~AnaNeko-chan - Clan Fantasy

AnaNeko-chan
Warrior Adventuress
Nome: Ana Carolina | Boo ♥
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 6 de Setembro
Idade: 15
Cadastro:

Terminal Hils - Interativa.


Postado

Terminal Hils - Interativa.

➳Nome:
Cléathes Thenyer

➳Nome humano:
Cléa Morgan.

➳Idade:
19 anos

➳Raça:
Sereia.

➳Aparência:





➳Descrição:
Com 1.65 de altura, tem cabelos loiros levemente enrolados até a cintura, olhos azuis com cílios longos, rosto pequeno, lábios levemente grossos e da cor coral. Pernas longas, magra, com seios medianos e bumbum cheiinho.

➳Personalidade:
É bem tranquila na maior parte do tempo. Consegue sorrir com muito pouco, mas como muitos dizem por ai " Quem muito sorri é porque tem algo a esconder " e sim, ela tem. Não é acostumada a entrar em brigas e não solta um palavrão a cada duas frases, na realidade, não diz muitos palavrão, mas quando alguém tromba com ela, ou ela bate em alguma coisa ela solta uns "porra, merda" entre outros. É bem na dela, e geralmente ignora todos os tipos de provocações, mas quando alguém fala de seus amigos ou família, ela parte para a briga verbal e física. E não é do tipo que puxa cabelo. Muito calma, e até gentil dependendo se estiver de bom humor ou não. E ainda consegue ser ingenua com muitas coisas, pois a escola e o trabalho roubam muito de seu tempo, por mais que goste de ambos e muitas vezes negou sair com seus amigos. Então não irão ser raras as vezes que ela não ira entender um assunto e vão rir dela. Não sabe porque algumas garotas andam com roupas tão curtas que as vezes deixa a calcinha totalmente a mostra, pois a roupa mais "sensual" que usa diariamente é o Long John ou biquíni com camiseta por cima, já que sabe e gosta de surfar. Muitas vezes no dia ela fala " É tão melhor ficar na água do que mostrar o que não deve."

Não gosta muito de ficar em lugares aonde tem muita gente pois se sente incomodada e pensa "Me perdi" pois seu senso de direção é realmente péssimo. E por ter um péssimo senso de direção, vive se perdendo e quando sai de casa, prefere sair com um amigo por garantia. É muito criativa, muitas vezes ao dia ela olha para alguma coisa e tenta melhora-la ou criar uma coisa ainda melhor. Seu chefe, do aquário sempre pede ajuda para ela quando não consegue resolver algo, pois Clea consegue sempre achar uma solução e consertar o problema.

Geralmente não é uma pessoa raivosa, mas quando fica com raiva, costuma ir para um canto (piscina, quartinho pequeno, seu quarto) e começa a bater em algo até que a raiva pare. É ótima em guardar segredos, tipo o Eggsy do Kingsman. E costuma mentir só quando é relacionado ao segredo de alguém. Se não é sempre muito sincera.

É bem organizada e apesar disso, as coisas "somem" rente aos seus olhos e quando acha, está em lugares inusitados. As pessoas falam que ela cuida bem do que é dela, pois quando ela empresta alguma coisa para ela, ela fica cobrando para devolver e quando a pessoa quebra o que ela emprestou, ela quer outro em dobro exemplo, se ela emprestou um lápis, a pessoa vai ter que dar dois lápis para recompensar. É muito boa em blefar, não em mentir. É uma ótima ouvinte, conseguindo ouvir desabafos de amigos - mesmo esses sendo poucos - e depois até se arrisca a dar alguns conselhos. Sempre vai ouvir as histórias, desabafos, frustrações e nunca vai falar pro amigo " Para, vai pedir conselhos para outra pessoa!" , não, ela vai ouvir independente do assunto, mas só se for algum amigo ou parente.

➳Gostos:
Da cor preta;
Piano;
Dias nublados;
De cachorros;
Mitologia nórdica;
Animal mico-leão dourado.
Marvel;
Brownie;
Milk shake de chocolate;
Café frappé.

➳Desgosta:
Hospitais;
Pessoas que mentem muito;
Palhaços;
Que mexam em suas coisas;
Altura;
Drogas e bebidas alcoólicas;
Cigarro.


➳História:
Sempre gostou do mar. Isso é uma coisa inevitável que aconteceu com ela já que ela é uma sereia.
Quando ela era muito pequena, com apenas 6 anos de idade, estava nadando pelas redondezas da Austrália juntamente ao seu bando, seu pai mandou que ela não se afastasse, porém uma algo brilhante lhe chamou a atenção, foi se aproximando, mas uma tempestade que apareceu no nada deixou o mar bravo, e como ela estava com a cabeça fora da água, era um alvo fácil. Foi jogada para a praia ainda pedindo socorro ao pai, que gritava a procura dela. Ela demaiou na praia e sua calda de tornou pernas, fazendo ela parecer uma simples garotinha. Então, um casal achou ela e levaram ela para a praia.

