~Meives

Meives
Nome: Alice
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil
Aniversário: 25 de Dezembro
Idade: 17
Cadastro:

Pride, Prejudice and Unexpected Love


Postado



Deseja Continuar?





Not all angels have wings,
they just have the gift of
having to smile


Somente por você, eu renuncio ao meu orgulho Subaru









Nome completo:

Natasha Med Collins

NatashaSignifica “nascimento” ou “dia do nascimento de Cristo”.
Natasha é um diminutivo russo de Natalya, que se originou a partir do latim natalia, que deriva de natalis, que significa literalmente “nascimento” ou “dia do nascimento de Cristo”.
Natasha é um nome forte e exótico, que transmite muita personalidade, sendo utilizado por muitos artistas europeus e norte-americanos.
No Brasil as formas mais comuns de Natalya são Natália eNathalia. Outra grafia que ocorre no Brasil é Natacha. Tanto Natasha como Natacha funcionam como diminutivos de Natália.
Outra definição para este nome de origem russa e que foge um pouco ao sentido do nome no latim é "ressurreição".
A maioria dos nomes derivados do latim natalia começaram a ser muito populares na Era Medieval e se referiam ao nascimento de Jesus.
Era bastante comum dar nomes com esta origem às meninas que nasciam no Natal. As pessoas batizadas com este nome, normalmente, recebem apelidos carinhosos de amigos e familiares, como Sasha e Tasha, por exemplo. Entre as pessoas mais famosas com este nome está a cantora e compositora britânica Natasha Bedingfield. - Nome dado por seu pai



MedMed, é um sobrenome de origem Australiana. Tendo seu significado sendo, "Ouro, precioso, vivo". Um sobrenome muito raro de ser encontrado, pois o mesmo é de uma família realmente bem antiga, que respeitava a sua linhagem, então é um sobrenome no mínimo "nobre", pois pessoas com esse nome raramente casavam com pessoas fora da família – Sobrenome dado por sua mãe Rosemary Med Roter.


CollinsEste é um sobrenome de origem Inglesa. Ele é considerado um patronímico, uma vez que deriva de um nome próprio, que geralmente é do patriarca e fundador deste tronco familiar.A palavra é uma redução coloquial de Collino. Este é formado por Colla com o sufixo singular diminutivo ino. Colla ou Cola é uma forma familiar para o nome próprio Nicola (Nicolau) o qual também pode ter sido adotado como nome próprio. Tem como significado as palavras "céu, celestial, iluminado". -Sobrenome dado por seu pai Miguel Collins



Apelidos:

AceApelido dado por ela mesma. Apesar de gostar de seu nome, ela quis "diferenciar". Ela gosta de ser chamada assim. Se sente especial. Esse é o apelido que é mais usado, principalmente por familiares e amigos íntimos. Ela deixa apenas pessoas que se tornam intimas da mesma usarem, quando ela sente que tal pessoa se tornou próxima dela, ela chega para ela e diz "A partir de agora me chame de Ace". Ela acha estranho quando alguém não próximo dela a chama assim. Ela encara a pessoa e pensa como ela descobri sobre tal apelido. E então não faz nada, só se sente esquisita.


Star Apelido dado por suas amigas. Pelo simples fato de suas asas parecerem que são feitas de estrelas, cintilantes e negras. E também por ela ter uma personalidade realmente brilhante. Esse apelido é dado para pessoas de personalidades alegres, que sempre andam com um sorriso luminoso em seus rostos.


Lita Ela particularmente, odeia esse apelido.Foi dado por suas amigas como um apelido maldoso. Elas a chamam desse jeito só para estressa-la oque sempre acontece. Natasha odeia o jeiot que soa, se sente vulnerável quando alguém a chama assim. E por isso ela detesta.


Smuf/Esquilo Ambus apelidos dado por Subaru ele os deu reparando em sua aparência. O apelido "Smurf" é por conta de seu cabelo, porque ele tem seu tom azul, e ela é baixinha então parece um Smuf, ela realmente ODEIA tal apelido, fica extremamente estressada e falta voar em seu pescoço. Esquilo, é por conta da mesma ser realmente irritante na opinião dele. Ela não gosta e sempre revida. Ele a chama assim que gosta de reação que a menina tem.


BlueTambém dado por Subaru. É o apelido mais carinhoso que ele já deu para ela em toda a convivência com ele. Ele a chama assim quando não esta estressado com ela(oque acontece raramente). O apelido foi dado por ele por conta da cor de seu cabelo. Sinceramente, ela não sabe como reagir perante esse apelido, ela ate mesmo gosta, só acha estranho. Ela ate mesmo fica meio sem graça quando ele a chama assim.


NathO apelido menos usado. Tal apelido que só pessoas de sua família a chamavam. É um apelido dado por seus pais. E ela deixa apenas eles chamarem ela assim. A mesma fica zangada e manda um olhar mortal para a pessoa, quem quer que seja.


AnjinhaApelido dado por seu pai, porem usado por Subaru. Por exemplo quando ele não esta com raiva dela e quer chama-la, e fala "Oh! Anjinha. Vem cá". Bem tipo isso. Seu pai lhe deu esse apelido assim que ela nasceu, e a viu pela primeira vez. Ela particularmente ama, ouvir tal apelido a faz sentir amada. Ela não liga do Subaru a chamar desse jeito ate acha bom, bem melhor que esquilo.




Idade
19 anos. Nasceu em Março no dia 29 de 1997(dia vinte e nove de março, de mil novecentos e sete), as exatas 03:00 da Tarde(hora dita, similar a crucificação de Jesus). De março a maio é proclamado o outono australiano, uma estação de folhagens flamejantes que embelezam as ruas com suas folhas caídas no chão. Era um dia frio e húmido porem extremamente belo.




Signo
Aries
IMPULSIVIDADE, ESPONTANEIDADE E INGENUIDADE
Em Áries, podemos encontrar espontaneidade, uma energia que é total impulso e um forte anseio por existir. Este signo tem uma forte tendência a realizações instantâneas, pois vive sua vida no agora. Estas são características de quem possui o signo de Áries no Mapa Astral, não apenas de arianos, como popularmente se chama quem nasceu com Sol em Áries. Seu ascendente é Virgem, Em Lua é Sagitário.
Sua cor é o vermelho,
Seu planete é Marte
Suas flores são: Rosas, Orquídeas e Papoulas.
Suas pedras são: Diamante, Jaspe e Rubi
Ela não é de acreditar em astrologia, porem sempre fica pasma quando ela ler sobre seu signo e acontece em sua vida. Ela não é de acreditar no que ler, porem caso ela acabe vendo ou vivendo, ela fica realmente encabulada.





Nacionalidade:
Australiana, nasceu em Sydney que é a capital do estado de Nova Gales do Sul e a cidade mais populosa de toda a Austrália e Oceânia. Está localizada na costa sudeste do país, ao longo do mar da Tasmânia e em torno de um dos maiores portos naturais do mundo. Sua saudade do lugar é inevitável, sendo que sempre que esta sozinha pensa em sua casa antiga. Ela muitas vezes ela acaba falando em Inglês que é sua linguá nativa, bem o Inglês tem um certo sotaque, e Natasha possui ele, sendo que quando fala as vezes em Japonês seu sotaque aparece.Seu lugar favorito era o Teatro de Sydiney onde ela ouviu grandes Óperas como "Fantasma da Opera", "Rainha da Noite" e o Museu Australiano, que é o museu mais antigo de toda a Austrália e é conhecido mundialmente.



Aparência
Personagem:
Kuhora Neko

Anime:
Gokukoku no Brynhildr

Descrição & Imagens;

Dona de uma aparência extremamente bela, madura, elegante e delicada. Dona de traços únicos e finos, sendo eles dando um toque a mais em tamanha perfeição. Sua aparência a anos atrás seria considerada comum. Porem agora com a atualidade, onde muitos nasceram com cores de olhos e cabelos com cores vibrantes. É raro ver uma menina como ela agora, sendo que ela seja uma menina linda e exótica que poucos tiveram o prazer de ver.

Vamos para o cabelo como inicial. Ela tem um cabelo na tonalidade de pretório, seu tom de azul escuro é lindo, e graças a ele destaca realmente seu rosto por ter uma pele clara e olhos escuros. Eles são bem longos, chegando a três ou quatro dedos abaixo de seus glúteos, cortado desde pequena em formato de V, ela só corta seu cabelo em caso de extrema urgência, tipo uma doença, ou caso suas pontas fiquem frágeis, oque acontece de forma rara. Ela te uma franja, cortada em forma desigual, sendo que a mesma tenha sempre uma mexa de seu cabelo no centro de seu rosto, sendo assim, acabando de separar a metade da outra. Ela também tem duas mexas que sempre ficam em frente ao corpo, que ela mesma cortou. Eles são extremamente macios, afinal sempre cuidou MUITO bem deles, sua mãe e sua irmã sempre gostaram do cabelo da garota, e então sempre a ajudaram a cuidar, a fazendo passar óleos e cremes todos os dias, então muitas vezes todos que tocam em seu cabelo, pareça que estão pegando em seda bem suave. Sempre os deixa MUITO bem escovados, sendo assim nó nunca nem se quer apareceu em seu cabelo. Eles são extremamente lisos, que sempre que passam a mão neles, eles deslizam entre os dedos da pessoa, como se estivessem passando a mão em água, pois nunca fica preso ou nunca é áspero, sempre sedoso, e brilhoso, deixando uma sensação boa na mão, e graças ao seu creme, sempre deixa um cheiro bom e sempre deixa a mão macia apos tocar neles. As vezes a luz faz com que algumas mexas do seu cabelo fiquem com uma cor diferente, com traços lilases, ou ate mesmo azul ou cinza. Seus cabelos são muito fortes, e pesados sendo assim muito baixos porem cheios, eles não se quebram com facilidade, mesmo que o puxem eles não quebram, as vezes ate parece que é um elástico, bem resistente. Seu cabelo possuem um cheiro de morango silvestre, então quem quer que passe por ela sempre sente e ficam pasmos pelo cheiro ser tão bom. Seu penteado tradicional é seu cabelo completamente solto, ou preso em um rabo de cavalo ou uma trança em frente ao copo.
Possui lindas sobrancelhas, sendo elas bem feitas nem um fio a menos, nem um fio a mais, finas, longas e escuras sendo elas possuem a capacidade de expressas qualquer sentimento, alegria, raiva, nojo, tristeza, duvida, sempre com muita clareza. Porem na maioria das vezes ela sempre se encontram mais ternas, doces e realmente divertidas. Elas são da mesma cor que seus cabelos, seu tom de azul é realmente algo que molda seu rosto.

Bem, Nataha, tem um cor de olhos que realmente é de chocar muitos. Eles são grandes belos e fortes. Eles sempre dão um ar de elegância e são realmente misteriosos. Dona de olhos de coloração de um azul cintilante, extremamente escura, como um buraco negro prestes a engolir quem quer que os elem. Sua coloração é tão escura quanto o céu numa noite de inverno completamente escuro e solitário. Muitos se perguntam oque tais olhos já viram, sendo eles tão belos e ao mesmo tempo tão tristes. Muitos se sentem desconfortáveis ao olha-los, pois parece que eles estão ali os observando de forma atenciosa, que estão ali lendo sua alma e vendo seus pecados, e qualquer movimento brusco que eles fizerem podem acabar sendo cortados. Mesmo que queiram parar de encara-los, nunca conseguem, é como se fossem prendidos por uma serpente negra e assim acabando por se perderem no meio daquele vazio escuro, e por assim esquecendo da realidade. Seus olhos, tem algo realmente belo, sua iries é escura em cima e clara em baixo, sendo ónix em cima e cina em baixo, e com um cintilante brilho azul. Ela possui um brilho no seu olhar completamente único .
Tem cílios longos e com uma bela curva na ponta. Sempre dando mais ar de mistério e elegância, sendo sempre cheios e volumosos, que chama ainda mais atenção para o olhar da menina. Dando um toque a mais em tamanha beleza que a menina possui.

Dona de uma nariz, fofo, pequeno, fino e arrebitado. Não possui nem se quer um defeito ou erro, sendo eles perfeitos e elegantes. Sempre empinado, nunca se abaixa a ninguém, pois assim foi criada. Quando esta frio, seu nariz fica com uma ponta vermelha, sendo assim muitas vezes chamada de "rena do papai noel". Já quando esta calor, ele fica rosa, oque é estranho.

Ela tem bochechas com duas maças rosas, desde sempre, ate mesmo quando crianças, sempre teve uma cor natural em sua bochechas. Ela não são grandes, porem também não são finas, sempre perfeitas para seu rosto. Ela tem maças em seu rosto que só aparecem quando sorrir, e umas covinhas, porem elas não são fundas como as de muitos são mais rasas. Alice, raramente cora, mais raramente mesmo, não é de se sentir envergonhada. Porem quando cora, seus rosto é tomado pelo vermelho intenso, e fica ainda mais quando esta com raiva, porem só de vez em quando isso acontece.

Seus lábios, Algo que realmente se destaca em tamanha obra de arte. Sendo eles médios, e carnudos, com um rosado natural, e sendo os mesmo considerados "doces", bem é oque dizem aqueles que tiveram a honra de prova-los, sendo no sabor de cereja. Hidratados e macios, realmente chamativos a olhares masculinos, sendo muito trabalhada. Dona de um lindo sorriso, seus dentes são bem alinhados, ela nunca precisou usar aparelho, seu sorriso é tão bonito, que quando era criança, era apelidada de "Sorriso", porque não importa para quem seja, ela sempre recebe qualquer um com um belo sorriso, que desarma ate mesmo a pessoa mais durona. Natasha as vezes é considerada um "anjo de gelo", ou ate mesmo uma Deusa da mitologia Grega. Por tanto, eles sempre ganham uma atenção especial de qualquer pessoa quem encare Natasha, porem os olhos dela chama mais atenção que qualquer coisa.

Dona de um corpo, cheios de curvas, e traços maduros, e muitas perfeições-imperfeições também-, que chama muitos olhos, especialmente masculinos. Sempre tendo uma aparência no mínimo "tentadora". Sempre dando um ar, elegante e sexy por onde passa. Ela possui 1,67 de altura, tendo uma altura ideal para seu peso. Ela seria considerada uma modelo se não fosse de estrutura baixa.

Seus seios, são médios, indo em caminho para os grandes, Redondos, belos, lisos e durinhos, sendo que a mesma nem precise usar sutiã, porem ela usa. Eles se destacam as vezes em seu corpo, eles são bem proporcionais, se encaixam perfeitamente em seu corpo maduro e dono de curvas perfeitas. Seus seios as vezes chama muita atenção. mas, ela não liga, só quando a dirigem a palavra de forma vulgar, oque a mesma detesta, se um rapaz quiser ganhar um soco é só chamar ela de forma desnecessário. Ela possui três pintinhas marrons em seu seio direito, elas firam mais ao canto, porem aparecem quando ela usa biquíni, elas três juntas formam um triangulo.

