~Marvelsix

Marvelsix
Marvelous
Nome: MDC
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: 12 de Fevereiro
Idade: 21
Cadastro:

The Coven


Postado

The Coven

I’m the fucking Supreme, Bitch!

Nome Completo:
William Moira

Significado:

William significa "protetor corajoso" ou "o que deseja proteger".

Moira significa a personalização da fatalidade a que supostamente estão sujeitas todas as pessoas e todas as coisas do mundo..


Apelidos:

Will – Somente pessoas íntimas dele o conhecem assim.

Moirai – Ele é conhecido por esse nome no mundo das bruxas.


Idade:
17


Sexo:
Masculino


Aparência:

{{Daniel Radcliffe}}

Possui uma pele pálida, macia e sem nenhuma cicatriz ou pinta.


Seus olhos são as safiras mais claras e brilhantes, podem mudar de cor de acordo com o reflexo que é exercido sobre elas.


Seu rosto é quadrado, seu sorriso ilumina o dia de qualquer um.


Suas sobrancelhas são grossas, mas não são delineadas, dando assim um charme a ele.


Seu nariz é fino e suas orelhas são pequenas.


Seu cabelo é castanho escuro, porém no sol, suas verdadeiras cores se mostram, seus cabelos reluzem em um castanho claro com diversas cores diferentes.


Seu corpo é esbelto e possui alguns músculos, tem uma estatura baixa, medindo 1,65 cm de altura e possui 49 kg.

História:
William Moira, filho de dois bruxos muito poderosos, nasceu em um ambiente repleto de criaturas sobrenaturais, repleto de coisas que deixaria qualquer um desesperado, ele não, pode-se dizer que ele mergulhou nesse mundo desde seu nascimento.
A única interação que Will tinha com os humanos era quando seus pais faziam negócios com empresas. Ele ouvia muitas histórias de como os humanos eram ignorantes, que matavam sua raça por puro desconhecimento, como eles eram os verdadeiros adoradores do diabo.
Ele não tinha raiva deles, tinha pena, pena por serem tão invejosos, pena pelo fato de eles sempre quererem mais, fazer o possível para isso, mesmo que seja matando um próprio amigo para subir de nível em uma empresa.
William prometeu que não teria piedade nenhuma se visse algum humano machucando ou ferindo um de sua raça, ele iria ao inferno, mas levaria este ser repugnante com ele, ele o torturaria até o fim dos tempos, ele não pouparia esforços.
Will sempre teve essa dificuldade de se comunicar ou se expressar com homens, o único de sua vida, e continua sendo o único até hoje é Max, seu pai, seu amigo, seu confidente, aquele que sempre estava lá para ouvir suas inseguranças, seus medos, seus segredos, que sempre estava lá para aconselhá-lo, para ensiná-lo a ser alguém.
Sempre viveu junto a outras bruxas e bruxos, eram eles: Verene, Beau, Hansel e Janice. Hansel ajudou-o nessa fase de descobrir sua sexualidade, Beau de nada sabia pois Will não lhe dava espaço, queria, mas não conseguia, Beau sempre teve um carinho pelo garoto, mas nunca havia conseguido a façanha de entrar no íntimo do garoto. Verene sabia, sempre soube, desde que ele nasceu. E Janice, palavras não precisavam ser ditas, só bastava um olhar e todas as conclusões já poderiam ter concluídas, pois é, ela não é a Suprema atoa.
Houve uma vez em que todos estavam em um piquenique, coisa não muito normal para uma bruxa, mas sim, estavam fazendo isso. Neste local havia uma galinha preta, ela estava acompanhada de seus pintinhos, a cara dela não era nenhum pouco amigável.
William na inocência resolveu dar oi a ela, a galinha por sua vez, abriu suas asas em forma de ataque, sua crista ficou vermelha, Will entendeu que isso era a maneira dela de dizer oi. Quando ele chegou mais perto e colocou a mão para acariciar sua cabeça, levou uma bicada, William soltou um grito gutural e correu em desespero para seus pais, a galinha o seguiu correndo, ele estava quase morrendo de tanto desespero. “Eu vou morrer!”, “Este é meu fim!”, “Adeus mundo cruel!”. Estes eram os pensamentos que se passavam na cabeça do garoto.
Mais tarde naquele dia, seus pais fizeram questão de matar a galinha e assá-la para mostrar quem era superior, depois deste dia, William virou vegano. No final da noite, disseram que foi somente uma brincadeira e era um peru que o vizinho deu de presente.


