~Mi-Hay - Clan Akatsuki

Mi-Hay
I write tragedies not sins..
Nome: Mirai Mavra
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Recife, Pernambuco, Brasil
Aniversário: 7 de Julho
Idade: 19
Cadastro:

" As Ice... " - Fichinha.


Postado

" As Ice... " - Fichinha.

---> Nome completo + Significado: Aisu Senritsu.
- Aisu > Gelo. > Senritsu > Melodia.

-> Apelido: Tsu e Ritsu.

---> Idade: 16 anos.
-> Data de Nascimento: 07-07-1999.
-> Signo: Câncer.
- Tipo Sanguíneo: A.

---> Personalidade:
Se existe uma palavra boa o suficiente para descrever-la, essa palavra seria "intensidade". É aquela garota que faz tudo com tremenda paixão. De tão intensa que ela é chega ser invasiva! Costuma falar muito próximo das pessoas, invadindo seus espaços pessoais e as olhando nos olhos, as despindo pelos olhos da alma. Sua aura misteriosa é perceptível a milhas de distância.
É uma menina consideravelmente um pouco doida, ou melhor muito doida, adora se meter em confusões, mas na maioria das vezes ela só esta no lugar errado na hora errada. Definitivamente não é o tipo de garota que odeia se sujar e não sente tanta vergonha como qualquer um.
Ela costuma dizer o que pensa sem ter um mínimo tato com as palavras. Porém, os amigos saberão que não faz por mal, mas por pura "ingenuidade".
É do tipo que chega num amigo e diz com a maior sinceridade: “Como você pode parecer tão jovem quando é tão velho?” Normalmente faz isto na frente de um monte de gente, e quando o amigo se prepara para apertar seu pescoço ela consegue se sair com uma melhor do tipo: “Mas não se preocupe, pois as pessoas que chegam a sua idade com este corpo, demoram para morrer!”. Ela vai dizer tudo isto com a maior sinceridade e com um sorriso enorme nos lábios. Mesmo não conseguindo entender como alguém pode ser tão indiscreta, pode apostar que no fundo ainda pensa que esta fazendo um elogio ao citar a idade do amigo, mas deve ser por isso que as pessoas gostam dela.
É bastante relaxada, no sentido de se contentar com pouca coisa, e não precisa de muito para abrir um largo sorriso em seu rosto, vive rindo sem motivo. É tão simpática e amável com todo mundo que faz amigos com facilidade, não é alguém de ter um melhor amigo, ela tem vários.
Não é nem um pouco orgulhosa, admite seus erros e apresenta grande facilidade em pedir desculpas sinceras, principalmente por não apreciar nem um pouco o mal-estar que toma conta de si quando brigada com alguém, mesmo nessas situações, odeia sair despejando seu mau-humor sobre os outros, pois sabe que aquilo é um problema a dois, não sendo culpa de mais ninguém, mas se ela estiver certa não dará o braço a torcer.
Em situações difíceis, ela é uma pessoa forte, determinada e corajosa, mas por dentro ela pode está ás vezes aos cacos, e quando está em tal sentimento, prefere ficar sozinha , presa em seus pensamentos. Para ela todos tem o seu lado bom, só que alguns ainda não sabem que este lado existe. As vezes tenta entender as pessoas autoritárias, metidas e mesquinhas, mas é tão difícil, que resolve chutar o balde, e deixar pra lá.
Ela é aquela garota que quando alguém é muito cabeça dura e quer fazer algo que irá dar merda, coloca uma de suas mãos na nuca da pessoa e olha dentro dos seus olhos, falando mais pausadamente para dar ênfase. É expansiva, beirando a abusada. Aquele tipo de amiga que chega na sua casa, pega o seu gato, pega comida na sua geladeira, deita no teu sofá e ainda reclama dos canais da TV e te chama de pobre. E o pior, ela não faz isso de brincadeira, isso é realmente um jeito dela. Ela gosta de estar na vida das pessoas, gosta de se impor e gosta que as pessoas se imponham também. No geral, ela não liga se você aparecer na casa dela do nada e esvaziar a geladeira. Ela é "de boas".
