~Leth-chan

Leth-chan
Nome: Leth
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 4 de Agosto
Idade: 16
Cadastro:

Ficha: Mayumi Hasegawa


Postado

"But if you never try, you'll never know
Just what you're worth"

Nome: Mayumi Hasegawa ─ mas prefere que a chamem apenas de Mayu.

Alcunha: Lady Storm; Kitsune Spirit.

Idade: 17 anos.

Sexo: Feminino.

Sexualidade: Heterossexual.

Aparência: De pele pálida, Mayu aparentaria ser frágil feito porcelana, não fossem os olhos frios e intensos: de um tom forte que misturava rosa e vermelho, os mesmos exalavam indiferença e prepotência, como se a garota estivesse acima de tudo e todos. Os cabelos de tom rosa claro emolduravam o rosto com delicadeza, e se estendiam lisos até a cintura, formando uma leve ondulação nas pontas. Seu sorriso, apesar de nem sempre exposto, é bonito e bem cuidado, e suas bochechas são levemente rosadas. O corpo baixo e magro de menina lhe garante um aspecto um tanto infantil, apesar de suas curvas sutis complementarem a beleza da garota.


Personalidade: De olhar prepotente e frio, Mayu parece doce e meiga enquanto na verdade é um grande poço de ego. Demonstra forte desinteresse pela maioria das coisas, raramente abrindo um sorriso seu para algo ou alguém. Aqueles que lhe despertarem interesse receberão simpatia e poderão perceber um real interesse da garota nessa amizade. Aqueles que não lhe parecerem dignos de atenção, receberão o típico olhar metido a superioridade, e palavras secas, recheadas de tédio. Embora demonstre desgostar até mesmo de seus parceiros, Mayu possuí um forte instinto protetor, que a faz mover montanhas em prol dos seus companheiros. Não aceita desrespeito ou desaforo, nem com ela, nem com os “seus”. Ouse se equivocar um pouquinho com alguém que ela cativa, e verá sua frieza se transformar numa acidez notável. Quando gosta de alguém, não deixa transparecer muito, e vezes se pega em uma série de contradições, que a fazem praguejar um palavrão irritado e se abster do tal por puro orgulho. Quer dizer, ela não gosta de gostar. Gostar significa apegar-se, e isso não combina com ela. Foge dos sentimentos, e por isso, se mantém numa posição indiferente, imparcial e até meio apática. Mas na verdade, ela é tão preocupada com seus próximos, que não tem medo de arriscar-se por eles. Fiel, leal, e muito justa, Mayu pode esconder o que sente, mas é claramente uma amiga e parceira muito preocupada, destemida e protetora ─ alguém que pode ser ausente nas horas boas, mas certamente estará lá nos momentos ruins.

História: Mayu nasceu em uma família rica e muito tradicional, e desde cedo foi criada para ser uma dama. Muito bem educada, fora ensinada a ter boas maneiras e se portar de maneira adequada. Veio de uma família honrada, e precisava representá-la bem onde estivesse. No entanto, os Hasegawa não eram nobres apenas pelos bons modos: eram conhecidos por seus magos exemplares, todos com futuros promissores e um verdadeiro dom para magia. Com Mayumi não foi diferente: desde cedo apresentara um enorme potencial, provando ser um verdadeiro prodígio mágico. Ao completar 14 anos, recebeu a maior honra e herança da família: o artefato ancestral herdado do primeiro Hasegawa a ser mago, a máscara que carregava consigo o poder da Kitsune. O irmão mais velho, descontente, tentou ir contra, alegando que era seu direito como primogênito receber a máscara. No entanto, a família não mudara de ideia: aquilo não era um presente, era um prêmio. Para recebê-lo, era necessário conquistá-lo, mostrar-se digno − e Mayumi conseguira. Insatisfeito, foi embora de casa, e só reapareceu meses depois, unido à uma guilda negra, da qual se tornara mestre. Ordenou que destruíssem a residência dos Hasegawa, e que matassem todos que fossem da família. Os mesmos tentaram resistir, mas eram minoria, e foram massacrados pela pluralidade e pelo inegável poder dos magos negros. O irmão desafiou Mayu a usar a máscara para derrotá-lo, e ela iria, se seu pai não houvesse impedido. "Você não está pronta, querida, e irá causar muitos males se utilizá-la sem o treinamento adequado. Pode ser que nos salve, mas irá destruir a cidade inteira, e não é isso que nós queremos. Se salve, e leve nosso legado consigo: honre nossa família, e saiba que temos orgulho de você. Não guarde rancor, minha filha. Seu irmão quis se vingar, e olhe o que aconteceu. Ele nunca mais dormirá em paz." Diante das palavras do pai, o obedeceu, parou de lutar e foi embora. Toda sua família morreu naquele dia, menos ela e o irmão. A dor de tê-los deixado a assombra até hoje, e tem pesadelos constantes com sua covardia. O ódio e rancor pelo irmão queimam em seu peito, mas ela não irá se vingar. Não, em respeito a memória de seu pai. Desde então, jurou proteger todos que estivessem com ela: se fosse necessário dar sua vida pela dos outros, ela daria. Abandonou sua família uma vez, e não o fará de novo. Nunca mais.

