~MacKenzieBlake

MacKenzieBlake
Nome: I'm Boss Ass Bitches
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha - Fanfic Away From Home


Postado

Ficha - Fanfic Away From Home

~Cansei de me esconder~

❅Nome Completo ❅
R: Annelise Meridith Schumacher

❅Apelido ❅
R: Annie, Lizzie, Schumacher, Queen - Annie era como sua mãe lhe chamava, por isso ninguém a chama assim. Lizzie e Schumacher são os apelidos mais comuns e usados por todos. Queen é o apelido mais usado entre seus melhores amigos.

❅Idade ❅
R: 17 anos

❅Aparência ❅

















Annie tem o corpo delicado, sua pele é pálida, quase sem cor, e macia como pêssego, tem delineadas e jeitosas curvas. Tem pouco mais de 1,70 m de altura e pesa 54 kg. Seus cabelos são compridos e vão até pouco mais da metade de suas costas eles são castanhos claros, porém, tem horas que eles aparentam ser escuros, o que da um contraste perfeito com sua pele. Tem rosto fino, bochechas rosadas, intensos olhos azuis claros, nariz fino e lábios grossos. Dona de um sorriso estonteante e que arranca suspiros facilmente. Seus ombros são medianos e acompanham o formato do seu corpo, tem seios fartos, coxas médias assim como seus quadris e cintura fina. Ela possui dois piercings no nariz, tem dois piercings na orelha direita, cinco na esquerda, uma tatuagem de Henna no antebraço esquerdo e uma tatuagem debaixo do braço direito. A smooth sea never made a skilled sailor. Um mar liso nunca fez um marinheiro hábil.









Photoplayer: Bruna Unzueta

❅Personalidade ❅
R: Annelise é notada e adora ter uma corte ao seu redor para que seja admirada, talvez essa tenha sido uma das poucas características que puxou de sua mãe. Flamejante, extremamente popular, inteligente, Annie adora zoar de um regime particular. Ela sabe se afastar daqueles que a incomodam e fazem sombra sobre ela (se aproveitam dela). Ela é forte e sabe se impor e permanecer na liderança.

Sempre falando de forma calma, porém séria. Annelise seria um meio termo quando se trata de paciência, não tem muita nem pouca, apenas o ideal. Ela é gentil, generosa e prestativa com as pessoas sempre dando um de seus enormes sorrisos entre as conversas. Ela é uma boa ouvinte, por isso é considerada uma ótima conselheira. Com seus amigos, Lizzie não muda muita coisa, apenas é um pouco mais divertida e gosta de fazer brincadeirinhas bobas.

Calorosa, divertida, positiva e muito criativa, Annie é leal, racional e íntegra. Aprecia o poder e tem todas as qualidades para ter sucesso tanto pessoal como profissionalmente. Seu brilho natural e fluência verbal fazem com que às vezes ela pareça muito autoritária.

Ela é, então, muito calorosa e sua criatividade e inteligência não deixam indiferença. Uma jogadora, ela sabe captar a atenção para, enfim, arrebatar o seu círculo.

Annie é uma lutadora que quer ter sucesso e fará tudo ao seu alcance para subir os degraus, um a um. É tenaz e não suporta o fracasso, porém sabe admitir quando está errada. Gosta de deixar sua marca em tudo o que toca e em tudo aquilo que lhe é pedido. Ama a perfeição e está convencida de que pode alcançar esse nível de excelência sozinha.

Ama dar seu conselho, sua impressão, sua opinião. Ela tem necessidade de reconhecimento antes de qualquer coisa! E quer, com frequência, impor suas ideias e seu ponto de vista.

Annie não fala muito de relação amorosa com os outros, muitas vezes as pessoas acabam achando que ela nem liga pra isso, mas mal sabem eles que ela é daquele tipo de pessoas em que acredita em alma gêmea. Para ela, amor é sinônimo de compromisso eterno!

Quando encontra “sua alma gêmea”, Lizzie se torna mais carinhosa, gentil, mais bondosa, mais alegre, afetuosa, mais paciente, na maioria das vezes está sempre de bom humor, smepre está com um sorriso no rosto e ela sempre está tentando demonstrar seu amor.

Conquistadora e dominadora, ela sabe impor a seu par a lei de seus desejos imperiosos e de suas fantasias sem inibições. Dotada de uma sensualidade poderosa e de um forte sex-appeal, ela precisa ser admirada não só por sua inteligência, mas também pelo seu corpo.

