~aguycalledwasd

aguycalledwasd
Bitch, I'm a Time Lady
Nome: .:menina wasd:.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 1 de Agosto
Idade: 6
Cadastro:

Heroes and Villains: The New Age


Postado

We're coming...


☠ Nome Completo ☠
Louise Dodds / Louise Forder

☠ Apelido ☠
Loui
Lou
Forder
Bomba
A garota da química
Sweetie
Ford


☠ Idade ☠
19 anos

☠ Opção Sexual ☠
Heterossexual

☠ Pais ☠
Wesley Dodds (Sandman)
Clara Forder


☠ Aparência e Descrição ☠
[Barbara Palvin]



Cabelos castanhos como os do pai e olhos azuis como gelo como os da mãe, Louise é uma garota extremamente bonita. É alta, com seus 1,77 de altura. Seus cabelos são longos e macios, caindo em ondas até pouco acima de suas costelas. Seus lábios são avermelhados e chamativos, sempre curvados em seu típico sorriso de desdém. Seus olhos são frios e enigmáticos, até mesmo melancólicos, sempre ficando mais escuros quando ela está irritada.

☠ Personalidade ☠
Louise é uma pessoa meio difícil de se lidar. Explosiva, impaciente e estressada, se irrita muito facilmente e odeia estar errada ou que lhe digam que está errada. Mal-humorada, sarcástica e irônica, sempre responde às pessoas com deboche, acompanhado de uma revirada de olhos. Desde que descobrira a verdade sobre o pai, se tornara assim; amarga e irritadiça. No fundo, ela sabe que o motivo de toda sua frustração para com tudo é culpa do trauma de ser abandonada pelo pai, que deveria amar-lhe e cuidar-lhe, como os pais das outras pessoas. É uma pessoa extremamente desconfiada por conta disso: depois de saber que o pai a abandonou, começou a se recusar a confiar nas pessoas, achando que elas poderiam abandoná-la também.
Lou também é uma pessoa extremamente insegura, apesar de fingir o contrário e se fazer de convencida. Sempre achou que não era boa o suficiente para as pessoas, para seu pai. Sua mãe, porém, fazia questão de dizer o contrário, que ela era boa demais para as pessoas. Mesmo com a mãe sempre lhe dizendo esse tipo de coisa, Louise não é fácil de convencer: é teimosa até o último fio de cabelo. A insegurança é uma característica que lhe acompanha desde criança. Apesar de tudo, faz questão de se mostrar segura, confiante e convencida para as pessoas. Quando seus colegas vinham tentar colocá-la para baixo, sempre retrucava dizendo palavras cruéis que quebravam aquelas pessoas por dentro, e saía com um sorriso de desdém no rosto. Louise também tinha isso: era cruel demais quando se sentia ameaçada.
Porém, por incrível que pareça, Louise é uma pessoa extremamente carinhosa, protetora e ciumenta em relação às pessoas que ama, mesmo que estas sejam poucas. Por isso, sua relação com a mãe é cheia de carinho, amor, preocupação e ciúmes, mesmo que a mãe não fale muito com outras pessoas. Exatamente por sempre se preocupar demais com as pessoas que ama, Loui evita se apegar em qualquer um. Trata todos extremamente mal, até mesmo as pessoas que lhe tratam bem e tentam se aproximar. Ela sabe que não é uma pessoa exatamente boa, então prefere afastar as pessoas dela para que não sejam afetadas pelos seus problemas.
Lou também é uma pessoa extremamente orgulhosa e perfeccionista, que odeia pedir desculpas e receber ajuda dos outros: se ela é realmente boa o suficiente, pode fazer sozinha e sem a ajuda de ninguém, e ficará perfeito.
Depois que os sonhos proféticos começaram, Louise começou a dormir menos. Sua mãe lhe explicara sobre os poderes de seu pai, e Louise odiava ainda mais o pai por ter passado aquela... Aquela coisa para ela. Os sonhos a aterrorizavam e amedrontavam; eram sempre pessoas morrendo e gritando, poderes e habilidades estranhas e heróis e vilões em uma luta aparentemente eterna. Esse medo fez com que ela começasse a tomar quantidades absurdas de café, para manter-se sempre acordada e longe de seus sonhos estranhos. Às vezes, passava a noite em claro, acompanhada apenas de seu iPod e uma xícara de café. Porém, quando deitava-se para finalmente dormir, as visões vinham aceleradamente, como se todas as visões que não tivera por evitar dormir viessem todas de uma vez em um sonho só. Às vezes, as visões eram coisas simples, como um acontecimento que se realizava logo no dia seguinte ou uma decisão que seria tomada na mesma semana. Porém, os acontecimentos importantes sempre vinham meses, anos antes. Para nunca se esquecer de nenhuma das visões, sabendo que elas lhe favoreceriam no futuro, Louise passou a anotar seus sonhos em um caderno velho, que levava com ela para todos os lugares. Assim, caso visse um acontecimento familiar, poderia dar uma olhada em seu caderno e decidir se sairia dali correndo para se salvar ou se ficaria para ver o circo pegar fogo. Essa sua tática fora extremamente útil em um dia qualquer na faculdade, quando ouviu um barulho familiar e, ao dar uma olhada em seu caderno, viu que a experiência de um de seus colegas começaria um incêndio. Saiu da sala rapidamente e foi uma das poucas pessoas que se salvou do incêndio que ocorreu naquele andar.
Lou também é uma pessoa extremamente persuasiva: convence qualquer um com uma facilidade impressionante. Conta mentiras muito, muito bem, sendo quase impossível distinguir suas mentiras de suas verdades. É rancorosa e vingativa.
Como Louise não tinha muitas pessoas com as quais conversar e sua mãe tinha de trabalhar para sustentar a casa, Lou começou a ouvir muita música, o tempo todo: fazendo suas tarefas, tomando banho, até mesmo enquanto almoçava, nos dias em que sua mãe não vinha para casa almoçar com ela. Também começou a ler bastante: adorava livros de ficção e fantasia, e o fazia sempre que tinha paciência.
Como sua mãe estava quase sempre trabalhando, Louise só a via a noite. Ia de ônibus escolar para a escola e voltava da mesma maneira. Às vezes almoçava na escola, às vezes almoçava em casa (vez por outra até acompanhada de sua mãe). Voltava para casa, fazia suas tarefas, jantava e passava o resto do dia ouvindo música e lendo. Sentia bastante falta da mãe e, como a mesma quase nunca estava presente, tornou-se uma pessoa extremamente independente, que sabe se cuidar, e tem orgulho disso.
Lou também é uma garota extremamente inteligente: entende tudo com extrema rapidez e tem uma memória ótima. Seus colegas da escola viviam chamando-lhe de "nerd", o que é uma completa verdade. Esforçada, tanto em seus estudos quanto em outras coisas, sempre foi uma das mais inteligentes da classe.


