Hipnose, ela consegue introduzir sensações ao cérebro de outra pessoa, a conduzindo a um transe de determinado tempo. Além disto, a hipnose pode ser usada para persuadir outros, conduzindo-os a fazer ações ou responder perguntas. Outro de sue poder é sua Sensibilidade Necromatica, que representa a mediunidade, sentido de morte e indução a dor. Com isto ela pode ver espíritos, saber se alguém está morrendo em algum lugar e fazer uma pessoa sentir dor espiritual, como medo ou angustia. Outro de seu poder é o Ilusionismo, que seria a habilidade de alterar as percepções dos outros, criando imagens e sons falsos capazes de enganar os cinco sentidos. Além disso, com este ela é capaz de prender as pessoas em um ‘’mundo’’ ilusório e criar qualquer ilusão, sendo até mesmo coisas irreais, o que vier em sua imaginação. Se torna também capaz de criar ilusões mais duradouras. Tem um fator de cura elevado, podendo se curar rapidamente de ferimentos graves, além de não se cansar tão facilmente. Tem uma Percepção extra Sensorial , que é a habilidade de perceber eventos de forma paranormal. Ela também costuma ser chamada de segunda visão. As habilidades deste poder são : ver através de parede e outros objetos sólidos usando a mente, ouvir através de paredes, outros objetos e qualquer conversa que lhe interesse, ampliar outros sentidos,- como o paladar -, sentir o que o inimigo em combate está preste a fazer, desde que se possa ver o inimigo, descobrir coisas sobre a história de um lugar ou de um objeto inanimado, “travar o alvo” em um individuo, um objeto ou uma classe de objeto e localiza-lo depois. Há também a denominada Persuasão, onde Asuramaru pode convencer ou obrigar as pessoas a fazer o que se pede usando a voz. Ela tende mais a usa-lo para se divertir, pois gosta de obrigar as pessoas a fazer o que ela quer. Com sua Necromancia ela consegue manipular os mortos-vivos, usando-os como servos, escravos ou defensores após ressuscitar-los. Ela tende a usar este quando se sente cansada em campo de batalha e precisa de um tempo para se recompor. Um de seus melhores poderes seria com toda a certeza há Telepatia, onde tem a capacidade de ler os pensamentos de outros ou mentalmente se comunicar com eles. A telepatia pode ser utilizada em uma série de passagem, não tendo limites para a mesma. Asuramaru aprendera apenas algumas destas, sendo as mesmas : Habilidade de Ler Pensamentos, Comunicação Telepaticamente, Defesa Telepática, Ilusões Telepáticas, Manipulação Telepática, Paralisia Mental, Controle Mental e Rastreamento. Por fim, mas não menos importante, Asuramaru apresenta a denominada Percepção, onde seria a habilidade precognitiva de interver ataques através de visões instantâneas do presente, conseguindo manipular os movimentos para desviar de ataques que já fora previsto anteriormente, tal como perceber se está sendo seguido, ou se alguém está mentindo, por exemplo.

Além destes, há também suas habilidades físicas, onde é consideravelmente boa. Por ter um corpo de pouca estrutura é vantajoso para a mesma se esquivar de seres mais altos que si, assim como entrar em outros lugares, dar investidas, e coisas deste tipo. Ela acabara por treinar bastante suas investidas, e estas são muito boas. Seu manejo com armas também é muito bom, mas é apenas alguns nas quais tem aperfeiçoamento. Ela é boa principalmente com facas, sendo que suas miras são excepcionais. Gosta de brincar com as mesmas, as jogando no ar como os profissionais fazem. Já conseguira jogar até 5 facas e pretende melhorar isto. Também á seu manejo de pistolas, onde apresenta uma boa mira, conseguindo acertar seu alvo prontamente. Ela gosta de treinar sua mira, ainda mais com pessoas, mas isto tende a não acontecer muito por estas terem medo de serem acertadas, e por conta disso ela gosta de brincar fingindo que ira tirar em direção á pessoa, quando na verdade só quer mirar em outro alvo, então atira perto do rosto ou cabeça do individuo apenas para assusta-lo ainda mais. Também é boa em dar saltos de longas distancias, sendo bem ágil em atividades como estas ou relacionadas. Ela as vezes tende a parecer uma ginasta por conta de sua maestria e suavidade com seus saltos, pulos e piruetas. Ela consegue fazer diversas coisas como estas, como por exemplo dar mortais, estrelinhas, pulos sob cordas, e etc.

Personalidade ::

Costuma ser bastante agradável, já que tem o habito de bajular e incentivar as pessoas, até mesmo pelo fato de que utiliza desta bajulação para manipular quem está ao seu redor. Asuramaru é uma pessoa cuja personalidade é difícil de se ler. Ela é uma atriz experiente, capaz de enganar qualquer um com um simples olhar inocente. A garota é alguém curiosa, não consegue se segurar quando o assunto é saber o que realmente está acontecendo de verdade. É uma jovem extremamente violenta, assim quando perde o controle de si simplesmente não consegue se controlar e ataca a determina pessoa ou grupo de maneira brutal, sem medir quaisquer escrúpulos. É completamente barbará e cruel, não possuindo dó ou sequer piedade de seus oponentes. Asuramaru consegue se tornar automaticamente impiedosa em um piscar de olhos contra os seus inimigos ou com aqueles que não confia. A garota é um ser incrivelmente inteligente, assim apresentando um QI elevado, além de obter conhecimento sobre diversos tipos de assuntos, temas, entre outras coisas. Ela consegue criar estratégias rapidamente, sem precisar levar muito tempo para isso, e isto mesmo nos momentos mais eficazes, difíceis e apreensível. Ela sempre tende a manter a calma e a devida postura. Sempre tendo uma resposta na ponta de sua língua, ela não mede esforços ao falar o que acha e pensa e adora dizer tudo isso na cara das pessoas. Ela não tem sequer medo das consequências que poderão acontecer por conta do que fala. A jovem realmente não liga. É capaz de distinguir se uma pessoa está a mentir apenas olhando as expressões de sua face. Ninguém consegue esconder nada de si, ela sempre consegue perceber tudo e ira irritar o cujo dito até o mesmo lhe dizer a verdade. Consegue ainda distinguir como uma pessoa está se sentindo olhando em seu rosto. Mesmo está estando com uma cara ‘’ normal ‘’ ela ira adivinhar rapidamente, assim logo perguntando o que aconteceu. A garota sempre está a desconfiar daqueles ao seu redor. Só pega confiança de alguém quando a conhece a muito tempo. Caso contrario, isso não era acontecer de modo algum. Ela possui um conhecimento fora do comum. Entende e sabe sobre diversas coisas e quando pode gosta de obter mais e mais informações sobre tudo. Ela é alguém sádica, logo gostando de fazer outras pessoas sofrerem. È claro, Asuramaru é assim apenas com quem merece, mas também gosta de se mostrar ser alguém deste jeito por diversão. Adora ver o rosto assustado das pessoas. Também é alguém extremamente sarcástica e quase sempre fala deste modo. A ironia também está presente em seu vocabulário. Asuramaru é arrogante. Extremamente e completamente. Realmente não se importa com o que as pessoas pensam de si, a de cabelos negros é apenas ela mesmo, assim não escondendo quem é realmente. Ama provocar as pessoas. Sente um imenso prazer com isso. Com aqueles que gosta mais costuma os provocar de modo malicioso, apenas para os ver corar. Também gosta de um bom desafio, assim sempre está a desafiar aqueles ao seu redor para ver quem é melhor em que. Costuma fazer mais isso com quem possui uma forte rivalidade. Simplesmente é uma péssima perdedora, não aceitando sua derrota antes de tentar diversas vezes. Mas, quando ganha, tende a comemorar muito, se gabando, mas não jogando na cara das pessoas, ao menos que não goste muito dela. Já quando perde enche suas bochechas e fica muito irritada, desafiando mais e mais a determinada pessoa. Totalmente perversa, gostando de provocar e deixar as pessoas enrubescidas. Consegue fazer isso facilmente. Fala diversas vezes de modo malicioso e entende muitas coisas neste sentido, logo dando sorrisos largos e falando sobre isso a pessoa. Pode facilmente seduzir alguém apenas com um olhar sedutor e sorrisos pequenos. Pode as persuadir, as conduzindo a fazer tudo o que quer e na hora em que quer. Uma garota independente, nunca precisará de tanta ajuda quando menor, conseguindo fazer a maioria de suas tarefas por si só. Extremamente sincera, possui suas próprias opiniões e costuma machucar aqueles ao seu redor com o que diz. Nunca ira muda-las por conta de alguém, simplesmente não se vê sendo alguém assim. Uma péssimo conselheira. Não sabe o que dizer ou realizar quando alguém a pede algum conselho, principalmente quando está a chorar. Tende a fazer um esforço com quem gosta, mas não é sempre que consegue dizer algo construível, por mais que tente. A garota tem em um ótimo senso de humor, assim adorando fazer brincadeiras e principalmente piadinhas. Não tende a ficar nervosa facilmente, mas quando a dizem algo que não pode admitir…..ela realmente vira uma completa fera, ainda mais quando falam de sua altura ou de suas orelhas pontudas, ai sim ela pode perder o controle de si em meros segundos. Ela simplesmente odeia que debochem ou zoam de sua altura e orelhas, podendo ficar nervosa facilmente apenas por conta disso. Odeia o fato das pessoas acharem que ela não é forte apenas por conta da porcaria de sua altura. Mas, queria ou não, é coisas como esta que a motivam a treinar mais para ficar cada dia mais forte. É alguém corajosa, não tendo medo de enfrentar novas coisas, principalmente pessoas. No entanto, ela age cautelosamente quando vê que pode acabar se dando mal em algo. Asuramaru é uma garota totalmente atrevida. Ela possui a audácia de fazer tudo que a pessoa não quer que ela faça, assim não obedecendo as ordens dadas a si. Ela realmente não tem medo do perigo e nunca se curva-rá a alguém que não quer. Costuma ainda realizar movimentos bastante extensos e intensos, praticamente como se estivesse o tempo todo em um grande jogo de atuação, em um palco sem fim, no teatro da vida.

Aparência ::

Krul Tepes















Descrição :: Asuramaru é uma garota de bela aparência, isto não pode ser negado. Possui traços bonitos, dando-lhe um charme natural. Seus cabelos são de cor rosa claro, e estes são sedosos e cheirosos, como flores perfumadas recém colhidas de um campo. Eles sempre estão muito bem arrumados, já que a garota não gosta de deixa-los desarrumados, assim sempre os arruma, dando-lhes um retoque ou outro. Ela tende a deixa-los em forma de ‘’ Maria chiquinha ‘’, mas não muito altos, logo os prendendo com ‘’ xuxinhas ‘’ grandes de cor negra e um formato um tanto quanto estranho, parecidas com uma coroa que não se fecha, já que há dois losangos também negros centralizados em duas de sua franja, um de cada lado. Em questão á franjas, ela contem três dividas perfeitamente em seu rosto, sendo que duas ficam nas laterais de seu rosto enquanto que a menor destas se centraliza no meio deste. Sua pele é de um tom claro e macio. Também é um tanto quanto delicada e por conta disso a garota não pode ficar muito tempo exposta ao sol. Por este motivo que Asuramaru não gosta muito do mesmo, e prefere o evitar, para assim não se queimar. Seu rosto é um tanto quanto ‘’ gordinho ‘’, principalmente na base de suas bochechas, onde estas são rechonchudas. Seu nariz é pequeno e arrebitado, lábios finos, quase sempre curvados em um sorriso que pode apresentar diversos significados, as sobrancelhas também são finas, orelhas pontiagudas onde metade destas são cobertas por seu cabelo. Seus olhos são de um tamanho mediano, junto de cílios grossos e negros. Suas íris são de uma cor vermelha, como um mar banhado de sangue, e suas pupilas negras sempre bem afiadas. Tudo em seu rosto contém uma grande beleza, causando inveja em muitas pessoas. Seu corpo é de uma estrutura bem pequena e a jovem muitas vezes é confundida com uma criança de 6, 7 anos. Ela tem por volta de 1,55 cm de altura e pesa em média 47kg. Mesmo tendo uma altura baixa é bom que não não duvidem de sua força, pois ela já conseguira derrubar sem muitos esforços seres e pessoas bem maiores que sim. Além disso, muitos tendem a zoar em relação a sua altura, outra coisa que não se deve fazer em sua frente, ou as coisas podem acabar muito mal para quem tirar sarro de si. Seu corpo é bem magro, seus seios são pequenos para uma garota da sua idade, mas não é como se ela se importasse com isso. Para recompensar isso, ela apresenta coxas fartas, cintura e quadril de se dar inveja e um bumbum um tanto quanto avantajado.

