Fanfic Alaska Madhouse // Ficha


Postado

Fanfic Alaska Madhouse // Ficha



Nome completo:
- Alysson Mitchell Allen

Apelido:
- Aly.


Idade e data de nascimento:
- 17/02/2000. 17 anos, vai fazer 18.


Personalidade:
- Alysson no geral é quieta e pensativa, é absolutamente normal encontrá-la sozinha no mais absoluto silêncio, mas por ter dupla personalidade isso pode mudar de uma hora para a outra. Ela não costuma demonstrar sentimentos, na verdade mal os sente. Tudo que ela consegue sentir é ódio e frustração, isso a torna muito fria e seca. Ela é bastante antissocial e quase não conversa com as pessoas direito, e quando tem que conversar ela tenta ser o mais breve possível. Ela também é bastante dissimulada e cínica, e muito egocêntrica, receber elogios só aumenta mais seu ego sem fim e ela muitas vezes tenta ser "uma boa garota" para recebê-los. Apesar de ser bem calma, Alysson as vezes tem seus momentos de pura raiva - na maioria das vezes sem nenhum motivo aparente - e quando isso acontece a garota fica literalmente incontrolável! Ela, em seus surtos, bate nas pessoas com a real intenção de feri-las muito e nunca sente remorso por isso. Apesar de ser uma garota bem ruim ela não gosta de injustiças, e isso é um dos pontos fortes de sua segunda personalidade. Sabe que está onde está porque fez por merecer, mas não mediria esforços para tirar quem não merece sofrer de lá.
Sua primeira e mais forte personalidade a faz enxergar o mundo de forma diferente, e isso fica bem exibido em seu olhar fundo e sem brilho. Ela acha que já não tem mais salvação, que ficará assim por toda vida, uma hora triste e agressiva e na outra um amor de pessoa, por isso nem tenta mudar o que tem, ela apenas se fecha para o mundo (por medo) e mergulha na sua imensa escuridão interior -_-' . Mas voltando a sua segunda e mais fraca personalidade, essa que Aly chama de Ka (ká, cá) a deixa um pouco mais feliz, amigável e comunicativa, mas não é nada muito estremo. Mas apesar dessa segunda personalidade ser mais "alegre" também e a mais sádica. O que eu quero dizer é que ela mataria alguém rindo em um surto da personalidade de Ka e não se arrependeria nem por um segundo do que fez.
Não é fácil surpreende-la, por mais que o que façam seja extraordinário o máximo que ela vai dizer será
"qualquer um pode fazer isso". Também não é nada fácil deixa-la triste, mas é muito, muito, muito fácil deixar Alysson com raiva e é muito bom que isso não aconteça, pois uma camisa de força e um tratamento de choque seriam a melhor opção para a hora.


Aparência:
- Alysson tem a pele alva e fina que fica facilmente marcada pelo sol ou por hematomas, tem 1,67 m de altura e é bem magrinha. Quase chega a não ter peitos por ser seca, mas o pouco que tem não necessita de sutiã para segurá-los, seus olhos são castanhos escuros, seus cabelos um pouco mais claros, estão sempre divididos no meio e soltos. Ela tem uma beleza diferente, não é considerada a "beleza do momento" mas só quem não é fixo em um padrão certo de beleza consegue ver o quanto Aly é linda.