Cintura fininha. Sempre modelada, desde criança graças as faixas que sua mãe amarrava quando ela era mais nova. Sempre teve uma cintura fina, oque sempre deixou sua irmã pasma, e seu irmão pensando que aquela ali iria dar trabalho. Sua irmã sempre gostou de colocar roupas nela, que destacassem sua cintura, e as vezes quase matava Natasha sem ar.

Dona de um bumbum, redondo, farto e empinado. Sem estria, ou imperfeição. Eles são uniformes, então ela não chega a ser botijão. Seu quadril é largo, porem não muito, sendo ele perfeito, um pouco maior que seus ombros.

Longas pernas, torneadas e lisas. Sempre belas e atraentes, atraem tantos olhos de homem quanto de mulher(é claro que é por inveja). Suas pernas se destacam bastante em seu corpo. Ela cuida delas, sempre nunca deixou um pelo crescer, e na maioria das vezes Alice, usa calças, ou saias longas, nunca gostou de mostrar mais do que devia.

Barriga lisa e sarada. Sua oque sempre encantou sua avó que era costureira, e sempre faixa vestidos para a mesma, e sempre que ela ia medir seu corpo, ela batia em sua barriga e perguntava "cade o estomago minha filha? Ta passando fome com sua mãe?".

Sua pele é branca. Ela mesma é muitas vezes comparada como uma boneca de porcelana, que a qualquer toque que for, sua pele irar rachar, e ela irar se quebrar e se tornar milhões de pedaços. Por isso é considerada uma boneca.
Unhas medias, sua ponta é lixada em um formato oval. Ela adora suas unhas, e sempre cuida delas. Suas mãos são macias, por conta de todos os cremes que ela usa. Ela não costuma usar maquiagem ou esmalte, só usa um batom rosa para não ser "comum" demais, ela também usa apenas base ou glitter em suas unhas.

Ela realmente gosta de sua aparência, e se sente satisfeita com ela. Sendo tudo proporcional em seu ponto de vista. Ela diz que não mudaria nada nela mesma, a não ser diminuir seus seios(as vezes ela se sente incomodada com eles)























Aparência das asas





Dona de grandes asas brancas misturadas com azul escuro, em seu inicio ela é azul um azul que começa a clarear ate se tornar apenas penas brancas como neve. Ela são grandes, maior ate mesmo que seu corpo, sendo elas podem servir de escudo, quando elas são postas ao seu redor. Algumas penas ficam ate mesmo arrastando no chão enquanto ela anda.




Suas penas são comparadas com flocos de neve. Elas são macias e maleáveis. As vezes em questão de proteção suas asas se tornam duras como metal, cada pena é extremamente fina, e quando elas se tronam praticamente metal é possível cortar uma pessoa com um simples toque ou raspão. São muitos boas na hora de voar, sendo que ela possa ser bem rápidas e fostes. Raramente uma pena cai só quando tentam arrancar e isso pode demorar. Suas asas possuem o poder de criar redemoinhos quando elas se batem, e quando ela voa, o ar começa a fia frio. Quando ela levanta voo, o vento que suas asas produzem podem levar muitas coisas para bem longe. Ela tem um certo poder de gelo, sendo que quando suas asas cortam uma pessoa, ela pode decidir congelar uma pessoa de dentro pra fora. Natasha tem um grande costume de voar sendo que seja uma das melhores voadoras do grupo. Ela pode atravessar qualquer lugar com suas asas, quando ela se cobre com elas, ela pode ate mesmo parecer uma bala, girando e assim criando pressão e força o bastante para atravessar concreto, tijolo, vidro blindado e ate mesmo metal.

Natasha, usando suas asas para atravessar uma janela.







Suas asas são de longe uma das mais incríveis. Sendo que elas se camuflam em forma de tatuagem. Tipo quando ela quer que suas asas apareçam, elas saem de suas costas como uma imagem 3D. A tatuagem começou a se formar quando ela tinha apenas dez anos. Quando ela quer que elas desapareçam, elas se tornam praticamente fumaça, e voltam para as suas costas formando uma tatuagem negra com o desenho de um par de asas de anjo.

Imagem de suas asas evaporando:


Sua pai vive alertando sobre algo muito importante. Anjos são seres bons e puros, mas, facilmente corrompidos. Ele diz que ela deve ter perseverança e não se converter. Tipo acabar se tornando do mal por algo muito impactante acontecer em sua vida. Ele diz que o primeiro sinal de que um Anjo esta se corrompendo, é quando suas oenas estão mudando de cor, tipo ficando completamente negras, porem isso não acontece com anjos já nascidos com asas negras.




História
Um anjo um ser sem emoção.
Mas, será isso mesmo rasão?
Poderá um anjo, por uma mortal se apaixonar?
Ele estaria traindo sua criação?
Ou apenas, seguindo seu coração?


Miguel, o inico arcanjo do céu. Sendo considerado braço direito de Deus, o anjo que fica ao lado de seu trono. Cujo o nome significa "aquele que é similar a Deus". Seria capaz dele, sentir algo além do que é permitido? Seria ele capaz de seu apaixonar por uma humana?. Bem isso aconteceu realmente , por conta desse amor proibido, ele desafiou a maior regra já posta por Deus. Porem Deus foi compreensível, Miguel desistiu de sua imortalidade e seu posto no céu, tudo para ficar ao lado da pessoa amada. Mas, Gabriel, outro anjo poderoso do céu, não aceito a escolha de seu "irmão", e tentou impedir que ele saísse do paraíso. A batalha entre eles foi grande, mas Miguel saio vitorioso, Afinal em Apocalipse 12:7-9, Miguel lidera os exércitos de Deus contra as forças de Satã e seus anjos e os derrota durante a guerra no céu. Então muitos já sabiam quem iria sair vitorioso. Ao vir para terra, sua adaptação não foi muito rápida. Era muito diferente do que ele era acostumado. Porem só de estar com a pessoa que ele amava era o suficiente. Rosemary, uma humana, que desde pequena dona de uma personalidade problemática, sempre tinha tudo oque queria, mesmo que seus pais não tinham condição, para sustentar nem mesmo a eles. Dona de uma personalidade amorosa, porem não muito fiel. Miguel, com o tempo se acostumou com humanidade, e acabou que se deu bem no mercado de trabalho, era anos de experiência, e de conhecimento sobre a humanidade, sabia de suas ambições e sonhos, só de olhar para uma pessoa ele sabia oque ela queria. Com o tempo, ele acabou se tornando o dono de um vinheiro. Ele e Rosemary se casaram com dois anos de namoro, um ano depois eles tiveram seu primeiro filho, Benjamin, depois de dois anos tiveram Mirian, e por fim a mais nova Natasha.

{Esse foi um breve resumo da vida de seus pais. Agora Natasha ira tomar conta de todo o resto. Então ira narrar sua própria história, que esta escrita em seu diário.} -Autora

Primeira Página de seu diário.


-Querido novo diário. Essa é a primeira vez que eu escrevo em você, irei lhe contar meus segredos. E o inicio de minha vida. - Natasha.

Eu nasci as três da tarde no dia vinte e nove de março em mil novecentos e sete, vim de uma família de classe média. Era uma tarde de outono, estava frio, e meus irmãos dormindo a casa estava extremamente silenciosa, nada se ouvia, era como se a própria casa dormia. Meu pai me contou que, quando minha mãe começou a sentir que eu estava por vim. Ela estava desenhando em seu atelier, e então derramou sua tinta no chão. Ela gritou o nome de meu pai, que se desesperou junto a ela, parecia que ele nem se quer se acostumou com a correria, ele acordou meus irmãos, para eles irem juntos. Então eles entraram no carro e foram correndo para o hospital. Meu pai ficou na sala de parto com minha mãe, ele me disse que ela apertava tanto a mão dele que parecia que ira arranca-la. Eles ficaram lá na sala de parto, durante quarenta minutos, porem ele disse que todo o esforço valeu a pena. E que quando eu nasci, ele viu o anjo mais belo de todo o céu. Ele me encarou, e disse Natasha, minha mãe estranhou o nome, porem era a vez dele escolher o nome da criança, afinal eu havia nascido com os olhos dele(meus pais fizeram um acordo entre si, que quando tivessem um filho, e tal filho nascesse com os olhos dele ou dela, quem ganhasse poderia escolher nome da criança, e o outro nem mesmo poderia opinar). Apesar de ter os olhos de meu pai, pelo oque eles me disseram, eu era a cara de minha mãe, contendo tudo dela menos os olhos. No dia seguinte, os parentes de minha mãe foram visita-la no hospital, e então voltamos para casa, contendo mais uma pessoinha para família. Meu pai falou, que durante um bom tempo, minha mãe ficou com migo em seus braços, em frente a uma janela apenas me encarando e cantando uma musica, ele ate mesmo tirou uma foto.


A bela construção como um castelo de animação.
A festa em dentro rolava.
Vivo a me perguntar, que pessoas vivem lá.
Pude ver minha mãe sair de lá.
Mais quem era aquele belo príncipe ao seu lado?
Mãe, porque não é o papai?


Por muito tempo, eu e minha família, fomos muito felizes. Ate que em uma certa tarde, tudo que havia de bom foi varrido pela infidelidade.
Era primavera. Eu tinha meus seis anos e estava no terceiro ano tinha pulado duas series, eu havia saído mais sedo da escola, pela falta da professora. Eu vinha andando calmamente, fazendo o caminho que eu sempre fazia. Ate que vejo o castelo da colina, e resolvo dar uma passada lá. Mudo meu caminho e começo a andar em direção a um castelo de que desde sempre me fascinava. Chegando em frente a ele fiquei a encara-lo com um enorme sorriso estampado no rosto. Fiquei pensando que tipo de pessoas frequentavam aquele lugar. Vi que o portão iria se abrir então me escondi entre uns arbustos. Então pude ver, um carro negro sair de dentro dele. Só fiquei espantada, quando vi que pessoa estava dentro dele, era minha mãe, vi também que tinha um homem ao lado dela, apertei meus olhos para ver melhor quem era, e então vi um homem. Sorri ao ver que minha mãe era como uma princesa, afinal estava saindo de um castelo, mas, quem era aquele príncipe? Eles pararam o carro para conversar com o porteiro, aproveitei e tirei uma foto para mostrar para o papai, como a mamãe parecia uma princesa saindo do castelo. Fui para casa correndo, e com um enorme sorriso no rosto. Queria mostrar para meu pai o mais rápido possível. Naquela época, eu queria saber oque eu sei hoje, que aquele lugar não era um castelo, e sim um motel, e talvez eu sabendo disso, eu não tenha destruído minha família.
Cheguei em casa, e joguei minha mochila e corri para o escritório de meu pai com a câmera na mão, achando que estava fazendo algo certo.



-Papai! Papai. - Eu corri na direção dele que estava sentado em sua poltrona ledo uns papeis, ele sorriu ao me ver e me pegou pela cintura e me colocou sentada em seu colo.
-Oi minha Anjinha. - Ele beijou o topo da minha cabeça, e eu sorri mais ainda. - Como foi a escola?
-Foi, bem. Mais eu sai mais sedo e fui ver aquele castelo . - Ele ergue a sobrancelha em curiosidade.
-Aquele castelo no topo da colina! - Falei da forma mais inocente, e meu pai franziu o senho.
-Oque foi fazer naquele castelo?
-Bem, eu fui lá para ver se saia um príncipe ou uma princesa. Fiquei ate chateada por não ver nem um. Mas, eu fiquei muito surpresa ao ver a mamãe saindo de lá. - Balancei minhas pernas, e então olhei para o meu pai, ele estava com seus olhos minimamente arregalados. - Oque foi?
-Nada....E oque a mamãe estava fazendo lá? - Ele forçou o sorriso, porem eu podia ver em seus olhos a aflição.
-Para falar a verdade, eu não sei. Mas, eu tirei uma foto da mamãe saindo de lá com um príncipe.
-E eu posso ver a foto?
-Claro que pode! - Sorri de novo, e o mostrei a foto, ele pegou a camera, e seu olhar era de quem não acreditava no que estava vendo. - Pai?
-Natasha.....Você é mesmo uma Anjinha tagarela! - Naquela época eu não entendi a que ele se referia mas hoje eu sei. Depois disso ele me perguntou se ele podia ficar com a foto, e eu disse que sim. Então ele me mandou ir para o meu quarto.




Segunda Página do Seu Diário

Meu coração dói.
Palavras machucam
E ferem as pessoas
Minhas palavras feriram minha família.
Acho que devo parar.


Depois desse acontecimento. O dia foi normal, Miriam chegou em casa toda sorridente por ter ganhado um novo subordinado, e Benjamin reclamando do treino de beisebol. Minha mãe estava mais feliz que o normal, o único que estava diferente era meu pai, ele estava serio, não que isso não fosse comum, é que com a gente ele vive sorrindo. Depois do almoço, eu fui fazer meu dever de casa, quando terminei minha amiga Moli, veio em casa e me chamou para ir andar de bicicleta ate a sorveteria. Fui, e lá acabei encontrado o resto do meus amigos. Ficamos brincando ate dar seis horas da tarde, e então tive que voltar para casa. Chegando na propriedade de minha família. Pude ouvir meu pai conversando com a minha mãe. Sem querer interromper eles, apenas desci da bicicleta e encostei a minha cabeça na porta de madeira.



-Desculpe Miguel. Por favor me perdoe! - Pude ouvir do outro lado da porta minha mãe, ela chorava e eu me perguntava o motivo.

-Sinto muito Rose. Mas, eu não consigo!

-Ma-ma-mas, oque será de nossos filhos? - Eu fiquei me perguntando oque estava acontecendo, e por qual circunstância eles estavam brigando.

-Eles terram que aceitar esse fato. Creio que será difícil no inicio, mas eles vão se acostumar a ter duas casa. - Duas casa? Essa era a única coisa que vinha na minha mente.

-VOCÊ NÃO PODE ME DEIXAR. Por minha causa você deixou o céu. E você sabe que não pode mais voltar. E se você não ficar com migo, eu irei contar para todo mundo, sobre sua verdadeira identidade! - Minha mãe aumento seu tom de voz, sua voz emanava raiva e tristeza.

-Tente. Quero ver quem vai acreditar em você. No mínimo iram pensar que você é maluca. Agora se me dar licença. - Meus olhos se enchiam de lagrimas, quanto mais eu ouvia. Ate que sou tirada de meu pensamentos, quando a porta onde eu estava apoiada se abre, revelando a face surpresa de meu pai.

-Natasha! Vo-você estava ouvindo? - Ele se abaixa na minha altura e coloca suas mãos em meus ombros. Nada o respondi apenas abaixei a cabeça. E então pude ouvir seu suspiro. Ele me abraçou e apenas disse;

-Sinto muito, Anjinha!




Nesse dia. Meu pai deixou nossa casa. Por sorte não tínhamos vizinhos que ficassem perto de nossa casa. Se não ficariam espantados com oque ouviam. Quando meus irmãos chegaram, e viram meu pai arrumando as malas. A primeira coisa que veio na cabeça deles, era se nos iriamos viajar. Porem quando meu pai lhes contou a verdade, minha irmã chorou, já meu irmão perguntou se poderia ir com meu pai, e assim foram os dois. Também perguntei se eu poderia ir junto, mas meu pai disse que eu deveria ficar e cuidar de minha mãe(essa foi a pior coisa que ele poderia ter feito). Quando ele entrou no carro e partiu, minha mãe caiu de joelhos e começou a chorar. Cheguei perto dela, e a chamei, num movimento de extrema rapidez, eu me via jogada no chão com minha bochecha esquerda ardendo. Meus olhos estavam arregalados como os de Mirian que colocou a mão em frente a boca. Minha mãe veio ate mim em passos lentos, era como se nem fosse mais ela.



