~His_Lady

His_Lady
Awake
Nome: ApHroditeQuinn
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Fortaleza, Ceará, Brasil
Aniversário: 15 de Outubro
Idade: 5
Cadastro:

PUDIM ME LEMBRA DEAN!


Postado

❃ Ficha ❃

Pudim de Bacon

Nome: Subaru Sakamaki

Idade:
Real: 900 anos
Aparência: 16 anos

❃ Signo:
Libra
- Libra, na sua essência, tem o dom de equilibrar opostos. -
Compatibilidade:
http://www.sonhos.com.br/horoscopo/compatibilidade-signo-de-libra
Preferências: Sagitário; Aquário; Gêmeos; Escorpião; Áries;

Raça: Unicórnio

Seu nome se origina de duas palavras: Unus que significa Um e Cornus que significa Chifre. Símbolo da pureza, esperança, amor, majestade, poder, honestidade, liberdade e de todos os bons sentimentos do ser humano, esse ser selvagem e indomesticável somente se curvava às virgens inocentes e puras; deitava-se sobre o colo delas e adormecia, deixando-o indefeso aos caçadores. Eles habitavam os jardins sem lugar específico e se escondiam onde não havia perigo.

❃ Sexualidade: Bissexual

Filiação: Pais mortos
[Aparência da Christa] - Mãe


[Aparência do Karlheinz] - Pai


[Aparência da Yue] - Ex Paixão




Aparência










Olhos vermelho sangue que demonstram algo de selvagem e doce ao mesmo tempo; mesmo que suas palavras sejam grossas, suas mãos serão gentis. Atitudes cuidadosas; se afastará quando perceber que poderá causar algum dano.

❃ Personalidade:
Um animal forte, veloz e de temperamento hostil;

Subaru pode ser descrito como o tipo solitário. Ele é geralmente sozinho e nunca se preocupa com o que está acontecendo ao seu redor. É do tipo calado, que geralmente dorme a maior parte do tempo; apesar de ser uma criatura pura, devido à sua infância traumática, fácilmente se irrita e recorre à violência, indo tão longe a ponto de quebrar tudo quando ele fica extremamente irritado. Há um lado tsundere dele que os seres ao seu redor podem ver, o que o deixa constrangido e ainda mais irritado; mas, apesar de tudo, pode ocasionalmente ser doce. Sua paixão, Yue, descreveu-o como um ser gentil, mesmo que ela foi a principal razão para mais um trauma horrível; e mais tarde por sua falta de confiança nas fêmeas.

Subaru se considera sujo e ignorante por causa das mortes que ocorreram - sendo ele o culpado. Já que se o mesmo nunca tivesse ido brincar com a garota humana... nada disto teria lhe acontecido à sua família e à ela.

Curioso; pode aparecer como quem não quer nada e lhe observar em silêncio. Costuma ficar na companhia das ninfas e fadas, mesmo que em forma invisível. Já que lhe agrada estar calado. Apenas com companhias; e não lhes dizer nada. É agradável.

❃ História:
A ingenuidade é uma inocência franca. - HelDethAe lhe dissera ao entregar o chifre da mulher que outrora a alma ainda pulsava quente.

Ingênuo; a ingenuidade é uma atribuição do espírito que dificulta a percepção de acontecimentos maldosos e maledicentes. Todas as criaturas ingênuas são pessoas boas que olham o mundo e as demais pessoas sem maldade, assim como uma criança. Com isso sofrem mais, pois se decepcionam com facilidade, recebem fortes golpes da vida que é dura e rigorosa, além de que pessoas sem princípios se aproveitam delas. É pela boa índole da criatura que a ingenuidade se propaga, provém do espírito bom que não consegue enxergar a maldade que existe por toda parte. Tais criaturas se voltam às boas ações e às gentilezas que dispensam a todos de igual forma, o que muito as dignificam. Porém, sem prudência, precaução e cautela, ignorando a existência das crueldades que existem no mundo e nas pessoas, podem ser duramente surpreendidas.

E Subaru fora duramente surpreendido; sua inocência manchada por sangue. Traído da maneira mais covarde e cruel, algo que ainda o tormenta em suas lembranças. O albino na época andava pelos gramados cobertos por neve, camuflando-se e desaparecendo em meio a imensidão branca. Inverno, época da maioria dos seres estarem no conforto de suas casas, com suas famílias. Mas o pequeno Unicórnio amava brincar na neve, era tudo tão igual à si! Corria a toda velocidade, desviando-se de árvores ou alguns seres que ainda não haviam se recolhido de imediato. Quem não prestava atenção assustava-se, pois era difícil de distingui-lo, a não ser pelos dóceis olhos vermelho sangue.
Em meio à sua corrida, fora atraído por uma voz melodiosa, feminina. Uma moça bem jovem, uma criança humana. Tão bela, sorridente e seu espírito era tão... puro. O Unicórnio rendeu-se à ela e curioso passou a se aproximar, a mesma ficou espantada a princípio, mas curiosa deixou-se acariciá-lo. Ela riu, ele correu de volta para a floresta - olhou para trás, querendo que ela o seguisse; a menina o fez. Brincaram o dia inteiro, para a surpresa de Yue, o Unicórnio havia virado um menino - aparentando sete, oito anos -; muito belo e gentil.
As horas foram se passando, o Sol já começava à se pôr. Cansado, Subaru deitou sua cabeça no colo dela, ela tímida lhe afagou os fios brancos. Nem mesmo sentia o frio, talvez a presença dele lhe protegesse - mas o mesmo não poderia se proteger. Estava tão indefeso e desarmado -; O observou dormir e voltar a sua forma normal, e lá ela ficou enquanto perdia toda a noção da hora. Logo anoiteceu e Yue também adormeceu, fazendo seu pai enlouquecer de desespero pelo sumiço da pequena garota. Ritcher adentrou a floresta junto à alguns vizinhos, todos armados.

