~Mi-Hay - Clan Akatsuki

Mi-Hay
I write tragedies not sins..
Nome: Mirai Mavra
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Recife, Pernambuco, Brasil
Aniversário: 7 de Julho
Idade: 19
Cadastro:

' H.O.N - Minha ficha . '


Postado

' H.O.N - Minha ficha . '

Nome completo
Sonna Serafall Krüger.

Apelido-s-
Son ou Sora.

Idade
18 anos.
07-07, Câncer.


Aparência + Descrição
Margot Robbie.

É uma mulher muito bonita, cheia de curvas e com um belo rosto. Ela sabe bem disso e usa facilmente a seu favor. Seu corpo voluptuoso é alto e esguio, coberto por uma pele clara macia podendo as vezes estar bronzeada. De rosto com traços fortes e marcantes, com maçã do rosto acentuada e pouca bochecha, dando-lhe um ar maduro e misterioso. Seus olhos são dois círculos de um cinza tempestuoso muitas vezes confundido com um azul bem claro, tão difíceis de atravessar quanto uma tempestade. De nariz altivo e perfeito e uma boca carnuda, desenhada e desejosa. É loira, seu cabelo é liso e num corte rebelde e picotado batendo nos seus ombros, muitas vezes desarrumado, dá charme e um toque de selvageria, deixando-a bastante sensual, é uma mulher de muitos atrativos.


Imagens >


























Gifs >















Personalidade
Leva a vida de maneira despreocupada o suficiente para tascar um foda-se. Geralmente suas atitudes são extrovertidas, leva sempre um sorriso no rosto, que dependendo da situação pode ter um ar bem sarcástico. É de seu costume pregar peças, criar situações constrangedoras, apenas para ter algo engraçado para lembrar quando for velha demais para usar sua criatividade.
Tem um grande dom para derrubar e quebrar as coisas, por isso evita ficar perto de coisas que quebram com facilidade.
Em momentos de tensão, quem fala mais alto são seus punhos, algo que acontece deliberadamente, algo fora de seu controle. O ideal é você não culpá-la, além de deixá-la profundamente magoada, não irá resolver.
É incrivelmente instável. Uma pequena frase dita em um momento inoportuno pode deixá-la enfurecida, ou até, entristecida. Seus sentimentos são intensos, sua consciência é pesada, e seu cérebro parece ter sido criado para importuná-la. Pode vir a entender coisas óbvias de maneira errada, não por ser burra, mas sim por pensar demais. Seu fluxo de pensamentos são como fogos de artificio, demoram um pouco a decolar, quando o fazem, atingem velocidades absurdas, até finalmente explodirem. E é exatamente isto que acontece com a loira quando pensa demais, explode. Por agir de maneira muito espontânea, não se prende a uma pessoa só, até que haja uma conversa muito bem " conversada " . Caso você venha a se envolver com ela, aconselho que deixe bem claro seus interesses, senão ela poderá vir a te magoar. Não que isto seja a vontade dela, ela simplesmente é lenta demais para perceber os sentimentos de terceiros.
Curiosa desde sempre, odeia qualquer coisa que envolva surpresas. Jamais diga ‘’ preciso conversar com você’’ antes de sumir. Costuma surtar nesses momentos, pois seu cérebro não a deixa descansar. Despojada, não se preocupa em passar uma boa impressão, não é nem um pouco tímida, típica cara-de-pau. Fala tudo que acha necessário, se precisar, come com as mãos, ri de boca cheia, e manda você se ferrar caso venha com ‘’ Não coloque os cotovelos na mesa’’. Não hesita em falar palavrões, e não está nem aí se você a odeia, pelo contrário, aí sim que ele irá lhe dar motivos para odiá-la. E bem, desde que não a ofenda, conseguirá lidar com seu temperamento explosivo.
Além disso, tem certa habilidade com computadores e celulares, é uma hacker, apesar de nunca fazer nada prejudicial a alguém com isso, ela consegue invadir qualquer computador/sistema/celular que colocarem em sua frente, pensa super-rápido e tem uma esperteza incomparável. Possui uma ótima habilidade de absorver informações e têm uma memória fotográfica, ela nunca se esquece de nada.
Costuma a se distrair facilmente, principalmente se tiver muitas coisas para pensar sua cabeça é um embaralhado de pensamentos estranhos. Ela meio que tem uma queda por mistérios e perigos, mas nunca se deixou levar, porém sua mente não para e ela está constantemente sempre pensando em um plano A,B,C e quantos precisar debaixo da manga, sempre tem uma resposta para tudo, ela abusa de sua ironia e sarcasmo quando realmente acha necessário.
Ela tenta sempre provar as pessoas sobre o que é capaz, tipo aquela música do Shawn "Show You", "Será que tenho que te mostrar? Vou te mostrar". Odeia pessoas que passam 24 horas reclamando da vida, mas não fazem nada. Sua palavra é sua honra, se promete algo, cumpre, custe o que custar.
Não é uma pessoa que se abala facilmente, ninguém nunca conseguiu a deixar realmente abalada, nem o suficiente para que derrubasse uma lágrima, porém quando se abala é difícil se recuperar. Uma vez que decide algo é raro conseguir que ela mude de ideia, é necessário que você a prove que o que ela quer é errado, ou então ela fará o que ela decidiu, mesmo que você reclame ou se oponha ao que ela decidiu e sempre tem plena consciência de seus próprios atos assim como sempre está pronta para lidar com as consequências dos mesmos e admitir seus erros.
Uma garota que nunca deixa na mão aqueles que possuem sua confiança, nunca seria capaz de os trair, assim como nunca perdoaria uma traição nem gostaria de ser traída. Muito observadora, sendo capaz de perceber coisas que poucos perceberiam. Desperta a curiosidade de quem está próximo a si, pois ela não é de falar muito, não expressa nada para ninguém, e como não demonstra o que pensa ou o que sente, as pessoas sentem a necessidade de descobrir, então, vez ou outra alguém a segue pelos lugares para tentar descobrir alguma coisa. Quando se apega a alguém, se torna uma pessoa leal e um pouco mais atenciosa, o suficiente para ouvir desaforos, risos ou dar o ombro para chorar.