-Mã-mã-mãe? - Perguntei entre soluços, que me fizeram gaguejar.

-Shhhhhhhiii! - Ela colocou o dedo em frente a boca, e fez barulho para que eu me calasse. - Não quero que fale......Por sua culpa eu perdi o homem da minha vida.

-Mas... - Assim que eu retornei a falar, minha mãe me deu outro tapa.

-EU FALEI PARA SE CALAR. - Abaixei minha cabeça com o grito de minha mãe. E então ela fez alo que me surpreendeu. Ela me abraçou, e então começou a fazer carinho em meus cabelos - Você vai conhecer um lado da mamãe, que você vai preferir nunca ter saibo da existência dele.



Minha irmã ficou calada o tempo todo. Apenas vendo tudo aquilo horrorizada. Uma semana depois meus pais se divorciaram, ninguém acreditou quando souberam, eles sempre pareciam ser um casal perfeito. E então para mim o inferno começou.


Terceira Página de seu Diário
.

Meu inferno começou
Eu devia ter ficado calada.
Eu não consgo me defender
Ouço uma voz na minha cabeça
Acho que estou enlouquecendo.


Já faz três anos desde o divórcio de meus pais, eu já estava com meus nove anos, e minha vida nunca foi tão ruim quanto naquela época, eu mau via meu pai ou meu irmão ate mesmo meus amigos eu não via mais . Minha mãe começou a ter "visitantes" em casa. Toda semana era um novo. Mirian e eu não podíamos fazer nada, afinal ela nos ameaçava. Minha mãe começou a me "odiar", apesar de ameaçar Mirian ela a tratava melhor, dando tudo oque ela queria e deixando ela fazer tudo oque queria. E com isso minha irmã foi se transformando aos poucos, ate que começou a ficar do lado de minha mãe. Miran também começou a me maltratar, e então minha mãe começou a me tratar mais como escrava do que como filha. Ela não deixou mais meu cabelo cresce, ela cortava ele com uma gilete, e me cortava junto. Ela começou a tingir meu cabelo de vermelho mesmo contra a minha vontade, Mirian me segurava para que eu não tentasse fugir, quando eu via meu pai, ele ficava pasmo, porem minha mãe sempre dizia que era eu que fazia isso. Também fui obrigada a usar roupas de empregada e a servir os "namorados" de minha mãe, e eles podiam fazer oque eles quisessem com migo. Muitos tentavam me estuprar, porem isso eu nunca deixei, e então eu era punida, eu ficava no "Isolamento", era o porão de casa, um lugar sujo e empoeirado, onde eu ficava presa por dias, sem comida, apenas água para que eu não morresse. Aos dez anos, minhas "asas" começaram a crescer, quando minha mãe viu aquilo, ela começou a cortar minhas asas, pois ela disse que eu já parecia muito com meu pai. Eu sei você deve estar pensando que mãe é essa. Bem é a minha. Com o tempo, eu fui enchendo meu quarto de desenhos, minhas paredes erem repletas por desenhos feito a lápis, e a cada dia meus traços estavam se tornando mais trabalhados e realistas, tal dom vindo de minha mãe, desenhar era uma das coisas que não me deixavam pirar. Minha mãe nem irmã ligaram para os meus desenhos, porem eu podia ver como a minha mãe as vezes ficava fascinada.

Como eu não podia fazer nada, e raramente podia sair de casa. Eu acabei criando uma "amiga imaginária", seu nome era Cármen, era o tipo de menina que eu queria ser, decidida, pé no chão e forte. Eu conversava com ela de forma frequente, oque fez minha mãe e irmã me chamarem de "Esquisitinha" ou "Doida", mas eu não ligava, Cármen era a melhor "pessoa" que eu já conheci. Porem ela começou a mudar, era como se ela estivesse tentando se tornar real. Ela começou a sussurrar coisas na minha cabeça. Querendo tomar o controle sobre o meu corpo. Um dia ela QUASE conseguiu.



-Eu sei que você quer se vingar por tudo oque elas fazem com você. Me deixe tomar o controle. Eu posso fazer oque você não pode. - Ela dizia isso na minha cabeça por horas, chegava a doer.

-Não! Apesar de tudo elas são minha família! E também a culpa foi minha.

-Que isso, Natasha acorde. Não seja estupida, a culpa não foi sua, foi da sua mãe, aquela puta. Que andava dormindo com outro, sendo que é casada. Se sua mãe é uma vaca a culpa não é sua. Apenas diga que sim e então seremos um só. - Fiquei pensando no que ela me falava, e vi que ela estava certa e então resolvi aceitar.

-Si....- Antes que eu terminasse a palavra minha mãe me chama e então eu vou ate o seu encontro.



Como eu não podia fazer nada, e raramente podia sair de casa. Eu acabei criando uma "amiga imaginária", seu nome era Cármen, era o tipo de menina que eu queria ser, decidida, pé no chão e forte. Eu conversava com ela de forma frequente, oque fez minha mãe e irmã me chamarem de "Esquisitinha" ou "Doida", mas eu não ligava, Cármen era a melhor "pessoa" que eu já conheci. Porem ela começou a mudar, era como se ela estivesse tentando se tornar real. Ela começou a sussurrar coisas na minha cabeça. Querendo tomar o controle sobre o meu corpo. Um dia ela QUASE conseguiu.



-Eu sei que você quer se vingar por tudo oque elas fazem com você. Me deixe tomar o controle. Eu posso fazer oque você não pode. - Ela dizia isso na minha cabeça por horas, chegava a doer.

-Não! Apesar de tudo elas são minha família! E também a culpa foi minha.

-Que isso, Natasha acorde. Não seja estupida, a culpa não foi sua, foi da sua mãe, aquela puta. Que andava dormindo com outro, sendo que é casada. Se sua mãe é uma vaca a culpa não é sua. Apenas diga que sim e então seremos um só. - Fiquei pensando no que ela me falava, e vi que ela estava certa e então resolvi aceitar.

-Si....- Antes que eu terminasse a palavra minha mãe me chama com um grito e então eu vou ate o seu encontro




Cheguei na sala e vi minha mãe chorando, sobre o corpo desacordado de minha irmã, e completamente estirada no chão. Ela me mandou chamar uma ambulância. E eu fiz isso o mais rápido possível. Porem minha irmã espumava pela boca, e se tremia, eu não sabia oque fazer. E então trinta minutos depois uma ambulância chegou. Porem já era tarde demais minha irmã não respirava mais, chegaram a tentar reanima-la durante o caminho ate a ambulância, mas não foi possível ela já tinha falecido, ela havia ingerido veneno. Quando a noticia chegou no meu pai, ele veio "correndo" quando ele chegou e viu que era verdade. Não só o dele, mas o mundo de toda a nossa família caiu por completo.
O enterro foi dois dias depois de sua morte. Minha mãe se trancou no quarto e não saiu por dias. Mesmo depois de tudo oque ela me fez, eu me preocupo com ela afinal. Depois de uma semana, ela finalmente saiu, e estava diferente, estava sorrindo. Quando cheguei perto dela, a mesma me chamou pelo nome de minha irmã. E quando eu a lembrei de que ela tinha falecido, ela riu, e falou que era mentira, e que isso seria impossível pois eu estava ali na sua frente, e me chamou de "Minha querida Mirian". Eu me estressei e gritei dizendo que eu era a Natasha, e ele me deu um tapa, e gritou "Como, Natasha morreu" . A partir daquele dia, ela começou a me tratar como tratava a minha irmã. Ela fez com que meu cabelo voltasse a crescer de uma forma bem rápida, e descoloriu meu cabelo e ele retornou a sua cor original. Ela falava com migo como se estivesse falando com a Mirian, como que quem tivesse morrido para ela fosse eu e não minha irmã, e mesmo assim eu não conseguia fazer nada, eu não consegui enfrenta-la ate que um dia.


Quarta Página de seu diário.


Eu não aguentava mais.
Minha mente estava confusa.
Quem era eu? Quem sou eu?
Uma filha reserva?
Ou uma marionete nas mãos de minha mãe e de Cármen?


Minha vida foi assim durante anos. Aos quinze, eu fui para outra escola. Eu já não tinha mais amigos, eu nem se quer conversava com as pessoas ao meu redor. Muitos me achavam estranha por nunca falar. Ate que em um dia, minha mãe adoeceu, e então ela me fez prometer que eu iria com ela ao hospital. Porem, quando eu ia embora, um grupo de meninas tinha me convidado para ir com elas passear, e por um motivo estranho eu aceitei, e fui. Eu estava feliz me divertia muito, fazia tempo que eu não sorria e fazer isso novamente era muito bom. Quando já fazia meia hora que eu estava com aquelas meninas minha mãe me enviou uma mensagem de texto:

"Onde esta você? Pare de fazer oque quer que esteja fazendo e venha agora! Estou te esperando."

Eu fiquei visivelmente irritada , e acabei por responde-la de uma forma realmente rude.

" Me deixe em paz! Você não é mais uma criança, e pode ir muito bem sozinha. Então pare de me aborrecer"

Eu então pensei que eu apenas tinha que voltar e pedir desculpas, porem isso não aconteceu. Afinal ela não estava mais aqui.

Quando cheguei em casa dei de cara com minha mãe, porem ela estava no chão e sangue estava ao seu redor. Então foi ai que eu vi, ela tinha se suicidado.

Ate hoje eu me sino culpada, na verdade eu sou a culpada. Depois disso, foi a minha vez de entrar para o meu quarto e me trancar em dentro dele. Meu pai e meu irmão tentaram a todo custo falar com migo, mas eu não queria falar com ninguém. Eu acabei por entrar em uma profunda depressão. Tanto meu corpo quanto minha mente ficaram terrivelmente fragilizados. E isso deu espaço para que Cármen tomasse conta de todo o meu corpo, eu apenas me senti presa em meu próprio subconsciente. Eu não conseguia voltar, Cármen então aproveitou, e fez tudo oque ela não pode fazer em todos esses anos. Coisas que nas quais eu não me orgulho, ela deixava bem claro que não era eu e sim ela, ela ate mesmo explicou para o meu pai, que ficou chocado, ele ia me mandar para um lugar para me tratar, porem Cármen fugiu. Algumas vezes eu voltava, e na maioria das vezes, eu acordava ao lado de um homem diferente. Oque me deixava enojada. Ate que em um momento de lucidez minha, eu consegui tomar o domínio do meu corpo eu fui pedir ajuda para o meu pai.




Eu estava em frente a casa de meu pai. Chamei por ele, e um de seus empregados me levou ate ele. Quando eu o vi, corri e o abracei.

-Papai! Por favor, me ajuda! - Falei chorando, e ele ficou preocupado e assustado.

-Anjinha por onde você andou?

-Eu não sei. Só hoje que eu consegui me livrar da Cármen. Mas.....Ela esta lutando, e sinto que não vai durar para sempre, o meu controle sob ela. - Meu pai chamou um empregado, para que ele trouxesse uma espécie de colar.

-Tome! - Ele me estendeu um colar no formato de asas, perguntei para ele o motivo de tal colar – Ele vai te ajudar a controlar a Cármen. Vamos se dizer que ele é "mágico". Você nunca deve tira-lo, nunca. Pois se tirar ela vai voltar. Entendeu? - Ele me encarou e eu assenti com a cabeça de uma forma positiva. E ele sorriu. - Que bom! Agora vá para seu quarto, e se arrume. E volte a ser a minha Anjinha – Sorri para ele e corri para o quarto que eu tinha na casa dele. Acabei encontrando meu irmão pelos corredores, e simplesmente pulei nele. Fui para o meu quarto onde tomei um banho, e fiquei encarando o colar com um sorriso no rosto.



E então. Minha vida retornou a ser boa. Aprendi muitas coisas na casa do meu pai. Como tocar instrumentos, e ate mesmo cavalgar em um cavalo, o homem que me ensinou disse que eu tinha talento, oque me deixou muito feliz. Os anos foram se passando, e apesar de sentir falta de minha irmã e mãe algo me confortou. Quando eu fui ver as coisas da minha mãe, eu vi o celular dela, ainda tinha bateria. E então vi, que ela tinha lido a minha mensagem porem não respondeu. E então resolvi entrar nos rascunhos, e vi uma mensagem que era para mim, e quando eu a li fiquei extremamente triste e feliz.

"Sinto muito Natasha. Eu lhe culpei por algo completamente idiota sua vida inteira. Não foi sua culpa, e sim minha. Seu pai....Foi o melhor homem que eu já conheci, e depois do divorcio, eu comecei a descontar tudo em você. Fiz coisas com você que eu não me orgulho. Te exclui e esqueci que você era apenas uma criança, minha criança. E acabei trazendo a Mirian para o meu lado. E depois da morte dela, eu enlouqueci. Eu quero que você seja feliz, quero que faça amigos, e ame alguém. E me desculpe por sempre atrapalhar. Espero que possa me perdoar um dia. Adeus, mamãe te ama"

Lágrimas escorreram pelo meu rosto neste exato momento. Nesse dia eu fui visitar ela, e minha irmã, levei as flores preferidas d cada uma delas. Ate mesmo conversei com elas. Meu coração doía muito, mas eu creio que aonde ela estiver, ela esta a me olhar.

Quinta Página de Seu Diário
.

Estou feliz finalmente
Hoje em meu coração só ar alegria.
Sinto que estou dando a volta por cima.
Por min, eu espero que tudo continue assim.
Do jeito que estar.


Aos meus dezoito anos quando eu estava a beira de fazer dezenove. Eu fui visitar, o orfanato o hospital e o asilo, tudo no mesmo dia. Desde que eu comecei a morar com meu pai, eu queria ver sempre as pessoas sorrindo, trazer felicidade a elas. No orfanato eu me vesti de princesa e fui fazer uma surpresa para eles. No hospital eu ajudei e brinquei com os pacientes, ver eles felizes era realmente muito bom. No asilo, eu fui cantar, já que tinha prometido para eles, desde a ultima vez que os vi. Cheguei em casa completamente exausta, pois depois de tudo ainda tive que participar das atividades do meu club. E quando eu ia me jogar na cama, Olivia que era uma das empregadas mais antigas de meu pai, veio e me avisou que meu pai queria me ver. Fui ate o escritório dele apenas me perguntando oque ele queria com migo, será que ele descobriu sobre as asas? Essa foi a primeira coisa que eu pensei. Bati na porta da sala dele, assim que eu ouvi um "entre", foi ai que eu abri a porta.



-Queria falar com migo?

-Hum? Sim! Eu tenho uma ótima noticia!

-E qual seria? - Eu estava mesmo curiosa e ele sorridente.

-Eu escrevi você na melhor escola do mundo, de nada. - Fiquei em silencio e então comecei a pular e a espernear.