Cléa não sabe dizer o que aconteceu, mas a partir daquele dia, não se lembrava de sua verdadeira família nem mesmo que era uma sereia. Sua família adotiva deixou claro para ela desde o começo que ela era adotada, então Cléa sempre soube de tudo, porém não se lembrava de nada.
Em sua nova família, ela tinha uma irmã mais velha, que sempre a protegia de tudo e de todos, ambas eram coladas uma na outra e também tinham um amor pelo mar. Um dia quando estavam na praia e ela tinha 8 anos, ela foi atrás do pai que tinha ido comprar sorvete. A praia estava lotada e (sem novidade) ela se perdeu, então ela começou a chorar e se sentou na beira do mar. E quando parou de chorar, o tempo tinha passado e muitas pessoas já tinham ido embora e a praia já estava mais fazia. Ela ficou olhando para o mar, e ouviu um eco. E quando o som ficou mais claro aos ouvidos de criança, que a relaxou e ela quase caiu no sono. Então alguém segurou forte ela e ela tomou um susto. Percebeu que era o pai, que chorava e dizia que estava com medo, medo de não achar ela, mas achou. Ela abraçou o pai, e falou que ela tinha ouvido um som engraçado, e imitou o barulho pro pai. O pai riu, e disse " Era um golfinho filha, ele chamou o papai e ele te achou". Claro, era mentira e a menina sabia, porém não sabia por que ele mentia.

O som, desde então a deixou fascinada. Mas a irmã por outro lado, não gostava tanto assim do mar. Gostava de uma coisa mais dinâmica. Box, Taekwondo, Muay Thai. A garota gostava das lutas e esportes radicais. Clea tentando se aproximar da irmã, tentou algumas artes marciais. Mas tudo ela fazia não por querer e gostar, mas para se aproximar da irmã. Um dia, quando Clea tinha 15 anos e a irmã 20 ( já que a diferença é de cinco anos) a irmã se interessou por BASE Jump. Clea, saindo do normal aos olhos da irmã, não tentou o esporte. A irmã deixou para lá e praticou, saltando várias vezes. Então ela se aproximou de Clea, tentando fazer ela tentar fazer o esporte, mas Clea ficou com raiva, muita raiva. Então elas brigaram feio. Clea falou tudo o que estava entalado, que ela só praticava tudo aquilo por tentar se aproximar da irmã não porque gostava mas não adiantava nada. Então a irmã saiu furiosa de casa com o equipamento e num gesto de raiva, pulou de um lugar alto demais. No outro dia foi notificado que a irmã morreu.

Clea se culpou. Saiu das lutas que fazia e todo o resto. Nunca contou isso para ninguém e os que sabem pensam que ela superou. Mas ela não superou, só coloca um sorriso no rosto para que as pessoas não fiquem com pena dela. Mas ela sente um remorso tão grande quanto a culpa. E tentando se esquecer um pouco do fato, se focou na escola e tentava se mantar ao máximo ocupada. Seus pais apoiaram, a ajudando. Um dia então, quando estava nadando no mar, sua calda apareceu e ela ficou em pânico, não sabia o que acontecia nem nada parecido. Depois de algum tempo de desespero, começou a gostar de ter a calda, nadando até depois do que antes não podia. Se divertiu muito, porém quando estava voltando contou tudo ao pai e ele lhe explicou o que sabia, que desde que ele a encontrou na praia os parentes reais dela tentavam entrar em contato, mas não conseguiam, até mesmo certo dia quando ela tinha 12 anos o pai verdadeiro dela apareceu procurando ela, porém seu pai adotivo mentiu falando que não sabia de nada. Cléa ficou com raiva, mas entendeu os motivos dele, ele não queria perder uma de suas filhas - na época. Cléa então, desde aquele dia procura saber respostas sobre si mesma e sua raça.

➳Quem Te Mandou até Terminal Hills:
Sempre que ela ia até o mar, ouvia tais palavras, então depois de algumas pesquisas descobriu ser uma cidade, contou ao pai e concordou em se mudarem para a cidade para terem respostas.

➳Transformação


➳Descrição:
Suas pernas se tornam uma longa e belíssima calda azul escura com reflexos de azul safira e azul celeste. Seus seios só não ficam a mostra pois algumas escamas tampam. Em seu pescoço nascem algumas guelras com as escamas na cor da calça, e nadadeiras aparecem no braço para ajudar no nado.

➳Poderes:
Consegue deixar a água em qualquer estado, podendo controla-la como bem entende, seja ferver, congelar e movê-la fazendo o que quiser. Pode fazer um canto, com que faz que ela hipnotize qualquer pessoa para fazer o que ela mandar. Tem controle com os elementos, fogo, ar, água e raio. O controle é mais fraco quando está fora da água, por isso anda sempre com uma garrafinha de água.

TERMINAL


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...