~MaahMello

MaahMello
Nome: Maria Fernanda
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 4 de Dezembro
Idade: 65
Cadastro:

Ficha pra a fanfic "Victoria's Secret"!


Postado




“Eu comecei isso por ela. Tudo por ela. E vou fazer isso valer a pena, mesmo que no final seja tarde demais para eu salvá-la. Nada que Ava fez por mim será em vão.”

Nome Completo
Zaara Anatoliyevna Talanova.

Z; Zaari; Zee; Zed; Strashno Devushka (apelido em russo usado por seu pai, que significa "Garota Assustadora" na língua dela; ele a chama assim graças a infância dela, aonde ela sempre brincava de fingir que era um pequeno monstrinho e saia pela casa rugindo.)

NOTA: é importante conhecer o sistema de nome-sobrenome russo pra entender seu nome completo; seria algo como Zaara, filha de Anatoliy, do clã Talanov; sistema russo é bem confuso nesse quesito mas eu sou tão apaixonada por esse país, por sua cultura e pelo seu sistema de nome-sobrenome que não consegui aguentar, ela vai ser russa.



Idade
21 anos, quase 22. (nascida dia 27/11)

Aparência
[A linda e maravilhosa Margot Robbie é a photoplayer da Zaara;]







A aparência de Zaara é chamativa, talvez, pelo seu corpo digno de uma modelo e seus claros olhos azuis. Ela se chama de um belo clichê americano, aonde sempre acreditam que uma pessoa de olhos e cabelos claros sempre tem de ser bonita. Já sofreu muito na questão de beleza (do tipo de sofrer bullying porque na adolescência a achavam estranha – imagine quem fazia bullying com ela vendo quem ela se tornou agora! – e isso a fez, com o tempo, ser um pouco vaidosa pelo trauma. A pele, o corpo e o cabelo, por isso, são bem tratados. Tem 1,70 de altura e 54kg, ou seja, um peso até ideal para sua altura e idade.


Personalidade
As atitudes de Zaara sempre são questionáveis.
Digo, não é que ela não é uma pessoa que pode se confiar – na verdade, ela é de extrema confiança. Se ela lhe prometer que fará uma coisa, ela realmente cumpre sua promessa, não importa qual seja a situação na qual é imposta a ela no começo e as consequências que terá no final. Quando é dito que suas atitudes são questionáveis, é simples: ela é uma pessoa extremamente imprevisível. Não dá pra entender seus planos mirabolantes, que estranhamente dão certo com muita frequência, e você nunca sabe seu próximo movimento. Se todo mundo vai sair de um labirinto andando pela direita porque tem um caminho que dará no final, ela irá pela esquerda, e de alguma forma, sempre chegará lá na mesma hora – ou até antes! Ela sempre dá um jeitinho de fazer as coisas. É muito perfeccionista em diversas situações, já que pra ela, se algo tem que ser feito, vai ser feito direito: ela nunca sente que seu trabalho tá completo até que não tenha mais nada que possa se fazer. Isso foi uma característica que ela ganhou com o tempo, assim como sua inteligência, que não é algo que a acompanha desde o nascimento. Ela apenas se tornou inteligente assim por necessidade, por um desejo de se tornar melhor e agradar o pai. Ela é muito esforçada, determinada a cumprir o que ela precisa. Foi puro mérito conseguir chegar aonde ela está. E não importa o quão inteligente ela fica, Zaara continua estudando, crescendo mentalmente, não importa o que ela faça e aonde ela esteja. Sempre tem um livro embaixo do braço, sempre aprendendo algo novo dos mais variados assuntos. Mas, como tudo não são rosas, ela também tem seus defeitos. Por exemplo, seu perfeccionismo a torna bem agoniada em certos assuntos; chega a ser irritante sua atitude quando ela fica preocupada se irá ou não alcançar seu objetivo. Sarcástica o bastante pra sempre retrucar um comentário sobre ela a mesma altura; na verdade, sua língua é bem afiada. O problema é o quanto ela esconde seu lado mais... Emocional. É um tanto frágil quando o assunto são críticas, principalmente em relação a sua aparência e sexualidade, mas se mantém de cabeça erguida e engole seco pra aguentar o máximo até que esteja totalmente sozinha e soltar tudo fora. Companheira, muito, amável aos seus amigos mais próximos e muito, mas MUITO sarcástica com seus inimigos. Caso a tratem mal ou tratem um amigo dela mal, ela vai ser tão fria quanto o próprio zero absoluto. Ela é bem ciumenta e até possessiva, mas mesmo assim tem um senso de liberdade desde sempre. Pra ela, se algo te faz feliz, faça. Ela é aquela pessoa que lhe dará bons conselhos, mas não é sempre que ELA MESMA os seguirá. É um problema seu. Pra ela é "faça o que eu digo mas não faça o que eu faço".