Exigente, com certeza! Mas nunca egoísta. É preciso que seu par demonstre sua admiração para que ele tenha direito sobre a parte da desprovida de qualquer inibição e cheia de paixão. Usa criatividade para persuadir o ser cobiçado. Muito elegante, Annie apaixonada é romântica que sabe usar de artifícios para que a escutem e a notem. Ela gosta de ser mimada e amada.

Tudo aquilo que está relacionado com o brilho e dominância a atraem: o Sol, a luz, o ouro, a paixão...

É sincera, correta, prestativa, leal e íntegra! Seu forte carisma faz dela uma pessoa sem igual! Ela é capaz de proteger as pessoas que considera mais fracas do que ela até que elas possam encontrar autonomia suficiente ao trazer uma confiança interior pouco comum, o que faz dela uma líder muitas vezes idolatrada. Ela não é ingênua e não se deixa enganar pela bajulação.

Uma coisa que Annelise não faz é desmerecer e julgar as pessoas, apesar de sua personalidade bastante forte, ela acho uma coisa imoral e jamais faz isso. Além disso, muitos acham que ela é metida, mas quando a conhecem bem, descobrem que estão errados.

Um de seus defeitos é que Lizzie desperta ciúmes e muitas vezes é tida como arrogante, inflexível e manipuladora. Por vezes autoritária, sua firmeza a abandona.

Como definir Lizzie? Bom, Lizzie é aquela vilã que todos adoram, a abelha rainha do grupinho, ou como a mesma gosta de dizer a Queen of The Bitches (Rainha das vadias). Não se deixe enganar por aquele lindo rostinho, se for necessário, ela fará de tudo para prejudicar aqueles que ameaçam a si e a seus amigos. (ela seria tipo uma Alison de Pretty Little Liars)

❅Sexualidade ❅
R: Bissexual - Ela já namorou alguns garotos, mas apenas ficou com garotas, nunca chegou a namorar de fato.

❅História ❅
R: Há certo tempo na Califórnia, duas das famílias mais ricas e poderosas dos Estados unidos, os Graysons e os Schumachers, decidiram formar um acordo. Esse acordo dizia que a Amber, a única filha do casal Grayson, seria destinada a casar com Samuel, o filho mais velho dos Schumacher. Até ai nada muito diferente, já que famílias com bastante posses costumam arranjar casamentos para continuarem no poder. Amber e Samuel se casaram cedo, ela com 17 anos e ele com 21 anos.

Os dois nunca tiveram uma ralação muito boa, sempre foi aquele negócio de ser uma coisa linda e maravilhosa de dar inveja a todos, mas que na realidade não passava de uma completa enganação. Eles praticamente não se falavam. Isso já estava ficando evidente, e como uma forma de ocultar tudo, Amber e Samuel decidiram ter filhos para mostrar a todos que tudo estava bem. Amber tentou engravidar diversas vezes, porém ela sempre sofria abortos naturais. Somente depois de dois anos de casamento, Amber acabou ficando grávida e dando a luz a uma menina.

Annelise nasceu no dia vinte e seis de julho, num dia gélido de inverno. Lizzie nasceu prematura e consequentemente muito pequena. Aos poucos a menina foi ganhando o peso e o tamanho de uma criança normal. Ela era o xodó da família, principalmente de seu pai. Samuel era um bom homem, e sempre que podia cuidava da filha. Já Amber não gostava muito da ideia de ter que carregar um bebê, para ela bebês sempre foram como uma espécie de acessório, só para mostrar aos “amigos” que tem; com isso ela sempre deixava as empregadas cuidando de Annelise.

Anos já haviam passado, para ser específica, sete. A família Schumacher estava começando a falir, e isso deixava Amber muto aflita. Ela então decidiu ter um caso secreto com Conrad Harrington, um grande amigo de seu marido, e bastante rico também. O plano de Amber era que quando os Schumachers finalmente falissem de vez, ela se separaria de Samuel e se casaria com Conrad para continuar a ter a boa e muito confortável vida que tinha. Porém, um dia Samuel chegou em casa e acabou descobrindo todo o plano de Amber.

Samuel morreu no mesmo dia por um ataque cardíaco devida à alta emoção que teve. Nunca ninguém soube o porquê da morte repentina de Samuel, e Conrad e Amber fizeram questão de ninguém nunca saber, sendo assim divulgada a morte dele como ataque cardíaco por alto estresse no trabalho.

Com Samuel morto e agora viúva, Amber se viu livre para se casar com Conrad. Um ano de casamento depois, Amber teve Alycia.