História:
- Alysson nasceu de uma família extremamente pobre, não foi registrada e passava por situações horríveis. Aos 3 anos foi vendida para uma família rica do Alaska. Eles cuidaram dela como se fossem pais de sangue, com muito amor e carinho, ela até era uma garota mais alegre e comunicativa, mas quando Aly fez 7 anos as coisas mudaram... Seu pai, Jhony começou a olhá-la de forma diferente, ele começou a fazer questão de pedir para que as empregadas da casa deixassem que ele desse banho na filha e a colocasse para dormir e essa foi a brecha para que ele abusasse diversas vezes da menina, seu "irmão" mais velho até tentava impedir, mas sempre apanhava. Aos 8 anos ela tentou contar a sua mãe, mas a mulher cega pelo dinheiro do marido não acreditou, achou que fosse mentira da menina para afastar o casal, e mesmo que o próprio filho confirmasse tudo a mulher não quis acreditar. Thaís, a "mãe" passou a explorar a menina, demitiu algumas empregadas e colocou a garota para trabalhar o dia inteiro, e quando seu irmão, que sempre foi muito carinhoso com ela, tentava ajudá-la apanhava. Ele apanhou muito até ser mandado para morar com uma tia em outra cidade. Até os 15 anos a rotina da garota era trabalhar para os "pais" e ser abusada a noite, as vezes até por filhos de empregadas, sua mãe fingia que não via e batia nela. Foi com 12 anos que sua segunda personalidade começou a surgir a deixando mais fria e agressiva, (que atualmente é a primeira por ser mais forte) ela dizia ouvir vozes que a mandassem matar seus pais. Sempre que os amigos dos seus pais iam em sua casa Aly era vestida com as melhores roupas e era orientada a não contar nada a ninguém. Um dia depois de ser brutalmente violentada e estuprada uma amiga de sua mãe foi até a casa deles e ao perguntar o que aconteceu com o rosto da menina Aly contou tudo. A mãe desconversou e convenceu a mulher de que era mentira, disse para a garota que quando o pai dela chegasse ela iria pagar por ser má. Ela então esperou o pai em seu quarto, quando ele chegou e foi abusar da menina ela tirou uma faca de debaixo do travesseiro e enfiou na barriga dele. Ele não morreu, mas internou a garota.
Resumindo: Ela era uma criança normal, mas sofreu tantos traumas que ficou meio psicopata.
Obs: Quando a adotaram eles já tinham o intuito de maltratá-la. Ela era o ponto de "economia" para eles.



Transtorno Mental:
- Dupla personalidade, sociopatia e já teve (as vezes ainda ouve as vozes) esquizofrenia.



Por que foi para o Alaska Madhouse:
- Porque esfaqueou seu pai. Mesmo sendo em legitima defesa ela foi diagnosticada com psicopatia (de nascença) e ficou lá.


Família:

Jhony Mitchell Allen - Pai adotivo
45 anos - Advogado (muito influente)
Jhony e Alysson são extremamente inimigos. Para Aly ele poderia morrer que não faria muita diferença para ninguém, seria apenas menos um monstro na terra. O pensamento de Jhony para com Alysson também não é diferente.


Thaís Mitchell Allen - Mãe adotiva
42 anos - Gerente de uma empresa de cosméticos multinacional.
A relação de Thaís e Alysson é exatamente como a relação de Aly com o pai.


Dylan Mitchell Allen - Irmão adotivo
20 anos - Estudante de direito
Alysson e Dylan são como carne e unha, ele faria tudo por ela e ela tudo por ele. Eles são muito grudados e se amam muito, na verdade ele é a unica pessoa que Alysson consegue ter sentimentos bons de verdade. Ele é como o "anjo da guarda" dela. Atualmente eles não tem contato e ele não sabe da situação da garota.


Par?

( ) Sim (X) Não


Gosta:

- Ficar sozinha
- Receber elogios
- Lembrar do irmão
- Dar ordens
- Ser desafiada
- Ajudar quem realmente merece
- As vozes que ouve raramente


Não gosta:
- Receber ordens
- Pessoas metidas
- Ser tirada dos seus devaneios
- Falar de seu passado
- Comida fria



Medos/ Fobias:
- Ser mandada de volta para casa
- Ser estuprada



Manias:
- Ficar encarando o nada
- Responder suas próprias perguntas



Defeitos:

- Uma hora pode estar bem quietinha e depois estar muito animada e vice-verso
- Agressiva
- Rude
- Egocêntrica
- Cínica
- Dissimulada


Qualidades:
- Ajuda quem merece ser ajudado (faria qualquer coisa para ajudar, qualquer mesmo)
- Criativa


Algo a mais? Alguma dúvida? Sim, se tiver como, rola matar ela? Eu gosto muito de mortes, principalmente quando é com meus personagens :) Vou ser eternamente grata se for por uma boa causa, porque ela já é toda ruimzinha...



✔ Palavra chave: Always and Forever


Escutando: Kanye West - Gold Digger ft. Jamie Foxx
Comendo: Pipoca salgada com camarão
Bebendo: Suco de caju

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...