Personalidade:
Will fala as coisas na cara das pessoas, por isso muitas vezes sai como vilão na história, ele simplesmente não consegue esconder o que pensa da pessoa. Ele é muito leal, ele fará algo pela pessoa que gosta para deixa-la feliz, mesmo que não queira, ele nunca deixa um amigo na mão. Will gosta muito de ajudar as pessoas, por isso é deveras honesto e não gosta de jeito nenhum de pessoas desonestas. Sua empatia é inigualável, consegue entender as pessoas, ele se põe no lugar delas, ele adora ajuda-las quando preciso. Na maioria das vezes, William estará “viajando” em sua mente, discutindo consigo mesmo, em uma batalha mental eterna, é o jeito que acha para fugir dos problemas: conversar com sua segunda mente. Seu humor recorrente é a ironia e o sarcasmo, adora fazer as pessoas rirem com suas piadas, adora fazer pegadinhas e deixar os outros constrangidos, mas também rebate alguém que tenta curtir com a cara dele, sua calma em brigas tanto verbais irritam o outro lado já que ele tende a se mostrar superior para contornar uma situação. Diversão para ele é tudo, ele vive falando coisas aleatórias que animam qualquer lugar a qualquer hora, além de ser mestre no improviso e na vergonha alheia, mas ele não liga.
Ele é muito arrogante, arrogante até de mais, até um ponto que chega a ser intolerante e muito ríspido, ele não consegue medir esse seu defeito, o fato é que é muito inseguro sobre as coisas, por isso guarda tudo para si com medo de encher as pessoas com suas dúvidas e inseguranças. É teimoso como um gato preguiçoso, não aceita uma derrota, não gosta que mandem nele e principalmente, odeia que mexam nas coisas dele. É muito narcisista, pode-se dizer que ele é egoísta e se acha muito, mas o fato é que ele usa isso como uma válvula de escape, pois lá dentro, bem no fundo, ele se acha feio e sem beleza nenhuma, e ao contrário do que todos pensam, ele é generoso e muito sentimental, apesar e raramente demonstrar seus sentimentos para as pessoas. Ele, bem lá no fundo, é uma pessoa sensível e frágil, mas acha que isso é uma fraqueza, por isso esconde tudo.
Se há uma coisa que Will tem, essa coisa é curiosidade, muitos o taxam de intrometido por isso, simplesmente pelo fato de ele não descansar até descobrir o que queria, ele age como um verdadeiro “Sherlock Holmes”.
Will é vingativo em escalas quilométricas, ele não leva desaforo para casa, planeja as piores e as melhores vinganças, por isso muitos de seus amigos procuram por ele para se vingar daquela “naja”. Quando William está sério ou com raiva, chega a dar arrepios, ele é tão cruel quando sua mãe e não perdoa uma traição, mentira ou alguém que mexa com sua família ou amigos.
Lá dentro, nesse coração de gelo, existe milhares de sentimentos em conflito, um amor enorme por seus amigos e por seu irmão, além de estar sempre à espera de um príncipe para leva-lo em seu cavalo alazão, porém, ele sabe melhor do que ninguém que isso nunca irá acontecer...


Alma animal e o significado:

O corvo simboliza a morte, a solidão, o azar, o mau presságio. Por outro lado, pode simbolizar a astúcia, a cura, a sabedoria, a fertilidade, a esperança. Essa ave está associada ao profano, à magia, à bruxaria e à metamorfose.
O corvo simboliza o presságio, um futuro próximo, repleto de tragédias e mortes. É um dos principais símbolos da bruxaria.





Gostos::
Livros
Símbolos
Animais
Plantas
Natureza
Lua
Noite
Sinceridade
Doces
Coisas pretas
Mistérios

Desgostos:
Prepotência
Falsidade
Preconceito ou discriminação de qualquer tipo.
Oportunismo
Maus tratos a plantas e animais
Coisas salgadas
Narcisismo




Poderes:

Telekinesis – Capacidade de interagir com o meio natural sem interferência física.

Concilium – Conhecido como controle da mente, é a capacidade de fazer uma pessoa agir segundo seus desejos.

Transmutation – Capacidade de se transmutar de um espaço para outro instantaneamente, conhecido como teletransporte.

Vitalum Vitalis – Capacidade de transferir a sua própria força vital para outra pessoa.

Divination – A habilidade de conseguir conhecimento direto sobre um objeto, pessoa, local ou evento físico.

Descensum – Capacidade de projetar-se até o inferno por meio da projeção astral.

Resurgence – Capacidade de reviver a si mesmo ou as outras pessoas.

The Sight – Habilidade que permite ver o passado ou futuro através do toque, ou por objetos, para descobrir o oculto.

Clairvoyance – Capacidade de ler a mente das pessoas, é mais conhecido como telepatia.

Illusionism – Uma habilidade extremamente rara, a capacidade de projetar ilusões da mente das pessoas de acordo com a vontade de quem o faz.




Medos:
Perder sua sanidade
Galinhas [Quando ele era pequeno uma galinha correu atrás dele e ele traumatizou]



Manias:
Falar sozinho
Observar todos os detalhes de um local
Observar os gestos das pessoas
Tombar a cabeça para o lado quando está confuso
Conversar consigo quando está nervoso.


