Daltown Murder- Interativa


Postado

Daltown Murder- Interativa



---Ficha---


“Ou a vida é uma aventura audaciosa, ou não é nada.”
Helen Keller


❎ Dados❎


✖Nome Completo: Louis Marlon Magueur.

❌Apelido: Lou, para os mais próximos, e Marlon.

✖Gênero: Masculino.

❌Orientação Sexual: Bissexual.

✖Idade: Quando Zack morreu, ele tinha 13 anos. Atualmente está com 19 anos.

❌Data de Nascimento: 23/11/1953

✖Signo: Sagitário.

❎ Dados Pessoais ❎


❌Aparência: Criança- Possuía cabelos castanhos escuros e comportados, olhos azuis esverdeados e pele parda. Sua estatura era baixa para sua idade, o corpo magro de canelas finas e o queixo arredondado, abrangendo um sorriso largo de dentes muito bem alinhados e bochechas rosadas.





Adolescente: Louis possui altura mediana de 1.75 cm, os cabelos castanhos aloirados e repicados, mantendo um estilo rebelde e bagunçado. Os olhos escureceram, tomando tonalidade de um azul-piscina marcante. A pele manteve-se parda, com a coloração naturalmente rosada de leve nas bochechas. Os lábios são pouco carnudos, ainda levando o sorriso ladino. A musculatura evoluiu nos últimos seis anos, resultando em um corpo mais definido e delineado, com algumas poucas tatuagens. A barba está por nascer, ainda é rala em sua fase de mandíbula quadrada e maçãs proeminentes.





✖Personalidade: Infância- Tem mente aberta, aprende as coisas facilmente ouvindo, vendo e praticando. É muito hiperativo, não consegue ficar parado por muito tempo, sempre arrumando alguma coisa para fazer. Aberto a novas amizades, mantendo um humor agradável e exagerado.
Um de seus principais defeitos é o orgulho, podendo ser mal-agradecido na maioria das vezes: "Você quis ajudar, eu não lhe pedi nada.", mas se rende quando se vê realmente em necessidade de favores. Pelo lado positivo, valoriza seu intelecto, não vendo problemas na escola, mesmo que se entediasse fácil. Bastante honesto e sincero, acabando por poder magoar alguém por sua falta de cuidado com as palavras. Caracterizam-se por seu otimismo, modéstia e bom humor, até em momentos difíceis.
Pelo lado negativo, muitas vezes chega a ser irresponsável. Um tanto superficial descuidado e inquieto.
Também é muito impaciente, ainda mais quando os outros não seguem o mesmo ritmo que ele. Capaz de sacrificar-se para realizar um objetivo. Isto faz com que, algumas vezes, sejam exigentes demais, consigo mesmo e com os outros.
Muito versátil e se encanta com aventuras e o desconhecido, não se importando se vai ou não ser perigosa sua atitude impensada. Apesar de tudo, é bastante carinhoso com os amigos e familiares, fiável e leal.
Não têm papas na língua quando é preciso recriminar um amigo, mas sabe perdoar quando necessário.
Ama ser o centro das atenções, tendo dificuldade em lidar com o descaso diante si e odeia ser ignorado. É cheio de paixão e energia, complementado por uma mente racional e, ás vezes, distraída. Acaba por inspirar os outros com seu jeito alegre e persuasivo, impulsionando todos para o caminho desconhecido, trazendo animação para todos os lugares em que passa.

