~LiaGeorgiaAdams

LiaGeorgiaAdams
Go for it!
Nome: Lia Georgia Addams
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Fichas p/ fic The New Hope


Postado

Fichas p/ fic The New Hope

Valentina Joan Abbot
• Nome completo:
Valentina Joan Abbot


Valentina: Significa “valente”, “forte”, “vigorosa”, “cheia de saúde”. O nome Valentina é a variante feminina de Valentim, Valentino, que tem origem no nome do latim Valentinus, um diminutivo de valens, valentis, que quer dizer “valente, forte, vigoroso, cheio de saúde”.

Joan: Significa "Deus é gracioso", Joan é a forma inglesa medieval de Johanne e também a forma feminina inglesa usual de John na Idade Média.


• Idade:
18 anos

• Apelido:
Val/ Joan: Como sua família e pessoas próximas no geral a chamam.
Tina: Ela não gosta muito desse apelido, a única pessoa que deixa chamá-la assim é seu amigo Alec.


• Sexo:
Feminino

• Sexualidade:
Heterossexual

• Qual a origem da família de sua personagem?
Inglesa

• Aparência:
Anais Pouliot - Modelo

Seu cabelo é castanho médio, que recebe um tom parecido com mel quando estão expostos ao sol, ondulados e cortados mais ou menos na altura do busto, é usado na maioria das vezes repartidos de lado e despretensiosamente bagunçados pela moça.

Sua pele é clara e seu rosto em formato de coração possui uma aparência frágil, seus olhos são de um tom de castanho amendoado dando um ar enigmático ao olhar da garota que possui sobrancelhas marcantes e perfeitamente delineadas em seu rosto. Seu nariz é fino e simétrico, sua boca é pequena, um pouco carnuda e rosada, além disso, ela possui uma pinta marrom do lado esquerdo do queixo destacadas em contraste com sua pele.

Ela é considerada pequena, medindo apenas 1.65, seu corpo é magro, seus seios são considerados pequenos e seu bumbum médio e proporcional ao seu corpo, sua barriga é chapada e seu peso varia entre 50 e 55 quilos. Isso somada à sua personalidade envolvente e seu sotaque britânico encantador dão a ela um tom de sensualidade e mistério, como se a curiosidade para conhecê-la melhor fosse muito grande.


• História:
Valentina nasceu em uma agitada noite de eclipse solar, enquanto quase todo mundo parou por um tempo para observar a sombra da lua que cobria a terra a menina respirava o ar da Arca pela primeira vez. Sempre foi uma garota extremamente curiosa e observadora, vivia fazendo perguntas e as vezes até constrangia seus pais por fazer perguntas inadequadas na frente de estranhos, segundo eles ela sempre foi uma garota madura e perspicaz para sua idade.

Cresceu sem grandes agitações, sempre mostrou interesse pelo passado e assuntos que envolvessem a terra, vivia conversando com os mais velhos para obter informações e estava sempre grudada em algum livro. Nunca foi uma criança exatamente popular, nunca teve dificuldades em se comunicar, mas não é do tipo que estava no centro das atenções, geralmente estava envolvida em seus pensamentos e as vezes parava de prestar atenção no mundo ao seu redor.

Ela e seus pais faziam parte da Walden, então a garota não cresceu com os privilégios dos moradores da Phoenix, mas isso nunca a impediu de se divertir ou aprender quando criança, sempre arrumava um jeito de sair do tédio, seja estudando ou inventando alguma brincadeira nova, quando tinha 10 anos através de seus pais ela conheceu Alexander, um garoto de 13 anos da Phoenix, pois seus pais eram amigos, os dois se tornaram melhores amigos, faziam tudo juntos e quase nunca se separavam, aos 13 anos quando os pais de Alexander foram "flutuados" e ele ficou sozinho os dois ficaram ainda mais próximos, e os pais de Val até ajudaram a cuidar do garoto.

