~concrete

concrete
Nome: Letícia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha 👔💉💊 || Who Killed Mary?


Postado


I killed her... and I liked it!


• Nome:
Andrew "Andy" Cooper.


• Idade:
Vinte e oito | 25/05/1988 - Geminiano.


• Sexualidade:
Heterossexual.


• Aparência:



Henry Cavill

Descrição -
Pode ser facilmente definido como um homem atraente, arranca olhares e suspiros de diversas mulheres - e homens - por onde passa. Seus cabelos negros curtos e um tanto enrolados contrastam bem com seus olhos claros, os tons de verde e azul se misturam tornando uma coloração única e característica em Andy. Os labios rosados são bastante convidativos, o leve inchaço os proporciona uma aparência macia que qualquer um gostaria de tocar. Sua pele clara deixa a barba, por fazer, perceptível, isso é algo que o torna extremamente sexy. O nariz fino não muito grande, as sobrancelhas grossas e o sorriso perfeitamente branco e alinhado só somam a sua beleza.
Considera-se alto, tendo 1,88 de tamanho, e magro, por volta dos 85kg. Os músculos são notavelmente definidos, por conta de sua ida constante a academia, e são ressaltados pelas roupas um pouco justas, algo que agrada a muitos.



• Personalidade:
Sem dúvidas é alguém orgulhoso e cabeça dura, não gosta da ideia de ser contrariado e pode facilmente perder a paciência quando desafiado. Nunca irá admitir que está errado, é capaz de fazer de tudo para provar a veracidade em suas palavras.
Não é do tipo que se envolve, não passa mais do que uma noite com a mesma garota e caso ela insista em impor sua presença, Andrew pode se mostrar insensível e grosseiro. Odeia pessoas grudentas que querem estar na companhia do outro o tempo todo, deixa claro seu desgosto por elas.
Sua bondade só se aplica a seus pacientes, tudo não passa de uma relação estritamente profissional. O único que tem acesso livre a seu bom humor é seu irmão. Porém não tratará mal um desconhecido logo de cara, preza pela boa educação.
Considera-se uma pessoa vingativa e sem paciência, quando pequeno teve que ser tratado com remédios controlados para raiva. Sabe que não se recuperou totalmente.
Nunca se intromete em conversas se não for chamado ou se sua opinião não for solicitada, prefere apenas observar de longe e tirar suas próprias conclusões sobre o assunto a ser discutido.
Abomina gente medrosa e fraca, não desistiria de algo tão rapidamente e acha que todos não deveriam também. É bastante insistente.
A calmaria é uma de sua várias paixões, não gosta de ser incomodado e se isso ocorrer não espere gentileza da parte dele.



• História:
Os Cooper são uma família renomada em Lakeland, todos os conhecem, seja pelo dinheiro ou pelas benfeitorias que só servem para construírem a boa imagem do casal, Christian e Miranda.
Não são unidos, não existem laços de amor entre eles e uma prova disso é Andrew, que só foi concebido ao mundo para que toda a herança não fosse parar em mãos erradas. Não admitiriam entregar, de mão beijada, toda a fortuna para primos distantes.
Mas a crueldade não terminava, com medo de algo acontecer com Andy, resolveram por adotar uma criança. Uma segunda opção caso as coisas não saíssem como o planejado.
Benjamin foi comprado pelos Cooper, sua mãe era uma pobretona que faria tudo para conseguir o dinheiro necessário que mudaria sua vida, inclusive oferecer o próprio filho. Miranda poderia optar por uma inseminação artificial e uma barriga de aluguel, mas era uma atitude ultrajante demais. Dar teto a uma criança de seu marido com outra, mesmo que não tenha havido relação, seria inaceitável.
Crescer em meio a tanta mentira era desgastante, por esse motivo Andrew saiu de casa logo que começou a faculdade, conseguiu uma bolsa de 100%, não precisava pagar nada. Morava no campus, enquanto estudava, e depois se mudou para uma pequena casinha em um bairro tranquilo. Dividia a residência com uma senhora muito gentil e doce, Margareth, que lhe dava todo o conforto necessário. Um ano depois morreu de infarto, foi encontrada dormindo profundamente em seu quarto e nada podia ser feito, a casa havia ficado para Andy.
Odeia deixar Ben sob o domínio dos pais, se esforça para ter a estabilidade necessária e conseguir a guarda de seu irmão. Não irá desistir, não importa o que precise fazer.