-Serio? QUE BOM! Pai o senhor conseguiu! - Eu me joguei em cima do meu pai e então ele disse para eu ir logo me preparando, pois seria logo a minha viagem.




{Bem essa foi a história da Natasha, eu me inspirei em histórias reais, sim isso já aconteceu com pessoas reais. Eu espero que a história não tenha ficado muito exagerada. Há! E Natasha não sabe mas, o colar que seu pai lhe deu, não tem magia nem uma é só para enganar seu psicológico, já que o problema esta em sua mente.}



Família
Pai: Anjo

Status:
Vivo

Nome:
Miguél Collins{Gai Tsutsugami #gato #aisenãofossemeupai}

Idade:
Aparenta ter 31 anos(idade real desconhecida)




Personalidade:
Cuidadoso e divertido. Se preocupa realmente com a família, e faz de tudo por ela. Muito fiel, e sincero, sempre pode contar com ela. Ele é bastante divertido, sempre faz a pessoas sorrirem. Trabalhador, ele gosta de trabalhar, Natasha ate mesmo briga com ele por causa disso e ele sempre responde "Quando eu morrer eu quero ser septado de pé. Só pra dar trabalho". Serio com quem não conhece, sempre com um olha indiferente, ciumento, e faz qualquer um se arrepender de mexer em sua familia.

Relação:
Melhor impossível. Eles vivem sorrindo. Natasha ama seu pai. Se sente segura perto dele. E adora sua companhia. Mesmo que seu pai a dê um belo de um sermão. Ela gosta realmente de seu pai. E não gosta de que outras mulheres se aproximem de seu pai. Ela espanta cada uma com um "enxota piranha" como ela diz. Sim ela é ciumenta com ele e não gosta de dividir.

*

Mãe:

Status:
Morta(Suicídio)

Nome:
Rosemary Med Hoter(Evangeline Yamamoto)

Idade:
30 anos. nasceu em 11/09




*

Irmão:

Nome:
Benjamin Med Collins(Usui Takumi)

Status:
Vivo

Idade:
21 anos, nasceu em 15/01




Personalidade:
Protetor e ciumento. Ai daquele menino que der em cima de uma de suas irmãns, ele é capaz de ameçar o garoto de morte. Dono de um senso de proteção adoravél, porem odeia quando vê uma de sua irmãns conversando com um menino. Ele sempre é dono de uma generosidade visivél. Inteligente, o bastante para terminar o encino médio com 16 anos. E sempre teve um carinho a mais com Natasha. Sendo assim o melhor amigo dela.

Relação:
Relação deles é a melhor. Muitas pessoas tem aquele fetiche de que "irmão, um diabo sem chifre". Já ela considera seu irmão seu melhor amigo. Sempre rindo junto a ele ela adora passar um tempo com ele. Vivem brincando e se divertindo. Mesmo depois que Benjamin começou a namorar, ele não deixou Nathasa de lado, na verdade da mais atenção a ela, sendo que isso deixa sua namorada estressada. Ele possui um certo ciume de Natasha(não é incesto, mas se quiser fazer), sempre manda qualquer garoto que chegar perto dels vazar, e ele pode ate mesmo ameaçar o primeiro garoto que fazer ela chorrar.

*

Irmã:

Status:
Morta(Se suicidou assim como sua mãe, ela ingeriu veneno. Messês depois, Natasha descorbril que ela se matou porque não aguentava mais o seu estilo de vida. Ela descobril quando achou seu diario. Ela também, soube que sua mãe também amaçava Mirian, e por isso, ela erra crueu com Natasha)

Nome:
Mirian Med Collins

Idade:
Morreu quando tinha seus 15 anos, nasceu em 18/06






Personalidade
[Natasha possui dupla personalidade, sendo uma delas boa e a outra ruim. Sua personalidade natural é a boa. Que será a personalidade que eu irei explicar agora:

Personalidade predominante:

Natasha possui uma personalidade vamos se dizer no mínimo "brilhante". Ela é do tipo de pessoa, que não importa quem você seja ela sempre ira te receber com um lindo sorriso, sendo assim derretendo ate o coração mais gelado do mundo.

Alegre, dona de uma alegria contagiante, se ele esta feliz faz com que as outras pessoas fiquem feliz junto a ela. Sempre dona de pensamentos positivos porem eles não fogem da realidade, ela não é do tipo que se abala com facilidade, ela sempre tenta ver o lado positivo de tudo, e ela consegue ver beleza nas piores coisas ou nos piores lugares, que nos quais as pessoas iriam considerar um inferno.

Adora atenção e contato físico, na verdade necessita dele. Gosta de abraços, até mesmo de desconhecidos, ou até mesmo um simples toque das mãos, isso a acalma. Conversa com todos, até mesmo com aqueles de quem não gosta, mas por educação, não por falsidade. Ela tem uma espécie de "detector de gente falsa" se esse detector apitar, com certeza a pessoa não vale a pena. Se apega muito fácil as coisas e pessoas, o que pode vir a se tornar um problema para ela. Está sempre com um sorriso suave no rosto, se ela não sorrir, com certeza algo de errado aconteceu com ela, algo que a machucou muito.

Ela é bem sociável. Sendo do tipo que pessoa que ganha a confiança da pessoas muito fácil, do mesmo jeito que faz amizade, ela s vezes vira amiga das pessoas sem nem mesmo perceber. Ela é do tipo de pessoa que ninguém consegue odiar, você ode ate mesmo tentar, porem não consegue, mesmo ela pisando na bola, ela pode rapidamente te reconquistar.

Ela não gosta de ver pessoas tristes e se preocupa realmente com as pessoas ao seu redor, gosta de ver o sorriso no rosto de cada um, e as vezes se torna meio palhaça para conseguir um. Consegue alegrar qualquer um com seu jeitinho, mesmo que possa parecer complicado, ela não desistirá até conseguir arrancar um sorriso sincero da pessoa. Por ter um grande coração, até no dia de São Valentim, ela distribui chocolates a todos na praça, juntamente com uma rosa, para que ninguém se sinta solitário.

Ace é muito agitada, beirando a hiperatividade. Ela simplesmente não consegue ficar muuito tempo sem fazer nada, isso a incomoda demais, ela acha que ira enlouquecer. É aventureira, gosta de conhecer novos lugares, experimentar novas sensação. Sua mente é uma caixinha de surpresas, ela vive tendo ideias malucas que você nunca imaginaria, mas um maluco bom, que o faz se encantar ainda mais por ela. Natasha também é desbocada, muito. Não mede as consequências do que fala, simplesmente solta o que lhe vem a cabeça. Na maioria das vezes ela arranca risadas das pessoas por isso, por isso não se importa, mas também consegue se meter em diversas confusões.

Desastrada, Ace é do tipo que vivi batendo o dedo mindinho nos móveis, que sempre acaba se cortando acidentalmente com tesouras de poda, ou tropeçar e cair de cara no chão. Mas a dor não parece lhe incomodar, ela é muito mais forte do que aparenta. Não gosta de chorar, prefere disfarçar dando um sorriso sem graça, até mesmo triste, mas nunca recorreria as lágrimas. Ela se sente muito mais frágil quando deixa as gotas rolarem por se rosto, como se qualquer coisa possa quebra-la em questão de segundos.

Não é do tipo que julga os outros pela aparência, não liga para essas frescuras. Trata todos da mesma fora, com carinho e gentileza. Não liga para padrões de beleza, nem com relação ao outros, tão pouco com ela. Ela sempre fala para sermos nós mesmo, pois os demais já existem. Autentica, muitos a consideram a "diferentona", ela fala que não importa com a opinião das pessoas a sua volta, ela não liga se alguém vai falar de sua roupa, ou de suas ações, ela gosta de ser livre e não gosta de se sentir presa a regras e a outras pessoas.

Justiceira, ela não suporta atitudes desonestas, abusos ou injustiças e luta contra isso com unhas e dentes. Não pense que, porque ela é calma e amável, ela vai ficar encolhidinha esperando alguém resolver o problema. Ela sabe que, no tipo de mundo que vive, não existe uma coisa tão linda quanto "tudo pode ser resolvido na conversa". Algumas pessoas, se você conversar com elas, sequer vão prestar atenção e vão rir da sua cara. Alguns já sabem que estão errados e continuam porque querem se divertir e não ligam pro resto. Como convencer alguém assim? Esse pensamento seria apenas inocência. O mundo é difícil, e apenas ter fé de que tudo vai dar certo não vai concertar nada. Tente fazer certo o máximo que puder da maneira certa, e se não houver outra escolha busque outra maneira de resolver. Seu pai lhe dava longos sermões graças a esse pensamento

Ela é do tipo que sofre sozinha, ela prefere ao invés de incomodar as pessoas ao seu redor com suas lágrimas. Ela odeia chorar em publico, então ela sempre procura um lugar calmo para chorar, onde não tenha ninguém. Ela é capaz de suportar muitas coisas, e sempre com um sorriso no rosto, porem por dentro ela chora profundamente. Então quando esta triste, seu sorriso é vago, sem brilho, sem alegria evidente, um sorriso falso e fosco.

Natasha é apegada as pessoas mas, não a bens materiais. Se ela perder algo tipo, o celular, um livro, uma pelúcia. Ela ira ficar bem triste, porem se recupera logo. Mas, isso se torna exceção quando se trata de pessoas com quem ela tem muito afeto, e conviveu a sua vida inteira. Ela fica muito afetada quando alguém morre, sendo capaz de ficar dias sem falar ou ate entrar em depressão.

Ela é bastante gentil. Ela não é do tipo de pessoa que dá com a mão direita esperando receber pela mão esquerda, ela pensa no melhor para as pessoas ao seu redor, sendo incapaz de machucar quem quer que seja. Ela ajuda as pessoas, sem esperar receber algo em troca, se ate mesmo alguém disser um "Obrigado" é bem capaz que ela nem escute, afinal ela faz isso não para que a pessoas se sintam obrigadas a agradece-la, só faz oque acha certo e pronto.

Mesmo sendo inteligente, não possui notas tão boas assim. Por que? Simples, a escola é um tédio, e seu lado hiperativo não consegue simplesmente se focar naquilo, e sua mente acaba viajando em universos alternativos. Ela é do tipo que mata aula sim, oque deixa ate muitos surpresos. Graças a sua excelente memória, ela é capaz de tirar notas boas em provas. Ela tem a capacidade, de resolver equações mais rápido que as demais pessoas, assim como é muito mais rápida em aprender a matéria, oque uma pessoas duraria um dois ou ate mesmo quatro dias para aprender algo, ela aprende em apenas uma ou duas horas. Suas melhores notas são matemática, física, sociologia e química, sendo muitas vezes chamada de "calculadora humana" . Ela gosta de saber como as coisas funcionam e de onde tudo começa. Ela é do tipo que segue a lógica, eliminando as questões mais improváveis, e por assim sabendo muito bem do que esta falado.

Corajosa e curiosa. Sempre se metendo em confusão por conta de sua curiosidade. Ela vai a fundo ate descobrir, por exemplo se ela falar "eu estou interessada" já era, é capaz dela te arrastar para todos os lugares. Ela é bastante teimosa, sendo que quando coloca algo na cabeça, nem Jesus tira, ela detesta parar pela metade, se ela começa algo vai ate o final . Corajosa, ela enfrenta quem for para defender seus ideais, sendo muito persuasiva, e tendo uma capacidade incrível de argumentação, raças ao seu lado detalhista que não deixa nada passar em susa, ela pode desarmar as defesas de qualquer um deixando a pessoa extremamente encabulada, e sem fala, sem saber oque responder.

Não é do tipo barraqueira, ela não busca confusões ou brigas, mas se alguém a provocar, ela responderá com a mesma intensidade. Não abaixa a cabeça para ninguém, não importa o quanto a pessoa se ache superior. Não é tão inocente assim, ela sabe o que é certo e errado, não se deixa enganar ou persuadir com facilidade. Ela até pode parecer bobinha, mas com certeza não é. Nunca faria nada par magoar ninguém, muito menos alguém com quem ela se importa.

Infantil. Ela parece uma criança, literalmente, sendo do tipo que faz com que seus amigos passem vergonha quando estão com ela, porem sempre deixa muitas pessoas encantadas com esse lado. Ela é do tipo que em festa de criança, quando alguém fala que o pacote de lembracinhas é apenas para crianças, ela se junta a uma turminha de crianças e diz que faz parte dela, e se tem pintura no rosto, crianças saem da frente se não ela passa por sima. Brincalhona, ela brinca com qualquer um, quando se junta com as crianças do orfanato ou do hospital ela ´praticamente vira uma. Em parques de diversões ela é do tipo que vai para o carrossel sem ligar para a sua idade. Ela é do tipo que fica brava quando algo não sai do jeito que ela quer, ela faz bico e emburra a cara, oque faz com que suas amigas fiquem rindo dela.

Romântica. Ela deixa isso realmente evidente. Sendo do tipo de garota que sonha em conhecer alguém e se casar com ele. Ela já leu inúmeros livros de romance, e vamos se dize que ela é uma espécie de cupido, sendo capaz de unir um homem e uma mulher com muita facilidade. Ela sabe muito sobre o amor, e ao mesmo tempo não sabe, ela pode saber oque fazer, mas nunca teve uma experiência real. Ela pode ver quando sua amiga esta apaixonada ou quando um rapaz esta apaixonado por uma amiga sua, porem é péssima para saber quando alguém esta apaixonado por ela. Sendo que a pessoa tenha que ser bem direta tipo dizendo de cara "Eu te amo!", pois mesmo que uma menino faça uma serenata para ela e coloque seu nome na musica, ela diz "Devem ter errado de casa". Ela odeia quando alguém diz "Haaaa, eu estou procurando a pessoa perfeita". Ela sempre responde de uma forma bem rápida "Então você vai morrer sozinho(a), pois se estiver esperando a pessoa perfeita, ela nunca vai aparecer. Você deve procurar pela pessoa que complete a sua vida, que goste de você do jeito que é. Sempre haverá algo na pessoa que não te agrada, e então se estiver esperando pela pessoa perfeita, espere dormindo, pois ela não ira vir. Bem esse é o meu pensamento". Ela também não é do tipo que muda só para agradar alguém, se alguém quer gostar dela, que a leve do jeito que ela é, pois ela nunca vai mudar suas cores para agradar alguém.

Ciumenta e impulsiva. Sendo do tipo que tira conclusões precipitadas, que as vezes ela acaba errando e se dá mau, mas na maioria das vezes sua intuição é a certa. Dona de um ciúme bem evidente, ela não gosta que as pessoas mecham no que é seu sem sua permissão, odeia quando isso acontece, ela também é ciumenta com as pessoas que ela gosta, sendo que quando alguém chama sua melhor amiga de melhor amiga, haaaa ela fica pé da vida, e chega na pessoa já mostrando quem é a amiga verdadeira, e sai avisando para que nunca mais ela fale isso.