Seus pais trabalham no setor de tecnologia da Arca e ela sempre se mostrou muito interessada com o trabalho deles. Seu pai trabalha com engenharia mecânica e sua mãe computação, por isso ela sabe bastante de tecnologia, computadores e máquinas, ela gosta de fazer invenções diferentes e mexer com tecnologia em geral, tanto que ia seguir os passos dos pais. Ela nunca gostou da hierarquia da arca em que uns tem mais que outros, seja alimentos, remédios, poder ou informação, então tentou usar seus conhecimentos para tentar acessar informações confidenciais e distribuir para todos os habitantes da arca, mas foi pega e acusada de traição e sentenciada a ir para a terra. Seus pais ficaram chocados, mas ao mesmo tempo entenderam a intenção da filha, principalmente sua mãe que trabalha com informações confidenciais e sabe como as vezes a vontade de revelar a todos é muito grande. Ela insistiu que seus pais não sabiam de nada então o conselho os deixou passar com apenas uma advertência, mas a sentença dela foi irreversível.


• Personalidade:
É muito determinada e decidida, chega a ser um bastante teimosa as vezes, persistência é seu sobrenome, ela sempre luta pra conseguir o que deseja, e desistir é algo que não faz com frequência, é do tipo de pessoa que se está numa situação difícil vai tentar mil vezes arrumar uma solução. Também bastante estudiosa e inteligente, ela gosta muito de ler, aprender sobre tudo o que puder e se manter sempre informada seja qual for o assunto, chega até a ser considerada uma nerd. Ama leitura, ler é um de seus hobbies preferidos e sempre que conseguia um livro diferente na arca ela ficava empolgada. É auto-didata, nunca deixou o fato de ser da Walden a impedir de receber menos educação que o pessoal da Pheonix, por isso desde sempre se forçou a aprender o máximo que puder sobre tudo para compensar sua posição, além de sua língua materna ela aprendeu a falar alemão e chinês.

É introspectiva, porém não tímida, digamos que ela não é do tipo que gosta de “conversinhas” sem sentido, é praticamente impossível que alguém a veja envolvida em alguma conversa que seja apenas julgamento sobre a vida de outras pessoas, ela prefere ficar de fora e se for pra estar com pessoas rasas ela prefere ficar sozinha. O fato de ser na dela não a impede de questionar algo quando precisa, aliás, ela faz muito isso, dificilmente ela faria algo só porque alguém está simplesmente falando, ela gosta de justificativas e explicações, por isso, não economiza nas perguntas quando necessário, ainda mais pelo fato de ser meio subversiva quanto a obedecer ordens mal explicadas.

Nunca foi uma criança que se envolve muito em brigas físicas, geralmente ela era a pessoa que estava navegando na sua imaginação e só ficava sabendo da confusão bem depois, nas raras situações em que se metia em confusão ela sempre se defendia com sarcasmo e inteligência, é muito sarcástica em algumas situações, por exemplo, se ela não gosta da pessoa e vencer uma discussão com ela não é uma tarefa fácil, também usa sarcasmo quando está com amigos como forma de brincadeira para provocá-los. É considerada uma pessoa bem calma, e não se importa muito que falem mal dela, mas perde a paciência quando é sua família que está em jogo, é um dos poucos jeitos de irritá-la de verdade, geralmente rebate provocações com sarcasmo e ironia e trata as pessoas como é tratada. Nunca deixa que a destratem ou “falem por ela”, mesmo sendo considerada uma pessoa “quieta” ela sempre se defende quando precisa. Não gosta de ser subestimada por sua aparência frágil, pois, não é do tipo “princesa esperando para ser salva”, não que ela não goste de ajuda, mas ela gosta de se defender sozinha sempre que pode e mesmo tendo uma aparência inocente, ela não se deixa enganar facilmente, pois é muito atenta as intenções das pessoas.

Também é muito perfeccionista, e exige muito de si e fica bem pra baixo quando falha em realizar algo. Aliás, odeia bancar a emotiva na frente das pessoas e sempre que pode deixa isso pra os momentos em que está sozinha. Por outro lado sempre tenta consolar alguém que goste quando precisa e para ela amigos e família são muito importantes. Sempre foi bastante curiosa e mostrou interesse em saber como as coisas funcionam, na terra mantém um bloco de notas onde anota tudo que possa ser importante e também coisas que ela acha interessante, além de ideias para suas invenções e desenhos de coisas que ela acha legal.