É uma menina travessa, seu espírito de liberdade e justiça são muito fortes. Dificilmente aceita ordens sem antes questionar tudo o que for possível e, caso não questione, pode ter certeza que ela está tramando algo e vai fazer tudo do seu jeito. Teimosia esplêndida, eu diria, mas sempre dar certo e termina sempre com sua famosa frase: " Eu avisei que ia dar certo... ", mesmo fazendo sem saber que terminará tudo bem.
É travessa e tudo nela remete a confusão e brincadeiras, sendo uma garota muito esportiva – em todos os significados possíveis já que ela é atleta radical - . Gosta de pregar peças e geralmente se dá muito bem com as crianças, justamente por ter uma mente tão parecida com a delas.
Gosta demasiadamente de sentir o perigo correndo nas suas veias. Pessoas com medo correm já ela fica e luta. Olha na cara do perigo e gargalha escandalosamente. Adrenalina é quase seu sobrenome.
É veloz e rápida, e gosta de parkour é quase como piscar para ela. Tem aptidão e preparo físico de anos de treinamento pesado.
Tem um humor muito quebrado, arranjando alguns inimigos. Costuma estressá-los além do limite. Aliás, guarde bem isso: Possui um jeitinho todo especial de enlouquecer todo mundo.
Com seu sarcasmo e seu jeito de esconder tudo o que sente com humor, ela simplesmente deixa qualquer um beirando a insanidade. Um dos exemplos clássicos disso é a sua psiquiatra que antes era uma linda jovem recém formada com 25 anos de idade e que vivia usando rosa. Depois de dez sessões com ela, agora ela se chama Ricardo, mora no México e trabalha como mercador. A garota não bate muito bem das ideias.
Por mais que se mostre uma menina durona, amante do perigo e um pouco sarcástica, é muito altruísta. Sua devoção pelos amigos é quase doentia. Ela é a pessoa que atiraria na própria cabeça se isso salvasse alguém. Possui certo desamor pela própria segurança e projeta tudo isso defendendo quem pode defender.
E ela não gosta de ser lembrada disso. É aquele tipo que quebra três costelas, desloca o ombro e torce os dois pés mais diz que tá tudo ótimo e que não foi nada. E, além disso, ainda retruca todas as perguntas com tiradas sarcásticas. Esse é o "Complexo de Atlas" por carregar todos os problemas possíveis nas costas e sempre abrir o mais brilhantes dos sorrisos para dizer que está tudo ótimo.
Ela se esconde atrás de seu humor deturpado, fingindo que é durona, mas não é. Ela tem medo de perder todo mundo e faz de tudo para que isso não aconteça.
O que ela mais odeia em si é o fato de se apegar muito rápido às pessoas e não importa o mal que elas façam para ela, sempre ficará lá para quando elas precisarem.
É um pouco destrutivo, mas, mesmo que alguém a odeie com todas as forças, jamais deixaria essa pessoa para morrer. Como ela mesma diz, ela precisa que todos fiquem a salvo e não que todos a amem.
Pode ser um dos melhores amigos que alguém poderia ter na Terra, mas cuidado também, porque seja como for não vai o querer como inimigo, se isso acontecer, certifique-se de não cruzar o seu caminho.
Apesar de sua personalidade calma e paciente, não queira vê-la com raiva. A menina fica extremamente furiosa em algumas situações, detesta ferir os sentimento de quem quer que seja, mas mesmo assim ferirá até a alma se vê alguém importante para ela ser ameaçado, ferido ou maltratado. Muda tão rapidamente que se assustam ao ver ela assim, parece outra pessoa, pode mandar qualquer um para o inferno com um sorriso debochado no rosto ou ameaçar cortar o pescoço de alguém fora o chamando de "amiga, vadia ou querida", quando resolve ser sarcástica pode tirar qualquer um do sério. Quando mais sorridente e ferina ela estiver, mais nervosa estará. Não se iluda com o ar calmo e tranqüilo dela. Ao finalizar sua sessão de sarcasmo, estará pronta para encarar o que vier pela frente.