Emocional, sensível e carente. Muitas vezes ela é considerada um "gatinho". Ela é do tipo que fica mal de forma fácil, porem continua firme. Sendo que quando ver algo que a deixa triste ela escolhe um lugar para chorar, onde ninguém possa ouvi-la, pois odeia incomodar as pessoas com suas lágrimas. Sensível, sendo que fica bem abalada quando ferem seus sentimentos, ficando ate mesmo um pouco melancolia por um longo tempo e depois ela volta ao normal. Ela é realmente carente, sempre precisando de atenção ou afeto, se não ela acaba desmoronando. Ela não liga de chorar por alegria, na verdade ela acha realmente bom. Ela é do tipo que você sempre pode procurar para desabafar, e nunca ira contar um segredo, ela pode morrer mais de jeito nem um ninguém consegue tirar uma palavra dela, sendo considera realmente cabeça dura.

Ela é uma garota muito simples cujo estilo de vida pode ser bem caseiro, de forma que ela até parece uma "dona de casa" por seus passatempos incluírem limpar, arrumar, cozinhar entre outras tarefas caseiras (mas ela definitivamente não consegue ficar em casa sem fazer nada). Ela na verdade gosta muito de sair de casa, mas não considera uma necessidade (mas se derem alguma ideia para ela com certeza ela vai sair). Ela é prática e a pessoa menos fresca que você vai conhecer em questão de vaidade (não, não é um elogio, ela é daquelas que pode sair de casa com calça de moletom, chinelo e uma blusa de pijama no meio da noite para ir na loja de conveniência), mas é extremamente fresca quando se trata de natureza. Aproxime qualquer inseto dela que ela não vai se aproximar mais de 10 metros de você .

Apesar de não parecer ela é bastante orgulhosa. Do tio que não abaixa a cabeça para ninguém, não importa o quanto a pessoa se ache a "ultima bolacha do pacote", ela não se deixa abalar por comentários maldosos, ela ergue a cabeça e empina o nariz. Ela é um a caixinha de pandora, sempre com uma surpresa, ela é do tipo que aprecia as pequenas coisas, mais que as grandes, sendo do tipo realmente humilde, ela arca com as consequência de seus atos, sendo que nunca empurra a culpa para outra pessoa.

Encrequeira, esse é o seu nome do meio, ela acaba tendo problemas sem querer. Mas as vezes as pessoas faltam implorar para que recebam uma resposta sarcástica ou irônica, ela é do tipo, que se for cantada de uma forma imoral, ou se um homem vier para cima dela, a mesma sabe muito bem se livrar dele, por exemplo, caso ele a toque em um lugar não agradável para ela(tipo bata na bunda dela), a mesma é capaz de jogar uma jarra de água gelada nele, só para ver se ele aprende.

Sincera, sempre prefere dizer uma ruim verdade do que uma boa mentira. Ela detesta mentir, sendo ate mesmo incapaz de fazer isso. Sempre procurando ser sincera, sem precisar machucar alguém, mas se preciso for ela diz. Criativa, é cada ideia que sai da cabeça dela, que só Jesus na causa mesmo, ela sempre tem uma ideia na cabeça e sempre ver se consegue colocar seu plano em prática.

Determinada e persistente. Sendo do tipo de menina, que vai ate o fim, e sempre tenta fazer algo, mesmo que alguém fale que é impossível, ela mostra que é possível, mesmo que erre na primeira tentativa, ela tenta e tenta de novo ate conseguir, sendo que isso seja uma das coisas que as pessoas mais admirem nela. Natasha pode não fazer 90% que uma pessoa talentosa faz, mas nos outros 10%, ela se sai bem sucedida onde mais ninguém sairia, sendo capaz de conquistar muitos.

Natasha, sofre de depressão, e muitas vezes acaba se fechando e ficando visivelmente triste, porem ela toma remédios para controlar tal coisa. Ela é muito leal, sendo incapaz de trair alguém, afinal ela não tem boas experiencias sobre traição, e ficará muito triste caso uma pessoa em que ela confie a traia.

Dona de um péssimo senso de direção. Sendo que muitas vezes acabe se perdendo no mínimo lugar possível. Sendo que nunca se deve deixa-la sozinha em um lugar desconhecido por muito tempo, e capaz de você nunca mais a vê-la, isso realmente falta matar suas amigas de preocupação. Sendo muitas vezes considerada meio lerda. Ela ate mesmo se perde em sua própria casa, caso ela seja muito grande, por isso ela sempre esta com uma mapa, um GPS no celular e uma copia da planta da casa. Ela é do tipo que se perde mesmo com o endereço do local na mão.

Egoísta. Mesmo que não aparente, ela é egoísta, quando gosta de algo ou alguém, ela não gosta de dividir. Ela quer tal coisa só para ela, e se caso for uma pessoa, ela quer a pessoa só para ela. Ela se sente a pior pessoa do mundo por ter esse tipo de comportamento, ou pensamento. Mas oque ela pode fazer? Sempre perdeu tudo desde pequena, e tem medo de perder novamente.

Pervertida. Mesmo que não aparente, é cada coisa que passa pela cabeça dela, que Deus do céu, ainda bem que ninguém ler mentes, se não ia ficar de cara. Ela não fica com vergonha quando pessoas falam sobre sexo, ela ate mesmo sorri de forma pervertida, oque deixa muitos surpresos, pois ninguém nunca iria pensar isso dela. Ela tem uma certa mania de juntar meninos com meninos, sim ela é uma fujoshi, ela tem vergonha de admitir isso mas ela é, ela tem mangás e animes que assiste(escondido). Ela não pode ver dois meninos juntos que pronto, pensou oque não devia.



Como dito anteriormente, Natasha é portadora de dupla personalidade. Sendo que a outra é completamente diferente de sua verdadeira.

Sua Segunda Personalidade

[Cármen, é do tipo de pessoa oposta de Natasha, tendo costumes e pensamentos completamente diferentes. Quando ela fica no poder, ela deixa bem claro para quem quer que pergunte que ela não é a Natasha, e explica quantas vezes forem precisas para a pessoa entender de uma vez. Apesar delas serem diferentes, as mesmas possuem um ponto em comum, afinal elas são praticamente a mesma pessoa.

Cruel, sim essa é a palavra que descreve Cármen. Dona de uma crueldade realmente enojaveu. Não tem nem um tipo de preocupação com as pessoas, ela não liga se ira machucar alguém com suas palavras ela simplesmente não liga. Ela é uma pessoa que, muitos a odeiam, porem existe aquelas que ate mesmo gostam dela.

Sádica. Gosta de ver as pessoas sofrendo e rir de sua situação. E ela não perde a chance de piorar, ela é do tipo que joga na cara tudo de ruim que a pessoa já fez e ainda fala que ela merece passar pelo oque esta passando. Ela se diverte com o sofrimento alheio, algo que é considerado terrível aos olhos de Natasha, porem a mesma não liga, acha bom e se sente superior as demais.

Orgulhosa. Se acham Natasha orgulhosa, isso é por quê vocês não viram a Cármen. Dona de um orgulho extremo, não aceita ajuda ou pede, ela realmente não é do tipo de pessoa que você quer ver por perto. Superior, dona de um grande senso de superioridade, ela se acha superior a muitos, sendo que não vale nada, não gosta de que as coisas saem de seu rumo, gosta de mandar e ainda mais que as pessoas a obedeçam, e algo de muito ruim pode acontecer com a pessoa que a desobedece.

Pervertida, ver malicia na menor coisa possível. Sendo que não pode ver um casal que já pensa em tudo oque eles já fizeram. Ela da em cima de qualquer homem que olhe de uma forma e desejo sobre ela. Gosta de se sentir desejada e de provocar, para ela é o seu melhor passa tempo. Sendo muito boa no que faz, ela anda e age de uma maneira sexy, para tentar os homens, sendo do tipo de garota fútil. Ama ver o jeito que eles ficam, e muitas vezes ganha a pessoa com a apenas um olhar.

Falsa. Dona de uma atuação impecável. Sendo muito convincente, adora se fazer de vitima, e mostrar que ela é inocente, mesmo sabendo que é culpada. Ela é ótima em fazer a cabeça das pessoas, fazendo com que os outros pense que ela é amiga deles, ate os apunhalar pelas costas. Se faz de santa e doce, só para enganar os ingênuos e se livrar deles. É como aquele velho ditado, "A cobra, sempre mata abraçando"

Fria e Sarcástica. Sempre dona de respostas curtas e rápidas, sendo mutas vezes insensíveis que acabem machucando muito a saúde mental das pessoas. Dona de sempre uma reposta na ponta da língua, sempre gostou de dar a ultima palavra sem se importar com a opinião dos demais ela faz oque quer. É como se ela tivesse veneno nas pontas de seus dedos.

Desonesta. Odeia perder, é uma péssima perdedora. Quando ela ver que esta prestes a perder, ela arranja um jeito de trapacear. Ela não liga se descobrirem, pois sempre será messes ou ate anos depois. Ela admite não ser do tipo confiável. Não é do tipo de pessoa que guarda um segredo, ela conta, ou guarda ate que possa usa-lo de uma maneira adequada.

Estressada ate o pó. Odeia esperar alguém, ela é rápida, então qualquer atraso, ela fica estressada. Ela odeia que as pessoas a perturbem, mais AMA perturbar, oque é estranho, afinal não deve ser feito para as pessoas, oque não querem que façam com você. Mas, ela não segue tal ditado, faz oque quer sem ligar nas consequências.

Mentirosa. Sempre mentindo, e falando mau das pessoas pelas costas. Ela não se importa se caso ela acabe com a vida de alguém. Ela é d tipo que vive de aparências, e é realmente bastante preconceituosa, não com raças e sim com padrões de beleza, e ela sempre fala "Os feios, devem ser presos. Por maltratar a minha visão".

Vaidosa. Gosta de se sentir bonita, então vive cuidando de sua aparência. Usa bastante maquiagem para se fazer mais "madura". Sempre querendo se sentir mais bela. Inteligente, possui a mesma inteligencia de Natasha e isso é algo que ambas tem em comum, apesar dela não usar a inteligencia dela. Egoísta, extremamente egoísta, se algo pertence a ela, a mesma deixa bem claro, e diz que não gosta que toquem no que pertence a ela.

Vingativa. É melhor nunca pisar no pé dela, pois quem meche com fogo se queima. Ela pode transformar sua vida num verdadeiro inferno, com um simples estalar de dedos. Ela é a ultima pessoa que você vai querer como inimiga. Ela é extremamente audaciosa, e espera um tempo para se vingar. Pois ela pesquisa sobre a pessoa, descobrindo seus medos e fraquezas, e assim bolando um plano para que a pessoa se arrependa de ter cruzado seu caminho.

Por fim, Cármen é do tio de pessoa que você nunca vai querer te por perto. Afinal ela é dona de uma personalidade complica e não é fácil conviver com ela. Diferente de Natasha.




Gosta

Flores - De preferencia rosas vermelhas. Ela vive com uma na mão na boca, na roupa ou no cabelo, sempre uma viva. Ela cuida delas como se fosse sua própria vida. E sempre presenteia uma pessoa com alguma rosa vermelha. Ela usa as flores de modo que ela possa se espresar, usando o significado. Rosas vermelhas quer dizer que ela gosta de você, rosa negra não gosta.(ela colocou uma rosa vermelha na bolça de Subaru, e ate hoje ele não sabe quem foi, mas suspeita de nossa anjinha).




Cachorros - Esse com certeza é o animal que ela mais gosta no mundo. Ela teve um quando pequena, porem morreu de velhisse. Gosta da alegria que eles tem e da fidelidade.


Desenhar/ Pintar - Seu talento nesta área é notável, muitos ficam encantados com sua arte, e todos falam que elas, "mexem" com eles, e muitos ficam pasmos com seu realismo. Ela costuma acordar na madrugada para desenhar, pois ela fala que é quando tem "inspiração".



Fogos de artificio - Ela simplesmente AMA, fogos. Fica maravilhada quando os vê, fica facinada vendo aquela imencidade, de cores.


Brincar na Neve - Ela adora, principalmente se estiver brincando de guerra de bola de neve. Não se preoculpe. ela é muito competitiva então sua mira não erra!


Pega-Pega - Sim ela brinca e na verdade adora. Ela vira o capeta e sai correndo numa rápides absurda. Sendo capaz de andar nas parades se preciso for. Mesmo que falem que é só um brincadeira, ela leva a sério e é bastante assustadora.


Terror - A-D-O-R-A. Sabe aquela satisfação de ver seu amigo se cagando de medo? Então ela adora, e é chamada de "A rainha do terror". Ela ama fazer pegadinhas com suas amigas e velas estremecendo. Elas falam que é interessante um ajo gostar desse tipo de coisa. Mas ela nem liga, gosta de assistir filmes serie de terror e de assustar suas amigas. Esta sempre antenada sobre novos filmes que estarão lançando. Sua serie favorita é America Horror Story e Exorcista. Gosta de decorar histórias de terror, e contar para suas amigas, e é claro dar um THAW nelas.


Carrinhos - Como visto em sua personalidade, ela é extremamente carente, e precisa de carinho. Ela gosta de dar e receber.


Bichinhos de Pelúcia - Mesmo não mostrando. Ela é doida por eles. Ama de paixão, se recebe algum guarda pelo resto da vida, cuidando com muito carinho. Ela não liga se falam que é muito infantil, ela vai te-los ate o fim de sua vida. Ela ate mesmo conversa com eles e dá nome.


Cantar - Esse talvez seja o maior talento dela, ainda acima de sua inteligência. Dona de um timbre de voz mozzo soprano, quase contralto. Ela costuma cantarolar uma musica qualquer quando esta entediada. Sempre recebe múltiplos elogios por sua voz. Sempre afinada ela nunca deixar cair nem se quer uma nota. Considerada uma voz "poderosa". Ela tem uma das vozes mais belas do grupo, sendo a que se destaca pelo tom grave. Ela desde pequena teve uma voz entoada e sua irmã também, porem ela tinha um soprano mais agudo. E ambas as duas faziam belos duetos. E quando uma de suas amigas estão tristes ela canta para alegra-la e sempre funciona.(caso queira alguém exemplo de voz canto



Costurar -Ela faz isso para passar o tempo, apesar de ser considerado algo muito "idoso", porem ela não liga. Ela gosta de fazer chachecois e sempre dá um para a pessoa que ela considera importante para ela, e é sempre da cor favorita da pessoa.


Tocar seus instrumentos - Ela os ama, e sempre coloca seus sentimentos ali. Em acada instrumento ela possui uma musica favorita. Todos os instrumentos que ela toca são de corda, então não tem facilidade com sopro, ela é do tipo que não precisa de partitura, pega de "ouvido". Seu instrumento favorito é o violino, com ele, ela se sente mais livre, e pode ate mesmo dançar. Harpa ela aprendeu com seu pai, já violino e piano foi com professores. Ela pratica diariamente seus instrumentos, então caso você não a encontre em lugar algum saiba que ela esta tocando.
Musica favorita em violino:
Csardas . -Vitorrio Monti




Piano:

Por Una Cabeza


Harpa:


{Existe muitas outras que eu amo de paixão, mas essas para mim são as melhores}

Jogos - Desde eletronicos e consoles , a xádrez e tabuleiros.



Comer - Adora, principalmente se for desconhecida ou apimentada ela realmente adora.


Doces - Ela adora. Chega é considerada uma formiguinha. Ela tem um certa preferencia por chocolate amargo.