Tem sempre uma aparência difícil de decifrar, por isso para quem não a conhece intimamente ela pode parecer desinteressada, mas é apenas o seu jeito de ser, pois geralmente está pensando em mil coisas ao mesmo tempo e sai um pouco da realidade. Sua cabeça que está sempre tentando resolver algum problema ou situação complicada, além disso, por dentro é uma boa pessoa, que se preocupa em fazer o que acha certo e ajudar quem precisa. Odeia ver injustiças, preconceitos e pessoas ou animais sendo maltratadas, esse é outro jeito de fazê-la perder a calma. Também não gosta de tiranos e pra ela líderes injustos não merecem serem líderes.

Tem um lado bastante divertido que apenas as pessoas muito próximas dela conhecem, faz piadas nerds e gosta de animar quem gosta. Ela é uma garota de espírito livre, sempre tem ideias de coisas legais para fazer a aventuras para viver principalmente depois que foi para terra, quem está perto dela não corre o risco de se entediar nunca, por ter uma personalidade livre ela não gosta que tentem a "domar" ou tentem moldá-la em um certo padrão, ela odeia viver de um jeito que não seja o seu só para se encaixar em determinado lugar.

Ela preza sempre pela liberdade de cada um, mas também acredita que é preciso que haja ordem para que não sejamos apenas caos, acredita que é preciso que haja comandantes, mas que os mesmos devem ser merecedores dessa posição, pois, odeia tiranos e pessoas injustas. Então, se alguém decidisse do nada que seria líder e começasse apenas a dar ordens ela provavelmente faria algum comentário sarcástico e ignoraria completamente, além disso, pra ela se um líder precisa usar força para impor suas ordens, essa pessoa é ainda mais digna de desprezo.

Para ela um líder é uma pessoa que se dispõe a falar por outra pessoa, cuidar de outra pessoa, e a tomar decisões difíceis, mas nem por isso seja exatamente superior a mesma, ela simplesmente despreza quem usa de sua posição para humilhar outras pessoas, pois na sua visão todos são iguais, porém com habilidades e experiências diferentes.

Ao mesmo tempo ela presa pela justiça e acredita que todos que cometem erros devem pagar pelos mesmos. Nesse caso ela é do tipo que segue ordens até o ponto que as mesmas não firam seus ideais de justiça e liberdade pessoal ou façam mal a pessoas indefesas, talvez em alguma situação isso pode se assemelhar a rebeldia, porém é apenas Valentina seguindo seus ideais.


• Foi para a Terra pois se voluntariou ou pois era preso?
Foi presa

• Se era prisioneiro, por qual motivo foi preso?
Foi presa por tentar roubar dados confidenciais e distribuir para todos os habitantes da Arca.

• Família:
Mãe: Nora Elizabeth Abbot – Trabalha no setor de tecnologia - Computação/ Comunicação.
Nora tem cabelos castanhos e olhos azuis claros, sua pele é clara, porém não pálida, é uma mulher calma, pacífica, dedicada e leal, está sempre se preocupando com o bem estar da família. É muito altruísta, sempre ajuda quem precisa quando pode, ela e Valentina sempre se deram bem, as suas são como boas amigas e Val herdou muitas características da mãe, tanto física como de personalidade.

Pai: August Oliver Abbot – Trabalha no setor de engenharia – Engenharia Mecânica.
August tem cabelos e olhos castanhos, sua pele é bronzeada, é um homem alto, medindo 1,85. É muito responsável e envolvido com seu trabalho, mas não chega a ser distante da família, um pouco orgulhoso e muito justo, também se preocupa com o bem estar geral e gosta das coisas feitas corretamente. Ele também é bastante próximo de Val, sendo que ele e Nora se dedicaram muito na criação da filha.


