~MissLay

MissLay
H€¥, I'M LA¥
Nome: ʠε۷¡ℓ ♫ | เ'ɱ ℓα(ƶ)ყ!
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Carlos, São Paulo, Brasil
Aniversário: 27 de Setembro
Idade: 16
Cadastro:

❝Todo ponto de vista é a vista de um ponto.❞ — Lord Byron.


Postado

❝Todo ponto de vista é a vista de um ponto.❞ — Lord Byron.

Na autópsia daria pra ver
Como eu só morri por você
Quando eu te vi fechar a porta
Eu pensei em me atirar pela janela do oitavo andar
Em vez disso eu dei meia volta
E comi uma torta inteira de amora no jantar;


“Todo ponto de vista é a vista de um ponto.”

— Lord Byron


Por que eu escolhi esta frase? Bom... Porque ela é a [/i]sua frase. Você sabia que se formos somar todas as frases de filósofos famosos, poderemos ter uma por dia, todo ano, por anos sem as repetir? Então lhe digo, esta é a frase do dia vinte e quatro de outubro de dois mil e dezesseis, também conhecido como o aniversário da minha dongsaeng mais importante. Por isto, peço que a guarde com carinho, refletindo sobre o seu significado a cada dia até o ano de 2017, onde lhe darei uma nova frase, para um novo contexto, e provavelmente uma nova pessoa, ainda melhor do que a primeira.


E bem... De quem será que essa garota louca está falando?
Daquela garota tímida que me adicionou nesse fucking site no dia 03/03/2016 (sim, eu decorei o dia)
Daquela garota que timidamente me respondeu na TL assim que tentei puxar assunto com ela
Daquela garota fofa chamada Aline, que instantaneamente comecei a chamar de Lika, assim como ela me indicou.

E da mesma forma que nossa amizade simplesmente começou, eu comecei a nutrir sentimentos por você...


De quem eu estou falando? Obviamente da @wilkium


❝O amor nasce de pequenas coisas, vive delas e por elas às vezes morre.❞

― Lord Byron


E assim como diz Byron, eu me apaixonei por você desde as pequenas coisas, os pequenos detalhes. Minha alegria começava quando a via entrar, por volta das sete, na tl e conversar com as outras pessoas. Sim, com as outras pessoas, porque mesmo sendo a mais extrovertida, eu não tinha coragem de simplesmente mencionar seu nome com um mísero "Oi".
Porque? Porque se você não me respondesse, a dor seria pior que o medo. Porque o medo causa dor, mas a dor da rejeição é a maior de todas...
E assim, fomos perdendo contato. Se antes nossas conversas se resumiam a fanfics e temas aleatórios, elas se tornaram nada.
̶E̶ ̶i̶s̶s̶o̶ ̶d̶o̶e̶u̶,̶ ̶d̶o̶e̶u̶ ̶m̶u̶i̶t̶o̶.̶


Por um tempo, até pensei que estivesse se esquecido de mim. Estava me acostumando a isto. Aprendendo a não sentir saudade da menina que me chamava de Hyung, que me mostrou seu belo rosto pela webcam uma vez, mesmo não se achando tão bonita quanto realmente é, que me apoiava quando estava triste, que me dizia ser uma boa autora quando nem eu acreditava nisso, que me incentivou a continuar sempre e que me fez conhecer a minha autora preferida.

[i]Oh, Lika... Eu devo tanto a você...

E quando eu menos espero, faltando poucos dias pra uma data que eu gostaria de esquecer, você volta.
Você volta... Me fazendo lembrar do dia que eu queria esquecer...
Me fazendo amar aquilo que eu estava acostumada a odiar...

Oh, Lika... Porquê você tem que trazer o melhor de mim a tona?

Por isso, mas não apenas por isto, eu apenas te peço:

Este será o meu presente de aniversário para você: Um pedido.
Qualquer coisa. O que quiser.
Sei que já te prometi coisas, coisas essas que não consegui fazer, mas esse pedido não irei lhe negar, nem ao menos me justificar, apenas darei o meu melhor para que ele seja realizado e você fique feliz nesse dia tão especial e não apenas ele, pois você merece sorrir todos os dias da sua vida.


Desculpe se este jornal ficou uma droga, porque eu sei que ficou, mas é a sétima vez que tento em dois dias, meu tempo está se esgotando... E pela primeira vez na vida, sinto que não seria a mesma coisa se atrasasse, então me perdoe, de verdade ❤

Eu te amo demais, Aline.
Me desculpe por isto também, sou péssima para me expressar, então apenas saiba que tudo o que eu disse aqui, foi uma tentativa (falha) de demonstrar.

Sobre o seu jornal: Me perdoe mais uma vez, por não ter feito nem um mísero comentário lá, mas eu nunca sei o que dizer. De todos os presentes que recebi, mais da metade me deixou emotiva. Porém, o seu foi o único que me faz chorar até hoje, não importa quantas vezes leia, ou se já tenha decorado cada sílaba presente ali, nunca deixarei de me sentir mais amada por ti.


❀ ℘.s. Æ ℓ٥ﻻ ﻉ√٥ʋ @wilkium

Escutando: Moonlight — Beethoven.
Assistindo: O pouco de dignidade que me resta, se esvair...
Jogando: Minha vida no lixo.
Bebendo: Café.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...