Qualidades:
Lealdade
Sinceridade
Empatia
Honestidade

Defeitos:
Teimosia
Arrogância
Pessimismo
Narcisismo
Insegurança


Sexualidade:
Homossexual


Família:

Theresa Moira
A reencarnação de Morgana, Dona do Infortúnio e do Azar.
Mãe
116 anos





{{Katie McGrath}}
Theresa é extremamente sarcástica e adora rebater os comentários das pessoas, ele não suporta nenhum pouco pessoas frescas e que perguntam demais. Thera é cruel e muito fria, não mede esforços para prejudicar alguém, não é atoa que é a Dona do Azar.
Thera com seu filho age como se fossem amigos, ela não gosta que o chame de mãe, sempre deu amor a ele, mas não faz questão de que as pessoas saibam que ele é seu filho, pois isso traria coisas ruins a ele.



Maximiliam Moira
A reencarnação de Merlin, Dono da Fortuna e da Sorte.
Pai
116 anos





{{Ian Somerhalder}}
Maximiliam é sedutor e muito irônico, mas possui um coração enorme, ele e Theresa vivem brigando, algo que está em seu sangue, e no sangue de seus antepassados, ele adora ajudar as pessoas trazendo sorte a elas, ele possui uma aura que traz boa sorte às pessoas, em contrapartida, Thera possui uma aura que trás má sorte ás pessoas.
Max ama seu filho incondicionalmente, são como melhores amigos e confidentes, vivem fazendo gracinhas um com o outro, sempre contam suas histórias e vão a festas juntos.



Como descobriu que era bruxo:
William nasceu em uma família de bruxos tradicionais, ele sempre soube que era assim.


~ Como age com ~

Amigos:
Ele adora deixar seus amigos constrangidos e fazê-los rir. Ele sempre tem uma pérola na boca para alegrá-los. Ele preza muito a lealdade e sempre está disposto a ajudar e protege-los.

Par:
Ele não consegue se abrir com facilidade, ele sempre observa como seria o futuro da pior forma, por isso sempre tende a pensar o pior, acha que o par não gosta dele ou só quer brincar com os sentimentos dele, mas a partir do momento que ele perceber que o par está realmente tentando conquista-lo, ele abrirá uma brecha.

Inimigos:
Se ele gosta de seus amigos por perto, gosta de seus inimigos mais perto ainda, pois seu lema é “Mate-os com bondade”. Ele age sempre calmo para irritá-los.

A Suprema/Janice:
Respeita muito ela, os dois possuem muita inteligência, são observadores, basta uma troca de olhares para já entenderem o pensamento um do outro. Will é muito leal a ela, os dois se consideram amigos, mas ele não gosta muito dessa sua possessividade materialista.


Hansel:
Ele tem um carinho enorme por ela, desde que ele se entende por gente tem esse carinho por ela, sempre quando ele tem uma crise existencial ou está passando por um problema ele vai até ela. Hansel é a única que sabe de seus segredos e suas fraquezas, além de seu pai.

Beau:
Ele admira muito Beau, mas nunca teve coragem de falar com ele, parte porque ele nunca conseguiu conversar com homens normalmente, ele sempre se sentia envergonhado ou incomodado, por isso ele evita sempre que pode.

Verene:
Sempre que pode, Will tenta lhe fazer companhia, pois muitas vezes ele também se sente solitário, ele tenta mais que tudo decifrar o que se passa na cabeça dela todos os dias, pois os dois fizeram uma promessa de que William nunca iria invadir sua cabeça.

Outras bruxas do clã:
Ele as trata com gentileza, sempre procura ajuda-las, menos as vadias, as vadias ele gostaria de cortar as cabeças, mas não pode, ele se segura.

O clã inimigo:
Ele tenta não causar briga com o clã inimigo, possui até umas amigas de lá, para ele a briga entre os dois clãs é extremamente inútil, pois o verdadeiro inimigo é o humano, as bruxas devem se unir para sobreviver, caso contrário, as bruxas serão extintas.


Algo mais?

♥Fatos sobre Will♥

* Ele é muito discreto e por vezes fechado, tenta se afastar das pessoas e não gosta muito de socializar.

*Tem um gosto absurdo para roupas formais, elegantes e pretas, sempre tende a usá-las.

* Sua comida preferida é cereja, para ele, cereja supera tudo.
Cereja é vida
- Moira, William.

*Poucos sabem sobre sua sexualidade, os que sabem foi porque ele contou, pois sua resistência mental é enorme e poucos conseguem entrar em sua mente.

*Seu gosto musical preferido é Indie, ele ama cantoras como: Melanie Martinez, Lana Del Rey, Halsey e Dua Lipa.

*Ele é a reencarnação do senhor da Morte, o dono do Destino.

*Ele também pode controlar corvos e até se transformar em um.

* Bonus special *
Max e Thera não são imortais, suas almas antigas, Morgana e Merlin fizeram um pacto. Nesse pacto eles sempre reencarnariam para que um dia um deles conseguisse matar o outro, quando esse dia chegasse, eles não reencarnariam mais, porém eles não conseguiram, eles se apaixonaram, e isso acontecerá até o fim dos tempos. Eles viverão no máximo 500 anos, mas se um deles morrer, o outro morre também e todo o processo se repete.

Escutando: Você chorando.
Lendo: O cego que tudo via.
Assistindo: Minha derrota.
Jogando: Minha vida no lixo.
Comendo: Comida
Bebendo: A lágrima das inimigas

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...