O poder subiu a cabeça de todos ao verem um Unicórnio tranquilo e desarmado. Atacaram; enquanto Ritcher protegia sua única filha. E assim como ele fez, os pais de Subaru também o fizeram! Christa - sua mãe -, e Karlheinz - seu pai -, entraram na frente do pequeno. Recebendo os golpes no lugar do filho. Haviam passado o dia inteiro observando-o com a criança humana.

Os pais de Subaru foram mortos em sua frente; e o pequeno já esperava sua morte física, enquanto sua espiritual já estava à se partir por conta do medo e da dor; quando um elfo de intensos olhos verdes aparecera e lhe salvara. Para Subaru... um dia de neve jamais seria divertido como antes, o inverno e o frio lhe iriam trazer terríveis lembranças...


❃ Aonde vive:
Em uma gruta atrás da cachoeira; dentro da floresta encantada. Subaru entra por uma passagem subterrânea, pois não gosta dos olhares das sereias quando ele está próximo ao rio.

❃ Par: Sem preferências; Mas quero que ele tenha um par -3-

Gostos:
Silêncio; Rosas brancas; O chifre que guarda de sua querida mãe; O cachecol vermelho de Yue; Elfos da Luz - e Death -, mesmo que não admita; Fadas; Pequenos animais; e...

... ver as estrelas

Desgosto:
Frio; Inverno; Seu próprio reflexo; Mentiras; Traições; A adaga que HelDethAe lhe dera; Sereias; Barulho; Caçadores;

❃ Medo/Fobia:
Perder o que lhe é importante;

❃ Sonhos:
Reencontrar sua família, nem que seja em uma reencarnação num futuro distante; ser perdoado por ter sido fraco e não ter os salvado.

❃ Classe social:
Classe social alta; mesmo que ele não dê importância para isso.

❃ Armas:
Seus próprios poderes

❃ Trajes:

→Casual:




→Formal:


→Festa:


→Caça:
- Costuma caçar em forma de Unicórnio; mas quando está como humano usa a roupa normal e este capuz/capa.

→Normal:


Curiosidades:
> Subaru guarda consigo o chifre de sua mãe; que HelDethAe lhe entregou após o levar para um lugar seguro;

> Yue voltara a procurá-lo, crescera se tornando uma bela donzela. Ainda de coração puro, mas cheia de culpa pelo acontecido. Subaru apaixonou-se novamente por ela, e após tantas tentativas imersas em desconfianças e medo, o albino e ela tiveram um romance apaixonante por longos anos. Mas... tragicamente seu pai descobriu, e Yue acabou tirando sua própria vida aos 22 anos de idade. Segundo ela, era o único jeito de Subaru ter uma vida longa. A adaga que a mesma utilizou fora a que HelDethAe dera ao Unicórnio.

> Ganhou essa adaga para poder se proteger só, caso algo desse errado;

Poderes:
Unicórnio:
~ Poderes curativos; seu sangue pode curar qualquer enfermidade - seja ela qual for;
~ Seu chifre também tem poderes curativos assim como seu pêlo - mas o chifre de um Unicórnio traz consigo um campo de proteção; e força.
~ Consegue ver a aura de todos os seres; sabendo se são de boa índole ou não.
~ Seu chifre também o faz possível se tornar invisível; e a reconhecer quando seres de sua mesma raça está por perto.
~ Grande velocidade e força - realmente extraordinário;

❃ Se sacrificaria por seu amigo(a):
Sem pensar duas vezes - se lhe conquistarem a confiança

❃ Se você morrer não me mata, tudo bem?: Tudo bem ;v

❃ O que acha sobre as outras criaturas?:
Idem aos de HelDethAe, mas com animações mais concretas por realmente ler suas auras. Sobre as fadas, não as acha superficiais, e sim agradáveis. Sobre as ninfas, fora consolado algumas vezes :v

❃ Sua espécie não gosta de qual criatura?:
Vampiros e Sereias

❃ Se o seu personagem morrer, ele morre feliz ou triste com o que aconteceu com ele?:
Feliz, poderá reencontrar sua família!



Escutando: Alphabet Boy - Melanie Martinez
Lendo: Unforgiving - Lauren Kate
Assistindo: Indo para o cinema com a prima para assistir: Esquadrão Suicida! \o/
Jogando: ---
Comendo: ---
Bebendo: Água -3-

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...