~Mariana980

Mariana980
Nome: Mariana
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 21 de Março
Idade: 13
Cadastro:

Minha Ficha


Postado

''Tenho o Ódio de Kaori mas amo Kou''

Nome: Misaki(significado:Florescer da beleza,tem origem no japão, foi a mãe que colocou,gosta pelo fato do significado lhe lembrar uma flor,e como uma flor, toda beleza demora a florescer mas uma hora brilha em abundancia,não é muito popular no lugar onde vive).
Sobrenome: Reiko (Significado:Criança encantadora, sobrenome por parte de mãe).
Apelido:Seu apelido é Miko,gosta pelo fato de ser composto pelo Mi de seu nome e pelo Ko de seu sobrenome.
Idade:16( Nasceu dia 21 de fevereiro de 2000 no hospital particular Coração de Deus,nasceu na primavera as 04:34 PM, signo:Peixes)
Nacionalidade:Europeia
Aparência:(Carly Rae) link da aparência: http://www.kboing.com.br/fotos/imagens/505c5f9898658.jpg
foto bônus: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/f2/1f/5f/f21f5fe17679a7be120186f40dbec999.jpg
Personalidade: Misaki é uma garota dócil e gentil,tenta ao máximo fazer o que os outros esperam dela e gosta de pensar que existe bondade em todas as pessoas,uma coisa que Misaki leva a serio é a amizade,mexeu com suas amigas,mexeu com ela,ela não suporta injustiça e arrogância,é dedicada e protetora,é esforçada e engraçada, tenta sempre elevar o humor de quem esta cabisbaixo fazendo piadas e brincadeiras,mas não deixe Misaki com ciume,ela pode ser extremamente ciumenta quando precisa ser.
Historia:Misaki estava passando por momentos de turbulência em sua família,os pais estavam no meio de um processo de divorcio,as coisas estavam complicadas pois ambos brigavam pela guarda da filha e Misaki se sentia culpada por ser o motivo de tantas brigas e problemas,passava as tardes trancada em seu quarto ouvindo musica alta para se acalmar, essa situação estava sobrecarregando a garota que tentava mostrar ao máximo que não estava abatida.Certa tarde Misaki resolveu que iria até a biblioteca procurar em alguns livros de poemas inspiração para suas musicas,voltou quando a noite já estava caindo,o céu estava em tom alaranjado pelos últimos raios de sol que se punham,chegou em casa e viu sua mãe caída de joelhos no chão da cozinha suas mãos e roupas cobertas de sangue, inicialmente Misaki imaginou que era o sangue de sua mãe mas foi então que ao se aproximar viu o corpo de seu pai caído no chão,sangue a sua volta,seus olhos semicerrados,Misaki caminhou até sua mãe, lagrimas desciam pelo rosto da jovem,sua respiração estava acelerada,a mãe da garota a olhou,seus olhos mostravam culpa e desespero:
-Eu o matei...-sua voz estava embargada-...Ele entrou em casa me xingando...dizia que eu estava fazendo sua cabeça contra ele...E-ele me bateu...Ele me bateu varias vezes...F-Foi então que eu peguei a faca...Ele...Ele riu de mim e eu enfiei a faca em seu peito...EU SOU UM MOSTRO!!!!Eu não tinha o direito de mata-lo!!-Sua mãe caia em prantos,seus olhos derramavam rios de lagrimas,ele tremia muito,Misaki se ajoelhou ao seu lado e a abraçou deixando a mãe sujar sua roupas com o sangue de seu pai e suas lagrimas,Misaki se pôs a chorar também,não era como se elas pudessem sumir com esse fato,eventualmente a policia foi chamada e a mãe de Misaki levada para a delegacia,semanas depois do ocorrido ele foi julgada e condenada, mesmo tendo feito isso em autodefesa levou 15 anos na penitenciaria de um estado vizinho, e agora Misaki não tinha ninguém,a garota passava os dias em seu quarto deixando sua lagrimas lavarem seu rosto,as contas contas chegavam em com elas a carta de despejo também,entre uma bagunça de propagandas e contas Misaki achou uma carta escrita a mão,não dizia de quem era,só havia um nome no envelope `Misaki´, a garota abriu com cuidado a carta, dentro do envelope tinha uma foto e uma carta escrita a base de tinta,o que era bem peculiar de se ver,na carta dizia:
" Querida Misaki
Digo-lhe que tens meus sentimentos em relação a morte de teu pai.