Adolescência- Sentindo-se preso pelas obrigações, acabou por adquirir certa rebeldia. Fazendo mais sentido, em seu ponto de vista, usar seu próprio compasso moral do que o dos outros, ignorando as criticas e sensos morais contrários aos seus: "As regras são feitas para serem quebradas".
Continua tendo a mente aberta para novas idéias e experiências e mantêm uma atitude otimista inclusive quando as coisas parecem difíceis. Disposto a lutar pelas boas causas custe o que custar.
Bastante sincero e controlado em seus relacionamentos, mesmo que possa perder a cabeça diante de uma traição. Quando sua relação é estável tenta ser responsável e mais presente, ainda que raras vezes consiga suprimir completamente seu espírito aventureiro. Precisa sentir-se livre e às vezes põe seus interesses profissionais diante dos interesses sentimentais.
Teorias, conceitos abstratos e discussões arrastadas sobre assuntos globais e suas implicações não mantém seu interesse por muito tempo, preferindo agir e comprovar por si mesmo, nem brigas ou preocupações exageradas.
Costuma salta antes de olhar, arrumando os erros ao longo do caminho, ao invés de sentar quieto preparando contingências e válvulas de escape. Ou seja, é impulsivo e faz as coisas sem pensar direito, deixando para se preocupar com o resultado apenas depois e aos poucos.
Tem a capacidade de notar pequenas mudanças, desde uma mudança na expressão facial, um novo tipo de vestimenta, até um hábito abandonado. Percebendo pensamentos escondidos e motivos onde a maioria não percebe. Usa essas observações constantemente, quando está desconfiado fala sobre o que andou observando e fazendo perguntas, normalmente sem qualquer sensibilidade. Algumas vezes se esquece de ser cuidadoso, levando as coisas além do necessário e passando por cima dos sentimentos de pessoas mais sensíveis, ou negligenciar sua própria saúde e segurança.
Manteve seus traços de personalidade da infância, mesmo que agora seja um rapaz provocador e guardando seus sentimentos para papéis e maços.


❌História: Nasceu na França com seus pais, mas tiveram que se mudar aos seus 07 anos para Massachussets, em busca de melhores condições de vida. Seu pai sendo um ex-soldado do exército havia quebrado a perna esquerda, estando desempregado e a esposa passou a trabalhar como padeira, em casa mesmo. Louis ajudava a mãe nas madrugadas, preparando as massas de pão e confeitando, ia para escola de manhã e a tarde cuidava da casa para, em seguida, ir brincar na rua antes do horário de voltar para fazer a janta.
Aos 11 anos, nasceram as gêmeas. Ise já havia conseguido montar um comércio em um bom ponto, estabilizando um pouco a situação financeira. Já Adam, por outro lado, apenas bebia com os amigos do bar onde trabalhava, acabando por sair de casa, sem contar seus motivos ou se despedir. Foi há época em que mais passaram por dificuldades, pois as irmãs eram muito novas, a padaria exigia muito tempo e a não estava mais conseguindo se concentrar na escola, de tanto passar as noites e madrugadas acordado para socorrer as gêmeas com cólica e a mãe com as produções.
Decidiu, por si só, deixar a escola naquele ano. Essa escolha resultou em uma apaziguada nos problemas, mesmo que se entristecesse com aquilo. Trabalhava sozinho na padaria em meio período e cuidava das irmãs em seguida. Acabou por ficar um ano e meio sem estudar, até que sua vizinha se oferecesse para tomar conta das irmãs, isso o fez voltar a estudar e aliviou sua mãe grandemente. Continuaram a viver daquela forma, Ajudando-se em tudo e se provindo de muitas outras experiências.
Já mais velho, com seus 15 anos, arrumou um emprego no bar em que seu pai trabalhava. O homem o frequentava apenas como cliente, trocaram uma só conversa desde aquele dia em que Adam os deixou: "Elas estão prendendo você, o proibindo de crescer, Marlon. Seja igual a mim, fuja e aproveite essa oportunidade", ofereceu-lhe uma proposta de adentrar em uma gangue, que vendia drogas para algumas elites interestaduais. O mesmo negou, demitiu-se e voltou a trabalhar na padaria, sem dizer nada a sua mãe sobre o ocorrido.
Atualmente, sua mãe está mais estabilizada, as gêmeas sabem se virarem, já ele terminou a escola com muito esforço.

✖Família:

-Mãe: Louise Alison Calès (Sobrenome de solteira).
38 anos, 27 de julho.
Padeira.
Ambos possuem uma ótima relação, pois a mulher nunca o proibiu de aproveitar de sua liberdade e desejos. Louis a ajuda sempre no que for preciso, seja no trabalho, casa ou até quando cuida das irmãs. Ise só brigava consigo quando ele se auto-prejudicava, ou seja, quando em suas ações irresponsáveis podiam prejudicar sua saúde e a vida em si. Mas mesmo assim ele nunca reclamou ou ficou contra as broncas da mãe, apenas a abraçava e prometia que estava tudo bem, para poder acalmá-la e em diante tomava mais cuidado com o que estava fazendo.



-Irmãs gêmeas: Heloísa Emmanuelle Magueur e Nicole Francielle Magueur.
08 anos, 16 de setembro.
Estudantes.
As meninas sempre foram muito especiais para si, pois cuidou delas desde que as mesmas nasceram. É super protetor e extremamente ciumento com as mesmas. Emma, ou Isa, é a mais responsável, vive dando broncas no irmão e o lembrando de seus afazeres. Já Fran, ou Cole, é a mais bagunceira, sendo sua fiel escudeira nos afazeres da casa. São grandes amigos, acima de tudo.