• Gostos:
Aprender coisas novas, ler:Ela lê de tudo um pouco. Na arca estava sempre grudada em algum livro, principalmente porque não tinha muita opção do que fazer, então aprender coisas novas e estudar é algo que ela sempre fazia, sempre procurava aprender alguma coisa diferente, obter informação sobre a terra e etc, é também por isso que ela fala três línguas.

Jogar jogos de tabuleiro:Ela não é muito de fazer exercícios físicos, mas ama jogos de tabuleiro, desde Monopoly até xadrez, sendo esse seu preferido. Esse também era um jeito de passar o tempo na arca.

Música: Gosta muito de música, na arca ouvia enquanto estudava ou lia e etc.

Desenhar: Desenhar é um de seus hobbies, seja pessoas, objetos, paisagens ou sketch de suas invenções, ela está quase sempre rabiscando alguma coisa.

Depois que foi pra terra

Natureza terrestre em geral:Aprendeu a gostar de muita coisa na terra, da chuva, do frio, de fazer caminhadas, observar as estrelas, da vida animal e etc, além de ficar muito entusiasmada com o tento de coisa que ela poderia aprender e anotar sobre a terra.


• Desgostos:
Pessoas preconceituosas, machistas: Não gosta de pessoas que julgam pela aparência ou que se acham superiores às outras pessoas por elas serem diferentes. Odeia quando dizem que mulheres são o sexo frágil ou que são obrigadas a se sujeitarem.

Pessoas mandonas, regras injustas: Aquele tipo de pessoa que acha que pode tomar conta de tudo e mandar em todo mundo para ela são bastante irritantes, odeia quando uma regra imposta é injusta e tenta mudá-la.

Crueldade: Fica maluca quando vê esse tipo de coisas, um bom jeito de irritá-la é fazer maldade com pessoas indefesas na frente dela.

Não gosta de ser obrigada a fazer alguma coisa, odeia ser chantageada: Uma das coisas que mais odeiam é quando se aproveitam de alguma situação para obrigá-la a fazer algo, principalmente se envolver sua família ou pessoas que ela gosta.

Não gosta muito de pessoas frescas demais e draminhas desnecessários: Acha patricinhas e meninas que estão sempre indefesas um pouco irritantes, não gosta de conversinhas bobas por coisas insignificantes.

Exercícios físicos: Nunca foi muito fã de exercícios físicos, aprendeu um pouco de defesa pessoal por insistência de seu pai e de seu amigo Alexander, mas não é muito boa nisso.


• Medos, traumas, fobias, manias:
Mania de colecionar livros, quando estava na arca ia atrás de qualquer livro que estivesse informações sobre a terra. Mania de roer as unhas quando está nervosa ou ansiosa, assim como “tamborilar” com os dedos. Mania de contar números, por exemplo, seus passos etc. Mania leve de arrumação e precisão.

Claustrofobia: Passa muito mal quando fica em lugares apertados, fica com falta de ar e quase desmaia.

Tem medo de falhar em sobreviver na terra, de nunca mais ver sua família, de não ser boa o suficiente.


• Habilidades:
É fisicamente ágil, ainda mais por ser pequena, consegue passar nos lugares ser notada, costumava fazer exercícios físicos no tempo livre, por isso não se cansa tão fácil e consegue correr bastante, além disso, sabe um pouco de defesa corporal.
É muito inteligente e sempre usa isso para sair de enrascadas, seja construindo invenções ou propondo soluções bem pensadas. Ela é tipo uma nerd que não tem cara de nerd, por estudar bastante na Arca e ser curiosa ela pode ser considerada muito esperta.


• Uma frase que descreva seu personagem:
"É preciso ter dúvidas. Só os estúpidos têm uma confiança absoluta em si mesmos."
“Se você nunca tentar, você nunca vai saber.”
"Pensar é fácil. Agir é difícil. Agir conforme o que pensamos, é de todas a maior dificuldade."


• Usaria alguma arma? Se sim, qual?
Sim, um arco e flechas. Uma adaga pequena, provavelmente feita por ela mesma, algo que possa ser guardado/ escondido com facilidade e não seja notável e posso ser usado em alguma eventualidade.