História
Ah, os Talanova. Um drama que só em uma família que tinha de tudo pra ser normal.
Começa com a pobre mãe de Zaara; morreu jovem, com câncer de tireoide, deixando seu marido sozinho com suas pequenas princesas, as gêmeas Ava e Zaara. Era de uma família de classe média-alta de Moscou, sem preocupações financeiras alarmantes e uma grande ligação à arte, que moravam em um bom bairro em uma comunidade segura. Um belo, como Zaara sempre diria, clichê americano, apesar de não estar nem perto de ser de lá. Se mudou com seu pai e sua irmã para a Inglaterra mais ou menos aos 7 anos, graças ao pai, que fora transferido da sede de sua empresa na capital russa para a filial que fica na capital inglesa. E foi, a partir dessa mudança que, aos doze anos, Zaara vivenciou o que ela chama de "período obscuro da minha infância": sempre foi uma ironia, sua irmã e ela sempre foram tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, tanto na aparência quanto na personalidade. Eram tão parecidas, mesmo com Zaara acabando por precisar tanto aparelho quanto óculos e enquanto isso sua irmã precisava só de um aparelho pra ajeitar os dentes. Ava sempre foi mais sociável, e Zaara mais tímida; Ava era popular, Zaara era conhecida apenas por ser "a gêmea da Ava Talanova"; Ava era inteligente, e Zaara tinha sérios problemas na escola, apesar de sua cara que todos cismavam que era mais de nerd do que a cara de sua irmã. E, por isso, enquanto para Ava a escola foi um tempo bom aonde ela criou vários laços com o passar dos anos, para sua irmã gêmea foi o maior inferno, um inferno na Terra. Apesar da grande cara de nerd que todos diziam que ela tem, era só isso que ela tinha. Cara. Era alvo de zoações: os apelidos que davam para ela eram os mais mirabolantes o possível, e mesmo com Ava tentando todo o dia defender ela de tudo que seus tão famigerados amigos falavam, de alguma forma Zaara ainda aguentava fingir que não se importava. Foi quando cansou, simplesmente cansou, decidiu jogar tudo pra cima e cuidar de si mesma. Estudou, muito, e isso a fez ser a primeira da turma pelos próximos anos. É como se toda a inteligência que ela poderia ter foi ativada naquele simples segundo que começou a se concentrar. As zoações diminuíram, apesar de sua aparência ainda ser um problema para eles. Ava entrou em ação aí; ambas tinham tirado o aparelho, e Zaara sofreu uma transformação digna de esquadrão da moda a partir daí: meu deus do céu, foi aí que toda a zoação parou! Assim que completou dezessete, já era considerada uma das meninas mais bonitas da escola, e a mais inteligente. Usou sua beleza como forma de vingança, de alguma forma, mas também pra trazer esperança pra quem também era alvo de chacota como ela era. Quando se formou e entrou na faculdade, foi que seu mundo "desabou": a irmã gêmea dela, Ava, foi diagnosticada com câncer de tireoide, assim como a mãe delas. E todo o dinheiro que ela ia usar pra a faculdade, usou no tratamento de sua irmã. Zaara e seu pai passavam a maior parte do tempo no hospital, acompanhando Ava nas quimioterapias e todos os exames que ela precisava fazer, e a cirurgia de tireoide era muito cara pra eles, surpreendentemente. Zaara estava em desespero, já que, sem a cirurgia, talvez sua irmã não tivesse chances de sair viva nessa. Foi com isso que Zaara conheceu e entrou na seleção de modelos da Victoria's Secret; tanto pra tentar conseguir dinheiro para o tratamento de sua irmã, tanto porque ela sabe que ser modelo sempre foi um sonho de Ava. Ela espera conseguir, antes que seja tarde demais, antes que sua irmã morra. Atualmente, Ava está internada em um hospital, enquanto Zaara participa da seleção da empresa.


Tem algum tipo de medo?
Ela tem medo da morte de sua irmã, de aranhas e de lugares altos até demais.

Alguma espécie de trauma?
Todo seu tempo de escola em Londres foi todo um trauma; ela tem medo de encontrar alguém que fazia bullying com ela na rua, o que acontece com frequência, normalmente fica com raiva ou nervosa. Além disso, a morte de sua mãe por câncer foi um trauma, assim como o diagnóstico de sua irmã gêmea foi um trauma maior ainda.

Algum tipo de mania?
Ela tem a mania de arquear as sobrancelhas quando comenta algo de forma sarcástica ou quando escuta algo que lhe parece estúpido ou errado, e encarar um ponto fixo enquanto está pensando. Isso a ajuda a concentrar, segundo a mesma. Além disso, fala mais rápido quando fica irritada, nervosa e/ou se empolga muito, e só para depois de se acalmar totalmente, e normalmente checa o celular de, no máximo, 10 em 10 minutos, pra checar se seu pai ou o hospital tem alguma informação sobre a irmã dela.


Possui algum tipo de vicio?
Não, nenhum.

