~Alcmena

Alcmena
Nome: Mena
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Descalvado, São Paulo, Brasil
Aniversário: 2 de Dezembro
Idade: 17
Cadastro:

Jornal das Maravilhas: Cartas não enviadas


Postado

Jornal das Maravilhas: Cartas não enviadas

Emily:
Quando toco a vela acesa falta seu calor
Se me corto com a faca não há dor
É verdade que ela vive e que a morte em mim está
Mas não deixo de sofrer
Não demora vai se ver
No meu rosto alguma lágrima rolar


[justo]Por que faz isso comigo? Será que não me acha o suficiente? Será que tem vergonha de mim? Será que me acha demais? Será que sou estranha demais para você?
Tantas perguntas que me faço, e tudo por que você simplesmente me deixa confusa, tensa, e, muitas vezes, magoada. Já me perguntei muitas vezes se gosta ou não de mim, e se gosta por que insiste em agir desta maneira?
Será que, aos seus olhos, não sou o suficiente? Ou será que você não se acha o suficiente para mim? Mais perguntas, e mais dor no coração.
Diz ser só meu amigo, mas não tarda a sentir ciúmes. Diz ser só meu amigo, mas quando estamos juntos tende a ficar mais perto de mim do que os outros. Sei que pode ser coisa da minha mente, mas sinto que quando estamos perto você me trata diferente, e isso me confunde...
Me sinto tão Emily (de A Noiva Cadáver) perto de você. Cheia de dúvidas, dores, morta de amores.
Sinto-me boba por pensar assim, por que sempre fui tão desligada, que estar presa a tal sentimento me causa dor. Não posso negar que às vezes te culpo, e que sinto-me uma víbora por o fazer, só que não deixo de ter minha razão.
Mas, aqui em minha mente posso imaginar mil histórias para suprir sua falta, só que não vivo vinte e quatro horas e terei de voltar ao mundo real a qualquer momento, e ser lembrada de que você não passa de um sonho distante, uma fantasia que tenho em primeiro plano, e em seu pedestal, onde apenas outras podem te alcançar, pois é isso que eu sinto.
Não me acho o suficiente para você, nunca me achei... Mesmo que os outros digam, são seus os elogios que espero. São seus os olhos que quero ter reparando se cortei o cabelo, se pintei meus cachos, ou como fiquei na roupa. Tenho primos e primas demais para me dizer que estou bonita (aquele papo de família), mas é bem diferente quando o elogio vem de fora...
Claro que pareço uma idiota falando assim, mas não posso mais deixar de lado esse pensamento, já que mesmo ficando só na amizade você insiste em povoar meus sonhos, fazendo com que eu amaldiçoe os deuses dos Sonhos (perdão Morfeu, Hypnos, Phantasos, e Fantasia).

Te guardo em meus sonhos, e minhas histórias de amor.
Sempre sua, Alcmena.

Escutando: Her Name Is Alice
Lendo: Coração de Tinta
Assistindo: Coisa de Nerd

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...