• Vai querer par?
Sim (X)
Não ( )
Sim, mas a autora escolhe ( )
Sim, mas eu escolho (X)


• Relação com:
Amigos:
Ela é muito protetora com os amigos, é do tipo de pessoa com quem os amigos podem sempre contar, se qual for a situação ela está lá para amparar os amigos e ouvir seus problemas, mesmo que não tenha nada a dizer, ela é do tipo que se precisar vai ficar apenas em silêncio ao lado da pessoa até a pessoa se sentir melhor. Aliás, não é mesmo muito boa com conselhos e prefere mais ouvir, geralmente diz “que as pessoas já tem a respostas pela qual estão buscando”. Não é condescendente, se acha que um amigo tomou alguma decisão errada ela vai falar, é muito leal e sempre busca o bem dos amigos. Geralmente usa sarcasmo para fazer brincadeiras e piadas com os amigos, mas sempre respeitando o limite de cada um, pois não gosta de brincadeiras que vão longe demais. Para ela amigos são pessoas com quem você pode dividir todos os aspectos da sua vida e ter certeza de que essa pessoa guardará seus segredos, por isso ela é muito leal e nunca contaria o segredo de alguém, mesmo que deixasse de ser amiga dessa pessoa.

Família:
Tem uma boa relação com os pais, eles sempre foram muito amigos, e os pais de Valentina sempre deram espaço para a filha pensar por si mesma e ser quem ela é. Além das semelhanças físicas, ela herdou também o caráter dos pais, é uma pessoa que se preocupa com o bem estar dos outros e não se acha superior a ninguém. desde sempre ela esteve muito envolvida com o trabalho dos pais e se não tivesse sido pega teria escolhido trabalhar junto com eles. Quando souberam que ela tinha cometido um crime ficaram um pouco desapontados e preocupados com o bem estar dela, mas ficaram do lado dela o quanto puderam, por que sabia que ela seria capaz de lidar com as consequências de suas ações.

Kenia Martin (nossa personagem):
Relação de reciprocidade, se a personalidade das duas combinarem é possível que se deem bem, do contrário provavelmente Val manterá distância para evitar conflitos, mas no geral vai tratar Kenia como for tratada pela mesmo.

Inimigos:
Quando não gosta de alguém ela tenta apenas ficar o máximo possível longe dessa pessoa, em caso de discussões ela usa mais sarcasmo e inteligência e evita ao máximo brigar fisicamente, mas caso seja necessário brigar ela não se deixa vencer facilmente.

As pessoas que vão para a Arca também:
Também os tratará com reciprocidade, claro, como é muito desconfiada, talvez demore pra começar a tratar alguém como amigo, pois ela não sabe do passado de cada um e talvez alguém possa ser perigoso e etc, mas assim como faz com todos que acaba de conhecer dará o tratamento que receber.

Par:
Basicamente da mesma forma que age com os amigos, também é muito protetora e leal. Não é do tipo que fica se declarando toda hora ou fica de melação com o par, se ela gosta da pessoa ela geralmente demonstra mais com ações do que com palavras, não gosta de mal entendidos, acha que tudo tem que ser resolvido com diálogo e draminhas desnecessários para ela são irritantes, se ela vê que o par está agindo de um jeito estranho ela pergunta logo o que é, assim como, se ela tem algo para falar ela fala de uma vez ao invés de apenas “fazer bico” e dizer que não é nada. Prefere deixar os momentos mais “íntimos” para quando estão a sós, então dificilmente alguém veria os dois se pegando descaradamente em público. No geral, seria como dois ótimos amigos que também são namorados. Para ela o par precisa ser alguém confiável com quem é possível conversar sobre qualquer coisa sem ter receio ou vergonha.


• Algo mais?
Não

• Aceita que podemos fazer o que bem entendermos com seu personagem?
Sim



Alexander Xin Ru Brown
• Nome completo:
Alexander Xin Ru Brown

Alexander: Significa "protetor do homem", "defensor da humanidade", “o que repele os inimigos”.

