Rest in Pepperoni Odete


Postado

Rest in Pepperoni Odete

Lembro quando eu era criança e eu tinha que dividir o meu quarto com você.Não entendia muito bem o fato de eu ter que dividir a nossa casa com alguem que nao fazia nada.
Lembro que voce sempre mijava na minha cama ou na minha poltrona do quarto,eu ficava nervoso com isso,mas tudo bem porque era a minha mãe que limpava o meu quarto.
Lembro tambem que você tinha um amor pela cor amarela e por musicas antigas das quais voce ficava cantando e recantando toda hora.Voce conseguia me fazer rir mais que qualquer coisa com as suas historias malucas tais quais um cavalo saltar pela janela do nosso quarto ou que a nossa casa era a casa de um negão que dava em cima de você.
Quando eu era criança eu gostava de dançar com voce enquanto voce dançava e ficava contando historias de jogos e/ou desenhos e acreditava que voce entendia tudo o que eu falava.
Mas em uma manha,você brigou com o meu pai e ele te levou embora.Depois disso eu nao ouvi muito sobre voce,aparentemente voce estava piorando.Tinha parado de andar,tinha que beber de mamadeira e estava esquecendo nomes de familiares.E por algum motivo,você nao esquecia um nome,"Luquinhas".
Voce perguntava sobre o luquinhas as vezes,pelo menos era isso o que me contaram e o mais engraçado é que trocava o nome do seu filho(luis) pelo meu nome,talvez pelas iniciais serem iguais.
Mas o tempo passou e eu infelizmente te esqueci.Não foi de proposito,eu estava crescendo e estava cuidando da minha vida.
E enquanto eu estava crescendo,parecia que voce estava voltando a ser criança.Esquecendo coisas basicas como amarrar os sapatos ou comer sozinha e mesmo assim você perguntava pelo "luquinhas"
Quando eu fui te visitar naquela casa,eu voltei a lembrar que voce existia e fiquei um tempo com voce,E voce se lembrava de mim,assim como se lembrava do meu pai mas havia esquecido da minha mãe e minha irmã.Nesse natal de 2014 voce veio para minha casa,porem você parecia nao saber aonde estava nem quem eram aquelas pessoas.Tentava conversar com você porem parecia que voce nao conseguia me ver la.
Depois disso eu comecei a perguntar mais sobre você.Me contaram que você estava melhorando,que estava voltando a andar e que estava conseguindo comer.Além disso me contaram que a esposa do meu tio estava tomando conta da senhora.Me contaram tambem que voce morreu essa semana...
Me desculpe por ter esquecido do você,eu tinha tanta coisa para lhe contar. Eu conheci pessoas maravilhosas ao longo desses anos,eu fiz coisas das quais voce se orgulharia.Eu consegui passar para escolas dificeis,consegui fazer amigos nesse tempo,conheci uma pessoa pela qual eu me apaixonei por certo tempo,me tornei uma pessoa melhor em um geral.
Eu sei que agora é muito tarde para falar isso,mas eu te amo avó,todas as vezes que voce me fez sorrir,me fez rir e ate mesmo me fez ficar bravo com voce.Eu te amo por todas essa ocasioes.
E eu queria me desculpar por ter te esquecido,todos esse anos e somente me preocupar com voce em seus ultimos dias.Mas acho que no final foi melhor assim,voce estava muito mal,sofrendo muito e acho que seria egoismo da minha parte ficar triste por voce.
Eu estou feliz por voce,mas,sinto falta dos momentos que tivemos,mesmo sabendo que eles nunca mais voltarão.

Eu prometo que não vou te esquecer de novo,vou lembrar de você do mesmo jeito que voce lembrava do "luquinhas".Obrigado dona odete,voce mudou a minha vida para sempre


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...