Nacionalidade
Inglesa, mas nasceu na Austrália.

História
Ela nasceu apenas na Austrália, mas não ficou por muito tempo, ela é sangue puro, porém, de outra família nobre mais antiga e que até hoje vivem, nenhum dos outros Noble's sabiam da existência desta outra casa, por serem bem reservados e talvez não concordarem com alguns outros nobres, era filha de Dominik e Suzanna Serafall, e a primeira filha deles, mesmo querendo um filho homem, amaram aquela criança desde o primeiro momento que pôs os olhos nela pela primeira vez, então não se importaram muito com isso, assim que a pequena saiu do hospital, voltaram pra seu lugar de origem, Inglaterra.
Os pais davam toda atenção a filha quando podiam e trabalhavam, eram empresários famosos, quando já era uma criança, seus pais tiveram que viajar e era no seu aniversário, com raiva pelo líder ter tido uma filha, mesmo que a mesma fosse forte e tivesse se tornado forte, não estavam satisfeitos, acreditavam que se fosse um herdeiro e não uma 'menininha', estariam mais seguros e seria melhor que 'isso', então, sua garotinha já estava prestes a fazer 12 anos, naquela idade alguns da idade dela já tinham mudanças, e era notáveis nela, felizes pela filha estar completando ano e orgulhosos, resolveram desta vez levá-la com eles, era uma brecha pros conspiradores, mesmo que pudessem acabar matando seus superiores, o faria.
Na estrada, nevava muito naquela época, e estavam num inverno difícil, tudo aconteceu muito rápido, primeiro um arranhão no teto do carro, depois o mesmo sendo arrancado e os seguranças tirados a força e mortos, só podia ver um homem encapuzado enquanto várias partes daqueles homens eram arrancadas a fora, a criança apenas estavam com olhos arregalados olhando para o monstro enquanto o mesmo parecia se divertir com um sorriso sádico nos lábios, não podia ver o rosto do assassino mas sabia que guardaria aquelas expressões horrendas para sempre em suas memórias, todos estavam mortos, seus pais estavam numa situação terrível, sangue por toda parte neles, rostos tortos, já deformados, uma cena forte demais para a menina, não tinha percebido quando o carro parou, mas ele apenas a segurou sem um pingo de delicadeza pelos cabelos e a jogou contra uma rocha fria por estar coberta pela neve, algumas partes já congeladas e com pontas agudas, o que a faz cortar as costas e ralá-la, antes que pudesse dar algum gemido ou fazer uma expressão de dor, sua face foi enfeitada por uma agonizante, seus belos olhos azuis, agora parecendo congelados de tão frios, estavam abertos devido a surpresa, pareciam que saltariam pra fora suas narinas abriam e fechavam rapidamente, mas em busca de ar e sua boca abria e fechava no mesmo ritmo tentando sibilar ou gritar algo enquanto seu peito arfava devido a força que fazia pra tentar respirar de volta, ele estava segurando seu pescoço com uma força enorme, e já começava a cortar e arranhar a pele antes lisinha, agora manchada de vermelho, melando a parte de cima de sua roupa, em seguida pra terminar aquilo de uma vez empunhou o que parecia um punhal envenenado que foi de encontro ao seu peito, quase perfurando seu coração ou o que restará dele, depois segurou a menina pelos pés e a arrastou por algum tempo, estava a levando para mais longe, andavam subindo a estrada até chegar numa arte que tiveram que virar uma estrada e andar mais um pouco, acabaram dando de encontro a um precipício que dava pra ouvir as ondar do mar de encontro as pedras, soube por que estava consciente, mas não tinha forças pra nada, ele ia jogá-la de lá de cima, esperou pelo impacto na água, porém, antes disso sentiu sua cabeça colidindo com uma pedra e adormeceu.
Não soube por quanto tempo tinha ficado inconsciente, apenas pode sentir o cheiro do éter, estava no hospital, sua memória estava em branco, não se lembrava de nada do que tinha acontecido, apenas seu nome, quando acordou estava num quarto todo branco, tinha uma mulher dormindo numa poltrona ao seu lado enquanto um senhor/homem estava conversando com um médico do lado de fora, depois disto, falaram com ela e lhe explicaram tudo, perguntaram se sabia sobre si, e ela contou tudo que se lembrava: Seu nome e o que era, a idade apenas souberam pela causa da aparência.
Passou um tempo depois daquilo tudo que a jovem passou, ela estava com a nova família, conheceu pessoas novas, e conseguiu se recuperar, em partes...
Já que nunca conseguiu se lembrar das coisas que perdeu, seus pais, a traição de pessoas em que confiava, etc, mas continuou seguindo em frente, estava feliz com aquela família e se sentia protegida, era um lugar que podia chamar de lar pra ela.
Quando completou 18 anos ficou meio magoada por ter que se separar de sua mãe e de seu pai, já tinha se acostumado com eles, não concordava com isso, e até resistiu, mas acabou indo contra sua vontade, quando eles querem falar com eles, telefonam, não fica com os irmãos nessa hora por que sabe que vão passar pra ela, e ela ainda guarda um pouco de rancor.