É a versão inglesa e alemã de Alexandre, nome originado no grego Aléxandros, que deriva da união do verbo aléxo, que significa "repelir, defender ou proteger", com o termo andrós, que quer dizer "homem" e significa “o que protege os homens, defensor da humanidade” ou por extensão “o que repele os inimigos”.


• Idade:
21anos

• Apelido:
Geralmente prefere que o chamem pelo nome, porém sua melhor amiga Valentina o chama de Alec

• Sexo:
Masculino

• Sexualidade:
Heterossexual

• Qual a origem da família de sua personagem?
Origem chinesa/ americana – sua mãe era chinesa e seu pai americano com descendência chinesa.

• Aparência:
Ludi Lin - Ator

Seu cabelo é preto e liso, ficando um pouco ondulado nas pontas quando estão compridos, o que raramente acontece, cortados geralmente um um side cut discreto, é usado na maioria das vezes em um topete ou repartidos de lado e bagunçados.

Sua pele é morena clara e seu rosto tem formato um pouco quadrado, seus olhos são puxados como os de seus pais e são castanhos. Suas sobrancelhas são grossas e bem definidas e assim como a maioria dos asiáticos não possui barba.

Ele é alto, medindo 1,80, seu corpo é malhado e definido devido ao constante treinamento para entrar na guarda da Arca, porém não chega a ser "bombado" de mais.


• História:
Nasceu em uma família privilegiada da Phoenix, por isso cresceu tendo todo o conforto possível na Arca. Era uma criança comunicativa, inteligente e gentil, nunca deixou que sua posição o fizesse se sentir superior a ninguém, teve um começo de infância tranquilo e normal, seus pais eram pessoas dedicadas ao trabalho e extremamente profissionais e sempre exigiram muito de sua educação, mas nunca o pressionaram ao ponto de não deixá-lo aproveitar sua infância.

Sua mãe era chinesa e chefe da área de saúde, muito conhecida por ser uma mulher responsável e competente, seu pai era soldado americano com descendência chinesa e tinha uma posição de destaque na guarda da Phoenix, um homem muito dedicado ao trabalho e a segurança da família. Alec sempre mostrou interesse em se tornar médico como sua mãe, por isso desde cedo começou a aprender noções de medicina com ela.

Quando fez 13 anos ele conheceu Valentina, uma garota de 10 anos, através de seus pais que eram amigos em comum e desde então eles ficaram muito amigos. Três anos se passaram sem nenhuma anormalidade e pouco depois de fazer 16 anos ocorreu o evento que mudaria o rumo de sua viada para sempre, sua mãe foi descoberta distribuindo remédios para os mais necessitados sem autorização e foi presa, no dia de sua prisão, seu pai tentou impedir e acabou atirando em um dos guardas, o garoto presenciou tudo sem reação, o tiro não foi fatal, mas foi o suficiente para condenar seus pais a serem flutuados.

Depois disso ele teve que aprender a se virar sozinho, e sua personalidade e visão sobre a arca mudaram bastante, ele desistiu da ideia de se tornar médico e começou a treinar para entrar na guarda. Se tornou uma pessoa mais fechada e indiferente, ao mesmo tempo sua amizade com Valentina ficou mais íntima já que ela sempre fez questão de apoiá-lo. Ao saber que algumas pessoas seriam enviadas para a terra ele viu uma oportunidade de parar de viver no "automático" e realmente fazer algo diferente, além disso, descobriu que Valentina tinha sido sentenciada a ir para a terra e isso fez com que sua decisão fosse ainda mais forte.


• Personalidade:
Sempre mostra uma aparência séria e de indiferença, ele é como um lobo solitário e está quase sempre calmo, não gosta de chamar atenção ou se envolver em draminhas, presa muita pela sua privacidade e não gosta de pessoas invasivas demais. Odeia ter que dar satisfações o tempo todo, é honesto e direto, não gosta de falsidade e de ficar fazendo rodeios quando quer dizer alguma coisa, e isso as vezes pode ser confundido com grosseria, mas geralmente não tem intenção de ofender.