---> Aparência + Personagem que interpreta: - Não tem. -



-> Descrição: É uma jovem muito bonita, cheia de curvas e com um belo rosto. Ela sabe bem disso e usa facilmente a seu favor. Seu corpo voluptuoso é alto e esguio, coberto por uma pele clara macia podendo as vezes estar bronzeada. De rosto com traços fortes e marcantes, com maçã do rosto acentuada e pouca bochecha, dando-lhe um ar maduro e misterioso. Seus olhos são dois círculos de um azul claro tempestuoso, tão difíceis de atravessar quanto uma tempestade. De nariz altivo e perfeito e uma boca carnuda rosada, desenhada e desejosa, tem seios médios, barriga lisinha, braços finos, mas não se engane, ela é bem forte e mão delicadas, bumbum empinado, e um belo par de pernas, é proporcional. Tem cabelos negros longos, com uma franjinha reta tampando um pouco sua testa, seu cabelo é liso e num corte rebelde e picotado passando da cintura, muitas vezes desarrumado, dá charme e um toque de selvageria, deixando-a bastante sensual, cheia de atrativos.

- Altura: Tem 1,66 de altura.
- Peso: Pesa 60 .

--->

-> Gostos:
Tocar instrumentos,
Patinação,
Música,
Desenhar,
Ler,
Filmes e séries,
Mangás e animes, J-Rock,
Frio e neve,
Adora cozinhar,
Barulho e cheiro da chuva(na verdade seria cheiro de terra molhada - úmida - ),
Artes marciais,
Pessoas independentes,
Escuro,
Poesia,
Caminhadas a noite e ver as estrelas,
Nadar,
HQs(até cria e desenha alguns, e é muito boa),
Esportes,
Cantar,
Animais,
Videogames,
Café,
Skate,
Free running,
Leite e
Parkour.


-> Desgostos:
Que a subestimem ou duvidem de sua capacidade,
Ser a 'donzela' em perigo,
Machismo,
Brigas por sua causa ou ficar vendo conflitos(principalmente familiares),
Mentiras,
Traições,
Injustiças,
Remédios,
Sentir ciúmes e se sentir presa,
Que gritem com ela e ficar recebendo ordens,
Filmes melosos,
Que tentem a controlar,
Chá,
Legumes e verduras,
Quebrar seus fones de ouvido e videogames,
Pessoas superficiais(falsas),
Cores vibrantes ou visuais vibrantes demais,
Pessoas que julgam à primeira vista.


--->

-> Talentos:
Música,
Arte(Desenho),
Patinação,
Culinária,
Luta,
Escrever e
Esportes.


-> Hobbies:
Música,
Desenhar,
Patinar,
Treinar de manhã e de noite(Lutas) e
Escrever.


--->

-> Par Primário: Subaru.
- Relação: Costuma ficar tranquila e meio anestesiada quando está perto dele por lhe passar segurança, serve como um ótimo tranquilizante para alguém tão possessiva, também gosta de ser mimada um pouco(Difícil de acreditar não?), mesmo não admitindo já que ficará um pouco constrangida e quieta, já que ela nunca esteve tão próximo de um rapaz apenas quando em casa. Apesar de sua forma pouco delicada de expressar seus sentimentos, seja através de seu ciúme ou de demonstrações explicitas em lugares públicos, na maioria das vezes terá uma pessoa dedicada, calma, compreensível e muito companheira. Ela não quer que o seu amor seja tão grande quanto o dela, apenas quer que a ame mais do que qualquer coisa. Sim, outra particularidade sua é que ela adora sentir-se feliz em saber que alguém pode perder o sono por causa disto. Pode ser uma garota difícil e até complicada mas se esforça quando gosta de alguém, mas também não a verá se humilhando por isso.