Quando Annelise completou onze anos, sua mãe tentou lhe ensinar tudo o que sua avó tinha lhe ensinado. Todas aquelas regras de etiqueta, o que falar ou não numa festa do chá, com quem falar, o que fazer e como escolher o marido perfeito para poder dar tudo o que ela quisesse.

Lizzie nunca deu muita atenção para o que a mãe dizia, pois sempre achava aquilo tudo uma grande bobagem. Foi a partir daí que a relação das duas começou a ficar ruim.

Annie nunca gostou de Conrad, e fazia questão de deixar isso claro, mesmo Conrad fazendo de tudo para agrada-lá, até mesmo a chamando de filha. Em raros momentos você poderia ver eles conversando pacificamente, ou até mesmo os dois dando boas risadas, mas como disse, em raros momentos…

Conforme foi crescendo, Lizzie continuava desobedecendo e não ligando para o que sua mãe dizia ou fazia, alegando ser uma completa idiotisse e futilidade da parte dela, tirando Amber facilmente do sério.


Mas a gota d'água foi quando uma revista famosa fotografou Annelise saindo de uma balada com alguns amigos completamente bêbada, drogada e fora de si. Ela e sua mãe tiveram uma péssima briga. Sua mãe até lhe deu um tapa na cara e ameaçou mandar ela ir embora de casa. Conrad até tentou defender Annie, mas não teve jeito, a garota pegou suas coisas e foi embora de casa, levando as coisas que ela achava necessárias, como suas câmeras de fotografia, um álbum onde colocaria a foto de todos os lugares que fosse, suas roupas e coisas do tipo, além de um cartão de crédito que “roubou” de seu padrasto. Ele sabe que ela pegou o cartão, por isso sempre deposita uma certa quantia nele.

❅Família (Relação, aparência,idade,parentesco e etc...) ❅

Mãe - Amber Harrington Grayson -



Amber tem 39 anos. Ela é aquelas típicas damas da sociedade, ou seja, ela não trabalha, só faz ações voluntárias (tipo fazer aquelas festas beneficentes chiques) Amber quer que Annelise seja como ela. Se case com um homem rico, seja reconhecida por seu sobrenome, tenha ótimas posses, sempre esteja bem arrumada e use roupas caríssimas, e principalmente seja idolatrada por todos onde chegue.

Pai- Samuel Schumacher-



Se estivesse vivo teria 43 anos. Samuel morreu de um ataque cardíaco após descobrir que sua mulher o estava traindo com seu melhor amigo, Conrad. Samuel era um importante empreendedor da região. Ele morreu com 33 anos. Annelise não lembra de muita coisa sobre ele, só que era uma boa pessoa.

Padrasto- Conrad Harrington-



Conrad tem 41 anos. Ele é um político muito importante e muito famoso mesmo. Conrad e Amber se casaram quando Annelise tinha oito anos. Conrad tenta agradar Annie e a trata como sua filha, ele até a chama de filha, mesmo ela não gostando. Lizzie e Conrad não se dão muito bem (ou melhor, ela que não gosta dele) porém sua relação com Conrad é muito melhor que a relação com sua mãe.

Meio irmão- Timoty Harrington-



Timoty tem 19 anos. Ele é estudante de direito. Timoty é filho apenas de Conrad, de seu antigo casamento. Ele é aquele típico playboy que é bancado pelo pai e adora garotas e baladas. Ele e Annie trocavam algumas palavras, mas eles raramente se viam, já que Timoty morava em uma daquelas fraternidades de universidades.

Irmã- Alycia Harrington -



Alycia tem 8 anos. Ela e Annelise se dão muito bem, mesmo a garotinha não entendendo o motivo da irmã mais velha brigar com seus pais. Elas sempre conversam, fazem brincadeirinhas, e adoram pregar peças nos funcionários da casa. Lizzie só se sente triste pela irmã ser mais flexível e manipulável, fazendo com que Amber possa colocar suas ideias ridículas e mesquinhas na cabeça da garota com facilidade.

❅Motivo de querer sair de casa ❅
R: Annelise sabe que nunca pode reclamar da vida que tinha. Cercada de empregados que faziam tudo o que ela queria, roupas caras, tudo do bom e do melhor, basicamente tudo o que queria ela tinha.De fato, o modo de vida que levava, com certeza não foi um motivo. Annie saiu de casa após ter uma briga feia com sua mãe, ela praticamente havia sido despejada de casa. Quem vê acredita que Annelise é apenas mais uma daquelas garotas rebeldes e revoltadas clichês que fogem de casa porque brigavam muito com os pais e que queria escrever seu próprio destino, quando na realidade Lizzie apenas queria se afastar daquelas pessoas fúteis que ela era obrigada a chamar de família, principalmente sua mãe.

