~LunaCrazy

LunaCrazy
Luna-chan :3
Nome: Carol
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 19 de Setembro
Idade: 14
Cadastro:

A época do ano mais amada e odiada


Postado

A época do ano mais amada e odiada

Estamos naquela tão conhecida época do ano em que a Leader coloca sua musiquinha de "Já é Natal na Leader" e a Globo começa a encher o saco com aquela coisa de "Hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa(...)" Essa época costuma ser adorada por muitos e odiada por outros. No meu caso, eu faço parte do segundo grupo, ou pelo menos esse ano. Todo ano eu, meus irmãos e meus pais íamos para a casa da minha vó e passávamos o Natal lá, como muitas pessoas devem fazer no Natal. Mas com o tempo começou a ficar bem chato tudo isso. Eu lembro de já ter adorado o Natal, provavelmente quando eu ainda acreditava que um carinha gordo vestido de vermelho entrava pela varanda da minha casa e trazia presentes pra mim... Mas acho que mesmo depois de saber que Papai Noel não existe, eu ainda continuava adorando o Natal. Aqui em casa, nós não somos muito do tipo que compra demais e fica com mil dívidas no cartão de crédito, por isso o Natal e, as vezes, meu aniversário costumavam ser as únicas datas que eu ganhava presentes. E não venha me falar que Natal não é só dar presentes e que é um momento de confraternização e toda aquela baboseira, porque eu ainda não terminei de falar u.u Não eram simplesmente os presentes que faziam gostar do Natal e sim a espera para abri-los. Eu era daquele tipo de criança que perguntava de um em um segundo "Posso abrir?" e "E agora, já posso?" e antes eu era beeeeem mais ansiosa e agitada do que eu sou agora, apesar de continuar sendo um pouco desse jeito u.u Além disso, era legal também não saber o que era o presente e, como eu ainda era pequena, era fácil me agradar com brinquedos e outras coisas do tipo, então eu sempre gostava dos presentes que ganhava. Porém, uns dois Natais atrás, minha mãe falou que não ia mais rolar toda essa distribuição de presentes porque era complicado minha vó ter que ir ao centro pra comprar presentes e tals. A gente até pensou em fazer Amigo Oculto, mas acabamos desistindo, porque daria praticamente na mesma. Por causa disso, começou a ficar chato o Natal, apesar de eu ainda não ter chegado a odia-lo. Mas esse ano, a falta de duas pessoas muito importantes para mim transformou meu Natal em uma grande merda. Todos os anos, nós íamos na missa antes de ir pra casa da minha vó e eu nunca fui muito fã disso. Porém, antes ainda era suportável, já que era engraçado ver a Ana cantando Noite Feliz em alemão (ela costumava cantar em um coral) e eu podia conversar com o Dudu, mas sem eles, ir a missa ou fazer qualquer outra coisa no Natal era super chato. Pra piorar a situação, esse ano nós não fomos para a casa da minha avó, e ao invés disso, eles vieram aqui pra almoçar, porque meu avô não está podendo ficar acordado até tarde.
Bom, eu não sou a pessoa mais otimista do mundo, mas eu gosto de dizer que nada nem ninguém é de todo ruim ou de todo bom e sempre há um lado A e B do disco. Por isso, eu não quero contar apenas as partes ruins desse Natal, mas também as boas, apesar de que tenha sido apenas uma. A vantagem de não ter ido à casa da minha avó foi que eu pude passar meu Natal fazendo uma das coisas que eu mais gosto nesse mundo: escrevendo. E apenas isso já compensou tudo.
Enfim, seja você do grupo dos que amam ou dos que odeiam o Natal e o Ano Novo, espero que tenha aproveitado o Natal e, se não tiver, aproveite o Ano Novo em dobro para compensar. Tente não listar um milhão de coisas ruins que acontecem nessa época (que nem eu acabei de fazer u.u) e pense nas coisas boas de tudo isso. Como eu já disse, não sou a pessoa mais otimista do mundo, mas posso afirmar que nada é completamente ruim ou completamente bom.
Por fim, eu desejo um Feliz Ano Novo para todos vocês! Que seus sonhos e desejos se realizem e que vocês possam aproveitar ao máximo esse 2016 que está por vir ^-^
Feliz 2016! ; P

Escutando: I Hate Christmas - Kéfera Buchmann

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...