Heaven - A história por trás da composição


Postado

Eden, vuela, amor

Fiz o máximo para não dar spoilers da história, e acho que consegui.

Desde de sempre eu sou muito fascinada com tragédias, e os términos de relacionamento sempre me chamaram atenção, o ser humano tem esse instinto curioso de dar tudo para alguém ou alguma coisa ou causa esperando nada menos que a felicidade plena, e quando isto não dá certo fica apenas ele e sua fé abalada, seu coração, seus arrependimentos e as lembranças de uma história com final nem tão feliz.

Na minha primeira dedicatória, lá estava o amor, a ele devo minha inspiração,afinal, tudo se resume ao amor. O amor pelo fim do amor me deu toda a ideia para essa história, não deve ter feito sentido para você, mas acompanhe meu raciocínio: Como já citado, términos me fascinam, e com eles na maioria das vezes vem o término do amor de uma ou ambas as partes. Para mim é cansativa toda a parte do início do amor, o clichê me dá nojo, então porque não pular para a parte legal de toda a coisa? A melancolia, o sofrimento, as memórias esperançosas... Só de pensar nisso meu coração dá pulos de alegria!

Não me julgue pelos meus gostos peculiares, eu juro que sou normal.

Voltando para a história, eu gosto de Vixx, eu gosto de escrever, eu gosto de términos, mas qual couple usar? Na ideia original, iria ser uma LeoBin maravilhosa com um plot inteiramente diferente, uma atmosfera extremamente mais sombria e com um enredo muito mais extenso, backstories bem mais elaboradas, mais personagens, etc. Talvez eu tire essa história do papel nas próximas férias, já que ela envolveria muito tempo e pesquisa. Mas no dia em que eu tive a ideia para Heaven, para ser mais específica, na hora, além de estar conversando com uma amiga que shippa Neo, estava escutando uma música do Queen que fala sobre seguir com o show por mais que tudo esteja dando errado, inclusive minha citação favorita desta música é: "por dentro meu coração está se partindo, minha maquiagem pode estar dissolvendo, mas meu sorriso continua", e pronto, estava montado. A vibe teatral da música e a tradução formaram a base, minha amiga me deu as personagens principais, e uma música que tocou no aleatório me deu a finalização e o toque final no que faltava: O enredo. Heaven, uma música do Exo, cheque a tradução dela quando puder.

Então comecei a escrever tudo no formato de roteiro, um número específico de atos, cada um descrevendo um momento da história com as cenas descrevendo cada memória específica, estava lindo, mas o que eu faria com isso além de deixar tudo salvo no meu computador? Decidi então extrair a história por trás daquele roteiro, as emoções da personagem em cada cena, e assim nasceu o que agora está sendo apresentado como uma fanfic.

E é isso.

Escutando: The show must go on - Queen

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...