Soube o caso de tua mãe e se permite,ofereço-lhe para vir morar comigo na mansão Sakamaki,
Sua situação é delicada e é por esse motivo que será melhor para tu.
Enviarei um carro para lhe buscar pela manha.
Com meus Sentimentos ....''
Não conseguia assimilar o que acabara de ler,mas achou melhor não questionar,poderia ser uma pegadinha mas era melhor do que morar em baixo de uma ponte ou em um beco qualquer,Misaki pegou a foto,nela mostrava uma enorme mansão,parecia antiga...
Misaki foi até seu quarto e fez sua mala,levando com sigo o calar de sua mãe,era um cordão de prata com uma chave na ponta, Misaki nunca soube o que a chave abria mas achava que era algo importante,fez suas malas e esperou até a noite cair.
No dia seguinte o carro estava lá,era ele que a levaria para sua nova vida,uma vida desconhecida e um tanto perigosa.
Gosta:Poemas-pela maioria que ler parecer enquadra perfeitamente o que sente,
ler-pelo simples motivo que quando lê se sente em um mundo diferente onde tudo é possível,
musica Clássica-a acalma,
desenhar-sempre gostou de desenhar e tem se aprimorado com o tempo,
a cor azul-é a cor de seus olhos e a cor do céu,
torta de morango-pelo simples motivo de ser impossível não gostar de torta de morango.
Não gosta:Injustiça-sempre tenta ser justa
gente falsa-Não suporta
Comida com alho-pois da Asia
Barulho-a desconcentra
Virtudes: é boa em desenhar-nasceu com talento pra artes
canta desde os 10 anos-quer ser algo no mundo da musica,ainda não sabe o que
Escreve poemas-sempre amou poemas
Defeitos: o ciume é o que Misaki considera um de seus maiores defeitos, não consegue controlar.
curiosa-Misaki é curiosa e isso pode ser considerado um defeito
Hobbies:escrever musicas-quer ser algo no mundo da musica
pintar telas-quer um dia completar sua galeria particular de obras
Habilidades:Solucionar problemas sem pensar muito,é rápida e atlética.
Inabilidades: não sabe dançar nem nadar e é uma negação no quesito falar em publico.
Família: Mãe:Eleonor Reiko
idade:34
aparência:Olhos azuis e cabelos negros,baixa.
Pai: Michel Cortes
idade:46
aparência:alto,cabelos loiros e olhos cinzentos
Relação com o par:
1-primeira mordida:Vou narrar a primeira mordida: Ele(Kou) empurrou Misaki contra a parede sem muita brutalidade e ficou em sua frente impedindo sua saída, seus lábios foram para o pescoço da garota que agora estava com a respiração acelerada,Kou lambeu o pescoço da morena saboreando seu gosto antes de afundar suas presas na garganta da mesma, deliciando-se com o doce gosto do sangue da garota,Kou segurava seus pulsos pra que a mesma não se move-se,a garota via pontos brilhantes a sua frente,a visão estava embaçada, não conseguia ignorar a dor constante em seu pescoço,sua visão ficou turva e ela desmaiou.
2-primeira vez:Vou narrar melhor essa parte mais no final da ficha,aqui eu posso dizer que:Ele tentou não machuca-la e tentou ser carinhoso com ela :3
3-Como se tratam:com respeito e carinho apesar de alguns momentos maliciosos ou brincalhões.
Relação com:
Shuu: Acha difícil ter um dialogo desdente com o mesmo por ele ser uma pessoa de poucas palavras, mas Misaki tenta ao máximo ser amiga de todos.
Reiji:tem medo dele e acha mais assustador o sorriso dele do que o de qualquer outro.
Ayato:Acha o mesmo um pouco irritante mais convive com ele,tenta ser amiga apesar de ter medo de acabar virando o jantar.
Kanato:acha o jeito que ele fala com o ursinho ao mesmo tempo fofo e assustador,só consegue o encarar como uma criança e sempre que o vê sente uma súbita nescidade de abraçá-lo
Laito:uma palavra:tarado,ela o acha um tarado mas isso não afeta o fato da garota tentar ser sua amiga e conversar com o mesmo.
Subaru:O acha estressadinho mas tenta entender seu lado,não insiste muito em forçá-lo a falar com ela apesar da mesma ter certa curiosidade por ele.
Ruki: Acha ele bonito e um pouco calado,sempre teve curiosidade sobre o passado dele
Yuma: acho que de todos ele é o que Misaki tem menos medo de conversar fora Kou.
Azusa: acha ele fofo mesmo achando doentio ele se cortar.

