~MaduCure

MaduCure
M. E. Cure.
Nome: M. E. Cure.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Canoas, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Fichas para "A Canção dos Fogos de Inverno (interativa)"


Postado

Ficha para Fada:

Nome: Áurea (não possui sobrenome).

Idade: Tem a aparência de quinze luas, mas não se engane; ela é uma fada que já viveu mais de mil anos.

Aparência: É uma menina de cabelos loiros e aspecto sonhador e romântico. usa um vestido feito de sedosas pétalas amarelas e apresenta duas asas duplas de borboleta. Tem lábios carnudos e olhos verdes, sempre marejados, como se estivesse prestes a chorar de tristeza. É baixa e pequenina, aparentando ser uma criança perdida na floresta.

Personalidade: Áurea é, no minimo, perturbada. Apesar de sua aparência angelical ela é alguém feroz e selvagem, como um animal. Muitos anos atrás ela era amorosa e inocente, mas tudo isso acabou quando ela engoliu espíritos (ver História) e foi colocada em um sono astral, de onde não pode ser acordada por ninguém, se não o descendente da pessoa por quem ela já nutriu um forte sentimento de carinho. Seu espirito, fora de seu corpo, vaga pela floresta de onde foi posta para dormir pelas outras fadas, e ela sempre tenta matar quem entra naquela floresta, mas só é capaz de assustar, pois não pode tocar nas pessoas em sua forma astral, que é rápida, chorona e berrenta. Ninguém acha seu corpo adormecido a mais de três séculos. Basicamente, ela é vazia e não possui uma personalidade definida se não a de um leão ou lobo irritado e mortal.

História: Áurea nasceu de um botão de flor que estava prestes a morrer, que brochou e faleceu depois de produzir um óleo mistico; que era Áurea. Ela foi encarregada de cuidar de todos os botoes de flores, não deixando-os morrer e partir antes que alguma fada nascesse deles. Num bela dia de Primavera, quando os botoes de flores estavam muito bonitos, uma menininha foi pegar uma flor, encantada com a música que Áurea produzia com sua flauta. Áurea ficou espantada por ver uma humana e se fascinou com a garotinha, apaixonando-se por ela e permitindo que a mesma levasse um buque daquelas flores que cuidava, se a mesma prometesse vir todos os dias de sua vida naquele jardim que ela estava. A menininha prometeu e foi embora, deixando Áurea com sua música e solidão. Se passaram dias e a menininha não apareceu e isso deixou a fada triste e depressiva, chorando sobre as flores e manchando-as com suas lágrimas. Na cultura das fadas dizem que flores que são manchadas com lágrimas atraem espíritos, pois ficam carregadas com mágoas e tristeza. Dito e feito, os fantasmas daquela região ocuparam cada flor do jardim que Áurea cuidava e passaram a sussurrar suas tristezas para a fada. Então ela parou de conseguir produzir sua música alegre e foi tomada pelas vidas passadas dos fantasmas pouco á pouco, engolindo-os cada vez que comia uma flor do seu próprio jardim e, logo, não haviam mais flores e todos os espíritos ficaram alojados dentro de sua alma, fixados nela como se fossem cola. Quando uma fada amiga foi visitar Áurea, depois de séculos, a fada guardião das flores matou-a e a engoliu por inteira, pois já estava em uma forma humana por causa das almas que comeu. As fadas então, souberam do ocorrido e resolveram que não iriam matar Áurea, pois a fada não respondia as suas ações. Então, aprisionaram ela em um sono profundo e astral, onde apenas o/a descendente daquela garotinha poderia acorda-la. A história de Áurea virou lenda e ninguém acha que é verdade, por isso contam essa história para crianças, como lição de moral que você deve sempre ser feliz com o que tem, se não os espíritos podem possuir você. Não acham o seu corpo á séculos e ele está abandonado na parte mais profunda da floresta, onde seu corpo repousa, seu peito descendo e subindo, seus olhos fechados e sua boca costurada com magia, para ela não engolir mais ninguém.

Opção Sexual: bissexual.

Poderes: Possuía o poder perfumoso das flores, podia até faze-las crescer se tocasse música para elas, mas quando foi possuída pelos espíritos perdeu essa capacidade e ganhou o dom de engolir as pessoas por inteiras e ainda possuir o corpo delas por pouco tempo (o suficiente para ameaçar ou alertar alguém).



Ficha para Caçador:

Nome: Catarina DeLa Rosa.

Idade: 26 luas.

Aparência: Catarina tem penetrantes olhos castanhos, que parecem tirar sarro de você cada vez que a pessoa olha para seu rosto. Seus cabelos são naturalmente negros e longos e ela não os corta de jeito nenhum, dizendo que é dai que vem sua força. Sua pele é bronzeada e com diversas cicatrizes, as quais ela exibe com orgulho. É alta e tem postura determinada.