História ::

Asuramaru crescera em um berço de ouro. Seus pais são seres ricos e de boa influência nas dimensões de Clawn e Wood, pelo fato de cada um dos dois terem nascido e vivido nestas. Os mesmo sempre foram muito ocupados por conta de seus devidos trabalhos e pouco tempo tinham para seus filhos, que na época seria apenas a própria Asuramaru e Haru. Eram pouco os dias e momentos que conseguiam ficar na companhia de seus filhos, que sempre estavam a reclamar da ausência dos pais, que no caso sempre se desculpavam e lhes diziam a mesma coisas de sempre : Trabalho. Os dois acabaram por se acostumar com isso, e após um tempo já não mais se importavam. Felizmente, isso mudara quando fora dada a noticia de que eles ganhariam dois irmãos. Sua mãe ficara grávida de gêmeos e lhes contara isso, junto de seu marido, para os filhos após descobrirem isso. Todos ali ficaram muito felizes e esperavam ansiosamente pela chegada dos gêmeos, que após um tempo de gestação fora descoberto que seria um menino e uma menina. Por conta da notícia dos bebês ele até mesmo decidiram se mudar para Wood, cidade natal de seu pai, onde ali os gêmeos poderiam nascer. Asuramaru ficara mais do que contente e feliz com isto, pois com a descoberta seus pais passaram a ficar mais em casa junto dela e seu irmão. Por outro lado, ela sabia que quando seus irmãos nascessem e ficassem um pouco mais velhos isso acabaria e tudo voltaria ao normal. Mas, ela pensara bem sobre este assunto e decidira por aproveitar o agora, e não pensar no que irá acontecer depois. Além destes saberem da noticia, também havia seus parentes, que saudaram e desejaram felicidades aos seu pais pelos bebês que estavam a caminho, e assim ocorrera uma grande festa em comemoração. Tudo estava indo muito bem com a família, sendo que todos ali estavam muito felizes, se não fosse pelo ocorrido que acontecera com seu irmão, Haru. Asuramaru acordara normalmente como todos os dias e descera para tomar seu café da manhã, onde ali já residia seus pais. Estes perguntaram por seu irmão e a mesma respondera que talvez ele ainda estivesse dormindo, e com isto decidira ir o chamar em seu quarto. Mas, quando adentrara o mesmo não encontrara o menino ali. Achando aquilo estranho resolvera verificar realmente e procurara por todo o quarto e no banheiro que havia ali. Mas de nada adiantara. Resolvera então ir em outros cômodos, pois talvez ele poderia ter ido em um destes fazer algo. E novamente, nada. Ela verificara em todos os cômodos do andar de cima e nada de seu irmão. Descera correndo as escadas e contara aos pais que não estavam o achando, e junto destes e as empregadas eles procuraram pela casa inteira por algum vestígio do garoto. Sua mãe já começara a ficar desesperada, pensando se algo não havia acontecido ao sue filho para ele ter desaparecido tão de repente. Asuramaru também não fora diferente. Ela não chegara a ficar desesperada, mas ainda sim sua preocupação lhe dominava por inteiro e ela pensava a todo momento no que poderia ter acontecido ao seu irmãozinho. Seu pai então pedira para que as duas se acalmassem e os esperassem, pois ele iria ir pedir ajuda a seus amigos para irem procurar pelo então desaparecido filho. O homem mais velho também estava muito preocupado, talvez mais que sua mulher e filha, mas não demonstrava isso, pois queria passar uma imagem mais forte para elas. Foram dois dias incansáveis de procuração, sendo que a família já informara parentes e amigos próximos, que também lhes ajudaram. Alguns acabaram por perder as esperanças, mesmo que tenha se passado dois dias, mas a família não. Eles a qualquer custo encontrariam Haru. E assim, no terceiro dia a silhueta de uma criança fora vista pelas redondezas, vagando por ai sozinha, e rapidamente viram que era Haru. As pessoas que o encontraram o levaram rapidamente para sua casa, lhe explicando que sua família estava muito preocupada e que estavam a procura-los a dois dias, no caso, três. Quando estes chegaram a casa da família Haru fora recebido com muitos abraços apertados e beijos molhados. Todos ali choravam por conta do medo, angustia e preocupação em relação ao garoto. O pai agradecera aquelas pessoas e até mesmo as pagara por ter seu precioso filho de volta para casa. Naquele dia Haru fora tratado como um verdadeiro príncipe, mas isso não faria com que ele fugisse das perguntas que seriam feitas para si. O garoto, quando chegara ali, parecia em uma espécie de transe, mas ao ver seus pais e irmã não conseguiria segurar suas lágrimas e chorara como um bebê, coisa que não costumava fazer. Após todo aquele tratamento ele tivera de explicar tudo a eles [ sua família ], que ficaram assustados, chocados e choraram ainda mais. Não pelo fato de agora seu filho ter dentro de si um demônio, mas sim por que este deveria ter sofrido muito por conta daquilo. Asuramaru, só de pensar o que seu irmão passara sentia uma vontade imensa de chorar, mas segurava na maioria das vezes que se lembrava disso. O ocorrido fora esquecido após passado um tempo, mas não de suas esquecidos, pois eles sempre se lembrariam do sofrimento que sentiram ao pensar que algo de ruim poderia ter acontecido á Haru, que no caso acontecera, de fato. Assim, os meses se passaram mais rápido do que Asuramaru pensara e logo o nascimento de seus novos irmãos acontecera. Mas, onde deveria ser preenchido com felicidade, acabara por ser preenchido por tristeza. No parto das duas crianças, infelizmente sua mãe morrera por não aguentar o mesmo. Seu marido, ao saber daquilo, se desabara no mesmo instante. Sua mulher era tudo para si. Seu chão, suas paredes e seu teto. Ele a amava tanto e agora perdera a mesma. Não podia acreditar naquilo. O mais velho apenas se desesperara ao pouco e lágrimas rolavam incessavelmente por sua face. Ele tivera de ser acalmado pelas enfermeiras do lugar. Asuramaru e Haru apenas olhavam aquilo de longe, sem entender nada. Preocupados, foram até uma das enfermeiras e perguntara o que acontecera. E esta, mesmo que exitando, contara o ocorrido, pois sabia que aquelas crianças eram filhos da mulher que acabara de falecer e do homem descontrolado por conta da notícia. Asuramaru entrara em um estado de choque e nada conseguia dizer. Haru estava igual a si. A única coisa que eles puderam fazer era chorar. Chorar pela morte de sua mãe e chorar por seu pai, que devia estar sofrendo mas do que eles dois. Fora minutos, que pareciam horas, mais tarde que conseguiram controlar as duas crianças, assim como seu pai, e com isto deixaram com que eles fossem ver os bebês agora nascidos. Asuramaru não estava com raiva deles pela morte de sua mãe. Muito pelo contrário, decidira que com isso mas do que nunca cuidaria de seus irmãos, pois não sabia ao certo se seu pai faria aquilo. Eles saíram dali apenas de noite, já que os bebês nasceram de tarde. O enterro de sua mãe já seria amanhã, pois se pai já falara com os parentes da mesma e até mesmo os seus, que gostavam muito dela, sobre isto. Alguns deles decidiram ir até a casa da família os visitar, para ver como os mesmos estavam, assim como as crianças. Apenas seus parentes por parte de pai foram lhes visitar. Asuramaru pensara que talvez os de sua mãe estivessem abalados demais com a notícia, e precisavam de um tempo. Naquela noite, a garota não conseguira dormir direito. Não pelo fato de que os gêmeos acabavam por chorar a noite e era ela quem tinha ir vê-los, mas também por que sempre acabava por lembrar de sua mãe e com isto, chorava. Ah, foram tempos extremamente difíceis para família, ainda mais pelo fato de sue pai entrar em um espécie de depressão e não ter ido mas do trabalho, já que tirara umas férias prolongadas. A jovem se preocupava com seu pai e tentava ‘’ cuidar ‘’ dele, com a ajuda das empregas, mas parecia que nada funcionava. Após um tempo passado, isso continuara. Seu pai ainda continuava do mesmo jeito e sequer cuidava de seus filhos, principalmente dos gêmeos, que ao ver da garota, parecia que este sentia nojo e raiva deles. Ela conseguia entende-lo, é claro, mas era errado seu pai odiar seus próprios filhos. Eles não tinham culpa pela morte de sua mãe. Ninguém tinha. Mas isso não era o que ele pensava. Certo dia, enquanto caminhava pela casa, Asuramaru decidira ver como seu pai estava e com isto fora até seu quarto. Apenas encontrara uma cama de casal vazia, com lençóis e travesseiros jogados no chão. Ali também havia alguns remédios, nas quais ele tinha de tomar todos os dias. Percebera também que não chão havia um quadro estilhaçado, com cacos de vidro para todos os lados. Asuramaru estranhara aquilo, pois era um quadro de seu pai e sua mãe em seu casamento. Pegara aquela foto e ficara a observando atentamente. Sua mãe estava muito bonita naquela imagem, como sempre fora. Instantaneamente, ela sorrira com aquilo. Seus pais pareciam bem felizes. A jovem ficara tão submersa aquela foto que fora notar apenas depois barulhos vindos do banheiro. Estreitara os olhos e fora em direção do mesmo, chamando pelo seu pai. Mas não obterá resposta. O barulho não acabara, e ela já estava a ficar preocupada com aquilo. Batera na porta repetidas vezes, assim como chamara o nome do homem, mas ninguém lhe respondia. Os barulhos foram cessados, e com isto mais a cabeça de Asuramaru fora criando coisas. Com isto, decidira usar um pouco de força que tinha, e derrubara aquela porta. Ela se arrependera na hora de ter feito isso. A visão a sua frente não fora nada ‘’ agradável ‘’ e com isto ele começara a chorar, e não fora pouco. O pescoço de seu pai estava preso sobre uma corda amarrada e este já não mais respirava. Ele se suicidara. Ele estava morto. Não podia como sua vida ficar pior. Ela gritara alto e se agachara no chão, se encolhendo ali. Não queria mais ver aquilo. Não queria ver novamente alguém que amar morrer. Ela não aguentaria, não suportaria mais aquilo. Por conta de seus gritos, seu irmão e duas empregadas entraram ali perguntando o que acontecera e com isto aterrorizados ficaram. As duas mulher colocaram suas mãos em suas bocas e Haru vomitará, enquanto lágrimas desciam fortemente pelo seu rosto. Ele também estava cansado de ver pessoas que ama morrerem. As duas mulheres ficaram em transe por algum tempo, até perceberem que tinham de tirar as duas crianças dali o mais rápido possível, e assim fizeram. As levaram para a sala, e ali lhes deram água e todo o necessário para poderem se acalmar. Elas avisaram as outras o que havia acontecido e fora uma bagunça que só. Umas foram até ambos para acalma-los, outras começaram a preparar comidas, uma telefonara para o hospital e outra para os parentes. Logo todos já estavam naquela casa, e alguns homens levavam o corpo de seu pai. Os pais do mesmo choravam pela perda do filho. Não queriam que isso tivesse acontecido, é claro. Queria que ele tivesso sido forte e superado a morte de sua mulher, mas infelizmente isso não acontecera. Após aquele dia muitas coisas acontecerem depois. Houve o enterro de seu pai, assim como quem ficaria a guarda das crianças. Elas não seriam dividas, jamais, então a única pessoa que aceitara ficar com os quatros foram seus avós por parte de mãe. Eles, que pareciam não se importar com os mesmo foram as pessoas que cuidariam de si a partir dali. Asuramaru e Haru ficaram com medo disso, pois não sabiam como seriam suas vidas a partir de então. Ao invés deles saírem de sua própria casa, seus avós se mudaram para lá. Eles, mesmo já em idades avançadas, também eram pessoas famosas e bastantes influentes. Seu vô ainda era o atual dono da empresa em que seu pai trabalhava, onde era vice-líder, e continuava a ativa deste então. Já sua avó era uma mulher aposentada e virara dona de casa. Ao contrário do que aquelas duas crianças pensaram, seus avós foram muito carinhosos com sigo, principalmente com os bebês, nas quais a avó sempre estava a cuidar com a ajuda das empregadas e também de Asuramaru, que já acostumada com aquilo estava. Seu avô, apesar de ser um tanto quanto ocupado, tentava arranjar um tempo para passar com o netos e fazer coisas que eles gostavam, sendo que isso era treinar. Ele os ensinava diversas técnicas que conhecia e ainda era extremamente forte e ágil, mesmo com sua então idade. Finalmente eles puderam sentir felicidade e alegria novamente, assim como sorrir, coisa que não estavam a fazer um tempo atrás. Mas, será que isso continuaria ? Asuramaru e Haru poderiam ser felizes novamente ? Ou mais coisas estavam por vir e novamente eles sofreriam ? Bem, isto não se sabe por enquanto, e ficara por assim então.

Eu sei que eu devo ter deixado umas coisas ocultadas, mas a história estava a ficar muito grande, e a minha preguiça também, além do fato de que quando eu estava a escrevê-la me esquecia de colocar algumas coisas. Ah, também tem o fato de que pode ter coisas na história que não tem na Fanfic, como por exemplo o Hospital. Não sei se ira ter, ou são médicos que vão na casa, enfim, coloquei como hospital mesmo, fazer o que

Vestimentas ::






Por que quis participar do torneio ? Ao ficar sabendo do mesmo na hora sentira uma imensa vontade de participar, já que assim poderia enfrentar e conhecer novas pessoas, e assim ver se as mesmas são então dignas de seu nível, além de querer mostrar a todos sua verdadeira força e poder. Além disse, ela também vê como uma forma de um desafio não qual necessita cumprir sem queixas ou reclamações.

Classe ::

( ) Pobre
( ) Média
(X) Nobre

Parentes ::

Nome : Cordelia Moore Atsuki
Idade : Em torno de seus 37 anos
Classificação : Mãe ( Morta )
Relação : Tinha uma relação até que bem boa. Apesar da mulher ter sido alguém ocupada, nos momentos em que ficavam juntas costumavam fazer algo divertido,- principalmente se isso fosse treinar, pois Asuramaru sempre dizia, alias, ainda diz que um dia queria ser como sua mãe, uma melhor reconhecida e poderosa,- ou simplesmente conversarem como foi o dia uma da outra e coisas desse tipo. Elas não tinham o costume de fazer coisas de garotas, como arrumar seus cabelos ou algo assim. Muito pelo contrário, elas não gostavam nenhum pouco disso, então apenas faziam algo que ambas gostassem, como treinar, cozinhar e desafiar uma a outra. Asuramaru ficara por um bom tempo abalada pela perda de sua mãe, e se pega pensando na mesma as vezes, tentando ser forte e não se decair em lágrimas, pois apenas quer ter lembranças felizes sobre a mesma.
Dimensão : Nasceu em Clawn, mas passará a morar em Wood.


Nome : Steven Akane Atsuki
Idade : Já em seus 40 anos
Classificação : Pai ( Morto )
Relação : Os dois tinham até que uma boa relação. Quando o homem não estava a trabalhar e tinha um tempo para a sua família ele tendia a ficar consigo e Haru brincando de alguma coisa ou os treinando, do jeito que estes gostavam. Seu homem era alguém poderoso, e por conta disso Asuramaru gostava de treinar com ele, além do mesmo ser muito habilidoso em diversas coisas e ensinara algumas destas para a pequena garota. Ela ficara bem mal ao ver o estado em que se pai ficara em relação a morte de sua mãe, e fazia de tudo para ajudá-lo, mesmo que nada daquilo que ela fazia funcionasse a mesma ainda tinha esperanças, e estas foram mortas ao ver o corpo de seu pai preso em uma corda no banheiro de sua corda. Até hoje ela não consegue tirar aquelas imagens de sua cabeça, e quando se lembra disso tem uma profunda vontade de chorar, mas não o faz, pois durante os tempos para cá ela já conseguia se controlar e não se decair quando tocavam em assuntos relacionados a sua família. Asuramaru o amava nunca, e jamais pensara que seu pai cometeria suicídio, mas não o culpa por ter lhe deixado, assim como seus outros irmãos.
Dimensão : Nasceu em Wood mas fora morar em Clawn, onde conhecera sua esposa e tivera dois de seus filhos e logo se mudara para Wood novamente, onde tivera mais dois destes.