❅Relação com

➣Amigos
R: Ela irá defende-los e protege-los até o último minuto. Lizzie é muito leal, sincera, brincalhona, adora dar sua opinião e conselhos sobre tudo, sempre está disposta a ajudar os outros. Ela é aquela amiga super ligada na moda, ama conversar sobre diversas coisas, adora ajudar os amigos no quesito moda e na vida amorosa.

➣Autoridades
R: Fala com certo desdém e deboche, principalmente quando fazem uma pergunta idiota, em que a resposta seja óbvia. Entretanto, ela fala com certa moderação para não se encrencar muito, além de que quando ela percebe que respondeu alguma pergunta óbvia ela pede desculpas.

❅Gostos ❅
R: Frutas e doces.
• Frio.
• Lugares quentes onde possa ler e escrever.
• Caminhar.
• Ler e escrever poesias.
• Brincadeiras bobas.
• Escutar música.
• Passear com os amigos.
• Pensar que tudo vai dar certo.
• Mostrar que pode conseguir algo quando dizem que ela não conseguiria.
• Provar que ela não é apenas bonitinha, e sim que tem várias qualidades.
• Fumar.
• Tirar fotos.
• Seu rímel
• Moda e tudo relacionado a mesma (roupas, maquiagens e sapatos).

❅Desgostos ❅
R: Quando tudo dá errado
• Pessoas que julgam.
• Que desmereçam os outros para se sentirem melhores.
• Que falem mal das pessoas ou dela, sem saber se quer a história da pessoa e/ou pelo que ela passou para estar lá.
• Pessoas inconvenientes.
• Quando mente, são falsas e fofoqueiras.
• Que abusem de sua boa vontade e prestatividade.
• Que tentem a fazer de trouxa.
• Que pergunte sobre sua família.
• Dias chuvosos ou nublados, quando não consegue ver as estrelas e a lua.
• Que mexam em suas coisas, não que tenha algo para esconder, só acha desnecessário a pessoa sem autorização mexer no que não é dela.

❅Manias ❅
R: Tirar fotos por onde vai e colar em seu álbum.
• Fazer caretas quando pensa sozinha.
• Falar sozinha
• Morder os lábios







❅Medos/Traumas/Fobias ❅
R: Annelise costuma ser corajosa e valente diante das muitas dificuldades e obstáculos que a vida traz e não recusa nenhuma luta, enfrentando direta ou indiretamente qualquer problema que a vida lhe apresentar. No entanto, por trás de tamanha valentia, existe um medo secreto de não se sobressair pelas suas qualidades, sejam elas físicas, emocionais ou mesmo mentais.

Ela tem as seguintes fobias: Aracnofobia - Aranhas
• Claustrofobia - Lugar fechado e pequeno
• Cleitrofobia - Medo de ficar trancado em lugares fechados
• Coulrofobia - Medo de palhaços

❅Se automutila? Bebe? Fuma? Se droga? ❅
R: Sim. Ela já usou drogas, como cocaina, maconha e LSD, mas atualmente ela só fuma cigarros e bebe um pouco. Ela só fuma quando briga com sua mãe e seu padrasto ou seja, constantemente…



❅Roupas Habituais ❅

- Roupas casuais -











- Roupas para sair -











- Pijama -



- Roupas de frio -







- Roupas de calor -









❅Itens que levou quando fugiu ❅
R: Seu celular e seu MacBook e acessórios dos mesmos (carregador, fone de ouvido e carregador portátil), sua máquina fotográfica e algumas lentes para ela, duas câmeras Polaroid, um álbum onde colocaria todas as fotos dos lugares que passaria, roupas, sapatos, uma maleta de maquiagem um cartão de crédito que “roubou” de seu padrasto, algumas comidas, dinheiro, garrafinhas de água, duas mala pra colocar todas essas coisas e sua última foto com seu pai, que foi no aniversário do mesmo.


















❅ Algo a mais? ❅
R: Antes de dormir Lizzie sempre olha para as estrelas. Ela é tão apaixonada por elas que às vezes ela se pega conversando com elas (esquizofrenia? Talvez… brincadeira), ela acredita que quando olha as estrelas, é como se ela visse e falasse com seu pai, além de ser uma forma de ficar mais perto dele. Em sua cabeça, quando ela faz cagadas e burrices e sempre da um jeito de concerta-lás, ele está sempre olhando, sorrindo e dizendo “Essa é a minha garota” (frase que ele dizia quando ela era pequena e conseguia algo).


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...