~LuhDrama

LuhDrama
Nome: LStephanie
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

HZT 68 - Explicações do Enredo


Postado

HZT 68 - Explicações do Enredo

“Não sei com que armas a III Guerra Mundial será lutada. Mas a IV Guerra Mundial será lutada com paus e pedras.”
Albert Einstein

Ambientação:

Este mundo distópico surgiu da persistência humana em achar que possui o controle sobre o globo terrestre e seus recursos, gastando-os e desgastando-os até o mundo acabar entrando em colapso. Lugares verdes e com plantações sofreram com a arenização, erosão e desertificação, tornando-se desertos com tempestades características, decorrentes do desmatamento e esgotamento de recursos.
Outro fator que deixou as cidades em ruínas foram às guerras e perseguição de massas, além das disputas por água e comida mal distribuída, as prateleiras dos mercados se tornaram cada vez mais vazias e os estoques pararam de serem cheios por causa de greves e falta de matérias-primas, o que acarretou em mais confusão.
Com o poder fugindo do controle as nações decidiram se subdividir em concentrações de poderes menores em uma tentativa de melhor administração, agora cada cidade ficaria por si própria, mas como muitos dependiam de investimentos do governo nacional e comércio externo, acabaram sumindo com o tempo e se tornando cidades fantasmas.
As únicas que se mantiveram foram algumas grandes metrópoles ou cidades independentes que conseguiram continuar se sustentando sozinhas. Locais dependentes da agricultura foram completamente extinguidos pela falta de solo para o plantio.
Devido a essas subdivisões e o espaçamento cada vez maior entre as concentrações, com o tempo acabaram perdendo o contato entre si, não havia mais jornais ou outros meios de comunicação, somente os boatos falados sobre o resto do mundo, fazendo voltarem a possuírem características de tempos antigos.
Apesar disso, existem algumas poucas pessoas que decidiram fugir dos centros urbanos em ruínas e vivem como viajantes nas estradas e desertos, indo de cidade em cidade, seja ela fantasma ou não, para conseguirem recursos de sobrevivência. Muitos deles acabaram adquirindo certas habilidades, em sua maioria as de caça primitiva (por arco e flecha ou armadilhas) em conjunto com equipamentos da atualidade que ainda funcionam (armas que ainda possuem munição, por exemplo, podendo também usar de armas de choque e cassetetes que eram utilizados por policiais).
Muitos desses viajantes também voltaram a ter outros costumes antigos, como o uso de carne humana como alimento, já que a vida animal é praticamente nula.
Pela escassez de recursos básicos esses viajantes são como forasteiros nada bem vindos e são perseguidos pelas gangues que habitam esses locais abertos em busca de qualquer coisa que vá ser de utilidade a eles, podendo ser eliminados se tentarem escapar para as cidades e forem descobertos pelos vigilantes das fronteiras criadas em algumas cidades para impedirem a entrada de refugiados de capitais que adotaram um ideal de sociedade perfeita (seja ela com a idealização de uma raça ariana ou perseguição de pessoas que não sigam os padrões adotados).
Na maior parte dessas cidades está tentando-se uma retomada de poder por grupos militares ou rebeldes, formando nações totalitárias ou liberais, gerando dois extremos de pensamentos (um democrático e outro autoritário), o que possivelmente poderia gerar novos colapsos, caso esses grupos entrem em contato.

Explicações sobre a cidade mostrada na fic:


A cidade se localiza no subterrâneo, debaixo das ruínas de Seul, mas poderia estar em qualquer outra antiga metrópole conhecida ou área que possuía um alto nível de desenvolvimento.
Lá as pessoas perdem seus nomes originais que são substituídos por uma sequência de letras e números chamados registros. Perdendo assim suas próprias identidades.
São organizadas em uma sociedade controlada pelo efeito de pílulas que impedem de pensarem com a própria consciência, retardando-os até possuírem um comportamento passivo.
São vigiados durante todo o tempo por guardas com os rostos tampados por máscaras, mas que na verdade não escondem nada além de fios e programações.
Trabalham na montagem de peças de androides ou nas hortas, podendo também ser encarregados de auxiliarem os recém-chegados, porém a interação não pode passar de duas pessoas por cada um que chega.
Os dois primeiros trabalhos remetem aos setores conhecidos como primário (agricultura) e secundário (indústria), o que indicaria uma inversão de papéis com as máquinas na nossa realidade. Já a terceira função mostra a manipulação sobre as relações humanas, onde eles são alertados para não contarem como eram suas vidas fora dali ou responderem perguntas que exigem suas opiniões.
Em alguns momentos as pílulas não são eficazes (motivo pela qual pessoas são levadas para dentro para participarem do experimento e serem observados como irão reagir aquela droga, fato que se assemelha ao sistema de experimentação de substâncias nos medicamentos brasileiros. Inclusive deixarei um link para quem quiser saber com detalhes: Link ) o que leva a pessoa a ter surtos de consciência.
Há projetado então um confessionário com um computador em que qualquer um pode ir e contar tudo o que o aflige, recebendo em troca palavras reconfortantes e motivadoras. Essa minúscula sala pode ser comparada com os confessionários das igrejas católicas, mostrando que independente das condições a raça humana sempre busca por algo ou alguém que as mantenha praticando sua fé, mesmo que isso seja um computador, uma mera criação humana.
Qualquer um que vá contra as regras adotadas recebe punições do sistema e é isolado do resto ou então lhe é aplicado uma droga mais forte, pressionando-se uma alienação sobre esse indivíduo, já presente na falta de informações do mundo externo.


Bem, se você conseguiu ler a fic mais tudo isso, você está de parabéns, viu. Pois eu admito ser bastante coisa kkk
Até um próximo jornal o/
Kissus


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...