~Melyssa_

Melyssa_
Rosuda
Nome: Louise Oliver
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Patos de Minas, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 9 de Novembro
Idade: 18
Cadastro:

Divagações aleatórias


Postado

Divagações aleatórias

Eu fazendo um jornal. Inédito.

Estava tomando banho e parei para pensar em minhas fics e seus finais. Eu tenho duas fics finalizadas e ambas terminam com os protagonistas separados. Então eu parei pra pensar em todo o contexto das fics, o enredo e tudo tratado ali. É perceptível que minhas estórias não são "clichês" ou tratam de assuntos considerados "normais" na maioria das fanfics.

Qual o seu propósito então?


Eu acredito que os temas tratados em livros estão ficando superficiais demais. Sim, sou uma leitora chata, confessoney. Em minhas obras, gosto de relatar pontos que são esquecidos por serem "polêmicos" ou por não serem bem aceitos.
Vivemos em um mundo que o preconceito existe em nós e muitas vezes não percebemos. A prostituição, tratada em Conquiste-me, é retratada de uma forma diferente da qual estamos acostumados. Quando falamos em prostituição, automaticamente nos vêm a imagem de uma mulher vulgar em seu modo de agir, falar e ser. Um pré-conceito instalados em nós que nos faz titularmos essas mulheres como "putas". Mulheres que escolheram essa vida por serem safadas e doidas por sexo.
Não vemos também a realidade de crianças que crescem em orfanatos, muitas vezes atingindo a idade adulta sem ter tido uma relação familiar com ninguém. Em crianças que muitas vezes não são desejadas e passam a vida sentido o desprezo por aqueles que deveriam o amar e proteger acima de tudo.
Em Inteiramente Sua, a estória terminou com o garoto (Sasuke) morto por uma doença incurável. Cruel? Sim. Poderia ter sido evitado? Sim. Mas para quem não sabe, essa fic foi criada em cima de uma experiência minha. Uma relação repleta de amor terminou por uma doença. Não só eu, mas diversas famílias sofrem ou sofreram esse tipo de dor. Pessoas que tiveram pais, filhos, mães, irmãos, etc, arrancados de si por uma doença sem cura.

Mas, Luiza, qual sua finalidade? Fazer seus personagens e leitores sofrerem?


Não, a minha finalidade é mostrar que pode existir o amor independente da relação final. O término não é necessariamente o fim, mesmo que pareça. Nós estamos acostumados a dramatizar um fim de relacionamento por uma traição, ou uma mentira, ou um desgaste como algo intenso e extremamente cruel, mas muitas vezes não paramos para pensar na dor que o próximo pode estar passando. É o famoso "olhar só para o seu umbigo".
Não estou desmerecendo a mágoa ou tristeza de ninguém. Muito menos afirmando que o que você considera terrível seja realmente terrível. Apenas penso que as "banalidades clichês" tão comuns em fanfics, são legais, mas é necessário tratar de assuntos que podem enfiar o dedo na nossa ferida chamada "pré-conceitos sociais".
O mundo é mais que nossos problemas. O mundo é cheio de possibilidades.
Apenas reflitam com as minhas divagações em um banho.
Um beijo nos seus cores. <3'

Escutando: Minha gata miando, porque ela não cala.
Lendo: O jornal
Assistindo: A vida passar
Jogando: A vida no lixo
Comendo: Minha dignidade a milanesa
Bebendo: O suco do limão que a vida me deu -q

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...