Brincar na chuva - Ela simplesmente corre para a chuva assim que ela começa. Não liga se vai adoecer. Gosta da sensação gelada que ela traz. E principalmente correr e brincar.


Tirar foto - Sim ela gosta. Pois assim ela recorda de momentos bons da vida dela. Que nos quais não voltam.


Parque de Diversões - Ela adora, se perde no meio de tanta diversão. Parece ate uma criança que esqueceu de crescer. Sai correndo into em todo tipo de brinquedos, e carregando quem estiver com ela.


Sorvete - É serio quem não gosta? É simplesmente ótimo. Ela gosta tanto de sorvete que quando alguém pede para ela falar algo legal ela diz "Sorvete"


Vinhos - Sendo filha de um dono de um vinheiro. Ela tem grande conhecimento, e adora experimentar novos vinhos.


Bolos - Ela ama, de chocolate com morango então? Nem se fala.Ela gosta tanto que chega a ser especialista. Sendo que faz maravilhosos bolos.


Viajar - Conhecer lugares novos e novas culturas é praticamente o sonho de Natasha. E para ela viajar de carro é bem melhor que de avião, pois você curte a viajem inteira.


Livros - Ama de paixão, prefere um bom livro que um celular. Ela praticamente mergulha de ponta na história e se envolve como se estivesse visto oque lia. Ela simplesmente ignora o mundo quando começa a ler.


Ouvir musica - Ela vive com fones de ouvido. Ela usa quando esta entediada, ou quando esta na sala de aula e esconde os fones entre os cabelos. Ela simplesmente adora, e não imagina sua vida sem a musica. Ela ate mesmo canta unto a musica, e as vezes se movimenta.


Cavalos - Ela adora, com certeza são os segundo animais que ela mais ama neste mundo.


Crianças e bebés - Ela adora ate mesmo as birrentas, e sempre gostou de cuidar delas, desde que ela ajudou sua tia a cuidar do seu primo. Mas as estressarem, ela incorpora o capiroto. Ela sempre vai ao orfanato quando pode, e sempre admira a pureza e o amor que essas crianças possuem.


Desenhos animados - Ela adora, principalmente da Disney. Seu desenho favorito é a era do gelo, desde a primeira ate a ultima. Ela adora, e se estiver passando ela expulsa quem estiver com o controle, só para assistir. E o pior que a pessoa começa assistir junto com ela.


Coelhos - Coisa mais fofa que essa, dois. Ela acha a coisinha mais fofa do mundo, e falta espremer. Porem ela ainda prefere cachorros.


Borboletas - Sim ela adora. Acha a coisa mais linda e perfeita. Admira suas asas, e suas cores fica fascinada toda ves que ver uma. Tanto que ela tem vários desenhos de borboletas.




Desgosta
Chocolate Branco – De todos os doces do mundo, esse Natasha DETESTA.


Pessoas andando de vagar na sua frente - É serio isso ela detesta, ela é bastante imperativa, então morre de ráiva. Ela falta meter um empurram nessa pessoa e pisar na cabeça dela. Ela deixa isso bem claro já que ela faz caras e bocas oque faz seus amigos rirem.



Pessoas falsas - É serio ela falta meter um tapa na cara da pessoa, mas como ela tem muitas não dá.


Repetição - Bem, ela odeia isso. Tipo quando ela já entendeu e a pessoa continua falando e falando a mesma coisa. Ou quando sua amiga vive fazendo a mesma merda várias vezes. Ela revira os olhos sempre que alguém faz isso.


Cigarros – Ela odeia, principalmente quando tem alguém fumando perto dela. Ela tem vontade de pegar o cigarro da boca da pessoa e jugar no chão e pisar, e depois sair andando(ela já fez isso, e é bem capaz de fazer de novo)


Legumes – Ela não gosta, porem não chega a odiar. Ela gosta de brocoli porem quando se trata de abobora ela corre.


Perfume doce – Ai daquele que colocar perfume doce perto dela. A mesma começa a espirrar, e fala "Vai passar esse inseticida, longe de mim pelo amor de Deus". Ela apenas gosta dos amadeirados, e perfume masculinos de vez em quando o suaves.


Insetos – Ela os detesta. Quando um aparece ela falta dá uma de flash pois sai correndo numa velocidade absurda.



Calor – Ela odeia, se sente mau. As roupas ficam grudando nela, ela fica suando, e só em falar de calor ela já se desanima.


Mentiras – Ela odeia, e perde totalmente a confiança de alguém que mente para ela. Ficando assim sem falar com ela e a dando um gelo, e quando Natasha quer ela dá um gelo universal, que ate a rainha do gelo fica com frio.


Salto – Sim ela sabe salto é elegante, deixa a mulher mais atraente e bonita. Porem ela não tem o MENOR jeito com salto. Sendo que a mesma se sente em uma corda bamba, e é como ela fala "Salto. Um passo pra morte". Por isso ela fica com seu ténis e sua sapatilha que é bemmmmm melhor.


Uva passa – Sim ela odeia, principalmente quando chega o natal. Por que tem uva passa em TODO o canto.


Chorrar – Ela detesta. Principalmente se alguém ver. É como se ela tivesse falando "OI OLHEM PARA MIM. E VEJAM COMO SOU IDIOTA".


Ser flagrada em um momento intimo – Haaaa, ela mata quem interromper, se tiver uma janela perto ela taca a pessoa de lá.
[Gomem, não achei gif]

Dançar - Não ela não gosta. Ela tem medo de pagar mico. Ela dança de boa sozinha. Porem quando dança acompanhada. Eu espero que o homem tenha paciência e pés fortes.


Tédio - Ela é uma pessoa muito ativa. E a palavra tédio esta fora de seu vocabulário.



Tirar notas baixasPara ela é como se sua vida fosse consumida aos poucos.


Acordar cedo - É serio, acordar cedo foi algo inventado pelo diabo, é oque ela pensa. Ela morre de raiva quando aquele alarme começa atacar ela simplesmente tem vontade de joga-lo pelo janela.



Vícios
Pirulitos - Ela adora e vive com um na boca. Muitos falam que ela vai ficar doente ou com carie. Mas ela não liga, cuida muito bem dos seus dentes então.


Patins - Sim é um vicio. Ela esta quase que sempre com eles, é como se os patins fizessem parte dela. Ate mesmo na faculdade ela os usa. Ela usa eles para fujir daqueles que estão com raiva dela. Ela anda desde que ela era bem nova, e nunca esqueceu como andar.



Consoles - Ela sempre esta com um no bolço. Ela sempre que esta entediada ela joga, ou quando esta na sala de aula, é claro que ela jogo escondido dos olhos dos professores. Seus jogos favoritos são os Otomoe jogo.


Filmes - Filme, escuro, pipoca melhor combinação. Ela adora juntar suas amigas na sala e assistir filmes. Ela sempre se prepara, para toda a sexta-feira a noite para


Ouvir musica - Sim é um vicio. Ela sempre estar com seu celular e fones, usa ate mesmo na sala de aula. Ela gosta de deitar de baixo de uma arvore, e colocar seus fones, e fechar os olhos, apenas viajando no meio de tamanha maravilha.


Internet - Ela admite ser viciada. Ama hackear as contas e ver as postagem das pessoas e sacanear com elas. Mas também adora ficar antenada em tudo, mas não passa sua vida na frente da tela do do computador, pois ainda é nova, e tem muito a viver ainda.


Chocolate - Gente quem não é? É serio Natasha adora chocolate, e sempre adora saboreá-los. Ainda mais se estiverem acompanhados de sua fruta favorita, morango.




Doenças
Alergia a perfume doce.

Alergia a amendoim.

Natasha possui asma. Então vive com uma bombinha perto dela.

Ela tem um certo problema de coração, pela parte da família de sua mãe. Ela vive se cuidando, porem corre o risco de ser internada.

Miopia. Bem não é bem uma doença. Ela usa óculos quando esta em casa ou lendo um livro. Mas a escola ela usa lentes.



Hobbies

Cantar
Desenhar
Jogar - Jogos de tabuleiros e consoles
Escrever - Ela gosta de criar fabulas.
Cuidar da Flores - Ela sempre faz isso quando tem tempo.
Cozinhar.
Tocar seus instrumentos
Andar de bicicleta e patins
Mexes no computador e celular.
Costurar.
Tirar foto



Talentos
Cantar - Ela é dona de uma bela voz realmente afinada.


Desenhar - Sendo muito boa na arte, tanto em pincel quanto a lápis.


Cozinhar - Muitas pessoas elogiam sua comida, e eles deve já que é muito boa.


Tocar - Toca perfeitamente cada instrumento seu. Sendo realmente lindo o som que cada um emite.




Equitação - Ela adora, aprendeu quando estava na fazenda de seu pai. Ela é realmente boa.




Manias
Morder - Ela morde as pessoas, só quando elas são próximas dela. Porem não morde forte. Ela faz isso quando esta em uma situação completamente envergonhadora, e para fugir do assunto ela morde alguém.


Girar o lápis ou caneta na mão - Ela faz isso quando não sabe oque desenhar.


Balançar os pés quando estiver sentada em um lugar, onde seus pés não encostam no chão - Isso acontece de forma frequente.


Organização - Sim, ela sempre gosta de tudo no seu lugar, e se tiver um milimetro fora...Vish corra.


Síndrome das pernas inquietas - Ela vive mexendo a perna nunca para.


Ficar enrolando aquela mesma mecha de cabelo. - Não dá para controlar: é lendo, é vendo televisão, é observando a vida passar, é reparando no menino novo (e lindo!) da sala... É tão gostoso e tão viciante ficar enrolando o cabelo!


Jogar a franja para traz - É meio que seu charme, falando com as pessoas, ou fazendo nada ela sempre joga a franja para traz.




Medos
Aranhas - Ela tem pavor de aranhas, ela corre numa velocidade absurda se ver uma. Ela pula em quem estiver no seu lado, ou sobe em uma cadeira


Cobras - Um dia ela achou uma cobra na fazenda de seu pai. Ela quase infartou.


Tirar sangue - Ai você pergunta para ela "Natasha vamos doar sangue?". Ai ela já ta em outro pais.Ela passa mau quando vai fazer exames, e fica vendo o seu sangue pelo aquele tubinho, um dia ela desmaiou, ela quase matou seu pai e irmão de susto.


Escuro - Sim ela tem medo de escuro. A mesma ficou muito tempo e lugares escuros quando pequena e acabou ficando com medo.




Fobias
Coulrofobia - Medos de palhaços


Claustrofobia - Ela tem, pois sempre ficava presa no porão de sua casa, então acabou tendo claustrofobia.


Talassofobia - Medo do mar. Ela tem medos desde que caiu de uma lancha quando andava com seu tio. Ela não sabia nadar então quase se afogou.





Traumas
Palhaços - Ela possui, desde que seu pai a levou em um circo. Ela saio do local completamente aterrorizada. Princialmente quando os palhaços a chamaram para participar do show.

Mar - Ela morre de medo. Não chega nem perto. Se a chamam para ir para praia, ela vai mas não entra no mar. E como ela não sabe nadar ela não liga.





Segredos
Ela não contou a ninguém sobre sue passado. E nem pretende contar. Toda vez que perguntam a ela, a mesma devia o assunto.

Não contou que ela sofre de depressão e vive a base de remédios.

Ninguém, nem mesmo suas amigas, sabem da existência de Cármen. Ela não contou sobre sua dupla personalidade, por que tem medo que suas se afastem dela.




Sonhos
Ela tem muitos sonhos, alguns ate mesmo mais altos que ela.

Ter um cachorro, e quando ter ela ira chama-lo de Aren.

Poder falar com sua mãe mais uma vez, mesmo que seja por cinco minutos.

Se formar em sua faculdade. E ajudar e curar muitas pessoas.

Viajar o mundo inteiro.

Se apaixonar e se casar.(o sonho de todas as meninas)

Se livrar de Cármen. De uma vez por todas.

----------

Que curso estuda na faculdade?

Artes Plasticas

Artes Plasticas, é praticamente é criar obras de arte utilizando elementos visuais como desenhos, gravuras, pinturas, esculturas, colagens, entre outros. Ele pode empregar materiais como gesso, papel, madeira, tinta, argila, metais e programas computacionais para criar suas peças.

Além de criar suas próprias peças de arte, que podem ser expostas em galerias, museus ou até em lugares públicos, o artista plástico pode atuar na restauração de obras e objetos antigos, mantendo suas características originais.

Pode também trabalhar como ilustrador, criando desenhos para livros, revistas ou jornais. Outra possibilidade é aplicar técnicas de animação na criação de vinhetas, ilustrações e desenhos animados para a televisão ou internet.

A especialidade de Natasha são as aquarelas, impressionismo e realismo. Tais árias onde Natasha se sai realmente bem.

Motivo-
Natasha sempre foi boa quando se tratava de arte. Desde seus quatro anos ela desenha, e já mostrava talento. Ela sempre teve um amor pelos desenhos. Sempre foi apaixonada pelos quadros e ficava encantada com todas as cores e tudo oque as obras faziam ela sentir. Sempre soube oque dizer quando perguntavam para ela oque tal quadro a fazia sentir ou a fazia lembrar. Seu talento foi se desenvolvendo com o tempo, e quando ficava sozinha, ela desenhava, seus traços eram tão realistas que deixava ate ela mesmo chocada, porem tais pinturas e desenhos a deixava feliz, pois assim já não se sentia tão sozinha. Ela escolheu esse curso pois era oque a deixava feliz, sempre gostou de acordar as quatro da manhã para desenhar, pois é quando ela possui inspiração, e deixa o quadro praticamente criar vida. Ela ama deixar sua mente correr souta, e assim fazendo as mais belas pinturas, ela gosta de desenhar lugares e pessoas e ate mesmo animais, ela possui quadros, e esses quadros ela pintou suas amigas, ela não mostrou para elas ainda, pois esta esperando ate o natal para dar de presente.(Natasha também fez um desenho de Subaru, pois ela gosta de retratar coisas belas, e então porque não eternizar tal beleza em um quadro?).


Quadro que ela fez de Subaru-

(Ela simplesmente ama esse quadro. Porem só vai mostrar para ele quando o fogo do inferno apagar. Sim ela é dramática)




Como conduz os estudos:
Ela é considerada, uma boa aluna, porem não tão boa assim. Ela é inteligente porem não gosta de estudar. Ela tira boas notas, mais não chega a ser a "fodona" podemos dizer que ela é uma aluna com notas acima de sete, abaixo de sete ela dá um treco. Seu consentimento com horários não é um dos melhores, ela sempre se esquece ou começa a fazer algo diferente. Ela não costuma estudar para fazer a prova, e quando alguém pergunta o porque ela então diz "É normal lembrar de algo que viu ou leu, né?". Ela é do tipo, estudante girafa, quer dizer que seu corpo esta na sala de aula porem a cabeça esta fora, ela vive viajando em seu mundo, e apesar de não prestar muita atenção, ela ouve oque é importante e seu celebro grava. Ela é de matar aula sim, e não se importa, gosta de diferenciar de vez em quando. Tem o costume de fazer dever de casa na sala de aula, e fazer trabalho no dia que o professor passou-mesmo que tenha o prazo de um mês- para estar sempre livre. Não gosta de fazer trabalho em grupo, é em dupla ou sozinha, pois sempre existe algo que vai faltar, ou alguém do grupo não faz a sua parte, e quando faz trabalho em grupo, ela sempre faz sozinha, assim ela tem a garantia de que vai ganhar nota, ela ate mesmo poem o nome dos demais alunos, mesmo que eles não tenham feito nada para ajuda-la.

