~vallete

vallete
Mad Hatter
Nome: Danny | Valentina | Mrs. Maximoff | Carta de Baralho
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

O Mágico e o Espelho


Postado

O Mágico e o Espelho



❥ Nome:
Crystal Valerie Schreave

❥ Idade:
17

❥ Aparência:
Crystal tem cabelos lisos e avermelhados, bem escuros, com as pontas mais claras, que batem abaixo dos ombros, olhos castanhos muito escuros, que em alguns momentos, não dá para diferenciar íris e pupila, e ela é bem alta, e muito magra, apesar de comer bastante. E ela tem um piercing de argolinha bem pequeno no nariz.






❥ Personalidade:
Rebelde, rockeira, completamente temperamental e explosiva, não é á toa que Crystal tem a fama de ser a pessoa mais encrenqueira da escola onde estuda. Ela é praticamente fluente em sarcasmo, briguenta, teimosa, muito inteligente, uma ótima estrategista, viciada em leitura, sempre anda com um livro nas mãos, nunca admite que está errada ou desiste, luta até o fim, não gosta de pedir ajuda, prefere fazer tudo sozinha, e nunca admite derrota. Ela ri que nem uma hiena por qualquer coisa, fala besteira, tem um sorrisinho malicioso que ela gosta de usar quando as pessoas passam por situações constrangedoras, junto com um gesto das mão indicando “se fodeu”. É uma lutadora, vai atrás do que quer, e é muito forte, tanto em força física quanto na atitude, corajosa, não tem medo de nada, não chora na frente de ninguém e se recusa a revelar seus sentimentos, tanto faz para quem seja, e ela fala muitos palavrões, pelo menos três em cada frase. É maluca até o fundo de sua alma, não tem um pingo de sanidade no corpo, ela é muito instável quanto ás suas emoções, e é quase uma bomba-relógio, porque ela se irrita e explode muito facilmente, em um momento ela está calma, e no outro está gritando com tudo e todos. Dá um soco em qualquer um que a irritar, seja menino ou menina, gosta de ser estranha e tem orgulho disso, o lema dela é “Pessoas Normais Me Assustam” Ela sempre foi diferente, o tipo de garota que só é amiga de meninos e de outras meninas diferentes, nunca gostou de bonecas nem nada assim, é bem violenta, vingativa, gosta de ameaçar, e cumpre suas ameaças, o último que provocou ela ganhou um nariz quebrado e um estômago doendo por causa dos chutes, mas apesar de todo esse seu jeitinho estressado, ela sabe valorizar uma boa amizade, iria até o inferno e voltaria por seus amigos, e também tem um senso de justiça muito grande, ela não trapacearia para conseguir o que quer nem sob tortura. As características que são mais marcantes nela (além de seu temperamento) são o seu senso de humor e a sua inteligência.


❥ História:
Uma coisa define a vida familiar de Crystal: Desastre. Na época que ela nasceu, sua mãe morreu no parto, e por isso seu pai é muito frio com ela, menos sorridente, e como o empresário ocupado que é, passou a dar mais atenção para seu trabalho do que para sua filha, fazendo com que ela busque apoio na governanta da casa, que ela considera quase como se fosse da sua família, a moça cuidava de Crystal desde que ela era um bebê, e tem um carinho muito forte por Crys, além de ser a única coisa que impede que ela fuja de casa. Por causa da negligência de seu pai, com 14 anos, ela passou a ser rebelde, mudar a aparência, o cabelo, tudo, e apesar das broncas, sempre pareceu que seu pai não estava nem aí pra ela. Por isso que ela resolveu tacar o foda-se pra tudo, se ele gostava dela, ótimo, se não gostava, ela não estava nem aí. Mesmo quando ela ainda era uma menininha, sabia que havia coisas estranhas com si mesma, pois ela trazia os livros para sua cama sem precisar ir buscá-los ou escovava os dentes sem usar as mãos, mas seus poderes só se revelaram completamente depois do incidente com a governanta. Depois da última vez que foi expulsa, ele resolveu demitir a Governanta, Senhorita Catherine Chasterfield, porque achou que era por causa dela que sua filha estava tão inconsequente. Com ódio por causa das atitudes de seu pai, ela fugiu de casa, e foi assim que ela encontrou a escola.

❥ Sexualidade:
Heterossexual

❥ Se é realmente especial, me diga, o que pode fazer?
Ela possui a habilidade de manipular a energia psíquica, criando campos de força e rajadas ou esferas de energia, além de, essa sua habilidade também lhe dar o poder de telecinese, ou seja, com a energia psíquica, ela pode manipular (mover, levitar, explodir, qualquer coisa) qualquer coisa.





❥ Como encontrou a escola?
No dia em que seu pai demitiu a governanta, ela foi consumida pelo ódio. Arrumou suas coisas, pegou comida e tudo que achou que ia precisar, colocou em uma mochila e de noite, quando seu pai estava dormindo, ela fugiu de casa. Seus poderes a ajudaram bastante, ela podia se virar sozinha, e caso alguém viesse brigar, era só derrubá-lo com uma rajada de energia e correr o mais rápido que puder. Depois de dois dias nas ruas, ela finalmente chegou na floresta, onde esperava achar um atalho até o aeroporto, porém, de noite, uma luz vermelha apareceu no lugar onde ela estava. Ela seguiu a luz, e quando chegou, havia um enorme véu que parecia ser sobrenatural. Vencida pela curiosidade, atravessou o véu. E assim chegou na escola!


❥ Tem algum segredo?
Até hoje, ela se culpa pela morte de sua mãe, e por isso ela não gosta de se relacionar com as pessoas, ela tem medo de machucar as pessoas assim como fez com sua mãe.

❥ Tem algum medo?
Depois de ficar presa acidentalmente em uma caixa de madeira por duas horas quando brincava de esconde esconde, ela ficou com um caso sério de claustrofobia

❥ Tem algum desgosto?
Arrogância, trapaça, injustiça e qualquer tipo de preconceito.

❥ Tem algum gosto tão importante a ponto de querer me contar? (Opcional)
Toda noite ela sai para dar uma caminhada noturna, deitar na grama e observar a lua e as estrelas. Se ela não fizer isso, sua claustrofobia ataca.

❥ O que mais quer me contar sobre você?
Apesar de parecer super segura de si, ela se sente muito mal quando mencionam sua família, mas não chora na frente de ninguém. Ela vai até um lugar onde ninguém possa vê-la e aí chora o quanto quiser.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...