Nome : Haru Ryouta
Idade : 19 anos
Classificação : Irmão mais Novo
Relação : Eles sempre tiveram um bom relacionamento. Sendo mais velha, mesmo que seja um ano, Asuramaru já sentia vontade de proteger seu irmão, coisa que era difícil, pois era sempre o garoto quem queria a proteger, dando início a uma discussão. Eles tendem a discutir bastante, como todo bons irmãos fazem, mas também há os momentos em que brincam entre si e protegem um ao outro. Sempre estão lado a lado e alí para quando um destes precisar. Quando seus pais estavam ausentes de casa eles aproveitavam para dar uma fugida e irem para algum lugar ali perto, para assim se divertirem. Adoravam ir á parques para observar a paisagem das árvores, animais e lagos, mas nos tempos atuais não fazem mais tanto isso, apenas quando sentem saudades. É claro que eles já tiveram algumas brigas mais sérias, mas isso era resolvido dias depois e assim eles voltavam a se falar. Gostam de treinar juntos quando podem, sempre faziam isso quando menor, e na maioria dos casos é pra ver quem é melhor do que o outro e como estão seus devidos poderes e habilidades. Na maioria das vezes dá empate, mas quando Asuramaru perde para o garoto ela sempre tende a inventar desculpas ou querer competir novamente, pois aquilo era um resultado errado, assim arrancando risos dos irmãos. Como dito antes, eles gostam de proteger um ao outro, e isto tende a acontecer mais em campo de batalha, onde um dos dois, ou até mesmo ambos, podem acabar morrendo, e por conta disso já inventaram até mesmo técnicas para fazerem juntos, como combinarem seus poderes ou algo assim. Asuramaru nunca diz isso, por não conseguir, mas ama muito seu irmão e sente um medo terrível de perdê-lo. Até por que, não quer sentir coisas assim novamente.
Dimensão : Nasceu em Clawn mas atualmente mora em Wood


Nome : Levi Atsuki
Idade : 13 anos
Classificação : Irmão mais Novo
Relação : Asuramaru sempre cuidara de Levi, e isto continua até hoje, mesmo que o garoto sempre reclame. A garota adora zoar e brincar com o garoto, e este na maioria das vezes tende a reclamar, arrancando risadas da garota. Quando quer ser sem graça, ele apenas as ignora e continuar a fazer o que estava fazendo antes. Isto deixa Asuramaru frustrada, mas ela não desiste fácil. Já conseguira arrancar umas risadas do garoto, e fica feliz quando isso acontece, pelo fato do garoto ser alguém bem reservado e achar tudo tão sem graça, sendo apático as coisas ao seu redor. Ela reclama do fato dele ser assim. Sua avó ter tido o acostumado mal, talvez, ela não sabe ao certo. Tira sarro do fato de Levi sempre se comportar como um adulto, quando na realidade ele tinha apenas 13 anos. Ele costuma apenas revirar os olhos e soltar muxoxos baixos. Há vezes em que ele a responde, mas isso não é algo que ele tende a fazer sempre, apenas para provoca-la. Apesar de sua idade, ele já é alguém consideravelmente forte, deixando Asuramaru orgulhosa, pois fora ela quem tivera á paciência de ensinar as técnicas que sabia para o garoto. Ela consegue ver em seus olhos que o mesmo será um jovem promissor e de sucesso. Bem, assim ela espera, pois quer ver seu irmãozinho sendo alguém grande e influenciável, do jeito que ele sonha em ser.
Dimensão : Wood


Nome : Mei Atsuki
Idade : 13 anos
Classificação : Irmã mas Nova
Relação : Assim como fizera com Levi, Asuramaru sempre cuidara de Mei, e continua a fazer isso até então. Ela tinha o costume de dar mais atenção a garotinha do que ao outro, simplesmente pelo fato desta ter a encantado quando menor, e faz isso mesmo já maior, já que Asuramaru a acha incrivelmente adorável, mas não nos momentos em que está se encontra irritada, algo que não é frequente ser visto. Ela parece ter herdado este traço de si própria e da mãe, mas diferente das duas ela consegue se segurar melhor até um determinado tempo. Além disso, também é bem reservada e misteriosa, a maior parte do tempo, algo que não agrada Asu nem um pouco, e por conta disso gosta de entreter e brincar a todo tempo com sua irmãzinha, para a ver se soltar um pouco. É divertido ver que isso pode funcionar de vez em quando. Além disto, é claro, também tem o fato de que durante os treinamentos que fizera com a garota e Levi, vira que ela também era bem promissora e conseguia aprender tudo bem rápido, algo muito bom. A jovem se sente orgulhosa em relação á seus irmãozinho, e espera que ambos possam ser reconhecidos desde então por já serem habilidosos o bastante.
Dimensão : Wood


Nome : Yuna Sato Moore
Idade : 63 anos
Classificação : Avó por parte de Mãe
Relação : Por seus parentes por parte de mãe ter sido um pouco afastados de sua família, Asuramaru não tinha tanto contato com a avó, e não tinham lá uma relação de verdade. Eles á visitavam de vez em nunca, e ela se mostrava ser uma senhora gentil, mas que poderia ser mandona, mesmo que tivesse cara de carrancuda. Após esta, junto de seu avô, conseguirem sua guarda e de sues irmãos ela pudera conhecer mais a senhora, que sempre estava a lhe ajudar a cuidar dos gêmeos, assim como preparar a comida com as empregadas, brincar e de vez em quando a treinar. Ela não era mais uma mulher que lutava, então ensinava o que podia. Ela se mostra bem mandona quando quer, o que irrita Asuramaru as vezes, pois não gosta de receber tantas ordens. Além disso, ela também conseguia se irritar facilmente, Talvez isso fosse de família, que era passado apenas para as mulheres. Ainda sim, a garota gostara de conhecer a mulher melhor e pudera ver quem ela era realmente.
Dimensão : Nasceu em Clawn, mas atualmente mora em Wood


Nome : Masato Takahashi Moore
Idade : 68 anos
Classificação : Avô por parte de Mãe
Relação :Seu avô se demonstra ser um homem tranquilo e um pouco reservado. Quando o conhecera não tivera uma conversa muito longa com o mesmo, pelo fato deste não lhe fazer muitas perguntas e não parecer querer se comunicar tanto assim. Ele já então tinha a aparência de um homem que trabalhava muito, e isto era verdade á tempos atrás, quando era mais novo, mas agora, mesmo sendo chefe de uma empresa, ele já não se ocupava tanto com o mesmo e vivia tranquilamente uma vida com sua esposa. Quando este, junto da mesma, foram morar consigo ela pudera conhecer melhor o homem, que apesar de sua face misteriosos, gostava de interagir e brincar, só não o fazia antes pois não sabia bem como se portar na frente das crianças, mas logo após morar consigo em sua casa e conhecer todos ali melhor, ele acabar por se acostumar e assim mostrar quem é realmente. Gosta de treinar com o idoso, pois este obtém conhecimento o bastantes de técnicas e habilidades, e assim sendo capaz de as mostrar para Asuramaru e seus irmãos. A mesma adora treinar com o homem, pois o jeito como o mesmo em cima acaba por ser um tanto quanto melhor do que com outros que treinara, e muito mais simplista e fácil de ser compreendido.
Dimensão : Nasceu em Clawn, mas atualmente mora em Wood


Gosta ::

Combates
Manipular, Provocar & Persuadir as Pessoas
Animais ~ Aranhas, Corvos, Cobras, Morcegos, Felinos
Doces
Lutas
Treinar
Vencer
Desafios & Apostas
Torturas
Violência
Acertar Adivinhações
Frio\Inverno
Observar as Estrelas e a Lua
Jogos
Dormir
Neve
Ler
Cantar
Cozinhar
Desenhar
Café
Natureza & Jardinagem
Chuva
Musica
Flores ~ Flor de Lótus
Obter conhecimentos sobre novas coisas
Facas e Pistolas
Manejar Armas
Máscaras
Dançar

Não gosta ::

Perder
Pessoas Mandonas, Ingênuas, Fúteis, Mimadas, Medrosas, Choronas
Chá
Falsidade
Ser Subestimada
Calor\Verão
Abelhas
Dar Conselhos
Maus tratos aos Animais
Comidas Apimentadas
Preconceito
Mentiras
Lugares Apertados
Patos - Ser observada por eles
Que a Encarem demais
Quem zoem de sua altura ou suas orelhas
Que mexam com alguém de sua família
Alguém que ama morrer novamente

Fobias :: Apifobia - Medo de Abelhas

Segredos ? :: [ Em Andamento ~não sei ao certo se terá um ]

Par ::

( ) Eu escolho
(X) A Autora escolhe
( ) Não quero

Vai querer Hentai ?

(XXX) Sim
( ) Não

Leu as regras nas notas iniciais ? Yep

Leu os avisos nas notas finais ? Sim senhorita

Sabe que se não comentar seu personagem morrerá ? Estou ciente disse rs

Arma ?

(X) Sim [Imagem]
( ) Não

Duas Pistolas


Facas - Possui duas delas


Uma Katana


Adaga


Vai ser meu amiguinho ? Amanda solicitação moça

Sabia que eu gosto muito morango ? Sabia u0u

Algo a mais ?

Animais de Estimação -

Umbreon & Espeon

Espeon - Um raro animal, pouco encontrado pelas redondezas. Espeon é um mamífero com a aparência de um felino. Tem uma joia vermelha incrustada em sua testa, esta sempre brilha quando Espeon usa seus poderes psíquicos, uma de suas habilidades. Este animal usa sua fina pele junto de sua pedra preciosa em sua cabeça para detectar correntes de ar e prever o próximo movimento dos oponentes. Ótimo para ser usado em batalhas.


Umbreon - Assim como Espeon, Umbreon também é um animal raro e tem a aparência de um gato negro. O mesmo tem anéis amarelos em volta de sua orelha e cauda, e padrões circulares em sua testa e em cada uma de suas pernas superiores. Os anéis começam a brilhar quando estão sob a influencia da luz da lua. Umbreon consegue detectar a presença de um inimigo, e quando o ataca, seus anéis emitem uma luz dourada e brilhante. Ele também pode pulverizar uma nuvem de gás toxico de suas glândulas quando agitado. Embora Umbreon pareça pequeno, ele tem uma forte resistência. Suas estatísticas de base pode torna-lo uma boa escolha para formações defensivas.


Asuramaru os achou machucados na floresta, durante um teste de resistência. Cuidou dos mesmo, e assim a garota os ‘’adotou’’, passando a cuidar dos mesmos e treina-los.
Umbreon e Espeon são animais fieis e carinhosos. Quando em batalha são ágeis e fortes. São bons animais para se ter junto de si, além de serem ótimas companhias. Quando um tempo com seus donos, os entendem muito bem, sempre sabendo se estão tristes ou felizes. Poucas pessoas tem ou encontram algum desses, pois aparecem mais a noite, alem de serem rápidos e se esconderem muito bem. A maioria { praticamente todos que existem } são selvagens, e atacam quando se sentem ameaçados. Asuramaru é uma das poucas pessoas que conseguira doma-los completamente.





Seu olho esquerdo quando se transforma em um relógio inorgânico ::






W-ho- th.e f>ella< t(old) y,ou, !crazy!. ;I’m b\etter< th\%an ya lazy

{ As Crôn★icas das Dimensões }





Ficha 2

Nome completo :: Haru Ryouta ~ não gosta de usar o sobrenome da família

Idade :: 19 anos. Nascido em 20 de Dezembro de 1996, sendo seu Signo o de Sagitário.

Sexualidade :: Bissexual

Qual dimensão pertence ? Nascido em Clawn, mas atualmente morador de Wood

Poderes :: É muito poderoso, e treinou muito para chegar a onde está. Um de seus poderes é a Manipulação de Tempo e Espaço. Com este ele pode alterar o espaço-tempo, incluindo aceleração, invasão de marcha, parando, de lá pra cá, se deslocando através do tempo e instantaneamente através do espaço, alem de poder fazer viagens entre dimensões. Outro de seu poder é a Hipnose. Com ela consegue introduzir sensações ao cérebro de outras pessoas, as conduzindo ao transe. Também pode ser usada para persuadir alguém, conduzindo-a a fazer ações ou responder perguntas. Com sua Mutação tem varias habilidades como elevadas habilidades físicas - força, velocidade e cura acelerada - poderes físicos fenomenais - telepatia e telecinese, mas só herdara a telepatia -. Com a Graça Divina tem a habilidade que foram dadas por deuses, espíritos divinos, conceitos ou força. Também possui um poder um tanto quanto peculiar. Com este ele consegue sugar o poder de seus oponentes quando o seu está a se esgotar, mas este é um processo um tanto quanto demorado. Há também a Baixa Presença, onde consegue passar despercebido pelas pessoas enquanto luta, o favorecendo em campo. Com a sua Telepatia apresenta a capacidade de ler os pensamentos de outros mentalmente, se comunicar com os mesmos, se manifestar de varias formas defensivas, rastrear e sentir outras pessoas, além de poder sentir se sua energia é positiva ou negativa. Podendo também possuir a mente de outra pessoa, controlar os pensamentos ou ações e consegue induzir a dores mentais apenas tocando a testa da vitima. Seu ultimo poder é a Sedução, ou seja, é capaz de seduzir qualquer pessoa através do olhar ou de sua voz.

Além disto tudo, também há suas habilidades e poderes físicas. Ele tende a treinar arduamente todos os dias, para assim, além de conseguir mais poder, força física, principalmente. É ágil quando á questão é força e luta corporal, pois tende a ser muito bom nestes requisitos. Há maioria de seus treinos corporais costuma fazer com outras pessoas, para ver se está em condições estáveis. É bom em manejar armas, principalmente espadas, nas quais possui mais costume e ‘’ conhecimento ‘’. Um de seus poderes físicos seria o Teletransporte, onde é capaz de mover-se instantaneamente de um lugar para o outro. A forma de seu teleporte é se teleportar simplesmente sumindo e reaparecendo em qualquer outro lugar que deseja, sem algum rastro ou alguma explosão de fumaça e coisas do tipo.