É arredio e muito desconfiado, depois que seus pais se foram ele passou a ter dificuldades em confiar nas pessoas, têm emoções e opiniões fortes, geralmente quando faz uma imagem de alguém demora pra mudar de ideia, por isso a primeira impressão que uma pessoa passa para ele é muito importante, o que as vezes pode ser um defeito já que essa inflexibilidade pode atrapalhá-lo, por outro lado quando percebe que estava errado ele admite, nem sempre com palavras, geralmente gestos de boa vontade e amizade.

É muito inteligente, perspicaz e tem uma ótima memória, também é bastante disciplinado e exigente consigo mesmo, seja até a ser um pouco obstinado, o que por um lado é bom pois, faz com que ele se esforce pra fazer o que for que seja com quase perfeição, mas também pode ser prejudicial quando ele se dedica demais a coisas que não tem tanta necessidade.

Tem um espírito nato de liderança, embora não goste de assumir a responsabilidade de tomar decisões por outras pessoas, é muito independente e bastante confiante em suas capacidades e é habilidoso em praticamente tudo o que faz. É um pouco orgulhoso, gosta de fazer tudo sozinho e nunca subestima seus adversários.

Tem um lado mais solto e divertido que só mostra pras pessoas que ele tem grande consideração, é bastante leal e protetor com quem gosta, por ser desconfiado demora para começar a confiar em alguém e mostrar esse lado e apesar de sua aparência majoritariamente fria ele tem um bom coração e se preocupa em ajudar quem precisar. Ele não é do tipo que ajuda as pessoas com um sorriso no rosto, está mais para o tipo de pessoa que faz isso sem o outro saber ou que diz pra alguém que acaba de ajudar "você deveria aprender a se defender sozinho".

Ele não tem uma visão colorida sobre a vida, é uma pessoa realista, pé no chão e um tanto quanto cético a certas coisas, não gosta de usar eufemismo para definir as situações em que encontra e diz que ser realista é o melhor modo de pensar para sair de uma situação difícil. Ele é extremamente observador, repara minuciosamente nas ações e personalidades das outras pessoas e às vezes só por diversão. Tem uma mente muito ágil e sempre pensa racionalmente antes de tomar qualquer decisão, calculando sempre as consequências de suas ações.


• Foi para a Terra pois se voluntariou ou pois era preso?
Se voluntariou

• Se era voluntário, por quais motivos se voluntariou?
Estava cansado da vida na Arca e gostaria de fazer algo diferente, e também para proteger sua amiga Valentina.

• Família:
Mãe: Lin Xin Ru Brown – Trabalhava no setor de saúde - Médica
Era uma mulher muito bonita, tinha cabelos longos e negros, olhos puxados a castanhos e pele bronzeada, além disso era muito responsável e dedicada ao trabalho e família, foi conhecida por ser uma das melhores médicas que a Arca já teve. Foi pega ajudando ilegalmente com remédios e atendimento as pessoas menos favorecidas da Arca e foi condenada a ser "flutuada".

Pai: Richard Kwok Brown – Trabalhava no setor de segurança - Policial
Era um homem alto e de aparência austera, tinha cabelos pretos, olhos castanhos e pele morena. Muito conhecido por sua competência e por ter sido muito exigente com sua equipe. Foi flutuado por tentar impedir a prisão de sua esposa e atirar em um guarda.


• Gostos:
Exercícios físicos: Gosta muito de se exercitar, começou como um treinamento pra guarda e acabou se tornando um modo de se desestressar e descontar a raiva. Ele é muito bom em defesa corporal, gosta de correr e lutar.

Jogos: Sejam digitais ou físicos, era um jeito de passar o tempo na arca, pouca gente sabe mas ele adora resolver quebra-cabeças.

Leitura: Gosta bastante de ler, seu gênero preferido é investigação.

Música: Gostava muito de ouvir música enquanto se exercitava.

• Desgostos:
Pessoas mandonas, regras injustas: Aquele tipo de pessoa que acha que pode tomar conta de tudo e mandar em todo mundo para ela são bastante irritantes, odeia quando uma regra imposta é injusta e tenta mudá-la.


Falhar, quando seus planos dão errado: Odeia quando planeja algo e as coisas não acontecem como ele imaginou, também exige muito de si e odeia falhar em fazer algo.


