~Siena

Siena
Cuteness overload
Nome: Marina ✩ Mylk ❝ Park Jihye 박지혜 ❞
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 3 de Maio
Idade: 19
Cadastro:

Drown the expectations, dear, the world is over.


Postado




Mostrar Spoiler: não é hiatus

Nunca seria hiatus por mais que eu queira. Ou talvez seja. Hiatus quando eu quiser, sem hiatus quando eu quiser também.

Uma parte de mim quer apagar aquela galeria, quer sim. Mas 100% de mim sabe o trabalho que aquilo deu, o tempo e paciência gastos, as madrugadas acordadas. 100% de mim sabe as coisas que aconteceram para a galeria chegar onde está, das situações vergonhosas, das coisas felizes, das pessoas, das edições, dos milhares de códigos que eu tantas vezes pensei "nessa post eu não vou por" e depois eu repensava "para que fazer a coisa meia boca? Faça logo os códigos completos, mantenha ordem, mantenha o padrão e a beleza daquilo que você faz". Pois então, eu mantive. Eu mantive a galeria como se fosse um filho. E é por ser como um filho que eu não vou apagar agora.

Também por ser como um filho eu vi planetas caindo, órbitas se perdendo e coisas saindo dos eixos.

Quando o artista arranja um aprendiz ele ensina tudo aquilo para que o jovem artista seja tão bom quanto ele. Ou melhor. E é ai que as coisas começam a cair.

Daisy já ouviu a história sobre a minha prima mais nova que faz tudo o que eu faço. Se eu amarrasse o cabelo ela ia lá no quarto, pegava uma chiquinha e amarrava os cabelos. Se eu usasse um all star ela ia de all star no almoço do domingo seguinte.

Ai a prima fez 10, 11, 12 anos. Ela é uma garota, uma pré-adolescente. Ela não precisa de exemplo nenhum, ela tem personalidade. Mas como já diria a história. Ela faz o almoço, ela faz a salada, ela tem as melhores notas, ela sempre chega enfeitada, com uma maquiagem linda, as unhas perfeitas. É a princesa das princesas. E cá estou eu. De pijama, numa cadeira, sendo dramática pacas num lugar que ninguém dá a mínima. Mais uma vez, o original é jogado na era das órbitas perdidas e dos planetas em queda. Para ajudar a garota (segundo muitos, pois eu nada li até hoje) escreve deveras bem. Que interessante, eu fui assim um dia. Ou eu fui parar? Em que canto, em que esquina eu virei para o lado errado e acabei caindo no bueiro aberto da Times Square?

Uma prima. Primeiro ponto.

Ai venham os fãs. Venham os admiradores. Eu edito razoavelmente, não digam que eu edito deveras bem. Vocês já viram os edits da Aléxia? Da Inês? Da Victory? Da Yumi? Da Priscilla? E de outras(os) tantas(os) que eu desconheço ou esqueci?

Eu me inspirei absurdamente na galeria da Priscilla quando comecei. Acho lindo a abertura da galeria dela. É organizada, é atraente, é original. Original. Vocês leram? Original.

E eu não vou roubar a originalidade de alguém. Eu vou apenas pensar sobre o que eu posso fazer de original. Se quiser comparar, bem, ela usa um único carácter no índice para o link do post e escreve ao lado o que tem na atualização. No começo eu usei exclamação para o link. Então eu passei para o sinal de positivo. Agora é um travessão, deveras parecido com o que ela usa na Subarashiki.

Mas nunca, eu jamais negaria quem me inspirou a organizar melhor o índice, quem me fez repensar num índice centralizado e por ele no lado esquerdo por uma questão de simetria e agradabilidade aos olhos. Ao fim do post de abertura da Stardust, ali nos créditos, vemos a indicação: eu peguei a montagem dos créditos da @Nemirel aka Yumi. Eu pedi, eu mandei uma MP para ela perguntando se poderia utilizar aquele formato também já que ele é incrivelmente organizado. Ela permitiu e lá estou eu, usando-o ate hoje.

Quando a ideia de fazer tutoriais das Evelyn me deu um clique na cabeça, me fez refletir se não seria algo legal de fazer, eu perguntei a ela se poderia furtar a ideia. Ela disse que sim. E lá está o tutorial (e temos um em andamento). Marcelo me sugeriu incluir fotos de perfil nas edições da galeria. Eu não falo mais com ele por diversos motivos. Mas não por isso eu ignoro quem me deu a ideia. Lá está a indicação da velha conta dele (eu não sei se ele criou outra afinal).