Reação:
Ao se apaixonar:ele costuma ficar vermelha cor facilidade a cada palavra da pessoa pela qual ela esta apaixonada,tenta expressar o que sente mas cada vez que olha essa pessoa sente um frio no estomago e um nevrosismo,mal consegue completar uma frase direito e é muito difícil Misaki aceitar que ama alguém.
Seu par se apaixonar:quer ficar sempre perto dessa pessoa,e costuma ser extremamente ciumento com o que é 'seu'
Descobrir sobre o que seu par fez com a outra noiva: não consegue acreditar que a pessoa que ama foi capaz de fazer isso,demora a quer que é verdade e quando percebe que é fica aterrorizada.
Saber que é uma reencarnação:se assusta de começo pois nunca parou pra pensar que seria uma pessoa renascida,depois tenta fazer parecer que aceitou numa boa mas na verdade ainda leva esse fato com muita dificuldade
Descobrir que sem você querer pode matar seu par:tenta se afastar pois não quer causar mal a quem gosta mas cada segundo longe é como uma pontada no coração mas tenta aguentar pois sabe que pode ser pior se não ficar longe.
Cena de S: Kou beijava Misaki,um beijo que ao mesmo tempo que era carinhoso era cheio de luxuria,ele descia suas mãos até a barra da blusa retirando-a,Misaki nao demorou em fazer o mesmo com Kou,o mesmo a deitou na cama com cuidado ficando por cima dela,suas maos foram para o feicho de seu sutian ao mesmo tempo que beijava Misaki com luxuria,entre beijos a garota conseguio falar:
-Kou...Eu sou virgem...
-Nao se preocupe,eu serei carinhoso-disse e tirou o sutian dela,a garota ficou vermelha enquanto Kou adimirava seus belos e fartos seios,sem perder tempo ele levou seus labios a um deles enquanto massageava o outro com a maos,Kou mordiscava e chupava arrancando gemidos baixos de Misaki,a garota tentava retirar a calça de Kou e o mesmo percebue isso e a ajudou,Misaki ficou corada quando percebeu o volume que se formava por baixo da box preta do garoto,Kou,começou a fazer uma trilha de beijos e mordidas de seu pescoço até a barra da calça de Misaki,o mesmo a tirou junto cam a calcinha,ele a olhou adimirando o corpo nu de seua amada,ela era linda,a garota estava vermelha,ele tirou a box revelando seu membro elevado pela exitaçao,ele afastou as pernas de Misaki dando beijos molhados na intimidade da garota e mordiscando seu clitoris levando a garota a loucura,ele voltou sua atençao a garota a beijado nos labios enquando começava a penetra-la devagar,quando quebrou sua barreira ouvio a garota dando um gemido de dor que foi abafado pelos beijos de Kou,ele ficou um tempo parado enquanto a morena se acostumava,ela rebolou um pouco no membro de Kou indicando para ele se mexer,ele começou a fazer movimentos de vai em vem devagar,Misaki gemia ao mesmo tempo que Kou:
-M-mais rápido...Kou...-a garota estava ofegante,Kou atendeu seu pedido e começou a estocar mais rápido,uma,duas,três,quatro vezes,ambos já estavam chegando em seu limite:
-Kou...Eu vou...-a garota gozou,Kou deu mais algumas estocadas antes de se desfazer dentro dela,ele se deitou e ela deitou sua cabeça do peito dele:
-Eu te amo-disse a garota sonolenta
-Sim,eu também-disse Kou e ambos cairão no sono,sujos e satisfeitos.
-
Objeto ou algo que prove que você é a próxima a reencarnar: colar com chave
Algo muda quando reencarna?Oque?:a cor dos olhos e a personalidade.
Algo mais:ela tem uma tatuagem no pulso com o simbolo do infinito.