Personalidade: A mulher é muito provocante, comparada a uma prostituta em muitos lugares que vai, mas, ao contrário das prostitutas, ela não é nada frágil. Tente tirar vantagem dela que você com toda certeza vai acabar com uma flecha enfiada lá no.... Você sabe. Calculista, tirana e cretina, ela sabe como virar popular nas cidades rapidinho e criar uma boa reputação de melhor do ramo também. Como ela mesma diz "posso não ser um homem, mas sou tão forte quanto aqueles bárbaros". Tem a personalidade de uma rainha, mas não é nada mimada. Sabe dar ordens e ser uma líder, mas prefere ficar na retaguarda e atacar como pode, sem mandar em ninguém. É esperta e sarcástica, divertida e sedutora, forte e cruel com seus inimigos. Com Catarina perdão e piedade não é uma palavra que existe. Pode muito bem manipular as pessoas para seu bel prazer e vontades, mas se não consegue o que não quer ela apenas revira os olhos e dá de ombros, como se desde o começo ela não quisesse aquilo de verdade e estivesse entediada. Não trabalha muito bem em grupo, pois sua personalidade é muito ácida e irônica aos olhos dos outros. Não tem amigos, só ela mesma e para ela basta.

História: Catarina nasceu em uma vila pequena, onde ninguém sobrevivia por muito tempo por conta da fome e as meninas eram sequestradas de mês em mês, para serem dadas ao bispo da igreja como "oferenda religiosa". Ela sempre foi muito trabalhadora e, sendo filha do bispo, ninguém mexia com ela. Em seu aniversário de quinze anos seu pai lhe chamou e simplesmente disse "você será prometida em casamento para um herdeiro do reino mais próximo. É um lugar pequeno, mas que pode conquistar muitas terras com guerreiros fortes.". Mas é claro que ela não aceitou. Por que? Ora, Catarina era alguém independente e que, com toda certeza, não ficaria arrastando saia para um moleque mimado e tarado. Ela juntou suas coisas, cuspiu na cara de seu pai nojento e foi embora, destinada a enfrentar a ira do herdeiro mimado e sua família rica. Não iria se render ao casamento sem antes fazer uma bagunça danada, disso tinha certeza, pois queria viver a vida. Foi o mais longe possível, sem deixar rastros e arrumando um nome falso "El Diabo", pois sua reputação de Caçadora já estava crescendo assim que ela matou um anjo no sudoeste de sua vila (pode acreditar, não foi nada fácil, e, na verdade, o anjo não morreu. Ela barganhou com ele e disse que deixasse algum corpo mutilado em seu lugar, com asas falsas). Apesar de ter sido fácil a garota achou um Caçador de verdade em seu caminho e pediu que ele a treinasse. Dito e feito, ela aprendeu a se defender. Até hoje ela ainda é chamada de El Diabo e seu "noivo" ainda manda tropas para procura-la, mas ela nunca se deixa ser levada, sempre saindo de cena com um sorrisinho convencido e uma palavra em Espanhol (algo como "adeus, queridos estúpidos"). Seu único motivo para caçar é querer liberdade e sabe que o herdeiro vai pega-la alguma hora, então aproveita ao máximo.

Opção Sexual: Heterossexual.




Ficha para Vampiro:

Nome: Seth Zacharya Finley Roy.

Idade: 361 anos, mas aparência de 28.

Aparência: Seth tem olhos de duas cores diferentes; uma é azul e a outra é castanho. Seus cabelos são negros e seu rosto é pálido, assim como toda sua pele. É muito alto e forte, mas magro e com dedos finos (dedos que são apropriados para tocar piano :3). Suas presas são como agulhas e sempre saem de sua gengiva.

Personalidade: Mimado e violento, é o que mais descreve Seth. Ele sempre teve o que queria no momento exato em que mandava, então está muito acostumado a dar ordens e não ser contrariado. Quando é desafiado pode se tornar possessivo e cruel, maligno e perigoso. Ele é esperto o suficiente, mas não o bastante para capturar Catarina. Ele não tem pena de ninguém e possui muitos aliados e um amante (que não é muito importante, mas seu nome é Alexander). Seu ataques de fúria são violentos e brutos, assustando todos ao seu redor. Ele é um monstro sem compaixão e sem nem um pingo de amor desde que Catarina fugiu dele e negou suas riquezas. Ele não ama seu amante de verdade, apenas o usa, mas Alexander não se importa muito, pois o status de amante do rei é algo muito almejado.

História: Seth foi escolhido para se tornar vampiro por um culto que seus pais frequentavam, mas ele era herdeiro de um reino (aquele que queria a Catarina, sacas?) e tinha uma paixão indescritível por Catarina DeEl Rosa, achando-a interessante e perigosa, como uma boa fêmea e rainha devia ser para ele (ele já planejava transformar ela em vampira na lua de mel). Mas a maldita, é claro, fugiu. Nessa fuga Seth teve um ataque, matando milhares de seus súditos e sua família também. Como ele já havia desligado seus sentimentos nenhuma culpa o invadiu e procurar e ter Catarina passou a se tornar algo de seu orgulho. Ele queria encontra-la e machuca-la, não transforma-la em vampira, mas dar sangue o suficiente para ela virar imortal e seu saco de sangue. Ele iria tortura-la pela eternidade. Desde então ele vem fazendo buscas e se tornando um rei cruel e temido, conquistando reinos e matando centenas de pessoas.

Opção Sexual: Bissexual.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...