Personalidade ::

Haru é um jovem da qual podemos chamar ‘’ personalidade forte ‘’. Tende a manter seus pés no chão e não é o tipo de pessoa que vive a todo tempo em negação. Ele assume suas responsabilidades e suas dificuldades, assim como reconhece seus problemas enfrentados. Haru é o tipo de pessoa que, quando erra, mesmo que seja diversas vezes, aprende com os mesmos e aceita que com estes é necessário mudar, por exemplo, suas atitudes ou modos. Ele também não se deixa manipular facilmente, até por que o cargo de manipulador está em suas mãos, e por conta disso nunca cai em algo relacionado a isto. Além disto, também é um tanto quanto sádico, gostando de ver o sofrimento e fazer outras pessoas ou seres sofrendo. Adora ver suas faces rodeadas de pavor, sofrença e principalmente, medo. Não que faça isso com todos, mas sim apenas com quem merece. Haru é um ser sedutor. Apesar de possuir uma aparência infantil o garoto consegue seduzir qualquer um ao seu redor, apenas com troca de olhares ou algo do tipo. Já encantara diversas pessoas por conta de sua beleza e conduzira a todas essas a fazer o que queria. Ele se diverte ao ver o como pode haver pessoas que o cobiçam. Ele também pode ser alguém cavalheiro quando quer e na maioria das vezes apenas usa isso como uma tática para manipular os outros. Ele tende a não se importar muito para as coisas que acontecem ao seu redor, sendo totalmente indiferente a praticamente tudo. O Atsuki sempre tem suas próprias opiniões e odeia aqueles que não a aceitam e que fiquem discordando do que dizes. Ele costuma pensar que, se é a porcaria da sua opinião, os outros apenas devem aceita-las sem mais. Tudo bem opinar sobre isto, mas é algo totalmente diferente, já que quando é assim ele tende a aceitar normalmente, e até mesmo concordar. Haru é um garoto habilidoso, sendo bom, jeitoso em muitas coisas. É claro que ele sempre tende a se esforçar para tudo isso, pois odeia aqueles que não se esforçam por si só e, ao invés de treinarem duro, como Haru costuma fazer, apenas conseguem reconhecimento e fama por conta, por exemplo, de status social ou clã. O Atsuki, apesar de vir de uma família rica e um tanto quanto famosa, nunca se vangloriara por isso, e seus poderes e habilidades foram adquiridos com garra, força, foco e muito suor. É um jovem que possui uma rapidez extrema e incomum. Além disto, apresenta uma força muito grande e é extremamente ágil e eficaz em campo de batalha. É um jovem bem divertido e gosta de divertir as pessoas ao seu redor. Sempre tem uma piadinha na ponta de sua língua e adora usar todas elas, em qualquer momento, apenas para descontrair, apesar de conseguir se segurar algumas vezes. Ele raramente consegue ser alguém amigável ou até mesmo gentil. Haru costuma agir assim com pessoas que possui mais intimidade, ou seja, sua família e amigos mais íntimos. Gosta de mandar nas pessoas, mas odeia receber ordens de outras, a menos que estás sejam necessárias e de pessoas importantes. Haru consegue ser alguém sincero até demais. Não costuma esconder o que pensa e na maioria dos caso fala o que pensa e acha na cara da determinada pessoa ou grupo. Ainda sim, ele consegue se conter diversas vezes e apenas em silêncio fica, pois não quer arranjar uma futura briga ou discussão apenas por conta de algo que disse. Ele é alguém que não tende a fugir de seus problemas e nada mais relacionado a isso. Em sua visão, pessoas que fogem de coisas assim são fracas e que não merecem algum respeito. Ele pode ser também alguém muito ciumento, mas não um do tipo obsessivo. Apesar disto, ele consegue se segurar e ignorar quando tentam causar ciúmes em si e apenas em silêncio ficas. Haru pode ser alguém pervertido quando quer, levando muitas coisas nos sentidos maliciosos que a vida proporciona. Ele não possui vergonha em falar publicamente sobre este tipo de assunto, fazendo com que alguns fiquem incrédulos. Ou não, isto ira depender do tipo de pessoa que está a conversar. Ele tem a mania de ficar mordendo e beijando as pessoas e tende a fazer isto apenas para provoca-las ou se divertir com suas reações. Gosta de beija-las na região do pescoço e rosto e morde-las na região do ombro e os lóbulos de suas orelhas. Assim como gosta de fazer este tipo de coisa tende a dar tapas na bunda, sentar no colo, dançar agarrado, passar seus dedos sob o corpo da determinada pessoa, entre muitas outras coisas que costuma bolar em sua cabeça e assim colocar em pratica. Ele realmente não tem vergonha quando faz ações assim. Até por que, para o mesmo não á razões para sentir vergonha com coisas relacionada a isto. Bem, isto é o que o Atsuki pensa.

Aparência ::

Rin Okumura









Descrição :: Haru é um garoto de boa aparência, isto é completamente notável. Apresenta traços finos e muito bem distribuídos em seu corpo. Possui cabelos negros, que muitas vezes parece um azul puxado para o lado mais escuro. Eles sempre estão meio bagunçados, pois o mesmo não gosta de arruma-los, então os deixa de forma natural. Quando não está desta forma ele costuma deixar uma parte de sua franja presa em uma espécie de presilha. Em relação há franjas ele possui as mesmas, que lhe cobrem a testa por inteiro e não são dividas, apenas há uma maior que a outra ou menores. As maiores sempre ficam nas laterais de seu rosto e centralizadas no meio de sua testa. Sua pele é de um tom claro e, assim como sua irmã, ele não pode ficar muito tempo exposto ao sol, mas isso não quer dizer que o evita, pelo contrário, ele gosta muito do sol e verão em si. Seu rosto é fino, com um queixo quadriculado é muito bonito e maxilar considerado ‘’ perfeito ‘’, causando uma certa inveja e admiração das pessoas. Seus Lábios são pequenos e quase sempre ficam curvados em um sorriso perverso, travesso ou brincalhão, Nariz fino, Sobrancelhas um pouco grossas, Orelhas um tanto quanto pontiagudas e Presas afiadas. Seus olhos são de um tamanho mediano e brilhantes. Suas íris são de uma cor azul muito bonita, parecidas com um mar de água cristalina misturada com um azul escuro, e as pupilas negras como penas de um corvo. Contem um corpo basicamente magro, junto de músculos fortes e fartos, por conta de seus constantes treinos. Apresenta uma estrutura mediana, tendo assim 1,73 cm de altura e pesando 63kg.

História :: [ Em Andamento ]

Vestimentas ::





Por que quis participar do torneio ? Quer mostrar sua verdadeira força e do que é capaz.

Classe ::

( ) Pobre
( ) Média
(X) Nobre

Parentes ::

Nome : Cordelia Moore Atsuki
Idade : Em torno de 37 anos
Classificação : Mãe ( Morta )
Relação :
Dimensão : Nasceu em Clawn, mas passou a morar em Wood


Nome : Steven Akane Atsuki
Idade : Já em seus 40 anos
Classificação : Pai ( Morto )
Relação :
Dimensão : Nasceu em Wood, se mudou para Clawn onde conheceu sua esposa e teve dois de seus filhos e logo voltara a morar novamente em Wood, onde teve mais dois.


Nome : Asuramaru Atsuki
Idade : 20 anos
Classificação : Irmã mais velha
Relação :
Dimensão : Nasceu em Clawn mais atualmente mora em Wood


Nome : Levi Atsuki
Idade : 13 anos
Classificação : Irmão mais Novo
Relação :
Dimensão : Wood


Nome : Mei Atsuki
Idade : 13 anos
Classificação : Irmã mais Nova
Relação :
Dimensão : Wood


Nome : Yuna Sato Moore
Idade : 63 anos
Classificação : Avó por parte de Mãe
Relação :
Dimensão : Nascida em Clawn, atualmente morando em Wood


Nome : Masato Takahashi Moore
Idade : 68 anos
Classificação : Avô por parte de mãe
Relação :
Dimensão : Nascido em Clawn, atualmente morando em Wood


Gosta ::

Comer
Lutar
Arrumar brigas
Verão
Dormir
Mandar e Controlar as pessoas
Brincadeiras
Fazer Piadas
Divertir aqueles ao seu redor
Desafios
Seduzir as Pessoas
Chá
Animais ~ Gatos
Pintar
Jogos
Ficar sozinho
Dormir
Treinar

Não gosta ::

Traidores
Pessoas Ciumentas ~mesmo sendo também~
Que peguem no seu pé
Não gosta de depender das pessoas e daquelas que são fracas
Kuroro - Seu Demônio
Preconceito
Mal odor
Insetos
Lugares Apertados, Fechados e Escuros demais
Comidas Azedas
Aqueles que não se esforçam para ter seu devido reconhecimento

Fobias :: Claustrofobia - Medo de Lugares Fechados

Segredos ? :: Tem um Demônio que reside dentro de si [ Mais informações nas Notas Finais ]

Par ::

( ) Eu escolho
(X) A Autora escolhe
( ) Não quero

Vai querer Hentai ?

(XX) Sim
( ) Não

Leu as regras nas notas iniciais ? Sim

Leu os avisos nas notas finais ? Yep

Sabe que se não comentar seu personagem morrerá ? Sei bem disso T.T

Arma ?

(X) Sim [Imagem]
( ) Não

Adaga Ninja


Espada Demoniaca


Vai ser meu amiguinho? Amanda solicitação

Sabia que eu gosto muito morango ? Sabia XD

Algo a mais ?

Tem um demônio dentro de si, denominado Kuroro. Este quer matar a todo custo sua irmã, mas Haru sempre o impede, o que é bem difícil, já que o demônio é mais forte que si. Sempre que perde o controle de seu corpo Kuroro tende a assumir o mesmo, deixando o garoto ‘’louco’’ e agindo de forte inconsciente.
A historia começa com um homem chamado Solus, que sonhava em ter poder, assim então criara Kuroro, mas não pode colocar dentro de si pois ele ~o demônio~ era poderoso demais comparado a Solus. Então, foi a procura de uma criança poderosa, encontrando Haru que na época tinha apenas 7 anos, mais ainda assim demonstrava uma grande força. O homem raptou Haru, o levando consigo para sua casa, para então colocar o demônio dentro dele. Os pais, preocupados com o desaparecimento repentino do filho, o procuraram em todos os lugares imagináveis, mas falhando miseravelmente. Depois de 5 dias, Solus libertara Haru, o deixando voltar para casa, mas não antes de dizer que iria o encontrar novamente quando este completasse 21 anos, e assim roubaria seus poderes, já que até lá o mesmo estaria poderoso o suficiente. Mas, o problema é que, retirando o demônio de si, Haru não ira morrer e nem perder seus verdadeiros poderes, mas sim não seria o mesmo de antes, sofrendo assim uma espécie de amnesia.
Apenas sua família sabe sobre esse demônio dentro do garoto. Como Haru confia plenamente em sua irmã, entregara para a mesma uma adaga, para se caso algo muito grave acontecesse ela deveria usar isso nele. Kuroro, furioso com a ideia do garoto, passara a odiar Asuramaru, e quer a matar a qualquer custo, para assim pegar a adaga que está com a garota. Kuroro se alimenta de Haru, mas ainda tende a passa poder para o mesmo







(So) come<< over\\ #now †an|d talk! m✖e [down-♠]

{ W★inter Talents }



W\\_e >>R;+ck.:!





Ficha

✿ Nome :: Athan Sivan

✿ Idade :: 16 anos. Nascido em 5 de Julho de 1999, - Signo de Câncer.

✿ História ::

Athan nascera em Joanesburgo - África do Sul, mas é naturalizado na Austrália, pois ainda quando bebe ele se mudara para o país. Veio de uma família de classe alto e durante sua vida vivera apenas com seu pai, irmã mais velha e avos, pois sua mãe morrera durante seu parto. Desde quando descobrira isso, o que não fora fácil pois ninguém queria contar o que havia acontecido com a mulher e isso só acontecera quando seu avô deixara escapar, ele começara a se culpar pela morte desta, mesmo que todos ao seu redor dissessem que ele não tinha culpa de nada. Mesmo que a culpa o rodeasse, Athan sempre fora um garoto bem energético e que adorava fazer amizades por ai, com quem quer que fosse. Com 6 anos ele descobrira seu talento para a música. Quando estava em um karaokê junto de seu pai e irmã ele percebera que tinha um bela voz, e que poderia ser aperfeiçoada com o tempo. Ele sempre gostara da música, tanto que para a sua pouca idade ele já ouvia música clássica. Por conta disso ele decidira que se tornara um grande cantor quando fosse mais velho, mesmo que tivesse de passar por grandes dificuldades. Ainda jovem ele começara a aprender a tocar alguns instrumentos e fazer aulas de canto. Sua família gostava de ver o como o garoto parecia bem, mesmo depois de descobrir sobre sua mãe. É óbvio que ele escondera a dor que sentia de todos, não queria que eles se preocupassem. Sempre quando ele estava deitado em sua cama ele chorava. Chorava por sua mãe, pelo fato de que se ele não tivesse nascido ela estaria viva e feliz, chorava por ter tirado a vida de uma pessoa que era amada por todos, chorava por nunca ter conhecido a mulher. Athan conseguira esconder por um tempo seu sofrimento, mesmo sendo difícil, mas após sua irmã ir conversar consigo ele não se segurara e despejara tudo que estava sentindo. Não fora fácil para ele superar aquilo. Felizmente, ele tivera muita ajuda de seus familiares, além de frequentar uma psicóloga que também o ajudara muito. Com o decorrer do tempo ele já não mais se culpava, e mesmo que se sentisse um pouco triste quando falavam de sua mãe ao mesmo tempo ele se sentia feliz e perguntava a todos como ela era e coisas assim.
Com o tempo passado tudo ocorria bem na família Sivan, mas é claro que isso não durara muito tempo. Tudo começara com uma viagem de férias programada pelo pai. Eles iriam para a praia e ficariam em um chalé que tinham no lugar. Tudo estava ocorrendo bem até então, se não fosse em um dia normal que eles foram até a praia. Era um dia ensolarado, ótimo para se ir no lugar. Athan ainda não sabia nadar muito bem, por conta disso precisava usar boias. Ele brincava junto de uma garotinha que conhecera até que decidira entrar na água, sozinho, pois a outra não queria e continuaria ali brincando de castelo de areia. Athan entrara na água e primeiramente ficara apenas na beirada, bem perto da areia, até que decidira ir nadar um pouco mais para o fundo. Ficara nadando por ali até uma legião de ondas começar a vir em sua direção, fazendo com que ele afundasse na água e depois voltasse para a superfície. O tempo ensolarado que estava antes mudara dramaticamente para um de cor acinzentada, indicando que poderia começar a chover a qualquer momento. Ele acharia aquilo normal se não fosse pelo fato das ondas terem o levado muito para o fundo, onde seus pés não alcançassem. Ele olhara me sua volta e não encontrara ninguém ali para lhe dar suporte. Ele tentava nadar por si só de volta para onde estava, mas em vez de o ajudar estava apenas piorando, já que algumas ondas vinham e o levavam mais para trás. Por conta disso ele ele começara a se desesperar e a gritar. Ele não tinha forças para nadar para onde estava e começava a se afogar, já que batia os braços desesperadamente na água e tentava inutilmente pisar em algo, quando apenas água havia ali. No lugar em que estava sua família todos ali começaram a se perguntar onde estava Athan, já que não conseguiam o ver e passaram a procurar o garoto, com medo de que algo tivesse acontecido com ele. Já começara a cair alguns pingos de água do céu e aos poucos o mar ficava um pouco mais violento. O salva vidas, sentado em sua cadeira, observava o mar com seu binóculo, enquanto sua ajudante indicava para as pessoas irem embora. Enquanto observava percebera um movimento estranho na água, logo vendo que era uma pessoa e que estava se afogando. Rapidamente saíra de sua cadeira e falara com sua ajudante, e eles saíram correndo em direção a uma lancha que havia ali, já que a pessoa, que no caso era Athan, estava muito longe para eles poderem ir nadando ou com a pranchinha. Eles logo chegaram no lugar onde se encontrava Athan, que havia desmaiado, e o pegaram dali, o colocando com cuidado no barco. Enquanto um dirigia o outro verificava se o garotinho estava vivo, o que fora confirmado, e fazia respiração boca a boca com o mesmo. Ele acordara assutado, cuspindo água dentro do barco. Depois disso começara a chorar desesperadamente e quando chegaram novamente a praia que sua família pudera ver Athan e saíram correndo até o mesmo, que ainda chorava desesperado, lembrando o que passara a momentos atrás. Fora um dia de desespero para todos ali, principalmente para o garoto, que pegara um grande trauma de mar após o ocorrido. Ele sequer gostava de ficar perto do mar, pois passava mal e as lembranças rodeavam sua cabeça, fazendo com que o mesmo sentisse vontade de chorar. Nas viagens e, em que a família fazia a praia, ele preferia ficar dentro da casa em que estavam no lugar do que ir visitar a praia junto com eles. Mesmo que o jovem tentasse superar aquele medo, ele não conseguia, então ficava por isso mesmo. Ainda nos tempo de hoje, com seus 16 anos, Athan sente medo do mar, e prefere não frequentar lugares onde haja um.