Ficha 2

Nome:Kaori
Idade:16
Era parente ou conhecida?:parente
personalidade: Espontânea e extrovertida,Kaori é uma garota alegre e bonita e não deixa isso passar despercebido,não tem medo de suar sua beleza pra conseguir o que quer e pode ser bem vingativa quando quer.
Historia:Cortejada por muitos e invejada por milhares,essa era Kaori,uma jovem que sabia tirar proveito de suas curvas e principalmente de sua lábia feminina,não poupava esforços para ter o que queria,passava a todos o semblante de boa moça e educada mas escondia atras dessa mascara sua verdadeira personalidade.De uma família muito rica era a filha favorita,tratada como uma princesa,recebia todos os paparicos que tinha direito e muito mais,mimos e presentes e qualquer guloseima que quisesse comer,seu pai, um dos capitalistas mais ricos daquela época só daria a mão que sua amada filha a alguém mais rico que ele o que era difícil de encontrar,sua mãe,uma duquesa da mais alta classe,só aceitava o melhor e o mais caro pra sua princesinha.
Kaori acordou uma manha,o sol entrando pela janela de seu quarto,os pássaros cantavam do lado de fora,o céu estava sem nuvem alguma,ela se levantou e fez suas higienes matinais,suas criadas a vestiram como a princesinha que era,um belo vestido azul turquesa trançado a fios de prata,com babados e rendas do mais caro tipo,usava um colar dado por um admirador,o colar era feito de diamantes lapidados e safiras,os brincos combinavam,ela usava um salto estilo boneca branco com detalhes em azul,seus lábios pintados de vermelho e o rubor natural em suas bochechas,Kaori desceu as escadas e foi até a mesa de café da manha,sua família a esperava:
-Minha princesa,que bom que chegou,agora com toda a família reunida posso anunciar-disse seu pai com um enorme sorriso enquanto Kaori se sentava a mesa-Eu já escolhi seu noivo!A partir de hoje morara em sua mansão!
-Que ótima noticia-sua mãe bateu palmas e Kaori forçou um sorriso.
Naquele momento,seu destino já estava escrito.
Historia de como foi morta: Kou guiava Kaori até um lugar afastado da mansão,Kaori já tinha em mente o que seu noivo pretendia,sorrio ao imaginar,quando chegaram,estava escuro,ela só conseguia ver Kou que estava a sua frente,ele se aproximou dela:
-Sabe por que eu a troce aqui?-ele perguntou,acariciando com as costas da mão o rosto de Kaori,a garota sorrio maliciosamente para ele:
-Eu sei que você me deseja-ela enroscou seus dedos nos cabelos do loiro-você quer uma prova de mim antes do casamente?Eu não te julgo,muitos homens querem isso de suas noivas-ela fechou os olhos em um piscar de olhos demorado-Você me acha bela,e isso não é pecado
-Sim,realmente eu te acho bela...Mas sua beleza não é eterna-agora ele segurou o rosto da garota com um pouco de brutalidade-você envelhecera e com o tempo a beleza de que tanto se gaba morrera junto com você-ele empurrou o rosto da jovem com força,a mesma agora tinha um semblante confuso-seria uma pena deixar tal beleza se esvair com os anos,acho que vou preservá-la assim-Kou foi até sua noiva e a empurrou contra a parede,ele a olhava nos olhos-mas a sua arrogância a deixa horrenda,acho que a matarei,assim jamais falara novamente.
-Como?O que esta dizendo...?Achei que me amav...-antes de Kaori conseguir terminar sua frase Kou quebrou seu pescoço logo em seguida tomando todo o sangue que Kaori tinha enquanto ainda estava quente.
Qual foi o meio que ela usou para te chamar?:Uma carta
Aparência:https://br.pinterest.com/pin/565201821969175249/
imagem bonus: https://br.pinterest.com/pin/451485931376723595/
Antigo par:Kou

espero que tenha ficado bom <3


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...