-> Par Secundário: Ayato.
- Relação: Como disse antes, odeia que mandem nela. E Ayato com esse seu jeito possessivo e egocêntrico não ajuda em nada. Sempre que estava mirando em algo e pronta para atirar, Ayato aparece atrás dela e faz "buh" fazendo a garota assustar e, consequentemente, errar o alvo.
Ela se irrita muito com isso, mas mesmo assim foi uma das pessoas que mais gostou enquanto esteve naquela casa, achava a relação deles engraçada, como ficavam tendo briguinhas até por motivos bobos e Reiji ter que separá-los, Por mais que Ayato seja deste jeito os mais próximo dela era ele e Subaru o que causava umas certas discussões entre os dois pra ficar com toda sua atenção, sentia falta disto, era a noiva que veio depois que Yui morreu, está nervosa pra saber o que vai acontecer quando reencontra-lo, tem receio que ele não a perdoe por ter fugido.


--->

---> Vestido de Nóiva:



( -> Vai querer engravidar? Sim(X)/Não(_). )

---> História:
Filha de Mahiru e Shin Senritsu, líderes de um clã tradicional no Japão, Mayumi é a filha mais velha do casal e herdeira, de acordo com seus pais, eles se conheceram na Grande guerra há alguns anos atrás, sua mãe era uma mulher simples, mas de família boa e seu pai, filho do líder anterior, se conheceram quando o mesmo salvou sua mãe dos inimigos que iria levá-la como prisioneira por ser de território inimigo, depois desse dia, ele não a viu mais pois ela tinha ido embora com sua família.
Só a reencontrou depois de 2 anos e meio, seus pais cresceram na sociedade e isso fez com que eles se tornassem pessoas importantes na cidade, com isso ele acabou pedindo a mão de sua mãe que foi aceita, e ninguém impediu por ser o novo superior. Depois disto seu pai disse que se cassaram em quase dois meses, levou mais um mês pra saberem que a matriarca estava grávida, ficaram bastante felizes, o mesmo teria seu sucessor, disse a filha que ficou um pouco triste no dia do nascimento dela por que pensou que viria um menino, mas mesmo assim, passou rápido esse sentimento, sendo preenchido por um emocionado, o que tinha sido uma surpresa, mas explicou que o motivo foi quando viu o belo sorriso dirigido a eles.
Era festa pra eles, passou um tempo, e a mulher estava esperando outra criança, seu pai estava feliz e ela também, a mesma estava curiosa pra saber se teria um irmãozinho ou irmãzinha, e depois de 8 meses, teve sua resposta sua irmã mais nova nasceu saudável, ficou feliz que teria uma companhia pra suas brincadeiras, e foi bons tempos, mas quando completou 8 anos, teve que praticar aulas de luta, etiqueta, dança, culinária, kendo, tudo pra ser uma incrível líder e uma futura matriarca excelente.
Foi assim até seus 13 anos, e ela era excepcional, estavam muito orgulhosos, podia ver o brilho nos olhos do seu pai, mesmo que não fosse o menino que ele queria, ele via ali o seu sucessor, quer dizer... sua sucessora.
Percebeu também que sua irmã andava triste, se lembrou dos dias que vinha tentando se aproximar dela e tentar voltar como era antes, sem progresso, estava a estaca zero, quase não tinha tempo, mas mesmo assim por causa disso acabava chegando atrasada, teve também um dia que brigaram, sua irmã falou coisas horríveis pra ela, ela tentou dizer algo, mas não teve tempo, a mesma saiu correndo atropelando tudo pela frente, foi a primeira vez que se sentiu tão mal na vida e chorou tanto.
Mas a tragédia começou num dia que sentiu o cheiro de fumaça, quando saiu viu fogo pra todo lado, alguma pessoas correndo pra se salvar, umas conseguiam, outras eram tomadas pelo mesmo, era uma cena terrível, do outro lado viu sua irmã, tentou correr até ela, mas uma linha de fogo as separava, sem pensar duas vezes pulou atravessando-o e chegou até ela a mesma ficou espantada e entendia por que, a mesma estava suja de cinzas e algumas delas grudadas no sangue que escorriam aos poucos devido algumas queimaduras pequenas que ganhará, mas que já estavam se curando sozinhas, não teve piores por que conseguiu se proteger com uma das cochas de cama de um quarto, tiro-a de lá o mais rápido que pode e saíram de lá, não tinha muitas pessoas fora e nem poucas, era um número considerável pelo tamanho do estrago.
Passou algumas semanas, quase um mês, e tinham conseguido reconstruir algumas coisas, e tudo estava muito estranho, tenso, e o clã não era mais o mesmo, cheios de desconfiança, a mesma estava tentando conseguir seguir em frente, todos estavam reunidos, tinham achado uma presilha de cabelo no chão da cozinha, reconheceu de imediato, e antes que o culpado se revelasse se levantou e assumiu a culpa, sabia que a expulsariam, depois de algumas horas a decisão foi essa mesmo, no caminho pro seu quarto pra arrumar suas coisas, sua irmã a puxou pelo braço, ela estava com os olhos vermelhos de raiva enquanto algumas lágrimas caiam deles, entendia por quê... ela tava se sentindo culpada e a mesma também se sentia, mas por ter que deixá-la, estavam afastadas por tanto tempo e agora estariam mais longe uma das outras, das pessoas mais próximas a ela, ela era sua única família, a mesma estava se segurando pra não fazer o mesmo, pois a deixaria sozinha, de novo...
Antes que ela falasse algo, puxou o braço de volta e entrou no quarto pra arrumar suas coisas, podia ouvir do lado de fora sua irmã gritando e batendo na orta até que depois de muito insistir, desistiu.
A mesma não tinha contado que ia embora, depois de arrumar sua mala, acabou indo antes de amanhecer, sabia que ela não a perdoaria nem tão cedo por isso, ou talvez nunca, mas esperava que ela também entendesse, não tinha pra onde ir e andou muito pela estrada, cansada, sentou-se um pouco, até que um carro parou do se lado e um homem de terno desceu do carro, tentou ignora-lo mas o mesmo não saiu dali, levantou a cabeça irritada e perguntou o que ele queria, apenas perguntou se tinha lugar pra ficar e disse que se não tivesse, não tinha problema em ela ir com ele, ela estranhou muito, mas não poderia ficar na rua e acabou aceitando, mal sabia que se arrependeria.
Passou uns meses naquela casa, dava pra suportar uns dias outros não, conheceu os rapazes, uns era suportáveis e engraçados até, outros não, mas desejou ir embora no dia que ouviu aquelas palavras horríveis, e logo dele...
Fugiu na madrugada sem que percebessem, passou uns tempos e Karl a encontrou de novo, e a levaria mais uma vez, só que com companhia, de fato, soube na hora o que estava acontecendo, e ela era a última que faltava, estava nervosa por ter que volta, mas mais ainda... Por ter que vê-lo de novo.


