~Mia--

Mia--
Seja luz
Nome: Thamires
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Cariacica, Espírito Santo, Brasil
Aniversário: 16 de Maio
Idade: 23
Cadastro:

Intensidade


Postado

Ser sensível em um mundo onde a frieza e o fingir não se importar são moda tornou-se um fardo deveras difícil de carregar. Sentir tudo de forma tão intensa, constatar o sofrimento do outro apenas pelo olhar, ter o dom — sim, pois essa é uma característica rara que poucos possuem — de se por no lugar do outro, de certa forma, é algo ruim.

Não que semeemos a maldade e sentimentos hostis pelo próximo, longe disso. O problema está em querer que todos lhe retribuam com a mesma veemência, com a mesma paixão.
Às vezes queria saber amar pela metade, retribuir as palavras vazias que me dão, não me importar em ferir o sentimento alheio quando agir de maneira indiferente, permanecer inexpressiva quando meus olhos se inundarem de lágrimas por estar feliz. Falar sobre assuntos superficiais e fingir gostar daquilo.

Entretanto, eu ainda sou aquela pessoa que te perguntará sobre teus gostos e sabores, sobre sua cor favorita, seus sonhos e desejos mais loucos e seus fetiches mais ocultos. Aquela pessoa que lhe conta uma piada sem nexo apenas para ver um sorriso dançar em seus lábios, aquela que não tem medo de dizer que ama intensamente. Aquela que sempre buscará se refugiar no calor dos braços humanos. Aquela que erra por não ter receios em errar.

Chorona, fraca, imatura, impulsiva, imprudente. São tantos os adjetivos pelos quais sou designada por ser apenas eu mesma que já nem me importo mais.

A fraqueza é tão subjetiva. Para mim, fortes são aqueles que não possuem esse medo demasiado em se mostrar, em chorar, seja um choro de alegria ou felicidade. Ao menos não temos medo de nos expor, ao menos não temos medo de nos sentirmos humanos.

Busco aqueles que não têm medo de dizer o que sentem, aqueles que vão te ligar de madrugada pra dizer que te ama, aqueles que vão gargalhar de suas anedotas sem graça, aqueles que te procurarão por sentir sua falta, pois vale mais uma pessoa que se entrega por inteiro, do que dez que se entregam pela metade.

E, com isso, eu posso dizer que só quero perto aqueles que fazem barulho quando chegam, e que deixam saudade quando vão embora.

Escutando: Jorge Vercillo — Homem Aranha

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...