Essa última parte da história fora como um ‘’ complemento ‘’. Eu tive a ideia do trauma e não sabia onde o colocar, então vai na história mesmo

✿ Personalidade ::

Athan tende a ser um garoto amigável e divertido. Ele possui uma personalidade que atraia as pessoas a ele, tendo assim uma amizade duradoura, juntamente de lealdade e a maioria das pessoas encontram nele, através de seus atos de bondade e sinceridade genuína, que pode mudar toda a visão do mundo de uma pessoa. Athan é o tipo de pessoa que consegue fazer amizades facilmente. Se ele ver que determinada pessoa parece ser interessante ele vai até ela, sem qualquer vergonha, e passa a conversar com a mesma sobre qualquer coisa, e logo já viram amigos. Não é como se ele escolhesse que tipo de amizade faz, ele apenas vê o modo como a pessoa age e decidi que quer fazer amizade com esta, o que pode funcionar ou não, isso não é uma escolha totalmente dele. Ele é um garoto extremamente esforçado e tem a esperança de ser reconhecido por todos e principalmente pelo mundo. Sempre quando passa por um problema ele tende a enfrenta-lo de frente, e não fugir do mesmo. Athan sempre diz que nunca volta atrás de sua palavra e passa por todos os meios necessários para cumprir uma promessa feita pelo mesmo. Ele é uma pessoa um tanto observadora e nota coisas que os outros não percebem e pode reter informações casualmente recolhidas através de conversa. Em diversos momentos, Athan costuma ser alguém paciente, não tendo pressa em nada, sabendo esperar tudo normalmente, mas tende a ficar frustado quando algo não sai como o planejado ou quando perde algo. Ele jamais deixa que alguém pise ou passe por cima de si. Athan não aceita aqueles que xinguem ou briguem com o mesmo e principalmente com seus amigos, já que é considerado um grande protetor. Quando alguém se opõem a irrita-lo ou xinga-lo ele não deixa passar em branco, dando-lhes respostas frias e muitas vezes sarcásticas e irônicas. Ele odeia ter de arranjar briga com alguém, mas se insistirem muito ao ponto de dizerem coisas que ele definitivamente não pode aceitar este apenas cai para cima, sem dó ou piedade e alguém ira ter de tira-lo dali antes que algo grave acabe acontecendo. Ele possui um amor enorme pela música, assim possuindo uma bela voz, mesmo que ele não ache tanta coisa em relação a esta, mesmo que as pessoas ao seu redor digam ao contrário. Seu maior sonho é se tornar um cantor famoso e está a lutar por isso. Athan é um jovem considerado por ser uma pessoa que não pode ser dominada ou presa e não recebe ordens de ninguém que ele não confie. Muito brincalhão e adora contar uma boa piada para divertir aqueles ao seu redor. Ele é muito carismático e com um ótimo senso de humor. Athan é extremamente suave e mostra-se ser alguém otimista a maior parte do tempo. Ele não se deixar enganar-se facilmente. Presta sempre atenção no como a pessoa está a se comportar e se sua face é real, assim descobrindo se ela realmente é o que diz ser. O jovem é alguém altruísta. Costuma pensar sempre no próximo do que em si mesmo. Além disso, sempre que consegue está a ajuda os outros como pode, sendo ele alguém um pouco caridoso e solidário. O garoto pode-se se tornar alguém infantil quando quer, gostando de fazer brincadeiras de criança ou jogar algum jogo lúdico. O garoto costuma encantar as pessoas com a sua simpatia e gentileza. É alguém completamente delicado, nunca dizendo algo que vá afetar claramente uma pessoa e tenta manter a boa cortesia a todos. Além disso, é um rapaz cavalheiro, tratando uma dama como a mesma merece. Também faz isso com rapazes. Ele possui sentimentos bondosos, pensando sempre em como uma pessoa ira se sentir com o que fazer. Um garoto amável, sempre demonstrando amor em tudo. Sua simpatia é agradável para as pessoas ao seu redor, já que não transmite um ar rude. É um ser extremamente inteligente, sendo capaz de tirar notas excelentes e descobrindo o que está a acontecer apenas olhando os atos de alguém. Quando o assunto é raciocínio, ele é um expert nisso. É capaz de fazer movimentos extensos e intensos e dar respostas capazes de deixar alguém sem palavras ou se quer saber responder. Em jogos, ele costuma vencer diversas vezes por conta disso, mas não é como se ele se importasse muito com isso. O garoto tende a ter um raciocínio rápido, sendo capaz de criar estrategias perfeitas mesmo nos momentos mais eficazes e difíceis. Ele realmente apresenta um QI elevado e maior do que os daqueles ao seu redor, isto não pode ser negado. É um rapaz amoroso, gostando de fazer diversos carinhos nas pessoas que gosta e ama ficar na companhia das mesmas. Costuma ficar enrubescido facilmente com coisas e atos maliciosos. Por fim, é um garoto conselheiro, sempre estará ali para ajudar seus amigos ou quem quer que for quando preciso. Ele sempre tenta ajudar no que for. Se uma pessoa está a passar por algo difícil ele vai tentar ajuda-la de qualquer modo e quando está a chorar ele vai abraça-la, lhe fazer carinho e ficar o tempo inteiro com a mesma, para ver se ela consegue se acalmar.

✿ Aparência ::

Troye Sivan


✿ Vícios ::

Cappuccino
Games
Vídeo game

✿ Medos ::

Aranhas
Mar
Ondas
Escuridão
Pessoas que ama morrerem

✿ Talentos ::

Tem um talento para o Desenho, assim sabendo desenhar muito bem
Cantar sempre fora o seu maior talento e sua maior paixão
Com seus 13 anos ele começara a Compor Músicas, e incrivelmente era muito bom nisso
Ele é capaz de decorar as coisas rapidamente, como músicas, nome de plantas, flores, constelações, entre outros
Desde menor aprendera a Tocar Instrumentos Musicais e sabe os tocar muito bem
Não é bem um talento, apesar de que para Athan é o contrario, mas ele consegue fazer amizade rapidamente, sendo com pessoas ou animais.

✿ O que vai fazer no acampamento ? Música

✿ Para quem está fazendo música - Qual(is) instrumento(s) toca?

Ele toca Violão, Piano, Teclado e Guitarra.

✿ Gostos e desgostos ::

Gostos ~

Desenhar
Biologia & Astronomia
Constelações
Mitologia Chinesa e Egípcia
Gravar vídeos para o youtube
Natureza
Livros de Romance, Drama e Terror
Filmes de Terror
Cappuccino
Qualquer coisa que tenha Morangos
HQ’s
Star Wars
Tinta
Gatos
Música
Outono
Árvores de Sakura
Jogos de Raciocínio e Tabuleiro
Pintar
Teatros e Musicais
Cantar
Se divertir
Fazer brincadeiras
Internet
Tecnologia
Viajar
Games
Jogar online | RPG
Vídeo game
Fazer amizades

Desgostos ~

Mentiras | Mentir
Palhaços
Insetos
Aracnídeos
Praias
Mar
Ondas
Escuridão | Escuro | Breu
Galinhas
Comidas azedas

✿ Opção sexual :: Homossexual

✿ Deseja ter par ? Yeah <3

✿ É sua primeira vez no acampamento ? Não.

✿ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Sei sim moça, pode fazer o que quiser com o meu bebe, menos matar, obrigada

✿ Observações ::

↪ Já fizera shows em lugares pequenos, além de já ter se apresentado em vários concursos de seu colégio
↪ Apenas seus melhores amigos e irmã sabem sobre sua sexualidade
↪ Ele tem um gato preto chamado Madara de estimação
↪ Athan tem um canal grande no youtube, sendo até que famoso
↪ Gosta de falar gírias
↪ Ele espera um dia encontrar alguém que o respeite e o ame de verdade, já que seu último relacionamento fora o pior que tivera em sua vida
↪ Ele acredita que os piores monstros são os humanos, e não aqueles que contam nas histórias
↪ Athan é ateu

Se tiver erros não me culpe, não tive tempo de revisar tudo.



✄T-hi.s ‘’fo_ol’’ =destiᴥnationcu*rse+ me@

{ W★inter Talents }



W\\_e >>R;+ck.:!





Ficha

✿ Nome :: Sunwoo Dak-Ho | Sunwoo Dak-Ho

✿ Idade :: 19 anos. Nascido no dia 27 de Novembro de 1996, - Signo de Sagitário

✿ História ::

Dak-Ho nascera nos EUA, mas quando menor se mudara para Seul - Coréia do Sul, onde parte de seus parentes viviam. Viera de uma família extremamente rica e fora nascido em um berço de ouro. Desde quando pequeno sempre tivera tudo o que queria e no colégio era popular apenas por conta de seu status social, dinheiro e pais, já que estes são presidente e vice-presidente de um dos maiores bancos da Coreia. Sua linhagem de família fora passada durante antes e o futuro de Dak-Ho já estava previsto desde quando nascera. Ele seria o próximo presidente do banco, se não o dono, já que isto dependeria de seu avô, que era o dono do mesmo. Ele se casaria com uma garota de família rica e teria filhos para passar o sobrenome da família adiante. Sendo filho único ele tinha a obrigação de seguir essas regras. Mas Dak-Ho nunca quis nada disso. Ele nunca quis nascer em uma família rica. Ele nunca quis ter o seu destino já escrito. Ele apenas queria ter nascido como um garoto ‘’ normal ‘’, com os pais presentes em casa, e não trabalhando o tempo inteiro. Dak-Ho sempre fora um menino muito alegre, mas com o tempo isso mudara dramaticamente. Ele passara a não obedecer seus pais como antes, se tornando alguém rebelde e completamente o oposto de quando era antes. Quando sua mãe a pai estavam em casa a única coisas que eles sabiam fazer era brigar com Dak-Ho, por conta das atitudes que o mesmo tinha. Apesar do mesmo sempre ter sido o que era considerado de ‘’ garoto prodígio ‘’, por conseguir fazer e aprender tudo de maneira rápida e sem qualquer problema ele deveria ser considerado o filho que dava orgulho em seus pais. Mas ser alguém não adiantava de nada. Dak-Ho se recusava a seguir o destino que estava previsto para ele. Se recusava em ter de gerenciar um banco. Se recusava a ter de se casar com uma garota. Ele apenas queria atuar, algo na qual amava profundamente. O Teatro sempre fora sua paixão, pelo menos desde o momento em que fora em um e vira o modo como os personagens atuavam e ele se encantara profundamente, dizendo a si mesmo que queria um dia ser como eles. E, ainda nos tempos atuais, ele tinha isso em mente e mesmo que tivesse de sair de casa e nunca mais falar com seus pais ele realizaria seu sonho. Realizaria o sonho de quando menor, custe o que custar.