-> --> Família: Irmã mais nova: Yukihime Senritsu - 12 anos - Estudante.


Tinha uma relação normal, talvez teria sido melhor se a irmã não fosse tão difícil, mas sua irmã mais velha não se importava com isso, e como é sua família sempre tentou se aproximar dela para melhorar a convivência, mas não adiantava muito, mas tinha esperança que ela mudasse e por isso assumiu a culpa da irmã sem ela saber, e pra que ela não descobrisse, viu nesta bolsa de estudos uma oportunidade, é provável que se a mais nova souber, se sentiria culpada e não a perdoaria nunca, por que mesmo sendo daquele jeito, ainda sentia algo bom pela irmã mais velha e talvez ainda sinta.

-> Algum objeto valioso ou lembrança que leva consigo? Se sim, diga o que é.
As alianças de ouro que eram dos seus pais, ficam no seu pescoço num cordão dourado.

-> Animal de estimação? Nop, se eu quiser, depois boto mais pra frente na fic.

--->

* Poderes: *
- Umbracinese.

- Eletrocinese.

- Bloqueio.

- Portões dimensionais.

- Cura.


--------> Algo mais??? Nop.

Escutando: Nada.
Lendo: Isso.
Assistindo: Isso.
Jogando: Nada.
Comendo: Vento.
Bebendo: Vento.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...