Mãe > Suzanna Serafall - 39 anos - Empresária. (Morta)


Pai > Erik Serafall - 42 anos - Empresário. (Morto)


Habilidades (Luta)
Seu físico é muito bom como os seus sentidos, tem uma resistência incrível, é mais pela sua força de vontade e por que não desiste fácil, tem uma boa agilidade e reflexo, velocidade acima do normal por tê-la trabalhado muito, acredita que quanto mais veloz for um golpe, mas forte será, por isso mesmo muitos pensando que ela não tem, se enganam facilmente, é especializada em kendo, caratê, krav magá, jiu-jitsu, boxe, ninjitsu e muay thai.

Hábilidades QI
Dedução, manipulação, memória fotográfica, estrategista, tecnologia(hacker), negociações, mecânica e um pouco de engenharia, também sabe rastrear.

Gostos e desgostos
Gosta de tocar instrumentos, patinação, ouvir música, desenhar, ler, filmes e séries, mangás e animes, J-Rock, frio, adora cozinhar, barulho e cheiro da chuva(na verdade seria cheiro de terra molhada - úmida - ), lutar, gosta de pessoas independentes, do escuro, gosta de poesia, caminhadas a noite e ver as estrelas, nadar, HQs(até cria e desenha alguns, o que ela não sabe é que alguns são feitos com os traços de memória que ela tem de sua família biológica, porém só consegue se lembrar dessas pequenas partes que é quando está com um relógio de bolso de prata dado pelos mesmos, nele também tem o brasão da família, mas ela não o reconhece pois o mesmo não dá pra reconhecer por estar danificado e pela perda de memória), esportes, cantar, animais, videogames, café, leite e parkour.