-Pai: Adam Jardel Magueur.
54 anos, 24 de setembro.
Gangster.
O pai lhe ensinou tudo para ser como a si mesmo, desde a frieza com os sentimentos (O que não teve sucesso), usar armas, se arriscar, ousar e não depender de ninguém (Emocionalmente foi completamente falho). Adam queria que o filho se tornasse seu confidente, que fosse capaz de deixar tudo sem receios e ir consigo para onde for, mas Louis sempre foi muito apegado a mãe. Isso resultou em um relacionamento horrível entre ele e a esposa. Ambos nunca foram de conversar, apenas quando o pai vinha com suas palavras duras ou barganhas.



❎ Estilo de Vida ❎


❌Gosta: Liberdade;
-Animais;
-Aventuras;
-Conhecer coisas novas;
-Fugir das tradições;
-Momentos em família e entre amigos;
-Crianças;
-Armas;
-Verão;
-Simplicidade e companheirismo.

Desgosta: Se sentir preso;
-Regras exageradas, tradições e preconceitos;
-Ser ignorado;
-Acordar tarde, desperdiçando seu dia;
-Inverno, pois lavar louça no frio é uma tortura;
-Muita sensibilidade;
-Mentiras;
-Traição;
-Ficar sozinho e seu pai, por tê-los abandonado.

✖Hobbies: Criança- Sair pra brincar na rua;
-Jogar bola;
-Fazer barulho em qualquer coisa que produza som;
-Fazer rabiscos em seu livrinho (caderno pequeno de capa verde musgo).

Adolescente- Tocar violão;
-Compor;
-Rabiscar qualquer coisa que ouse chamar de desenho;
-Sair para lugares muito movimentados;
-Brincar com as irmãs.

❌Medos/Fobias: Tem claustrofobia, teme que algo aconteça as irmãs e ratos, mas ninguém precisa saber.

✖Manias Corporais & Comportamentais: Corporais- Focar-se nos olhos da pessoa enquanto conversa;
-Apoiar o punho no lábio inferior e queixo, quando está entediado ou refletindo em algo;
-Sorrir ladino, de modo provocador sempre que quer atiçar alguém, seja a paciência ou no quesito sexual.

Comportamentais- Louis tem a trágica mania de ʹmexer com quem está quietoʹ, acabando por provocar muito as pessoas quando está tentando descobrir algo, arranjar algo para fazer ou apenas por gostar de vê-la irritada;
-Escolhe seus amigos por meio de atitudes, não se importando se a pessoa seja calma ou agitada, boa ou ruim, avalia só se suas atitudes não prejudicaram o relacionamento de ambos, de sua família e amigos.

❌Segredos: Fuma, mas apenas quando se senti irritado ou traído, não tendo confiança em alguém para desabafar.
-Agrediu um estudante no banheiro da escola, aos 14 anos, tudo pelo garoto ter roubado seu caderno de músicas. Coisa a qual não quer que ninguém saiba, escrever músicas e poesias é vergonhoso demais para si e abala seu precioso orgulho.

Arrependimentos: Ter negado a proposta do pai, pois poderia ter dado uma vida melhor a sua mãe e irmãs. Mesmo que corresse o risco de cair nas barganhas de Adam e ser convencido de fazer algo pior, mas mesmo assim não voltaria atrás, já que odiava aquele homem e não suportaria ver sua mãe decepcionada com ele.

✖Roupas: Eu dei uma abreviada, mas se for necessário mando mais...

- Adolescência:

◾Casual:





◾Formal:



◾Pijama:

Ele não gosta de dormir vestido, então essa azul escura e uma branca já lhe é útil.



◾De Banho:



◾Verão:






(ignore a última do lado direito)

◾Inverno:



[img] http://img.aws.ehowcdn.com/intl-620/ds-photo/getty/article/81/192/87464641.jpg[/img]

[img] http://2.bp.blogspot.com/-__Jer2j1rQE/VX4sKlh4kaI/AAAAAAAALy4/Y5T2eJmBSL8/s1600/Rocker-greaser-style.jpg[/img]

De Festa:





-Infância: Casual e verão:





Formal e Festa:


(Ele odiava essas gravatas)




Pijama:





Banho:





Inverno:






❎ Quiz ❎


❓Qual foi seu melhor diálogo com Zack?