☠ História ☠
Louise nasceu de um caso entre Wesley Dodds e Clara Forder, uma professora de física da Irlanda. Após saber que estava grávida, Clara foi contatar Wesley para contar-lhe que o mesmo seria pai de seu filho. Ele foi atrás de Clara e lhe explicou tudo. Explicou-lhe que, na verdade, era um herói e que não poderia ajudar a cuidar da criança. Wesley, então, foi embora e Clara nunca mais o viu.
Clara ficou extremamente irritada pela atitude do homem, a considerando extremamente egoísta, o que fez com que nascesse dentro dela um ódio tremendo do herói.
Assim que Louise nasceu, Clara cuidou dela com amor e carinho, dizendo sempre que a garota perguntava sobre o pai que ele abandonara as duas, que não as amava e que não voltaria nunca mais. Depois que Clara lhe disse isso pela primeira vez, quando a menina tinha apenas seis anos, Louise se tornou outra pessoa: irritada, explosiva e desconfiada. Cresceu com o pensamento de que seu pai fora embora porque ela não era boa o suficiente.
E aquele pensamento fez com que uma amargura tremenda crescesse junto da garota, que agora se recusava a usar o sobrenome do pai, logo aderindo o da mãe.
Fora os problemas pela falta de um pai, a pequena Louise tinha outros: exclusão. As outras crianças da escola não gostavam dela por ser diferente em vários aspectos. Loui era inteligente demais desde criança, uma característica que herdara do pai, que era praticamente um gênio. Com o tempo, ela pôs na cabeça que mostraria para os outros que não eram bons os suficientes para ela, e isso apenas contribuiu para que ela se tornasse uma pessoa ainda mais solitária, apesar de, agora, não se importar mais tanto.
Quando Louise completou doze anos, resolveu tornar a perguntar sobre o pai. Sua mãe, da qual era extremamente próxima, resolveu que era hora de contar-lhe o resto da história, sobre Wesley ser Sandman. Aquilo enfureceu ainda mais a garota, que decidiu que derrotaria seu pai, não importava o que acontecesse.
Lou ficou mais velha, e começou a atrair olhares pela sua aparência. Ao notar isso, ela se irritou. Aqueles irlandeses malditos nunca nem olharam na cara dela, e, quando ela começa a ficar bonita, eles olham?
Nessa época, Loui começou a ser chamada de "Bomba" pelas costas pelos garotos e garotas da escola, por conta de seu temperamento explosivo. Sempre que um garoto vinha incomodá-la ou uma garota tentava se aproximar pelo fato dela ser bonita, Louise irritava-se e gritava com essas pessoas, que logo se afastavam. As piadinhas sobre ela (sobre suas notas, que eram sempre altíssimas - não poupavam fôlego para chamá-la de nerd -, sobre seu temperamento, sobre seu isolamento...) começaram a se tornar constantes, começando a chateá-la. Falou com Clara sobre isso, que a apoiou e subiu sua moral, como sempre.
"Eles são uns idiotas, querida" Clara dizia "Você é bonita, inteligente e maravilhosa. Você é boa demais para eles, não se importe."
E esse tipo de coisa começou a torná-la uma pessoa convencida, pelo menos para os outros.
Quando não estava na escola, porém, Loui geralmente estava em casa, lendo um bom livro, escutando música ou simplesmente fazendo uns experimentos químicos na cozinha sem sua mãe saber, tendo que limpar tudo correndo para que Sra. Forder não visse a bagunça quando chegasse.
Os experimentos químicos!
Ao entrar no colegial, Lou se interessou muito sobre Química. Logo, se tornou a aluna com as melhores notas em Química, o que apenas deu mais motivos para seus colegas lhe zoarem. Começaram a chamá-la de "A garota da química", coisa que a irritava profundamente, apesar de que não demonstrasse.
Ela era boa demais para eles, afinal. Isso que tinha de demonstrar.
Com o tempo, mais uma característica de Sandman deu as caras nela: os sonhos proféticos. Começou a ter visões do futuro toda vez que dormia, o que quase sempre lhe deixava nervosa. Saber sobre acontecimentos futuros era ótimo, claro, porém, também era péssimo. Se preocupava demais com tudo, imaginando quando sua visão aconteceria. Obrigara-se a não contar nada para Clara. Sabia o ódio que a mãe tinha por Sandman e por tudo que a lembrava dele, então resolvera guardar aquilo tudo para si.
Com 18 anos, Loui começou a cursar Química em uma faculdade na Irlanda, país onde nascera e sempre vivera com sua mãe. Porém, alguns meses depois, recebeu uma carta convidando-a para passar uma temporada em Gotham, para trabalhar como química na cidade. Ela não entendeu direito o sentido daquilo, mas resolveu que não tinha motivos para não ir. Explicou a situação para sua mãe, que imediatamente prontificou-se para ir com ela, como a boa companheira que era, e, por volta de dois meses depois, as duas embarcaram para Gotham.