Defeitos e Qualidades
Sua sinceridade é tanto uma qualidade quanto um defeito; assim como seu sarcasmo, que ela sempre teme que pode ser usado de forma que alguém saia magoado disso. Além disso, ela também é bem perfeccionista, carinhosa e carismática; como defeito, também temos seu pessimismo, insegurança e sua impaciência. Ela sente que é uma pessoa complicada e se diminui por isso, mesmo com Ava falando que são esses pequenos detalhes que a fazem alguém tão cativante. Seu sarcasmo a torna engraçada, é bem fácil para ela arrancar uma risada de uma pessoa ou outra e ela se orgulha por isso.


Orientação Sexual?
Homossexual, assumida de boas publicamente.

Alguma curiosidade em especial sobre a personagem?
Apesar de sempre ter gostado da profissão de modelo, seu coração sempre foi e sempre será do cinema; fazia teatro desde pequena, e ama atuar.

Ela visita sua irmã gêmea toda a semana e a atualiza em tudo que está acontecendo.

É fluente em russo, inglês e está aprendendo espanhol e francês.

Se envolveria com alguém nesse meio mesmo que lhe prejudicasse profissionalmente?
Se os sentimentos forem verdadeiros, claro que sim.

Tens um bom convívio com as pessoas a sua volta ou és antissocial?
Um dia ela diria que era totalmente antissocial, mas com o tempo vem se tornando mais sociável, a ponto de ter um convívio consideravelmente bom com as pessoas em sua volta, mesmo com insegurança e a sua velha timidez escondida nas sombras.

Prejudicaria alguém nessa seleção para seu próprio “desenvolvimento” na competição?
Justiça acima de tudo; claro que não!

(no começo eu ia fazer ela bem bad bitch vilã odiável, mas eu não sou tão boa em fazer personalidades assim... Quase que aqui foi "sim", hein, QUAAASE. Mas ela não prejudicaria alguém, se for pra ganhar, é pra ganhar de forma justa.)

Hobbies
Ler ; Ver filmes ou ler/assistir críticas de filmes ; Ir ao hospital visitar sua irmã.

Gostos/Desgostos
Musicais, filmes, músicas indie rock e a cidade de New York.
Seus gostos sempre envolveram muito o que seus pais construíram sob ela: gosta de sentir-se segura, graças à fina camada de super-proteção que seu pai decidiu que ela e sua irmã deveriam ter desde pequena; de lugares com temperatura nem tão fria e nem tão quente, beirando aos 25 ou 24 graus (mesmo com o frio gritante da Rússia, ela sempre foi acostumada mas não gostava!), e de momentos que a possibilitem de sentar-se, tomar uma velha xícara de café ou chá, ver algum filme (principalmente clássicos do cinema como Carrie, a Estranha de 1976, Grease, Star Wars e De volta pro futuro, ou algum filme atual que tenha sido indicado ao Oscar ou ganhou algum Oscar) e esquecer os problemas que a rodeiam. Conversar com alguém, desabafar sobre o que ela precisa desabafar, e saber que atualmente ela tem alguém com quem contar, com certeza, são coisas que a enchem de alegria e calma até nos momentos mais tristes. Poder escutar Ava rir, apesar de toda a situação por qual ambas passam, e ver seu pai sorrir pelo menos uma vez ao sair do quarto de Ava no hospital. Ela gosta de boas notícias e de que tem certeza que a gêmea pode melhorar.


Por outro lado, quando é pra odiar alguma coisa, ela odeia de verdade.
Não suporta qualquer tipo de rótulos, preconceito, de ter que aguentar idiotas falando merda sobre os outros: abomina estereótipos, revistas de fofocas sobre celebridades, NADA desse tipo a atrai. Ela não come carne, é vegetariana e na verdade odeia chocolates. Sim, um choque, ela odeia chocolate. Não gosta de ficar perto de pessoas que colocam as outras pra baixo para se sentirem superiores, de uma sociedade extremamente machista e homofóbica. Injustiças a deixam irritada. Odeia pensar em um futuro pessimista pra a irmã, principalmente pela situação que ela está. Não gosta de jeito nenhum de pensar na morte.


Um esteriótipo?
She's not a fan of stereotypes. Porém, eu buguei muito quando fui preencher aqui e nem fiz nada. :V

Uma música que define a personagem de certa forma?
Pode ser mais de uma? Eu tô entre “Loser Like Me” de Glee e “I Don't Care” da Ariana Grande.

Uma música que define amorosamente a personagem?
Com certeza, é “The Only Exception” de Paramore. Eu amo essa música muito, e parando pra pensar, ela combina com a Zaara.

Está de acordo que promete acompanhar sempre a Fanfiction e comentar sempre que possível?
Sim senhora capitã!

Está ciente de á partir de agora teu personagem me pertence?
Sim senhora capitã!²

Algo á mais?
Quando fica com raiva, ela sai gritando em russo rápido e sem parar, um hábito que pegou de seu pai quando pequena.

Por enquanto só essa, mas como eu sou uma pessoa que tem surto criativo do nada, eu com certeza voltarei aqui pra editar o campo "Algo a mais" e vai ter alguma curiosidade a mais sobre a Zaari aqui. Eu te aviso caso eu faça alguma alteração, love. :")



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...