Pessoas que gostam de chamar atenção demais para si: Não gosta muito de pessoas que tem necessidade constante de ser o centro das atenções.


Pessoas intrometidas: Não gostam de pessoas que perguntam demais sua sua vida ou se intrometa sem ele conhecer direito.


• Medos, traumas, fobias, manias:
Mania de passar as mãos pelos cabelos e estalar os dedos quando está ansioso.

Medo de perder quem ele gosta, pois depois que perdeu os ais Valentina foi a única pessoa íntima dele que sobrou.

Tem um certo trauma com o dia da prisão dos pais, às vezes tem pesadelos com isso e acorda agitado, mas dificilmente falaria pra alguém.


• Habilidades:
É ótimo em lutas e manuseio de armas, além disso tem uma resistência física impressionante. Muito inteligente e ágil, consegue tomar decisões sobre pressão e formular estratégias de defesa e sobrevivência. Mesmo que não diga ele ainda sabe bastante coisa sobre medicina e medicamentos que aprendeu com sua mãe.

• Uma frase que descreva seu personagem:
"Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.”
“A esperança seria a maior das forças humanas, se não existisse o desespero.”
“Quer você acredite que consiga fazer uma coisa ou não, você está certo."


• Usaria alguma arma? Se sim, qual?
Sim, uma adaga ou faca que ficasse presa ao cinto e fosse fácil ser alcançada rápido, além disso ele sabe manusear armas fogos, pois aprendeu no treinamento na arca.

• Vai querer par?
Sim (X)
Não ( )
Sim, mas a autora escolhe ( )
Sim, mas eu escolho (X)


• Relação com:
Amigos:
Caso alguém consiga ultrapassar sua barreira de desconfiança e indiferença fará um amigo leal e solícito, ele não é de falar muito que gosta dos amigos, mas a pessoa saberá que pode contar com ele pra o que precisar.

Família:
Quando seus pais estavam vivos eles se davam muito bem, principalmente com sua mãe, ele se lembra de estudar medicina com ela aproveitar muito quando estavam juntos. Se seus pais estivessem vivos provavelmente ainda manteriam uma relação de respeito e cumplicidade.

Kenia Martin (nossa personagem):
Formalidade e reciprocidade, assim como trata a todos, primeiramente de uma forma desconfiada até saber se pode confiar nela ou não.

Inimigos:
Prefere manter distância, geralmente quando não gosta de alguém trata a pessoa com frieza e indiferença, se for algo mais grave e chegar a uma briga física ela não fugirá, mas já prefere manter distância para evitar possíveis situações assim.

As pessoas que vão para a Arca também:
Também os tratará formalmente e com desconfiança, pois sabe que no meio de tantos jovens presos provavelmente alguém não será confiante. Então até conhecer cada um melhor ele prefere observá-los e tratá-los apenas como conhecidos.

Par:
É muito protetor com ela, é uma das únicas pessoas que ele sabe que pode confiar totalmente e está a vontade para ser ele mesmo, além disso, é uma das poucas por quem ele demonstra interesse de verdade chegando até mesmo a tentar vencer sua dificuldade de expressar sentimentos e ser romântico, faz isso da maneira dele, é claro, mostrando preocupação com ela e a apoiando quando ela precisa. É um pouco ciumento, mas não chega a ser um ciúme possessivo. Não gosta de mal entendidos, acha draminhas desnecessários e garotas "frescurentas" muito irritantes irritantes. Prefere deixar os momentos mais “íntimos” para quando estão a sós, chega a ser um pouco pervertido com ela, porém sempre respeitando seus limites. Para ele o par precisa ser alguém confiável e leal.


• Algo mais?
Não

• Aceita que podemos fazer o que bem entendermos com seu personagem?
Sim



P.S: Fiz os dois para serem pares, mas por enquanto eles são apenas amigos, espero que não tenha problema deixar pra vocês desenvolverem o relacionamento amoroso deles na fic, caso os dois sejam aceitos, é claro, aliás gostaria muito que isso acontecesse haha


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...