--------

❀Par: ❀
Subaru Sakamaki





Relação com o par
Vamos começar pela primeira vez que eles se viram.
Natasha havia terminado de chegara na faculdade(ou foi o contrario). Enquanto levava suas malas, ela acabou esbarrando seu ombro no braço de alguém mais alto. Quando ela se ira para pedir desculpas para a pessoas. Só uma coisa ela conseguiu pensar; Lindo.

*

Por fim. Quando Natasha foi conhecendo Subaru mais e mais, e vendo como ele é de verdade, ela pensou. "Beleza não compra educação". Vamos se dizer que é uma relação de tapas e beijos, uma hora estão quase se matando e outra conversando numa boa. Ninguém entende oque esse dois tem. É que nem aquele ditado "Dois bicudos não se bicam", é ate engraçado ver as brigas deles, uma teimosa de marca maior e um nervosinho de primeira categoria, como algo pode dar errado? Só digo uma coisa......Merda, isso é oque dá.

Nath, foi a primeira ase aproximar dele na escola. Porem quando levou um gelo, ela só pensou uma coisa "Tsudere!!!!". Mas ela não desistiu. Sabia que ele podia ser legal quando quisesse. Ela sempre tem a grande ilusão de que "Todas as pessoas possuem um lado bom". Todos perguntam se ela esta apaixonada por ele, mas ela apenas fala que não e apenas quer ser amiga dele. Então ela foi enchendo ele mais e mais, porem não toda hora só quando eles se viam, ela sempre sorri e acena para ele mesmo que ele esteja longe. Porem um dia ele ficou de saco cheio dela, e falou com sua voz fria.


"Vai embora, não quero que me siga"
"Hum? Você fala?"
"É claro que eu falo baka! Agora me deixe em paz, não quero sua companhia"
"Mas eu quero ser sua amiga"
"Você não entendeu? Eu NÃO quero ser seu amigo" - Ela ficou chocada e vu que seus esforços foram em vão, ela sorriu, porem não era o mesmo sorriso que ela sempre dava para ele, era meio triste.
"Entendi.....Desculpe, eu sei que fui inconveniente. Eu só.....Não gostava de ter ver sozinho....E não queria que as pessoas continuassem como medo de você. Mas, já que você quer assim. Tchau Subaru-kun"

Ela foi embora depois disso. E deixou o mesmo culpado. Já era tarde da noite quando isso aconteceu. E quando ele viu ela indo embora, e viu três homens indo atrás dela quando ela dobrou um beco. Ele foi atrás dela, e a viu sendo segurada pelo braço por um dos homens. Ele simplesmente fez oque ele sabe fazer....Expulsar as pessoas para longe com um olhar. Os homens meio que ficaram com medo do Subaru(quem não ficaria?). Depois disso ele a levou novamente para a faculdade, os dois não falaram nada, apenas Natasha disse "Obrigada". Chegando na irmandade, suas amigas faltando arrancarem os cabelos umas das outras, encheram ela de perguntas, e é claro que ela mentiu. No dia seguinte, ela não falou com ele, mas sempre sorria quando o via. E então ela decidiu que não iria desistir dele.

Quando eles foram se tornando mais "amigos", e foram conhecendo um e o outro mais e mais, acabaram que se transformaram e dois brigões, eles vivem se provocando. Natasha tem uma enorme tolerância, porem muitas vezes não se aplicam a Subaru, Natasha o chama de "Floco de neve" ou "Elza defeituosa", e sinceramente ele odeia. Num dia de neve ela falou para ele 'Elza, bora brincar na neve?", ela apenas viu ele virando a cabeça para traz, e depois ela coberta de neve e presa mau se mexia. Eles vivem dando patadas um no outro, e é cada respostas mais cabulosas que as outras. Ele sempre é um tremendo de um chato, e Natasha diz isso na cara dele. Muitas vezes quando ela fica com ráiva dele, se finge de boazinha, e depois falta mata-lo.



E muitas vezes, a vontade de Natasha é pisar na cabeça de Subaru ou enforca-lo ate o mesmo ficar roxo.




Por ser uma tremenda de uma encrenqueira, Natasha muitas vezes deixa Subaru numa tremenda de uma furada. Certa vez, ela o puxou para ouvir uma conversa na sala dos professores, é claro que ele não queria, porem o mesmo não tinha escolha. Natasha o levou a força e eles se esconderam, como Natasha trabalha no jornal da faculdade(se tiver) então ela sempre esta antenada em informações, e desta vez era sobre como os professores falavam dos alunos. Graças a Natasha que esbarrou e deixou um vaso quebrar, eles viram os dois, porem ela foi mais rápida e saio correndo, e Subaru não foi, e acabou sendo pego. No dia seguinte Natasha ficou fugindo dele, porem o mesmo a encurralou e devolveu o favor, e ela teve que ajuda-lo a limpar a sala de apresentações.



Muitas vezes eles ficam de boa, brincando um com o outro, ou apenas sentados em baixo de uma árvore. Quando eles estão de bem um com o outro, o mundo esta calmo. Eles são bastante diferentes um do outro, e ambus admitem isso, porem são "amigos", bom ela o considera isso, mas ela não sabe se ele a considera. Ela adora a convivência com ele, o mesmo é uma parte importante em sua vida. Ela o considera parte da família. Ela ate mesmo sente ciúmes do mesmo, mas fala que é por que são amigos. Ela realmente acha sua companhia agradável. Ele é bem divertido quando quer, suas amigas não sabem como ela consegue aturar esse esquentádinho, ela apenas responde "Do mesmo jeito que vocês aturam os irmãos dele" . A mesmo gosta de cantar e cozinhar para ele. Quando ele fica muito estressado passando dos limites faltando quebrar algo, a mesma o abraça e canta uma musica qualquer no ouvido dele, enquanto faz carinho em sua cabeleira branca. Ela apesar de ser mais velha, o Subaru é mais maduro que ela, sendo que a trata como uma criança, e vive dando coques na cabeça dela, e ela vive dizendo "Respeite os mais velhos!" Um dia ela o chamou para ajuda-la na cozinha, e olha no que deu:

-Subaru não é assim!
-Ei não reclama, você me chamou para te ajudar.
-Tá mas faz certo. Que isso. - Ela da as costas para ele, e então ele mete um ovo na cabeça dela, e ela falta frita ele de tanta raiva. Mas vai na onde e joga farinha nele. E antes que ela percebesse eles estavam em meio uma guerra, uma guerra de comia. Seus amigos foram ver oques estava acontecendo, e invés de brigar com eles, os mesmo entram na biruta brincadeira.




Se não fosse por Subaru, ninguém nunca iria descobrir sobre a existência de Cármen. Enquanto eles brigavam por qualquer coisa, Subaru acaba segurando sem querer no colar de Natasha oque fez ele se partir. Ela caiu no cão e quando se levantou não era mais ela. Era a Carmen, ela o agradeceu por tela libertado, então o beijou com agradecimento. O deixando sem ação, e ela saiu andando, e disse para ele "Ha e a partir de agora me chame de Carmen". Suas amigas perceberam que seu comportamento mudou. E quando perguntaram para ela oque estava acontecendo, ela simplesmente respondeu "Eu não sou a Natasha, sou sua outra personalidade, meu nome é Carmen", ela explicou o motivo dela existir na maior cara de pal. Claro que elas pensaram que era brincadeira, porem depois viram que não era. E foram atrás do diário de Natasha, e lá liam que era mesmo verdade. E então tentaram trazer Natasha de volta, indo ate o pai dela e pedindo ajuda. E ele contou toda a verdade, que o colar não era mágico ou qualquer outra coisa. Porem eles tiveram a ideia de arrumar o colar, e então fazer a cabeça de Natasha novamente. E conseguiram armaram para Carmen, e trouxeram Natasha de novo, e quando ela voltou, não se lembrava de nada.

Natasha possui uma certa dificuldade de aturar os ataques de raiva de Subaru, e também de se aprofundar em uma conversa com ele, como falar sobre seu passado ou sobre a mãe dele, é claro que ela não contou para ele sobre o dela, mas ela ver que ele precisa de ajuda. Ela também não sabe reagir quando ele se torna sádico, muitas vezes ele chega a dar medo nela, porem ela não diexa transparecer, mas seus olhos a entregam. Ela não gosta de sentir medo de Subaru pois o considera muito, e vê-lo como um inimigo.


Vamos dizer que a relação deles é ótima, nem se amam demais nem se odeiam demais. Só sei que eles são um par muito curioso.

O resto é com vocês. Se quiserem mais detalhes é só falar. Não se preocupem, nada que eu escrevi aqui, pode impedi-las de desenvolver a relação deles de forma diferente, apenas deixei minha mente viajar





Relação com os meninos:



❥ Shuu Sakamaki

-Fala preguiça.

-Oque quer criatura?


Eles se adoram. Ela acha interessante o fato dele não ligar para nada a sua volta. Ela realmente adora zoar com ele, e ainda mais quando ela o vê estirado no chão, ele da uma de idiota, e ela aproveita e faz muitas pegadinhas com ele. Ela escreve e desenha na cara dele. Gosta de conversar com ele sobre musica, e fica surpresa perante o seu conhecimento musical. Ela realmente gosta da presença do loiro, e sempre vive cutucando ele quando o mesmo esta dormindo(sempre). E ela também morre de curiosidade para saber oque tanto ele esculta em seus fones.
*

❥ Reiji Sakamaki

-Você é realmente, mais inteligente do que eu pensei.

-Ainda não viu nada!


Sua relação com Reiji é um tanto curiosa, eles se falam e não se falam, bem como os dois gostam de livros eles tendem a se dar bem, porem Natasha não gosta do jeito muito chatinho e certinho do rapaz, porem não tem nada contra ele, e acha legal quando ele tenta por ordem nos irmãos. Eles ficam sempre testando para saber quem é mais inteligente, e raramente um se sai vitorioso. Ela não o obedece e o deixa com raiva, No fundo ela sabe que Reij é louco para lhe aplicar uma punição que ela nunca esqueceria, mas ela sempre se safa e vai continuar sendo assim.
*

❥ Laito Sakamaki

-Hei, Sut-chan!

-Me chama assim de novo, que eu como seu baço. Ah, e oi cuckold-chan(significa corno)


Laito foi um dos primeiros com quem ela conversou ela de primeira pensou que ele era uma garota e chegou para ele e disse "Moça" e todos da sala cairem na gargalhada, e quando ela descobriu que ele era um garoto ficou extremamente sem graça porem não pediu desculpas, e ele começou a rir e perguntou para ela se ela queria que ele provasse sobre a sua masculinidade e ela respondeu se afastando do mesmo..

Quando Laito chama as garotas de Bitch-chan ela vive o repreendendo, okay, ela concorda que todos podem ser do jeito que querem, mais chamar as garotas de Bitch-chan? Ela não concorda muito com isso, apesar de as vezes dar algumas risadas com as falas do garoto, ela apenas acha que ele deve ser um pouco menos "tarado", mais tirando toda essa gracinha que ele tem para cima de suas amigas, ela o acha um cara legal, e tenta aproximar-se dele o máximo que pode mais não muito. Apesar de tudo eles são bons amigos e ela gota MUITO dele.

*


❥ Ayato Sakamaki

-Oque pensa que esta fazendo Ace?

-Nada, que seja da sua conta, tomate podre.


Com Ayato a relação é bem legal, ambus gostam de ver o "circo pegar fogo" e eles não perdem nem se quer uma oportunidade de fazer isso, Ayato gosta de sacanear com Nath mais a mesma não deixa barato, ela o considera um irmão, e adora cozinhar junto dele, e principalmente fazer pegadinhas ela o considera um irmão. Ela o apelidou de tomate podre, porque o antigo apelido fez com que Reiji quase quebrasse o bule de chá, e ele disse que uma dama não pode falar tal coisa(o apelido era "cabeça de absorvente usado)

*

❥ Kanato Sakamaki

-Eu estou com sede.
-Bebe água!
-Eu quero algo doce.
-Bebe água com açúcar uai!

Ele no minimo encantou Katrina com sua fofura, oque fez ela se lembrar de seu irmão Benjamin. Ela o acha um pouco estranho afinal, ele conversa com um urso. Ela ficou de cara quando descobriu que ele é mais velho que o Subaru, isso realmente a deixou chocada. Ela tem um pouco de medo, dele o acha o mais psicopata entre os Sakamakis, ela não gosta quando ele dá seus surtos, fica com o coração na mão só pensando no que aquele garoto sente. Por fim, ela não o odeia nem gosta muito dele, porem ela acha ele muito fofo então ele já ganha um ponto por isso. .




Relação com as outras meninas:

Ela simplesmente ama cada uma. Ela é do tipo de amiga, que dá conselho uma, duas, três vezes, e na quarta vez, ela pega a chinela mira e arremessa na cabeça delas. Dentre delas, Natasha é a mais engraçada, sendo que sempre faz com que suas amigas passem vergonha quando saem juntas. Sempre disposta a ajudar cada uma, seja sobre sentimentos ou ate mesmo em lição de casa. Ela não aceita ser trocada por namoradinho nem um, ela dá um sermão dizendo que amiga é um casamento que você, nem sabe que casou. Sempre pensando no bem delas, e ai daquele ou daquele que fizer qualquer amiga dela chorar, ele(a) vai conhecer o inferno mais cedo. Ela é do tipo de amiga que dá o ombro amigo, para que posam chorar, mas depois dá um tapa na cara e fala para seguir em frente.



Melhor amiga
Ela é melhor amiga da noiva de Ayato. Ela realmente gosta de esta com ela, sendo ela que Natasha tem mais afinidade.



-------

Músicas



❥ Dela:
Troublemaker - Olly Murs



Letra-

Troublemaker (feat. Flo Rida)

You're a troublemaker
You're a troublemaker
You ain't nothing but a troublemaker girl

You had me hooked again from the minute you sat down
The way you bite your lip
Got my head spinnin' around
After a drink or two
I was putty in your hands
I don't know if I have the strength to stand

Oh oh oh
Trouble troublemaker yeah
That's your middle name
Oh oh oh
I know you're no good but you're stuck in my brain
And I wanna know

Why does it feel so good but hurt so bad
Oh oh oh
My mind keeps saying
Run as fast as you can
I say I'm done but then you pull me back
Oh oh oh
I swear you're giving me a heart attack
Troublemaker!