-Louis estava na padaria, com Heloísa dormindo em seu colo. Zack o estava fazendo companhia, quando o mais velho lhe contou sobre a ida do pai.

"-Me entristece perder alguém, Zee. Apenas a possibilidade de perder a mim mesmo. – fez uma pausa, olhando a mãe servindo um freguês. – Não quero ser como ele, me perder dessa forma.
-Você não é como ele..."


Palavras que ele leva até hoje, e ficou grato pelo amigo não ter dito mais nada sobre o assunto, pois nunca gostou de palavras de consolo ou sentir que alguém tem pena se si.

❔O que disse ao Zack para confortá-lo depois da morte da sua irmã?

-Preferiu esperar um momento em que os outros tivessem afastados, sentando-se ao lado do mesmo e passando alguns minutos em silêncio. Analisando as palavras, já que nunca foi um bom consolador.

"-Olhar para trás nos trás sofrimento, mas o futuro trás incertezas. Não se perca Zee, ela não iria querer que fizesse alguma bobagem...”

❓O que disse quando proporam a ideia de invadir a casa de Zack?

-Não disse nada, apenas ajudou arrombar a porta. Sem ressentimentos ou remorso.

❔Qual foi sua reação ao ver o corpo de Zack?

-Ele não conseguiu dizer nada, nem manter os olhos na cena. O medo e a insegurança apoderaram-se de si e o deixaram perplexo, conseguindo raciocinar o ocorrido apenas quando ficou sozinho, chorando pela perda. O medo do que aquilo poderia significar, do que aconteceria e o porquê de ter acontecido.

❓Descreva sua relação com o Zack.

-O tratava normalmente, brincavam e conversavam sobre assuntos bobos. Mesmo com a irresponsabilidade do mais velho em suas brincadeiras, os dois mantinham uma boa convivência. Louis não gostava de desabafar e contar sobre suas dificuldades, apenas o fazia quando estava muito aéreo, mas não se importava em ouvi-lo. Zack respeitava seu jeito mais fechado em questão de sentimento, preferindo não usar palavras para confortá-lo de qualquer coisa.
As brigas eram mais por culpa de Lou, que o provocava dizendo que a irmã do mesmo era uma gata, só pra irritá-lo, já que não tinha interesse pela mesma.

❔Qual foi à primeira coisa que disse ao ver o corpo de Zack?

- "Senhor...", nada mais lhe subiu pela garganta naquele momento, nem mesmo para terminar a frase.

❓Como lidou com a morte de Zack?

-No início evitou contato com os outros amigos, para não presenciar o clima pesado e tenso dos demais. Mas com o tempo ocupando a cabeça com o trabalho e as irmãs, acabou superando. "As pessoas vêm e vão, por que são personagens de nossas vidas que nunca ficarão para sempre. Aprenda isso Marlon!", as palavras do pai, no enterro de sua avó na França, estiveram frescas e insistentes em seu subconsciente. Talvez por tantas vezes que Adam tentava destruir suas fraquezas.

❔Como a morte de Zack afetou sua personalidade e sua relação pessoal com os outros?

-A forma como lidou com sua morte lhe trouxe uma ousadia implacável. Ignorando qualquer possibilidade de mudar sua rebeldia e as artimanhas. Apenas exibe um sorriso ladino a todos, nunca mostrando se abalar com criticas ou desfeitas.
Afastou-se um pouco dos outros, já que seu comportamento agradava a poucos, mantém contato com eles como simples colegas ou amigos de farra.

❓Acreditou que foi suicídio?

-Não. Mesmo que Zack mostrasse uma atitude um pouco mais madura, era uma criança e tinha de muito apoio. Duvida que ele possa ter feito isso no final de tudo, ainda mais com as promessas feitas às amigas. E se pudesse provar isso, faria sem hesitar.

❔Tem algum objeto pessoal que o lembra Zack? Por quê?

-Uma fotografia antiga, em que estavam sentados em uma das mesas da padaria. Por que sua mãe quis tirar uma foto de ambos, aproveitando que era um domingo pouco movimentado.

❓Tem algo mais a declarar?

-Desculpe pelos erros, qualquer coisa é só avisar que eu corrijo.

Shelter From The Storm- Bob Dylan





Lendo: A ficha

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...