✿ Personalidade ::

Costuma ser bastante agradável, já que tem o habito de bajular e incentivar as pessoas, até mesmo pelo fato de que utiliza desta bajulação para manipular quem está ao seu redor. Dak-Ho é uma pessoa cuja personalidade é difícil de se ler. Ele é um ator experiente, capaz de enganar qualquer um com um simples olhar inocente. O garoto é alguém curioso, não consegue se segurar quando o assunto é saber o que realmente está acontecendo de verdade. É um jovem extremamente violento, assim quando perde o controle de si simplesmente não consegue se controlar e ataca a determina pessoa ou grupo de maneira brutal, sem medir quaisquer escrúpulos. É completamente bárbaro e cruel, não possuindo dó ou sequer piedade de seus oponentes. Dak-Ho consegue se tornar automaticamente impiedoso em um piscar de olhos contra os seus inimigos ou com aqueles que não confia. O garoto é um ser incrivelmente inteligente, assim apresentando um QI elevado, além de obter conhecimento sobre diversos tipos de assuntos, temas, entre outras coisas. Ele consegue criar estratégias rapidamente, sem precisar levar muito tempo para isso, e isto mesmo nos momentos mais eficazes, difíceis e apreensível. Ele sempre tende a manter a calma e a devida postura. Sempre tendo uma resposta na ponta de sua língua, ele não mede esforços ao falar o que acha e pensa e adora dizer tudo isso na cara das pessoas. Ele não tem sequer medo das consequências que poderão acontecer por conta do que fala. O jovem realmente não liga. É capaz de distinguir se uma pessoa está a mentir apenas olhando as expressões de sua face. Ninguém consegue esconder nada de si, ele sempre consegue perceber tudo e ira irritar o cujo dito até o mesmo lhe dizer a verdade. Consegue ainda distinguir como uma pessoa está se sentindo olhando em seu rosto. Mesmo está estando com uma cara ‘’ normal ‘’ ele ira adivinhar rapidamente, assim logo perguntando o que aconteceu. O garoto sempre está a desconfiar daqueles ao seu redor. Só pega confiança de alguém quando a conhece a muito tempo. Caso contrario, isso não era acontecer de modo algum. Ele é alguém sádico, logo gostando de fazer outras pessoas sofrerem. È claro, Dak-Ho é assim apenas com quem merece, mas também gosta de se mostrar ser alguém deste jeito por diversão. Adora ver o rosto assustado das pessoas. Também é alguém extremamente sarcástico e quase sempre fala deste modo. A ironia também está presente em seu vocabulário. Dak-Ho é arrogante. Extremamente e completamente. Realmente não se importa com o que as pessoas pensam de si, o Sunwoo é apenas ele mesmo, não escondendo quem é realmente. Ama provocar as pessoas. Sente um imenso prazer com isso. Com aqueles que gosta costuma os provocar de modo malicioso, apenas para os ver corar. Também gosta de um bom desafio, assim sempre está a desafiar aqueles ao seu redor para ver quem é melhor em que. Costuma fazer mais isso com quem possui uma forte rivalidade. Simplesmente é um péssimo perdedor, não aceitando sua derrota antes de tentar diversas outras vezes. Mas, quando ganha, tende a comemorar muito, se gabando, mas não jogando na cara das pessoas, ao menos que não goste muito desta. Totalmente perverso, gostando de provocar e deixar as pessoas enrubescidas. Consegue fazer isso facilmente. Fala diversas vezes de modo malicioso e entende muitas coisas neste sentido, logo dando sorrisos largos e falando sobre isso a pessoa. Pode facilmente seduzir alguém apenas com um olhar sedutor e sorrisos pequenos. Pode as persuadir, as conduzindo a fazer tudo o que quer e na hora em que quer. Um garoto independente, nunca precisará de tanta ajuda quando menor, conseguindo fazer a maioria de suas tarefas por si só. Extremamente sincero, possui suas próprias opiniões e costuma machucar aqueles ao seu redor com o que diz. Nunca ira muda-las por conta de alguém, simplesmente não se vê sendo alguém assim. Um péssimo conselheiro. Não sabe o que dizer ou realizar quando alguém o pede algum conselho, principalmente quando está a chorar. Tende a fazer um esforço com quem gosta, mas não é sempre que consegue dizer algo construtivo, por mais que tente. Apesar de ter inúmeros defeitos, Dak-Ho é um garoto que tem em um ótimo senso de humor, assim adorando fazer brincadeiras e principalmente piadinhas. Gosta de se divertir com aqueles que gosta, e apesar de mostrar ser alguém rebelde e valentão isso é apenas uma máscara que tende a cobrir quem ele é realmente, e poucas pessoas sabem o que há por trás desta. Ele consegue ficar nervoso facilmente, ainda mais quando o dizem coisas que ele simplesmente não pode aceitar. Ele entende quando falam com si brincando, até por que ele sempre está a zoar as outras pessoas, e assim como entende quando falam deste modo, ele sabe quando estão tentando o provocar e o irritar. Ele consegue ficar ainda mais irritado quando falam de suas orelhas que possuem um tamanho um tanto quanto grande ou sobre sua altura enorme. Ele simplesmente odeia que debochem ou zoam de sua altura e orelhas, podendo ficar nervosa rapidamente apenas por conta disso. Dak-Ho é alguém corajoso, não tendo medo de enfrentar novas coisas, principalmente pessoas. No entanto, ele age cautelosamente quando vê que pode acabar se dando mal em algo. Dak-Ho é um garoto totalmente atrevido. Ele possui a audácia de fazer tudo que a pessoa não quer que ela faça, assim não obedecendo as ordens dadas a si. Até por que, este odeia seguir regras e obedecer ordens. Gosta de fazer as coisas do seu jeito, mesmo que estes possam causar problemas a alguém ou até mesmo a si ou não sejam ‘’ adequadas ‘’ o suficiente. Este prefere se ariscar do que ter de obedecer ordens, e na maioria das vezes se dá mal por conta disso. Mesmo gostando de fazer as coisas de seu modo há vezes que ele terá de obedecer seus superiores quer queira o não. O Sunwoo é o tipo de adolescente rebelde e que adora arrumar encrencas. Sempre está a cometer alguma traquinagem ou algo pior por ai. A sua sorte é que na maioria das vezes ele consegue sair impune ou simplesmente não ser pego. Costuma ainda realizar movimentos bastante extensos e intensos, praticamente como se estivesse o tempo todo em um grande jogo de atuação, em um palco sem fim, no teatro da vida.

✿ Aparência ::

Park Chanyeol [ EXO ]


✿ Vícios ::

Cigarro.

✿ Medos ::

Patos | Ser observado por eles
Lugares Apertados
Bonecas
Apaixonar-se

✿ Talentos ::

Dak-Ho gosta muito de Rap, o Hip-Hop em si, e aprendera facilmente como o fazer
Tocar Instrumentos. Nunca tivera dificuldades quanto a estes e só não aprende a tocar mais dos mesmos por falta de vontade.
Atuar. Sua paixão, seu maior sonho. O jovem se sente livre de tudo e de todos quando está atuando. Se sente bem, se sente ele mesmo, como nunca antes.
Cozinhar. Ele gosta muito de fazer isso, ainda mais quando cozinha para outras pessoas e estas dão suas devidas opiniões sobre sua comida. Por ter sempre a companhia de suas empregadas em casa ele gostava de as ver cozinhando e por conta disso acabara por aprender também a cozinhar.
Esportes. Ele sempre gostara de esportes, principalmente basquete, já que por conta de sua altura ele tivera facilidade para jogar este esporte. Com o tempo ele fora gostando de outros e começar a praticar os que lhe interessavam ou fazer aulas.
Escrever Letras de músicas. Ele não sabe ao certo quando começara a escrever músicas, mas não fora tão complicado, ele apenas escrevia o que sentia em um caderno e as transformava em música, com direito a batida e tudo mais.
Apostas. Não se sabe se é a sorte ao seu lado quando o mesmo aposta mas ele é muito bom nestas. Talvez pelo fato dele conseguir planejar truques em sua cabeça, ou já os ter, e colocar em prática que ele consegue uma vitória facíl. Ele gosta de apostar mais com dinheiro
Velocidade. Ele vira que era um tanto quanto bom na questão de velocidade quando decidira fazer atletismo, e suas longas pernas também facilitam um pouco.
Jogar Shõgi. Dak-Ho gosta muito de jogos japoneses, principalmente shõgi, então decidira começar a praticar para conseguir joga-lo até que se tornara muito bom no jogo.

✿ O que vai fazer no acampamento ? Teatro

✿ Para quem está fazendo música - Qual(is) instrumento(s) toca ?

Apesar de não estar no acampamento para fazer música ele pode tocar Violão, Piano, Guitarra, Baixo e Bateria.

✿ Gostos e desgostos ::

Gostos ~
Cozinhar
Colorir
Música
Rap | Fazer Rap
Beat Boxing
Mangas
Animes
Flores
Moda
Se divertir
Arrumar encrenca
Rir
Piadas
Atuar
Teatro
Animais Selvagens
Inverno | Frio
Neve
Apostar
Desafios
Vencer
Dormir
Provocar as Pessoas
Observar a Lua
Praticar Esporte | Basquete, Corrida, Esgrima, Boxe
Treinar
Correr
Colorir o Cabelo
Action’s Figures
Bonés
Tocar Instrumentos Musicais
Shõgi
Escrever Letras [ de música ]
Fumar
Sexo
Vídeo Game

Desgostos ~
Comida apimentadas
Preconceito
Maus tratos aos animais
Receber ordens
Pessoas Mimadas, Fúteis, Patéticas, Mandonas, Que se achem superiores, Convencidas demais
Patos | Ser observado por eles
Perder
Que o subestimem
Dar conselhos
Chorar
Lugares Apertados
Bonecas
Apaixonar-se
Casamentos
Que zoem o tamanho de suas orelhas ou sua altura ele é bem alto

✿ Opção sexual :: Bissexual, tendencia por homens

✿ Deseja ter par ? Yeah <3

✿ É sua primeira vez no acampamento ? Sim.

✿ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Yeah, use e abuse dele, só não o mate, agradecida

✿ Observações ::

↪ Dak-Ho tem tatuagens em sua mão\dedos e em seus braços ->


apenas as do braço - 2 foto
↪ Ele é míope, mas usa seus óculos apenas quando o necessário, já que usa lente de contato

↪ Sabe lutar boxe, karatê, muay thai, esgrima e kendo
↪ Fala fluentemente coreano, inglês, francês e alemão
↪ Gosta de fumar para aliviar o estresse, além de quando está irritado, frustrado, triste ou qualquer outro sentimento relacionado a estes
↪ Apenas seus melhores amigos sabem sobre sua sexualidade. Ele não faz questão de contar para seus pais
↪ Já fugira de casa uma vez, mas logo tudo se resolvera, apesar dele ter ficado de castigo por ter fugido
↪ Odeia namorar e odeia ainda mais se apaixonar, já que seus namoros nunca deram certo e era sempre ele quem saia machucado.
↪ Ele já fora expulso de uma escola e quase fora preso por estar vandalizando
↪ É um pouco ‘’ viciado ‘’ em assistir animes, ficando madrugadas em claro assistindo os mesmos
↪ Dak-Ho pretende fazer faculdade e, como seus pais se recusam a pagar a que ele quer fazer o garoto trabalha e está juntando dinheiro para pagar a mesma.
↪ Tem um furão e uma cobra de estimação. Os nomes destes, respectivamente, são Killua e Athenas.
↪ Costuma falar muito palavrão
↪ Dak-Ho é budista

Se tiver erros não me culpe, não tive tempo de revisar tudo.



»L『ight』fi+gureswand\\ering i♡n #da.rkne/ss✈

{ W★inter Talents }



W\\_e >>R;+ck.:!





Ficha

✿ Nome :: Seo Jung-Hee

✿ Idade :: 17 anos. Nascido no dia 30 de Dezembro de 1998, - Signo de Capricórnio

✿ História ::

Jung-Hee nascera e passara parte de sua vida em Daegu - Coreia do Sul, vindo de uma família humilde de classe média. Seu pai era um veterinário um pouco ‘’ famoso ‘’ na cidade, enquanto que sua mãe era uma professora de dança de uma importante academia do lugar. Já se pode dizer que desde pequeno ele já era influenciado pelo trabalho dos dois, fazendo com que ele amasse animais e a dança. Gostava de os acompanhar em seus respectivos empregos, apenas para ver como eles trabalhavam. Apesar de amar o emprego do pai, ele amava ainda mais o da mãe. Ver aquelas pessoas dançavam o encantavam profundamente e sua mãe, percebendo isso, o colocara para fazer aulas junto com si e mais em outras duas. Aquilo não podia deixa-lo mais feliz. Jung-Hee sempre recebera muito amor, atenção e carinho de seus pais, e ele agradece imensamente por isso. Ele acabara por ganhar uma irmãzinha ainda novo e quando colocara os olhos na pequena gostará dela, logo quase sempre era ele quem cuidava dela. Ele pensava que a ideia de ter uma irmã não seria nada ‘’ atraente ‘’ ou interessante, mais virá que estava completamente errado. O único problema disso foi quando seus pais começaram a discutir, algo que eles nunca fizeram. Jung-Hee naquela época não entendia muito bem o que estava a acontecer, e ainda mais quando seus pais lhe contaram que se separariam. É claro que, ele não queria que aquilo tivesse acontecido, e chorava perguntando a sua mãe o por que deles estarem fazendo isso. Fora difícil para ele ter de aceitar isso, e mais ainda ver seu pai indo embora de outra mulher. Jung-Hee e sua irmã continuaram a morar com sua mãe e após alguns meses passados a mulher decidirá ir morar em Tokyo, Japão. Como a mesma possuía descendência japonesa e alguns de seus familiares moram no país, não seria problema arranjar um lugar para morar e uma transferência de emprego. Quando se mudaram é claro que não foi fácil para os irmãos terem de se adaptar ao lugar, seus costumes e a língua. Apesar de que, este ultimo fator, não foi bem um problema para eles, pois ambos já entendiam um pouco de japonês, e com um tempo frequentando aulas e aprendendo com a mãe eles logo já estavam a falar fluentemente. O garoto pensará que não conseguiria se acostumar com o local, pois não queria ter ido embora de Daegu. Mas, fora completamente ao contrário, pois este gostará muito do país, das pessoas, comida e principalmente a cultura do lugar, que o agradará muito. O tempo passado, sua mãe conseguirá achar alguém na qual gostava e com isto logo o homem se mudará para sua casa e a mulher ficará grávida de seu terceiro filho, que novamente era uma garota. Desta vez, Jung-Hee não gostava muito dela, pois além de toda a atenção ser voltada para a mesma, a garotinha não gostava do garoto e sempre quando ele tentava a pegar a outra chorava. Por conta disso, ele sequer gostava de ficar perto ou brincar com ela, e sua mãe sempre estava a reclamar, pois sua irmã adorava a garotinha. Apesar disso, Jung-Hee perceberá que sua familía estava feliz, e não queria que este momento acabasse nunca. Mas, todos sabemos que a vida sempre está a nos pregar algo, e com eles não foi diferente…..de novo. Mais uma vez sua mãe fora ‘’ abandonada ‘’ por um homem. Seu padrasto a traíra na cara dura, e nem se dera ao trabalho de tentar pegar a guarda da filha que também era sua. Após este acontecimento a mulher ficava a prometer a si mesma que não se apaixonaria por mais ninguém neste mundo, pois não queria ter de ser abandona e traída mais uma vez. A mulher sempre fora alguém batalhadora e que que fazia de tudo para deixar sua familía feliz. E agora, com 3 filhos ela teria de se esforçar ainda mais. Com isto, Jung-Hee começara a trabalhar para poder ajudar a mãe e tinha o sonho de um dia recompensar tudo aquilo que ela fizera para ele. E, com seu sonho de se tornar um grande dançarino, ele a recompensaria.