☠ Herói ou Vilão? ☠
Vilã

☠ Gostos/Desgostos ☠
Gostos: Música, livros. Ficar acordada. Café. Comida japonesa, chocolate. Cães. Gatos. A cor verde. Animais selvagens no geral. Fazer caretas para o espelho. Acertar. Chuva. Química, física. Cheiro de grama cortada e de livros. Amoras, lichias, ameixas. Apanhadores de sonhos. Dias nublados. Meias. Tênis. Maltratar quem a maltrata. Magoar quem a magoa. Inventar códigos, mesmo que nunca os use. Rabiscar coisas aleatórias em seus cadernos escolares.
Desgostos: Seus sonhos, chá, a cor rosa. Insetos, aracnídeos. Se sentir presa ou sufocada. Multidões. Errar. Ignorância, gente estúpida e/ou burra. Pessoas que sorriem demais. Romances. Areia. Dormir sem meias. Sapatilhas, sapatos de salto. Vestidos. Andar descalça. História e geografia. Pedir desculpas.


☠ Poderes ☠
Nenhum.

☠ Habilidades ☠
Tem sonhos proféticos, herdados do pai. Extremamente inteligente, com muito conhecimento sobre química. Grande capacidade de persuasão. Louise também é extremamente ágil e rápida. É ótima em lutas corpo a corpo, mas tem uma mira simplesmente péssima. Conta mentiras impressionantemente bem.