Magia:
- Storm Magic: Magia que controla as tempestades. Os ventos são dominados através dos leques; já os raios vêm da essência da maga. Em conjunto, formam fortes correntes de ar elétricas, criadas através dos movimentos delicados realizados por Mayu com seus leques.
- Mask Spirt - Kitsune: É a arte mágica secreta de Mayu, sua última esperança em lutas que parecem perdidas. Quando coloca a máscara, seus cabelos assumem uma tonalidade mais clara ─ quase brancos ─, e nove caudas de mesmo tom aparecem. Orelhas peludas de raposa tomam forma no topo da cabeça de Mayu, e seus leques aumentam ─ e muito ─ de tamanho, com comprimento semelhante à altura da maga. Seu potencial mágico aumenta de maneira colossal, e seus atributos físicos ─ como força, velocidade e agilidade ─ também. Se torna capaz de formar verdadeiras tempestades, e seus ataques ficam bem mais intensos e poderosos. É sua técnica especial, e só a utiliza em casos extremos.


Ataques:
- Squall: Estica os braços, um para cada lado, na horizontal. Rapidamente os fecha então, formando uma rajada de vento e eletricidade assim que os leques se unem.
- Two Cuts: Levanta os braços, deixando-os levemente caídos para o lado (formando um ‘V’). Em alta velocidade, desce primeiro o braço direito, e em seguida o esquerdo. Forma dois cortes de ar e eletricidade, que atingem o inimigo com um curto intervalo entre um e outro.
-
Shield: Com os cotovelos dobrados, deixa ambos os braços a sua frente, formando uma espécie de barreira. O movimento para formar a posição é que move os ventos, e cria uma defesa de ar e energia elétrica. Ao receber o ataque, o vento a protege, e a eletricidade ajuda a diminuir o impacto do que lhe atingiu.
- Flight: Com seus braços direcionados para baixo (em posição de ‘V’ invertido), bate os leques formando correntes de magia, que a impulsionam e lhe permitem voar. Precisa de muita coordenação para controlar tal poder, técnica que por muito tempo Mayu esteve treinando.
- High Speed: Coloca os braços para trás, unindo os pulsos. Em seguida, começa a bater os leques rapidamente, como se fossem pequenas asas. Os mesmos geram correntes de ar que a impulsionam para frente, em altíssima velocidade, já que mistura ventos e raios.
-
Double Cut: Dobra seus braços com os leques para cima (em formato de ‘X’), e desfaz a posição rapidamente. Com isso, duas grandes lâminas de ar e eletricidade são formadas, e lançadas em alta velocidade contra o inimigo. O impacto que causam aumenta o dano, já que em comparação ao “Duplo Corte”, o fato de serem rajadas unidas as torna mais fortes ─ portanto, mais desgastantes em termos mágicos também.
- Cyclone: Une os pulsos, batendo rapidamente os leques como asas. Do movimento, grandes rajadas circulares se formam, se dirigindo ao inimigo como um ciclone. São extremamente poderosas, e perseguem o oponente, de forma que é difícil escapar.
- Hurricane: Gira os leques em torno de si, movendo os ventos de forma circular e unindo aos mesmos eletricidade. Mayu dá voltas junto, caminhando pelo campo enquanto move o ar a seu favor. Conforme a energia aumenta, vai levantando os mesmos, até que fiquem sobre sua cabeça, erguidos sobre ela, e então os arremessa contra o inimigo. Um forte furacão persegue o inimigo, com ventos circulares extremamente velozes, e correntes elétricas intensas para tornar o ataque mais perigoso.
- Wind Dance: Mayu fecha os olhos, e uma suave dança começa. Aos poucos, se deixa ser levada pelos ventos, em uma coreografia que vai se tornando mais intensa a cada passo. Viaja na sinfonia dos ventos, e deixa que a natureza lhe conduza neste solo. Conforme se move, os leques lhe acompanham, fazendo movimentos complexos e graciosos, realizados com extrema harmonia. Junto deles, fortes correntes de ar se formam, acompanhadas de raios de alta tensão. A coreografia prossegue, e nuvens se formam ao céu, trazendo o som dos trovões, e formando raios que se unem ao enorme furacão que a garota forma. As correntes que antes a envolviam aos poucos passam a ser levantadas, até que fiquem acima da maga. É então que ela abre os olhos ─ quando a energia é tão forte que ela mal consegue contê-la ─, e lança um olhar mortal ao inimigo, enviando-lhe o enorme ciclone de vento e eletricidade que criou. Ao atingi-lo, causa um impacto tremendo: além da força dos ventos, como lâminas cortantes, há também a presença de fortes raios que desestabilizam por completo o inimigo.
*Mayumi sempre fica exausta após realizar este ataque, seu movimento mais poderoso. É extremamente raro ─ praticamente impossível ─ que seu oponente consiga seguir lutando depois disso, e se conseguir, Mayu não terá opção. Desiste da batalha, pois não tem força pra realizar o menor dos ataques, ou então, se for muito importante, se atreve a usar a máscara. Esta sim renova suas forças e lhe permite uma capacidade mágica muito maior, e ataques extremamente potentes.
- Mask Spirit Coloca a máscara, e grandes mudanças ocorrem: além da aparência, sua capacidade mágica e atributos físicos aumentam absurdamente. Os leques crescem, e seu domínio sobre as tempestades também. É uma verdadeira kitsune, formando tempestades e furacões elétricos surreais.