It's like you're always there in the corners of my mind
I see a silhouette every time I close my eyes
There must be poison in those fingertips of yours
Cause I keep comin' back again for more

Oh oh oh
Trouble troublemaker, yeah
That's your middle name
Oh oh oh
I know you're no good but you're stuck in my brain
And I wanna know

Why does it feel so good but hurt so bad
Oh oh oh
My mind keeps saying
Run as fast as you can
I say I'm done but then you pull me back
Oh oh oh
I swear you're giving me a heart attack
Troublemaker

Why does it feel so good but hurt so bad
Oh oh oh
My mind keeps saying
Run as fast as you can
Troublemaker
I say I'm done but then you pull me back
Oh oh oh
I swear you're giving me a heart attack
Troublemaker

Maybe I'm insane
Cause I keep doing the same damn thing
Thinking one day we gon' change
But you know just how to work that back
And make me forget my name
What the hell you do I won't remember
I'll be gone until November
And you'll show up again next summer, yeah!
Typical middle name is Prada
Fit you like a glove girl
I'm sick of the drama
You're a troublemaker
But damn girl it's like I love the trouble
And I can't even explain why

Why does it feel so good but hurt so bad
Oh oh oh
My mind keeps saying
Run as fast as you can
Troublemaker
I say I'm done but then you pull me back
Oh oh oh
I swear you're giving me a heart attack
Troublemaker

Why does it feel so good but hurt so bad
Oh oh oh
My mind keeps saying
Run as fast as you can
Troublemaker
I say I'm done but then you pull me back
Oh oh oh
I swear you're giving me a heart attack
Troublemaker

Trdução -
Encrenqueira

Você é uma encrenqueira
Você é uma encrenqueira
Você não é nada além de uma encrenqueira, garota

Você me prendeu de novo no minuto em que se sentou
O jeito como você morde seu lábio
Fez minha cabeça girar
Depois um drinque ou dois
Fui posto nas suas mãos
Não sei se tenho a força para ficar em pé

Oh, oh, oh
Encrenqueira, encrenqueira, sim
Esse é o seu nome do meio
Oh, oh, oh
Sei que você não presta, mas você está presa no meu cérebro
E eu quero saber

Por que é que a sensação é tão boa mas dói tanto
Oh, oh, oh
Minha mente fica dizendo
Corra o mais rápido que puder
Digo que para mim chega, mas então você me puxa de volta
Oh, oh, oh
Juro que você está me causando um ataque cardíaco
Encrenqueira

É como se você sempre estivesse nos cantos da minha mente
Vejo uma silhueta toda vez que fecho os olhos
Deve haver veneno nessas pontas dos seus dedos
Porque eu continuo voltando novamente

Oh, oh, oh
Encrenqueira, encrenqueira, sim
Esse é o seu nome do meio
Oh, oh, oh
Sei que você não presta, mas você está presa no meu cérebro
E eu quero saber

Por que é que a sensação é tão boa mas dói tanto
Oh, oh, oh
Minha mente fica dizendo
Corra o mais rápido que puder
Digo que para mim chega, mas então você me puxa de volta
Oh, oh, oh
Juro que você está me causando um ataque cardíaco
Encrenqueira

Por que é que a sensação é tão boa mas dói tanto
Oh, oh, oh
Minha mente fica dizendo
Corra o mais rápido que puder
Encrenqueira
Digo que para mim chega, mas então você me puxa de volta
Oh, oh, oh
Juro que você está me causando um ataque cardíaco
Encrenqueira

Talvez eu seja insano
Porque continuo a fazer a mesma coisa
Pensando que, um dia, vamos mudar
Mas você sabe bem como retomar tudo aquilo
E me fazer esquecer meu nome
De que diabos você faz não vou me lembrar
Terei partido até novembro
E você aparecerá de novo no próximo verão, sim
Seu característico nome do meio é Prada
Encaixe-se em você como uma luva, garota
Estou cansado do drama
Você é uma encrenqueira
Mas, garota, é como se eu gostasse da encrenca
E nem posso explicar o porquê

Por que é que a sensação é tão boa mas dói tanto
Oh, oh, oh
Minha mente fica dizendo
Corra o mais rápido que puder
Encrenqueira
Digo que para mim chega, mas então você me puxa de volta
Oh, oh, oh
Juro que você está me causando um ataque cardíaco
Encrenqueira

Por que é que a sensação é tão boa mas dói tanto
Oh, oh, oh
Minha mente fica dizendo
Corra o mais rápido que puder
Encrenqueira
Digo que para mim chega, mas então você me puxa de volta
Oh, oh, oh
Juro que você está me causando um ataque cardíaco
Encrenqueira


Motivo-
Ela admite ser uma encrenqueira de marca maior. Sempre fazendo seus amigos entrarem em furadas. E quando ouviu essa musica pela primeira vez, ela se identificou. Então ela fala que é essa sua musica "tema".


❥ Com o par:
Something's Got a Hold On Me - Cristina Aguilera.



Letra-

Something's Gotta Hold On Me

OOh, sometimes I get a good feeling
I get a feeling that I never, never, never, never
had before, no no
I just got to tell you right now
I believe, I really do believe that

Something's got a hold on me
(Oh, it must be love)
Oh, something's got a hold on me right now child
(Yeah, it must be love)

Let me tell you now
I got a feeling, I feel so strange
Everything about me seems to have changed
Step by step, I got a brand new walk
I even sound sweeter when I talk
I said, Oh Oh Oh
I said babe, OOh it must be love
(You know it must be love)

Let me tell you now
Something's got a hold on me
(Oh, it must be love)
Oh, something's got a hold on me right now child
(Yeah, it must be love)

Let me tell you now
I never feel like this before
Something's got a hold on me that won't let go
I believe I'd die if I only could
I sure feel strange, but I sure feel good
I said, Oh oh oh
I said babe, ooh it must be love
(You know it must be love)

Let me tell you now
My heart feels heavy, my feet feel light
I shake all over, but I feel alright
I never felt like this before
Something's got a hold on me that won't let go
I never thought it could happen to me
My heart was heavy when in misery
I never thought it could be this way
Love's sure gonna put a hurting on me

I said oh, oh, oh, ooh
I said babe, ooh it must be love
(You know it must be love)

Yeah he walks like love
(Yeah he walks like love)
And he talks like love
(And he talks like love)
Makes me feel alright
(Makes me feel alright)
In the middle of the night
(In the middle of the night)

Na na na na!


Trdução-

Algo me segura

OOh, às vezes tenho uma boa sensação
Uma sensação que nunca, nunca, nunca, nunca tinha
sentido antes
Preciso te falar agora
Eu acredito, realmente acredito que

Algo me segura
(Oh, deve ser o amor)
Oh, tem algo me segurando bem agora
(É, deve ser amor)

Deixa eu te falar agora
Tenho essa sensação, me sinto tão estranha
Parece que tudo em mim mudou
Passo a passo, tenho um andar completamente novo
Pareço até mais inocente quando falo
Eu disse, oh oh oh
Eu disse, baby, que deve ser amor
(Você sabe que deve ser amor)

Deixa eu te falar agora
Algo me segura
(Oh, deve ser o amor)
Oh, tem algo me segurando bem agora
(É, deve ser amor)

Deixa eu te falar agora
Eu nunca tinha me sentido assim antes
Algo me segura e não quer me soltar
Acho que eu morreria se pudesse
Realmente me sinto muito estranha, mas é muito bom
Eu disse oh oh oh oh
Eu disse, baby, que isso deve ser amor
(Você sabe que deve ser amor)

Deixa eu te falar agora
Meu coração está pesado, meus pés estão leves
Eu toda trêmula, mas me sinto bem
Eu nunca tinha me sentido assim antes
Algo me segura e não quer me soltar
Nunca pensei que poderia acontecer comigo
Meu coração estava pesado de tristeza
Nunca pensei que poderia ser assim
O amor com certeza me deixará uma ferida

Eu disse oh, oh, oh
Eu disse, baby, que isso deve ser amor
(Você sabe que deve ser amor)

(Você sabe que deve ser amor)
É, ele caminha como o amor
E ele fala como o amor
(E ele fala como o amor)
Faz eu me sentir bem
(Faz eu me sentir bem)
No meio da noite
(No meio da noite)

Na na na na!


Motivo-
Bem. Certo el morreu de medo quando se apaixonou por ele. Sentiu coisas que ela não podia explicar. E ficou pensando se era amor ou não, e era realmente oque ela temia. Mas que ficou feliz ela não pode negar.



Frases que a definem:
Não destrua seu futuro. Com problemas do passado!

Não importa se temos dias bons ou ruins. No final tudo passa.

Aproveite a vida. Pois só temos uma.

Não sou desastrada. Apenas beijo o chão quando ele esta triste. Abraço a a parede. E jogo futebol com sofás e mesas.

Prefiro ser chamada de criança e infantil. Do que ser uma adulta sem graça e robótica.

Seja você mesmo. Todos já existem.

A vida é como um quadro branco. Que devemos pegar as cores certas e fazer dela mais completa.

----

Reação ao descobrir que é um anjo

-Hahahaha serio isso? Muito bem! Oque mais falta? Eu descobrir que sou uma power render?. Pensando bem.....Isso faz muito sentindo!!! Ou talvez não.

Bem sabendo com Natasha é. Ela com certeza iria pensar ser uma brincadeira de mau gosto(ou muito sem graça). É claro que ela não vai acreditar, porem depois vai juntar esse imenso quebra cabeça, e verá que pode mesmo ser verdade. Se não, qual seria o motivo pela qual ela possui asas? Desde pequena ela pensava que era uma deformidade. E então vai lembrar da briga que ouviu entre sua mãe e seu pai. Quando sua mãe falou "Você deixou o céu por minha causa".....Ela vai estar chocada, nunca pensou que isso poderia acontecer com ela. E ainda mais que seu pai escondeu dela. Ela vai ficar feliz em saber que é um ser tão angelica e puro, mas também com medo. Por que se existe anjos. Deve existir outros seres, e um deles podem ser do mau. Ela com certeza sairá correndo e gritará(na casa dela ou onde ela estiver) "Chupa mundo eu sou num anjo!" e com certeza ira levar um cascudo de suas amigas.




Reação ao descobrir que os meninos são vampiros

-Zoeira! Serio? Mentira! Meu Deus que TOP, eu conheci vampiros. Agora eu posso morrer em paz.
Essa é a primeira coisa que ela vai pensar. Ela nunca iria suspeitar de tal coisa. Ficar pensando em tudo oque podia te-los entregado. Ficará surpresa ao saber que eles não são iguais aos vampiros de livros e filmes. Ira fazer muitas perguntas tipo, "Vocês aparecem em frente ao espelho?", "Quando você morde alguém, você chupa o sangue com a boca, ou tem furos no seu dente?". Ela vai enche-los de tantas perguntas. Vai ficar feliz em saber que existe outros seres além dela. Porem ficará triste ao saber que não poderá mais falar com Subaru ou com os meninos, ela não sabia que anjos e vampiros não eram amigos, então vai ficar realmente chateada. E vai preferir nunca ter descoberto isso, e continuar sendo amiga deles.




Reação ao se apaixonar por seu inimigo

-Serio? Muito bom! Palmas para mim. Ai meu Deus como? Como? Eu me deixei ser levada por aquele pedaço de mal caminho?. SAI DE MIM. Hummmmmmm! AHHHHHHHHH QUE COISA HAHAHAHA. EU ME LASQUEI!

Ela vai acabar falando coisas em Inglês. Natasha vai ficar assustada, pois via Subaru como uma família, um irmão um amigo, e não como um namorado. Ela vai ficar com raiva de si mesma, pois ela sabe que é proibido se apaixonar por um vampiro sendo um anjo. Então ela pensou, que se o ignorasse o sentimento iria voltar ao normal. Então ela começou a evitar ele mais e mais, ficou conversando com outros meninos, e sempre que o via ela se escondia. Mesmo ela não querendo fazer ela tinha que faze, vai corar toda vez que ele vinher falar com ela(e ela corando é RARIDADE). Por ela, a mesma já tinha contado para ele sobre seus sentimentos, apesar de ter ficado nervosa de primeira, ela ficou feliz por saber que se apaixonou ainda mais por seu melhor amigo, ela queria muito contar para ele, porem muitas coisas não deixavam que ela se declarasse, se fosse pela parte dela, a mesma já tinha contado pra ele, assim que eles estivessem sozinhos, e que ela tivesse a certeza de que não tivesse ninguém, e teria contado para ele e se jogado em seus braços mesmo que ele não sentisse nada por ela.. E com certeza os gelos que ela vai dar nele, vai deixa-lo com raiva. E então quando ela matava aula ela foi para o terraço e ficou olhando o céu estrelado, algo que a acalmava. Ate que lá aparece Subaru querendo tirar satisfações. E eles acabaram brigando.

-Você. É realmente.........Quer saber? Você é igual a todos os anjos, uns bando de hipócritas. Estavam certo quando falavam que vocês não prestam.
-Idiota!! Você acha que eu quero te dar um gelo? Eu estou sendo obrigada. Você sabe o por quê. Eu gosto de você Subaru-kun! Mesmo você sendo um completo babaca.

Isso foi meio que uma confissão, exclusiva da Natasha. Ela vai ficar com tanta raiva, que vai puxar ele pela camisa e beija-lo(ser baixinha é triste), depois vai dar um tapa nele. E vai sair pisando forte de raiva. E é claro que no dia seguinte mau vai conseguir olhar na cara dele.




Reação se suas irmãs de fraternidade se virassem contra ela

-Pronto! Perfeito já não bastava eu ser lesada ao ponto de me apaixonar pelo vampiro mais gato do mundo. Agora minhas amigas estão contra min. Maravilha, que anja mais fodid@ que eu sou!

Tristeza, essa é a palavra que vai descreve-la. Ela sabe que passou dos limites quando se apaixonou por Subaru. Mas ela não queria perder a amizade com elas. Vai ficar triste, ainda mais por saber que foi deixada de lado novamente. Porem ela vai lutar para não deixar isso transparente. E com isso elas vão conhecer um lado de Natasha que nunca conheceram, um lado frio e indiferente. Ela não queria ser assim com elas, na verdade ela as ama, e nunca queria ser má. Mas se elas são assim com ela, ela também será. Mas vai tentar fazer com que elas voltem a confiar nela. Mas, se elas tiverem vidado as costas para ele por gostar de Subaru, zangada ela vai ficar, ela não tem culpa de ter se apaixonado por ele, e ela vai jogar na cara delas, que ate ela mesma se apaixonaram. Vai falar que se ela estava errada, todas estavam, pois elas também gostavam dos vampiros, e cada uma tinha um em particular. Não vai se desculpar nem nada, vai jogar a verdade na cara delas, nua e crua, nem que doa, mas que elas vejam a verdade, e se tocarem do que estavam fazendo, um ato de extrema estupides da parte delas. E é claro que vai falar, "Pelo menos eu estou com a consciência limpa de que fui sincera com migo mesma e vocês? Não vão admitir que se apaixonaram por eles? Ou vão dizer que não e se arrepender depois?". E não vai se desculpar por amar Subaru, afinal ela não pode controlar seus sentimentos. E se for por isso ela vai ver que elas não eram amigas verdadeiras dela. Por que elas estão no mesmo barco.

----

Você aceita que sua personagem está em nossas mãos?
Claro, sei que ela estrá em boas mãos.



Sabe que se não comentar por três capítulos ela some?
Sim! E com isso vocês não precisão se preocupar ^^





Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...