• Família:
Pai -


Christian Cooper
56 anos
Cirurgião chefe e dono do hospital de Lakeland
Relação:
A relação entre os dois praticamente não existe, Christian sempre fora um homem de poucas palavras. Não faz questão de demonstrar seus sentimentos, as represálias são constantes, tudo o que importa é se o filho mais velho vai herdar seu posto com a devida responsabilidade.
Andy não admira o pai, não o vê como uma imagem a ser seguida, não sente nada além de aborrecimento.

Mãe -

Miranda Foster-Cooper
48 anos
Não trabalha, apenas desfruta do dinheiro do marido
Relação:
Uma mulher tão superficial como Miranda não pode ter uma relação saudável com ninguém, a convivência chega a ser quase insuportável. Sua total falta de interesse em tudo que não a beneficie é quase palpável, não possui qualquer sentimento bom por alguém que não seja ela mesma. Bens materiais e dinheiro são as coisas que mais lhe agradam.
Andrew não se simpatiza com a mãe, suas atitudes são de uma pessoa dissimulada e sem qualquer noção de limites. Sente pena da mais velha, é o exemplo de um caso sem solução.

Irmão -

Benjamin "Ben" Cooper
18 anos
Estudante de mecatrônica
Relação:
Desde muito novo demonstrava ser um garoto quieto, nunca deu trabalho e seus pais só podiam agradecer por isso. Tudo o que não precisavam era de uma criança hiperativa quebrando as decorações caras que enfeitavam a grande mansão dos Cooper. Cresceu sendo educado por babás e empregadas, por sorte seu caráter foi bem moldado.
Ben é a pessoa que Andy mais ama no mundo, são muito próximos, um ajuda o outro. São como pilares que seguram a estabilidade da família, se um deles cair tudo irá ruir drasticamente.



• Gosta:
↪ Caminhar - de preferência toda manhã antes de ir trabalhar, lhe traz alguma calma para enfrentar o dia;
↪ Cerveja gelada - pode ser considerada sua bebida favorita;
↪ Medicina - sua maior paixão, não se vê fazendo outra coisa;
↪ Atitude - não gosta de ser sempre ele a tomar a iniciativa, admira quem não sente vergonha de dar o primeiro passo;
↪ Lanchonetes estilo anos 80 - sempre que possível passa em alguma, adora a decoração e a música ambiente;
↪ Ganhar uma discussão - nada é mais gratificante para Andy do que ver a expressão de derrota do seu oponente.



• Não gosta:
↪ Escândalo - pessoas que fazem "showzinhos" apenas para chamarem atenção, por pura birra, o tiram do sério;
↪ Nozes - é extremamente alérgico ao fruto;
↪ Falta de inteligência - pessoas assim não conseguem manter um diálogo agradável por não possuírem domínio de conhecimento algum, ela são entediantes para Andy;
↪ Alimentos amargos - o gosto não lhe agrada em nada;
↪ Rejeição - é um ato que ele abomina, mesmo que pratique com algumas das garotas que sai;
↪ Chuva - foi criada apenas para dificultar suas tarefas, o dia parece não ter fim.



• Manias:
Quando está distraído tem o costume de bater os dedos, ou o que tiver em mãos, em alguma superfície. É uma reação involuntária que pode causar irritação.


• Fobias:
Ter paredes caindo sobre ele, ficar soterrado, por conta disso evita cavernas, buracos e locais subterrâneos. Túneis são algo que se viu obrigado a aprender a conviver, mas ainda se sente extremamente desconfortável passando em um.


• Qual a sua relação com a Marilyn?
Apenas amantes. Os dois se conheceram quando Mary fora ao hospital para ter uma consulta com a nutricionista, Dra. Annie Floyd, uma velha amiga de Andrew. Ambos se sentiram atraídos um pelo outro logo na primeira vez que se viram.


• O que achava da Mary?
Uma garota encantadora, porém misteriosa. Se sentia bem na companhia dela, mas não sabia nada sobre a mesma, que evitava falar de sua vida pessoal.
Ela era diferente das garotas com quem costumava sair, nenhuma delas o cativava como Mary.



• Onde estava no momento de sua morte?
Em sua casa, a sete quadras da festa, lendo alguns relatórios sobre seus pacientes. Passou a noite em claro.


• O que o leva a ser suspeito?
Sentia-se atraído por Mary, queria mais do que rápidos encontros e quando ela o dispensou se sentiu extremamente irritado. Gritou para todos ouvirem que ela pagaria pela rejeição. Fora enganado e não iria aceitar essa atitude sem fazer nada.


• Algo mais?
âž¡ É cirurgião, o segundo no comando do hospital.
âž¡ Andrew é quem paga a faculdade de Ben.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...