Habilidades:
- Convencionais: Uma dançarina extremamente talentosa, Mayu mistura flexibilidade com habilidade e graça. Aprende rápido lendo, e tem um amplo conhecimento sobre as mais vastas áreas: desde história, até técnicas de luta e arte. É uma ótima pintora, e além de ser poliglota, entende também de criptografia e runas.
- Combate: Sua luta é graciosa como uma dança: seus movimentos são leves e ágeis, e parecem perfeitamente pensados devido a sua precisão e delicadeza. A flexibilidade e o equilíbrio de Mayumi lhe permitem uma grande facilidade para esquivar-se, e sua velocidade é razoavelmente boa: o suficiente para realizar uma boa luta. Cria estratégias com facilidade, e tudo em sua luta é planejado.

Gostos: Adora ler, aprender, e ama dançar. Aprecia todo tipo de arte, e sempre se diverte com charadas e enigmas. Sua estação favorita é a primavera, e ela adora qualquer doce com frutas vermelhas. Um de seus programas favoritos é parar, beber algumas xícaras de chá e debater sobre um bom livro, ao lado de uma companhia agradável.

Desgostos: Temperaturas extremas, gente ignorante e esportes no geral. Não é muito fã de chocolate, e definitivamente odeia cachorros. Detesta que contestem seus conhecimentos, ou que tentem parecer mais sábios que ela. Aprecia os mistérios da vida, portanto: nunca conte nada que lhe deveria ser surpreendente; seja o final de uma história, ou qualquer outra coisa.

Sonho: Controlar o poder supremo de sua máscara, e se tornar a maga poderosa que tanto deseja ser.

Medo: Assim como as raposas, tem um grande temor pelos cães.

Manias: Levantar o mindinho ao beber algo, e revirar os olhos quando está irritada.

Par? Disponível.

Relação com o par: Quando começa a gostar, aos poucos deixa sua secura natural de lado, e começa a vagarosamente se mostrar mais interessada. Conforme percebe que está realmente gostando do mesmo, assume novamente uma face mais gélida, para tentar de alguma maneira evitar isso. Se o mesmo não desistir dela, se pegará fingindo que não, e ao mesmo tempo demonstrando involuntariamente que sim, e quando percebe o quão contraditoriamente está agindo, se irrita consigo mesma e seu orgulho a faz afastar-se. Seu par enfrentará muitos extremos de Mayu, que viaja do pleno desinteresse ao mais intenso amor, e quando a conquistar por completo e derrubar o seu orgulho, conhecerá a Mayu sorridente, fiel, preocupada e protetora que existe por trás da face fria que ela insiste em manter.

Guilda: Fire Fenix.

Marca: Na parte superior do braço direito, num tom de rosa avermelhado.

Algo mais?
- O poder da máscara funciona por ser o objeto portador da alma da mística e poderosa raposa de nove caudas. Quando Mayu a coloca, assume alguns atributos da alma da fera; porém, é preciso controlá-la, e em seu primeiro nível Mayu já conseguiu. No entanto, existe uma segunda forma, esta que carrega o poder supremo da máscara: transformaria a garota legitimamente na fera colossal, cuja capacidade mágica seria ainda mais estrondosa, e sua resistência e atributos físicos incomparáveis. É um poder extremamente raro, algo que pode ser muito útil mas também muito perigoso. Como uma fera, precisa ser controlado, e Mayumi ainda não é capaz de dominar por completo o espírito animalesco do ser. Seria muito arriscado tentar, mas em momentos de extrema necessidade, ela poderia vir a arriscar o uso desse poder. Resta saber se ela dominaria a fera, ou seria dominada.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...