Não gosta que a subestimem ou duvidem de sua capacidade, ser a 'donzela' em perigo, machismo, brigas por sua causa ou ficr vendo conflitos(principalmente familiares), mentiras, traições, pessoas mesquinhas e egoístas, injustiças, remédios, sentir ciúmes e se sentir presa, que gritem com ela e ficar recebendo ordens, filmes melosos, que tentem a controlar, chá, legumes e verduras, quebrar seus fones de ouvido e videogames, pessoas superficiais(falsas), cores vibrantes ou visuais vibrantes demais, a cor rosa e pessoas que julgam à primeira vista.


Manias
Quando está incomodada com algo faz uma cara emburrada e e ficar olhando por muito tempo pode acabar corando.
Passa a língua sobre os lábios quando está pensando em algo que a deixa animada ou tem uma ideia, ou apenas para molhá-los.
Quando está entediada fica andando de um lado pro outro.
Quando recebe um comentário ou argumento que não goste ou deixe-a constrangida(dependendo do que for, também pode acabar ficando com as bochechas coradas), vira a cabeça pro lado abaixando-a um pouco soltando um 'Tsc'.
Ir à um local específico para pensar.
Fazer caretas enquanto lê, desenha algo, comida que não gosta, comentários, etc.
Morder o lábio inferior com força ou abaixar a cabeça abraçando o próprio corpo e pendê-lo um pouco pro chão quando esta prestes a chorar.
Ás vezes ela fala enquanto dorme, mas só quando está em conflitos internos, pode ser sonho ou algum pesadelo.


Medos e traumas -
Palhaços, perder pessoas importantes pra ela e trovões ou relâmpagos.

Fobias
Astrofobia - Relâmpagos ou trovões.
Coulrofobia - Palhaços.
Tafofobia - Enterrada viva.


Vícios
Café e ficar mastigando balas de menta.

O que a(o) atrai em um(a) parceiro(a)
Que seja independente, mas não no sentido de não querer depender dos outros toda hora ou pedir ajuda e sim com as famílias, não se sente bem com esse ódio ou rivalidade toda, gosta que tenha seus próprio ideais e objetivos, e que faria de tudo pra proteger o que lhe é importante, ela acredita que uma pessoa ou um homem é mais forte, quando tem alguém por quem lutar ou abrir mão de sua própria vida, por que ela faria o mesmo.

O que mais ama no mundo
Ela não sabe muito bem ainda, nunca pensou muito bem nisso, e também muitas pessoas estão o destruindo já, mas ela se admira mesmo assim como ele pode ser bom, e como ao mesmo tempo consegue mostrar sua força.

O que mais odeia
Machismo, violência contra mulheres e animais(indefesos), pessoas que não tem argumentos bons, vivem dando desculpas e ficar recebendo ordens toda hora e que gritem com ela.

O que faria se lhe proibissem de ficar com quem ama?
Se não lhe dessem bons motivos não iria aceitar, e se não lhe dessem respostas iria ficar perguntando toda hora, e se assim continuasse, iria fazer o que fosse melhor pra ela e que a fizesse se sentir bem, pra ela não tem aquilo de rivalidades entre família ou por serem inimigas isso iria a impedir de algo, isso não é entre elas e sim eles, tem que resolver isso sozinhos, não iria se intrometer, mas também não deixaria que mandassem nos seus sentimentos.
- Mas nunca os machucaria, por ser grata a eles. -


Como lida com os problemas?
Tenta manter a calma e vê de onde ele começou, não gosta de tomar medidas rápidas, prefere fazer as coisas com calma, é o que dá mais certo e melhores resultados, apesar que mesmo fazendo rápido, ela consegue, apenas para adiar um pouco e ter mais tempo, mesmo tendo um raciocínio dedutivo assustador, ainda sim, se não estiver em bons momentos, vai se sentir acuada, então não conseguirá pensar direito, só tem que ter cuidado com isso.

Como é sua alimentação?
Sangue de humano > Porém apenas bolsas de sangue doadas pelo hospital, e não bebe toda hora, apenas para repor as energias e matar um pouco a sede, e com isso ela pode ficar muito tempo sem precisar se alimentar e continua saudável mesmo assim.

Sangue de animal > Apenas casos de emergência, quando não tem pra onde recorrer, acha um pouco nojento por não estar acostumada, mas se for pra continuar viva, faria sem pestanejar.

Comidas normais, quando não precisa se alimentar de sanue humano ainda, para pelo menos matar a fome.


Complementos

Nop.

Escutando: Nada.
Lendo: Nada.
Assistindo: Nada.
Jogando: Nada.
Comendo: Nada.
Bebendo: Nada.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...