☠ Hobbies ☠
Ouvir música
Ler
Fazer experimentos químicos


☠ Música que o define ☠
Shatter Me - Lindsey Stirling feat. Lzzy Hale

☠ Odeia... ☠
Que lhe digam que está errada.
Que lhe inventem apelidos bestas.
Sentir-se ameaçada.
Seu pai.
Ser ignorada.
Ter sido abandonada pelo pai.


☠ Ama... ☠
Ser livre.
Conversar com sua mãe.
Que lhe digam que está certa.
Sua mãe.
Que lhe façam rir.
Que não a julguem sem conhecê-la.


☠ Roupas ☠

Uniforme


Casual


Baile
[img]

Banho
[img]

Íntimas
[img]

Treinamento
[img]

Baile de máscaras
[img]

Baile à fantasia
[img]

☠ Codinome de Herói/Vilão ☠
Sandstorm

☠ Medos ☠
Perder a mãe
Ser esquecida
Ser abandonada
Confiar nas pessoas


☠ Fobias ☠
Aranhas
Trovões


☠ Traumas ☠
Ser abandonada pelo pai.

☠ Vícios ☠
Cafeína

☠ Objeto Valioso ☠

Caderno em que anota seus sonhos, comprado em um brechó qualquer da Irlanda

☠ Herói/Vilão Favorito ☠
Nenhum

☠ Herói/Vilão que Odeia ☠
Sandman

☠ Quer par? ☠
Sim

☠ Se sim, quem? ☠
Disponível
Música dos dois: Safety Pin - 5 Seconds Of Summer


☠ Algo Mais ☠
Não.



☠ Nome Completo ☠
Lucas Nygma

☠ Apelido ☠
Luke
Nygma
Garoto das charadas


☠ Idade ☠
18 anos

☠ Opção Sexual ☠
Bissexual

☠ Pais ☠
Edward "Ed" Nygma
Mãe desconhecida


☠ Aparência e Descrição ☠
[Daniel Sharman]


Lucas é um garoto bonito, com cabelos castanhos cacheados e olhos azul-escuros, que podem parecer verdes dependendo da luz. É alto, com 1,85 de altura. Tem um sorriso bonito e tímido, sempre ladino e pequeno. Seus olhos são brilhantes e divertidos.

☠ Personalidade ☠
Lucas é um garoto extremamente tímido e quieto. Não fala muito, não se intromete em nada, geralmente passa despercebido, o que o ajuda bastante a coletar informações. Ele é calmo e paciente, sempre esperando o momento certo. É solitário, dificilmente sendo encontrado junto de outras pessoas.
Luke é praticamente invisível. Poucas pessoas o notam, e quase ninguém se importa em falar com ele. Isso, porém, contribui para que ele seja uma pessoa extremamente observadora. Lucas sabe ler as pessoas muito bem, habilidade adquirida depois de anos observando todos que passavam por sua frente. Luke consegue entender como uma pessoa pensa e age apenas observando seus movimentos ao falar. Ele sempre se atenta aos detalhes, as coisas que as pessoas não veem. É muito curioso, também, sempre fazendo pesquisas e indo atrás de respostas.
Lucas é fechado e desconfiado, dificilmente se abrindo com as pessoas. Acostumado com a solidão, é difícil para Lucas se dar bem ou socializar ou falar com seres humanos. Mesmo assim, às vezes Luke sente falta de alguém para conversar, alguém com quem se divertir ou fazer nada. É um garoto sentimental, mas guarda isso apenas para ele.
Luke é a típica pessoa que, quando vê outra fazendo algo errado, não gosta, franze o nariz e não fala nada. Após descobrir sobre seus pais e sua história, o garoto resolveu que não deixaria mais que as pessoas fizessem o mal, e que se tornaria um herói.
É uma pessoa bastante carente, apesar de solitário, sempre gostando de receber atenção e ter pessoas preocupadas consigo.
Ele também é muito inteligente, sendo, como seu pai, um amante de charadas. Também é muito desapegado, sempre vendo as coisas de um modo simples, sem entender por que as pessoas complicam tudo, não sendo nem um pouco dramático nem orgulhoso.