História grande mesmo, poisé, adoro

✿ Personalidade ::

Jung-Hee é um jovem que apresenta algo que podemos chamar de ‘’ personalidade forte ‘’. Tende a manter seus pés no chão e não é o tipo de pessoa que vive a todo tempo em negação. Ele assume suas responsabilidades e suas dificuldades, assim como reconhece seus problemas enfrentados. Jung-Hee é o tipo de pessoa que, quando erra, mesmo que seja diversas vezes, aprende com os mesmos e aceita que com estes é necessário mudar, por exemplo, suas atitudes ou modos. Ele também não se deixa manipular facilmente, até por que o cargo de manipulador está em suas mãos, e por conta disso nunca cai em algo relacionado a isto. Apesar de possuir uma aparência infantil o garoto consegue seduzir qualquer um ao seu redor, apenas com troca de olhares ou algo do tipo. Já encantara diversas pessoas por conta de sua beleza e conduzira a todas essas a fazer o que queria. Ele se diverte ao ver o como pode haver pessoas que o cobiçam. Ele também pode ser alguém cavalheiro quando quer e na maioria das vezes apenas usa isso como uma tática para manipular os outros. O Seo sempre tem suas próprias opiniões e odeia aqueles que não a aceitam e que fiquem discordando do que dizes. Ele costuma pensar que, se é a porcaria da sua opinião, os outros apenas devem aceita-las sem mais. Tudo bem opinar sobre isto, mas é algo totalmente diferente, já que quando é assim ele tende a aceitar normalmente, e até mesmo concordar. Jung-Hee é um jovem que sempre tende a se esforçar para tudo, pois odeia aqueles que não se esforçam por si só e, ao ínves de fazerem isso, como o garoto costuma fazer, apenas conseguem reconhecimento e fama por conta, por exemplo, de status social ou família. É um garoto bem divertido e gosta de divertir as pessoas ao seu redor. Sempre tem uma piadinha na ponta de sua língua e adora usar todas elas, em qualquer momento, apenas para descontrair, apesar de conseguir se segurar algumas vezes. Ele quase sempre tem um sorriso em seu rosto e muitas vezes ele tende a mostrar um infantil e alegre, já que é exatamente assim que ele é por dentro. Jung-Hee não é a pessoa mais inteligente do mundo, pelo contrário, ele é um tanto quanto burro. Mas não é como se isso fosse um problema para ele, pois o mesmo consegue tirar notas acima da média e as vezes que fica de recuperação no colégio. Apesar de demonstrar ser uma pessoa ‘’ burra ‘’ há casos na qual ele diz coisas bem inteligentes, sem que perceba isso, fazendo com que as pessoas ao se redor fiquem um pouco chocadas ou surpresas. Ele pode ser também alguém muito ciumento, mas não um do tipo obsessivo. Apesar disto, ele consegue se segurar e ignorar quando tentam causar ciúmes em si e apenas em silêncio ficas. Jung-Hee pode ser alguém pervertido quando quer, levando muitas coisas nos sentidos maliciosos que a vida proporciona. Ele não possui vergonha em falar publicamente sobre este tipo de assunto, fazendo com que alguns fiquem incrédulos. Ou não, isto ira depender do tipo de pessoa que está a conversar. Ele tem a mania de ficar mordendo e beijando as pessoas e tende a fazer isto apenas para provoca-las ou se divertir com suas reações. Gosta de beija-las na região do pescoço e rosto e morde-las na região do ombro e os lóbulos de suas orelhas. Assim como gosta de fazer este tipo de coisa tende a dar tapas na bunda, sentar no colo, dançar agarrado, passar seus dedos sob o corpo da determinada pessoa, entre muitas outras coisas que costuma bolar em sua cabeça e assim colocar em pratica. Ele realmente não tem vergonha quando faz ações assim. Até por que, para o mesmo não á razões para sentir vergonha com coisas relacionada a isto. Bem, isto é o que o Seo pensa.

mesmo personalidade que o jimin de vírus mesmo, pq sim

✿ Aparência ::

Kim Taehyung | V [ Bangtan Boys - BTS ]


✿ Vícios ::

Açúcar - Doces

✿ Medos ::

Altura
Agulhas e Injeções
Cemitérios
Insetos
Animais Selvagens

✿ Talentos ::

Jung-Hee é capaz de aprender coreografias rapidamente. Ele apenas vê alguns vídeos da coreografia e em pouco tempo já a decorara, conseguindo dança-la facilmente
A dança com certeza é a sua paixão, e o garoto dança muito bem, conseguindo por si só criar coreografias.
Ele é bom em nadar, pois já tivera aulas de natação por um tempo, então é bom no nado, principalmente o livre.
Fotografia. Ele sempre gostara de tirar foto de tudo e de todos, gostando de carregar sua câmera fotográfica por ai.
Talvez isso não seja um talento, mas Jung-Hee consegue comer demais e não engordar. A todo tempo ele está a comer, ainda mais quando se sente triste ou irritado, e sua barriga continua do mesmo jeito, lisinha e sem gorduras extras.

✿ O que vai fazer no acampamento ? Dança

✿ Para quem está fazendo música :: Qual(is) instrumento(s) toca ? X

✿ Gostos e desgostos ::

Gostos ~

Doces
Algodão Doce
Pintar
Comida Árabe
Comer
Dormir
Piadas
Divertir aqueles ao seu redor
Rir & Sorrir
Fotografar
Tirar Fotos [ Pessoas, Paisagens, Objetos, Si mesmo ]
Mitologia Japonesa
Música
Dançar
Vídeo Game
Animais Fofos | Coelhos, Gatos, Coalas e Ursos
Nadar
Esportes Radicais
Animes & Mangas
Praticar
Treinar
Coreografias
Colorir o Cabelo
Dinossauros
Alienígenas
Disney
Astronomia

Desgostos ~

Lugares Altos
Pessoas Arrogantes e Rudes
Insetos
Nozes
Calor excessivo
Subestimação
Que o julguem sem o conhecer antes
Mal odor
Agulhas e Injeções
Cemitérios
Se machucar
Animais Selvagens
Cogumelos
Vegetais
Que falem que ele se parece com um Alien

✿ Opção sexual :: Homossexual viadin demais

✿ Deseja ter par ? Por favor <3

✿ É sua primeira vez no acampamento ? Não.

✿ Ciente que seu personagem irá me pertencer e eu posso fazer qualquer coisa com ele ? Como dito na ficha do Chan, use e abuse dele literalmente, apenas não o mate, plis

✿ Observações ::

↪ Ele tem dois cachorros, quatro passarinhos, um gato, uma tartaruga e um lagarto de animais de estimação
↪ Ele é alérgico a nozes e a cogumelos
↪ Já fizera diversas apresentações de dança
↪ Já dera aulas de dança no lugar da sua mãe
↪ Sua mãe o apoia abertamente na questão de sua sexualidade, assim como sua irmã e parentes por parte de mãe.
↪ Ele não contara até hoje para seu pai que é homossexual, e nem pretende.
↪ É virgin
↪ Gosta de sorrir, tanto que muitas pessoas já elogiaram seu sorriso, e ele mesmo o acha muito bonito

Se tiver erros não me culpe, não tive tempo de revisar tudo.



We li//ve i_n a hell, »you« #will alw✦ays (have) pain.

{ Acade★mia para Mes★tres e Mordo★mos }



Ficha de Mestres.

Nome :: Mikaela Tepes | Tepes Mikaela

Idade :: 14 anos de idade.

Aparência ::

Mikaela é um garoto de bela aparência, isto não pode ser negado. Possui traços bonitos, dando-lhe um charme natural. Seus cabelos são de cor azuladas, e estes são sedosos e cheirosos, como flores perfumadas recém colhidas de um campo. Ele s sempre estão muito bem arrumados, já que o garoto ão gosta de deixa-los desarrumados, assim sempre os arruma, dando-lhes um retoque ou outro. Apresenta franjas que cobrem sua testa praticamente por inteiro, mas ainda sim dando para ver algumas fechas. São todas longas, havendo nas laterais de seu rosto e no meio deste. Sua pele é de um tom claro e macio. Também é um tanto quanto delicada e por conta disso o garoto não pode ficar muito tempo exposto ao sol. Por este motivo que Mikaela não gosta muito do mesmo, e prefere o evitar, para assim não se queimar. Seu rosto é de estrutura oval. Seu nariz é pequeno e arrebitado, lábios finos, quase sempre curvados em um sorriso que pode apresentar diversos significados, as sobrancelhas também são finas, orelhas de estrutura ‘’ normal ‘’. Seus olhos são de um tamanho mediano, com pupilas negras e as íris de cor azuis, como um oceano cristalizado. Tudo em seu rosto contém uma grande beleza, causando inveja em muitas pessoas. Seu corpo é de uma estrutura bem pequena e o jovem pode ser confundido pelas pessoas por parecer que tem entre 9, 10 anos. Mas ele não se importa com isso, apenas não gosta que debochem de sua altura, já que se isso acontecer as coisas podem ficar bem feias. Seu corpo é magro, mas apresenta alguns músculos, mesmo que não sejam definidos. Suas coxas são um tanto quanto ‘’ fartas ‘’ e suas nádegas um pouco avantajado para a sua pouca idade.
Representado por Kuroko Tetsuya de Kuroko no Basket


Tão uke….

Personalidade ::

Costuma ser bastante agradável, já que tem o habito de bajular e incentivar as pessoas, até mesmo pelo fato de que utiliza desta bajulação para manipular quem está ao seu redor. Mikaela é uma pessoa cuja personalidade é difícil de se ler. Ele é um ator experiente, capaz de enganar qualquer um com um simples olhar inocente. Por ser apenas uma ‘’ criança ‘’ ainda nunca acreditam quando colocam a culpa nele, ainda mais quando ele faz expressões consideradas fofas, fingindo estar chorando, e se for preciso ele apenas chora de verdade. O garoto é alguém curioso, não consegue se segurar quando o assunto é saber o que realmente está acontecendo de verdade, ainda mais quando for para investigar algo. Ele adora investigar as coisas. O garoto é um ser incrivelmente inteligente, assim apresentando um QI elevado, além de obter conhecimento sobre diversos tipos de assuntos, temas, entre outras coisas. Ele consegue criar estratégias rapidamente, sem precisar levar muito tempo para isso, e isto mesmo nos momentos mais eficazes, difíceis e apreensível. Ele sempre tende a manter a calma e a devida postura. Sempre tendo uma resposta na ponta de sua língua, ele não mede esforços ao falar o que acha e pensa e adora dizer tudo isso na cara das pessoas. Ele não tem sequer medo das consequências que poderão acontecer por conta do que fala. O jovem realmente não liga. É capaz de distinguir se uma pessoa está a mentir apenas olhando as expressões de sua face. Ninguém consegue esconder nada de si, ele sempre consegue perceber tudo e ira irritar o cujo dito até o mesmo lhe dizer a verdade. Consegue ainda distinguir como uma pessoa está se sentindo olhando em seu rosto. Mesmo está estando com uma cara ‘’ normal ‘’ ele ira adivinhar rapidamente, assim logo perguntando o que aconteceu. O garoto sempre está a desconfiar daqueles ao seu redor. Só pega confiança de alguém quando a conhece a muito tempo, ou quando vê em seu rosto que pode confiar no mesmo. Caso contrario, isso não era acontecer de modo algum. Ele é alguém sádico, logo gostando de fazer outras pessoas sofrerem. È claro, Mikaela é assim apenas com quem merece, mas também gosta de se mostrar ser alguém deste jeito por diversão. Adora ver o rosto assustado das pessoas. Também é alguém extremamente sarcástico e quase sempre fala deste modo. A ironia também está presente em seu vocabulário. Mikaela é arrogante. Extremamente e completamente. Realmente não se importa com o que as pessoas pensam de si, o Tepes é apenas ele mesmo, não escondendo quem é realmente. Ama provocar as pessoas. Sente um imenso prazer com isso. Também gosta de um bom desafio, assim sempre está a desafiar aqueles ao seu redor para ver quem é melhor em que. Costuma fazer mais isso com quem possui uma forte rivalidade. Simplesmente é um péssimo perdedor, não aceitando sua derrota antes de tentar diversas outras vezes. Mas, quando ganha, tende a comemorar muito, se gabando, mas não jogando na cara das pessoas, ao menos que não goste muito desta. Apesar de sua pouca idade é bom que não se deixe enganar por este garoto. Ele pode parecer ser fofo algumas vezes, mas é completamente o oposto disso. O jovem pode ser cruel quando quer. Mesmo que não seja ele que faz o trabalho sujo na maioria das vezes há casos em que o mesmo não se importa de sujar suas mãos. Mika pode também ser um tanto quanto perverso. Ele adora provocar as pessoas e deixa-las envergonhadas, enrubescidas. Consegue fazer isso facilmente. Fala diversas vezes de modo malicioso e entende muitas coisas neste sentido, logo dando sorrisos largos e falando sobre isso a pessoa. As vezes ele também costuma se insinuar para os outros, apenas para ganhar o que quer. Mas faz isso apenas quando o necessário, já que tem o ‘’ poder ‘’ de persuadir aqueles ao seu redor, as conduzindo a fazer tudo o que quer e na hora em que quer. Extremamente sincero, possui suas próprias opiniões e costuma machucar aqueles ao seu redor com o que diz. Nunca ira muda-las por conta de alguém, simplesmente não se vê sendo alguém assim. Não queira ser um inimigo de Mikaela, pois este pode tornar a sua vida um completo inferno. Ele mesmo pode fazer coisas ruins, horríveis. Ainda sim, ele prefere mandar que outros façam seu trabalho sujo de vez em quando, pois assim não será ele que se prejudicara se descobrirem algo. Mika consegue sempre sair impune nas coisas que apronta. Sempre. Nunca acham que ele fizera algo. Mas, quando isso acontece, ele pode facilmente bolar um plano e o usar. Apesar de ter inúmeros defeitos, Mikaela é um garoto que tem em um ótimo senso de humor, assim adorando fazer brincadeiras e principalmente piadinhas. Gosta de se divertir com aqueles que gosta. O mesmo pode ser alguém completamente infantil quando quer, gostando de jogar jogos lúdicos, brincar e coisas assim. Mesmo mostrando ser alguém assim ele consegue ser completamente sério em seu trabalho, mesmo fazendo umas brincadeirinhas de vez em quando. Ele consegue ficar nervoso facilmente, ainda mais quando o dizem coisas que ele simplesmente não pode aceitar. Ele entende quando falam com si brincando, até por que ele sempre está a zoar as outras pessoas, e assim como entende quando falam deste modo, ele sabe quando estão tentando o provocar e o irritar. Mikaela é um garoto totalmente atrevido. Ele possui a audácia de fazer tudo que a pessoa não quer que ela faça, assim não obedecendo as ordens dadas a si. Até por que, este odeia seguir regras e obedecer ordens. Gosta de fazer as coisas do seu jeito, mesmo que estes possam causar problemas a alguém ou até mesmo a si ou não sejam ‘’ adequadas ‘’ o suficiente. Além do mais, é ele quem dá as ordens, e não ao contrário. Ele tende a seguir ordem apenas de seus superiores ao algo assim. O Tepes é o tipo de pessoa que adora arrumar encrencas. Sempre está a cometer alguma traquinagem ou algo pior por ai. A sua sorte é que na maioria das vezes ele consegue sair impune ou simplesmente não ser pego. Costuma ainda realizar movimentos bastante extensos e intensos, praticamente como se estivesse o tempo todo em um grande jogo de atuação, em um palco sem fim, no teatro da vida.