Parece algo impossível forçar a criatividade a criar algo relativamente novo, mas queridos, vocês conseguem se quiserem. A tapada aqui conseguiu. Porque a galeria não se resume a créditos, índice, fotos de perfil e tutorial. Alguma coisa eu fiz eu mesma. Se chama todo o resto.

Mas tem uma coisa, uma coisinha, bem pequena, que a Marina já está tediosamente acostumada. Opa, ela já disse. Tediosamente. Tediosa.

Tediosa.

Isso, sim. As pessoas se entediam de mim. Eu devo ser realmente puro tédio depois de algum tempo de convivência. Com 5 meses de namoro eu avisei ele: todos enjoam, todos trocam, não se surpreenda se você um dia também enjoar e quiser sair correndo. Eu não me surpreenderia. Ele está batendo o recorde de 2 anos. Vamos ver.

Mas então, porque o Spirit seria diferente?

Eu ajudei pessoas com edições, eu incentivei vários, direta e indiretamente. Eu vi muitos e muitos criarem galerias ao verem a minha e as outras, as grandes galerias do spirit. Eu vi muitos "debuts" em edições.

E o que eu poderia esperar? O que o artista espera do aprendiz afinal?

Planetas sambaram em órbitas, estrelas cadentes, cometas aos fiascos. O pó de estrela virou só pó.

Pó.

As estrelas se foram. Existem sóis mais novos e melhores que o seu agora, Marina. Opa. Algo nessa frase está errado. Melhores ou.. Cópias?

Ah, agora sim. Little little cópias.

E é por isso que o hiatus não hiatus e o fim não fim da galeria está ai.

Você lida de dois jeitos com cópias: ou você fica melhor ainda e faz com que elas sejam esquecidas ou você desiste. Tem uma terceira opção: você faz o que eu vou fazer.

E o que eu vou fazer?

No momento nada.

Eu vou ser a trouxa de nascença que eu sempre fui, ficar aqui sentada sendo inútil ao universo, chorando sabe Deus porque, vendo pessoas que não sabem sequer ser fãs dizendo que são Jimin, Jungkook ou talvez universo-biased e lembrar de que eu sabia que isso ia acontecer. Porque sempre foi assim, na primeira escola, na segunda, na família, em todo lugar, sempre foi assim. As pessoas enjoam e trocam. E eu fico ali, ou aqui, ou lá, olhando. Porque é assim que as órbitas giram para mim.

Então por favor, enjoem da Stardust e troquem pela cópias, troquem pelas cópias melhoradas. Elas vão satisfazer muito bem se o enjoo chegar. Porque não vai mais ter "olá estrelinhas" nem "olá minhas batatinhas cor-de-rosa". Unicórnios às vezes mudam de cor. E vocês já ouviram falar do Uni cinza do neopets?

Agora aproveitem e enjoem do jornal que faz vazar drama pela tela e joguem ele no lixo. Ignorem.

Já diria Yoongi: nevermind. Não é nada novo, não é nada único. Eu já até cansei de passar por isso. Eu prevejo de tão repetitivo. Eu tenho um ápice de alegria, de reconhecimento, de amor. E então eu posso ver os planetas indo de um lado para o outro como caixas caindo num caminhão de mudança em alta velocidade. As coisas parecem a cena do Quicksilver, posso ver todas caindo em câmera lenta. Tem até uma música clássica de fundo enquanto eu vejo o mundo despencar na minha frente.

Vou deixar que enjoem e desenjoem. Vou deixar que esqueçam que um dia aquela galeria existiu. Vou deixar ela ser empurrada para a terceira página do fórum de design. E quando faltar 1 mês para os adms. do fórum deletarem o tópico esquecido quem sabe eu volte lá.

E não se preocupem. Eu tenho o mínimo de decência, digo, eu sempre tive não sai copiando galerias a torta e direita afinal. Eu entregarei as encomendas. Se algo fizer toctoc aqui talvez um dia qualquer eu coloque algo lá atualizando com algo estranho como Kuroshitsuji ou chibis de Pokémon.

O mundo sempre rodou diferente na minha cabeça. O mundo sempre foi poético demais, metafórico demais. Talvez eu seja o Dr. Gregory House. Talvez só o Gregory House. Talvez eu pensa nas coisas de um jeito complexo demais para entreter as pessoas por muito tempo.

Foi assim.
O circo faliu.

Escutando: i t ’ s c o l l a p s i n g a g a i n

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...