☠ História ☠
Lucas nasceu em um dia gélido de inverno, um dia em que a neve tomava conta de toda aquela pequena cidade do Canadá.
Sua mãe o abandonou na porta de um orfanato uns três dias depois.
Acontece que sua mãe sabia exatamente quem era o pai de seu filho, e não o queria de forma alguma. Edward Nygma não fazia ideia de que tivera um filho com aquela mulher, e nunca ficou sabendo também.
Lucas, na infância, era um garoto muito tagarela e falante. As outras crianças do orfanato, porém, tinham um ódio inexplicável pelo menino, o que resultou em muito sofrimento. Os outros garotos batiam nele, e as garotas o olhavam com desprezo. Com o tempo, ele tornou-se muito quieto e tímido, acostumado com a solidão. Frequentou várias psicólogas, já que a dona do orfanato se preocupava muito com toda a exclusão do menino, mas o mesmo não se abria com ninguém.
Luke cresceu sendo um garoto excluído e solitário, porém muito inteligente. Sempre teve uma obsessão um pouco estranha por charadas, as quais ele costumava contar muito quando menor. Quando tinha por volta de 16 anos, resolveu ir atrás de algumas informações sobre sua família. Queria saber por que havia sido abandonado, quem seus pais eram, tudo. Depois de alguns meses de pesquisa, ele encontrava-se na porta de sua mãe. Quando ele lhe disse quem era, ela não acreditou. Em seguida, o abraçou e disse que sentia muito por tê-lo abandonado, mas que não sabia como lidar com a situação na época. Tirou o menino do orfanato e o trouxe para casa.
Lucas achou que morar com sua mãe seria divertido e bom, mas na verdade não mudou muita coisa. Não conseguia conversar com sua mãe sobre seus sentimentos, como sempre achara que faria quando a conhecesse, e ela sempre ignorava suas perguntas sobre o Sr. Nygma. Quando Luke completou 17 anos, sua mãe contou-lhe que seu pai os abandonou e que não voltaria nunca mais, escondendo a verdade, assim como contou quem seu pai era de verdade. Ao saber daquelas informações, Lucas resolveu que se tornaria um herói e derrotaria o pai. Um ano depois, foi chamado para ir a Gotham. Não sabia o porquê de estar sendo chamado, mas disse para a mãe que passaria um tempo fora em estudo e foi.


☠ Herói ou Vilão? ☠
Herói.

☠ Gostos/Desgostos ☠
Gostos: Chá, suco de laranja, macarrão. Estrelas. A cor azul. Pessoas sorridentes. Livros, música, computação e tecnologia no geral. Dormir. Doces. Montar legos. Dias nublados. Chuva. Fazer pesquisas. Paciência. Desenhar, pintar. Arte. Ser elogiado, receber atenção.
Desgostos: Café, maçãs. A cor amarela. Lição de casa, trabalho manual. Muito sol. Flores (tem alergia). Não saber das coisas. Ignorância. Pessoas estressadas demais. Impaciência. Desorganização. Pessoas muito orgulhosas. Drama. Praias.


☠ Poderes ☠
Nenhum.

☠ Habilidades ☠
É inteligente e sabe muito sobre várias coisas, tem um bom raciocínio lógico. É bastante forte e tem ótimos reflexos. É ótimo com tecnologia e em consertar coisas quebradas.

☠ Hobbies ☠
Montar legos, ler, desenhar, pintar. Cozinhar. Contar coisas. Arrumar coisas e a casa quando está entediado. Consertar coisas quebradas.

☠ Música que o define ☠
You're enough - Sleeping At Last

☠ Odeia... ☠
Orfanatos
Insetos
Seu pai.
Ser deixado de lado.
Sentir-se ameaçado.
Bullying.
Maldade.


☠ Ama... ☠
Sua mãe.
Animais.


☠ Roupas ☠

Uniforme

Sem a aljava de flechas.

Casual


Baile


Banho
[img]

Íntimas
[img]

Treinamento
[img]

Baile de máscaras
[img]

Baile à fantasia
[img]

☠ Codinome de Herói/Vilão ☠
Nygma

☠ Medos ☠
Insetos
Ser abandonado pela sua mãe novamente
Acabar sendo solitário para sempre


☠ Fobias ☠
Orfanatos
Altura
Lugares pequenos e/ou fechados
Afogamento


☠ Traumas ☠
Todas as agressões e o bullying que sofreu no orfanato.

☠ Vícios ☠
Chocolate.

☠ Objeto Valioso ☠
Nenhum.

☠ Herói/Vilão Favorito ☠
Batman
Superman


☠ Herói/Vilão que Odeia ☠
Charada
Coringa


☠ Quer par? ☠
Sim.

☠ Se sim, quem? ☠
Sua escolha.

☠ Algo Mais ☠
Não.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...