Historia ::
[ Em Andamento ]

Historia da família ::
[ Em Andamento ]

Como irá vestido à academia ?


Medos ::
Patos | Ser observado por eles
Lugares Apertados
Agulhas e Injeções

Gosta ::
Colorir
Música
Flores
Moda
Se divertir
Arrumar encrenca
Rir
Piadas
Atuar
Teatro
Animais
Inverno | Frio
Neve
Apostar
Desafios
Vencer
Dormir
Provocar, Persuadir & Manipular as Pessoas
Observar a Lua
Praticar Esporte
Jogos de Tabuleiro | Xadrez e Shõgi são os seus preferidos
Desenhar
Cantar
Dançar
Esgrima, Kendo & Karatê
Tocar Piano e Violino
Doces
Tortas & Bolos
Árvores de Sakura
Leite
Contos Infantis
Brinquedos
Bonecas
Ursos de Pelúcia
Borboletas, Cobras, Aranhas, Morcegos, Pinguins, Ursos e Raposas
Sangue
Chá de Hortelã
Andar a Cavalo
Livros
Picolé
Investigações
Solucionar Mistérios
Beber suco no canudinho

Não gosta ::
Comida apimentadas
Maus tratos aos animais
Receber ordens
Pessoas Mimadas, Fúteis, Patéticas, Mandonas, Que se achem superiores, Convencidas demais
Patos | Ser observado por eles
Perder
Que o subestimem
Chorar
Lugares Apertados
Morangos
Nozes
Agulhas e Injeções
Calor excessivo
Refrigerantes
Que debochem, zoem sua altura

Comida favorita ::
Bolo de Baunilha, Trota Holandesa, Pirulitos e Picolé

Cor favorita ::
Preto, Roxo\Purpura, Azul, Dourado e Branco

Mascote ?
Diferente de outras pessoas Mikaela não consegue ter apenas um mascote. Logo, ele possuí mais de um.

Um Cavalo chamado Jean


Um Coelho chamado Killua


Um Gato chamado Madara


Um Cachorro chamado Número 2


E por fim, uma Loba chamada Shinoa


Como tratará o mordomo ?
Gosta de manda-lo fazer diversas coisas para si, desde as mais bobas até as mais perigosas. Também gosta de o provocar, apenas por diversão, além de por pura vontade gostar de toca-lo e se insinuar para ele. Mika tem conhecimento de que o outro odeia quando ele se insinua para os outros, mas o mesmo não consegue se segurar, ainda mais quando vê que ele pode perder o controle a qualquer momento. Apesar disso, ele também se insinua para o fiel mordomo algumas vezes. Sabe que pode confiar nele, então é isso que faz. Mesmo que não seja 100% o garoto ainda sim confia sua vida ao outro. Não gosta quando o mesmo sente ciúmes de si. Acha isso ridículo e extremamente chato, até por que, não há motivos para isso. Gosta do fato do mesmo o responder quando brinca ou o provoca. Ainda sim, ele o pune algumas vezes, apenas por diversão. Mesmo não admitindo, gosta do fato de seu mordomo o proteger e cuidar de si. Aos seus olhos, parece que ele realmente se importa com si, mas sabe que é tudo uma grande mentira, então sente raiva do mesmo e sempre diz que não precisa que ele lhe ajude. Adora o fato de seu mordomo se portar de maneira séria, pois com isso ele pode brincar de forma ainda mais divertida com ele, a ponto de o deixar irritado, e quando ele vê que isso está acontecendo para e sorri convencido. Mikaela gosta de seu mordomo, mesmo não admitindo isso, coisa que talvez nunca aconteça.

Como tratará os outros personagens ?
Aos olhos dos outros ele pode parecer sério e calado, até ele mostrar quem é realmente. De cara ele mostra como é sua personalidade, o que pode fazer com que muitos não gostem dele, fiquem assutados...ou ao contrário, isso era depender de cada um. O modo como ele tratara a pessoa dependera de sua personalidade. Talvez ele goste do mesmo, ou não. Mas, a certeza é que talvez ele tenha mais inimigos do que amigos. E, se isto acontecer, ele será a pior pessoa que você já conhecera em sua vida.

Algo mais ?
Me recorde de você me prometer um convite para tomar um chá. O aceitarei de bom grado, mesmo que não goste de chá.

Desculpe qualquer erro, não tive tempo de revisar tudo.



Te♧ars, mo.on🌙, filled o-f blood🔥




Ficha de Mordomos.

Nome ::
Victor Hyakuya

Idade ::
16 anos de idade.

Aparência ::

Victor é um garoto de boa aparência, isto é completamente notável. Apresenta traços finos e muito bem distribuídos em seu corpo. Possui cabelos de cor vermelho sangue\vinho. São curtos e quase sempre estão meio bagunçados, pois o mesmo não gosta de arruma-los, então os deixa de forma natural. Em relação há franjas ele possui as mesmas, que lhe cobrem a testa por inteiro e são dividas na sua lateral e no centro, onde está é um pouco maior, iguais a da sua lateral. Sua pele é de um tom claro e, assim como Mikaela, ele não pode ficar muito tempo exposto ao sol, mas isso não quer dizer que o evita, mas nem que gosta. Seu rosto é de forma oval, com um maxilar muito bonito. Seus Lábios são pequenos, Nariz fino, assim como suas Sobrancelhas, Orelhas um pouco grandes. Seus olhos são de um tamanho mediano e brilhantes. Por apresentar hetecromia, sua íris esquerda é de cor vermelho chamativo, como um mar banhado de sangue, igual aos seus cabelos, enquanto que a direita é de uma cor amarelo-dourado intenso, como uma barra de ouro, e as pupilas negras como penas de um corvo, apesar de que a direita é um pouco mais clara. Contem um corpo basicamente magro, junto de músculos fortes e fartos. Apresenta uma estrutura mediana, tendo assim 1,73 cm de altura e pesando 63kg.
Representado por Akashi Seijuro de Kuroko no Basket




Personalidade ::
Victor é um jovem da qual podemos chamar ‘’ personalidade forte ‘’. Tende a manter seus pés no chão e não é o tipo de pessoa que vive a todo tempo em negação. Ele assume suas responsabilidades e suas dificuldades, assim como reconhece seus problemas enfrentados. Victor é o tipo de pessoa que, quando erra, mesmo que seja diversas vezes, aprende com os mesmos e aceita que com estes é necessário mudar, por exemplo, suas atitudes ou modos. Ele também não se deixa manipular facilmente, até por que o cargo de manipulador está em suas mãos, e por conta disso nunca cai em algo relacionado a isto. Além disto, também é um tanto quanto sádico, gostando de ver o sofrimento e fazer outras pessoas ou seres sofrendo. Adora ver suas faces rodeadas de pavor, sofrença e principalmente, medo. Não que faça isso com todos, mas sim apenas com quem merece. Victor é um ser sedutor. O garoto consegue seduzir qualquer um ao seu redor, apenas com troca de olhares ou algo do tipo. Já encantara diversas pessoas por conta de sua beleza e conduzira a todas essas a fazer o que queria. Ele se diverte ao ver o como pode haver pessoas que o cobiçam. Ele também pode ser alguém cavalheiro quando quer e na maioria das vezes apenas usa isso como uma tática para manipular os outros. Ele tende a não se importar muito para as coisas que acontecem ao seu redor, sendo totalmente indiferente a praticamente tudo. O Hyakuya sempre tem suas próprias opiniões e odeia aqueles que não a aceitam e que fiquem discordando do que dizes. Ele costuma pensar que, se é a porcaria da sua opinião, os outros apenas devem aceita-las sem mais. Tudo bem opinar sobre isto, mas é algo totalmente diferente, já que quando é assim ele tende a aceitar normalmente, e até mesmo concordar. Victor é um garoto habilidoso, sendo bom, jeitoso em muitas coisas. Ele é capaz de aprender as coisas sem muito esforço, apenas precisa de tempo e disposição. É um jovem que possui uma rapidez extrema e incomum. Além disto, apresenta uma força muito grande e é extremamente ágil e eficaz. É um jovem que consegue ser divertido quando quer. Costuma ter muitas piadinhas na ponta de sua língua, mas não é sempre que estas são de bom gosto. É extremamente irônico, adorando ‘’ adicionar ‘’ a ironia em tudo que fala. Ele raramente consegue ser alguém amigável ou até mesmo gentil. Victor consegue ser alguém sincero até demais. Não costuma esconder o que pensa e na maioria dos casos fala o que pensa e acha na cara da determinada pessoa ou grupo. Ainda sim, ele consegue se conter diversas vezes e apenas em silêncio fica, pois não quer arranjar uma futura briga ou discussão apenas por conta de algo que disse. Ele é alguém que não tende a fugir de seus problemas e nada mais relacionado a isso. Em sua visão, pessoas que fogem de coisas assim são fracas e que não merecem algum respeito. Ele pode ser também alguém muito ciumento, mas não um do tipo obsessivo. Apesar disto, ele consegue se segurar e ignorar quando tentam causar ciúmes em si e apenas em silêncio ficas. Victor pode ser alguém pervertido quando quer, levando muitas coisas nos sentidos maliciosos que a vida proporciona. Ele não possui vergonha em falar publicamente sobre este tipo de assunto, fazendo com que alguns fiquem incrédulos. Ou não, isto ira depender do tipo de pessoa que está a conversar. Ele costuma se portar de uma maneira um pouco séria, mas aceita brincadeiras normalmente. Adora fazer o trabalho sujo, pois sente um imenso prazer em machucar as pessoas. Ele também pode ser assustador quando quer, então é bom que não fiquem perto do mesmo quando ele estiver assim. È fácil descobrir quando Victor está deste jeito, pois ele mostra um sorrisinho que aos olhos parece gentil, mas é completamente ao contrário. O mesmo pode ter sede de sangue em segundos, logo é uma péssima escolha o deixar irritado. Pode ser bárbaro e cruel quando quer, não tendo dó de seus inimigos e oponentes nem por um segundo. Ele sequer dá uma segunda chance. Para o jovem, não existe isso. Se tiveram a coragem de o enfrentar, ótimo, agora terá de arcar com as consequências. E, se pedirem perdão ou qualquer coisa assim, sua morte será ainda mais dolorosa e tortuosa.

Historia ::
[ Em Andamento ]

Historia da família ::
[ Em Andamento ~talvez ]

Como irá vestido à academia ?


Medos ::
Altura
Galinhas

Gosta ::
Pintar
Comida Árabe
Animais Selvagens
Tartarugas, Tigres, Cavalo-Marinho, Gatos
Arco e Flecha
Derramar Sangue
Shõgi
Kimonos
Constelações
Mitologia Chinesa e Egípcia
Natureza
Lutar
Livros de Romance, Drama e Terror
Contos de Terror
Tinta
Música
Outono
Flores
Jogos de Raciocínio e Tabuleiro
Tesouras
Ironia
Seu Mestre [ Mesmo não admitindo ]
Irritar e Provocar seu Mestre

Não gosta ::
Mal odor
Animais Selvagens
Cogumelos
Vegetais
Mal odor
Pelos
Insetos
Mentiras | Mentir
Palhaços
Escuridão | Escuro | Breu
Comidas azedas
Ser Subestimado
Se deixar levar pelas tentações
Que seu Mestre se insinue para outras pessoas
Sentir Ciúmes
Ver seu Mestre se machucar

Comida favorita ::
Ninho [ Tipo de comida Árabe ]

Cor favorita ::
Laranja e Amarelo

Mascote ?
Uma Tartaruga chamada Lay


Como chamará o mestre ? ::
Sr. Mikaela
Mikaela-sama
Blue Master [ Mestre de Azul - Por conta de seus cabelos ]
Master of Seraphim [ Mestre dos Serafins - Muitos tendem a dizer que Mikaela se parece com um anjo, então as vezes ele obriga Victor a chama-lo assim ]
Master Love [ Mikaela tivera a ideia deste ‘’ nome ‘’ e fala para Victor o chamar assim as vezes, apenas para o deixar irritado ou para o provocar ]

Como tratará o mestre ?
Ele o tratara bem, mesmo com todas as provocações e brincadeiras partidas do outro. Ira o respeitar e será um mordomo fiel. Fara o que lhe for mandado sem reclamar. Também mostrara ser alguém um pouco ‘’ protetor ‘’, não deixando que qualquer um toque em seu mestre e muito menos o machuque, nem que para isso ele mesmo tenha de se ferir. Odeia o fato deste se insinue para outras pessoas apenas para ganhar o que quer. Se contem para não impedi-lo, mas ainda sim o alerta, quase sempre ganhando um ‘’ Cale-se ‘’ ou um ‘’ Eu sei bem o que estou fazendo. Não tente mandar em mim ou muito menos agir como se fosse meu responsável. ‘’. São poucas as vezes que consegue convencer o garoto. E, quando não consegue, ele apenas em silêncio fica, sentindo ódio e ciúmes do mais novo, mas isso logo passa. Apesar de aceitar as provocações e brincadeiras de seu mestre isso não quer dizer que ele não faz nada, pelo contrário, também revida as palavras para o outro, usando tons irônicos e sarcásticos para falar com ele. Se diverte vendo Mikaela irritado, ainda mais quando ele é provocativo.Gosta de fazer o trabalho sujo do jovem, pois se diverte o fazendo. Mas, não gosta quando este os realiza, pois odeia que ele suje suas mãos por si só, ainda mais quando chama outras pessoas para fazer seu trabalho, quando quem podia realizar tudo em pouco tempo seria Victor. Mesmo seu Mestre não sendo uma das melhores pessoas, Victor gosta do mesmo, mas nunca admitira isso.

Como tratará os outros personagens ?
Ira os tratar normalmente. Poderá haver aqueles não qual ele não gostara, assim como aqueles que ele pode gostar. Pode ser meio indiferente á eles, mas logo mostrara quem é realmente.

Algo mais ?
Me recorde de você me prometer um convite para tomar um chá. O aceitarei de bom grado, mesmo que não goste de chá.

Desculpe qualquer erro, não tive tempo de revisar tudo.



.Monster.
How should I feel?
Creatures lie here
Looking through the windows


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...